Issuu on Google+


Foi na Copa da Suíça, em 1954. A camisa branca com detalhes em azul e o calção azul era o uniforme da Seleção Brasileira de 1919 até a derrota para o Uruguai na Copa de 1950, em pleno Maracanã. Então, houve um concurso do jornal carioca Correio da Manhã para a escolha da nova vestimenta dos jogadores. A única exigência era ter as quatro cores da bandeira.

Aldyr Schlee, um desenhista gaúcho de Jaguarão pai da nossa diretora Sylvia Schlee, venceu outros 200 candidatos e teve seu modelo adotado pelo time brasileiro. O calção continuou azul, mas a camisa ganhou o amarelo como cor principal. Em 1954, na Suíça, a Seleção jogou a primeira Copa com a nova roupa.

Foi na Copa da Suécia de 1958, nas quartas de final. Brasil e País de Gales faziam um jogo equilibrado. Aos 21 minutos do segundo tempo, Pelé, com 17 anos e 239 dias, recebeu dentro da área adversária, passou pelo marcador e chutou no canto do goleiro Kelsey, tornando-se o jogador mais jovem a marcar um gol em uma Copa do

Naquele mesmo ano, o futuro Rei do Futebol atingiu outra marca: tornou-se o mais novo jogador a disputar uma final. Na decisão, o Brasil derrotou os donos da casa por 5 a 2, com dois gols de Vavá, dois de Pelé, e um de Zagallo, conquistando o seu primeiro título mundial.



Quitananres