Issuu on Google+

Apoio:

Restaurante Banana da Terra R. Or. Samuel Costa, 198 Paraty - RJ Tel.:(024)371-1503

Do Lixo ao Luxo Antiquário R. Or. Samuel Costa, s/nº Paraty - RJ Tel.:(024)371-1124

Pousada do Ouro R Dr. Pedreira, 145 (R da Praia) Paraty - RJ Tel.:(024)371-1378

Realização:

Prefeitura Municipal de Paraty


CRÉDITOS

Frank

Prefeitura Municipal de Paraty Prefeito: Benedito José Mello Secretário de Turismo e Cultura: Darlan A. de Pádua Diretora de Cultura: Ano Bueno

"uma cidadezinha

Schce+ler

Fronk Schaeffer

descobre

Paraty

estava pintando

em Angra dos Reis, quondo

quase abandonado,

soube de

colonial, com acesso apenas pelo

mar", que ficava no fim do percurso do barco vindo de Mangaratiba. 1943,

Associação Amigos do Cultura Presidente: Regina Célia Gomo Mirando Vice-Presidente: Magda Stanisce Tesoureiro: José Andréas Secretórío: Carmem de Lucca .

aportou

em Poraty. Deslumbrou-se

gostou todas as telas que havia trozido, precariamente Desde entõo, começou Apresentado

o frequentar

Em

com o lugar. Entusiasmado, preporou

outros.

Paraty.

pelo colega Djoniro 00 príncipe Dom João, este cedeu em

troca de três guoches, um ierreno no Largo do Rosário, onde o saudoso Coordenação Curadoria: Ano Bueno Concepção Visual: Ano Bueno Márcio Franco Montagem: Sérgio 5. do Nascimento, Edmilson Camilo, Paulo Sérgio Souza Iluminação: Claudemir H. de Oliveira Assessoria de Comunicação: Dv,na Selene Malschitzky ~gradecimenlos: A Guardo Municipal, aos Amigos do Cultura de Paraty, 005 funcionários do Coso doCulturo e do Secretario de Turismo e cultura, e aOSproprietários de acervo de Frank Schaelfer, que generosamente emprestaram suas obras para o realização desta coletônea.

o

talento

e o mar

na

obra

de

Frank

e coro amigoAbel dos parotyenses,

Com esta coletônea paratienses relação

belo coso e otelier. Groças à sensibilidcde

construiu-lhe

está presente em vários residências. de trabalhos

de Fronk Schaeffer

- comprovo mos o sensibilidade

à orte e, mais uma vez, reforçamos

ímã de artistas. Um dos objetivos público

maior

contribuindo

conhecimento

é proporcionar

do obra de Frank Schaeffer

relação

do panorama

uma

infância

é

do Curral

cercada

natural

mar, desenvolvendo-se caiçara filho,

natural.

terras e minérios O mar

amor

Schaeffer

entre ambos

tem o mar como intenso,

pelos montanhas

que Frank parte

Nós,

dos artes plásticas no

Ano

Schaeffer

sólidos

de si,

tios assombramos.

é como

quando

Um amor

pelo

um amor

de pai e

cercados

de

nos deparamos

com

descontrolado,

um

intenso,

Frases

colhidos

"Gosto

muito do Frank Schaelfer.

cinco de junho, Os mores em geral sôo um fascínio. a refletir

Schaeffer

seu cosa rio

conseguisse de traços

mesmo

nascido

com todo Paraty,

respeito.

quase

Mangaratiba na obra

do

solitários,

por

É

mais.

feitiço.

a beleza

tão personais

e estilo

um grande nasce.

um acaso,

grande

O de Paraty, com seu espelho

toda

Artista

... Paraty

é

despejar

em sua obra tendo

em

Paraty Nós temos um elo muito forte pelo

amizade que ele tinho com meu falecido marido Abel de Oliveira.

de adolescência.

mágico

Cultura

pcixõo. O

que nascemos

e pesados,

Bueno

de

de ferro da Serra

se deslumbrasse

uma verdadeira

porém,

artista.

artista,

Para que Frank do Reino tõo

na ponta em

encontrou

da linha

suas

em

da lancha

morinas,

surpreso o ele, entregando Largo do Rosório. Dividimos

do Frank,

fizemos

o chove de sua coso em Paraty, que fico no momentos

de felicidade." Filinho

do

Abel

de

"Frank Schaeffer, assim como suo arte, seu veleiro e simpotio,

é um ser

marinho." Théo

sempre

seus

Irn um

uma grande

cola grau,

e vai se encontrar

dota de aniversário

Netuno

marcante

Engenheiro

Frank Schaeffer

se encontrou

ao

- que vem

com Paraty.

Diretora Tendo

por

o idéio de que Paraty é um

desta exposiçõo

paro o enriquecimento

Brasil - e sua afetuosa

- adquirido

dos pessoas do cidade com

Romeck

veleiros

seus céus e seus mares.

"Paraty teve sorte 00 ocoiher

Frank Schaeffer, que interpretou

suos cores

mogistralmente." Frank "Portas

Schaeffer e janelas

faz eterna abertas

as pedras

de nossas

pudessem

contar

uma

Paraty

madrugada

ruas tortos,

a felicidade

que

se foi há tempos

adentro.

polidas

Ah! Quem

pelas

solas

...

Dom

"O trabolho Quando

Secretário

Alcôntara de

Turismo

de Orleans

e Bragonça

do tempo

dessa época". Darlan

João

dera

de

Pádua

eCulturo

vem

do Fronk é muito bom e além disso é uma boa pessoa.

à

Poraty sempre aparece

lá em coso, opesar de ser uma

pessoa reservado." Hamilton

Calixto


.. Visto do Capelinha 0,60 x 0,70 - acervo de Mario Rameck Coso rio visto do Forte 0,92 x 0,72 - acervo de Mario Luizo Gusman Casario visto do mar 0,92 x 0,72 - acervo de Mario Luizo Gusman Marina 0,72 x 0,72 - acervo de Morino Gouveia Tempestade 0,93 x 0,72 - acervo de José Nilton e l.iete Ilha 0,90 x 0,7 5 - acervo de Carlos José Gomo Paisagem beiro mar 0,90 x 0,70 - acervo do Pousado Estalagem Colonial Paisagem do Igreja Santo Rito 0,75 x 0,93 - acervo do Pousado Mercado

oe Pouso

Panorâmico do cais 0,90 x l ,10 - acervo do Câmara Municipal de Paroty Paisagem do cais e Santo Rito 0,87 x 0,66 - acervo de Theóphilo Rameck Largo do cais e Santa Rito 0,87 x 0,66 - acervo de Theóphilo Rameck Casario e Igrejas de Paraty 0,88 x 0,73 - acervo de Nena Gomo Marina 0,70 x 0,50 - acervo de Solange Bacelar Vista Parcial do Igreja Santo Rito 0,90 x 0,70 - acervo de Rosana G. do Vinho Tempestade de verõo 0,67 x 0,87 - acervo Hamilton Calixto Paisagem rural 0,67 x 0,87 - acervo da Pinacoteca Marino Gouveia (IHAP) Paraty no década de 90 0,50 x 0,70 - acervo do artista Paisagem 0,50 x 0,70 - acervo do artista Pa raty 0,50 x 0,70 - acervo do artista Silêncio 0,50 x 0,70 - acervo do artista


Biografia Frank Schaeffer

nasceu na cidade

de Belo Horizonte,

em 5 de junho

de 1917. Viveu.uma numa

infância feliz,

rua tranquiló

cercada

de

verde, com a serra vista à distância. A família

tinha o hábito de

viajar

pelo interior. Nesta época aprendeu a respeitar mineiro.

e admirar

o barroco

Aos onze anos, mudou-se

para o

Rio de Janeiro e, a partir de então, apaixonou-se

pelo

mar.

Desde

cedo, já demonstrava vocação pelo desenho e pela pintura, ainda que dividido

pela engenharia.

Formou-se

em

anteriormente

1943,

tendo

iniciado

carreira

como

pintor.

assumiu

a cadeira

a

suo

Em 1945

de desenho

técnico no atual Instituto Militar de Engenharia, hoje. Trabalhou

cargo que ocupa

como engenheiro

embarque como

para

pintor

Paris em com

aperfeiçoamento francês.

até o 1948,

bolsa do

até

de

governo

Lá, estudou dois anos de

pintura com Fernan Léger, e gravura e pintura mural na École des Beaux Arts.

Entre as diversas

viagens

à

Europa e. no continente americano, pintando

e expondo,

destaca-se a

sU(Jestadia de dois anos numa ilha de pescadores polar ártico, norueguês. Vem

acima

do círculo

a convite do governo

realizando

re qulorrnerrte

exposições individuais, participando de salões oficiais e Bienais no Brasil e no exterior, tendo obtido diversos prêmios.


Frank Schaeffer - Biografia e Obras