Page 1

Paraty Acervo Histórico Há inúmeras formas de viajar no tempo e apreciar ares de um Brasil colonial, uma delas, é caminhar por sobre as ruas de pedra do Centro Histórico Paratiense. Prazer inigualável. diga-se de passagem, tanto para turistas ou moradores locais. Aqui. temos a impressão de que a vida contemporânea e agitada pode refugiar-se na calmaria de uma cidade abençoada pela natureza, regida pelas marés. Singularidades como a arquitetura colonial, a influência maçônica, os monumentos, as igrejas, os canhões. a cultura calçara, os quilombos e as aldeias. tudo pode ser testemunhado e admirado por quem se aventurar nesta porção exuberante da Mata Atlântica, privilegiada e guardada pela cadeia de montanhas da Serra do Mar. Depois da expedição de Martins Afonso de Sousa, Paraty cresceu até se transformar num dos portos mais importantes do Brasil durante o Império Português e por aqui, foram "encaminhadas" diversas matérias-primas Tupiniquins, desde minerais até recursos humanos. Paraty, que outrora se chamava Vila de Nossa Senhora dos Remédios, fora extorquida, assim como outras sesmarias espanholas e portuguesas, mas, como os europeus não eram muito hábeis na floresta, rápido desgostaram de tamanha dificuldade. E através do Caminho do Ouro, na remota trilha dos índios Guaianás, escoaram os minerais retirados das Minas Gerais, mais precisamente em Ouro Preto e Diamantlna e daqui, embarcavam para a corte, a fim de sustentar o luxo e as dívidas da nobreza lusitana. Infelizmente. este momento da história brasileira serviu somente para massacrar a civilização indígena, verdadeira dona da terra, que foi expulsa de seus domínios, enquanto assistia as barbáries dos civilizados. Felizmente, nos tempos atuais, Paraty pôde manter-se longe da degradação urbana, graças ao seu difícil acesso. E isto, se deve ao fato de somente em meados dos anos 80. a BR 101(Mario Covas) ter sido aberta, possibilitando o contato de Paraty com os municípios vizinhos. Anteriormente, em 1966, a cidade foi difundida e valorizada como Patrimônio Cultural Nacional. Por isso, assim como em outras cidades históricas, não é possível modificar as construções no Centro Histórico. . Ainda bem, pois, podemos constatar que o Brasil perdeu muito de seu patrimônio histórico e cultural após o avanço da urbanização e do consumismo. Prédios e monumentos precisam ser preservados, mantidos e utilizados para contar a história local, como arsenal presente de uso educativo e patriótico.Vivemos num lugar paradisíaco e fértil, aqui se pesca, se caça, se pastoreia, se cultiva e de tudo esta terra dá! O clima é bom, há abundância de recursos hídricos, há enfim, espaço suficiente para habitarmos em sintonia com o meio ambiente e, de preferência, coexistindo sem destruir. Desta edição em diante, abordarei trechos na história do município. Os convido a acompanhar, assim como a Palavra Cruzada. Ana Maria Ssilva.

.

' !

;

i

l

:

: j i

:

Paraty Acervo Histórico  

é caminhar por sobre as ruas de pedra do Centro Histórico Paratiense. Prazer domínios, enquanto assistia as barbáries dos civilizados. dá! O...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you