Issuu on Google+

/

Tesouros de papel Biblioteca Nacional restaura livros raros, como edição ilustrada por Leonardo da Vinci

M

UitOS deles sobreviveram ao grande terremoto de Lisboa, em 1755, e à umidade nos porões dos navios que trouxeram a família real portuguesa de Lisboa ao Rio de Janeiro, em 1808. Resistiram também a duas mudanças de endereço por aqui. Primeiro, do extinto Hospital do Con32

.

vento da Ordem Terceira do Carmo, na tação e séculos de ação de fungos e Rua Primeiro de Março, onde os 60000 , insetos foram inclementes com livros itens da Real Biblioteca permaneceram preciosos que agora começam a ser por cinquenta anos, para o edifício no restaurados pela Fundação Biblioteca qual atualmente funciona a Escola de Nacional (FBN). Trata-se do Projeto Fênix - Resgate da Música da UFRJ, na Rua do Passeio. Depois, em definitivo, para a sede na Memória em Papéis de Trapos, nome pomposo do empreendimento que obteve Cinelândia, em 1910. Tanta movimenVEJA RIO, 25 DE MARÇO, 2009


Trabalho delicado: a restauradora Liamara Fanaia analisa edição em latim de Picturae Etruscorum in Vasculis, de Joh. Baptista Passerio, impressa em Roma em 1767

§ ~ ~ ..

financiamento de cerca de 375000 reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "Foi o valor possível de conseguir", explica Ana Virgínia Pinheiro, chefe da Divisão de Obras Raras e autora do projeto. "Fizemos duas propostas mais elevadas antes, mas o BNDES não as aprovou." O plano é recuperar entre 120 e 150 volumes deteriorados - e, por isso, fora de consulta - até fevereiro de 2010. Pode ser pouco diante das dimensões do acervo, mas sem dúvida trata-se de um primeiro passo. Só a seção de raridades espalha-se por 2 quilômetros de prateleiras. De acordo com levantamento feito pela Unesco em 1991 - o mais recente -, a biblioteca tem mais de 9 milhões de obras, o que a colocava, à época, em primeiro lugar na América Latina e na oitava posição do ranking mundial. O projeto prevê também a microfilmagem das peças reconstituídas e a higienização de cerca de 70000 publicações. As primeiras 140 páginas recompostas são de Divina Proportione, ilustrado com xilogravuras de Leonardo da Vinci, escrito por Luca Pacioli e impresso em Veneza em 1509, pouco mais de meio século após a invenção da prensa tipográfica de Johann Gutenberg, em 1450. O manuscrito, concluído em 1498, é considerado pioneiro na definição de proporções para as artes, a arquitetura e o designo Até hoje é procurado por pesquisadores e doutorandos nessas áreas. "Levamos quatro me-

Dois exemplares de Medicina Theologica, publicados em Lisboa em 1794. O primeiro (à esq.) ainda tem danos causados pela acidez das tintas e marcas de restauros com fita adesiva. O segundo, recuperado, teve os orifícios preenchidos com borra de celulose e foi reencadernado

VEJA RIO, 25 DE MARÇO, 2009

ses para terminar o trabalho. Quando soubemos, em setembro, que a verba do projeto seria liberada, pusemos a mão na massa", diz Ana Virgínia. Outro tesouro que teve suas 150 páginas recuperadas é Medicina Theologica, publicado em Lisboa em 1794. A biblioteca possui três exemplares desse tratado sobre doenças psicossomáticas - conhecidas à época como "espirituais" de Francisco de MeIlo Franco (1757-1823), mineiro que clínicavà na capital portuguesa. Ele o escreveu 100 anos antes de Sigmund Freud (1856-1939) teorizar sobre o assunto. Dependendo do estado de deterioração do livro e da quantidade de folhas, o trabalho de restauro pode demorar de dois a seis meses. Há páginas tão corroídas porbichos ou pela acidez das tintas de impressão que chegam a lembrar peneiras, num estado chamado de "rendilhado" pelos técnicos. Recuperar o texto, em casos assim, é impossível. O que se recompõe é a folha. "Fazemos um preenchimento com borras de celulose doadas por fabricantes", explica Tatiana Christo, chefe do Laboratório de Restaurações da FBN. Cada folha é removida dos volumes, reparada, microfilmada, digitalizada e encadernada novamente. "Oferecemos três alternativas de preservação do livro original: a consulta em microfilme, a pesquisa digital e a versão fac-similar", resume Ana Virgínia. O projeto prevê ainda o lançamento de edições em fac-símile, com tiragem de 1 500 exemplares, de Divina Proportione (preço a definir) e de Medicina Theologica (75 reais), a serem vendidas na Loja do Livro, que funciona na própria Biblioteca Nacional. CARLOS HENRIQUE BRAZ

,\I { I) J C r N.\ ~rHEOJ,(lt;'I('\..

33


Tesouros de papel, restauração de livros raros - VejaRJ