Issuu on Google+

..

J\

uy'

o~ lU (1;

o Paraty AGOSTO 1998


oParaty AGOSTO 1998


Não faça cerimônia. Aproveite o excelente ambiente do JAMBEIROpara festejar seu aniversário com familiares e amigos I

Fino ambiente American & Piano Bar Reservas pelos telefones

717-7393 621-1381 1~ - oa iagem

e ue En

a

Educaçaa na Vir da do Secula

o Jardim Escola Lobinho marca presença no aconchegante bairro de Santa Rosa, onde há 20 anos desenvolve trabalho educacional de mãos dadas com a filosofia do amor, despertando na criança o senso de cidadania e consciência do seu papel como agente transformador. Equipe especializada de professores • Amplas salas de aula • Atendimento em horários integral, regular e parcial • Educação Física e Musical • Artes • Informática • OPCÕESGRATUITAS Tae-Kwen-do, Banda e Coral • CURSOS EXTRAS Oficina de Desenho com Daniel Azulay, para crianças a parti! de 4 anos. • CURSO ABERTO A COMUNIDADE Jazz dance com alunas de 5 e 11 anos.

Tradi~ão é tradi~ão

Jardim Escola Lobinho

Mini·Maternal à 4a série (integrado ao Salesianol Miguel Couto. 410· Santa Rosa- Niterói (021 1711·1038


-d

u~nhe

• ,,,jells f~illriaisUfa.

'/h' (<.'~I

~caóade~

ANO 1 - N° 2 - 1998

Fundadora Maria Elisabeth Orummond

CARTAS

Diretores

Iderval Pereira Garcia Fernando de Albuquerque P. Antunes

Diretor Responsável de a Garcia O' etor Comercial Fernando de q erq e P. Antunes Redacão Ferna do Co o Gentil da Cos a _ a Décio Mafra Carlos Gaspar Antonio

Fotografia Augusto Azevedo Sergio Bastos

Consultores Técnicos Bruno Orummond André Flauzino Maurício Ouarte Representantes RIO DE JANEIRO Macaé Marco Antonio

Antunes

Navega

Sobre Sapucaia Senhor Diretor Não poderíamos nos eximir de agradecer a essa Editora por ter-nos brindado com o primeiro número da bem elaborada Revista VIDA FLUMINENSE nº 1, Sapucaia. De fato, são muito escassas as fontes de informação que circulam e nosso Estado. Temos certeza, porém, de q e com veículos como O de V. Sa., amplia-se a ssibilidade de negócios para tantas outras regiões produtivas no Rio, ampliando, também. odo o ciclo econômico carente de novos investimentos fora do centro urbano. Augurando sucesso cara a Revista, esperamos ser merecedores d próximos números, subscrevemo-nos, atenciosamente, Sylvio de Siqueira Cunha - Presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro, Prezado Diretor Foi com especial satisfação que li o exemplar da revista VIDA FLUMINENSE que, em seu •mero 1, marca o re orno dessa importante icação para a História de nosso Estado. ti-a com um misto de saudade daqueles tempos em que o nosso Estado do Rio era tratado com respeito e amor por seus governantes e de confiança em que a luta não está perdida. VIDA FLUMINENSE é um marco de nosso jornalismo voltado para as boas causas e certamente para o resgate do que há de melhor no Estado do Rio. Com votos de sucesso à nova e e' ada, cumprimento-o e a toda a eqirpe. esejandoIhes progresso, atenciosamente, Hairson Monteiro - Deputado Estadual

(02471 985-8497

MINAS

GERAIS

Além Paraíba Ronaldo Outra de Moraes Rua Tenente Mário Stwart, 126 (032) 462-3775 São João Dei Rey

Sobre Rio Bonito Caro amigo Garcia Estou lhe enviando. um exemplar do meu livro "Contos da Casa Apagada" e uma fotografia da Serra de minha infância, paisagem que vivi, logo aos primeiros contatos com a vida. Sucesso para VIDA FlUMINENSE. leir Moraes - Rio Bonito

Luis Antonio Rodrigues (0321 371-4556 Juiz de Fora

Antonio Carlos Lima (032) 265-1114

Valéria Dantas (079) 982-4526 BRASíUA Marcelo da Luz Moreira (061) 914-8736

V1DA FLU/v)1 ENSE.,

(('''«f,r.

INDICE Reportagens Equilíbrio sobre rodas O homem que teve furtadas quarenta e três bicicletas, veículos de locomoção que serviram para ajudar na criação de três filhos 6

Na ótica do Baraúna O premiadíssimo fotógrafo niteroiense brinda o distinto público com seus trabalhos em exposição 12

Paraty e sua beleza A cidade que teve resguardada sua memória não por consciência dos homens públicos, mas por falta de comunicação , ,.., 16

Seções

SÃO PAULO

Aracaiu

Prezado Diretor Além de parabenizá-Io pelo excelente número da nova fase da revista VIDA FLUMINENSE, quero agradecer o apoio dado à minha pessoa, com relação à eleição para presidente do Praia Clube São Francisco. Gostaria de informar que estou preparado para fazer uma gestão tão profícua como as duas primeiras, porque o nosso Praia Clube está acima de tudo. Atenciosamente, Manoel Szenberg - Ex-presidente praiano.

Atletas que não ficaram de mal com a vida, por possuirem alguma deficiência física ou mental. 22

São João de Nepomuceno

SERGIPE

Senhor Diretor Sirvo-me da presente, para informar que li o primeiro número da Revista VIDA FlUMINENSE-Municípios, instante em que parabenizo-Jhe pela edição que apresenta-se com qualidde, retratando de forma excelente o município de Sapucaia. Vale-me salientar a importância da mesma para a elevação dos Municípios Fluminenses. Atenciosamente, Eliel Almeida Ribeiro - Prefeito de Italva

Os paraolímpicos brasileiros

Silvestre Maurício Oliveira (0321217-6801

Maurício Rocha Cavasse (011) 991-70168

Na oportunidade, colocamos nosso Gabinete à sua inteira disposição. Cordialmente, De Velasco - Deputado Federal de São Paulo

Obrigado, meu escritor. Qualquer dia, quando tudo se tornar possível, a sua Rio Bonito estará em nossas páginas. Que a fotografia da serra inspire o leitor, nesse nosso segundo número. (Iderval Garcia) Senhor Diretor Com os nossos cumprimentos, acusamos a satisfação de ler o exemplar 1, da revista sobre Sapucaia. Parabenizo-o pelos trabalhos, aproveitamos para cumprimentá-Ia pela qualidade e oportunidade das matérias.

EmFoco , A Assembléia................................ Sociedade e Política Guadá está de volta Muncípios em questão O campo em revista......................

4 8 10 14 15 20

Especiais Saúde é o assunto Como está o interior? O cronista do seu tempo

24 25 26


FERNANDO ANT

LÚCIA LlPPI

i

• CRISTINA QUINTANILHA MACHADO, que faz Psicologia na Estácio de Sá, em momento de descontração. • Digno dos mais desenvolvidos, o Centro Cirúrgico do Procordis inaugurado com equipamentos de última geração_ S~us diretores, ARY GALVAO, BENVINDO SAL-LES e HERALDO VICTER correm contra o tempo. • A STARCENTER acaba de se instalar em Santa Rosa. É o mais novo Curso de Informática de Niterói. • JOÃO FÉLlX (Ótica Avenida) entusiasmado com os 40 anos de existência da organização que conduz com toda competência, assim como fez seu pai.

MÚSICA & OUTROS • O compositor TIBÉRIO GASPAR ("Sá Marina", "BR3" e outros grandes sucessos) vai "fazendo" o interior do Estado do Aio, difundindo a música brasileira e realizando palestras sobre A importância dos festivais para a Música Popular Brasileira. • JOSÉ TADEU DE PAULA ANTUNES em franca atividade para desenvolver o AGRO MARKET BACAN, em Pendotiba. • A REDE NITEROIENSE DE DROGARIAS já está na Região Oceânica de Niterói, funcionando 24 horas por dia. Fica no novo Complexo Glamour, em frente ao Gym Center. • JOSÉ ROBERTO F.DA SILVA, WAYNE J. CORDEIRO, CRISTlANO HENRIQUE P.DA SILVA, JOSÉ MUNIZ FILHO e CARLA MUNIZ GOMES são os principais responsáveis de mais um grande empreendimento na área da saúde: ODONTOLOGIA INTEGRADA vai funcionar em Icaraí, na Ministro Octávio Kelly.

TERESÓPOLlS

"

É UMA FESTA

• O presidente da Câmara de Teresópolis, LUIZ GALLO FERREIRA, acredita em três caminhos para a realização pessoal e profissional de cada um: estudo x trabalho x determinação. • Muito conceituado médico na Clínica Cirúrgica e Vídeo, La Periscópica, LÉCIO LlSBÔA LIMA foi à Espanha e trouxe muitas novidades. • A Viação Teresópolis e Turismo possui a melhor e mais moderna frota de ônibus para turismo e excursões. • O prefeito de Teresópolis, MARIO TRIGANO, retomou ao cargo na quinta-feira, 2 de julho. Inconformado pela maneira como foi afastado, Mário empregou todos os esforços intelectuais e financeiros para garantir sua continuidade. "Afinal, o povo me consa9!0u", disse com firmeza. • Teresópolis foi prestigiada com a visita do deputado federal RUBEM MEDINA (PFL),que está apoí-

ando a vereadora MARGARETH ROSE, para deputada estadual, e o empresário ROBERTO PEITO, para prefeito. • PAULO CESAR ZOHARA, proprietário da Sapataria Jahora, no Centro, além de apresentar sempre as últimas novidades da moda, oferece promoções incríveis nas datas tradicionais como "Dia dos Pais", "Namorados" e outras. Um certo "Madame X chegou para contar algumas novidad.s do eixo Rio-NiteróiTereópolis e colheu informações interessantes. Um nome: JOAQUIM CABRAL GUEDES; um fato: de tão elegante que é, o seu charuto lhe cai muito bem; notícia: grande estoque de bebidas nacionais e importadas, biscoitos, lata rias, cestas comemorativas, produtos natalinos e muito mais. Qual o nome desse comércio? Lidador, com os seus 70 anos de existência e motivo de satisfação para todos aqueles que o conhecem.

GENTES & GENTES DE LÁ ... • A cantora ELBA RAMALHO andou pela cidade serrana de Teresópolis e balançou até o Dedo de Deus. • CELSO GUIMARÃES, Secretário Geral da Câmara Municipal, conta com a amizade e admiração dos seus funcionários. Saber semear, saber colher. • A vereadora CLAUDIA LAVANDE e o radialista DELCIO MONTEIRO foram alguns entre os mais de 25 agraciados na Noite de Gala da Imprensa, no Golf Club Teresópolis, festa em homenagem

ao Troféu Imprensa, versa "Pedro Megius Forster Leite", uma realização do jornalista RENATO LANGONI. • A prefeita AFAF FRANCIS poderá voltar ao cargo nas próximas eleições. Ela é esposa do deputado LUIZ RIBEIRO e poderá ser reeleita, com certeza. • A CLlMEQ está sob a direção da vereadora CLAUDIA LAVAND. Além de ter várias especialidades e excelentes profissionais, a CLlMEQ está localizada no coração da cidade serrana.

MEDALHAS • JOSÉ ERNESTO CARDOSO GUADALUPE, o popular e querido Guadá, recebeu, com muita justiça, a medalha Antônio Callado, outorgada pela Câmara Municipal de Niterói, em atendimento a projeto do vereador JORGE FLORES.

• FRANCISCO PORCIÚNCULA (Limpex) e ADELlNO MARTINHO (Alunense), no Restaurante Jambeiro, por ocasião de almoço do Grupo da Boa Comida, já tradicional em Niterói (foto). • JAQUELlNE ANT.UNES vitoriosa como grande Promotora de Vendas da Natura. Vai angariando seu espaço comercial com muita competência. . • A cantina italiana, LA FAMIGLlA, esquentando as noites niteroienses de quarta a sexta, a partir das 19 horas, com música ao vivo. E um ambiente para lá de agradável, garante CRISTINA CAVALCANTI.

VlDA

FLUMINEI

SE-o ({,,.,dl>'"


CAVALOS

MASSAS & AFINS

R_~F. • ANA LUIZA DRUMMOND ANTUNES, niteroiense campeoníssima de rodeios Brasil afora. Ana disputou e obteve ótimas colocações em importantes provas realizadas em Presidente Prudente, Barretos, Vitória e outras cidades, tudo na categoria Jovem.

PONTILHADAS • Candidata a deputado estadual, MARILU MOREIRA vai reunir amigos e correligionários na sua residência da Ary Parreiras. para comemorar mais um aniversário em grand~ estilo. Presença garantida de TANIO MOREIRA, Secretária Municipal de Fazenda de Itaguaí.

• UIRAPUÃ ELECSANDER DE SOUZA, proprietário da Padaria N. S. de Fátima, vem dando um baile nas concorrentes com a excelência dos produtos que tabrica. Quem quiser conferir ... O jornalista ERALDO QUINTANlLHA. com a esposa PIEDADE. a bordo do maior navio do mundo, o Grand Princess. a caminho da Turquia e Ilhas Gregas. Os sócios do PRAIA CLUBE é que não estão

• Quase pronta para ser inaugurada a GALE.TERIA E PIZZARIA NOVO SECULO, que tomará o lugar do antigo "Bar do Ademir", na Rua Cinco de Julho. • Concorridíssimo o aniversário de APARECIDA ROLEMBERG, no Porcão. Presença maciça da legião de amigos.

• RODRIGO CAMPOS entusiasmado com as primeiras atividades comerciais realizadas pela sua firma Paria, a mais nova Concessionária Fiat da cidade. • Novo ponto de encontro da sociedade niteroiense de todas as idades é, sem dúvida, o Restaurante Sagrada Família. PAULO PINHO não faz por menos e exige dos seus funcionários bom atendimento e qualidade. • LEONARDO SOUTO DE ALBUQUERQUE pretende ampliar, brevemente, as instalações da Vila Progresso Veterinária, para poder atender melhor aos inúmeros clientes e amigos.. • TRATORIA TORNA com movimento cada vez maior, mesmo em dias de semana. Há grande procura inclusive para a nova casa de Icaraí.

gostando da ausência do Eraldo, na tradicional mesa com NACIF, KIKO (Colégio Itapuca), DILSON DRUMIV!OND e outros amigos. • JOSE CARLOS SADDV estará inaugurando muito em breve novas e modernas instalações do seu laboratório médico em Icaraí (foto). • CORRESPONDÊNCIA PARA ESTA COLUNA: Rua Cinco de Julho, 349/1.101 - Icaraí - Niterói RJ - 24.220.110.

"*

"*

Aulas IndividuaisITurmas

Infantil

Juvenil

Adultos

PARA Vestibulares Mestrado Viagens Concursos

VARIG

-ru..... ---~-~ ..... "ru,. - -----------~~~----- --------

~----------,,1:..iI:.ii

VIDA FLUMINENSE·,

((,,.,,,,.,'"

~

TOEFL First Certificate Michigan Proficiencv of Cambridge

~ATRíC~~~ae:BERTA:'-

6 J J -6475

ESPANHOL

Rua Mariz e Barros, 455 - Icaraí e-mail: acenter@urbi.com.br


REPOR GEM Quarenta e três bicicletas roubadas, inventor de mancheia, a maioria dos inventas não registrados, oitenta e três anos, comemorados em maio, três filhos criados e muito bem criados, José Sinval Guadalupe foi finalmente homenageado pela Câmara de Niterói com o título de cidadania

Uma vida sob e duas rodas N

ascido em 28 de maio de 1915, em Santo Antonio de Pãdua. na região Norte do Estado do Rio de Janeiro, José Sinval Guadalupe veio para Niterói em novembro de 37 e de lá para cá não fez outra coisa a não ser criar o filho com muita seriedade, utilizando para tran porte pessoal quarenta e quatro bicicletas. quarenta e três delas furtada na mai diferentes situaçõe . "A que me deixou mais saudades foi uma Hércules de alumínio importada, presente do General Carlos Fabrício da Silva. Foi roubada em Santa Rosa, numa tarde de verão, quando eu procurava atender um freguês", diz. Apesar do grande número de bicicletas roubadas, seu Sinvaljamais sofreu violências, pois o veículo sempre foi furtado quando fazia compras nos mercados, nas lojas de ferragens onde adquiria as peças necessárias aos seus inventas, ou em casa. "Nunca consegui compreender muito bem como conseguiam levar as bicicletas, porque sempre as deixava acorrentadas com cadeados. Mesmo assim desapareciam sem deixar vestígios. Na Copa do Mundo de 82, enquanto comemorava uma das vitá. rias do Brasil, tive o desprarerde ficar sem duas bicicletas de uma só vez, levadas de minha casa, na Alameda São João Batista", narra. Para os filhos, seu Sinval é um perfeito espécime da arte de se equilibrar sobre selins. "Papai nunca abusou no trânsito e por isso não corre nenhum perigo. Diz que sempre anda na contramão, porque assim pode observar melhor os veículos que transitam em sua direção. Ficamos preocupados quando ele sai em dias de chuva, guarda-chuva equilibrado às costas. Chegamos a preferir que vá na chuva, para que não fique atrapalhado. Mas ele é danado. Vai de guarda-chuva mesmo", declara Elisabete, olhar de carinho especial dirigido ao pai. Seu Sinval completa as observações da filha lembrando que hoje trafega pelo passeio. Cheio de vida, apesar da idade avançada, seu Sinval diz que deve e se fato ao pedalar constante pelas ruas da cidade, pois ainda hoje tem o seu trabalho de eletromecânica e hidráulica solicitado pelo granVIDA FLUMINENSE.,

ft,.,df'~


de número de clientes que formou durante a vida. Desde que eio para iterói, em 37, seu Sinval morou em diversos bairros, sem jamais deixar de vencer as distâncias com suas bicicletas. Casou em 5], com dona Zenilda. "Não me arrependo de ter vindo para esta cidade, apesar de ser apaixonado pela minha terra. Aqui me casei e criei meus três filhos. Fiz amigos, vivi um belo tempo desta cidade, em que as casas tinham quintais com árvores frutíferas e as praias eram limpas, com água transparente. Também em . 'iterôi criei minhas coisinhas". lembra eu Sinval. coi inha ão ua invençõe alguma patenteadas. como a Bóia de Filtro Vedágua. o Enxugador de Roupas e a Tomada FusíveL A maioria, porém, ficou à mercê do público, sem lhe render nada, "pois a burocracia para patentear era muito grande e o órgão responsável pelo registro criava muitas dificuldades", denuncia. Essa invençõe foram o canivete de gilete, fabricado para aproveitar as giletes quebradas ao meio; a lima de calo; a máquina manual de ralar coco e a alavanca para basculhante, todas fabricadas em sua oficina da Rua Dr. Sardinha, primeiro, e da Presidente Backer, depois. Pode-se até dizer que seu Sinval teve outro invento: o do jogo de Frescobol em iterói, porque foi o primeiro a praticar esse esporte em Icaraí. "Jogava com o ViceConsul do Uruguai, José Lui; Ponce Picardo e outros grandes amigos, como Acrísio Scorselli, José Chafin, Francisco Cardoso e Eduardo Kraichetti, informa. Enfim, seu Sinval é um homem simples e feliz, orgulhoso do seu trabalho, da família e dos filhos. Com suas bicicletas vai vencendo as distâncias, sem poluir ambientes nem intoxicar os músculos. Faz questão das grandes distâncias, as im como cuida da qualidade do que VIDA FLUMINENSE

.•

/(.'.'"1'''

bebe: "Busco água mineral há 28 anos em Inoã, no sítio de Carlos Decnop. É uma água muito boa que fazemos questão de beber em casa, porque nem queremos outra. Vale a pena provar". conclui. A personalidade singela de José Sinval Guadalupe levou o vereador Jorge Flores a apresentar projeto do mais justos, para concessão do título de Cidadão Niteroiense. Ao justificar o projeto, o vereador acabou criando belo echo que poderia figurar em antologias de prosa: "... o senhor Sinval, como é conhecido, continua firme em seu trabalho diário, atendendo aos seus inúmeros amigos e incalculáveis clientes, com carinho, atenção e afeto, sempre passando um ar de ternura e paciência aos que nece. itam dos seus préstimos. Profundo conhecedor de eletromecânica e hidráulica, também é muito requisitado, até hoje. para resolver problemas que afligem eus clientes-amigos. Eis um belo e ímpar exemplo de vida pela honradez, pela tenacidade, competência e raro espírito-cidadão que todo niteroiense deve ter orgulho de conviver."

Afrânio cria Parque Industrial para gerar empregos Projeto do vereador Afrânio Siqueira cria o Parque Industrial no Barreto e permitirá aos empresários o uso das áreas pelo prazo de 20 anos, prorrogáveis por igual período, desde que as empresas utilizem 60% da mão-de-obra necessária, entre os moradores niteroienses .:

De acordo com o projeto do Vereador Afrânio Siqueira, as empresas que e in talarem no Parque Industrial terão benefícios fiscais pelo prazo de 10 ano e a municipalidade estabelecerá convênios nos âmbitos Estadual e Federal, para que sejam concedidos outros benefícios. "Mas além de utilizarem 60% da mãode-obra necessária entre os niteroienses, as empresas também deverão manter, no próprio Parque, Escola de Ensino Profissionalizante para os filhos dos funcionários, assim como Posto Médico e Odontolôgícos inclusive para os familiares", explicou Afrânio Siqueira. A construção e espaço físico dos postos terão a responsabilidade das empresas que se instalarem, mas o importante no projeto é que a criação do Parque Industrial vai possibilitar a vinda de novas indústrias para o município, cujo número de e tabelecimentos e bem menor que o necessário. "É uma maneira de procurar ampliar o setor e ao mesmo tempo procurar afastar, em parte, ofantasma do desemprego que já está preocupando bastante a nossa região. O Parque também dará oportunidade aos pequenos e médios empresários de realizarem seus sonhos de implantação dos seus empreendimentos. Seguramente, com o funcionamento da Escola profissionali-zante, em médio prazo teremos no Parque Industrial ora criado. 100% de mão-de-obra que atenderá à nossa comunidade, diminuindo satisfatoriamente 6 problema do menor carente nas ruas da cidade", concluiu Afrânio.


Fernando Henriques Gonçalves

Cena Política

I

Ad idus ... Época: maio de 1991. Cenário: um gabinete parla~

mentar.

Sobe o pano: "Sucedeu que lá fiquei boa fatia de tempo lendo jornal, tão entre/ido na leitura que até esqueci que havia alguém a esperá10", assim se justificou o único assessor dc plantão no gabinete do então deputado Jorge Leite quando do sumiço, numa sexta-feira. dia em que a noite costuma ser uma criança. de dois aparelhos telefônicos daquele recinto. E prosseguiu: "Ao voltar a mim, dei a descarga, ajeitei-me num relâmpago, passava da hora de ligar para casa, e cadê o telefone?" "Dois telefones mais o visitante". o deputado somou. "Pois é", o assessor acoplando as mãos, "quem podia imaginar ... Não terá sido algum emissário de desafeto politico?" "Não lenho desafetos", o deputado deu graças a Deu. "E você se cuide. pois da próxima vez, e espero que a cena não se modifique, o gatuno poderá carregá-Ia com vaso e tudo. " (Pausa) Aliás, não seria de espantar. Cena ocasião, durante uma convenção partidária no Palácio Tiradentes, entre outras peças do seu acervo, levaram sabe o quê? Um vaso sanitário! Só que ninguém o estava tampando ...

Multimídia e a dor da flecha A Assembléia Legislativa passou a dispor de um Ter~ minal Multimídia de Informações sobre como ela funciona, nos gabinetes e no plenário, a mostrar, inclusive, os principais acontecimentos da vida do Palácio Tiradentes ao lon-

go dos anos. O Terminal, de fácil digiração e aberto a qualquer' pessoa interessada em saber mais alguma coisa ou tudo a respeito do Poder Legislati vo do Estado do Rio de Janeiro, fica a um canto do saguão do Tiradentes. Em meio à apresentação das peças histórica da amiga Cadeia Velha, por onde pas ou o alferes Joaquim José da Sil a Xavier a fim de ser enforcado e que. bem mais tarde, se transformava em Casa de Leis, há quem dê por falta. na telinha. de uma imagem de São Sebastião do Rio de Janeiro, que faz parte do acervo palaciano. Alguém arrisca a observação de que logo o anto. apesar de contar com bom número de devotos dentro da A embléia. foi flechado.

Quem é quem em 96

Trabalhadores do Brasil! bancada do PDT Romano em novas latituna Assembléia, des, visando abrir espaço sob a liderança de às gerações futuras para Graça Matos, já armazena que possam constituir-se substância e flama para em bases socialmente jusuma sessão soletas. Desta vez, a ne a ser realizada bancada do PT se dia 24 de agosto, juntará à do PDT uma segunda-feina passagem do r a, em memória 44° aniversário de Getúlio Varda morte do Pregas, curiosíssimo si dente Vargas, espécime do cauque a 1° de.maio dilhismo na Iberode 1954, portanAmérica. Dir-seto três meses e ia um oficial de alguns dias antes cavalaria que Graça Matos de sacrificar-se houvesse partido para o com um tiro no peito, fez campo de batalha determia conclamação: nado a lutar até a última "Trabalhadores do Brasil! gota de sangue pela liber(... ) Hoje constituis a maitação econômica do Brasil. oria. (... ) Amanhã sereis o das presas de um Império Governo!"

o

jornal i ta Continentino Pano lanca pela Editora das Faculdade Univer o. o seu ~ livro "Quem é quem nas eleições de 96". leirura obrigatória no meio político flurninense .. 'ele consta a votação do 1.26-t vereadore eleito e seus suplente. bem a im a dos prefeitos derrotados, de cada município. São mostradas as coligações feita entre os PCs e os partidos de centrodireita, como o PPB e o PFL. O autor estuda a situação do PT em 91 municípios, apontando a desestrururação dos diretórios desse partido, que suou para eleger, em 1996, 30 vereadores e dois prefeitos, apenas. Por outro lado. o PPB aparece como a agrerniação que obteve, nas última eleições, o maior número de votos em Caxias, Belforel Roxo e Nova Tguaçu. A direita em ação?

Não se diseute

P

ela primeira vez, acredita-se, na História do Legislativo fluminense, a Lei de Diretrizes Orcamentárias vai a plenário' já com as emendas e subemendas aprovadas, sendo este o caso, junto às comissões técnicas da Casa, limitando-se os deputados a acolher o texto em redacão final praticamente sem discussão. Afora a que rolou no âmbito técnico. Diz Leda Gomes (PDT) que, além dela, nenhum outro parlamentar da Baixada Fluminense apresentou emendas a LDO. Das 57 emendas que ela apresentou, foram aprovadas 55, cuidando da reforma nos Departamentos de Policia-

mento Ostensivo da Baixada, implementação e expansão do Pólo Industrial de Nova Iguaçu, em parceria com o Sebrae, bem como: recuperação ou criação de postos de saúde, centros comunitários de defesa da cidadania no Estado, em especial na Baixada, implantação do Programa de Apoio e Valorizacão de Idosos, sanearnentobásico, abastecimento e distribuicão de água, módulo médico de família, construcão de 1.300 habitações, prójetos de captação profissional para comunidades de baixa renda através da Fundação Leão XIII, um Mercado do Produtor da região e reativação do laserj e IpeI).

A Comissão Parlamentar de lnqüérito instituída com a finalidade de apurar as causas da "baixa qualidade" dos serviços prestados pela Light no Rio passa a funcionar por mais 60 dias. O seu prazo expirou a 15 de junho, véspera do desjejum de Ronaldinho sobre o Marrocos: "Lésigny que

me desculpe, mas não havia outro jeito de matar a bola", o deputado

Cosme Salles (PSDB) tentando explicar a prorrogação no desconforto da sua posição de presidente da CPI verde-amarela, referindo-se com delicada malícia à concessionária francesa de energia elétrica. Na Vice-presidência da Comissão, Paulo da Silva (PPBl, dela fazendo parte, também, Bernard Rajzman (PSDB) e Paulo de Aquino (PMDB). VIDA FLUMlNE

SE.. 11.••

,"1""


Azeitona governista o deputado lédio Rosa (PMOB) apreensivo ante os obstáculos que diz ter encontrado ultimamente para entrar em contato com autoridades do Estado e até mesmo de municípios da Região dos Lagos às voltas com o drama da falta d'água. "Estamos entregando todo um processo de eleições aos eaversérios!', irritou-se. Em outras palavras, teria dito: Estamos bo ando azeitona na empada de Garotinho. Exemplificou com o fato de que em São Pedro da Aldeia, em locais onde não faltava água antes de a Cedae de Araruama, Saquarema e Silva Jardim transferir seus serviços para a empresa privada. Aguas de Juturnaiba". je ca-se a é um mês com estalacti e aescendo pelas torneiras.

Azeitona petista "A população do Rio cresce muito e concentrou-se em áreas onde existem atividades e depósitos de alto risco. Há um ano explodiu o paiol de Boqueirão, na

Ilha do Governador. Nada foi feito. A população não está informada dos riscos que corre e nem sabe o que fazer em casos de acidente. As próprias autoridades não têm a informação sistematizada em bases car/ográfica e computadorízada." Assim o deputado Carlos Minc (PT) justificava o projeto de lei que apresentara regulamentando dispositivos constitucioCarlos Mine nais para o mapeamento de áreas e atividades de risco no Estado, que envolvem empresas, depósitos de armas, combustíveis e afins, o qual não deixou de ser aprovado em plenário. porém depenado, quanto a prazos de execução, aplicação de multas e sanções, com a supressão de determinativo a a orizativo. Significa que Minc. sem q erer. pôs azeitona na e Da a do Executivo, que, certa=terae. e 'ará mensagem à éía tratando do mesmo ass o. Ou seja: escam eando a iniciativa do l.eqís a D.

NENSE,

LUMINIO FLUMINENSE

Mudou O endereg> da Alunense, mas qualidade é a mesma

Conversa na Fu.••.• ~ Na Furna da Onça, ante-sala do plenário do Palácio Tiradentes, a conversa vai solta, ainda que os personagens, dependendo do assunto, Queiram permanecer opacos, às vezes. Um deles sublinha trechos de jornal. - É proibido questionar atos do Governo? - faz sua primeira investida, respondendo ele mesmo: - Acredito que sim, a considerar o que disse o advogado do presidente, Antônio Vilas Bo s s, quanto ao fato de Lula haver posto sob suspeição o processo de privatização do Sistema Telebrás. Outro deputado debate: - Lula, segundo o doutor Vilas Boas, fez "acusação leviana visando fins de propaganda negativa contra o presidente. " - Contra o candidato à reeleição! - a reação do primeiro é imediata - Mesmo numa democracia neoliberal, como a nossa, quero acreditar que ainda não se chegou ao cúmulo de um candidato de oposição ter que fazer, imagine, propaganda a favor do candidato situacionista. Isto, se não quisesse permanecer calado por toda a campanha. - Está sofismando! - E o que me diz da matreirice do causídico do recandidato a presidente, ao declarar o doutor Vilas Boes, referindo-se a Lula: ·0 aludido candidato, a par de questionar a suposta redução "... Veja VLDA

FLUMI 'ENSE-. /1••• ,..,;",

bem! de questionar ... a redução ... ? - A suposta redução! - Suposta, uma oval mas que seja: a suposta redução do preço da prívatização da Telebrás ... - ... verbalizou grave acusação ao presidente no sentido de imputar-lhe a prática de crime - assim o deputado da situação in'terpreta, com palavras do dr. Vilas Boas, a parte polêmica da entrevista de Luís Inácia Lula da Silva. - E não configura prática de crime, e crime de lesa pátria, o fato de estar o governo de um candidato à reeleição, como afirma Lula com todas as letras, dando de graça o maior patrimônio público do país e é o Sistema Telebrás, o que é uma verdade? - Para fazer ca 'xe 2 para a campanha? Não :0 o que disse o Lula? - Não ar etivernente. Nessa frase, Lula suspeita, não afirma, a não se t: ando fala em doação, em e Fernando Henrique, de grac;: ar assim dizer, a Telebrss mais, teve o cuidado, a p ência de frisar que Ferna enrique age dessa maneire cssivelmente para fazer ceix s ara a campanha ... " C se ula tivesse dito: É oos_ Fernando Henrique esretendendo fazer caixa 2 :: campanha. Não é mesmo? - -aaaaaaaah!

TUDO EM ALUMíNIO

9


PRAIA CLUBE DESCONTRAINDO • O presidente da Câmara de Niterói, Fernando de Oliveira Rodrigues com sua Valéria, esta colunista, o Secretário de Cultura, Marcos Gomes, e o homem da educação, Eduardo Caminha, em noite de rebu social. Uauuu!!! (acima) • O prefeito Edson Ezequiel botou seu time em campo pró-Garotinho mesmo antes da Copa

terminar. Nisso tem Dilson Drummond, seu Secretário de Governo, em plena coordenadoria. • Por falar em política gonçalense, tenho ouvido falar muito bem da vereadora Solange Costa, do PDT. Ei, vereadora, mande notícias pra gente, ok? De preferência, projetos.

WOLNEY

• Concorridissima a festa de lançamento da candidatura de Manoel Szenberg, a presidente do Praia Clube São Francisco, realizada no Restaurante Jambeiro. Empresários, os mais renomados e tradicionais associados do aristocrático clube de São Francisco marcaram presença. Manoel já tem seu vice: o excelente Rebel, de bons amigos e muita competência (foto).

• Gerson é o embaixador niteroiense em Paris e no resto do mundo. Colocar uma câmera e um microfone na frente do Papagaio é saber que ele vai falar de Niterói. Por falar em craque: outro que está no mesmo caminho é Leonardo, que sempre cita Niterói com orgulho, ao contrário de cartazes que se acham maiores ... Vamos homenageá-Ias?

DE COMTE.:. •

Ouvi de alguém: - A hora é de Comte Bittencourt. Era. Ele teria todos os votos (eu disse todos) de Icarai. O trem passou e ele não entrou. Perdeu, ficou na estação.

...MOCARZEL. .. • Comenta-se nos bastidores que a eleição de Garotinho significará a escolha de José Mocarzel para Secretário de Obras, por indicação do prefeito Jorge Roberto. Excelente indicação, né mesmo? Vamos torcer e votar. Eu e o povo de Sumidouro e Cantagalo ... Só assim o interior terá vez.

...ALZIMÉ ... • O vereador José Alzimé homenageou a Pestalozzi em seu 10

Jubileu de Ouro. Foi manchete em todos os jornais. Alzimé tem uma história com essa entidade. Sua mãe trabalhou ligada ao órgão por muitos anos e ele, mesmo menino, acompanhava de longe a luta para minorar a vida dos deficientes mentais . Lizair Guarino, emocionada, agradeceu ao vereador e convidou a Câmara toda para um almoço, como forma de agradecimento.

...E WALTER • Walter B,arros compareceu ao niver de Alvaro Valle, do PL, com seu carro de propaganda de Wolney e João Sampaio. Não podia mesmo receber flores, não é mesmo? Jorge Roberto Silveira morreu de rir_o

• Outro que tem lutado muito por uma vaga à Assembléia Legislativa é Wolney Trindade, o candidato do Jorge Roberto. Valter Barros, Valmir Garcia e Carlos Macedo apostam que ele chega (na foto, com Schubert Ribeiro da Silva, Conselheiro Nato do Praia Clube São Francisco). Dr. Altivar Pires entrou de cabeça em sua campanha e na de João Sampaio. Esse médico tem prestígio e muito voto ...

• Venho apreciando o trabalho da engenheira Rosane, em relação ao trânsito da cidade. Ver aqueles meninos uniformizados, com jeito educado ao falar com os motoristas, agrada. Lembra Paris, Estocolmo, essas bandas da civiização ... Infelizmente, não é essa a opinião da maioria dos políticos com mandatos. Mas entre a truculência e o savoirfaire, fico com o último. O povo idem ...

VIDA

FLUMINENSE.,

f(,"'NfiiN


Onde comer... ...e beber bem

BADALADOS

Papa

Pizza • MARAVILHA DE 44 ANOS E O que se pode dizer do late Clube Angra dos Reis, paraíso entre o mar e a montanha, monumento que só a mão de Deus é capaz de obra. A saudação de nossa equipe ao ICAR, tão bem comandado por Nuno Pinhel (foto). • A Orquestra Pe robrás Pró Música vai gravar seu prt erro CO, com obras de Vi Ia Lobos e Ernani Aguiar. O lança e o será em outubro, co o parte das festividades de 45 anos da empresa. E tem gente q e é contra ... • Sensação no aniversário de Santa Maria Madalena. Tudo por conta da apresentação da Fundação Fluminense de Ballet e da atriz Dercy Gonçalves. • O Petit Suisse tem novos proprietários. O comando, agora, é do casal Luciana e Osvaldo

Guimarães . • Excelente a repercussão do primeiro número, da nova fase, de nossa revista VIDA FLUMINENSE. O RJ merece ... • Viva a firma Saton. Nesse desespero de falta de empregos, ela está empregando muita gente. Vivaaaaa! Aliás, vou contar uma historinha: quando estive na índia, em 1970 (meu Deus, meus sais! quanto tempo atrás) fiquei assustada com as pessoas dormindo nas calçadas, comendo sobras, cuspindo fruta vermelha nas ruas, doenças em feridas nos corpos. Quase morri de tristeza e pena. Hoje vejo.o Brasil assim. Concluo: a India é aqui. Numa família brasileira (classe média, heim!) pelo menos dois estão desempregados. E de estarrecer.

Super Rodízio de Pizzas, Massas e Calzones

~ ""'...".,-"",." SORVETES

~d

~®~~@}[ll]~@}ITU~®

T~

Self-Service e Sorveteria Aberto diariamente de 7 às 22 Aceitamos Ticke s RODOVIA AIO SANIOS

96 Li

os • Japuíba

• Angra dos Reis

Na linha atarma, os produtos de sua preferência HEMAFARMA o melhor Laboratório

de Produtos Farmacêuticos

®_

HEMAFARMA

••• au,,'

trr 701-2489/601-4723

••• '60

UQ. lOt

Fax: 601-3292

DIRECÃO MANOEL SL:ENBERG VIDA FLUMINENSE

.•

((.""1""

1/


Niterói está muito bem, obrigado, nas asas fotográficas de Almiro Baraúna, que está realizando, neste julho, Exposição na Sociedade Fluminense de Fotografia. Baraúna vive permanentemente atento, à procura dos

Panoramas de Niterói

As parorâmicas da Guanabara ou de Icaraí são uma feStãr"parj) os olhos. Ao natural ou pelas lentes mágicas de Baraúna -:

araúna, como é chamado entre os amigos, nasceu em Salvador desde 1916, o que lhe dá bastantes quilômetros rodados. Como tudo é relativo, entretanto, conseguiu o mesmo tanto de experiência humana e profis ional. Começou a fotografar em 50 e logo foi trabalhar como free-lancer em quase todos os jornais e revistas do país. Foram centenas de concursos que contaram com sua participação. O primeiro, logo em 54, quando conquistou o primeiro lugar, no gênero Cor, ficando em segundo no Preto e Branco. Era o Salão Internacional da Shell Brazi1. Seu currículo profissional inclui prêmios sem parar. Convém citar só o primeiros lugares ou medalhas de ouro, para não 'deixar a oposição muito irritada: Anual da revista Anequim (58); Internacional da Agfa Leverkusem Bayawerk (Alemanha59); Salão Jubileu da Agfa Color (Alernanha-64); Centro Ótico (68 e 69); Anual da Aliança Francesa ·(70); Encontro de Arte Fotográfica de Niterói (72); Salão de Arte Fotográfica da Secretaria de Agricultura (72); Salão Fotográfico da FAC (80); Primeira Gincana Fotográfica Studio Asa 1000 (87) e Salão Nacional do Centro Educacional de Niterói (96). Agora, covardia mesmo, são os primeiros lugares seguidos, nas Semana de

B

12

Icaraí. promovidas pela Prefeitura, desde 66, pois conquistou seis vezes o primeiro lugar: sete o segundo e cinco O terceiro. Talvez seja um recorde. Representando Niterói, Baraúna foi premiado nos Salões e Exposições de Chicago (Internacional Exibition Photography58); Au trália (2SD. Brisbane Internacional Salon Photography-59); Moscou (InterPress 66 - Fotografias de Reportagens-66);

Canadá (Extraordinary Congress - Continental Year) e Portugal (Segunda Exposição da União dos Grêmios Lojistas de Coirnbra e Quinta Bienal Internacional de Arte Fotográfica de Évoa), os três em 67. A Exposição Panoramas de Niterói, que Baraúna realiza na Sociedade Fluminense de Fotografia, é composta por vinte e cinco feitos panorâmica, medindo 0,75 x 0,32 e duas fotos de 2,00 x 1,00 metros. VIDA FLUMINENSE·.

((."mJ'N


/11II

ATE

O PREFEITO:'

rnantes dizell que antar uma árvore Copacabana á mais ibope que abrir uma ,,~ Ia no interior. Eles realmente 'I nã ligam para você! OS

~"r.

Dê s

sta a. isso! ,. seu munlclplo em D FLUMINENSE mãos dadas com o antiao Estado do Rio. Com vocêT Questã de sobrevivência...!

flu Correspondência

Rua Cinco de Julho, 349/1.101

- Icaraí - Niterói - RJ


~\

unimed SÃO GONÇALO NITEROI

através

de

uma

rede credenciada específica,oferece um plano especial, com atendimento também

Habilitacão - Como pode o poder concedente réderal habilitar a Light do Rio a concorrer no processo privatização da Eletropaulo, se aqui no Estado ela foi reprovada com sua desastrosa administração, no atendimento à população carioca? A multa aplicada àquela concessionária e as exigências foram de verdade ou foi só um jogo de cena da Aneel? Será que os respo~sáveis pela privatização da Eletropa~l.o, n.ao lêem os jornais ou assistem aos notícíárros nacionais? Pico - Alucinante, a vista do Forte do Pico ou São Luis, a 230 metros do nível do rnarl O Ministério do Exército marcou um pontão, ao abrir os portões de seus fortes, para visitação pública, de domingo a domingo, das 9 às 16 horas. A eltur garante a satisfação na visita. Mas haja fôlego 1 Saúde - o médico Carlos Eduardo Mello Reis está com sua clínica em São Francisco. Profi ional do maior gabarito, Carlos Eduardo anre de tudo é amigo de seus pacientes. Quebrando aquela frieza existente em certos profissionais da área, sem dúvida é o verdadeiro médico de família.

especial,

Ligue:

719-9944 14

leilão - A artista plástica Neide Noronha doou dois quadros de sua coleção particular, para o leilão que será realizado pela Cooperativa de Farmácia dos Empregados e Aposentados da Cerj - Coferj. Objetivo: angariar fundos para a instituição. .. eide segue os passos de seu paI, Antonio Xoronha, Consul Honorário de Portugal, na nobre arte de ajudar aos mais necessitados.

Refletores

por um preço que você pode pagar!!!

Pelo Interior - O presidente da OABNiterói, Fernando Guedes, vai percorrer o interior fluminense com o presidente da Associação Fluminense dos Advogados Trabalhistas - Afat - Antonio José Barbosa da Silva, para participar dos debates daquela associação, coordenados pela advoga da Maria Auxiliadora Gonçalves de Souza. Fernando soma, assim, esforços à Universo, uma das promotoras dos eventos.

Deu quorum, a festa de aniversário da colunista Tetê. Comparecimento do PT ao PFL • Estela Prestes passeando no calçadão de Icaraí, ao lado de inúmeros amigos. De férias da supervisão do Banco do Brasil, o professor Jorge Flores continua com suas palestras sobre meio-ambiente. Por ser caríssima a iluminação, continua apagadi-nho o MAC, após as 21 horas. Melhor, o jornalista Car/os Silva será levado ao Hospital Sara Kubitschek pelos amigos. Ex-Reitor na Costa Rica, írio Molinário e sua mulher Dayse retornam para que ele possa dirigir o Centro lassalista de Estudos, do Instituto Abel • Comemorando 20 anos o fim da censura prévia. Na "Ponte Aérea Brasi!", o advogado Melhim Chaloub cada vez mais atuante entre os Estados. Nos morros de Niterói, os moradores precisam saber a senha do dia. E somos a 4a cidade em qualidade de vida ...

Reformas - Quase concluídas as reformas do prédio da Delegacia Regional da Metropol XII, cujo titular, Newton Vieira, realiza excelente trabalho. Soma sua experiência à do titular da 76" DP, Ricardo Condecera Lopes, cuja delegacia funciona no mesmo local. Estão limpando a região. A população agradece. Base Territorial- Invadindo a base territoriaJ do Sindicato dos Jornalistas do E tado do Rio, o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Rio olicitou a impugnação de 2.634 profissionais .f1uminen e . Imediatamente, Gentil Lima, presidente do Sindicato do Estado, contratou o advogado Silvio Lessa para contestar, junto ao Ministério do Trabalho e na Justiça, a medida descabida. Está dando o que falar! Dupla - Niterói está de bola cheia. Mora na cidade a dupla de coordenadores da campanha de Garotinho para a governança do Estado. Adroaldo Peixoto e Hamilton Pitanga estão trabalhando sem parar. Adroaldo age na cidade, em São Gonçalo e no noroeste do Es.t~do. Pitanga fica somente com O mumcipio de Araribóia. VIDA

FLUIV1INENSE

•. ((,,,,,df''"


Consultores no Rio

mento do fluxo de visitantes na região, em decorrência da duplicação da RJ 124 e da inauguração do aeroporto de Cabo Frio.

• o Sebrae/RJ

vai colocar, gratuitamente, a experiência de consultores aposentados à disposição dos empresários fluminenses, por força de convênio assinado com a Associacão Comercial do Rio de Janeiro. Éstarão atuando os aposentados cadastrados no programa de Assistência Técnica de Aposentados.

Defuma o em ão Pedro M

• do de na

Saneamento em Resende

Marketing em Campos • o

grande município do Norte do Estado está realizando cursos de

"Planejamento de Marketing nas pequenas empresas" e "Matemática Financeira aplicada à pequena empresa". As aulas são ministradas na Escola Técnica Federal de Campos, à Rua Siqueira Campos, 273, no Parque Dom Bosco. aiores informacões pelos telefones 02 723-2429 é 723-9049.

Hotéis na Região dos Lagos • A Faciarj e associações comerciais da região litorânea vão desenvolver projeto de turismo para capacitação de empresários e funcionários de hotéis e restaurantes. A iniciativa leva em conta o au-

"SALGA E DEFUMAÇÃO" é o tema curso que a Colônia de Pescadores São Pedra d'Aldeia está realizando, Praia da Pitória, Colônia Z6.

• A Prefeitura de Resende pretende vender 49% das acões da Empresa de Saneamento do Município - Esamur - para conseguir recursos que possam ser utilizados no tratamento dos rios que cortam o município. Segundo o prefeito EDUARDO MEOHAS, a venda das ações e a assinatura de convênio com o INT vão ajudar a preservar a qualidade de vida na região.

Hermocentro em PetróRolis • Termo de compromisso assinado no Palácio Guanabara vai permitir, à Prefeitura de Petrópolis, a criação de um Hemocentro, para entrar em funcionamento em 99. Para o prefeito da cidade, LEANDRO SAMPAIO, a criação do Hemocentro será importante para o município, pois permitirá a realização de 500 transfusões por mês.

.il4.{4

Michel em Pádua • Em Pádua, MICHEL JOSÉ MANSUR continua em sua atividade comunitária, considerado um paduense simples e disponível para ajudar o próximo. O fato não impede que continue com o grande êxito empresarial conhecido por todos.

Turismo em Rio das Flores •

Será nos dias 24 e 25 de julho; o

I Seminário sobre a Importância do Turismo, promovido pela TurisRio Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, como parte do programa de Interiorização do Turismo. O Seminário, que será sediado no Clube Dezessete de Março, no centro da cidade, terá palestras a cargo de empresários, hoteleiros, comerciantes, estudantes e profissionais de Turismo. A abertura ficará a cargo do Chefe de Gabinete do Presidente da TurisRio, BAYARD BOITEUX, que falará sobre "O Governo do Estado

do Rio e a assessoria aos municipios do Estado na atividade turística ".

otícias para esta coluna • Rua Cinco de Julho, 349/1.10 1 - Icaraí - Niterói - RJ - 24.220.110 Telefax (021) 711-0419

P!.f.~~'!!~r.~~~ ..U~~~~((~l ~!.~. J!!'.t!:

Venha Comprar na Mais Nova Loia de Informática de Niterói Serviços Gráficos, como: Cartões de Visita Etiquetas p/ cheque Criação de Logomarca Arte Final Scaneamento de Fotos Scaneamento de Textos Fotos Digitais Impressão e Digitação

Promoção de Julho Kit Creative Ação 32x (em Port.) R$ 320,00 Cartuchos: HP 51629A. R$ 40,21 HP 51649 A. R$ 43,64

Venda: Acessorios Peças Suprimentos Outros Serviços: Manutenção Config uração Upgrade VIDA FLUMLNEI

SE •.

(1.'"'"0""

15


ESPECW Depois de ficar isolada do contexto estadual e nacional por vários anos, ligando-se basicamente por mar durante o período de esquecimento, com o restante do Estado do Rio, e por estrada precária de terra através da vizinha Cunha, com o Estado de São Paulo, uma cidade conseguiu se preservar no tempo para surgir em toda sua plenitude de beleza e história, como

A or paradoxal que pareça, foi justamente o isolamento que possibilitou a Paraty preservar a natureza, principalmente quanto ao ca ario do século XVII, que hoje forma um núcleo histórico de proporções invejáveis. A cidade recebeu o turismo de braço abertos, ao se encontrar com o futuro e preservar o passado. ão há quem pas e pelos velhos casarias do Centro Hi róri o sem se apaIxonar. Derradeiro município ao u1 do litoral fluminense, Paraty fica próxima' idades do Rio de Janeiro e São Paulo. bem no coração, portanto, da região mai de envolvida do país, a aproximadamente 100 km de Angra dos Reis e 80 de Ubatuba, esta já no litoral norte de São Paulo. A estrada de acesso é a BR J 01 (Rio-Santos),

P

16

mas já exi te em operação, embora em proporçõe médias e em fase de instalação. um aeroporto. Há ainda a comunicação por estrada para veículos de passeio, infelizmente de forma precária, com o Vale do Paraíba, via Cunha. Por qualquer acesso, entretanto, terra. mar ou ar. a beleza da Mata Atlântica e oferece a quem sabe apreciá-Ia. O nú 1 o urbano não é servido por praipara o banhi ta acostumado com "a quebrad d ondas", porque as de Paraty são m ~ . m influências dos manguezais e min parte da região e tomam o m - ípio ainda mais rico. O visitante costum íizer ue as praias de Paraty são afrodi ía - - e aradisíacas. Referem-se a Parati-Mirirn, Trindade, Sono, Cajaíba e outras, algumas dela com acesso por ter-

ra inclusive. As que só são atingida por mar, entretanto, permanecem bem mais preservadas. Mas a paisagem de Paraty se completa com as dezenas de ilhas que a natureza colocou numa baía extremamente navegável e de águas limpas, onde o mergulho esportivo é uma prática constante. E dessa baía que saem, diariamente, peixes e frutos do mar frescos, que podem ser consumidos na vasta rede de restaurantes locais, como o famoso camarão VG, que vai à mesa em forma do tradicional "camarão casadinho" . É nos restaurantes de Paraty que os visitante estrangeiro e entem em casa, porque há variedade enorme de nuances, desde a comida tailandesa e japonesa à típica comida aiçara, passando pela cozinha

VIDA PLUMINENSE~,

((UHff'fj>'OJ


---

.

POIIrOSfI!TMcos EMl)mOGm<

1

I

i

lál

~ tl ,<

..,

" '"

lHIgo Codooo largodo_ MoottIl.5._._ q.joSOltoIlo _do~Socn> (opoIo __ doi Dooa (opoIo dol'lq>óllo

9110- 5MIci..._ Toco do ec.r.n.ngo

c....•.___

saMÇOS~

_._ -- ..

s...-.._ .•.•.'- s-c...

<j)

1 J

~o.M..T"""""""",

J

1

-

.•.

}-- ~ ..--..

•..

'

t I

-'- .-1 11 ,I

I!

i J.• I,--~l. •

-

f

I

J J'I I• __

~ ,J

.-.~l

.

!___ ! !J J

j

i

I

til

\ a:;

.

I

/ •

\ !

I

Secretaria de Turismo fala dos problemas da cidade

francesa e italiana, Leitão à Pururuca? Comida Mineira? Não é preciso procurar muito, porque logo uma grande casa surge à frente, pronta para atender aos mais exigentes. Paraty é um paraíso verde, um sonho. uma pedra bruta de inestimável valor, faltando apenas os recursos indispensáveis à sua lapidação. Há no ar um certo feiti o deixado pejos rastros de LeiJa Diniz. de Paulo Autran, do Príncipe D. João. de Sônia Braga, Pedro Paulo RangeL Paulinho Guarnieri e outros frequentadores ilus Não há quem não se apaixone pela i Quem respirar o ar puro e ob erx tamente as belezas que a natureza colocou .em Paraty, com certeza voltará. >

VlDA PLUMfNENSE .. 1(.""'0'"'

Secretaria de Turismo e Cultura (SECTUR)da Prefeitura Municipal mantém u Centro de Informações Turisticas no final da avenida de entrada da cidade, nas imedia - es dp Centro Histórico; a Associação mercial (ACIP) . escritório bem montado .. SEBRAE, a ssociacã Cultura mantém f1- ~cãoeario da Cultura (dentro do Ce o . órico) e começa a surgir com alg força a Associação de Hotelaria. Todos prestar ao turista boas informações, e também não são negadas pelos comerciantes locais que são de boa fala e muita cortesia com os turistas. O que não se recomenda é a informação de rua, prestada por cambista e flanelinhas, que normalmente são bem remunerados por hoteleiros e comerciantes pouco escrupulosos, induzindo o turista com informações, ora falsas, ora deturpadas. O atual governo foi eleito como uma nova esperança e como uma opção ao bipartidarismo reinante no município nas últimas décadas e conseguiu grandes realizações, mesmo sendo o legislativo de extrema oposição, preocupando-se muito mais com sua missão constitucional de fiscalizar o executivo do que com missão que lhe dá o nome, qual seja, legislar_ A queda de braços Executivo\Legislativo chegou a tal ponto que as discussões sobre o repasse de verbas ao legislativo foi parar na justiça ao lado de uma série de outras ações, obrigando-se hoje o executivo a um repasse que julgamos fora dos padrões de normalidade. A título de exemplo, citamos a vizinha ANGRA DOS REIS, com previsão de arrecadação da ordem de R$ 80 MILHÕES repassando R$ 300 MIL mensais ao legislativo, ao passo que PARATYtem previsão de R$ 13 MILHOES repassando R$ 112 MIL, neste ano de 98. Parece-nos ao menos estranho que tais fatos ocorram em uma cidade carente de infra-estrutu-

ra como a nossa, que tem que administrar uma população residente em boa parte dentro de 72% de nosso município tomados por um Parque Nacional, uma Reserva Estadual e uma área de preservação ambiental, onde a arrecadação tributária é basicamente inexistente. O próprio Centro Histórico, que é o coração da cidade, não posssui uma rede de esgotos em operação. Nossa cidade conseguiu sem a interveniência do legislativo ser o primeiro município do estado a municipalizar o serviço de água da CEDAE, mas há muito ainda o que investir no setor que é precário. Temos um alto índice de vias públicas não pavimentadas, temos uma carência enorme de melhoria das vias públicas, incluindo-se aí a construção de pontes, temos uma patrUlha mecanizada deficitária e desgastada, temos carência de veículos de serviços, nosso lixo só é reclicado em uma porção ínfima e o restante depositado de maneira indequada. Com tudo isso o atual governo ainda fez em seu primeiro ano o que muitos não fizeram em tempo maior. Pavimentou a segunda pista há tempos pendente e ajardinou, com apoio da iniciativa privada, a avenida de entrada da cidade, colocou em dia os salários dos servidores, reformou o hospital local que se encontrava inoperante ao final do governo anterior, lutou junto ao governo do Estado para o asfaltamento da estrada Paraty-Cunha, conseguindo parcialmente o seu intento,municipalizou o serviço de água da CEDAE. Tem Trabalhado com profissionalismo os eventos locais, negociou junto à Colitur a abertura de novos horários de coletivos, conseguiu veículos e máquinas através de compras ou convênio. Reformou o maquinário e adquiriu equipamento para coleta de lixo, regularizando-a. Equipou as escolas municipais, além de ter conseguido uma melhoria em diversos serviços de rotina.

17


Rica é a história de Paraty. Não podia ser diferente, quem possui em seus limites uma fazenda como a Murycana, parte integrante dos primórdios brasileiros. Como ponto de parada real depositário das riquezas provenientes das Minas Gerais; como engenho de aguardente, casa de farinha ou sede de cafezais de ontem, a Fazenda e local de turismo obrigatório, hoje, ainda com sua aguardente, suas piscinas naturais, seu zoológico e demais atrações

u.Chegada ao I

r a Paraty e não visitar a Murycana ~ Ir a Roma e não ver o Papa. E é muito fácil che~ar lá, pois a Fazenda fica ao pe da Serra da Bocaina, com acesso pela Estrada Paraty-Cunha, no km 6 da saída para o Rio de Janeiro. E lá que o visitante vai entrar em contato com o que há de melhor em azuardente de cana puramente distilada, com as piscinas naturais, engenho. zoológico, play grouna, poneys e o famoso restaurante de comidas típicas, em estilo rústico, com capacidade para 300 pessoas, onde é servido um Leitão a Pururuca (acompanhado de arroz, feijão, farofa, fritas, tutu e couve) inteiramente de acordo com os mais exigentes paladares. Engana-se quem pensa que o menu é só o Leitão, porque o visitante também pode saberear a tradicional galinha ao molho pardo, a peixada com leite de coco e um sem número de pratos deliciosos, todos em quantidade suficiente para dua pessoas, a preços óti mos. Ainda ha o zoológico, com animais da região; o ranchinho com coisas da fazenda, como queijo, mel de abelha, compotas, doces e diversos tipos de lanches. A Murycana é um acervo totalmente colonial que na egun-

da metade do século XVII se chamava "3 Fazendas", porque era composta de três partes: a de cima, a maior, onde morava o senhor do engenho e sua fanulia; a do meio, habitat dos serviçais-e cravos e a de baixo, que servia como entreposto para negociar o Quinto do ouro (irnpo to ) que vinha em Iombo de burro das Minas Gerais, pas ando por Cruzeiro. Cachoeira Pauli ta. Guaratinguetá e Cunha. para er embarcado no Porto de Parar}'. quando lá não e encontravam piratas ou aqueadore . é claro. Se i o ocorre e. na Fazenda era guardado o precioso metal, por 30 ou 90 dias. A Murycana era ponto obrigatório de parada, onde a Farnflia Real era recebida e hospedada e deixava os seus pertences, eara seguir a cavalo em direção as Gerais ou a São Pau10, de(>ois de fazer o trajeto do Porto a Fazenda, em carruagem ou padiola carregada por escravos. Por muitas vezes pernoitou na Fazenda a Marquesa de Santos, com o Imperador Pedra I e outras personalidades da Corte. Para entrar na Fazenda Murycana, visitante pagará, apenas, o pedágio mínimo, cujos recursos são destinados à manutenção do zoológico.

°

AGUARDENTE DE CANA

TeA I -~

18

CONTEÚDO 9001111

-


lJ[Po~GD@ @QlJ@O@)[ffi@] [Q)®©@~@~@®~ PARATY· RJ Rua Dr. Samuel Costa, 24 Centro Histórico (024) 371·1145 SÃO LOURENCO . MG Av. Comendador Costa, 459

Pousada das Acácias poj'iI••..•• Coco Verde ...;,rf;"·':;~ ""0 ~~~ ,/

~Pouso

.~~~.' r:; ~:l:1;~~f:+'i~~, .. ,_':,~

j lotor

e:

Beira-Rio, 5 - Pontal Cep 23.970.000 Telefax (024) 371-2260 Paraty - RJ

I '1

< ~~",! ~:'~ c ~. i·fl ,:

~~~ Aptos. ar cond. - V Cores . Frigobar . Vento Teto - Ca é Manhã· Estacionamento· Passeio Escuna

Rua Dom Pedro 11,70 (024) 371-1278/371-2246 - Fax 371-2288

_ T'FI

O típico sabor da comida marinha

Rua da Praia, 310 . Centro Histórico (024) ~71·1608

. Paraty - RJ

:,~

Sinta-se

como se estivesse na fazenda ... entre a serra e o mar

.

-- . j

Apartamentos com frigobar . TV a cores - Ventilador de Teto cl ar - Café da manhã - Piscina - Quadra de Volei Próximo a Cacheoiras e Trilhas

Onmo descanso em Paraty

Estrada do Bananal. km 2,5 Telefax (024) 371-1561

Rua João luiz do Rosário, 3 (024) 37,., 545 - Paraty . RJ

Suite com trigo bar· TV a cores Ventilador de Teto· Café à moda da casa

- ..,96usada

Restaurante Caramujo

~!~~f!1:~cip

e beleza ao charme e bom gosto que só as melhores coisas da vida sabem ter Rua Roberto da Silveira, 289 . Paraty - RJ . Cep 23.970.000 4.-

Praça do Chafariz, 139 - (024) 371-1291 - Paraty

RESERVAS: (024) 371-2266 - Fax (024) 371-2120

••••••••••••••••••• RestauratUe

ChafariZ

Loja de Artesanato Especializado em Frutos do Mar Rua do Comércio, 253 Centro Histórico (0241371-1464 Paraty - RJ

Rua Dr. Derly Éllena, 02 - Centro (024) 371-2316 - Paraty - RJ

Artes em cerâmica - Porcelana, Madeira - Papel Machê - Tapecaria Mantas para sofás - Redes Corti'U!s

Rua Samuel costa, 267 (024) 371-1445 Paraty - RJ


Quinze meses sem Aftosa no RJ

D

MÁRIO DIAS

Festival de Vinho

A

traindo turi tas de várias localidade e Estados, acontecerá no último domingo de julho, em Varre Sai. arte do Estado, o Fe tival de inho da região, tendo como ede o Campo Serrano. Abacaxi. Carambola, Jabuticaba, Laranja e Figo são alguns dos sabore diferentes que os organizadore levam para o Festival. Varre Sai tem 13 produtore especializados, com uma produção de aproximadamente 1- ..., mil litros de bebidas por ano e a comercializacão é efetuada na região. O processo de fabricação ainda é artesanal, mas o município também exporta cachaça. Juntamente com doi filho. Pedro Paulo e Luiz Antonio. o produtor rural Antonio Tacílio Pirozzi, embora divida o tempo com a plantação de café e a criação de gado leiteiro, tem um alambique da família com a média de rnillitros por mês. Sua cachaça é exportada para o Japão, com ótima aceitação. Antonio lembra que a tradição da fabricação do vinho começou com a chegada dos imigrantes italianos.

Expo~ção de canários em Niterói

Momento de vacinação

Minhocultura é livro

O

livro "Minho cultura Tudo que você precisa saber", lançado em 94, transformou seu autor, o fluminense Paulo Cezar Carrazedo, numa das maiores autoridades para consultas sobre o assunto. Ele está preparando um novo livro, atualizando as pesquisas que vem desenvolvendo há anos. Carrazedo, como produtor na minhocultura, chegou a alcançar 10 toneladas de humus comercialmente, mas no momento só elabora o que consome na sua propriedade no interior do Estado, preferindo continuar suas pesquisas, para conclusão do projeto de pós-graduação, pela UFRJ, sobre a relação rninhocasolo. O autor presta, ainda, consultoria para o Instituto Biodinâmica de Desenvolvimento Agrícola em Botucatn. 20

Sde que assumiu o ompromisso de erradicar a febre aftosa, em 1995, o Estado do Rio passou a cobertura vacinal de 41,5 para 74,16%. Com a providência, o índice de focos, que até 94 era de 103, ficou em apenas 69, com o último verificado em março de 97. . A cobertura vacinal, em setembro de 97, foi de 96,67%, considerada, até hoje, inédita no Estado. A colaboração de pecuaristas e lideranças rurais proporcionaram o elevado índice de 90% alcançado em. março de 98, última etapa da vacinação, quando foram facinados 1.585.306 bovídeos. "Foi com a consciência dos produtores rurais, o apoio decisivo do Ministério da Agricultura, das Prefeituras municipais, dos Sindicatos Rurais e das Cooperativas Agropecuárias, com a brilhante atuação da equipe de Defesa Sanitária Animal e dos exfensionistas da Emater, que alcançamos os objetivos propostos. Temos porém que acelerar a educação sanitária e a vigilância epidemiológica", afirmou o Superintendente de Defesa Sanitária, Walmick Mendes Bezerra.

Os pássaros, protegidos em gaiolas, fizeram a festa de expositores e colecionadores

A

Associação de Criadores de Canários de Niterói realizou Exposição reunindo mais de mil canários, em sua sede (Rua Visconde de Uruguai, 301, no Centro de Niterói) na primeira quinzena deste mês. Durante a exposição, foram escolhidos os pássaros que representarão a cidade no Campeonato Brasileiro que acontecerá em Campinas, SP, nos dias 5 e 6 de agosto. Dos mil canários expostos, foi constatada a existência de 250 cores diferentes.

Para o presidente da Associação de Criadores de Canários de Niterói, Carlos Manuel Fernandez, a mostra de Niterói foi um sucesso, principalmente pelo estudo feito em relação às novas cores de pássaros que estão surgindo, devido às aplicações genéticas. Alimentação, acasalamento, estudo sobre doenças e prática de tratamento, criação e genética, foram alguns dos temas das palestras que ocorreram durante a Mostra dos criadores,

Novos núcleos de Defesa Sanitária

E

m solenidade realizada na Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca, com a presença do Secretário Luiz Edmundo Campello Costa, representantes da Delegacia Federal do Ministério da Agricultura e significativo número de técnicos, foram entregues aos Núcleos Regionais de Defesa Sanitária de Cordeiro, Itaperuna, Macaé e Niterói, os novos veículos para melhor atender aos agricultores e pecuaristas das regiões de abrangência. Também foram implantadas, na ocasião, as novas Barreiras Sanitárias do Estado, que contarão com o apoio logíslico da "Polícia Rodoviária Federal e do Batalhão Estadual de Polícia Rodoviária, nas fronteiras com São Paulo, Minas e Espírito Santo, para controlar o trânsito de animais e vegetais.

VIDA FLUMINENSE

.•

11.,.,,1""'


ESPECIALIDADES

:> CLÍXICAS Hév21

Ct1I\OYpve1rCCUl.iio-24 de- IM'"~ eu pop~

hor-Cf.1y(

d0 l\J(;trvvóV, Seio- G~ Gv~Rí.o; ~con&{,den;uuvC~d0vefe,v~0W1I vec.e-vtr(V PfW1~ doy g-v~ Jo-v~ €V

""',.

Alergia + Otorrinolaringologia + Cardiologia + Neurologia Dermatologia + Gatroenterologia + Pneumologia.

dA:cva:t"~o-e1e;t:wo-

~

€V

.

+

:> CIRÚRGICAS

Traumato Ortopédica + Pediátrica e Neurocirurgia Iaxilo Facial, Otorrinolaringológica .

+ Buco -

:> LABORATÓRIO

:> SURI

MARQUES MACHADO. - SERVICOS DE R.ADIOLOGIA

PEDIATRICA. CENTRO DE IMUNIZAÇÃO

:> :> UTI

PEDIÁTRICA E NEONATAL • • • • •

• • • • •

• • •

Equipe Multidisciplinar, altamente qualificada. Equipamentos de l\JJll,líO~1lt?:. geração. Atendimento Clínico - Cirúrgico. Isolamento para tratamento de doenças Infecto Contagiosas. Tratamento Humanizado, com carinho ao pequeno paciente, onde a presença da mãe ameniza o stress do bebê, trazendo - lhe segurança e proteção, facilitando o tratamento médico, evitando seqüelas emocionais, proporcionando o ambiente adequado ao seu desenvolvímento emocional.

Seguro e olar com mais de 12 mil segurados em Niterói. Cobertura de Urgências Médicas e Acidentes Pessoais, SEM LIMITES de gastos, a nível Ambulatorial e de Internação. Pronto atendimento nas escolas por Médicos Socorristas. Urgências Odontológicas. Cobertura de Eventos, Excursões, feitas por equipe Médica da Sabin Escolar.

Sem Reembolso. Sem necessidade de laudo e parecer Médico, freqüentemente solicitados pelas seguradoras. Sem limite de gastos (Internações em UTI por 7 dias.)

'antil A be tek 610-0444 Sabín Escolart

: 61Q,..6~2

Sa . Sa'de

tel: 610-10 RucvM~Cout&,475 VIDA FLUMINENSE-,

flllJllrljrill1

-st<t ROUf/-Ní:ter'óV

• • •

Seguro Saúde, cobrindo a faixa etária de O - 20 anos. Mais de 20 planos a sua escolha desde R$ 16,96 à 43,00. Plano Básico APENAS R$ 39,55. 1. Consultas com carência zero. 2. Tratamento Ambulatorial. 3. Exames Laboratoriais e Radiológicos. 4. Fisioterapia S. Internação. 21


EXCLUSIVO .•...•..............................

Depois da Copa do Mundo, o Brasilvai se preparar para as Olimpíadas de Sidney e os paraolímpicos não ficarão inativos: vão treinar com afinco, para representar o país na Paraolimpíada que será disputada em seguida, o que significa participar das competições nacionais e internacionais que serão realizadas até lá, entre elas os mundiais ainda em 98

São OS paraolímpi . emaçao l'ttI

certeza de que existe um trabalho sério em realização no Comitê Paraolímpico Bra ileiro pode ser avalí~d~ pelo apoio que empresa sena. como a Petrobrás, estão empre tando ao paraolímpicos. Desde que começou u atividades, em 1995, o Comitê vivia ob a proteção da Associação iteroiense de Deficientes Físicos, porém a determinação do seu presidente, em torná-I o independente financeiramente, conseguiu seus primeiros frutos: o apoio da Petrobrás, no valor de R$ 216 mil, destinados às despesas de custeio e manutenção, no valor de R$ 12 mil mensais. "Mas o patrocínio das empresas brasileiras não parou aí. Em junho fechamos contrato no valor de R$ 207 mil, com os Correios, para que possamos participar, com dignidade, do Mundial de Natação, em outubro, na Nova Zelãndia e trazer tantas medalhas que eles vão querer renovar os contratos até as Paraolimpíadas de Sidney", disse o presidente João Batista Carvalho e Silva. Se o presidente faz a sua parte, administrando com seriedade e oferecendo oportunidades de realização, os paraolímpicos demonstram que estão disposto a aproveitá-Ias pois treinam com entusiasmo e conseguem excelentes resultados nas provas esportivas, nas mais diversas condições. Todos se esforçam e alguns se destacam. como José Afonso Medeiros, o Caco, medalha de ouro nos SOm borboleta, em Atlanta, e Genezis Alves de Andrade. prata nos 200m medley e bronze no 100m e 200m livre, na mesma competição. "A meta do Comitê éfo rma r seleção permanente nas 14 modalidades que devem formar os Jogos Paraolimpicos de Sidney: atletismo, natação, halterofilismo, tênis, tênis de mesa, esgrima,futebol, basquete, ciclismo, judô, tiro, bocha, hipismo e iatismo ", informou João Batista. Diversos mundiais estão na pauta dos paraolímpicos para participar. Atletismo e

A

22

VIDA

FLUMINENSE ..

(/'mi"l''"


futebol de amputados, na Inglaterra, em agosto; ciclismo, em setembro, nos Estados Unidos; futebol de cegos e deficientes visuais e futebol de paralisados cerebrais, em setembro, no Brasil; halterofilismo, em outubro, nos Emirados Árabes; natação, também em outubro, na Nova Zelândia e tênis de mesa, em novembro, na França. A participação brasileira nas paraolimpíadas tem sido marcante. Em Atlanta, O país foi representado em dez, das dezenove modalidades paraolímpicas e no ano 2.000, em Sidney, deveremos participar de mais quatro modalidades: tiro, bocha, hipismo e iatismo (as

Paraolimpíadas serão di putadas logo após as Olimpíadas, no período entre 18 e 29 de outubro e as instalaçõe erão abertas aos atletas paraolímpico no dia 11 de outubro). Em Atlanta, o Brasil conquistou 21 medalhas, das quais 21 de ouro (o judoca Antônio Tenório e o nadador José Afonso Medeiros), garantindo a 37" colocação entre os 114 países participantes, mas o presidente João Batista espera resultado melhor em Sidney, "quando pretendemos superar o recorde de 27 medalhas, em Seul88. Estamos realizando um trabalho sério para isso", afirmou.

Bateu ... Amassou . Arranhou .

o veículo fica

novo, com os ArtiStas da Lanternagem e da Pintura

o Q

,

da deficiência

srasil tem 15 milhões de deficientes físicos, dos quais apenas 1%, ou seja, 150 mil praticam esporte. Parao presidente do Comitê, João Batista, diversos motivos levam a esta situação, talvez a principal delas relacionada com a cultura do povo. /IA atividade física não é um hábito no País. Para o portador de deficiência a ausência de estímulo para a prática esportiva ainda é maior. Na escola, por exemplo, geralmente o aluno com problemas físicos

VTDA FLUMtNENSE-. ft"'''-Ij''N

ou mentais é dispensado da Educação Física. As famílias, por sua vez, com o intuito de preservar a criança deficiente, evitam qualquer atividade, para não sacrificá-Ia. Infelizmente, pouca gente tem consciência de que o esporte serve como importante recurso para o resgate da cidadania dos deficientes. O Comitê Paraolímpíco Brasileiro está plantando uma sementinha que deverá crescer e gerar bons frutos no próximo milênio. Há algum tempo pouca gente sabia que a pessoa portadora de deficiência podia praticar esportes. Hoje já temos revistas que se interessam pelo tema. O simples fato de poder dar esta entrevista já abre boas perspectivas para o futuro. O aesetio é grande, mas os atletas paraolímpicos são corajosos e vão saperé-tos ao longo do tempo ", encerrou o presidente do Comitê.

Nacionais e Importados Trabalhos com fibra Safety Car

Auto Mecânica Estrada Caetano Monteiro, 2.059 Pendotiba - Niterói - RJ

(021) 616-3084 23


o que vai pelo Casa, Esrada e Centro

am; nós mudamos"

em Volta Redonda

Henry Oavid Thoreau

Por que as p as usarndrogas

V

árias teori tentam expli ar por que a pe oa 00 ornem drogas. Do ponto de' da teoria p i analíti a o dente não de envol e per onalidade de um m pico-sexual normal. O senvolvimento de ua pe nalidade fixou- e em um grau mais primirvo de ev olução ou, talvez. regrediu para um estágio primário. A fase oral é aquela que o psicanalistas chamam fase n qual as neces idade primárias são satisfeita atravé da boca. O dependente químico. apesar de satisfazer suas necessidades sexuais pelos órgãos genitais, está ainda mais claramente fixado em suas relações com sua mãe, situação esta que ele transfere para outras mulheres, as quais mais tarde ele inconscientemente identificará com sua mãe. Uma personalidade passiva e dependente como esta encontra dificuldades em preencher suas necessidades e as conseqüentes frustrações transforrnar-se-ão em uma reação profundamente nociva contra o ambiente, que não pode preencher suas necessidades irreais. Esta reação nociva pode-se voltar contra ele próprio através de uma atitude masoquista e de autodestruição. Este indivíduo poderá também ser destrutivo em suas relações interpessoais, terá seu autoretrato diminuído, além de experienciar freqüentes estados de depressão. Para tal personalidade. drogas com propriedade euforizantes serão mai atrativas, porque ela a farão indiferente a desapontament . diminuirão a profundidade de suas depressõe e fortalecerão sua personalidade fraca. Injetando drogas em si mesmo, experienciarã uma 24

aspecto n:la:iouado

1ID

pf Por cimento o re er civos das droga ate- ~ suas necessidades incon _entes de autodestruição, libertando-o de sentimentos de culpa, por ser ele mesmo que impõe sua própria punição. As explicações psicanalíticas preenchem parte da descrição dinâmica da adesão à droga, mas não é suficiente para descrever todos os fenômenos envolvidos. Per onalidades deficientes não ão raras, mas, apenas algum vezes, elas estão relacionadas à dependência à droga. que pode estar relacionada com outros tipos de personalidades. ão está claro ainda o motivo pelo qual um viciado, podendo e colher, preferirá uma droga à outra. Os seguidores da linha psicnalíti a de Carl Gustav Jung a reditam que, possivelmente. o problema de droga encarado pela maioria das nações tecnicamente deenvolvidas, pode er uma imples reação do inconsciente coletivo. Sob e te prisma, pode-se afirmar que com o início da revolução industrial na Europa, há 300 ou 400 anos, algumas sociedades foram forçadas a substituir valores espirituais por valores materiais.

D

epois de entregar 293 casas do Conjunto Habitacional Volta Grande, em alta Redonda, a parceria que as construiu, governo federal estadual e municipal, além do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminen e, se prepara para concluir o projeto que prevê a entrega de mais 458 residências, para totalizar as 751 que consumiram R$ 12 milhões, financiados pela Caixa Econômica Federal. Durante a festa de inauguração, foi lançada a pedra fundamental das duas creches que serão construídas, em parceria com a Integração-Obra Social do Estado. O Conjunto ocupa terreno de 255 mil metros quadrados, doado pela Companhia Siderúgica Nacional. A prestação de cada casa, com área de 34 m-, será de R$ 135 mensais. OPORTUNIDADES • Também

foi inaugurado, em Volta Redonda, o Centro de Oportunidades Deputado Bernardo Bem-feito, para atender cerca de três mil pessoas por mês. Com uma área de abrangência de seis municípios, o Centro oferece orientação sobre direitos e deveres trabalhistas, intermediação de mão-de-obrá, inscrição no seguro-desemprego, carteira de trabalho, programa de geração de renda e de qualificação profissional, aos moradores da região. ESTRADA • O governador Marcello Alencar encerrou a visita a Volta Redonda inaugurando as obras de drenagem e pavimentação da RJ-135, no trecho de 19 quilômetros que liga Volta Redonda ao Distrito de . S. do Amparo, em Barra Man a. As obras custaram R$ _.3 milhões.

o Secretário

luis Edmundo Campello Costa entrega ao Chefe do Núcleo de Macaé, veiculos para ações de Saúde Animal e Vegetal

Governor~ recursos para O Interior O Governo do Estado repa sou, por força de convênios, recursos da ordem de R$ 5,9 milhões, a 13 municípios f1uminenses, para serem aplicados, principalmente, na área de habitação e na recuperação de regiões atingidas pelas enchentes. O ato possibilitará a construção de 627 moradias populares, além de recuperação e limpeza, com a retirada de 210 mil metros cúbicos de entulhos, e a reforma de 942 quilômetros . de estradas e vias de acesso. Os recursos foram destinados

a moradias nos municípios de Macuco (50), Mendes (l0), Cidade de Deus - Rio (119), Cantagalo (48), Itaboraí (46), Italva (50), Itaperuna (52), Itatiaia (50), Magé (50), Maricá (50), São João de Meriti (50), São José do Vale do Rio Preto (50) e Três Rios (52). Os municípios que e tiveram em estado de calamidade pública receberão atenção especial. São eles: Cachoeiras de Macacu, Carapebus, Conceição de Macabu, Macaé e Silva Jardim. VIDA FLUMINENSE ..

((N",0"'"


Reforma. o Governo

Pinceladas Parque. o cantor americano Michae Jackson vai investir US$ 800 milhões na construção de um parque em território fluminense, que poderá ser o Rio, Arraial do Cabo, Angra dos Reis ou Baixada. O projeto prevê a ocupação de um milhão de metros quadrados.

fluminen e concluiu os trabalhos de reforma do Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. A unidade, que recebeu investimentos da ordem de R$ 8,2 milhões, em três anos de obras, aumentou sua capacidade de atendimento para 30 mil, na emergência, e 10 mil no ambulatório por mês. O hospital ganhou ainda dois CTls - um para adultos outro infantil, com seis leitos cada.

/,,~ I :

I'i~~~-~ ~

-s:

,;

/jrf~l,A.

~.

.

./

"+ ~

.f'~ #

",'.

'?~.', v .~::.,;;

"'''

\:"\

;,1'\.

••

:.··~~~~.~~t

Perigo dos Eucaliptos - O

plantio de eucaliptos nas proximidades das estradas e em áreas urbanas é perigoso, pois a árvore cresce muito e não é sustentada convenientemente pela raiz. Com a queda, os acidentes. Por isso, a proibição do plantio nessas regiões.

Saúde •

Convênio assinado com o Governo Federal vai permitir ao Estado do Rio receber verbas dos Bancos Mundial e Interamericano de Deenvolvimento, para projetos de reorganização do Sistema Único de Saúde. Serão beneficiados 25 municípios flurninenses: Angra dos Reis, Aperibé, Areal, Barra Mansa, Cantagalo, Nova Iguaçu, Cardoso Moreira, Cordeiro, Itaborai, Maricá, ilópolis. Niterói, Pati do Alfere , Petrópoli . Pinheiral. Pirai, Re ende. Rio de Janeiro. São Fidéli s. ão Gonçalo. São João e. Ieriti. Saquarerna, T ês o, olta Redonda e Va '0 ras.

DefesaSanitária.

Três convênios no valor total de R$ 4,6 milhões, assinados com o Ministério da Agricultura, permitiram investimentos em diversas áreas rurais. Na Defesa Animal e Vegetal, serão investidos R$ 1,9 milhão, para o combate a doenças e pragas; a Pesquisa Agropecuária receberá R$ 917 mil e o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, em que a Emater receberá R$ 2.155 milhões, para capacitação de 1.140 agricultores familiares, dando assistência técnica e científica a 7.200 produtores, além de capacitar 90 técnicos em desenvolvimento rural e planejamento municipal.

e Vida para nos. ~

Mostre as oportunidades sua cidade oferece. Nós atrairemos a atenção dos investidores. VIDAFLUMINENSEeí nas capitais e em todos os municípi interior do Estado do Rio e nos grandes centros decisão do país.

'Ligue para "! VIDA FLUMIl\TENSE-.

-~--

ftIH'('FI'N

Correspondência Rua Cinco de Julho, 349/1. 101 Icaraí - Niterói - RJ - 24.220.110

25


;.,.

- -

."1

mERVAL

PmEmA

GARCIA

Desfusã • é a única salvação para o terior fluminense

Q

uem acha impraticável a es - ão. com a conseqüente volta do antigo E5 o do Rio de Janeiro e da Guanabara ai -o percebeu que está defendendo o que nun a - u. O ato militar prepot n e in onst .irucional ficou no papel, poi na práti is E ai foram tão separado _ coaseqü ências Embora todo ato ilegfrimc ilegítimas e, portanto. a jurisprudência n i se manife tou. prefe T1LLGü ciar diante d n.nnnr.,'~';;n interiorana que -ê_ lidades de de en -i enro e ~~V'~Lt •• esvairem pelo tampões da incerteza. A Constituição, em vigor à época da fusão, dizia, claramente, que a Federação só podia ser modificada por força de plebiscito. Isso não ocorreu, houve um erro de direito e a recuperação da Federação está ao alcance do poder judiciário.

poder, na ânsia de um dia conquistar o descanso eterno.

É triste viajar pelo interior fluminense nos dias que correm. O abandono é total. O êxodo rural uma realidade. Todos buscam a Capital, divulgada aos quatro ventos pela mídia como lugar quente. Esses iludidos, quando chegam, logo percebem que estão diante da desesperança. E o caminho para o crime se encurta, a violência se transforma em saída. O ato militar ilegítimo apenas anexou o território fluminense à Guanabara. Não con eguiu forçar o povo a fazer o mesmo. O re ultado foi um Estado desequilibrado. com dois prefeitos, um e tadual outro municipal. O in... terior acabou acéfalo, sem nenhum governador. Há quem condene a desfusão, por considerá-Ia pior do que o atual e tado de coisas, esquecendo bem rapidamente que a decisão militar não levou em consideração as conseqüências da divi ão de um Estado secularmente con tituído, como Mato Grosso. Ora, se puderam dividí-lo, por que não podemos fazer o mesmo com o E tado do Rio? A desfusão não é a pior das soluções, porque é a única. Quanto mais demorar, mais será destruída a cultura de um Estado que fazia sua História antes de ser assassinado por irre pon áveis. Paciente e humanamente. Fazem questão de ignorar o nome fluminense, com a conivência dos últimos. Por ignorância ou esnobismo. Até campeonato estadual de futebol chamam de carioca. Somente o medo e a covardia, entimentos desconhecidos do heróico povo do antigo Estado do Rio, impedirão que a palavra fluminense seja eliminada em definitivo. Os antigos Estados do Rio e da Guanabara podem ser bons vizinho ,desde que não contraiam núpcias de um sim só.

decisão militar um Estado secul como Mato Grosso, aue nao podemos mesmo com a ...o ·'egítimÇl?

Ainda recentemente, um prefeito do Norte do Estado solicitou o asfaltamento de uma estrada interiorana em sua região. Depois de ouvir a reivindicação. o govemante carioca afirmou, com todas as letras e em arrependimento, que preferia plantar uma árvore em Copacabana do que consumir recurso com a tal estrada. "Plantar a árvore dá infinitamente mais ibope", declarou. A verdade é que a Guanabara, mesmo depois da fusão, continuou Guanabara. proprietária de privilegiada rnídia que faz eco em todo o país. Para voar nessas asas da comuni ação, o governante jamais sairá do conforto de Ipanema para enfrentar verões e poeiras nas atividade da vida, cidades, infelizmente órfã e entregue ao Deus que nos abençõe. O antigo E tado do Rio teve cortada sua cabeça. O corpo pa sou a vagar pelas noites de lua cheia. Desde a fu ão. ui -a e arrasta correntes pelos vazios do


Mais de 5% das crianças brasileiras necessitam de óculos. . Por vaidade, desinformação ou desinteresse, os pais preferem ignorar essa verdade. O resultado é uma fase estudantil de problemas que influenciam, negativa ente, o aproveitamento escolar. , Não prejudique a saúde do seu filho. A Otica Nova tem o modelo de óculos que embeleza o rosto. Faça-nos uma visita

,

CANOVA

RUA CORONEL GO ES MACHADO, 147

e 1t (021) 719-3721 e Niterói e RJ


A ran a ar

rol

gutenberg card

.,,~ ~>;o}_" ••

~

gut1enberg

ATENDIMENTO

PE SONAllZADO

r

',Y

d

PELO

GU,TENBERG • Moreira César, 211 - Loja 1011102~ 714-7750 714-1727. DI~LOGO • Conceição, 204 'tr 622-1270 • Centro DIALOGO 11• Alberto Victor, Iriifr 719-8796 • Centro GUTENBERG 11• Aurelino Leal, 341r 622-1270. Centro

Icaraí


Vida Fluminense Municípios Paraty 2 - Revista Agosto 1998