Issuu on Google+

Decoração PAISAGISMO

166

LET'S GO BAHIA

por silvia araújo FOTOS ivan baldIVIESO/divulgaçÃO


“Plante seu jardim e decore sua alma ao invés de esperar que alguém lhe traga flores”. Seguir ao pé da letra o sábio conselho do poeta inglês William Shakespeare – em tempos de boom imobiliário em Salvador e do crescimento do número de “apertamentos” que mal têm espaço para um vaso de flor parece um privilégio para poucos. Por conta disso, um projeto paisagístico bem elaborado é um item fundamental na hora de agregar valor a um imóvel. Para que você possa aproveitar melhor esses tão requisitados ambientes naturais, a Let’s Go ouviu especialistas na arte de converter áreas verdes (sejam espaços em grandes parques e jardins ou em pequenos terraços e apartamentos) em lugares exuberantes e especiais.

Sai o cinza, entra o verde. Essa é a tendência dos novos empreendimentos que combinam o concreto com a beleza da natureza

A moldura de uma casa - As funções de

por dados do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor). Em 2011, o mercado brasileiro de plantas e flores projeta um crescimento de 12% em relação a 2010, quando registrou faturamento de US$ 3,8 bilhões (R$ 6 bilhões). Pelo menos 50% desse total correspondem ao paisagismo e à jardinagem, aquecidos pela área de construção civil, e também pelo segmento do planejamento de cidades que serão sedes da Copa do Mundo em 2014.

um ambiente natural são muitas. Aproximar o homem da natureza, embelezar o espaço e favorecer a qualidade de vida são algumas delas. “O paisagismo faz toda a diferença, encanta. Em qualquer lugar o verde humaniza e diminui o stress”, avalia o arquiteto Roberto Buarque. Para o especialista, toda obra de arte, para ter suas qualidades realçadas, necessita de um acabamento igualmente belo. “Estabelecendo uma analogia entre a arquitetura e o paisagismo, podemos afirmar que o paisagismo é a moldura de uma construção”, explica. “Por conta disso, o mercado está em alta e o verde é extremamente requisitado nos novos empreendimentos”, completa.

Em busca da natureza perdida Pesquisas do mercado imobiliário dos Estados Unidos mostram que o paisagismo valoriza os imóveis entre 10 e 30% e que investimentos neste setor dão retorno de 100 a 200% mais que o normal.

A afirmação de Roberto pode ser comprovada

Não existe um estudo semelhante no Brasil,

mas especialistas acreditam que resultados parecidos possivelmente ocorrem por aqui. “Atualmente é impossível lançar um empreendimento comercial ou residencial de ponta sem levar em conta as questões ambientais e paisagísticas”, afirma o engenheiro agrônomo e paisagista Alex Sá Gomes. “Essa busca pela natureza perdida faz crescer muito a responsabilidade do paisagista” Alex alerta para a importância de procurar profissionais renomados e qualificados na hora de executar um projeto. “Devido ao fato da profissão não ser regulamentada, temos uma quantidade muito grande de pessoas sem o preparo necessário. Esse trabalho cabe ao arquiteto, ao agrônomo ou até mesmo a um autodidata, mas com experiência profissional comprovada”, conclui.

W W W. L E T S G O BA H I A .CO M . B R

167


Decoração PAISAGISMO

Cinza e verde em harmonia O projeto paisagístico de um empreendimento diz respeito à definição não somente de espécies de plantas, mas de características de pisos, elementos como pergolados de madeira, espelhos d’água, fontes, áreas de playground e iluminação, que constituem todo o conceito exclusivo das áreas externas. Mas para que o paisagismo cumpra seu papel, é necessário que esteja em harmonia com o projeto arquitetônico. “O objetivo é que o paisagismo valorize a arquitetura e não concorra com ela, pois isso pode causar um desequilíbrio fatal”, afirma a arquiteta Marília Barreto. “Hoje o paisagismo se funde às construções. O verde realça as formas, disfarça as imperfeições, rompe a rigidez dos materiais, suaviza o dia a dia de trabalho. Além de complementar a arquitetura e a decoração, o paisagismo tem a função de auxiliá-la”, complementa Vânia Keller, geóloga especialista em gerenciamento ambiental. Marilia e Vânia fazem parte da Parnaso Jardins, empresa que presta consultoria e desenvolve projetos paisagísticos.

“Hoje o paisagismo se funde às construções. O verde realça as formas, disfarça as imperfeições, rompe a rigidez dos materiais, suaviza o dia a dia de trabalho. Além de complementar a arquitetura e a decoração, o paisagismo tem a função de auxiliá-la” Vânia Keller, geóloga especialista em gerenciamento ambiental

SERVIçO: Alex Sá Gomes, Estrada da Pedreira Aratu, Km 04, Simões Filho, (71) 3354.4469 Parnaso, Rua Frederico Simões, 153, sala 1413, Caminho das Árvores, (71) 3341.2621 Roberto Buarque, Rua Acajatiba, 79, Camaçari, (71) 3641.6576

168

LET'S GO BAHIA


PAISAGISMO COMO OBRA DE ARTE