Page 1

por Ricardo Bonalume Neto

GATOS DOMÉSTICOS SÃO MONITORADOS POR CÂMERAS NOS ESTADOS UNIDOS E REVELAM QUE SÃO BEM MAIS ATIVOS QUANDO FICAM SOZINHOS EM CASA DO QUE IMAGINAM SEUS DONOS

38 [REVISTA

DA FOLHA]

7 DE FEVEREIRO DE 2010


que faz o seu gato quando está sozinho em casa? É urna pergunta que certamente passa pela cabeça de muita gente, ainda mais pelofato de os bichanos terem ganhado popularidade corno animais domésticos justamente por exigirem menos a presença dos donos e se adaptarem melhor do que os cães a apartamentos. Urna marca de rações, a Friskies, da empresa Purina, resolveu pesquisar a vida dos gatos quando estão sem seus donos. Foi assim que a pesquisadora Jill Villarreal criou o que poderia ser classíücado como o primeiro "reality show" felino: 50 gatos passaram a carregar na coleira pequenas câmeras digitais que faziam fotos automaticamente a cada 15 minutos .. Os participantes da pesquisa

O

.

eram pets que vivem dentro de casa, sem sair à rua, de várias regiões dos Estados Unidos. Na amostragern, havia tanto casas como apartamentos, assim corno gatos que viviam sozinhos e aqueles que dividiam o espaço com outros gatos ou com outros animais. Ao descrever o estudo, a Friskies abusou de um trocadilho: os gatos-repórteres eram chamados de "repurrters" ("purr" é ronronar em inglês). Aos donos dos pets cabia a tarefa de baixar as fotos no computador. O material subsidiou o estudo, cujos resultados foram surpreendentes (leia mais à pág. 40) e não bateram muito com a expectativa dos donos (leia quadro abaixo). Para 71% deles, os bichos ficavam a maior parte do tempo dormindo. Tal percepção

Imagens captadas por câmeras penduradas na coleira de gatos e que faziam fotos a cada 15 minutos

.

na lmaglnaçao

o que os donos

achavam que os animais faziam sozinhos em casa

comer

olhar pela Janela

52%

47% 7 DEFEVEREIRODE2010 [REVISTA

DA FOLHA]

39


se baseia no fato de o gato doméstico, nome científico Felis catus, realmente dormir bastante, o que se explica por ser um predador notavelmente eficiente. Assim, sobra tempo para descansar e passar 16 horas por dia dormindo. As imagens coletadas pelo estudo, no entanto, revelaram que os gatos domésticos não são tão dorminhocos assim. Dormir aparece na sétima posição entre as atividades preferidas ao longo do dia. Mesmo sem os donos em casa, os gatinhos monitorados ficavam bem ativos, explorando o ambiente, interagindo entre si ou mesmo com cães. Como são bichos curiosos, explica-se o interesse em olhar o mundo pelajanela. O movimento das telas de computador e as estantes com livros de várias cores também despertavam interesse nos animais pesquisados. Um dos objetivos de xeretar a vida secreta dos felinos, segundo Jill, que tem doutorado em comportamento animal, era obter informações para melhorar o ambiente em que eles vivem. "Gatos experimentam o mundo pelos sentidos", diz ela. O estudo pode servir ainda para que os donos possam contribuir para enriquecer a vida dos seus animais estimulando a visão, o tato, a audição etc.

40 [REVISTADA

FOLHA]

7 DEFEVEREIRODE2010

"realíty show" O que os gatos mais fazem quando estão sozinhos em casa

dormem

6,1%

, ~."

. ficamno escritório

. ,,,.5,2%. .. ficam na cozinha ou na sala

9,9% comem ou olham comida

4% vão para o banheiro

3,1% ficam na pia ou na banheira

1,7%

Vidrados em TV Dormir e assistir televisão estão no mesmo patamar (6,1%) dentre as atividades preferidas dos bichos monitorados. Eles curtem TV, diz a pesquisadora, pois têm excelente visão. "Os contrastes de intensidade de cor, os movimentos rápidos, e os sons estimulam os sentidos dos gatos", afirma a bióloga. Gatos têm olfato 14vezes mais preciso que o do ser humano, por isso vivem em um universo de odores bem diferente. Uma sugestão da pesquisadora para os donos que passam muito tempo longe de casa: deixem uma camiseta no lugar em que o gato gosta de tomar sol. Ele infalivelmente vai deitar sobre ela, pois associa o seu cheiro com camaradagem. Jill sugere criar também um ambiente de "floresta". Subir em lugares altos, pular entre eles e se esconder atrás de um vaso para "emboscar" outro gato são atividades típicas. "De um lugar alto, o gato pode ativamente pesquisaro ambiente", diz ela. Pode ainda tirar uma soneca relaxante em um local seguro. E como se comportariam alguns gatos brasileiros? Este repórter (não "repurrter", e longe de ser um "gato"!) foi checar com alguns donos conhecidos. Sem câmeras para atestar a rotina solitária do seu tranquilo gato branco, a jornalista Lúcia


U

ãaUdiçSoM®

Y

Qualidade de Vida!

Aparelhos Auditivos

+ modelos

ul tradiscretos

+ todas as tecnologias + superdescontos para pilhas

Helena Camargo usa alguns sinais para concluir que Pablo dorme muito, quando ela e o marido, Cezar, não estão em casa. "Quando chego, ele vem na porta bocejando e com as pupilas ainda se adaptando à luz." O bichano é do time dos curiosos. "Ele olha bastante pelajaneIa também. Mas só quando estou em casa, porque aqui há venezianas, que ficam fechadas quando não estou", diz Lúcia. Pablo gosta de ficar na sacada, que é outra forma de olhar o mundo lá fora, como demonstrou a pesquisa da Purina. "Ele toma sol lá de manhã e, quando chove, fica bem perto de onde a água cai, sentindo as gotinhas de olho fechado." O pet do casal brasileiro corresponde bem aos resultados do estudo americano: "Quando estamos, Cezar ou eu, sentados à frente do computador, Pablo vem e deita no colo. Quando vamos ver TV,ele fica ao lado".

Mistério dos felinos A tradutora Anita Natividade tem cinco gatos com idades que variam de um ano a 16. Como trabalha em casa, tem tempo para observar os felinos em ação. "Se os meus gatos tivessem uma microcâmera, veria a mim mesma trabalhando no computador, do ponto de vista do monitor, onde cochila um gato, ou assistindo TV, onde dor-

me outro", diz Anita. "Naverdade, eles são verdadeiros mestres na arte de não fazer nada." Os gatinhos de Anita passam muito tempo olhando, simplesmente olhando. "Às vezes olham para uma parede, uma porta, o vazio, algo que só eles veern", relata. "Isso faz parte do mistério dos gatos." Mesma percepção do médico Rubens Baptista Junior e de sua mulher, Libânia, donos de três bichanos. "Aatividade felina real certamente é bem mais interessante do que pode supor essa vã ciência", filosofa o médico. Já O historiador Cesar Campiani Maximiano, que com a mulher, Ana Carolina, convive com um número de gatos perto do ilegal, brinca. "É óbvio que os gatos sabiam que estavam sendo estudados, e fingiram fazer coisas supostamente normais que os humanos pensam que os felinos fazem quando estão sozinhos em casa." Diante dos dados do "reality show" dos felinos americanos, Cesar solta a imaginação. "Na verdade, quando sabem que não são observados, os gatos ligam o computador, jogam cartas e leem meus livros", ironiza o historiador.

+ assistência

a todas as marcas

respeito a Você.

. mais

Pinheiros=Eldorado Av. Rebouças Av. Eusébio

(11)2197-7435

3970 - shopping Eldorado, Alameda Serviços Matoso. Marg.Pinheiros. estação Hebraica CPTM

Horário espec.:(seg-sáb:

1O-22hs. dom: 14-20hs

Ao lado do shopping

e feriado feche)

Lapa

3926-9271'

Centro

3259-1559

(11) Rua Catão 128 conj. 71 - 7° andar Lapa. estação CPTM e terminal Lapa

à

(11) Rua Conselheiro Crispiniano 102 ~ 8° andar Pr. Ramos. vizinho das Casas Bahia, ex-Mappin

Junto

à estação do Metrõ. CPTM e Shopping Tatuapé

Próximo

Tatuapé Rua Tuiu!!

3596-4200

(11) 1896 B - Sobreloja

Onde ver As fotos feitas pelos gatos estão no site: www.flickr.com/groups/friskiescatcam

Paraíso=

Paulista

3051-8366

(11) Rua Desembargador Eliseu Gui!henme 84 - 1° e 2° andares Junto à Pr. Oswaldo Cruz. em frente ao Hcor

(seg-sex:

9-18hs,

séb: 9-12:30hs

Horário normal: e dom/feriado: fecha)

www.Laysom.com.br

Big Brother Cat  
Big Brother Cat  

Gatos domésticos são monitorados por câmeras nos Estados Unidos e revelam que são bem mais ativos quando ficam sozinhos em casa do que imagi...

Advertisement