Issuu on Google+

Governo do Estado' do Rio de Janeiro e Secretaria de Estado de Cultura apresentam:

PARATY

CARNAVAL DE

'MÁSCARAS De29/12/2010

a 26jà1/2011

Casa da 'Cultura ~

IPHAN Galpão do Carnaval Instalações Urbanas


PAItATY' '

CARNAVAl.

DE

MÁSCARAS

iParaty, carnaval das máscaras

o

projeto Paraty, carnaval das máscaras,

contemplado

no edital de artes visuais da Secretaria de Estado de ' Cultura do Rio de .Janeiro.propõe 'uma exposição e intervenções urbanas. Será a recriação dos carnavais da cidade com elementos da festa produzidos através da técnica tradicional de papel machê, como uma forma de dar acesso à cultura, às artes, memória e ao conhecimento local. Sob a perspectiva de ampliação do concerto de cultura, valorização da identidade local e, . sustentàbilidade. "A exposição traz trabalhos de quatro artistas' paratienses e jovens talentosos, que com os mestres, ao longo do projeto, aprenderam as técnicas tradicionais e desenvolVeram estilos próprios. O convidado tem ~a oportunidade de conhecer um pouco sobre o antigo carnaval de Paraty, através da pesquisa realizada por Oiuner Méllo. - . à

,

A exposição avança além das paredes da- Casa da Cultura de Paraty, onde estão os trabalhos dos artístàs locais, segue para o Espaço de exposição do IPHAN, com a história dos carnavais e as máscaras de Paraty, instalação audiovisual com o Fazer do carnaval e os trabalhos dos jovens artistas. Ao longo da charmosa cidade, instalações de bonecos e máscaras: Praça do Chafariz, Largo do Rosário, Praça da Bandeira [antigo mercado) e Secretaria de Cultura (Galpão do carnaval). I

.

Além disso, durante o mês de janeiro, os blocos de .mascarados saem pelas ruas da cidade, como no passado, anunciando ó carnaval. '


Mestres e artistas LucióCruz artista plástico 2 oMubro 1962 _' Cria obras triditnensionais em papel machê com tinta acnlica. Reconhecido por apurar e sofisticar a tradicional técnica com um acabamento minucioso construindo figuras. tridimensionais com tiras de papel. Artista autodidata, ainda pequeno já se interessava petas festas tradicionais como a Festa do Divino e o carnaval, ternas de suas obras até hoje. João José da Silva Junior artista plástico 3 novembro ~957 Na década de 60, quando Paraty era pouco explorada pelo turismo, sua atividaqe predileta era produzir másceras; em forma de barro e papel machê, com cola de trigo, para. à noite. vestido com andrajos. assustar crianças na pacata cidade mal iluminada. Muitos anos depois, reinventou a técnica tradicional criando, desde 2005. grandes instalações de bonecos/personagens da literatura de papel machê como cenografia da Festa Literária Internacional de Paraty - FLlP. Natalino Silva mestre artesão 25 dezembro 1934 A data de seu nascimento já dá indlcios por sua vocação parei festas e representações tradicionais. Desde cedo, menino ainda. começou a fazer as coloridas máscaras de papel machê como os outros meninos de Paraty. A diferença é que ele. artista por natureza, transformou aquelas eleqorias de carnaval em obras de arte.

José Luís Cananéia mestre artesão 30 novembro 1955 Pedreiro de mãos ágeis e precisas. Desde criança, fazia suas máscaras e brincava no período que antecedia ao carnaval. como era a tradição. O menino e suas . máscaras cresceram. O que eram apenas adereços de cabeça transformaram-se em bonecos gigantes que cobriam o corpo inteiro e, em 1973. com a convicção de que essa tradição deveria ser preservada, criou, com outros artistas. o bloco: Assombrosos do Morrà. E hoje comanda o Bloco Arrastão da Jabaquara.


Jovens artistas

A'

diversidade cultural paratiense se atualiza de maneira criatiVa e ininterrupta por meio de linguagens artísticas, múltiplas identidades e expressões culturais. A exposição Paraty, carnaval de máscaras é uma ação para reconhecer, valorizar, proteger e promover a diversidade cultural de Paraty através de atividades ligadas ao Carnaval. Para tanto, jovens artistas, inspirados pttrSeus mestres criaram as obras expostas no EspaçolPHAN de exposição. -

Davi

JP Maguela NaonCruz Neguinho Patrícia Fabricante Raphael Rogério

/

SuelyFernandes Vinícius Sampler (


.-

it u

casa da cultura-

praça do chafariz r

e'PHAN _ •

largo do rosário

mercado dq praia

galpão do comcveí

www.coletivoarte3.com.br/mascaras /


Direção executiva .Cristina Maseda

Fotografia Níven Franci

Oireçãs de conteúdo Gabriela Gibrail

VIIebdesigner Graça Barreiras

Coordenação de produção Sonia Monteiro

Vídeo Dinho Graça Barreiras

Curadoria e designer Patrícia Gibrail

Iluminação Síbel dos Santos Barros Jr

Consultoria de arte Roger Mella Coordenação do atelier Lúcio Cruz

Marcenaria e Montagem Jaão Paulo Alcântara Luis Carlos Mariano Mauro das Santos Naon Correa Guimarães

Oficinas de artes Roger Mello Paulo Barros Isabel Azevedo Pesquisa histórica ~ Diuner Mella

Patrocínio e Realização ~ • ~

S.CR.,."RlA DECULTURA

SOMAJIIDO FORÇAS

. Apoio

Produção

coletivoarte3


Paraty, Carnaval de Máscaras - Folheto da exposição