Issuu on Google+

Vestindo a camisa


11,77 milhões portadores de algum tipo de deficiência visual. 1.173.655 são crianças. [IBGE, 2002] Como se dá a inclusão destas pessoas nas diversas instâncias sociais? Como o deficiente visual enxerga o mundo?

sobre deficiência


...................................... visão/audição sentidos cerebrais

..................................... tato/paladar/olfato (Lúcia Santaella, 1997)

sentidos viscerais

sobre os sentidos


A pessoa que veste a “obra” é privada do sentido da visão para que perceba o mundo pelos outros sentidos, para que perceba-o com todo o corpo. Para que sinta o mundo passar pelo seu corpo e assim, aproprie-se dele.

o conceito


“Procurar um modo de dar ao indivíduo a possibilidade de experimentar, de deixar de ser espectador para ser participador” (Hélio Oiticica, 1986 )

do racional para o

vivencial criativo

o

p l u r i sensorial

a idéia


[experimentando a criação]

imagens


Profª Drª Luísa Angélica Paraguai Donati Alunas: Daniele de Oliveira , Larissa Furian Fotos: José Neto (Laboratório de fotografia) Música (vídeo) : Tropicália – Caetano Veloso Depoimento: José Luís César

créditos


CAVALCANTI, José Dias. Parangolé:anti-obra de Hélio Oiticica. Disponível em: www.digestivocultural.com MACIEL, kátia. H.O. Supra-Sensorial – vídeo experimental. Dvdteca Arte na escola, 1997.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix, 2001. 11 ed. SANTAELLA, Lúcia. A percepção uma teoria semiótica. São Paulo: Experimento,1998

referências


vestindo_a_camisa