Page 1


2 . OpiniĂŁo . Janeiro de 2011

Editorial

“Pra cachorro nĂŁo beber ĂĄgua em pĂŠâ€? Esta ĂŠ a primeira edição do INTERESSANTE no ano de 2011. Em dezembro, o veĂ­culo comemorou seu primeiro aniversĂĄrio, junto Ă busca de um trabalho imparcial e digno, de ouvir a sociedade civil por inteiro, sem exceção. Nesta edição de n° 13, o jornal trĂĄs assuntos que direcionam os leitores a diversas matĂŠrias que sĂŁo do interesse pĂşblico. A questĂŁo das enchentes nĂŁo ĂŠ algo particular. Todos os dias os dramas, de moradores da regiĂŁo serrana do Rio de Janeiro (jĂĄ somam 710 mortos e 210 desaparecidos) e de Minas Gerais (16 mortos e 82 casos de inundaçþes), sĂŁo expostos nos noticiĂĄrios. Seus sofrimentos sĂŁo colocados diante de vĂĄrias perguntas, menos, de uma: De quem ĂŠ a culpa? Por isto, nesta edição, tratamos de fortalecer o assunto respectivo Ă s enchentes e de suas conseqßências para a população. Em destaque, temos a matĂŠria sobre as enchentes que causam desalojamento de famĂ­lias ribeirinhas. Entramos em contato com os municĂ­pios, que geralmente sĂŁo atingidos pelas chuvas nesta ĂŠpoca do ano, como Urucuia, Paracatu, UnaĂ­ e Arinos, para sabermos como estĂĄ a situação nesses locais. Junto aos problemas causados pelas enchentes, existe a realidade dos moradores do bairro ItapuĂŁ, em UnaĂ­, que hĂĄ 3 anos, convive ao lado de uma cratera que se formada no inĂ­cio da rua JoĂŁo Pinheiro. Em entrevista o vice-prefeito de UnaĂ­, Branquinho, fala da dificuldade de remover os moradores que vivem em ĂĄreas de risco. TambĂŠm aprofundamos o tratamento sobre a matĂŠria referente ao estado deteriorado que se encontra o RibeirĂŁo do Gato. Mostramos como anda o trabalho da estação de tratamento de esgoto e ĂĄgua da Copasa, na PenitenciĂĄria Agostinho de Oliveira JĂşnior, que poderĂĄ ser a solução para a despoluição do ribeirĂŁo. O INTERESSANTE abre nesta edição um projeto que entrevistarĂĄ os dois Deputados Estaduais reeleitos na regiĂŁo do Noroeste. A entrevista deste mĂŞs ĂŠ com o Deputado Estadual Almir Paraca (PT), que nos falou sobre seus trabalhos e projetos. Na prĂłxima edição, serĂĄ a vez do Deputado Estadual Delvito Alves (PTB) apresentar seu plano de governo. A festa religiosa do Dia de Reis que acontece todo ano no Noroeste ĂŠ assunto de uma matĂŠria, que fala da resistĂŞncia cultural (por parte dos futuros praticantes), para manter a tradição. Entramos em contato com vĂĄrios atletas, de renome da regiĂŁo, que nos contaram suas vitĂłrias e projeto para 2011. Eles falaram tambĂŠm de seus esforços para se tornarem reconhecidos. E, para finalizarmos a edição, apresentamos um balanço policial com relação Ă s açþes da PolĂ­cia Militar, referentes ao ano de 2009 e 2010. Por se tratar de dados tĂŠcnicos, da instituição, nĂŁo tivemos acesso a todos os nĂşmeros das açþes praticadas pela PolĂ­cia Militar.

>> Artigo

por Alda Alves Barbosa Poeta e escritora

A Procura

Tentei adjetivar o dia e como nĂŁo

Charge consegui fui esconder-me na triste-

za. Tristeza para mim são saudades do tempo que passou no reviver da memória. Meu pensamento adquire uma qualidade de eternidade. Eternidade‌ Eternizar o pensamento nos ontens, magia de viver o mesmo conteúdo da mesma forma no mesmo tempo. Mas eternidade não Ê só o tempo, Ê algo enraizado, profundo, que não posso reter dentro de mim. Eternizar o pensamento Ê diferente de eternidade do pensamento. O pensamento não Ê eterno porque com a morte ele alça voo. Minha imaginação apreende o passado enquanto meu corpo continua recos-

tado numa postura de entrega, de cansaço. Fiquei assim esquecida por longo tempo‌ AtravÊs da percepção do passado eu me comuniquei com a alegria. O mistÊrio do reviver revelava-se. Tive uma sensação de ser eternizada no retorno. As nuances do passado iam se concretizando e passavam a existir. Naquele passado eu poderia estar nele, mas ele existia no presente de outras pessoas, era a vida se repetindo em outras vidas. Eu o capto e vivo cada instante, cada filamento de instantes no retrocesso da imaginação; tudo que foi aproxima-se se mim, e eu mergulho surdamente nas åguas que jå passaram pelo rio da minha vida. Mas o que

desejo não encontro, a minha vida que se perdeu de mim. Perdeu? ou eu nunca fui, nunca vivi ? Neste momento senti os dias vividos no tempo, ali, assexuados, e alguma coisa perdida encaminhando-se para um frågil desespero‌ Minha imaginação corria em busca de mim, eu não estava ali naquele tempo, mas onde estavam escondidos meus sonhos, as minhas alegrias os meus silêncios, os meus amparos? Tenho uma clara noção da imperfeição dos ontens tão distantes: eu não tinha história, eu não participei da vida naquele tempo, pois nada ali vem de mim para mim, não me vejo ali, mas ouço o soar das folhas mortas do chão.

Mais artigos: www.aldaalvesbarbosa.com

>> Artigo por Carlos Lima

Arquivista, Consultor em Organização de Arquivos e Coordenador do Arquivo Público de Paracatu

Que faixa de pedestre, que nada!

Com a economia em processo de crescimento e agora ostentando o tĂ­tulo de patrimĂ´nio histĂłrico nacional, Paracatu tem motivos fortes para orgulhar-se, embora tenha que lidar, como qualquer outra cidade do seu porte, com diversos obstĂĄculos, entre os quais o do trânsito. A intolerância dos condutores que, sem temer uma “garfadaâ€? nos seus bolsos e pontos descontados em suas habilitaçþes, estacionam veĂ­culos em locais imprĂłprios, estrĂŠia como uma das infraçþes mais freqĂźentes na cidade. Tornou-se comum, por exemplo, faixas de pedestres e rampas de acesso para cadeirantes estarem ocupadas por carros e outros meios de transporte. Em virtude da grande frota de veĂ­culos em circulação, localizar uma vaga para estacionar nas vias de maior fluxo de Paracatu, tornouse muito difĂ­cil e talvez por isto, alguns motoristas utilizam a prĂĄtica

de parar o veículo em plena pista e, como suposta justificativa para a ação, ligar o pisca alerta. Com a expectativa de democratizar o uso do espaço destinado aos veículos, jå se houve falar em Zona Azul pela associação comercial local, principal interessada em garantir a comodidade de sua clientela. A implantação dessa årea especial para estacionamento, por sua vez, implicaria pagamento de taxa, que a exemplo da cidade de Uberlândia, oscila entre R$ 0,50 e R$ 1,00 para períodos de meia hora e uma hora, respectivamente. O acentuado número de motocicletas no município tambÊm reflete uma questão a ser equacionada pelos órgãos que gerenciam o trânsito local, pois a falta de fiscalização intensiva deu lugar a uma sÊrie de irregularidades, como ultrapassagem pela direita ou entre dois veículos em movimento, não dar preferência

aos pedestres em suas faixas e estacionar em vagas destinadas a carros. Na regiĂŁo do NĂşcleo HistĂłrico nĂŁo ĂŠ difĂ­cil flagrar o desrespeito dos condutores ao patrimĂ´nio ali existente. Onde hĂĄ a sinalização de “proibido trĂĄfego de veĂ­culos pesadosâ€?, caminhĂľes transitam livremente. É sabido que a movimentação de transportes dessa natureza provoca danos no casario histĂłrico, como rachaduras nas paredes e deslocamento das telhas. A organização do trânsito na cidade nĂŁo ĂŠ tarefa simples de resolver e tambĂŠm nĂŁo pode ser alcançada sem o empenho da comunidade e o esforço conjunto dos seus responsĂĄveis. O desenvolvimento econĂ´mico deve sim ser almejado, mas de modo sustentĂĄvel. Texto: Carlos Lima – Arquivista, consultor em organização de arquivos e coordenador do Arquivo PĂşblico de Paracatu.

Cartas à Redação Inicialmente, cumprimento-o pela qualidade e imparcialidade deste veículo de comunicação do Noroeste Mineiro, oportunidade em que parabenizo pelos 365 dias de existência, o que demonstra a seriedade e o reconhecimento público dos seus milhares de leitores, anunciantes e colaboradores. Como mero poeta e ati-

vista cultural, sugiro ao amigo que crie o “Espaço Culturalâ€? neste jornal que jĂĄ nasceu para ser grande, assim, a arte literĂĄria o enriquecerĂĄ. Vanderlito Nunes de Souza, SecretĂĄrio Municipal de Governo de BonfinĂłpolis de Minas/MG

Quero parabenizar os responsåveis pelo jornal Interessante. Jornalismo sÊrio, imparcial e com assuntos de relevância para nossa população. Um periódico com textos inteligentes e que fazem o leitor pensar. JosÊ Antônio Alves Almeida, funcionårio público e autor do Blog Opinião e Ponto de Vista – Unaí/MG

Fale com a redação: Rua Celina Lisboa Frederico, nº 64 sala 304, Centro, Unaí, MG. CEP 38610-000 ou pelo e-mail: redacao@portalinteressante.com.br. Inclua nome completo e endereço.

Expediente Expediente G8 COMUNICAĂ‡ĂƒO LTDA CNPJ: 09.467.920/0001-73 Rua Celina Lisboa Frederico, 64 - Sl. 304 - TELEFAX: (38) 3676-3882 B. Centro - CEP 38610-000 - UnaĂ­ - Minas Gerais W W W. P O R TA L I N T E R E S S A N T E . C O M . B R

DIRETOR GERAL

Danny Diogo T. Santana (38) 3676-3882 / 9981-7256 comercial@portalinteressante.com.br

REDAĂ‡ĂƒO

Marcos Antonio Padilha

TIRAGEM

10.000

exemplares

Artigos publicidados sĂŁo de responsabilidade dos autores.


Janeiro de 2011

. O Noroeste . 3

O Noroeste

Ribeirão do Gato continua poluído

Copasa tratará a água e o esgoto da penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior; o Ribeirão do Gato ainda preocupa moradores

O

jornal INTERESSANTE publicou uma reportagem, entre os meses de março e junho, de 2010, noticiando o estado de poluição que se encontra o Ribeirão do Gato, em conseqüência do derramamento de dejetos humanos, vindos da estação de tratamento de esgoto (ETE) da penitenciária Agostinho de Oliveira Junior (a 36 km de Unaí). Na época a Copasa acabava de firmar um convênio, com a Secretaria de Estado de Defesa Social e Desenvolvimento Econômico, para garantir à construção e à manutenção do saneamento do esgoto e da água, nas unidades prisionais do Estado. Na penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior à implantação dos maquinários (usado para fazer o tratamento do esgoto e a da água), já está acontecendo, e segundo o diretor geral da penitenciária,

vê na televisão. Era muito peixe”, lembra. O estado vital do Ribeirão do Gato é critico. Todos os moradores entrevistados, afirmaram que o rio é inutilizável. Muitos, este ano, tiveram que fazer barragens para não perder a água da chuva. “Nós com um rio aí e, têm que armazenar água de chuva”, salienta o produtor rural Luis França Martins, 63, que há oito anos reside no local.

Cinco tanques decantarão a água poluída Valdair Antonio da Silva, com a conclusão da estação, imediatamente o rio começará a dar indícios de melhora. Moradores esperam por solução O Ribeirão do Gato é referência para diversas famílias que dele necessita ou está próximo. Exemplo

é a vida da dona de casa, Maria da Penha Amaral, 60, que há 21 anos mora próximo ao ribeirão. De acordo com a ela, hoje o ribeirão não tem nenhuma serventia. “Nem mesmo o gado bebe água dele. Antes nós pescávamos, nadávamos, nós mesmos, utilizávamos a água dele para tudo: tratar dos animais,

nas plantações. Agora acabou”, lamenta. Hoje, todos os moradores (estima-se que entorno de 50 famílias, vivem próximo ao ribeirão) para cuidar de suas criações e plantações, precisam furar poços artesianos. O extremo da situação, segundo um morador, que não quis se identificar, se

deu antes do Natal, quando ele diz, ter sentido um cheiro diferente, do odor produzido (normalmente) pelo ribeirão. “Era um cheiro de remédio, diferente do cheiro de esgoto”, destaca. De acordo com o morador, dias depois, ele se deparou com peixes mortos boiando no ribeirão. “Igual quando a gente

Nota Em nota a Copasa esclareceu que foram investidos R$ 320 mil para ampliar e melhorar a ETE na penitenciária e mais R$ 115 mil, para obras de captação de tratamento e distribuição de água. A previsão do término da obra é para abril deste ano. “Concluídas, essas obras irão contribuir para a revitalização do Ribeiro do Gato”, afirma a empresa.


4 . O Noroeste . Janeiro de 2011

Enchentes preocupam moradores que No Noroeste, Unaí, Paracatu, Arinos e Urucuia são municípios banhados por rios que em período de

O

s rios Urucuia, Preto e Paracatu, já foram os causadores de diversas enchentes nos períodos chuvosos. Este ano, de acordo com informações do 5° Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), até o fechamento da edição, nenhuma ocorrência foi registrada. Isto não quer dizer que o rio não pode a vir transbordar, por isto, toda precaução é necessária. Na última semana do ano de 2010, foi convocada uma reunião no gabinete do prefeito de Unaí, para tratar de temas relacionados à prevenção e à aplicação de práticas de resgate (caso seja necessário) em momentos de enchentes. Paracatu que também possui áreas de risco, até o momento só registrou um momento crítico, que foi no último dia 29 de dezembro, quando uma forte chuva afetou pontos da cidade, inclusive o centro comercial. Urucuia e Arinos, ambos cortados pelo rio Urucuia, estão sobre controle até o momento, mas, não descartam às prevenções. Enchentes Em Unaí às cheias do Rio Preto não são problemas somente para os moradores do Itapuã. Em períodos chuvosos, pessoas que vivem em bairros próximos ao rio, já sofreram –e podem ainda sofrer– com o excesso de água, que transborda, inundando casas e desabrigando pessoas. Segundo o secretário municipal de desenvolvimento social e cidadania, Diácono Gê, a maior enchente que aconteceu em Unaí, foi no dia 5 de março

Em 2005, em menos de 30 dias, aconteceu duas grandes enchentes em Unaí Alerta o Secretário Gê Em 2005 o Rio Preto transbordou; para alguns moradores atingidos, a culpa foi da Usina de Queimados de 2005. De acordo com o secretário, no final deste mês, a população foi surpreendida outra vez com as água do rio. “Em menos de trinta dias aconteceram duas grandes enchentes. Talvez sejam [principalmente à primeira] às maiores da história de Unaí”, destaca o secretário. Com 58 anos de idade, Maria Cordeiro de Moura, conta que duas vezes ela e seus familiares, tiveram que mudar por causa das inundações. Mas no ano de 2007, aconteceu algo que ela ainda não tinha visto: enchente em dias sem chuva. “Eu fico sem saber direito quando vamos ser

Enchente aqui é comum. Quando ela não chega a alagar toda a área, ela chega à porta de minha casa Luis de Oliveira, 71, aposentado invadidos pelas águas, porque, teve vez, que eu tive que mudar debaixo de sol”, lembra. Na opinião do aposentado, Luis de Oliveira, 71, que há 30 anos reside no local, à causa das enchen-

tes é a grande quantidade de chuva que cai na cabeceira do rio. “Enchente aqui é comum. Quando ela não chega a alagar toda à área, ela chega à porta de minha casa”, detalha. Para a moradora Helo-

ísa Oliveira, às enchentes são conseqüências da Usina Hidrelétrica de Queimados, instalada no rio. “Antes de construírem à hidrelétrica, a água do rio subia, mas não chegava a entrar nas nossas casas. De-

pois que a hidrelétrica foi montada, a água passou a inundar quase toda à rua”, relata. “Outras prioridades” Conforme relatou o vice-prefeito, Antonio Gomes Branquinho (PR), em reunião, no seu gabinete, na última semana do ano, a enchente ocorrida em 2005, grande parte do acontecimento, se deu, em conseqüência da “falta de experiência de todos, até mesmo, da Cemig”, que segundo ele, subestimou as águas do Rio Preto ( a Cemig é responsável pela Usina de Queimados). Mas


Janeiro de 2011

vivem em área de risco

chuvas transbordam inundando bairros e desalojando pessoas FOTO: WWW.PARACATU.NET

No final do ano passado, o centro de Paracatu alagou devido às fortes chuvas do período

Rio Urucuia costuma transbordar com o excesso de chuva; Arinos e Urucuia são afetados por ele

O município [com toda clareza] tem outras prioridades, outras demandas, que nós não conseguimos atender José Gomes Branquinho, vice-prefeito de Unaí ele destacou que em outras ocasiões, a barragem (Usina) controla o nível de água do rio e impede que este transborde. Perguntado pelos moradores que vivem em locais de risco, se há algum

projeto de remoção desses moradores, ele disse existir dois fatores que impedem com que às medidas necessárias sejam tomadas. De acordo com Branquinho, os moradores têm uma “resistência natural”, de não se

mudarem do local, que há anos eles habitam. E segundo, explica o vice, “alguns só sairão dali, se o negócio for muito bom para eles. E se for muito bom para eles, é muito ruim para o município, que terá que comprar

uma nova área, edificar e levar essas famílias para lá. E o município [com toda clareza] tem outras prioridades, outras demandas, que nós não conseguimos atender”, detalha. Branquinho também explicou à dificuldade de construir meios para remover a população. Segundo ele, o que dificulta à remoção desses moradores, para uma área mais segura, é o fato de, um grande número de pessoas viverem em locais que podem ser inundados. “Não se trata de duas, dez, casa, eu estou falando, de 200, 300, 500, casas” justifica o vice, se tratando de construções de novas habitações, para atender a demanda. Previsões Já foram registrados 84 casos de cidades alagadas, em todo o Estado de Minas Gerais. Os desalojados somam 20 mil pessoas. E 16 já morreram com as inundações. No Rio de Janeiro a situação ainda é mais drástica, o número de mortos contabiliza-se em 710 pessoas e 207 estão desaparecidas. Nas cidades do Noroeste como Unaí, Paracatu, Arinos e Urucuia, para os próximos dias a previsão é de chuva. A temperatura máxima nessas cidades pode chegar a 34°C e a mínima 19°C. Para o próximo dia (27), são esperados 5 mm de chuva em Paracatu e, 6 mm em Unaí. Em Urucuia a quantidade de chuva para o dia (23), é de 6 mm e em Arinos, estima-se, para o dia (26), 5 mm. Nos outros dias as previsões não demonstram anormalidade e a temperatura deve continuar estável.

. O Noroeste . 5

Cratera em bairro de Unaí preocupa moradores

Corpo de Bombeiros vistoriou o local e encaminhou a ocorrência à prefeitura

U

ma cratera se abriu na rua João Pinheiro, em Unaí, devido à rua começar às margens do Rio Preto. A dimensão do buraco se agravou em conseqüência das cheias deste rio. De acordo como os moradores, o buraco existe há três anos e, até o dia em que à reportagem esteve coletando dados, nenhuma providência tinha sido tomada para solucionar o problema. A dona de casa, Heloisa Viana Oliveira, teve que fazer, com seu próprio dinheiro, uma parede de concreto (muro de contenção), para se proteger de um possível desmoronamento. Sua casa é a que fica mais próximo ao buraco. Segundo a moradora, nenhum órgão e autoridade responsável foram até o local para analisar a situação. “Já caiu aí dentro, um motoqueiro e um carro”, afirma. A Secretaria de Desenvolvimento Social e

já caiu aí dentro um motequeiro e um carro Heloisa Viana Oliveira, dona de casa Cidadania, disse, que já estão sendo tomadas todas às providências cabíveis. O Corpo de Bombeiros 5° Bataltambém esteve no local e fez o boletim de ocorrência, que será encaminhado para prefeitura.


6 . O Noroeste . Janeiro de 2011

IBGE divulga resultado do Censo de 2010

Unaí destaca-se entre às cidades do Noroeste, com mil homens a mais que mulheres; em comparação com o ano de 2000 o Brasil cresceu em termos populacionais

O

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou no mês de novembro, o resultado do Censo 2010. O recenseamento totalizou 190.732.694 pessoas em todos os Estados nacionais. Trabalharam na pesquisa 191 mil recenseadores, em um prazo de quatro meses. Foram visitados 67,6 milhões de residências e 901 mil domicílios se encontraram fechados. Também tiveram os domicílios vagos (os que não tinham moradores) com 6,1 milhões contabilizados. Em nota o IBGE, afirmou o crescimento da população com em relação ao ano de 2000. Segundo o portal, “ocorreu um aumento de 20.933.524 pessoas. Esse número demonstra que o crescimento da população brasileira

no período [entre 2000 e 2010] foi de 12,3%, inferior ao observado na década anterior (15,6% entre 1991 e 2000)”, explica. O Censo consta que a população está mais urbanizada, do que há 10 anos. Em 2000, 81% dos brasileiros viviam na zona urbana, agora este número subiu para 84%. Unaí e região Minas Gerais teve sua população contada com 19.595.309 milhões de habitantes. Entre eles, 9,6 milhões são homens e 9,9 milhões são mulheres. Sua população urbana é de 16,7 milhões enquanto a rural é de 2,8 milhões. Entre as cidades do Noroeste mineiro, Unaí totalizou 77,5 mil habitantes, Paracatu 84,6 mil, Natalândia 3,2 mil, Bonfinópolis de Minas 5,8 mil,

João Pinheiro 45,2 mil, Cabeceira Grande 6,4 mil, Arinos 17,6 mil, Riachinho 8 mil, Uruana de Minas 3,2 mil e Buritis com 22,7 mil pessoas. A população de Unaí cresceu em números de homens. Hoje são 39,3 mil homens e 38,2 mulheres. O município de Riachinho tem a população urbana quase igual à rural, com uma diferença de apenas 863 pessoas. Os outros municípios não apresentaram variações expressivas. Particularidades nacionais Entre as regiões que tiveram um aumento no nível populacional, destaca-se, a região Sudeste, (com uma população de 80.353.724 pessoas). Mas mesmo assim, a região caiu em participação, de 42,8% para 42,1%, entre

2000 e 2010. São Paulo ainda lidera com 41.252.160 pessoas. Roraima fica na outra extremidade, sendo o Estado que possui a menor população, conta com 451.227 habitantes. Brasília perdeu lugar e caiu dentro do ranking dos maiores municípios. Belo Horizonte subiu da 4º para a 6º colocação, já Brasília saiu do 6º lugar e foi para 4º posição. O resultado mostrou que existem mais mulheres do que homens no Brasil. Em 2000, para cada 100 mulheres, havia 96,9 homens. Hoje, a população brasileira é composta por 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens. Entre os Estados que mais possuem brasileiros centenários, estão Bahia (3.525 pessoas), São Paulo (3.146) e Minas Gerais (2.567).

Novo anexo da Câmara de Unaí é inaugurado

O anexo custou R$ 2,2 milhões e tem seis andares

D

evido à necessidade de aumentar o espaço físico da Câmara Legislativa de Unaí, foi construído um anexo para servir de sustentação aos trabalhos desta casa. O anexo foi inaugurado no dia 21 de dezembro, mas suas obras começaram em 2007, ano em que foi aprovado o projeto arquitetônico do edifício. O prédio do anexo são seis andares e mais uma garagem no subsolo. Nele funcionarão os gabinetes dos vereadores, os setores administrativo e pessoal, à assessoria de comunicação e o almoxarifado. A obra foi concluída no va-

lor de R$ 2,2 milhões. De acordo com ex-presidente da Câmara de Vereadores, Euler Braga (PSDB), a obra era para ter sido finalizada, no final de maio. Isto não aconteceu pelo fato de que a construtora responsável, não repassava o dinheiro, pago, aos trabalhadores. Indignados muitos abandonaram os serviços, impedindo maior agilidade na construção. Voltaram somente no inicio de dezembro, quando realmente a construção foi finalizada. O prédio recebeu o nome do ex-prefeito, Sebastião Alves Pinheiro, mais conhecido como ‘Tão’.


Janeiro de 2011

. O Noroeste . 7

Entrevistas Especiais

Deputado Estadual

Almir Paraca

“Continuaremos empunhando nossa bandeira histórica do Desenvolvimento Regional Sustentável”, afirma Paraca O jornal INTERESSANTE entrevistou dois Deputados Estaduais para saber, quais serão seus trabalhos na próxima gestão. Os dois deputados escolhidos foram Almir Paraca (PT) e Delvito Alves (PTB). Nesta edição publicamos a entrevista do Deputado Estadual Almir Paraca, reeleito com 40.521 votos. De acordo com a Jornal Interessante – Quais serão os projetos prioritários em seu mandato? Almir Paraca – Continuaremos empunhando a nossa bandeira histórica do Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), lutaremos pelo fortaleci-

lutaremos pelo fortalecimento e a ampliação da presença dos Institutos Federais de Educação na região mento e a ampliação da presença dos Institutos

Federais de Educação na região, com a implantação do campus em Unaí, e com a possibilidade de extensões em Butiris e João Pinheiro. A instalação de pólos da Universidade Aberta do Brasil (UAB). A continuidade do Programa Luz Para Todos e a pavimentação dos ramais de ligação entre os municípios da região. J.I.- Fale sobre os projetos voltados para a agricultura e pecuária. A.P. – A solução pela qual temos lutado é a ligação intermodal ferrovia/ hidrovia/rodovia, com a revitalização da hidrovia do São Francisco e do Porto de Pirapora e a construção dos ramais rodoviários. Buscaremos o apoio para o alcance da produção pelos assentamentos da reforma agrária. Continuaremos o trabalho de facilitação do acesso às políticas governamentais para a agricultura familiar, como os créditos do Pro-

Buscaremos o apoio para o alcance da produção pelos assentamentos da reforma agrária naf, o PAA, a compra direta para a merenda escolar e a política dos territórios. Também daremos continuidade aos trabalhos de suporte à implementação da agroindústria com base no associativismo e no cooperativismo. J.I. – Existe algum projeto que visa angariar empreendimento industrial para a região? A.P. – Queremos, retornar o diálogo com o go-

assessoria do deputado, foram votos de todas às partes do Estado, mas com expressividade, na região do Noroeste. A próxima edição teremos às idéias e projetos do deputado Delvito Alves. A escolha da ordem para à publicação das entrevista, deuse, através de sorteio e, todos terão o mesmo espaço para divulgarem seus ideais. verno, novamente petista, do Distrito Federal, como fizemos com o ex-governador Cristóvão Buarque, colocando em pauta, a importância do desenvolvimento regional do entorno de Brasília. J.I. – Paracatu foi tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional) o que vem agregado? A.P. – Queremos trabalhar junto aos governos federal e estadual para que este diferencial trans-

Podemos, ainda, trabalhar de forma sustentável a região, em sua dimensão ambiental

forme-se, numa cadeia de geração de trabalho, renda e desenvolvimento. Podemos, ainda, trabalhar de forma sustentável a região, em sua dimensão ambiental, comprometendo-nos com a sua preservação, orientando este movimento econômico para a expansão do ecoturismo, ou turismo ambiental. J.I. – O senhor tem algum projeto voltado para a produção de biodiesel na região? A.P. – A fábrica de biodiesel de Montes Claros tem encontrado dificuldades em manter e expandir sua produção, por falta de matéria-prima. Temos uma articulação com a Petrobras, que devemos retomar, no sentido de difundir as políticas públicas de apoio à cultura das oleaginosas, como a garantia de compra da produção por preços justos, a assinatura de contratos de longo prazo, a prestação de assistência técnica e distribuição de sementes.

J.I. – Fica aberto o espaço para o senhor fazer suas considerações. A.P. – Quero aqui agradecer pela possibilidade de me utilizar deste espaço para me comunicar com a nossa população e me colocar à disposição do Jornal Interessante para mais contatos.

Aproveito para agradecer, especialmente, aos que me confiaram o seu voto Aproveito para agradecer, especialmente, aos que me confiaram o seu voto e trabalharam para a minha reeleição.


Unaí, 67 anos de em

O município representa para muitos à esperança de que às coisas podem mu

Otimismo e trabalho Também em discurso durante a solenidade, o vice-prefeito José Gomes Branquinho afirmou ser Unaí “uma

Foto: www.portalunai.com.br

Foto: www.conexaonoroeste.com.br

cidade muito bem traçada, moderna, com belas construções e que cresce a passos largos”. E no centro de tudo isso, ele salientou as qualidades do povo trabalhador e otimista. “Felizmente, as pessoas otimistas é que fazem a coisa acontecer, e o povo de Unaí é um povo assim. Unaí é feita por pessoas nascidas aqui e vindas de várias partes do Brasil e do exterior. Essas pessoas trabalhadoras é que fazem o desenvolvimento do município que é o maior produtor de grãos de Minas Gerais”. Para ressaltar o desenvolvimento municipal, o vice-prefeito A dupla sertaneja Mato Grosso e Mathias foi a grande atração da noite do dia 15 disse que obras estruturantes serão implantadas em Unai e estão programadas para inauguração ainda este ano. A proximidade com a capital federal também foi assinalada por ele como mais uma vantagem que ajuda nesse desenvolvimento. “Estarmos a uma hora e meia de Brasília é um grande privilégio”, ele Prefeito de Unaí, Antério Mânica ladeado da O vice prefeito, José Gomes Branquinho destacou que disse. dupla Mato Grosso e Mathias minutos antes “pessoas trabalhadoras é que fazem o desenvolvimento Durante a solenida- do grande show do dia 15 do município” de, discursaram também o secretário municipal Alino Coelho (Juventude, Esportes e Lazer), que considerou “um orgulho contribuir para levar diversão e lazer, muita festa e alegria à população no Antério Mânica, prefeito de Unaí José Gomes Bran aniversário de Unaí”, e o representante da Câmara Municipal no evento, vereador Thiago Martins, para quem os últimos 67 anos foram feitos de trabalho e muita luta: “É com o suor do dia-a-dia trabalhado que vamos construindo uma cidade melhor para se viver”, afirmou o vereador. Foto: www.portalunai.com.br

Desde que assumiu o Governo Municipal em janeiro de 2005, o prefeito Antério Mânica comemora a data que, em sua opinião, simboliza o mais importante fato político de Unaí: a emancipação do município. Pelo sétimo ano consecutivo, a atual Administração Municipal celebra o 15 de Janeiro. Antério afirmou que a data deveria ser sempre lembrada e, celebrada, para homenagear essa grande “batalha” de visionários comandados por José Luiz Adjuto (primeiro prefeito de Unaí), que lutaram de 10 a 15 anos para conseguir a emancipação política em relação à terra-mãe Paracatu. A solenidade oficial das comemorações do 67º aniversário da emancipação ocorreu na noite de sábado (15) após um dia inteiro de ações de saúde, educação, competições esportivas e expressões artístico-culturais. Durante a solenidade, o prefeito Antério Mânica “convocou” a população unaiense para, juntos, construir uma Unaí melhor para todos. Em discurso, o prefeito lembrou sua chegada a Unaí – vindo do sul do país – há 33 anos. “Naquela época, fomos recebidos de braços abertos. Por isso, nossa dedicação ao povo de Unaí. Quem recebe flores, tem de dar flores. Quem recebe carinho, tem de devolver carinho, e é isso que eu tento fazer”, ele declarou.

Quem recebe carinho, tem de devolver carinho, e é isso que eu tento fazer

Fonte: www.prefeituraunai.mg.gov.br

Duplas regionais apresentara nas festividades

Felizmente, as tas é que fazem a e o povo de Unaí

Museu Municipal recebeu exposição de fotografias da cidade de Unaí


mancipação política Foto: www.conexaonoroeste.com.br

udar e, que é necessário, continuarmos, como a cidade que um dia foi arraial

Grande público prestigiou a festa

Foi montada a Rua do Lazer com diversas atividades como futebol de sabão, ping-pong, cama elástica, pulapula, pintura e pipoca para a criançada

s pessoas otimisa coisa acontecer, í é um povo assim

Na prova de atletismo, entre os atletas que se destacaram, Mandim, atleta de Unaí, ficou em 1º lugar na categoria local e em 2º na categoria geral

Um orgulho contribuir para levar diversão e lazer, muita festa e alegria à população

nquinho, vice-prefeito

Foram oferecidos vários serviços a população; entre eles corte de cabelo e manicure

Alino Coelho, secretário municipal

Com o fortalecimento do ouro no Brasil e a queda da cana de açúcar, Minas Gerais começou a ser desbravada por pessoas que cortavam suas terras em busca de novas descobertas e riquezas. Os bandeirantes é um exemplo claro desses desbravadores que abriram florestas em busca de índios, metais preciosos e lendas de paraísos perdidos. Paracatu no séc. XVIII – segundo consta no livro produzido por Deusdete José Ferreira (no ano de 2005), teve suas terras adentrada pela comitiva do bandeirante Domingos Jorge Velho, que com certeza trouxe sua cultura colonizadora. Disto surgiu uma vila que recebeu o nome de Vila Capim Branco. Para lá, vão se mudar às famílias “tronco”, porque, segundo consta no livro, eram famílias que vinham para a vila e região e, fincavam raízes, ou seja, fazia daqui, seus definitivos lares. Mas nesta época, Unaí ainda não existia. Paracatu mesmo, nasceu como vila somente em 1798, concentrando-se, depois da emancipação, em um imenso território. Deste, parte foi cedido à Unaí para em 1943, José Luis Adjuto (primeiro prefeito de Unaí) deu início ao processo de “pró-emancipação”. Então, através do Decreto de lei n° 1.058, de 31 de dezembro de 1943, Unaí se torna emancipada. Sua oficialização é no dia 15 de janeiro de 1944. Geografia e curiosidades No início Unaí era constituído da seguinte maneira: Unaí era a sede, Buritis (Frois, conhecida como ex-lages), Garapuava e Serra Bonita (ex-Joanópolis) eram os outros distritos que pertencia à sede de Unaí. O nome Unaí vem de “Rio Preto”. Segundo consta no livro, além da derivação ligada ao rio, a palavra (Unaí) deriva também de “Capim Branco”. O livro, esclarece, que ,“para evitar transtornos, fez a inversão da palavra indígena, Iuna, que significa águas escuras, para Unaí, e deu o novo nome ao então distrito de Capim Branco”.


10 . O Noroeste . Janeiro de 2011

Projeto de lei referente ao IPTU de Unaí não é aprovado na Câmara O projeto de lei isentava 60% da população de baixa renda de pagar o IPTU; um dos vereadores que fizeram oposição ao projeto, afirmou se tratar de um projeto ilegal

N

a última reunião da Câmara Legislativa de Unaí, (27/12), foi rejeitado por sete votos a três, o projeto de lei complementar, de autoria do Executivo, que altera a lei nº22 (criada em 27 de dezembro de 1994), lei esta, que institui o Sistema Tributário do Município de Unaí. O projeto isenta 60% da po-

pulação,( principalmente a de baixa renda), do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Também reforma a taxa de limpeza urbana e reduz as alíquotas para lotes vagos que eram de 4%. Os vereadores que fizeram oposição ao projeto, disseram, que é necessário estudá-lo com calma, antes de votarmos. O

secretário municipal da fazenda, Waldir Wilson Novaes, diz que o projeto foi rejeitado por questões políticas. De acordo com ele, quem perdeu com a rejeição foi à população. “Eu fiquei surpreso da Câmara não aprovar o projeto. Se tivesse aprovado [já em 2011] ele entraria em vigor”, explica. Como não foi votado,

somente depois do recesso parlamentar – que encerra no próximo dia 7 – é quando a casa poderá avaliar e, daí, colocar o projeto em votação. Visões contrárias O vereador Paulo Arara (PSB) votou contra a inclusão do projeto de lei complementar. De acordo com o vereador, a

rejeição se deu pelo fato de se tratar de um projeto feito “da noite para o dia”. “No meu ponto de vista é um projeto ilegal. Primeiro o IBAM (Instituto Brasileiro de Administração Municipal), afirmou que não é um projeto legal. E outra coisa, você pegar um imposto e extingui-lo, como fica a cidade, ela

precisa de saúde, educação”, destaca. Na opinião do vereador, o Executivo deveria rever às taxas do IPTU existente e, tentar equalizá-lo, à realidade sócio-econômica de cada pessoa. “Não é justo uma pessoa pagar e a outra não. Todos devem pagar conforme suas possibilidades”, orienta o vereador.

Professores e enfermeiros de Unaí aguardam resposta do Executivo Em entrevista, o prefeito Antéro Mânica, afirmou que todas às reivindicações serão atendidas ainda este ano; já a redução da carga horária dos enfermeiros depende de decisão judicial

O

presidente do Sindicato dos Servidores Público Ativos e Inativos de Unaí, Adair Mendes, 46, em entrevista ao jornal INTERESSANTE, afirmou “à greve continua”. A continuidade é um ato simbólico, devido, reivin-

dicações não atendidas. Exemplo é a categoria dos enfermeiros e professores. Os enfermeiros exigem redução na carga horária (de 40h para 30h e o pagamento do 13º salário, da gestão passada) e os professores buscam o enquadramento dos

profissionais ao plano de carreira. O presidente ressaltou que dias foram cortados (por eles estarem em greve) e ainda não foram pagos. De acordo com Mendes, eles irão recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para os dias serem pagos com

o acréscimo de 1%. A contribuição sindical de 1% também foi suspensa, mas, voltou em dezembro. Executivo Em entrevista o prefeito Antéro Mânica (PSDB), explicou que os setores

do funcionalismo público, que não tiveram suas demandas atendidas, não serão prejudicados. De acordo com o prefeito, tanto o enquadramento dos profissionais da educação, quanto o pagamento do 13º salário dos enfermeiros, acontecerão

este ano. Já com relação à redução da carga horária, esta só poderá ser feita, através de uma decisão do Poder Judiciário. “Os enfermeiro é mais complicado porque eles fizeram o concurso, com o edital, para 40h e não para 30h”, diz o prefeito.

E D I T A I S EDITAL CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL PESSOA JURÍDICA EXERCÍCIO DE 2011 O Sindicato Rural e/ou de Produtores Rurais de Buritis Minas Gerais e os demais Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais abaixo nomeados, com o objetivo de notificarem, em iguais termos, os contribuintes produtores rurais, pessoas jurídicas, com domicílio fiscal neste Estado, ratificam e transcrevem o inteiro teor do Edital de Notificação e Convocação de pagamento da Contribuição Sindical Rural – contribuinte pessoa jurídica, exercício 2011, com vencimento em 31 de janeiro de 2011, publicado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil em jornais de grande circulação nacional. “E D I T A L CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL PESSOA JURÍDICA EXERCÍCIO DE 2011. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, em conjunto com as Federações Estaduais e os Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais com base no Decreto-lei nº 1.166, de 15 de abril de 1.971, que dispõe sobre a Contribuição Sindical Rural, em atendimento ao princípio da publicidade e ao espírito do que contém o art. 605 da CLT, vêm NOTIFICAR e CONVOCAR os produtores rurais, pessoas jurídicas, que possuem imóvel rural ou empreendem, a qualquer título, atividade econômica rural, enquadrados como “Empresários” ou “Empregadores Rurais”, nos termos do artigo 1º, inciso II, alíneas a, b e c do citado Decreto-lei, para realizarem o pagamento das Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Rural do exercício de 2011, devida por força do que estabelecem o Decreto-lei 1.166/71 e os artigos 578 e seguintes da CLT, aplicáveis à espécie. O seu recolhimento deverá ser efetuado impreterivelmente até o dia 31 de janeiro de 2011, em qualquer estabelecimento integrante do sistema nacional de compensação bancária. A falta de recolhimento da Contribuição Sindical Rural até a data de vencimento acima indicada, constituirá o produtor rural em mora e o sujeitará ao pagamento de juros, multa e atualização monetária previstos no artigo 600 da CLT. As guias foram emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuintes nas Declarações do Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural, repassadas à CNA pela Secretaria da Receita Federal com amparo no que estabelece o artigo 17 da Lei nº 9.393, de 19 de dezembro de 1.996, e estão sendo remetidas por via postal para os endereços indicados nas respectivas declarações. Em caso de perda, de extravio ou de não recebimento das Guias de Recolhimento pela via postal, os contribuintes deverão solicitar a emissão da segunda via diretamente à Federação da Agricultura do Estado onde têm domicílio, até 5 (cinco) dias úteis antes da data do vencimento. Eventuais impugnações administrativas contra o lançamento e cobrança da contribuição deverão ser feitas, no prazo de 30 (trinta) dias, contados do recebimento da guia, por escrito, perante a CNA, situada no SGAN Quadra 601, Módulo K, Edifício CNA, Brasília - Distrito Federal, Cep: 70.830-903. O protocolo das impugnações poderá ser realizado pelo contribuinte na sede da CNA ou da Federação da Agricultura do Estado, podendo ainda, a impugnação ser enviada diretamente à CNA, por correio, no endereço acima mencionado. O sistema sindical rural é composto pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil–CNA, pelas Federações Estaduais de Agricultura e/ou Pecuária e pelos Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais. Brasília, 09 de Janeiro de 2011. Kátia Regina de Abreu - Presidente.” Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais e Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais dos municípios de: Abadia dos Dourados, Abaeté, Abre Campo, Açucena, Água Boa, Águas Formosas, Aimorés, Além Paraíba, Alfenas, Almenara, Alpinópolis, Alterosa, Alto Jequitibá, Alvinópolis, Andradas, Andrelândia, Antônio Dias, Antônio Prado de Minas, Araçuaí, Araguari, Arapuã, Araújos, Araxá, Arcos, Areado, Argirita, Arinos, Ataléia, Baependi, Bambuí, Barão do Monte Alto, Barbacena, Belmiro Braga, Belo Vale, Betim, Bicas, Boa Esperança, Bocaiúva, Bom Despacho, Bom Jardim de Minas, Bom Jesus da Penha, Bom Jesus do Amparo, Bom Jesus do Galho, Bom Sucesso, Bonfinópolis de Minas, Borda da Mata, Botelhos, Brasília de Minas, Brasópolis, Brumadinho, Bueno Brandão, Buenópolis, Buritis, Cabeceira Grande, Cabo Verde, Cachoeira de Minas, Caldas, Cambuí, Cambuquira, Campanha, Campestre, Campina Verde, Campo Belo, Campo Florido, Campos Altos, Campos Gerais, Canápolis, Candeias, Caparaó, Capelinha, Capetinga, Capinópolis, Capitólio, Caputira, Carandaí, Carangola, Caratinga, Careaçu, Carlos Chagas, Carmo da Cachoeira, Carmo da Mata, Carmo de Minas, Carmo do Cajuru, Carmo do Paranaíba, Carmo do Rio Claro, Carneirinho, Carrancas, Cássia, Cataguases, Caxambu, Centralina, Chalé, Cláudio, Coimbra, Comendador Gomes, Conceição da Aparecida, Conceição das Alagoas, Conceição do Mato Dentro, Conceição do Rio Verde, Conquista, Conselheiro Lafaiete, Conselheiro Pena, Coqueiral, Coração de Jesus, Cordisburgo, Corinto, Coroaci, Coromandel, Coronel Murta, Córrego Danta, Cristais, Cristina, Cruzília, Curvelo, Delfinópolis, Descoberto, Desterro de Entre Rios, Diamantina, Divino, Divinópolis, Dom Cavati, Dom Silvério, Dores do Indaiá, Elói Mendes, Entre Rios de Minas, Ervália, Esmeraldas, Espera Feliz, Espinosa, Estrela do Indaiá, Estrela do Sul, Eugenópolis, Extrema, Felisburgo, Felixlândia, Ferros, Formiga, Formoso, Fortaleza de Minas, Francisco Sá, Fronteira, Frutal, Galiléia, Gouveia, Governador Valadares, Guanhães, Guapé, Guaranésia, Guarani, Guarda-Mor, Guaxupé, Guiricema, Gurinhatã, Heliodora, Ibertioga, Ibiá, Ibiraci, Igarapé, Igaratinga, Iguatama, Ilicínea, Indianópolis, Ipanema, Ipatinga, Ipiaçu, Iraí de Minas, Itabira, Itabirinha de Mantena, Itabirito, Itaguara, Itajubá, Itamarandiba, Itambacuri, Itamogi, Itamonte, Itanhandu, Itapagipe, Itapecerica, Itaúna, Itinga, Itueta, Ituiutaba, Iturama, Jabuticatubas, Jacinto, Jacuí, Jacutinga, Janaúba, Januária, Jequitaí, Jequitibá, Jequitinhonha, Joaíma, João Pinheiro, Juiz de Fora, Lagamar, Lagoa da Prata, Lagoa Formosa, Lagoa Grande, Lagoa Santa,Lajinha, Lambari, Laranjal, Lavras, Leopoldina, Lima Duarte, Limeira do Oeste, Luz, Machacalis, Machado, Madre de Deus de Minas, Malacacheta, Manga, Manhuaçu, Manhumirim, Mantena, Mar de Espanha, Maria da Fé, Mariana, Marliéria, Martinho Campos, Matipó, Matutina, Medeiros, Medina, Minas Novas, Minduri, Miradouro, Miraí, Moema, Monsenhor Paulo, Monte Alegre de Minas, Monte Azul, Monte Belo, Monte Carmelo, Monte Santo de Minas, Monte Sião, Montes Claros, Morada Nova de Minas, Muriaé, Mutum, Muzambinho, Nanuque, Natércia, Nazareno, Nepomuceno, Nova Ponte, Nova Resende, Nova Serrana, Novo Cruzeiro, Oliveira, Ouro Fino,Padre Paraíso, Pains, Palma, Palmópolis, Pará de Minas, Paracatu, Paraguaçu, Paraisópolis,Paraopeba, Passa Quatro, Passa Tempo, Passos, Patos de Minas, Patrocínio, Patrocínio de Muriaé, Paula Cândido, Pavão, Peçanha, Pedra Azul, Pedralva, Pedrinópolis, Pedro Leopoldo, Perdizes, Perdões, Piedade do Rio Grande, Pimenta, Piracema, Pirajuba, Pirapetinga, Pirapora, Piraúba, Pitangui, Piumhi, Poço Fundo,Poços de Caldas, Pocrane, Pompéu, Ponte Nova, Pouso Alegre, Pouso Alto, Prata, Pratápolis, Pratinha, Presidente Olegário, Raul Soares, Recreio, Resplendor, Ressaquinha, Rio Casca, Rio do Prado, Rio Novo, Rio Paranaíba, Rio Pomba, Rio Preto, Rio Vermelho, Rubim, Sabinópolis, Sacramento, Salinas, Santa Bárbara, Santa Juliana,Santa Luzia, Santa Margarida, Santa Maria do Suaçuí, Santa Maria de Itabira, Santa Rita do Ibitipoca, Santa Rita do Jacutinga, Santa Rita do Sapucaí, Santa Vitória, Santana da Vargem, Santana do Deserto, Santana de Pirapama, Santo Antônio do Amparo, Santo Antônio do Aventureiro, Santo Antônio do Grama, Santo Antônio do Monte, Santos Dumont, São Domingos do Prata, São Francisco, São Francisco de Sales, São Geraldo, São Gonçalo do Abaeté, São Gonçalo do Pará, São Gonçalo do Sapucaí, São Gotardo, São João Batista do Glória, São João da Ponte, São João Del Rei, São João do Manhuaçu, São João Nepomuceno, São Pedro dos Ferros, São Roque de Minas, São Sebastião do Maranhão, São Sebastião do Paraíso, São Tiago, São Vicente de Minas, Sericita, Serra do Salitre, Serrania, Serro, Sete Lagoas, Silvianópolis, Simonésia, Sobrália, Tabuleiro, Tapira, Taquaraçu de Minas, Tarumirim, Teófilo Otoni, Tiros, Tocantins, Tombos, Três Corações, Três Marias, Três Pontas, Tupaciguara, Turvolândia, Ubá, Ubaí, Uberaba, Uberlândia, Unaí, União de Minas, Urucuia, Varginha, Varjão de Minas, Várzea da Palma, Vazante, Veríssimo, Viçosa, Virgínia, Virginópolis, Visconde do Rio Branco, Volta Grande. Belo Horizonte, 09 de dezembro de 2.010 - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais – FAEMG – Roberto Simões – Presidente. Buritis – MG 29 de Dezembro de 2.010 – Sindicato dos Produtores Rurais de Buritis – MG – Delio Prado Lopes – Presidente.

EDITAL CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL PESSOA JURÍDICA EXERCÍCIO DE 2011 O Sindicato Rural e/ou de Produtores Rurais de Unaí Minas Gerais e os demais Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais abaixo nomeados, com o objetivo de notificarem, em iguais termos, os contribuintes produtores rurais, pessoas jurídicas, com domicílio fiscal neste Estado, ratificam e transcrevem o inteiro teor do Edital de Notificação e Convocação de pagamento da Contribuição Sindical Rural – contribuinte pessoa jurídica, exercício 2011, com vencimento em 31 de janeiro de 2011, publicado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil em jornais de grande circulação nacional. “E D I T A L CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL PESSOA JURÍDICA EXERCÍCIO DE 2011. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, em conjunto com as Federações Estaduais e os Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais com base no Decreto-lei nº 1.166, de 15 de abril de 1.971, que dispõe sobre a Contribuição Sindical Rural, em atendimento ao princípio da publicidade e ao espírito do que contém o art. 605 da CLT, vêm NOTIFICAR e CONVOCAR os produtores rurais, pessoas jurídicas, que possuem imóvel rural ou empreendem, a qualquer título, atividade econômica rural, enquadrados como “Empresários” ou “Empregadores Rurais”, nos termos do artigo 1º, inciso II, alíneas a, b e c do citado Decreto-lei, para realizarem o pagamento das Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Rural do exercício de 2011, devida por força do que estabelecem o Decreto-lei 1.166/71 e os artigos 578 e seguintes da CLT, aplicáveis à espécie. O seu recolhimento deverá ser efetuado impreterivelmente até o dia 31 de janeiro de 2011, em qualquer estabelecimento integrante do sistema nacional de compensação bancária. A falta de recolhimento da Contribuição Sindical Rural até a data de vencimento acima indicada, constituirá o produtor rural em mora e o sujeitará ao pagamento de juros, multa e atualização monetária previstos no artigo 600 da CLT. As guias foram emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuintes nas Declarações do Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural, repassadas à CNA pela Secretaria da Receita Federal com amparo no que estabelece o artigo 17 da Lei nº 9.393, de 19 de dezembro de 1.996, e estão sendo remetidas por via postal para os endereços indicados nas respectivas declarações. Em caso de perda, de extravio ou de não recebimento das Guias de Recolhimento pela via postal, os contribuintes deverão solicitar a emissão da segunda via diretamente à Federação da Agricultura do Estado onde têm domicílio, até 5 (cinco) dias úteis antes da data do vencimento. Eventuais impugnações administrativas contra o lançamento e cobrança da contribuição deverão ser feitas, no prazo de 30 (trinta) dias, contados do recebimento da guia, por escrito, perante a CNA, situada no SGAN Quadra 601, Módulo K, Edifício CNA, Brasília - Distrito Federal, Cep: 70.830903. O protocolo das impugnações poderá ser realizado pelo contribuinte na sede da CNA ou da Federação da Agricultura do Estado, podendo ainda, a impugnação ser enviada diretamente à CNA, por correio, no endereço acima mencionado. O sistema sindical rural é composto pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil–CNA, pelas Federações Estaduais de Agricultura e/ou Pecuária e pelos Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais. Brasília, 09 de Janeiro de 2011. Kátia Regina de Abreu - Presidente.” Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais e Sindicatos Rurais e/ou de Produtores Rurais dos municípios de: Abadia dos Dourados, Abaeté, Abre Campo, Açucena, Água Boa, Águas Formosas, Aimorés, Além Paraíba, Alfenas, Almenara, Alpinópolis, Alterosa, Alto Jequitibá, Alvinópolis, Andradas, Andrelândia, Antônio Dias, Antônio Prado de Minas, Araçuaí, Araguari, Arapuã, Araújos, Araxá, Arcos, Areado, Argirita, Arinos, Ataléia, Baependi, Bambuí, Barão do Monte Alto, Barbacena, Belmiro Braga, Belo Vale, Betim, Bicas, Boa Esperança, Bocaiúva, Bom Despacho, Bom Jardim de Minas, Bom Jesus da Penha, Bom Jesus do Amparo, Bom Jesus do Galho, Bom Sucesso, Bonfinópolis de Minas, Borda da Mata, Botelhos, Brasília de Minas, Brasópolis, Brumadinho, Bueno Brandão, Buenópolis, Buritis, Cabeceira Grande, Cabo Verde, Cachoeira de Minas, Caldas, Cambuí, Cambuquira, Campanha, Campestre, Campina Verde, Campo Belo, Campo Florido, Campos Altos, Campos Gerais, Canápolis, Candeias, Caparaó, Capelinha, Capetinga, Capinópolis, Capitólio, Caputira, Carandaí, Carangola, Caratinga, Careaçu, Carlos Chagas, Carmo da Cachoeira, Carmo da Mata, Carmo de Minas, Carmo do Cajuru, Carmo do Paranaíba, Carmo do Rio Claro, Carneirinho, Carrancas, Cássia, Cataguases, Caxambu, Centralina, Chalé, Cláudio, Coimbra, Comendador Gomes, Conceição da Aparecida, Conceição das Alagoas, Conceição do Mato Dentro, Conceição do Rio Verde, Conquista, Conselheiro Lafaiete, Conselheiro Pena, Coqueiral, Coração de Jesus, Cordisburgo, Corinto, Coroaci, Coromandel, Coronel Murta, Córrego Danta, Cristais, Cristina, Cruzília, Curvelo, Delfinópolis, Descoberto, Desterro de Entre Rios, Diamantina, Divino, Divinópolis, Dom Cavati, Dom Silvério, Dores do Indaiá, Elói Mendes, Entre Rios de Minas, Ervália, Esmeraldas, Espera Feliz, Espinosa, Estrela do Indaiá, Estrela do Sul, Eugenópolis, Extrema, Felisburgo, Felixlândia, Ferros, Formiga, Formoso, Fortaleza de Minas, Francisco Sá, Fronteira, Frutal, Galiléia, Gouveia, Governador Valadares, Guanhães, Guapé, Guaranésia, Guarani, Guarda-Mor, Guaxupé, Guiricema, Gurinhatã, Heliodora, Ibertioga, Ibiá, Ibiraci, Igarapé, Igaratinga, Iguatama, Ilicínea, Indianópolis, Ipanema, Ipatinga, Ipiaçu, Iraí de Minas, Itabira, Itabirinha de Mantena, Itabirito, Itaguara, Itajubá, Itamarandiba, Itambacuri, Itamogi, Itamonte, Itanhandu, Itapagipe, Itapecerica, Itaúna, Itinga, Itueta, Ituiutaba, Iturama, Jabuticatubas, Jacinto, Jacuí, Jacutinga, Janaúba, Januária, Jequitaí, Jequitibá, Jequitinhonha, Joaíma, João Pinheiro, Juiz de Fora, Lagamar, Lagoa da Prata, Lagoa Formosa, Lagoa Grande, Lagoa Santa,Lajinha, Lambari, Laranjal, Lavras, Leopoldina, Lima Duarte, Limeira do Oeste, Luz, Machacalis, Machado, Madre de Deus de Minas, Malacacheta, Manga, Manhuaçu, Manhumirim, Mantena, Mar de Espanha, Maria da Fé, Mariana, Marliéria, Martinho Campos, Matipó, Matutina, Medeiros, Medina, Minas Novas, Minduri, Miradouro, Miraí, Moema, Monsenhor Paulo, Monte Alegre de Minas, Monte Azul, Monte Belo, Monte Carmelo, Monte Santo de Minas, Monte Sião, Montes Claros, Morada Nova de Minas, Muriaé, Mutum, Muzambinho, Nanuque, Natércia, Nazareno, Nepomuceno, Nova Ponte, Nova Resende, Nova Serrana, Novo Cruzeiro, Oliveira, Ouro Fino,Padre Paraíso, Pains, Palma, Palmópolis, Pará de Minas, Paracatu, Paraguaçu, Paraisópolis,Paraopeba, Passa Quatro, Passa Tempo, Passos, Patos de Minas, Patrocínio, Patrocínio de Muriaé, Paula Cândido, Pavão, Peçanha, Pedra Azul, Pedralva, Pedrinópolis, Pedro Leopoldo, Perdizes, Perdões, Piedade do Rio Grande, Pimenta, Piracema, Pirajuba, Pirapetinga, Pirapora, Piraúba, Pitangui, Piumhi, Poço Fundo,Poços de Caldas, Pocrane, Pompéu, Ponte Nova, Pouso Alegre, Pouso Alto, Prata, Pratápolis, Pratinha, Presidente Olegário, Raul Soares, Recreio, Resplendor, Ressaquinha, Rio Casca, Rio do Prado, Rio Novo, Rio Paranaíba, Rio Pomba, Rio Preto, Rio Vermelho, Rubim, Sabinópolis, Sacramento, Salinas, Santa Bárbara, Santa Juliana,Santa Luzia, Santa Margarida, Santa Maria do Suaçuí, Santa Maria de Itabira, Santa Rita do Ibitipoca, Santa Rita do Jacutinga, Santa Rita do Sapucaí, Santa Vitória, Santana da Vargem, Santana do Deserto, Santana de Pirapama, Santo Antônio do Amparo, Santo Antônio do Aventureiro, Santo Antônio do Grama, Santo Antônio do Monte, Santos Dumont, São Domingos do Prata, São Francisco, São Francisco de Sales, São Geraldo, São Gonçalo do Abaeté, São Gonçalo do Pará, São Gonçalo do Sapucaí, São Gotardo, São João Batista do Glória, São João da Ponte, São João Del Rei, São João do Manhuaçu, São João Nepomuceno, São Pedro dos Ferros, São Roque de Minas, São Sebastião do Maranhão, São Sebastião do Paraíso, São Tiago, São Vicente de Minas, Sericita, Serra do Salitre, Serrania, Serro, Sete Lagoas, Silvianópolis, Simonésia, Sobrália, Tabuleiro, Tapira, Taquaraçu de Minas, Tarumirim, Teófilo Otoni, Tiros, Tocantins, Tombos, Três Corações, Três Marias, Três Pontas, Tupaciguara, Turvolândia, Ubá, Ubaí, Uberaba, Uberlândia, Unaí, União de Minas, Urucuia, Varginha, Varjão de Minas, Várzea da Palma, Vazante, Veríssimo, Viçosa, Virgínia, Virginópolis, Visconde do Rio Branco, Volta Grande. Belo Horizonte, 09 de dezembro de 2.010 - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais – FAEMG – Roberto Simões – Presidente. Buritis – MG 29 de Dezembro de 2.010 – Sindicato dos Produtores Rurais de Unaí – MG –Hélio Oscar Machado – Presidente.


ÍNDICE

1. VEÍCULOS 2. IMÓVEIS

D-20 89/89 – Vinho - Cabine Dupla – Básica – R$ 28.000,00 S-10 ADVANCED 08/09 - Prata - Flex – Completa – R$ 50.900,00 S-10 EXECUTIVA 04/04 – Azul - Completa + Couro R$ 51.500,00 S-10 02/02 – Prata - Diesel – Completa – R$ 43.000,00 S-10 01/01 – Prata – Gasolina -

Cabine Simples – Completa – R$ 24.900,00 S-10 00/00 4x4 – Azul - Completa – R$ 40.000,00 VECTRA CHALENGE 01/01 Cinza - Completo + Couro – R$ 23.500,00 VERANEIO 77/77 – Preta - Diesel – DH – R$ 24.000,00 OMEGA 3.8 V6 99/00 - Preto - Completo + Couro – R$ 33.900,00

FIAT BRAVA 00/00 – Prata – Completo – R$ 12.900,00 PALIO WEEKEND ADVENTURE 10/10 – Prata – Dualogic – R$ 48.900,00 SIENA 1.4 HLX 08/09 – Prata – Completo – R$ 32.900,00 SIENA 99/99 – Prata – DH – VE – R$ 10.500,00

CITROEN

STRADA ADVENTURE 1.8 07/07 – Prata – Completa – R$ 28.900,00

C3 1.6 16V EXCLUSIVE 05/05 – Azul – Completo – R$ 23.900,00

STRADA TREK 1.8 05/06 – Cinza – Completa – R$ 23.900,00

STRADA ADVENTURE 1.8 05/05 – Preta – Completa – R$ 25.900,00 UNO MILLE 06/06 2P – Azul – Ar Condicionado – R$ 16.500,00 UNO MILLE 04/04 4P – Azul Básico – R$ 14.500,00 UNO 93/94 4P – Vermelho – Básico – R$ 8.900,00

FORD F-1000 HSD 96/97 – Branca – Completa – R$ 29.900,00 COURIER 03/04 – Branca – Básica – R$ 14.900,00

FIESTA CLASS 08/08 – Preto – Completo – R$ 28.900,00 FIESTA STRETT 00/00 – Verde – Básico – R$ 13.900,00 PAMPA 94/94 – Branca – Básica – R$ 7.500,00 PAMPA 89/89 – Azul – Couro – R$ 11.900,00 PAMPA 89/89 – Azul – Básica – R$ 7.300,00

CHEVROLET

CHEVROLET CHEVY 500 86/87 – Vermelha – R$ 8.000,00 ______________________ CORSA W 4P 1.0 97/98 – Vermelho – TR – AL – VD – R$ 12.900,00 ______________________ VECTRA 2.2 98/98 – Azul – Completo – R$ 17.900,00

FIAT PALIO 1.4 ELX 08/08 – Prata – Flex - Completo – R$ 28.900,00 ______________________ PALIO 4P 1.6 98/98 – Vinho – TR – AL – VD - DH – R$ 12.900,00 ______________________ STILO CONNECT 1.8 SP 06/07 – Prata - Flex – Completo – R$ 35.900,00 ______________________ STRADA CE 1.4 06/06 – Cinza - Flex – TR – AL – AR - DH – R$ 24.900,00 ______________________ UNO WAY 2P 07/08 – Branco – Flex – R$ 16.900,00 ______________________ UNO 1.0 4P 96/97 – Preto – R$ 9.900,00 ______________________ UNO 1.0 2P 96/96 – Cinza – TR - AL – R$ 8.800,00

FORD F SCORT GL 1.6 00/00 – Cinza – TR – AL - DH – R$

10.900,00 ______________________ SCORT HOBBY 95/95– Vermelho – R$ 4.900,00

VOLKS GOL CL 4P 1.6 03/03 – Vermelho – Completo – R$ 21.500,00 ______________________ GOL MI 1.0 97/97 – Cinza – VD – R$ 9.800,00 ______________________ GOL 1.0 93/94 – Branco – R$ 5.900,00 ______________________ GOL CL 1.6 AT 96/96 – Preto – Completo – R$ 11.900,00 ______________________ GOL 1.6 92/92 – Azul – Álcool – R$ 6.400,00 ______________________ GOL 1.6 89/90 – Branco – R$ 5.900,00 ______________________ PARATI 1.0 97/98 – Cinza – TR / AL / VD - R$ 11.900,00 ______________________ VOYAGE 1.6 4P 86/86 – Cinza - Álcool – R$ 5.200,00

MOTOS SUZUKI 500 E 94/94 – Vermelha – R$ 7.500,00 ______________________ HONDA CB 500 02/02 – Preta – R$ 16.000,00

FIAT LINEA 09/09 Absolute – Prata – Dualogic – Completo – R$ 52.000,00 ______________________ PALIO ADVENTURE 1.8 09/10 – Cinza – Completa – R$ 45.900,00 ______________________ PALIO ADVENTURE 1.8 09/10 – Prata – Completa –

R$ 44.900,00 ______________________ PALIO ADVENTURE 1.8 09/10 – Prata – Completa – R$ 44.900,00 ______________________ PALIO FIRE 09/10 Economy – Prata – Completo – R$ 27.500,00 ______________________ PALIO ED 97/97 4P – Prata – Básico – R$ 11.500,00 ______________________ STILO 06/07 – Vermelho – Completo – R$ 33.900,00 ______________________ STRADA FIRE 1.4 09/10 – Prata – Completa – R$ 31.500,00 ______________________ UNO FIRE 07/08 – Prata – Alarme e Trava Elétrica – R$ 18.900,00 ______________________ UNO 03/04 – Prata – Ar Condicionado e Alarme – R$ 15.500,00 ______________________ UNO 94/95 – Preto – Vidro e Trava Elétrica – R$ 9.800,00 ______________________

35.500,00 SANTANA 2.0 96/96 – Azul – Completo – R$ 10.900,00

GOL 1.0 8V 98/98 – Vermelho – Básico – R$ 9.800,00

SPACEFOX 07/08 – Prata – Completo – R$ 36.500,00

GOL 1.0 8V 96/97 – Verde – RL – AL – TE – VE – R$ 11.800,00

TOYOTA

GOL 1.0 16V 99/99 – Azul – Básico – R$ 10.900,00

HONDA

GOL 1.6 97/97 – Azul – VE – TE – AL – R$ 10.300,00

CIVIC 06/06 – Prata – Completo – R$ 31.900,00

GOL 1.8 95/95 – Preto – VE – R$ 8.900,00

VOLKS

GOLF 2.0 CONFORTLINE 06/07 – Branco – Completo – R$

GOL G3 04/05 – Preto – Ar Con-

3676-9090 ASTRA HATCH 4P 09/10 – Prata – Completo – R$ 42.000,00 ______________________ CELTA 2P 10/10 – Prata – Básico – R$ 22.900,00 ______________________ CELTA 4P 09/10 – Prata – Completo – R$ 27.500,00 ______________________ CORSA CLASSIC 03/04 – Dourado – Ar Condicionado e Direção Hidráulica – R$ 19.500,00

dicionado – R$ 17.900,00 GOL 1.0 8V 00/00 – Vermelho – AC – RL – R$ 14.500,00

Compra • Venda • Troca • Consignação • Financiamento • Locação de Veículos •

UNO 94/94 – Verde – Básico – R$ 7.800,00

FORD FIESTA 4P 99/00 – Branco – Ar Condicionado e Alarme – R$ 12.500,00 ______________________ FIESTA 4P 97/98 – Prata – Básico – R$ 9.800,00 ______________________ FOCUS GL 1.6 04/05 – Prata – Completo – R$ 23.500,00 ______________________ PAMPA 89/89 – Azul – Básico – R$ 7.500,00

VOLKS FUSCA 86/86 – Branco – Básico – R$ 6.000,00 ______________________ GOL G4 1.0 09/09 – Prata – Completo – R$ 27.000,00 ______________________ GOL POWER 1.6 08/09 – Prata – AR / TE / DH – R$

29.000,00 ______________________ GOLF 2.0 02/02 Automático – Prata – Completo – R$ 28.500,00 ______________________ SAVEIRO 1.6 09/09 Flex – Prata – Completa – R$ 26.900,00

MOTOS HONDA BIZ C100 04/04 – Azul – Partida Elétrica – 3.500,00 ______________________ SUZUKI BURGMAN 08/08 – Amarela – Completa – R$ 3.800,00 ______________________ YAMAHA YBR 125 0KM 10/11 – Vermelha – Básica – R$ 6.000,00 ______________________

Aqui você encontra ofertas imperdíveis para comprar seu semi novo FORD NOVO FOCUS – Vinho – TR – AL – VD – DH – R$ 12.900,00 - (38) 36765334 e (38) 8828-9893

FORD PEUGEOT 206 SW 1.6 06/07 16V ESCAPADE – Preto - Único Dono – Flex – Trio Elétrico – AR – DH – ABS – 57.000 KM Rodados – R$ 27.900,00 - (38) 36765334 e (38) 8828-9893HONDA CB 500 02/02 – Preta – R$ 16.900,00

MB 1620 02/02 – Branco – Granel – R$ 117.000,00 MB 2213 83/83 – Amarelo – Caçamba – R$ 62.000,00 MB 2213 76/76 – Verde – Caçamba – R$ 68.000,00

CAMINHÕES

SCANIA 89/90 – Branco – Só Cavalo – R$ 125.000,00

8-120 01/01 – Branco – Baú – R$ 72.000,00

VW 608 78/78 – Branco – Baú – R$ 30.000,00

MB 1313 86/86 – Azul - Truck Graneleiro – R$ 68.000,00

FOTOS DOS VEÍCULOS: WWW.FOCOUNAI.COM.BR

Alugar um carro? Na Localiza é fácil.

39,

90*

R$

+ R$ 0,46 por km rodado

Diárias a partir de

www.polloveiculosunai.com.br

1 VEÍCULOS

HILUX 3.0 SRV 07/08 4x4 Manual – Preta – Completa – R$ 88.900,00

MB 1313 79/79 – Azul – Caçamba – R$ 65.000,00

2 IMÓVEIS VENDO APTO ED. UNACAR Reformado – 3 Quartos c/ Suíte Banheira Hidromassagem Dep. Emp. – Banheiro Social Garagem - R$ 140.000,00 - (38) 3676-5334 e (38) 8828-9893 _______________________

VENDO IMÓVEL DE ESQUINA - Av. Souza Lima 121, Divinéia Sendo: APTO 3 Quartos e Suíte – Garagem – Cômodo de Comércio – Meia-Água de 5 Cômodos - R$ 195.000,00 - (38) 3676-5334 e (38) 8828-9893

Pagamento à vista ou em até 10x sem juros no cartão.**

Em Paracatu:

Rua Padre Manoel, 298 Tel.: (38) 3671-6131 Em Unaí:

Praça São Cristóvão, 107 Tel.: (38) 3676-3999

Reservas 24h: 0800 979 2000 www.localiza.com

* Não estão inclusas taxas (5% ou 10%, dependendo da agência de retirada e/ou de devolução do carro), coberturas de risco e extras. Consulte as condições no www.localiza.com. ** Cartões de crédito American Express, Visa, Mastercard e Diners Club International emitidos no Brasil, exceto cartões Corporate.

solution

CHEVROLET CORSA SEDAN 03/04 – Bege AC/DH/TE – R$ 18.600,00


12 . Agricultura . Janeiro de 2011

Agricultura

Noroeste Mineiro produzirá 2 milhões de toneladas de grãos este ano

Entre as cidades da região que se destacaram na produção está Unaí, Paracatu, Buritis, Guarda-Mor, São Gonçalo do Abaeté, Vazante e Cabeceira Grande

Curtas Acontecerá na Capul palestra sobre manejo bovino – pré e pós-parto Acontecerá no próximo dia 22, no auditório da Capul, uma palestra sobre manejo bovino – pré e pós–parto. A palestra tem como objetivo orientar e capacitar os profissionais da área, sobre as particularidades do setor. O palestrante será Daniel Navarro da Educampo. A palestra está marcada para as 15h. Todo conhecimento voltado para a profissionalização do trabalhador rural é de extrema importância, justamente no Brasil, que é um país de potencial com relação à produção agrícola e leiteira. Os interessados em participar da palestra devem entrar em contato com a Capul pelo telefone 2102–5165. Já estão abertas às vagas para o projeto EDUCAMPO. Os interessados devem ligar para (38) 2105–5165 e falar com Juliano ou Maria.

Agrotóxico usado em plantações de soja será proibido no país

Noroeste Mineiro aumentará sua produção, segundo IBGE

C

onforme os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a região do Noroeste mineiro terá 541.263 (ha) de área plantada, com uma produção de grãos de 2 milhões t. Entre as cidades da região destacam-se à produção de Unaí (em primeiro lugar na classificação) com previsão de 556,9 mil toneladas de grãos, Buritis com 357,8 mil t., Paracatu com 254,6 mil t. e Guarda-Mor, com previsão para 203,2 mil t. No plantio de soja, Unaí é a primeira na colocação, com uma produção para 330 mil toneladas. Em 2009,

o município produziu 321 mil t. do produto. Logo em seguida vem Buritis, com expectativa de produzir 228 mil t., Paracatu 162 mil t. e Guarda-Mor 150 mil t. Na produção de sorgo, Paracatu é a única cidade, no ranking, com estimativa para produzir 2 mil t. Unaí aparece em segundo lugar, na produção de milho (1ª safra), com estimativa para produzir 195 mil t. O município fica atrás apenas de Uberaba, que estima produzir 327 mil t. O algodão herbáceo é outro produto com destaque no Noroeste. Entre os cinco municípios classificados, quatro são da região. Em

primeiro lugar está Buritis, com 15 mil t., Unaí 13 mil t., Presidente Olegário 11 mil t. e São Gonçalo do Abaeté 8 mil t. Segundo o IBGE, a plantação do algodão herbáceo foi estimulada devido à estabilidade, deste, no mercado, ano passado. Mesmo com o alto risco da produção do arroz sequeiro (em casca), porque tem apresentado quedas sucessivas em relação ao seu preço, três municípios da região aparecem em destaque. Primeiro é Guarda-Mor 1,2 mil t., depois Paracatu com 750 t. e Vazante com 720 toneladas. Paracatu está em primei-

ro lugar na produção de arroz irrigado (em casca) para este ano. Estima-se uma produção de quatro mil toneladas. Unaí, também se destacou na produção de feijão (1ª safra) com uma produção esperada para 42 mil toneladas e uma área plantada de 20 mil (ha). Em 2010, em uma área plantada de 173 mil hectares, ou seja, inferior ao alqueire, a produção foi de 679 mil t.Buritis também aparece entre as cidades que produzirá o feijão, com uma produção esperada para 19 mil t., Paracatu 8 mil t. e Cabeceira Grande com 6 mil t.

Até o final de 2012 o agrotóxico metamidofós não mais será utilizado em território nacional. O produto é muito utilizado em plantações de cana-de-açúcar, soja e algodão. Por decisão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), foi publicado no Diário Oficial, no último dia 17, a proposta que estabelece em 120 dias, o prazo limite para que o produto não seja mais importado e produzido. Mas, a comercialização do mesmo está liberada até novembro de 2012. A medida segue uma tendência mundial de suspensão de uso do produto. Nos próximos dias, o Ministério da Agricultura vai publicar uma norma oficializando o cancelamento dos registros, dos pedidos e das autorizações de importação do agrotóxico.


Janeiro de 2011

. Cultura e Sociedade. 13

Cultura e Sociedade

Noroeste mantém tradição da Folia de Reis Uma das manifestações culturais populares mais importantes do Noroeste de Minas funciona como âncora identitária da região

O

evangelho de Mateus, capítulo 2, versículos de 1 a 18, conta a história de fé dos magos do oriente que, guiados por uma estrela, peregrinaram até Belém da Judéia em busca daquele que seria o rei dos reis. Nascia Jesus Cristo o filho de Deus, e a estrela conduzia a ele. Assim que os magos o encontraram, prostaram-se diante da manjedoura e em sinal de adoração ofertaram ouro, incenso e mirra para o menino que seria o salvador do povo. Os registros do evangelista Mateus não dizem, mas, hoje, devido ao número dos presentes e estudos bíblicos, os fiéis crêem que eram três os magos. Somente séculos depois é que eles receberam nomes, representando cada um, diferentes locais de origem. Melquior, da Pérsia; Gaspar, da Índia e Baltazar, da Arábia. Já o título de reis veio como uma maneira de confirmar a profecia contida no salmo 72, que em um de seus versos diz, “todos os reis cairão diante dele”. Folia de Reis Após a idade média, na monarquia absolutista, a história de fé e devoção tornou-se motivo de tradição cultural. Em meados do século XVII, os Portugueses já festejavam o Dia de Reis com muita diversão e, no século XVIII a comemoração já havia sido repassada para o Brasil através da colonização. Firmou-se o período festivo de 24 de dezembro, véspera de Natal, a 6 de janeiro, Dia de Reis e, como

anos, integrou grupos de outros municípios. Segundo ele, os foliões e adeptos são na maioria pessoas idosas, assim, muitos tem se afastado por motivos de saúde. “Eu tento fazer o possível para manter a tradição, meu filho é capitão de folia e meu neto é folião. Se os capitães mais velhos não repassarem os conhecimentos, e se os jovens não se interessarem pela cultura, em alguns anos a Folia de Reis irá acabar”, alerta. Gilson Moreira é um exemplo das pessoas em que os foliões depositam a esperança. O unaiense é devoto de Santos Reis e faz questão de receber a folia anualmente em sua residência com uma grande No Noroeste Mineiro, Dia de Reis é tradição e resistência cultural dos praticantes atrativo, cantadores e instrumentistas se uniam para compor e entoar versos relativos a visita dos reis magos ao menino Jesus. Eles peregrinavam pela cidade recolhendo donativos para os menos favorecidos. O manifesto já recebeu várias denominações como, Folia de Magos, Reisado, Companhia de Reis e outros, porém na região Noroeste, os mineiros o identificam como Folia de Reis. Tradição A região noroeste colabora significativamente com a tradição cultural e religiosa oriunda da devoção aos Santos Reis. Ao todo, são mais 60 grupos de foliões nas cidades de Unaí, Paracatu, Buritis e João Pinheiro. Todos mantém, rigorosidade, no cum-

primento dos costumes da folia. Organizam a divisão das vozes e personagens de acordo com o conhecimento de cada integrante, em todas as apresentações, carregam a bandeira, que representa a doutrina da folia e arrecadam donativos para os pobres. Preocupações Em Unaí, o grupo Devotos dos Reis Magos, é o mais velho do município. Dos 15 integrantes, todos herdaram a tradição vivenciada pelos familiares ou pela geração. Eles fundaram uma associação para facilitar as ações culturais, pois arcam com as despesas de deslocamento, uniforme, compra e manutenção dos instrumentos. Domingos Davi, capitão do grupo, se preocupa

É preciso que mais pessoas tenham o interesse de se envolver nesse movimento para que ele não seja esquecido no tempo Domingos Davi, capitão do grupo Devotos dos Reis Magos

com a falta de interesse dos jovens pelo manifesto na atualidade. “A folia de reis é muito rica. É preciso que mais pessoas tenham

o interesse de se envolver nesse movimento para que ele não seja esquecido no tempo”, afirma. A preocupação se estende para toda a região. Em Buritis, o aposentado Manoel Martins que acompanha a folia a mais de 50

se os jovens não se interessarem pela cultura, em alguns anos a Folia de Reis irá acabar Manoel Martins, aposentado. Acompanha a Folia de Reis a mais de 50 anos

acredito que quando eu não estiver mais aqui, meus filhos continuarão seguindo e apoiando os grupos de folia Gilson Moreira, devoto de Santos Reis

confraternização. “Procuro ensinar os meus filhos, acredito que quando eu não estiver mais aqui, eles continuarão seguindo e apoiando os grupos de folia”, afirma.


Janeiro de 2011

Policial

Curtas

PM reduz crimes no Noroeste em 2010

28º BPM recebe novos oficiais

A redução foi sobre crimes violentos e contra o patrimônio; Riachinho e Natalândia tiveram redução de 100%

D

e acordo com a assessoria de comunicação organizacional do 16ª Região da Polícia Militar (RPM), houve uma redução em toda região do Noroeste, a respeito da criminalidade. Segundo a assessoria, a redução de crimes violentos contra o patrimônio foi de 31,62% e de

20%, em relação a crimes violentos. Na cidade de Bonfinópolis de Minas a redução de crimes violentos chegou a 60%; já Paracatu apresenta uma redução de apenas 16%. Unaí aparece com 26,96% de redução sobre crimes violentos. Entre as cidades que apresentaram

um maior índice de redução de crimes contra o patrimônio, destacam-se Natalândia e Riachinho, ambas reduziram sua criminalidade em 100%. Segundo a assessoria do 16ª RPM o êxito dos trabalhos reforça a missão das políticas de segurança exercida pela instituição. “Focada na

. Policial . 15

realização de políticas de segurança, voltadas ao atendimento das demandas da comunidade, com base na filosofia da polícia comunitária e pautada nos direitos humanos”, destaca a assessoria. A PM frisa que é de suma importância a participação comunitária no combate à criminalidade.

No último dia 10, o 28º Batalhão da Polícia Militar (BPM) recebeu três aspirantes à Oficial. O Cidadão, após ser aprovado no Concurso Público para o Cargo de 2º Tenente da PM, ingressa no Curso de Formação de Oficiais (CFO) e frequenta o curso por três anos na Academia de Polícia Militar em Belo Horizonte, onde estuda várias disciplinas jurídicas e específicas na formação de Oficial da Policia Militar. Após o curso o Militar e promovido a Aspirante-Oficial, permanece por seis meses em estágio probatório e posteriormente é promovido ao Posto de 2º Tenente PM com acesso a carreira até o Posto máximo da Polícia, que é o Posto de Coronel PM. Os Aspirantes que farão parte do 28° BPM são Leonardo Cordeiro Campos Leal, Luiz Carlos Ferreira Dias e Paulo Filipe Moura Martins.

Homens são apreendidos em Paracatu depois de fugirem da barreira policial No último dia 10, às 20h14, na BR-040, o 45° Batalhão da Polícia Militar (BPM), recebeu informação de que um carro da marca Celta, placa JHA 7169, estava em atitudes suspeita e que, possivelmente os homens que estavam no veículo, portavam armas de fogo. A PM deparou com eles e deu ordem para que eles parassem e fosse feito a abordagem. Porém, o condutor não obedeceu à ordem dos policias e, em alta velocidade, saio pela BR-040. O veiculo parou somente quando eles adentraram a rua José Bonifácio, quando um PM disparou contra o pneu do carro fugitivo. No veículo os policiais encontraram seis munições intactas calibre 38 e um revolver (que tinha sido jogado fora durante a fuga) também calibre 38.

Golpe da carteira faz vítima em Paracatu No último dia 17, por volta das 14h, em Paracatu, uma pessoa (vítima), caiu no golpe da carteira. De acordo com a vítima, o golpe aconteceu depois que ela foi ajudar um senhor, de idade avançada, a recuperar sua carteira que tinha caído na rua. O se-

nhor vendo a boa vontade da pessoa que o ajudou, resolveu recompensá-la dando lhe R$ 100. Neste momento, segundo a vítima, chegou outra mulher, mais nova, dizendo que também iria com eles até o banco, local onde o senhor iria sacar o dinheiro para fazer a

recompensa. Chegando ao banco a vítima entrou na instituição deixando a bolsa com a mulher. Quando a vítima voltou para saber de seus pertences, era tarde de mais. De acordo com o Polícia Militar, a vítima caiu

no estelionato. Segundo a PM, este crime é muito comum próximo a estabelecimento bancário e casas lotéricas. Entres os pertences que estavam na bolsa, tinha a pagamento na quantia de R$ 2 mil e mais dois cartões de créditos.

Motocicleta é furtada em Unaí No último dia 16, a Polícia Militar (PM), compareceu a rua Cipotira para atender à solicitação de um cidadão, que informou que sua motocicleta tinha sido roubada, na porta de sua casa. De acordo com a PM, o solicitante, depois de ter trabalhado, parou para descansar em sua casa às 6h30. Quando saiu, às 9h, ele não encontrou sua motocicleta. Segundo a PM, a vítima não apontou suspeitos. A PM fez o rastreamento, mas até o fechamento desta edição, não tinha encontrado o veículo. A moto é da marca Honda, estilo CG, de cor vermelha, placa JJX 3857.


16 . Esporte .

Janeiro de 2011

Esporte

Atletas regionais falam sobre conquistas e projetos

Seja nas trilhas onde são disputados os campeonatos de mountain bike (Direita: Geraldo Augusto, ciclista), nos tatames das lutas de Jiu-jitsu (Centro: Ana Laura, lutadora de Jiu-Jitsu) ou nos combates de Karatê, ou ainda, nos gramados por onde a bola rola (Esquerda: Gabriel Vasconcelos, jogador de futebol), atletas do Noroeste Mineiro brilham pelo Brasil e pelo mundo a fora

O

Noroeste de Minas tem sido iluminado pelos flashes e holofotes do cenário esportivo mundial. Apesar da falta de apoio público e privado para os atletas, a nossa região tem sido o a “galinha dos ovos de ouro”, e orgulhado não só o estado mineiro, mas todo o território nacional por revelar talentos de representatividade dentro e fora do país. Exemplo disso são os lutadores de Jiu-jitsu, Marco Antônio, de Paracatu, que é tri-campeão brasileiro, vicecampeão mundial e tri-campeão brasiliense; e Ana Laura Cordeiro, de Unaí, dona de três títulos mundiais, dois Pan Americanos e um

mundial No-Gi (luta sem quimono). Há alguns anos Ana Laura se mudou para os Estados Unidos para crescer profissionalmente e, conseguiu. Hoje, casada, e morando na cidade de Upland no estado da Califórnia, ela e o marido são proprietários de uma academia. “Estamos completando 6 meses em janeiro e já temos quase 100 alunos”, conta orgulhosa. Em 2010 a unaiense não disputou nenhum campeonato, pois se recupera de uma lesão na coluna, sofrida há quase 3 anos. Ela não vê a hora de voltar ao tatame para representar o Brasil novamente. “O meu grande projeto para 2011 é me curar da lesão para voltar a com-

petir”, afirma. E quando o assunto é luta, há quem duvide que o Karatê também seja um esporte promissor, mas Adrielly Cristiny prova o contrário. Com 18 anos, a jovem acumula um histórico que poucos veteranos possuem. Em 2009 ficou entre as dez melhores do mundo no campeonato mundial disputado no Marrocos, e no ano passado, foi bi-campeã da Copa Brasil, campeã da Copa Centro-Oeste, penta campeã em Brasília e bronze no Brasileiro Adulto realizado no Mato Grosso. Para 2011 ela promete novas conquistas. “Com o apoio da minha família e patrocinadores, pretendo ganhar todos

os campeonatos e disputar o Pan Americano que acontecerá em Fortaleza–CE”, declara. O futebol também revela várias estrelas do noroeste para o mundo. Todos podem acompanhar pela televisão o desempenho do goleiro unaiense, Gabriel Vasconcelos que, defende o Brasil na seleção sub-20 e está em pleno Campeonato Sul-Americano. Já em Paracatu, Gilson Mundim é a nova aposta. O jogador de 23 anos acumula dezenas de títulos regionais e é campeão paulista pelo Votoraty. Em 2010 levou alegria e emoção para os torcedores do bairro Paracatuzinho, por doar sua ha-

bilidade para o Clube da comunidade, conhecido como AMABAP, e se destacar na conquista do título municipal. Ele assume que os clubes das associações de Paracatu não tem condições para pagar a dinheirama que todo jogador espera, e que por isso jogou sem pretensões. “Não deixo esses problemas que não afetam a minha saúde, tirarem a minha vontade de ser campeão”, explica. Gilson está em negociação com alguns times de médio e grande porte, e em 2011 voltará para o futebol profissional. Quando se trata de adrenalina e aventura, o noroeste também não fica de fora, existem vários praticantes

de rally, rapel, motocross e outros. O jovem Geraldo Augusto, por exemplo, aos 17 anos ocupa a 6ª posição, na sua categoria, entre os melhores do Brasil no mountain bike, além de uma gama de troféus e medalhas de pódios estaduais e regionais. O ciclista é de Unaí e, assim como os novatos e veteranos citados na matéria, sonha com o reconhecimento das pessoas, através de boas colocações. “É o desejo do início que prevalece durante toda a carreira, quero ser um campeão mundial e poder levar a bandeira da minha cidade e do meu país até o topo do mundo, claro, treinarei bastante para isso.”, explica.

Jornal interessante - Edição 13 - Janeiro de 2011  

Capa: ENCHENTES - Chuva preocupa ribeirinhos no Noroeste - Cidades do Noroeste, que são banhadas por rios, atentam ao período chuvoso. Até...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you