Issuu on Google+

REVISTA DE RELACIONAMENTO DA DÖHLER S.A. • Nº10 • MARÇO 2013

estilo

Döhler em algodão e alfazema páginas 12 e 13

Vilfredo Schürmann e as semelhanças entre o mar e as empresas páginas 04 e 05

Conhecimento para desvendar os mitos da nutrição página 19

D


índice

estilo D

02

12

06

Inverno com atitude

15

DE ROUPA NOVA 19

02 Carta ao Leitor 03 Editorial 04 3x4 06 Isso é Tendência 08 @Mídias Sociais 09 Comportamento 10 Acontece Aqui 12 Em Destaque 14 Momento Döhler 15 Viaje Nessa 16 Fazendo a Diferença 17 Novinhas em Folha 18 Balcão 19 Viva Bem 20 Sua Casa 21 É de Família 22 O Curioso 23 Crônicas da Dedê

A Estilo D mudou a embalagem, mas o conteúdo continua do gosto do cliente! A primeira edição de 2013 traz uma entrevista com Vilfredo Schürmann, o capitão de uma família aventureira e empreendedora. O que motiva os Schürmann é a realização. E o que te motiva? As teorias e análises sobre motivação estão em Comportamento. Sinta um cheiro novo no ar com o lançamento da Döhler Essence, produto que aposta no marketing sensorial. Se for para aguçar os sentidos, que também seja pelo paladar, aprendendo a fazer escolhas certas com o Viva Bem. Acompanhe, ainda, um resumo do Momento Döhler 2012, em Porto Alegre, o 2º Workshop de Vendas da empresa, um giro pelos aplicativos antiesquecimento e pela educação ambiental. Descontraia com o pós-carnaval da Dedê e fique ligado nos exageros com os cuidados do seu pet. Quer saber mais? Então, avance para as próximas páginas. A gente garante que vale a pena! Boa leitura!

expediente ESTILOD REVISTA DE RELACIONAMENTO DA DÖHLER S/A PRODUÇÃO: D/Araújo Comunicação - (48) 3332 8000 E-MAIL: imprensa@dohler.com.br JORNALISTA RESPONSÁVEL: Fernanda Rebelo (MTB/SC 3751JP) REDAÇÃO: Amanda Busato, Bruna Becker, Carine Bergmann e Fernanda Rebelo TIRAGEM: 11,5 mil exemplares DÖHLER S/A Rua Arno Waldemar Döhler, 145 - Distrito Industrial - Joinville - Santa Catarina - (47) 3441 1666


editorial

03

O DETETIVE COMERCIAL Fazer a diferença em vendas não é fácil. Fugir do papel simplista de tirar pedido requer estudo, planejamento e habilidades de diversas áreas do conhecimento

Há 20 anos, o ato de vender poderia se resumir a apresentar um produto com um custo-benefício relativamente atrativo e conquistar, com mais sorte do que estratégia, os clientes. Mas, para alegria de quem busca desafios e capacitação contínua, os tempos mudaram e o vendedor de hoje não é mais um carregador de mostruários, mas sim um profissional com faro investigativo e movimentos planejados, que leva na pasta uma visão de mundo e não apenas um produto. Com uma pitada de sensibilidade e com a internet jogando a seu favor, ele sai à rua com smartphone em mãos e mídias sociais conectadas, mas não sem antes estudar cada passo de sua negociação. Nosso vendedor é multimídia e multifunção: mistura o “quem sabe faz ao vivo” com a discrição de um psicólogo e o feeling de um detetive. Hobbies, gostos e rotina dos clientes são decifrados, em suas minuciosas entrelinhas. Esse passo a passo, no entanto, não é frio, nem distante como à primeira vista pode parecer. Muito pelo contrário: é pessoal e próximo. Tal esmero em se preparar para o trabalho diário busca, primeiramente, uma relação de empatia com a pessoa do outro lado do balcão. E para empatia, é preciso conhecer essa pessoa, dia a dia, levando em conta, inclusive, as suas mudanças de humor. Proximidade, versatilidade e estratégia fazem parte do desafio diário do profissional de vendas. Se ainda resta alguma dúvida sobre o potencial dessa tática, experimente deixar o bloco de pedidos de lado e investir no olho no olho.

CARLOS ALEXANDRE DÖHLER Diretor Comercial


3x4

04 Fotos: Arquivo Família Schurmann

estilo D

VILFREDO SCHÜRMANN, CAPITÃO DA PRIMEIRA FAMÍLIA BRASILEIRA A DAR A VOLTA AO MUNDO EM UM VELEIRO, COMPARTILHA AS SUAS EXPERIÊNCIAS EM ALTO-MAR E DEFENDE INÚMERAS SEMELHANÇAS ENTRE NAVEGAR E EMPRESARIAR

GESTOR DOS MARES


05

Há quase 30 anos, o casal Vilfredo e Heloísa deixou para trás casa, trabalho, escola e todos os confortos da vida em terra firme. Com origem em Florianópolis, capital de Santa Catarina, o casal partiu rumo ao sonho de dar a volta ao mundo em um veleiro. Os filhos Wilhelm, David e Pierre, na época com 7, 10 e 15 anos de idade, respectivamente, também acompanharam a primeira grande aventura. Após essa viagem, que durou dez anos, muitas outras se seguiram, até a família Schürmann se tornar referência em navegação e, há alguns anos, em gestão. APÓS ANOS DE PROJETOS BEM-SUCEDIDOS EM ALTO-MAR, A FAMÍLIA RESOLVEU COMPARTILHAR AS SUAS EXPERIÊNCIAS COM O MUNDO CORPORATIVO. O QUE DESPERTOU A IDEIA DE CRIAR A SCHÜRMANN CORPORATE? Um barco, uma expedição, é uma empresa em alto-mar. Temos que ter metas realistas, perseverança, análise de riscos, tomada de decisão, trabalho em equipe, liderança, entre outros requisitos próprios de uma gestão. Para se ter tudo isso, também é preciso planejar, e planejamento é o que fazemos com todo cuidado antes de qualquer aventura. Para passar dez anos no mar, por exemplo, planejamos cada ano da viagem. Essa relação entre navegar e gerenciar despertou a ideia de compartilhar com o mundo corporativo as experiências da família. Assim, surgiu a Schürmann Corporate.

Em um veleiro, há rodízio de funções e os tripulantes estão abertos para receber críticas construtivas. Em uma empresa, o profissional se torna bem-sucedido quando transforma tais críticas em melhorias

O capitão e sua tripulação devem estar atentos às mudanças na rota, buscando um porto seguro. O líder também deve consultar seus colaboradores para analisar a rota mais adequada

QUAIS AS PRINCIPAIS ANALOGIAS QUE VOCÊ UTILIZA PARA DEFENDER AS SEMELHANÇAS ENTRE NAVEGAR E GERENCIAR? Um comandante e um executivo agem de formas parecidas para administrar os seus tripulantes ou equipes de trabalho. Para a tripulação, é preciso estar atento às mudanças de vento, assim como os líderes devem atentar às mudanças do mercado. Com objetivos determinados e comunicados de forma clara e precisa, todos – na embarcação e na empresa – sabem para onde seguir. Outro bom exemplo é: o tripulante tem que ser flexível no relacionamento e buscar sempre o melhor desempenho, assim como os profissionais atuais, que devem ser multifuncionais, de fácil relacionamento e ter aperfeiçoamento contínuo. O QUE VOCÊ ATRIBUI AO SUCESSO DOS SCHÜRMANN, TANTO NAS AVENTURAS EM VELEIRO QUANTO NAS DIVERSAS EMPRESAS QUE A FAMÍLIA ADMINISTRA? Acho que o sucesso está em acreditar naquilo que temos como sonho e como objetivo e realizá-lo com uma equipe comprometida, que tenha uma convivência harmoniosa, baseada na disciplina e no respeito.


isso é tendência

estilo D

06

INVERNO COM SABER E ATITUDE! Você já está pronto para arrasar neste inverno?

Os desfiles da temporada de inverno, no Brasil e no mundo, anunciam o que vai cair no gosto dos consumidores. Nem tudo o que se vê na passarela será realmente usado, mas é interessante identificar alguns elementos que estão entrando em cena para, quando o friozinho chegar, você estar pronto para arrasar em novos – ou repaginados – looks.

VOCÊ SABIA?

BORGONHA

Foto: Döhler

Foto: Nata Sha / Shutterstock.com

Foto: Döhler

Uma certeza de todo inverno e que vem ganhando cada vez mais nuances nos desfiles são os tons de vinho. Clássicos da moda na estação, a versão de vinho borgonha é a aposta mais quente. De todas as cores com gradações de vermelho intenso desfiladas, a burgundy (como é chamada no exterior) é a que mais está em evidência e promete ser um dos principais hits de 2013. Vai o bordô, que puxa para o castanho-avermelhado, e vem um novo tom, agregando ao vermelho forte uma pequena porção de púrpura.

Não é à toa que são dados diversos nomes às diversas nuances dos vinhos. Os nomes remetem a tradicionais locais de cultivo e produção da bebida. Borgonha e Bourdeaux, por exemplo, são duas das mais importantes regiões de cultivo de vinhos da França. Na Borgonha, usam-se as uvas Pinot Noir na produção do vinho tinto. Em Bourdeaux, uma mistura de uvas, como Cabernet Sauvignon e Merlot, criam os mais prestigiados vinhos do mundo.

Colcha e toalha trazem o tom da estação para dentro de casa


07

Foto: Döhler

Foto: Nata Sha / Shutterstock.com

Foto: Döhler

ONCISMO

Cupcakes, marshmallows e macarons saem da mesa direto para o armário do banheiro

Foto: Nata Sha / Shutterstock.com

Foto: Döhler

Foto: Nata Sha / Shutterstock.com

Os tons doces, de festinha de criança, trazem leveza ao clima fresco. Não guarde suas peças femininas e delicadas em azul e rosa bebê, verde menta, laranja e amarelo claros. As candy colors continuam uma forte tendência para este inverno.

Deixe o seu banho cheio de estilo com as novas toalhas Jacquard Premium

Foto: Nata Sha / Shutterstock.com

CANDY COLORS

A estampa de onça em roupas e acessórios já virou clássica e permanece há algumas estações nos guarda-roupas das mais ousadas. A mais sensual entre as animal prints ganha novas releituras neste inverno, permitindo eternizar o amor pelos bichanos.


@mídias sociais

estilo D

08

EU PINO, TU PINAS Criado em 2010, o Pinterest é a rede social para compartilhamento de fotos que já acumula mais de 20 milhões de usuários

Um painel virtual para imagens. A possibilidade de compartilhar, ou melhor, “repinar” o conteúdo do seu interesse. De curtir e integrar as fotos com o Facebook, Flickr e Twitter. Esses são alguns dos atrativos que o Pinterest, a rede social mais visual da internet, oferece aos usuários. O nome Pinterest vem da união de duas palavras inglesas: pin, alfinete em português, e interest, interesse. A tradução diz tudo: é possível adicionar ao seu mural tudo aquilo que lhe interessa, como em um quadro de cortiça de fotos ou em um mural de inspirações e de metas para o trabalho. O foco da mídia é a interatividade pelos painéis. Você consegue seguir painéis de pessoas ou assuntos que sejam relevantes para você, comentar os “pins” e curti-los. Tudo o que você curte pode ser acessado depois, em um histórico que fica no seu perfil. A ideia não é somente compartilhar as coisas, mas gerar conteúdo próprio. Como para o Pinterest uma imagem vale mais do que mil palavras, o objetivo da rede não é deixar recados e comentários para os outros usuários. Seu grande desafio é comunicar por imagens. A receita já vem conquistando muitos internautas. Em comparação com dezembro de 2011, o tráfego de usuários nessa mídia social pulou de nove milhões para 48 milhões em dezembro de 2012, segundo pesquisas do comScore. Não são somente as pessoas antenadas com as novidades da internet que veem com bons olhos o Pinterest. Empresas, principalmente as que trabalham com moda e com e-commerce, rendem-se aos painéis para se relacionar com seus consumidores. Assim, o Pinterest vai se transformando em um mural de inspirações e de desejos, além de uma vitrine de produtos e serviços.


comportamento

09

O QUE TE MOTIVA? No dicionário, consta: motivação é o conjunto de processos que dão ao comportamento uma intensidade, uma direção e uma forma de desenvolvimento. A partir desse conceito, diversos estudiosos desenvolveram as suas teorias. Para o psicólogo norte-americano Abraham Maslow, as necessidades dispostas em formato de pirâmide criam uma hierarquia de motivação. Autorrealização, autoestima, fatores sociais, segurança e necessidades fisiológicas são listados na conhecida pirâmide de Maslow e, começam a ser supridos pelo alicerce – as necessidades fisiológicas. Conterrâneo de Maslow e também psicólogo, Frederick Herzberg é autor da Teoria dos Dois Fatores. Após ouvir os funcionários de uma indústria nos Estados Unidos, Herzberg identificou itens de satisfação e de insatisfação no trabalho. Por fim, seus estudos chegaram a fatores higiênicos, relacionados ao ambiente e às políticas da organização; e motivacionais, referentes às tarefas, à autonomia, às metas e aos objetivos. Esta última classe de fatores, segundo o psicólogo, é a responsável pela satisfação e motivação dos profissionais. Há, ainda, diversas outras teorias, e todas pregam a realização como item fundamental do ser motivado. Realizar-se é resultado da busca por desafios, por relações harmoniosas, pelos porquês de nossas ações. E o resultado da realização são sentimentos e sensações prazerosos, que os estudiosos classificam, portanto, como motivação.

Há muitas teorias sobre a motivação. Em comum entre elas, há o entendimento de que os fatores motivacionais são internos e dependem, essencialmente, da autorrealização


acontece aqui

estilo D

10

TODOS NA MESMA LINHA O 2º Workshop de Vendas da Döhler traz a Joinville representantes de todo o país

O evento de relacionamento movimentou o Hotel Mercure Prinz, em Joinville, no sábado, nove de fevereiro. Equipe de vendas e representantes de todo o país reuniram-se para alinhar estratégias e reciclar conhecimentos. Ao todo, 126 participantes compareceram ao workshop: 100% do público esperado e 55% mais pessoas do que no último ano, em São Paulo. O diferencial da edição 2013 foi a inclusão dos representantes da Service Line, linha dedicada à hotelaria e hospitais.

DO ALTO-MAR ÀS TENDÊNCIAS DA MODA

COM A VOZ... José Carlos Ferreira, São Paulo, Capital “Desde o ano 2000 trabalho com a Döhler. Na época, conheci a fábrica e a estrutura da empresa e optei por deixar de trabalhar com a líder do segmento de Service Line para trabalhar com a joinvilense. Seria um risco, se eu não tivesse certeza do potencial de crescimento do meu investimento. De lá pra cá, a Döhler se tornou referência no setor e a marca se fortalece a cada dia que passa. A união entre os representantes também aumenta de forma proporcional ao crescimento da empresa. Estamos trabalhando juntos para, ainda em 2013, nos tornarmos líderes absolutos em Service Line no país.” Maria Zélia e Oswaldo Marochi, Curitiba, Paraná “Éramos lojistas e clientes da Döhler. Em 1999, fechamos as quatro lojas que possuíamos e, pouco depois, passamos a representar a Döhler nos segmentos de hotelaria e hospitais. Seguimos felizes com a escolha, com muita dedicação e confiança na empresa.”

O treinamento corporativo do capitão Vilfredo Schürmann e do filho David, famosos no Brasil e no mundo por circum-navegar o globo em um veleiro ao lado da família, motivou a equipe de representantes traçando um paralelo entre os desafios e oportunidades encontrados em suas navegações e o dia a dia de quem trabalha com vendas. O economista Celso Grisi palestrou sobre suas perspectivas para o cenário econômico mundial em 2013, e o coach Ramiro Novak apresentou métodos para garantir a sintonia com clientes e colegas. Elisabeth Döhler mostrou as novidades da coleção Essências da Vida, que passam a fazer parte do portfólio de produtos a partir de fevereiro.


11


em destaque

DÖHLER EM ALGODÃO E ALFAZEMA

estilo D

12


Foto: Döhler

13 A EMPRESA APOSTA NO MARKETING SENSORIAL E LANÇA A DÖHLER ESSENCE, LINHA DE AROMATIZANTES PARA A CASA COM FRAGRÂNCIA EXCLUSIVA QUE LEMBRA O UNIVERSO TÊXTIL

Döhler Essence em varetas, spray, água ou sachê

Nascida a partir de um plano de marketing sensorial, a linha de aromatizantes Döhler Essence passa a fazer parte do portfólio de produtos da indústria de cama, mesa e banho que mais cresce no país. Difusor de aromas em varetas, aromatizante em spray, água e sachê perfumados serão inicialmente vendidos na loja-laboratório Casa Döhler, localizada em Joinville, cidade que abriga o parque fabril. Os produtos fazem parte de um projeto-piloto que, garantida a aceitação do público, deve ganhar mercado nacional ainda em 2013. A novidade tem fragrância exclusiva que traz uma combinação das essências de algodão, remetendo ao universo têxtil, e de alfazema, óleo essencial com propriedades tranquilizantes que levam aconchego aos ambientes, lembrando o conceito da marca, “Quem ama cuida com Döhler”.

MARKETING SENSORIAL Conquistar o consumidor por meio de experiências que envolvam os cinco sentidos e promovam reações positivas são as propostas de ações de marketing sensorial. A Döhler decidiu investir no olfato. Segundo o diretor comercial, Carlos Alexandre Döhler, “a ação vai além de borrifar um aromatizador na loja. Para guardar um cheiro e relacioná-lo à marca, investimos em uma fragrância especial, que pode estar nos produtos, nas sacolas e no ambiente. Com isso, toda vez que o consumidor sentir um aroma parecido, ele vai associar à Döhler”, acredita.

Olfato estimulado para sentir a mistura aconchegante de algodão e alfazema

PÚBLICO CONSUMIDOR O projeto foi desenvolvido para os consumidores da Döhler, público que está aproveitando a vida doméstica confortável que conquistou nos últimos anos e que, cada vez mais, consome produtos diferenciados. “Criamos a linha para pessoas que querem investir cada vez mais em uma casa aconchegante. Estamos oferecendo um produto para perfumar o ambiente e incrementar um item básico do guarda-roupa de todas as famílias: entre as mulheres da classe C, por exemplo, 54% acreditam que a roupa de cama é um objeto fundamental para deixar a casa mais bonita”, conta a gerente de Desenvolvimento de Produtos, Elisabeth Döhler. O dado vem da pesquisa Mulheres C e o Consumo, realizada pelo IBOPE.


momento döhler

estilo D

14

NOSSO MOMENTO Em 2013, a Döhler retoma as ações de relacionamento do Momento Döhler seguindo a receita de sucesso do evento: olho no olho, artesanato e muita alegria

Depois de um ano marcado por viagens e contato direto com o consumidor, a equipe do Momento Döhler anuncia os primeiros destinos de 2013: Porto Alegre, nos dias 6, 7 e 8 de março, e Juiz de Fora, em 9, 10 e 11 e abril. O evento, que tem o intuito de reunir os amantes do artesanato em workshops gratuitos, visitou, no ano passado, 12 cidades. Durante os meses de janeiro a novembro de 2012, as oficinas que ensinam técnicas de bordado e de patchwork percorreram os quatro cantos do país, incluindo Salvador, Manaus, Aracaju, Belém, Londrina e Campinas. Além dos workshops comandados pelo artista plástico Marcelo Darghan, que tem em seu currículo mais de 20 anos de dedicação ao artesanato, a Döhler aproveita para mostrar às consumidoras a sua maneira de trabalhar e o seu portfólio de produtos. A empresa também reúne professoras locais para auxiliar os participantes, valorizando os talentos de cada região. Antes disso, uma noite é dedicada aos consultores de vendas da região, que são convidados a conhecer os processos de fabricação da empresa e a atualizar os seus conhecimentos em vendas. Apesar de ter como foco a valorização das artes manuais, o Momento Döhler vai além e proporciona um dia diferente para os seus participantes, no qual o lema é descontrair e divertir, deixando os problemas fora do salão. Durante as aulas, são sorteados produtos da marca. Os participantes são convidados a cantar, dançar e conhecer quem está sentado ao seu lado. Além disso, podem se sentir bem ajudando outras pessoas: em cada evento, são arrecadados alimentos para instituições sociais das cidades. No último ano, foram cerca de 20 toneladas de donativos entregues a 12 instituições.


viaje nessa

15

BEM-VINDO A POA Capital dos gaúchos, Porto Alegre possui 241 anos de história e tradição. Colonizada por casais do Arquipélago dos Açores, recebeu ao longo dos séculos imigrantes alemães, italianos, espanhóis, africanos, poloneses e libaneses

Dessa mistura de culturas e crenças nasceu a capital que abriga, atualmente, mais de 1,4 milhão de pessoas, em 500 km² de morros, baixadas e de um grande lago, o Guaíba, ponto de encontro para um bate-papo com chimarrão. A capital do Rio Grande do Sul é também a capital dos Pampas, como é conhecida a região de fauna e flora formada por extensas planícies que dominam a paisagem do Sul das Américas. QUALIDADE DE VIDA • 80 prêmios e títulos destacam a cidade como uma das melhores capitais brasileiras para morar, trabalhar, fazer negócios, estudar e se divertir; • por três vezes escolhida pela ONU como Metrópole nº 1 em qualidade de vida do Brasil; • tem um dos 40 melhores modelos de gestão pública democrática pelo seu Orçamento Participativo; • o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre as metrópoles nacionais. GASTRONOMIA Gaúcho combina com... churrasco! Na América do Sul, a primeira grande área de criação de gado foi a dos Pampas. A carne assada era fácil de ser preparada, bastando estaca de madeira, faca afiada, fogo e sal grosso. Outro sucesso de Porto Alegre é “à la minuta”, composta de bife, arroz, ovo, batata frita e salada. PARA VISITAR Há vários roteiros interessantes na cidade, mas o forte da capital gaúcha são os centros culturais. Não deixe de visitar a Fundação Iberê Camargo, a Casa de Cultura Mário Quintana e o Theatro São Pedro. Conheça outras opções em: www2.portoalegre.rs.gov.br

O gaúcho com sua roupa típica é representado na estátua do Laçador


fazendo a diferença

estilo D

16

(QUASE) TUDO É RECICLÁVEL Reciclar é um compromisso individual que faz toda a diferença no coletivo. À primeira vista, o seu lixo pode parecer só seu, no entanto, dá-lo o destino certo é uma atitude cidadã

Não é fácil mudar hábitos. Quando se fala em reciclar, por exemplo, é preciso ter paciência e tempo para descartar cada material, lavá-los e deixá-los secos antes de irem para as lixeiras. Reciclar é, portanto, uma tarefa diária em sua lista de atividades, assim como tomar café ou trabalhar. A partir do momento que o indivíduo tem essa consciência, ele se transforma em um cidadão pronto para contribuir para o meio ambiente em que vive. Reciclar também requer conhecimento. Vamos pegar o exemplo do plástico. Não é qualquer tipo que serve para o reaproveitamento. Cada um tem a sua composição e, com isso, sua serventia para criação de outros produtos. Isso também acontece com outros materiais, como os papéis e os vidros. Polietileno Tereftalato (PET): compõe as garrafas de refrigerante, água, óleo e os recipientes de antisséptico bucal e de xampu. Quando descartado corretamente, o plástico se transforma em fibras usadas para confecção de tecidos, carpetes e vassouras. Polietileno de Alta Densidade (PEAD): usado na produção de garrafas para leite, iogurtes, sucos e potes para sorvetes. Após a reciclagem, ele compõe tubulações de esgoto e cones. Polipropileno (PP): um dos plásticos mais comuns, usado na produção de copos, recipientes para alimentos e embalagens industriais. Reciclado, gera cabos e caixas para baterias de carro. Poliestireno (PS): bandejas de supermercado e frascos em geral são feitos com este tipo de plástico. Quando reciclado, pode ser útil para a produção de materiais para escritório.


17

LEMBRETE CONECTADO Os aplicativos, apps na língua dos multimídias, estão conquistando os esquecidos. Utilizados nos celulares e computadores de mão – os tablets –, os apps estão sempre disponíveis. Graças a alguns deles, é possível acessar a agenda do dia e estar sempre na hora e no lugar certos, sem se esquecer dos compromissos agendados.

2Do Neste aplicativo, você consegue visualizar, de uma vez só, tudo o que precisa fazer. Basta criar uma lista de atividades. As tarefas podem ter nome, alarme, links, datas, horários, fotos ou áudio incorporados. E, ainda, podem ser agrupadas por tags. A ideia é cada usuário ter o seu jeito de organizar o dia, sem um padrão fixo. Com interface atraente, o 2Do pode sincronizar diversos serviços, entre eles, o Dropbox, de armazenamento de arquivos, e o Toodledo, também um organizador de tarefas. O 2Do está disponível para iPhone e iPad e seu download custa sete dólares.

Remember The Milk O Remember The Milk também é um to-do-list. O legal deste app para iPod Touch e iPad é que ele tem versão grátis com quase 80% dos serviços da sua versão paga. E ainda funciona em aplicativos da internet, como Outlook, iCal, Gmail, Twitter e Calendário Google. Com ele, dá para organizar prioridades, datas de vencimento, estimativas de tempo, repetição, listas, tags, entre outros recursos. Saiba mais em www.rememberthemilk.com

novinhas em folha Da reunião de trabalho ao dia da apresentação das crianças. Os compromissos agora podem ser “anotados” nos aplicativos para smartphones e tablets dedicados a quem se esquece de tudo, menos da internet Pageonce Personal Finance Um app para organizar as suas finanças. Com ele, você tem acesso às contas bancárias para programar pagamentos. O Pageonce avisa quando as contas estão atrasadas, é grátis e disponível para Iphone e Ipad.


balcão

estilo D

18

PEÇA E OFEREÇA Para o desenvolvimento profissional, é preciso capacitação, planejamento e networking. Construir uma rede de contatos que satisfaça ambições e necessidades da carreira é uma tarefa que inclui sociabilização e troca de experiências. Um bom network não é medido pelo número de cartões de visita ou endereços de e-mails. É a qualidade desses contatos e seu potencial para compartilhamento de informações que interessam. Ninguém consegue reunir contatos trancafiado em um escritório. Como a sociabilização é o ponto de partida do networking, o primeiro passo é circular. Participe de eventos e cursos e esteja aberto para interagir com pessoas que vivenciam os mesmos desafios e a mesma rotina. Dessa aproximação, resultam oportunidades de trabalho e novos negócios, descontos em serviços, parcerias. Mas não seja o pedinte dentro da sua rede. O networking é uma troca. Recorrer à pessoa da sua lista somente quando necessário cria um relacionamento baseado em interesse, no qual o outro lado não vê benefícios. Essa é a teoria da dupla de consultores organizacionais John Hagel e John Seely Brown, que vai contra a maneira tradicional de se relacionar, mas é coerente ao defender o “dar para receber”. Ou seja, quando o seu conselho for bom e se transformar em ajuda efetiva para alguém, você acumula pontos com a pessoa, e pode trocá-los por ajuda em uma próxima oportunidade. Entendidas as regras do jogo, você está pronto para buscar bons contatos profissionais e para ativar seu networking como uma via de mão dupla, em que serve e é servido, sendo conhecido e conhecendo.

No meio profissional, estimula-se a construção de uma eficiente rede de contatos para o desenvolvimento da carreira. Mas não se engane: o tão falado networking não é classificado de jornal, nem banco de emprego


viva bem

19

LENDAS DA NUTRIÇÃO A nutricionista Ana Paula Prudêncio, Mestre em Ciência dos Alimentos e PósGraduada em Nutrição Clínica Funcional, desvenda alguns mitos da alimentação TOMAR UM CHÁ DEPOIS DA REFEIÇÃO FACILITA A DIGESTÃO E O EMAGRECIMENTO. Mito. Os chás são aliados na digestão e no emagrecimento, no entanto, é preciso estar atento ao tipo e horário de ingestão. Os digestivos como boldo, hortelã, camomila, erva cidreira e abacaxi, devem ser ingeridos antes das refeições para cumprir tal efeito. Já os que auxiliam o emagrecimento – chás verde, mate e branco – devem ser tomados longe das refeições para não prejudicar a absorção de alguns nutrientes. Em algumas patologias, os chás não são recomendados. Os hipertensos, por exemplo, não devem tomar chás verde e mate. QUANTO MELHOR SE ALIMENTAR PELA MANHÃ, MENOS FOME SENTIRÁ À NOITE. Verdade. A qualidade do café da manhã é bastante importante para quem deseja levar uma vida saudável. Procure fazer uma refeição equilibrada com fontes de proteína, como ovos, carboidratos integrais – pão, aveia e granola –, frutas e gordura boa, presente no azeite de oliva e no tahine, por exemplo. PARA EMAGRECER, BASTA COMER ALIMENTOS COM BAIXA CALORIA. Mito. Nosso organismo não precisa somente de energia para funcionar. Gosto de fazer analogia a um carro: somente o combustível não garante que ele vá rodar. É preciso verificar pneus, nível e validade do óleo, água do radiador, etc. Assim, além de energia, precisamos de vitaminas, minerais e água para que as reações químicas ocorram. Portanto, emagrecimento saudável – com queima de gordura e preservação da massa muscular –, é um misto de energia (caloria) e da proporção entre os macronutrientes (proteína, gorduras e carboidratos), micronutrientes (vitaminas, minerais) e fotoquímicos. Esse equilíbrio é feito de acordo com faixa etária, sexo, nível de exercício físico, altura e peso.


sua casa

estilo D

20

A coleção licenciada da Galinha Pintadinha tem itens baby e infantis

CANTINHO DO BEBÊ CORES Tons fortes, como o vermelho e as suas variações, podem agitar a criança. Prefira cores em versões claras. Para a sensação de tranquilidade, a aposta é verde, azul, rosa e tons que vão do palha ao amarelado. Deixe as cores berrantes para detalhes do enxoval de cama e banho e para os acessórios. Os adesivos e papéis de parede trazem combinações delicadas de cores neutras com poá, listras, flores e pequenos desenhos.

Todas as mamães planejam um local aconchegante para receber os bebês. Por isso, a composição de cores, texturas, luzes e acessórios do quarto merece atenção especial

PISO E MÓVEIS Os pisos laminados são práticos e fáceis de limpar. Para segurança dos bebês, deixe de lado os tapetes felpudos e opte pelos emborrachados, que possuem cores e formatos divertidos. O quarto da criança pode ter um projeto com móveis reversíveis: há berços que viram pequenas camas para serem aproveitados por mais tempo. Cômodas com trocadores facilitam o dia a dia, assim como pequenas prateleiras e mesinhas para os itens de urgência. FOFURAS Onde tem bebê, tem fofura. Comece pelo jogo de berço para quebrar os tons neutros das paredes. A Döhler acaba de lançar a coleção licenciada da Galinha Pintadinha, na qual a personagem e seus amigos estampam roupões, toalhas de banho, jogos de berço, cortinas e colchas.


é de família

21

O MELHOR AMIGO Alerta para os exageros na relação entre pessoas e seus animais de estimação! Bicho é bicho, dono é dono e ambas as partes dessa família tem necessidades próprias de sua espécie

De melhores amigos, os animais de estimação foram promovidos a filhos, e seus donos começam a atribuir aos bichos características e sentimentos humanos, um fato que os especialistas chamam de antropomorfismo ou humanização. À primeira vista, pode parecer inofensivo; o problema não é chamar o cão de filho ou dar presentes de aniversário ao gato, mas idealizar a relação a ponto de se sentir desestimulado a criar outros vínculos sociais. Para os animais, ser tratado como humano também não faz bem, principalmente quando seus donos se esquecem das necessidades básicas de seus “filhos”. “Algumas estatísticas mostram os benefícios, não somente emocionais, como também físicos que a relação entre homens e animais proporciona. Mas é bom lembrar que, apesar de todo esse amor, devemos achar um limite para não prejudicar o lado emocional humano e o lado instintivo do animal”, afirma a psicóloga Telma Silveira, que se dedica à psicologia sistêmica, na qual o paciente é analisado em diversos contextos – família, trabalho, escola e relacionamento. Telma explica que, assim como é reconhecido o papel do animal em situações de perda, no desenvolvimento de responsabilidade e de afeição, também é destacada a importância de manter alguns aspectos do ambiente natural dos pets. O cão ou o gato precisam de espaço para descansar, de contato com outros animais de sua espécie, alimentação com nutrientes específicos e companhia para brincar, ou seja, o dono não pode esperar que seu bichinho fique no sofá o dia todo. Por isso, antes de impor uma rotina ao seu animal, conheça as peculiaridades e as necessidades de cada raça para saber o que mais se adapta à sua rotina e à sua casa.


o curioso

estilo D

22

O UP NA MODA PRAIA Annette Kellerman: seus maiôs foram o primeiro passo para as roupas de banho modernas

Muito antes de Ana Maria entrar na cabine para vestir o seu biquíni de bolinha amarelinha, a peça já causava polêmica no mundo da moda

EM 1900... O traje para o banho de sol era uma túnica comprida, que podia ser de lã ou de sarja, cobrindo quase todo o corpo para evitar “ousadias” e resfriados. Mas, na mesma época, a nadadora australiana Annette Kellerman popularizou os trajes de uma peça, o famoso maiô. Usado até hoje, em padronagens pra lá de modernas, em 1900 ele já tinha malha elástica e decote redondo, mas durante as competições as atletas usavam um mini calção junto. EM 1930... Grandes mudanças! Inspirado na moda esportiva, o maiô ganhou recortes profundos e o mini calção virou shortinho. As mulheres de corpo atlético e pele bronzeada se esbaldaram na novidade.

NO FIM DOS ANOS 1940... O francês Louis Réard lança o biquíni, em 1946. O nome é uma referência ao Atol de Bikini, um pequeno recife no Oceano Pacífico, onde os norte-americanos realizavam testes atômicos. O primeiro biquíni era de algodão e causou tanto, que nenhuma modelo quis desfilá-lo. DE LÁ PARA CÁ A peça ganhou vários modelos, cores, estampas, texturas, agradando desde as atrizes e as pin-ups de 1950, bond girls, a partir de 1960, e inúmeras brasileiras que, desde 1970, lançam moda. Já vimos tanga, asa-delta e lacinhos. Não é à toa que a moda praia brasileira é conhecida e desejada internacionalmente.


crônicas da dedê

23

TCHAU BALANCÊ, BALANCÊ! É, meu pierrot e minha colombina, já dizia o cantor que todo carnaval tem seu fim! Agora é hora de guardar a fantasia no armário, recolher confetes e serpentinas e começar o ano com o pé direito! Brasileiro que é brasileiro espera a folia passar pra concentrar energia nas metas do ano! Também, né, fica complicado seguir a dieta prometida, começar o english class, ser mais paciente, e, ainda, correr atrás do trio, escolher a fantasia, decorar o hit do momento... Afe! É coisa demais pra minha cabecinha! Tá, mas passou, passou! Se o pierrot marcou bobeira, o arlequim já partiu com a colombina e, agora, só em 2014! Sossega do fuzuê, minha gente, e abram alas pra 2013! Cheio de alalaôôôô e de alegria, alegria! Hasteia a bandeira branca, queridão, e se prepare, H

porque dizem por aí que a vida vai melhorar! Ó, te espero também lá no meu blog, tá?! Fui!

www.blogdadede.com.br



Revista Estilo D - Fevereiro/Março 2013