Issuu on Google+

Transitória Casa do Caminho Albergue Noturno de Diadema

(11) 4056 - 2008

4056-2003

JORNAL

ABRIL 2011

EM FOCO relaxem, pois o que estiver escrito no Astral irá acontecer,­

Fala Expositor

queiramos­ ou não.­ Simplesmente nada poderemos fazer,­ pois contra a força­ da natureza e dos emissários de Deus,

2012 E O TERCEIRO MILENIUM

somos­ impotentes,­ por mais que nos achemos inteligentes e tecnologicamente­ desenvolvidos.­ Não poderemos fazer

M

uito se tem discutido sobre o fim do

praticamente­ nada sobre­ os desastres naturais que estiverem­

mundo neste início do terceiro milênio e

previstos e que serão desencadeados­pela natureza em tempos­

particularmente­ neste ano de 2012, onde há uma

talvez não muito distantes, porem como filhos de Deus, e

previsão­ catastrófica para o fim do mundo em

irmãos­ do nosso governador­ sideral, podemos­ e devemos

21/12/2012, o que não falta são previsões sobre de

fazer­ o que estiver ao nosso alcance, não para salvar o planeta­

como será o fim deste lindo planeta Azul.

destas­ catástrofes,­ pois como já disse, somos­ praticamente­

Muitos cientistas, assim como muitas seitas religiosas­

impotentes,­mas para salvarmos­a nós mesmos.

já previram­ por diversas vezes o fim dos tempos e

Como? Simples, podemos iniciar a nossa reforma intima, se já

falharam em todas as suas previsões. O que poucos destes profetas apocalípticos­ falam, é que durante­ os poucos mais de 4,5 bilhões­ de anos de existência

EDITORIAL

deste lindo­ planeta, ele já passou por vários ciclos de destruição,­o que é na realidade salutar para o planeta,­ pois a cada ciclo ele se renova, apresentando novas

A

e melhores condições para a vida planetária,­ seja ela

NO NOVO, VIDA NOVA! Parafraseando o dito popular, reiniciamos mais um ano de atividades, voltadas ao estudo e à divulgação­ da nossa Doutrina. Depois desse merecido descanso, estamos de volta com esta edição do EM FOCO, que traz os eventos no “Aconteceu no Lela e TCC”; um momento de reflexão­ em “Fala Expositor”; “Momento Entrevista”, onde conheceremos o trabalho do Dpto. De Ensino e a oportunidade de conhecermos vida e obra de um personagem que atuou na disseminação da Doutrina Espírita. É com muito carinho que trazemos aos leitores a primeira edição do ano do EM FOCO. Que 2012 seja pleno de realizações e que Deus permita­possamos continuar nosso trabalho para que possamos levar, nessas páginas, nossa alegria de podermos­compartilhar todos os momentos!

física ou espiritual. Coincidentemente (se é que existem coincidências),­ na entrada­ deste terceiro milênio da era cristã, a natureza­ vem dando sinais de um novo ciclo de renovação­planetária­, o que aliás, já era previsto desde os tempos­ imemoriais pelos construtores planetários­ e pelo nosso­ governador Sideral, que conhecemos pelo nome de Jesus. Sugiro aos apavorados de plantão, que simplesmente EXPEDIENTE: Responsável- Departamento de Divulgação Edição e Revisão - Danielle Moschen,Solange Dias, Alex Ramos, Maria Aparecida Andrade,Vinicius Silva Colaboração: Claudete Fukai, Fernando Cardoso, Ozimar Silva, Projeto Gráfico e Diagramação- Chama7 E-mail: emfoco_jornal@ig.com.br Tiragem: 1.000 Periodo: Bimestral

JORNAL EM FOCO

A EQUIPE

01

03 / 2012


LELA & TCC

BIOGRAFIA | ARTHUR CONAN DOYLE

Arthur C. Doyle A

clamado como escritor pelos povos e pela crítica, agraciado com o título de “Sir” pelo Rei Eduardo VII, sua figura marcante será sempre lembrada com profundo respeito entre os seguidores da doutrina codificada pelo francês Allan Kardec. Após renunciar ao catolicismo, por não satisfazer seu espírito evoluído, permaneceu um convicto-materialista-deista, isto é, acreditava em Deus, mas rejeitava as Revelações. Passou a se preocupar com um novo e delicado assunto: o psiquismo. Em 1887, visitou o General Drayson, astrônomo convertido ao espiritismo, que lhe assegurou ser um fato a existência além da morte. Doyle não era homem de aceitar facilmente as coisas, mas diante dos seguros argumentos apresentados por seu paciente, foi levado a meditar e ler algumas obras espíritas. Em pouco tempo, estava familiarizado com as verdades da nova doutrina e como não havia chegado a uma conclusão definitiva, esforçou-se para adquirir um conhecimento mais profundo. A personalidade humana e sua sobrevivência à morte do corpo, de Frederich Meyers, autor inglês conhecido por suas investigações psíquicas sobre alucinações telepáticas, impressionou-o bastante, decidindo fazer suas próprias experiências com mesas girantes. No dia 24 de junho de 1887, com a colaboração do Sr. Horstead (médium experimentado), realizou sob severo controle a primeira de uma série de sessões. A sua conversão definitiva só se concretizaria após a leitura da obra Memórias do Juiz Edmonds. No dia 27 de julho de 1887, a Revista Light publicou a célebre carta de Doyle. Nela, o escritor­ manifesta todo o seu respeito aos postulados­da nova doutrina, explicando as razões que o levaram à conversão. O conhecido espírita brasileiro Cairbar Schutell publicou a tradução na edição de 15 de junho de 1929 da Revista Internacional do Espiritismo. A carta tornou-se um dos mais valiosos documentos da história do espiritismo. A enfermidade de sua esposa não lhe permitia dispensar maior tempo às investigações.­ Apesar das constantes viagens à Suíça para tratamento de cura, no dia 04 de julho de 1906 ela desencarnou, vítima de tuberculose. Em setembro de 1907, casou-se pela segunda­ vez, com Jean Leckie, que também lhe daria dois filhos (Denis e Adrian). Após comunicar-se­com o espírito de um irmão desencarnado, sua nova esposa teve sua crença fortalecida, tornando-se uma eficiente colaboradora, acompanhando-o­ nas viagens de propaganda doutrinária. De retorno à Inglaterra, após uma visita ao Canadá­ às vésperas da 1ª Guerra Mundial, prestou valiosos serviços na frente interna.­ Seu magnífico­ poder de intuição, demonstrado nas novelas, tornavam-se­ evidentes­ no conto­ Perigo! (1913), onde retrata com precisão práticas até então desconhecidas,­que foram utilizadas no grande conflito (1914-18), como guerra submarina, torpedeamento de navios neutros, ataques aéreos etc.

es-

JORNAL EM FOCO

Em 7 de julho de 1930, em Cowborough, Sussex, partiu para as regiões sublimadas­ do espaço uma das mais valiosas criaturas que a humanidade conheceu.­ Inteligência­ robusta e espírito preclaro, nunca utilizou nos papéis­ o escudo de nobreza da família. Ao recusar a distinção de Par do Reino Unido­ da Grã-Bre­ tan­ha­­­­,­­­­em troca do repúdio ao espiritismo, estava consciente que sua fidelidade­ doutrinária significaria não só a perda de tão excepcional­ oportunidade,­ mas também de amigos preconceituosos. Entretanto, não vacilou­ ao aceitar os honrosos­ cargos de Presidente de Honra da Federação Espírita Internacional, Presidente da Aliança­Espírita de Londres e Presidente do Colégio Britânico de Ciências Psíquicas. Dada à projeção do seu nome, deve-se­a Conan Doyle parte da penetração da doutrina espírita em muitos países, notadamente­aqueles de língua inglesa. Abalizado conferencista, através de serenas e emocionantes narrativas chamava a atenção das platéias para a veracidade dos fenômenos píritas, deixando sempre um rastro de luz por onde passou.

02

04 / 2012

Fonte: oblogdosespíritas.blogspot.com

A partida para o plano espiritual


LELA & TCC

JORNAL EM FOCO

03

03 / 2012


LELA & TCC

ACONTECEU NO LELA | PALESTRA MENSAL

Aconteceu no Lela

De volta às aulas.

A festa ocorre todo final de ano e movimenta uma multidão de voluntários, são pessoas de todo canto da região, cada família beneficiada passa por um cadastro, analisado o perfil socioeconômico­de cada família, cada criança ganha uma senha para receber a sacolinha com os presentes, cada sacolinha é patrocinada­ por um voluntário e equipes de voluntários preparam­a festa onde as crianças comparecem. Várias equipes realizam as tarefas da festa, preparam a decoração,­ transportam as sacolinhas, organizam a fila das famílias,­ preparam o lanche e cuidam da limpeza do local após o final da festa. Todo ano a festa se repete, sempre tem espaço para aqueles que

F

evereiro inicia trazendo novamente as aulas no Lela; os cursos de Aprendizes do Evangelho e Educação Mediúnica encheram as salas de aula com um colorido que faz da Doutrina Espírita uma doutrina viva e transformadora. Os cursos visam dar uma base teórica e prática da doutrina propiciando aos alunos uma vivência baseada na Fé raciocinada, no conhecimento do Evangelho e sobre o papel do Espírita no mundo. O curso de Aprendizes do Evangelho objetiva dar uma base doutrinária consistente para todos que queiram conhecer o

querem participar como voluntário é só procurar a secretaria­do Lela e se informar.

Espiritismo­em seu caráter de Consolador Prometido e enquanto­ doutrina fundamentada em seus três aspectos: Filosofia,­Ciência­ e Religião, já o curso de Educação Mediúnica procura dar condições aos participantes de entenderem e educarem­ suas potencialidades mediúnicas, característica comum à todos nós em diversos níveis de sensibilidade, que se não educada pode causar transtornos. Para a criançada o retorno das aulas de Evangelização infantil­ trouxe a oportunidade do contato com a doutrina numa linguagem­ acessível e lúdica onde os pequenos divertem-se aprendendo, além das turmas da Evangelização há também a turma da Mocidade Espírita; já os pais, enquanto a criançada permanece nas diversas salas de aula, debatem assuntos do dia a dia sob a luz da doutrina Espírita, sexualidade na adolescência,­ mediunidade infantil, drogas lícitas e ilícitas, são alguns dos temas que são debatidos pelos adultos.

Pedi e obtereis, mas obtereis quando? Sempre pedimos muitas coisas à Deus e lá no Evangelho, no livro de Mateus 21:22 podemos ler as seguintes palavras: “ [...] e tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis[...]“. Como interpretar essa frase do Cristo quando a despeito de nossa fé e de nossa prece sincera não obtemos o que pedimos? É preciso lançar luzes nesta questão, nos convida Sebastião Miguel, palestrante de novembro na última palestra mensal de 2011. Para ele é preciso entender que o nosso tempo é um dos aspectos­ inerentes à nossa rogativa e, portanto, efêmero. Quando­ suplicamos à Deus, o fator tempo está nos pressionando­ e nos colocando sob uma perspectiva humana. A duração de uma existência­ terrena hoje em dia no Brasil está em torno dos 65 e 70 anos, o dobro da expectativa de vida do ser humano­ da idade média e portanto é uma relativa expectativa­de atendimento­ às nossas preces, uma expectativa basicamente humana. Se olharmos­ com a expectativa divina, tudo se relativiza,­ o tempo de Deus é a eternidade. Diante da eternidade os nossos pedidos se transformam, o que nós pedimos­ premidos pelo tempo terreno­ e pelas coisas terrenas, ao desencarnarmos basicamente deixam de ter propósito, pois na ampla maioria das vezes essas demandas se esgotam com o desencarne, excetuando-se tudo aquilo que nos acompanha na viajem além túmulo, que aí sim são coisas da eternidade e portanto, requerem soluções que vão além do tempo terreno.

O melhor remédio contra a depressão é a Caridade.­

Pra evitar a depressão a caridade é um excelente recurso, dedicar­ nosso tempo e nossa energia para os que estão necessitados­ nos faz melhor para nós mesmos e para o mundo. Foi mais uma Festa das Sacolinhas de Natal que a TCC e o Lela realizaram no mês de dezembro, no ginásio Mané Garrinha em Diadema, os voluntários motivados fizeram uma festa muito bonita­e emocionante. Cerca de setecentas e cinquenta crianças receberam­ presentes­ nesta festa, acompanhadas de seus responsáveis­ a garotada se alegrou com a presença­ de Papai Noel, puderam tirar fotos junto ao bom velhinho,­ comeram sanduíches preparados pelos­ próprios­ voluntários­ e receberam as sacolinhas repletas de brinquedos,­roupas e produtos de higiene pessoal.

JORNAL EM FOCO

É preciso acabar com essa balela chamada morte.

O Espiritismo retirando os véus do fenômeno chamado morte, nos apresenta uma única vida e eterna, entrecortada com fases

04

03 / 2012


LELA & TCC

de reencarnação na terra e fases na erraticidade, mas sempre­ uma única vida eterna, numa perspectiva divina, é preciso acabar­ com essa balela chamada morte, afirma o palestrante.­ Ao encararmos a morte sob esse prisma, todos os nossos desejos­ ganham outra coloração, outra importância. Tudo que necessitamos­ para nossa evolução fica mais claro e nítido. Sebastião­ Miguel nos exorta a construirmos a nossa felicidade, aprendendo a amarmos a nós mesmos, pois Deus nos ama, o Cristo nos ama e vários outros espíritos nos amam também, é preciso construirmos um edifício de harmonia em nossa alma, afirma Sebastião. É na família que encontramos o cadinho divino­ que nos conduz ao reequilíbrio através dos processos de resgates e de solidariedade uns para com os outros, num torvelinho que somente será solucionado através do perdão e da caridade. Com um censo de humor construtivo, o palestrante da noite finaliza­sua apresentação motivando os participantes a seguirem o Cristo no caminho da vida eterna, com o tempo da eternidade­

pobre­ de espírito. Quando Jesus disse a célebre frase, o fez em aramaico que era um dialeto local, depois foi traduzido­ para o hebraico e posteriormente para o grego, de lá para cá o termo foi tendo seu significado alterado e hoje tem uma conotação­que exige do leitor um certo critério para seu devido entendimento.

O pobre de espírito não é o digno de piedade.

Quando se diz pobre de espírito tem-se a sensação de que estamos­falando de alguém digno de pena, de uma pessoa que é inferior, muitas das vezes alguém que tenha cometido faltas graves e mesmo crimes, um pobre de espírito. Forçoso é explicar­ que o pobre de espírito dito na passagem evangélica é aquele que é simples de espírito, que é puro, que é isento de ambição,­ que não tem apêgo ao dinheiro e às coisas materiais, são pessoas­ desapegadas à materialidade, assim não carecem de nossa piedade,­pelo contrário são pessoas mais espiritualizadas,­ que dão mais valor às coisas da alma. Nesse caso o pobre é o oposto do arrogante de espírito.

Nem sempre os nossos melhores desejos são os melhores desejos­para nós.

para conseguirmos realizar nosso sonho mais importante, sermos­felizes.

Nessa simplicidade que está ligada a felicidade podemos refletir­ sobre o que mais necessitamos na vida: a felicidade, para sermos felizes na vida o que precisamos? casa, carro, conta bancária invejável,­posição social de destaque? o que nos tráz de verdade­a chamada felicidade? Jesus nos dá a resposta quando­ nos diz que são felizes os pobres de espírito, pois o desapego­ à materialidade­ nos remete apreciar as coisas reais que são as coisas do espírito, o Evangelho está repleto de parábolas nesse sentido. Ao desejarmos riqueza e poder poderemos desejar­ exatamente aquilo que nos levará à queda, na verdade o que precisamos desejar é a capacidade de enfrentar os desafios que se apresentam em nossa vida e retirar deles as lições que levaremos­ para além túmulo em nossa jornada evolutiva. É preciso­saber pedir.

Encontro de voluntários na TCC

No domingo de 20 de novembro, numa manhã ensolarada os voluntários e voluntárias da Transitória Casa do Caminho­ em Diadema reuniram-se em seu encontro anual para um animado­ café da manhã. O encontro é uma iniciativa da direção­ do albergue­ visando estreitar o relacionamento entre os voluntários­ que ajudam na rotina da casa. Cozinhar e lavar­ toda a louça e as enormes panelas do albergue é uma das inúmeras­tarefas desempenhadas­pelo pessoal voluntário. Esse encontro realizado­ anualmente é momento de descontração e fortalecimento­de novas e velhas amizades.

Bem aventurados os felizes, pois que os infelizes­são infelizes.­

Deixe a luz entrar.

José Souto vai além, nos incita a deixarmos a luz entrar nos porões de nossa alma. Numa alegoria bem colocada, Souto compara­ nosso processo de reforma íntima a uma faxina geral numa casa abandonada, de início há que se lavar as janelas para que a luz entre e assim possamos ver onde mais é necessária a nossa intervenção sanitária. Ao jogarmos água e sabão nas janelas de nossa alma, inicialmente sairá a sujeira mais grossa,­ mesmo esfregando haverá a necessidade de enxaguarmos mais e mais esfregando e enxaguando até que toda a sujeira desapareça­ e a luz invada nosso íntimo nos mostrando onde mais é necessário água, sabão e esfregão. Foi assim, numa tocada vibrante e ininterrupta que José Souto­ discorreu sobre o Evangelho de Jesus, o salão João de Deus lotado­ marcou de forma positiva a volta das palestras mensais­ que ocorrem sempr e no último sábado de cada mês no lar Espírita­Luz e Amor.

O discurso mais importante da humanidade em toda a história é o Sermão da Montanha, proferido por Jesus. As Bemaventuranças,­­­­ constituem-se num marco da doutrina trazida pelo Cristo, sua importância é incontestável, o líder indiano Mahatma­ Gandhi afirmou que se todos os livros de religião da Terra se perdessem mas se guardasse apenas o Sermão da Montanha,­toda a humanidade estaria salva. Foi assim que José Souto iniciou sua palestra nessa noite de 25 de fevereiro, com o tema Bem aventurados os pobres de espírito,­ Souto, fez uma abordagem sobre o significado da expressão­

JORNAL EM FOCO

05

03 / 2012


LELA & TCC

ENTREVISTA | SALETE GAEFKE E PEDRO PINTO - DEP.ENSINO - LELA

Momento Entrevista O

Em Foco convidou para sua primeira entrevista de 2012 a Sra. Salete Gaefke e o Sr. Pedro Pinto, respectivamente, diretora e vice-diretor do Departamento de Ensino do LELA para falarem sobre suas trajetórias no espiritismo e em nossa casa espírita e, principalmente, sobre o trabalho desenvolvido pelo departamento e a importância do estudo para o espírita. Leia a entrevista e esclareça suas dúvidas sobre os cursos oferecidos­pelo LELA. Boa Leitura!

Em Foco: Quais os cursos oferecidos, do que tratam e qual a sua duração? Salete/Pedro: O LELA preconiza como objetivos gerais a construção de valores humanos atentos aos novos paradigmas para o terceiro milênio da Era Cristã. Até 2011 eram oferecidos dois cursos: Aprendizes do Evangelho e Educação Mediúnica. E a partir de 2012 também será oferecido um novo curso, intitulado Aprofundamento Filosófico. O Aprendizes do Evangelho tem 3 anos de duração e visa à compreensão das máximas morais de Cristo expressas essencialmente nos evangelhos de João, Lucas, Marcos e Mateus, nos Atos dos Apóstolos e no Apocalipse de João , além da leitura de obras complementares de Emmanuel e André Luiz, psicografadas por Chico Xavier, entre outros. O Educação Mediúnica tem 4 anos de duração e visa ao estudo das obras da Codificação Kardecista, ou seja, o estudo dos livros organizados por Allan Kardec: o Livro dos Espíritos, o Livro dos Médiuns, o Evangelho segundo o Espiritismo, a Gênese e o Céu e o Inferno. Além do estudo teórico da doutrina, o curso permite aos participantes entenderem melhor e desenvolverem sua mediunidade. O curso de Aprofundamento Filosófico funciona como grupo de estudo sem prazo determinado. Foi criado para atender aqueles que já fizeram os cursos anteriores e que desejam aprofundar o estudo da doutrina dos espíritos à luz do pensamento filosófico.

Em Foco: Poderiam relatar brevemente suas trajetórias no campo da religião? Pedro: Nasci numa família católica tradicional no dia 29 de junho, dia de São Pedro. Fui batizado com o nome do santo e casei-me na Igreja Católica. Apesar de respeitar a opinião espiritualista, passei bom tempo ligado ao materialismo. Todavia notava que nos meus locais de trabalho havia espíritas, o que me influenciou na minha futura inserção no espiritismo. Sofrendo com fortes dores no nervo ciático, acabei procurando o LELA inicialmente apenas para tratamento. Comecei a colaborar com a casa em 1991 e iniciei os estudos doutrinários em 1992. Estou no LELA há 20 anos! E, apesar de não encarar o espiritismo como uma religião formal, foi essa doutrina que permitiu que eu me religasse a Deus. Salete: ?????? Em Foco: Qual a função do Departamento de Ensino do LELA? Salete/Pedro: A função do Depto. de Ensino é organizar a educação espírita através de um programa sistematizado seja para o curso de Aprendizes do Evangelho, seja para o de Educação Mediúnica. Através dos cursos o departamento pretende contribuir para o progresso dos espíritos encarnados no campo moral e intelectual.

Em Foco: Todas as casas espíritas têm um departamento de ensino? Quais as diferenças que existem? Salete/Pedro: Não sabemos informar se todas as casas espíritas­ possum esse departamento. Entretanto , devemos lembrar o que nos disse o Espírito da Verdade no Cap. VI do Evangelho segundo­o Espiritismo (item 5): amai-vos e instruí-vos. O “instruir-vos”­requer um meio de estudar, seja de forma sistematizada­ ou aleatória. No LELA, há uma programação seqüencial, mas em outros centros as atividades de ensino têm estrutura diferente. Por exemplo, participei no interior de SP, à convite, de uma aula livre no pátio de um centro e foi muito proveitoso.

Em Foco: Expliquem a importância do estudo para o espírita. Por que estudar? Salete/Pedro: O estudo permite que desenvolvamos melhor a nossa capacidade cognitiva, ampliando horizontes conscienciais. Por seu intermédio se alcança a razão das coisas, sob uma ótica holística e não apenas pelo aspecto sensorial. A lógica da doutrina modifica o nosso pensamento, dando-nos a certeza da continuidade da vida. O próprio espírito recobra os conhecimentos.

JORNAL EM FOCO

Em Foco:Os cursos são gratuitos? Possuem alguma bibliografia?­ Salete/Pedro: Sim. Todos os cursos são gratuitos e seguem uma bibliografia de livros psicografados e não-psicografados de autores­consagrados, tendo como núcleo comum a Codificação Kardecista.

06

03 / 2012


LELA & TCC

PROJETO REVIVER

Em Foco: Quais os requisitos para se inscrever nos cursos oferecidos no LELA? Salete/Pedro: ???

Venha fazer parte de nosso grupo, estamos­ começando um trabalho dentro­ do Lar Espirita Luz e Amor de dependência­química e co-dependência.­ Você sabia que a dependência é uma doença e necessita­ de cuidados e estes cuidados estende-se aos seus familiares e amigos?

Em Foco: Como os interessados podem se inscrever nos cursos? Salete/Pedro: Os interessados podem se inscrever na Secretaria do LELA caso já tenham iniciado os estudos. Caso seja iniciante deve procurar a Orientação para que possa ser encaminhado aos cursos.

FORT

- Conhece famílias que estão nesta situação­e não sabem como agir? - Você encontra-se nesta situação?

Realizado, no dia 26 de fevereiro, palestra sobre “APERFEIÇOAMENTO DE EXPOSITORES” por EUGENIVALDO FORT, direcionado aos Expositores da

PROCURE UM ORIENTADOR­ NO LELA E O MESMO­LHE ENCAMINHARÁ PARA NÓS E TODOS­SERÃO BEM RECEBIDOS.­

Assistência­Espiritual, com o tema: ” ESPIRITUALIZANDO E HUMANIZANDO A ORATÓRIA EPÍRITA”.

Nós estaremos fazendo parte de sua caminhada na transformação de sua vida. Acredite em Você, porque nós acreditamos­ em sua reabilitação e VOCÊ?

DEPARTAMENTO DE VOLUNTARIADO

JORNAL EM FOCO

07

03 / 2012


LELA & TCC

´ ANUNCIOS REDE DO PROGRAMA DE OLIMPÍADAS DO CONHECIMENTO Competições Educacionais, Programas de Enriquecimento Curricular e Assessoria a Escolas

Tel (11) 4044.5335 Cel (11) 9295.0702 www.redepoc.com

falecom@aquarelamat.com.br

“Dependência Química” Projeto

Reviver Lar Espírita Luz e Amor Rua Castro Alves, 165, Diadema, SP – Telefone: (011)4056-2003

4056-2003

O QUE A SUA EMPRESA PRECISA ? 11 4055-1212 JORNAL EM FOCO

08

03 / 2012


Lela Journal - Final 01