Issuu on Google+

TURBULÊNCIA: MODELO MATEMÁTICO PREVIU ONDA DE PROTESTOS AO REDOR DO MUNDO DEVIDO A ALTA DE PREÇOS DOS ALIMENTOS Em 2011, estudiosos do New England Complex Systems Institute levantaram uma hipótese: o encarecimento da comida poderia ser um fator predominante no início dos protestos em diversos países. O instituto usa a ciência e a matemática a favor da resolução de questões da sociedade, como crises econômicas, violência e políticas públicas. Para o estudo, intitulado "A crise alimentícia e a instabilidade política no Norte da África e no Oriente Médio", os pesquisadores cruzaram dados da Organização para Agricultura e Alimentação das Nações Unidas (FAO, sigla em inglês) sobre a variação do preço dos alimentos no mundo com notícias de protestos recentes.


JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS: LINCHAMENTOS DESAFIAM ORDEM E ESTADO Um jovem acusado de assalto é amarrado a um poste no Rio de Janeiro. O mesmo acontece com um ladrão de 26 anos em Itajaí(SC). Em Goiânia (GO), um adolescente é espancado pela população após um furto, enquanto em Teresina (PI), um suspeito de assalto é amarrado e tem seu rosto posto em um formigueiro. Para especialistas e sociólogos, tais ações refletem o descontentamento e a descrença da população na Justiça e no Estado e funcionam como reação à onda de violência. Ocorrem não como medida preventiva, mas punitiva para com o suspeito de cometer algum delito.


VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: OPINIÃO DO BRASILEIRO SOBRE ESTUPRO GERA PROTESTOS Os resultados da pesquisa "Tolerância social à violência contra as mulheres", divulgada em março de 2014 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), provocou diversas reações nas redes sociais após apontar que 65,1% dos entrevistados concorda total ou parcialmente que "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. Poucos dias após a divulgação da pesquisa, o Ipea reconheceu que o resultado estava errado. O percentual correto para a questão é 26%. Mesmo assim, a pesquisa levantou outros pontos que chamam atenção: Para a maioria dos entrevistados (58,5%), "se mulheres soubessem se comportar, haveria menos estupros" e para 65,1%, “mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar”. Outros resultados apontaram que 22,4% concordam que a questão da violência contra as mulheres recebe mais importância do que merece; para 54,9% existe mulher que é para casar e mulher que é pra cama; e para 27,2%, a mulher casada deve satisfazer o marido na cama, mesmo quando não tem vontade.


1964: Golpe ou revolução? Hoje é corrente o uso do termo golpe de Estado para denominar o movimento que derrubou o presidente João Goulart em 1964, mas a denominação mudou ao longo do tempo. Você tem uma memória que se constrói ao longo desse período todo que vai se alterando. O uso de alguns conceitos implica em uma posição. Quando ocorreu o evento usava-se revolução, revolução gloriosa, redentora“. Golpe militar ou civil-militar Por muitos anos o golpe de 64 foi caracterizado como uma ação militar para a derrubada do presidente Jango. "A expressão golpe militar passou a ser usada depois, já no final da ditadura. O golpe traz consigo a ideia de ilegitimidade, de violência." No entanto, estudos apontam a importância do apoio das elites, empresários e da imprensa para a realização do golpe, caracterizando nas últimas décadas o termo golpe civil-militar


Apartheid : 20 anos após seu fim na África do Sul, ele "sobrevive" em outros países. Desde 2010, a ONU comemora o dia 18 de julho como o Dia Internacional em homenagem ao herói da luta Anti-apartheid Nelson Mandela Apartheid no Brasil?

Novas formas de apartheid Atualmente, entre os povos que mais sofrem discriminação estão os judeus e os ciganos, estes vivem na Europa, oriundos em sua maioria do Leste Europeu, de países como Romênia e Bulgária, bem como em paises da união europeia onde moram em guetos desprovidos de assistência social.

No Brasil e em boa parte do mundo, o preconceito de raça, cor e etnia é considerado crime. Mas o amparo da legislação não impede episódios de racismo como o da cliente que recentemente recusou ser atendida por uma profissional negra em Brasília, ou de pessoas que não permitem negros em seus estabelecimentos e negam qualquer tipo de direito ao outro devido à sua cor.


FALTA DE ÁGUA: COM ALTO CONSUMO, PROBLEMA AFETA A GERAÇÃO DE ENERGIA

Uso da água

ONU adverte que : até 2050 mais de 45% da população mundial não terá acesso à água potável e quase todos os três milhões de habitantes que devem ser adicionados à população mundial até 2050 nascerão em países que já sofrem com a escassez desse recurso. As áreas mais atingidas serão a África, a Ásia Central e o Oriente Médio. Num futuro não muito distante, o cenário desenhado é de países brigando mais por água e menos por petróleo.

Além do uso doméstico (em Nova York, um cidadão chega a gastar 2.000 litros de água potável por dia) e público, os recursos hídricos são utilizados na agricultura, pecuária, indústria (para fabricar 1 kg de aço são necessários 600 litros de água) e na geração de energia nas usinas hidrelétricas. A geração de energia hidrelétrica, nuclear e térmica precisa de água


Crise na Ucrânia: Um país dividido entre a Rússia e a União Europeia

Rússia x União Europeia: Em novembro de 2013, quando o então presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, decidiu abandonar um acordo de livre comércio com a União Europeia para se alinhar à Rússia, país que dominou a Ucrânia por gerações quando esta fazia parte da URSS. O acordo estratégico com os russos incluía uma ajuda financeira, descontos no preço do gás produzido pela Rússia e comprado pela Ucrânia e a promessa de uma zona de comércio livre. Desejando a integração com a União Europeia e temendo a influência russa, parte dos ucranianos foi às ruas para se manifestar contra a decisão. A quebra do acordo foi o estopim para um governo que já sofria desgastes com problemas como a economia sem crescimento, corrupção endêmica e a falta de reformas políticas.

O gás natural produzido pela Rússia tem papel relevante na crise. Hoje, a Europa importa 30% do gás russo, número que já foi de 45%. A Ucrânia está entre os dez países que mais consomem gás natural no mundo e também redistribui o produto. Em seu território, passam 80% do gás russo vendido aos europeus por meio de seus gasodutos. No controle dos preços do gás natural, os russos com frequência ameaçam suspender seu fornecimento aos ucranianos


O PARLAMENTO DA CRIMEIA DECLAROU FORMALMENTE QUE A REGIÃO SE SEPAROU DA UCRÂNIA E PEDIU AO KREMLIN PARA SER ANEXADA À RÚSSIA APÓS REFERENDO APONTAR 97% DE APROVAÇÃO;

Criméia: Região estratégica. Independência ou anexação? O governo da Ucrânia descreveu a votação como um "circo" e disse que não reconhece o resultado. A União Europeia (UE) e os Estados Unidos disseram que a votação foi ilegal e que devem adotar sanções contra a Rússia.


A CASA BRANCA CONDENOU COM VEEMÊNCIA O MASSACRE DE CENTENAS DE CIVIS NA CIDADE DE BENTIU, NO SUDÃO DO SUL, CLASSIFICANDO A VIOLÊNCIA COMO UMA "ABOMINAÇÃO".

Sudão do Sul: O mais jovem pais do mundo, tendo obtido sua independência do Sudão em 2011. O conflito está fortemente ligado a questões étnicas, e contrapõe o presidente Salva Kiir, do grupo étnico Dink, e o ex-vice presidente e líder dos rebeldes, Riek Marchar, do grupo étnico Nuer. A China, um dos principais investidores na indústria petrolífera do Sudão do Sul, também manifestou preocupação com a violência.


ÍNDIOS: DOIS PROJETOS AMEAÇAM TERRAS INDÍGENAS E ACIRRAM CONFLITOS RURAIS

Em 2014, duas novas propostas no Congresso devem colocar em evidência a questão da demarcação das terras indígenas: a PEC 215, que quer transferir para o Congresso Nacional a função de demarcação das terras, competência que hoje é da União, e o PLP 227, que visa regulamentar o artigo da Constituição que define áreas de interesse público à União, sobre o uso da terra pelos índios. Hoje, os órgãos responsáveis pelas demarcações de terra são a FUNAI (Fundação Nacional do Índio), que faz os estudos e delimita as áreas; o Ministério da Justiça, que faz a declaração da terra; e a Presidência da República, que a homologa. Atualmente, segundo a FUNAI, são 645 terras indígenas em diferentes fases da demarcação. Embora a população indígena tenha obtido novas conquistas ao longo dos anos, como o Estatuto do Índio, de 1973, e o reconhecimento na Constituição de 1988, a disputa pela da terra ainda é fato recorrente. São constantes os conflitos envolvendo fazendeiros e empresários em terras com recursos naturais e minérios, principalmente nas áreas rurais, onde vive a maior parte da população indígena (63,8%).


ENVIO DE HAITIANOS A SP ESCANCARA CRISE MIGRATÓRIA

Onde estão os imigrantes haitianos no Brasil? Muitos haitianos foram recrutados ainda em Brasileia por empresários de várias regiões do Brasil, principalmente na região Sul. A maioria tem trabalhado em indústrias ou na construção civil. Os senegaleses também têm como principal destino o Sul do país, onde geralmente conseguem empregos em abatedouros dedicados à exportação de carne para países de maioria muçulmana. Os senegaleses trabalham justamente com a preparação da carne conforme os preceitos islâmicos.

O bate-boca entre governantes de São Paulo e do Acre sobre o destino de imigrantes – em sua maioria haitianos – recém-chegados ao Brasil e enviados à capital paulista é o último desdobramento de um empurra-empurra entre autoridades que se arrasta há pelo menos dois anos e evidencia a crise migratória enfrentada pelo país.


Não estuda nem trabalha: crise econômica e social lançam alerta sobre "geração nem nem“ Jovens que não estão trabalhando nem procurando uma colocação no mercado e que estão fora da escola. Esse é o perfil da chamada “geração nem nem”, que inclui pessoas de 15 a 24 anos que não trabalham nem estudam. Em Portugal esses jovens são quase meio milhão. Na Irlanda e na Espanha a taxa dos "nem nem" cresceu 9,4 e 8,7 pontos porcentuais desde 2007; 20% dos jovens irlandeses e espanhóis estão nessa condição, taxa considerada “preocupante” pela OIT. O Brasil está a um passo da categoria preocupante, com 19% de jovens com esse perfil.


ROLEZINHOS: JOVENS DA "NOVA CLASSE MÉDIA" COLOCAM EM XEQUE MODELO DE INCLUSÃO SOCIAL

1. É UM MOVIMENTO SOCIAL? 2. UM PRETEXTO PARA FAZER BADERNA E CONFUSÃO, GERANDO PREJUÍZOS FINANCEIROS E DE IMAGEM PARA OS CENTROS COMERCIAIS? 3. DEMOCRATIZAÇÃO DO CONSUMO, REFLEXO DA ASCENSÃO DA CLASSE C NO PAÍS? 4. REFLEXO DA FALTA DE ESPAÇOS PÚBLICOS E DE CONVIVÊNCIA SEGURA PARA OS JOVENS?


CIBERATIVISMO: ATIVISMO NASCE NAS REDES E MOBILIZA AS RUAS DO MUNDO

1) conscientização e promoção de uma causa (por exemplo, divulgar o outro lado de uma notícia que possa ter afetado a causa ou uma organização); 2) organização e mobilização (convocar manifestações, fortalecer ou construir um público); e 3) ação e reação 4) Jornal Wiki Leaks, na Guerra EUA x Afeganistão 5) MPL (Movimento Passe Livre) 6) Ativismo hacker 7) protestos da Primavera Árabe

O ciberativismo é um termo recente e consiste na utilização da internet por grupos politicamente motivados que buscam difundir informações e reivindicações sem qualquer elemento intermediário com o objetivo de buscar apoio, debater e trocar informação, organizar e mobilizar indivíduos para ações, dentro e fora da rede. Com essas possibilidades, todos podem ser protagonistas de uma causa.


ENERGIA: EXPLORAÇÃO DE GÁS E PETRÓLEO DE XISTO DEVE MUDAR CENÁRIO GLOBAL

Brasil avança na exploração de xisto No país, a técnica mais comum de extração de combustíveis fósseis é a perfuração de poços tradicionais em terra ou em alto-mar. A grande aposta brasileira para aumentar a oferta da matriz energética é a exploração da camada de pré-sal no litoral, o que promete levar o país a autossuficiência de petróleo e gás.

O xisto é considerado o combustível fóssil que menos emite dióxido de carbono. Mas, assim como o petróleo, a exploração do xisto também oferece riscos ambientais e seus problemas ainda não são totalmente conhecidos. Embora pareça ser o caminho da autossuficiência energética para os EUA, por exemplo, sua técnica de extração está proibida em países como França, Bulgária, Irlanda e Irlanda do Norte, por causar abalos sísmicos, explosões e incêndios.


SEXTING: VINGANÇA, EXPOSIÇÃO E A INTIMIDADE COMPARTILHADA NA INTERNET

PORNOGRAFIA DE REVANCHE 1) Prática criminosa-vingativa E Roubo de informações 2) forma de vingança após o fim do relacionamento. 3) ciberbullying por ofender moralmente e difamar as vítimas que têm suas imagens publicadas sem seu consentimento 4) estimula a pornografia infantil e a pedofilia em casos envolvendo menores FORMAS DE PUNIÇÃO 1) Lei Maria da Penha 2) artigo 241 A do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que qualifica como crime grave a disseminação de fotos, vídeos ou imagens de crianças ou adolescentes em situação de sexo explícito ou pornográfica, com pena de 3 a 6 anos


SEXTING: VINGANÇA, EXPOSIÇÃO E A INTIMIDADE COMPARTILHADA NA INTERNET

FORMAS DE PREVENÇÃO 1) Evitar colocar fotografias íntimas em sites de relacionamentos; 2) Não divulgar as senhas de e-mail ou de redes sociais em programas de mensagem; 3) Clicar em "sair", "log-off" ou similares ao terminar de utilizar essas ferramentas; 4) Não autorizar a opção "salvar automaticamente a senha" no PC de lan-house, escola ou casa de amigos; 5) Se gravar imagens íntimas, evite fazê-lo com o celular e tenha sempre uma cópia. Assim que possível, delete os vídeos 6) Não utilizar a opção de conversa com a webcam com desconhecidos em sites de trocas de mensagem


COMBATE ÀS DROGAS: LEGALIZAÇÃO DA MACONHA NO URUGUAI COLOCA EM DEBATE UM NOVO SISTEMA

O QUE ESTÁ EM JOGO 1) Abordagem sob o ponto de vista social, dos direitos humanos, dos impactos à saúde e da questão da violência. 2) Uso medicinal 3) Apologia ao uso das drogas ou liberdade de expressão e de consumo? 4) há a questão da violência social do tráfico, da repressão ao tráfico e algumas das injustiças do sistema de justiça criminal que muitas vezes penaliza usuários pobres como traficantes, porque não são capazes de conseguir uma boa defesa. Se gravar imagens íntimas, evite fazê-lo com o celular e tenha sempre uma cópia. Assim que possível, delete os vídeos 5) Descriminalização e/ou regulamentação


PRINCIPAIS GRUPOS:

1. 2. 3. 4. 5. 6.

MARROQUINOS NIGERIANOS SÍRIOS E LIBANESES PAQUISTANESES E AFEGÃOS SOMALIANOS, ERITREIANOS TURCOS E LIBIOS


FRONTEIRAS: TRAGÉDIAS AGRAVAM O PROBLEMA DA IMIGRAÇÃO NA EUROPA DESTAQUES: 1) Pontos estratégicos: Lampedusa, Malta e Sicília no Mediterrâneo 2) Instabilidade política e social em paises como Síria, Afeganistão, Paquistão, Líbia, Tunísia e Egito (Primavera Árabe) 3) Acordo de Schengen, que liberou a circulação de pessoas entre países participantes do bloco UE 4) Convenção de Dublin, que rege o sistema de asilo na UE. Instituída em 1990 e abrangendo países do bloco e outros signatários, a convenção estipula que os pedidos de asilo de imigrantes sejam processados pelo primeiro país a recebê-los, mesmo que eles tenham se estabelecido em outro 5) Muro da Vergonha: Espanha/1996 (Celta, Melila/ para conter marroquinos) 6) Muro na Bulgária/2013 (para conter Turcos) 7) Muro na Grécia/2012 (p/ conter Turcos) 8) Transporte ilegal de imigrantes , tráfico de mulheres e crianças


SUSTENTABILIDADE: BRASIL TEM MENOS DE UM ANO PARA ACABAR COM OS LIXÕES

DESTAQUES: 1) 4ª Conferência Nacional do Meio Ambiente (BRASILIA/2013) 2) Lei 12.305/2010 que instituiu a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos) 3) Hoje no país, apenas 27% das cidades têm aterros sanitários, 14% dos municípios fazem coleta seletiva do lixo e apenas 1,4% dos resíduos sólidos é reciclado. 4) A importância da destinação do lixo (aterros, reciclagem) 5) Problema social, ambiental e econômico.


25 ANOS DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL: PROMULGAÇÃO MARCOU TRANSIÇÃO ENTRE DITADURA E DEMOCRACIA

DESTAQUES:

A Constituição ou Carta Magna é um documento de leis fundamentais que refletem a estruturação do Estado, formação dos poderes, formas de governo e direitos e deveres do cidadão de um país

1)CF outorgadas no Brasil: - 1824, 1937, 1967/69 2) CF outorgadas no Brasil - 1891,1934, 1946, 1988 - 1988: CONSTIT. CIDADÃ:  Licença-maternidade  Liberdade de imprensa  Direito à titularidade a terra para a s mulheres do campo  Conceito amplo de família  Aposentadoria p/ o trabalhador rural  Direito a greve  Demarcação de terras indígenas


DEMOGRAFIA: BRASIL SUPERA 200 MILHÕES DE PESSOAS; POPULAÇÃO ESTÁ MAIS VELHA E TEM MENOS FILHOS

DESTAQUES: - População mais velha - Estados mais populosos: - SP, MG e RJ - Queda da Tx Fecundidade:  Emancipação feminina  1,7 filhos por mulher - Exp de vida: 74,8 anos - Pais vive a Transição Demográfica


Atualidades 30 mai 2014 - BioS