Page 1

Premiação internacional Regina Casé representa o Brasil no Festival de Cinema de Sundance nos EUA e leva prêmio especial do júri. FAMOSOS | PÁGINA 16 Diretor: Marcelo Godinho | Ano XIV | Edição 1362 | www.jornalatual.com.br | facebook.com/jatua1l | twitter.com/jatua1l | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015 | Preço: R$ 1,00 DIVULGAÇÃO / PMI

EDIÇÃO ESPECIAL

VERGONHA Luciano Mota não aplica e tenta adiar Plano de Cargos e Salários: exemplo da total incompetência e desorganização ESPECIAL | PÁGINAS 3 a 9 do seu governo. Comissão do funcionalismo marca evento e fala em greve geral Sepe nega que tenha concordado com “termos de compromisso” e marca assembleia ATUAL mostra contradições e prevê problemas na execução do decreto Câmara pede liminar para tornar artigo de decreto sem efeito Crise política e administrativa, que já era grave, fica ainda pior

FOTO DIVULGAÇÃO

Um triste destaque na TV Globo

Mangaratiba apareceu no programa “Fantástico” graças às investigações que têm origem na suspeita de corrupção do governo Capixaba. Promotor falou com o ATUAL. PODER | PÁGINA 11

Duplo homicídio choca Coroa Grande Um dos mortos é um adolescente de apenas 16 anos, alvejado por cinco tiros disparados de arma de grosso calibre. POLÍCIA | P. 14


2

SERVIÇO

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

UFRRJ abre edital para auxílios socioeconômicos

TCE-RJ realizará concurso para auditor substituto de conselheiro

Estudantes têm até dia 27 para pedir inclusão e renovação de bolsas. Ao total, são seis categorias

BOLSAS A UFRRJ dispõe de seis tipos de auxílio. Alimentação não pecuniária refere-se ao acesso gratuito de alunos ao restaurante universitário. Essa categoria é exclusiva para os campi de Seropédica e Nova Iguaçu, e conta com 1,3 mil vagas (mil para Seropédica e 300 para Nova Iguaçu). Já o auxílio pecuniário, exclusivo para o campus de Três Rios, refere-se à uma bolsa no valor de R$ 200 para que os estudantes se alimentem em estabelecimentos particulares. Auxílio moradia e auxílio transporte são disponíveis para os três campi, com 640 bolsas no valor de R$ 200 (transporte) e R$ 250 (moradia). As três unidades também contam com 670 bolsas totais para auxílio didático-pedagógico no valor de R$ 200. O valor é pago em parcela única para que os alunos possam comprar material. Seropédica ainda conta com residência

ARQUIVO ATUAL

AJUDA DE CUSTO A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), por intermédio da Divisão Multidisciplinar de Assistência ao Estudante, publicou na sexta-feira (30) o edital 2015 para recebimento de auxílios com alimentação, moradia e transporte. Os estudantes interessados em se inscrever ou renovar seu cadastro têm entre os dias nove e 27 de fevereiro para enviar documentação necessária.

Lopes, presidente do TCE-RJ, o edital completo para o concurso deverá ser publicado até março, com a previsão de provas nos primeiros seis meses do ano. “Nos próximos dias assinaremos o contrato com a Fundação Getúlio Vargas e esperamos realizar o concurso ainda este semestre”, afirmou ele. Os concursados poderão substituir os conselheiros em caso de afastamento legal, para efeito de quórum (quando os titulares estiverem impossibilitados de comparecer às sessões plenárias) e em caso de vacância de cargo de conselheiro, sempre mediante convocação do presidente do Tribunal. No entanto, no órgão pleno não poderá participar, ao mesmo tempo, mais de um auditor substituto. (Com informações do TCE)

Seeduc altera edital CAMPUS SEDE da UFRRJ conta com seis tipos de auxílio, incluindo alojamento estudantil, com 300 vagas para alunos que queiram morar no alojamento do campus. CANDIDATOS Os auxílios são exclusivos para estudantes dos cursos de graduação presenciais em situação de vulnerabilidade socioeconômica, que deve ser inferior ou igual a um salário mínimo e meio (R$ 1,18 mil). Os alunos devem fazer inscrição online entre os dias nove e 27 de fevereiro. Durante esse período devem-se enviar por correio todos os documentos que comprovem a si-

tuação financeira do candidato. Para quem preferir levar a documentação pessoalmente na Pró -Reitoria de Assustos Estudantis da universidade, o prazo é de 23 a 27 de fevereiro. O campus sede da UFRRJ fica na Rodovia BR 465 (antiga Rio - São Paulo), Km 7, em Seropédica. Para conferir o edital, fazer a inscrição online, conferir documentação e as datas do processo, acessar o portal da universidade (http://r1.ufrrj.br/ sba/index_body.php). Dúvidas é só ligar para (21) 2682-1795. (Com informações do Portal UFRRJ)

Sesi Cultural Rio abre edital CREDENCIAMENTO O Sesi Cultural, por meio da Federação das Indústrias do Rio (Firjan), publicou edital para credenciamento de empresas de segmento cultural na última quinta-feira (29). A iniciativa é cadastrar profissionais para participar dos

TRÊS VAGAS Segundo informações do Diário Oficial de sextafeira (31), o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE -RJ) vai realizar concurso público para o preenchimento de três vagas para o cargo de auditor substituto de conselheiro. O cargo de auditor substituto do TCE-RJ foi regulamentado pela Lei Complementar nº 156/2013, que alterou a Lei Orgânica do Tribunal e teve origem num projeto de lei de autoria do próprio TCE-RJ. De acordo com a Lei nº 156/2013, os auditores serão nomeados pelo governador dentre os cidadãos que sejam detentores de diploma de curso superior e que satisfaçam os requisitos exigidos para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas, mediante concurso público de provas e títulos. Segundo Jonas

seus projetos ao longo de 2015. O edital tem como foco teatro, artes plásticas, música, dança, circo, operação de som, canto, regência e grafite. Os candidatos podem atuar no programa Sesi Cidadania (desenvolvimento de atividades

culturais em comunidades pacificadas) ou nas unidades do Sesi Rio. Os interessados devem se inscrever no portal da Firjan (www.firjan.org.br/portaldecompras). Dúvidas pelo telefone (21) 2587-1065 ou pelo e-mail comissao.licitacoes@firjan.org.br.

ATÉ MARÇO Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro divulgou, no Diário Oficial de segunda-feira (02), modificações no edital do concurso para professores com carga horária semanal de 16 e 30 horas semanais. As inscrições, que terminariam no último domingo (01), foram prorrogadas até o primeiro dia de março. A seleção visa ao preenchimento inicial de 1,6 mil vagas, sendo 982 para docentes com carga horária de 30 horas semanais e 715 para professores de 16 horas. Há oportunidades para: Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Filosofia, História, Sociologia, Português, Física, Geografia, Matemática, Química e Línguas Estrangeiras (Inglês, Italiano, Francês e Espanhol).

Os salários são de R$ 2,2 mil para cargos de 30 horas e R$ 1,17 mil para 16 horas. Há também auxílio-transporte (entre R$ 66 e R$ 132 conforme a carga horária) e auxílio-alimentação (R$ 160). A Seeduc também oferece auxílioqualificação (bônus anual de R$ 500) e bônus por desempenho para escolas que atingirem as metas propostas. A prova objetiva (português, conhecimentos gerais e pedagógicos) e a avaliação de títulos, inicialmente marcadas para o dia oito de março, serão realizadas no dia 29 do mesmo mês. Já o resultado final do concurso, com a classificação dos candidatos aprovados, foi transferido do dia 13 de maio para o dia 3 de junho. (Com informações do Governo do Estado)

Palácio Guanabara abre suas portas à visitação VISITAÇÃO O Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado, iniciou no último sábado (31) uma série de visitas guiadas. O projeto inédito acontecerá todo último sábado de cada mês, em dois horários (às 9h e às 10h30). Como a procura é gran-

Atual Costa Verde Comunicação Ltda | CNPJ No. 04.558.724/0001-06 | Insc. Mun. 18.341 Redação: Rua Amélia Louzada, 225, Centro, Itaguaí - RJ - CEP 23815-180 | Telefax (21) 2687-6281 | www.jornalatual.com.br Circulação Itaguaí, Seropédica, Mangaratiba e Zona Oeste | Fechamento 17h Diretor Geral Marcelo Godinho | Diretor Administrativo André Bento | Editor Executivo Jupy Junior | Editor Renato Reis | Subeditor Welington Campos | Projeto Gráfico e Diagramação Pablo Chaves Arte Publicitária Ubiracy Junior | Reportagem Jupy Junior, Dilceia Norberto, Renato Reis e Welington Campos | Fotografia Carlos Roberto | Estagiários Mateus Cunha e Victor Ohana | Secretaria Daniele das Núpcias | Distribuição em bancas Júlio Obermüller | Impressão e Fotolitos Editora Esquema Lt

de, os interessados devem enviar um e-mail para visitaguiada@casacivil.rj.gov.br com nome completo, cópia do documento de identidade com foto e telefone para contato. Os guias serão estudantes do curso de Turismo e Hotelaria do Senac RJ.

FALE COM A GENTE EDITOR renato.reis@jornalatual.com.br REDAÇÃO redacao@jornalatual.com.br COMERCIAL comercial@jornalatual.com.br


ESPECIAL

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

3

ARQUIVO ATUAL

PREFEITURA piora ainda mais a crise política e atinge em cheio bolso dos servidores

Luciano Mota baixa decreto para adiar Plano do funcionalismo Medida gera reação da Câmara Legislativa e dos servidores, que falam em greve. Colapso do serviço público é iminente e crise se agrava mais FOTO DIVULGAÇÃO / PMI

JUPY JUNIOR jupy.junior@jornalatual.com.br

LUCIANO, sorridente, exibiu em dezembro lei do Plano assinada por ele

MENTIRAS E REVOLTA - No pagamento do funcionalismo (sexta-feira, 30), os servidores de Itaguaí tiveram uma péssima surpresa. A prefeitura determinou que o aumento proporcionado pelos Planos de Cargos e Salários não será incorporado aos vencimentos nos próximos 120 dias. Os Planos, antiga reivindicação, foram aprovados no ano passado em agosto (Educação) e dezembro (demais categorias). Graças ao decreto 3941/2015, assinado pelo prefeito Luciano Mota na quinta-feira (29 de janeiro), os servidores terão que esperar ainda mais para que o Plano aprovado, que é uma lei, de fato entre em vigor. Além do decreto, há um termo de compromisso – especificamente dirigido à categoria da Educação – assinado pelo prefeito em que ele informa do adiamento do Plano por 120 dias e pagamento de retroativos de forma parcelada “tão

logo seja restabelecido o cenário financeiro autorizador da concessão do aumento vencimental decorrente da aplicação do Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos”. Por meio de sua diretora jurídica, Dulce Figueira, o Sepe negou neste domingo (1) que tenha feito acordo com o prefeito e afirma que apenas recebeu o documento. Como várias outras determinações da prefeitura, as dúvidas são mais numerosas do que os procedimentos: não se sabe se o pagamento retroativo é só para os profissionais da Educação, porque tal menção ocorre apenas no termo de compromisso, e não no decreto. Ambos os documentos caíram como uma bomba na cidade: a Câmara dos Vereadores, por meio de uma comunicação oficial publicada no seu site, diz que tomará medidas cabíveis contra a prefeitura, pois entende que há ilegalidade no terceiro artigo do decreto. Servidores revoltados falam em greve. A cidade, que já vivia dias de temeridade, está perto do colapso

dos serviços públicos mediante a possibilidade de estouro de uma greve geral. A fragilidade, confusão, inabilidade, inexperiência e incompetência do governo Mota explodem com toda a sua força nestes últimos dias. ARGUMENTOS FRÁGEIS A prefeitura justifica a medida baseada principalmente em seis argumentos: 1) instabilidade econômica; 2) redução da receita proveniente dos royalties; 3) anunciado período de austeridade econômica nos governos federal e estadual; 4) obediência à lei de responsabilidade

Prefeitura descumpre promessa e alega problema econômico para adotar medidas fiscal (101/2000); 5) excessivas nomeações para cargos efetivos na gestão anterior; 6) a aprovação do orçamento para 2015 se deu em cenário econômico mais favorável. Todos os argumentos podem ser combatidos a partir de um termo simples: desorganização. Hesitante desde o início e com a crença de que se poderia aprender a voar em pleno voo, o governo Mota encontra a expressão máxima do despreparo generalizado. O legislativo municipal já mostrou onde está o “X” da questão: decreto não pode derrubar lei, como já determinou o Supremo Tribunal Federal, instância máxima do legislativo brasileiro. CONTINUA


4

ESPECIAL

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Os argumentos vazios da Prefeitura FOTO DIVULGAÇÃO / PMI

CONTRADIÇÕES Além do problema da inconstitucionalidade, o descumprimento pela prefeitura da promessa e da lei é condenável pelas razões que o ATUAL apresenta na página seguinte na forma de temas. O ATUAL apresenta um a um os argumentos levantados pela prefeitura para o adiamento dos Planos de Cargos e Carreiras da Educação e das demais categorias. Percebe-se que o decreto trouxe mais dúvidas do que esclarecimentos. Leia a seguir. A MENTIRA: OS REPASSES DA ANP FORAM NORMALIZADOS EM OUTUBRO DE 2014 Um dos argumentos para não aplicar os Planos de Cargos e Salários é a “redução da receita oriunda dos royalties de petróleo e da participação especial de exploração e produção de petróleo e gás natural implicará na diminuição do lastro financeiro do Município”, conforme texto do decreto 3941. Acontece que, como a própria prefeitura alardeou em nota enviada ao ATUAL e em matéria publicada no jornal chapa branca, desde outubro do ano passado a prefeitura recebe cerca de R$ 4 milhões/mês do rateio dos royalties. Mais do que isso, foi a partir deste mês que a prefeitura passou também a receber, de forma parcelada, R$ 32,96 milhões retroativos por conta do período em que foi rebaixada, também por culpa da prefeitura (não houve resposta a três ofícios enviados pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Não custa lembrar também que o uso de tais verbas para pagar o funcionalismo é ilegal, e que a Operação Gafanhotos, da Polícia Federal, investiga justamente o desvio de verbas provenientes do rateio dos royalties (e também das verbas do Sistema Único de Saúde). DEMORA NO ENVIO DO PLANO DA EDUCAÇÃO E DOS DEMAIS SERVIDORES A confusão relativa aos Planos de Cargos e Salários começou há muito tempo. Primeiro a prefeitura alavancou a Comissão Especial de Trabalho, que levou vários meses para montar um Plano com a participação do Sepe (não se falava em Plano para as demais categorias). Ainda no final da legislatura de 2013, a prefeitura desistiu do Plano e confessou não ter capacidade para um projeto dessa magnitude. Por isso, contratou a FGV ao preço de R$ 1,35 milhão. A Fundação elaborou um Plano que foi rejeitado pelo Sepe. Mas em agosto de 2014 a prefeitura cedeu - mediante ameaça de greve - e a Câmara aprovou o projeto do Executivo com o Plano. Na época, o líder do governo na Câmara pediu “calma” aos professores “porque

O DECRETO 3941: mais um motivo para polêmica que envolve o prefeito... o Plano começa só em janeiro de 2015”. Bem, não começou. PREFEITO COMEMOROU PLANO DA EDUCAÇÃO COM DISCURSO NA CÂMARA Para tentar amealhar simpatia ou receber os louros da vitória, o prefeito Luciano Mota foi à Câmara discursar para comemorar a aprovação do Plano da Educação como uma conquista do seu governo em favor dos profissionais da educação. Como de hábito, falou de Deus e que o Plano havia sido uma promessa de campanha que enfim se cumpria. Bem, não se cumpriu. Mota disse ao ATUAL na ocasião que sancionaria a lei dias depois “com uma grande festa”. Esta parece que foi adiada indefinidamente. DEMORA NO ENVIO DO PLANO PARA OUTRAS CATEGORIAS O Plano para as demais categorias também demorou à chegar na Câmara, e os vereadores disseram que tinham todo o interesse em garantir conquistas para o funcionalismo. Aprovado, o prefeito sancionou sem demora a nova lei, a mesma que agora ele não quer ver cumprida. NOMEAÇÕES DE ASSESSORES E DEMAIS COMISSIONADOS: MUITAS IMPRECISÕES

Dias antes, publicações nos Jornais Oficiais atestam que a prefeitura contratou 290 pessoas em menos de um mês. Dentre estas, dezenas de “assessores especiais de governo”, cargos comissionados cuja referência no decreto determina diminuição de 20%. Mas 20% de quê? Até hoje a prefeitura não informou quantos cargos comissionados fazem parte da estrutura do governo. O decreto 3941 diz também que no governo Charlinho houve “excesso de nomeações para cargos efetivos”. Mas curiosamente, apesar do suposto “excesso”, os cargos em comissão só aumentaram no governo Mota. Trata-se do velho expediente de colocar a culpa no governo anterior. Se há muitos efetivos, os comissionados deveriam diminuir, mas aconteceu o contrário. O decreto diz também que “o Município adotará as medidas necessárias à redução de sua despesa de pessoal”, mas não especifica que medidas são essas. LICITAÇÕES QUE CONTINUARAM NORMALMENTE Os problemas com o excesso de cargos não são novos. A própria prefeitura diz no decreto que no governo anterior esta já era uma questão. Mas apesar disso a prefeitura não se fez de rogada e contratou, contratou e contratou. Exemplos? O contrato milionário com a Megawatts para a cidade ficar no

...Luciano Mota. Documento demonstra que administração está perdida escuro (quase R$ 30 milhões) e a “Panificação São Francisco Xavier”, em que contratou empresa para fornecer pães de pizza, cavaca e rabanada para o hospital municipal. Recentemente a prefeitura publicou avisos de licitação para gastos de até R$ 9 milhões para a saúde. Um deles, para cafezinho, ao custo de R$ 207 mil. NÃO TEM DINHEIRO PARA O FUNCIONALISMO, MAS PARA EVENTOS SEMPRE TEVE A folha de pagamento está inchada e há cargos em excesso. Por isso, adia-se o Plano. Mas há apenas seis meses havia dinheiro para a Expo 2014, que teve telões de alta definição na entrada, guindaste para elevar uma estrutura de iluminação acima da plateia e muitos milhões para shows, rodeio, motocross e tudo o mais. O balancete nunca apareceu. Mas um vídeo do secretário afastado Ricardo Soares (Turismo e Eventos) circula na internet e faz parte do material apurado pela PF na Operação Gafanhotos. Dentre outros absurdos, Ricardo fala em “sobras” e distribuição dos valores para ele próprio e 10% para o prefeito Luciano Mota. De fato, o suposto esquema não prevê reserva para pagamento de servidores, só de alguns, e de modo ilegal. HÁ MUITO OS PERCENTUAIS MÁXIMOS DA LRF ESTÃO PERIGOSOS

O ATUAL tem publicado que a prefeitura anda perigosamente com a corda no pescoço no que diz respeito à obediência dos percentuais previstos na lei 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal). Em setembro do ano passado, o ATUAL publicou: “Em 2014, até o mês de agosto, somente em três ocasiões o município mantevese dentro do limite dos 54%: em janeiro, abril e maio. Fevereiro (54,34%), março (54,15%), junho (54,7%), julho (55%) e agosto (55,8%) apresentam números acima do permitido”. A punição prevista pela lei inclui cassação de mandato e prisão do prefeito. REDUÇÃO DE 20% DOS VALORES DOS CONTRATOS: POR QUE NÃO FEZ ISSO NO COMEÇO DO GOVERNO? As dificuldades financeiras em um município com orçamento previsto de mais de R$ 750 milhões soam estranhas. Principalmente porque, a julgar pelo decreto 3941, elas parecem ter surgido do dia para a noite. Só isso explicaria a determinação da prefeitura em contratar uma empresa de segurança privada para o carnaval e o précarnaval ao custo de R$ 488 mil. O aviso de licitação está publicado no Jornal Oficial número 393. Se era possível reduzir 20% do valor dos contratos, por que isso não foi feito antes?


ESPECIAL

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

O decreto do desespero Cada vez mais pressionado, governo Luciano Mota apela para medidas imprecisas, ilegais, contraditórias e até mesmo incompreensíveis JUPY JUNIOR jupy.junior@jornalatual.com.br

“DEUS-NOS-ACUDA” Para um governo que se diz transparente, falta muito para desfazer as obscuridades. Mas não dá tempo: ser oposição ao governo Mota significa principalmente ter o que falar. É fácil demais: o próprio governo trabalha contra si ao tomar decisões e realizar procedimentos que mais confundem do que resolvem. Toma-se o desastrado decreto 3941/2015, assinado um dia antes do recebimento do salário dos servidores (dia 29) e que veio a público justamente quando todos iam conferir o aumento na conta bancária (dia 30). Talvez não sobre mais espaço para a dúvida: o governo Mota, suspeito de ser ilegal e de dilapidar o patrimônio público municipal, “desiste” de lei que mandou para a Câmara e ainda espera alguma credibilidade depois de adiar o que há um mês comemorou como conquista do funcionalismo. A LEI QUE SE DANE Não é a primeira vez que o governo Mota decide ignorar leis. Já o fez em diversas ocasiões, e, acionado pela Justiça, ajustou por exemplo a publicação no site das despesas com a saúde municipal (foi obrigado a fazer isso porque o Ministério Público exigiu). Também desrespeitou a lei municipal quando ergueu telão para exibição dos jogos do Brasil na Copa do Mundo do ano passado, embora seja proibido realizar festividades nas ruas do centro (lei 2751/2009). Obrigado por liminar a demitir comissionados, ao invés de fazê-lo o governo tentou reverter a decisão com um

Se ainda restava alguma credibilidade ao governo, ela acaba de ir para o ralo de vez Agravo de Instrumento, mas em 28 de janeiro último o Desembargador Carlos Eduardo da Fonseca Passos negou. A prefeitura alegou no Agravo de Instrumento que a obrigatoriedade de demissão dos comissionados poderia provocar “danos à segurança dos muní-

cipes e ao patrimônio público”. Os desembargadores, contudo, negaram a tentativa da prefeitura em tornar sem efeito a liminar que mandou o governo demitir, e ainda tornaram a decisão irrecorrível (na qual não cabem mais recursos). Resta à prefeitura, então, obedecer.

Decreto pode inclusive criar novas despesas para o município, e dúvidas só aumentam MEDIDAS DESESPERADAS A fim de encontrar uma saída para uma conta que não fecha, a prefeitura, que nunca se antecipa aos problemas, tenta dar fim a eles de forma atabalhoada. Não faz muito tempo (mais exatamente em agosto do ano passado) o prefeito esteve na Câmara comemorando o Plano da Educação. Seis meses depois diz que não pode cumpri-lo. Embora a comunicação da prefeitura diga que o mandato de Luciano vem planejando a “revolução” em Itaguaí, faltou planejamento ou, no mínimo, tentou-se dar um passo maior do que as pernas, como se diz popularmente. A contradição se estabelece fortemente em dois aspectos principais. O primeiro dele diz respeito às denúncias de desvio de dinheiro público que surgiram com alguns detalhes divulgados pela Operação Gafanhotos, da Polícia Federal. O segundo aspecto é relativo às estranhas prioridades que o prefeito estabeleceu no seu governo: nos eventos, com destaque para a Expo 2014, não houve economia (pelo contrário, segundo a PF, houve sobra, que foi para o bolso do prefeito e dos seus assessores e secretários favoritos). Se a corda agora aperta o pescoço do governo, a culpa não é da crise ou da falta de dinheiro: é da falta de gestão e do abuso do dinheiro público mal empregado ou desviado. O decreto 3941 só deixa ainda mais evidente o seguinte: além de incompetência, a má fé pode ter sido o pior agravante para a vergonha de adiar um Plano para o funcionalismo que a prefeitura tanto comemorou há pouco tempo atrás.

5

Sete artigos que provocam muitas dúvidas e que podem aumentar os problemas administrativos Longe de ser uma solução, as medidas anunciadas pelo decreto 3941 podem agravar a crise pela qual passa Itaguaí. Entenda os artigos, com os comentários do ATUAL em seguida, para cada um deles. Art. 1º - Secretarias devem renegociar todos os contratos em até 20% do valor praticado atualmente, sem prejuízo da manutenção do seu objeto.

A prefeitura não explica como é possível baixar o preço com os fornecedores e manter o mesmo serviço. Também não estipula prazos. Fornecedores podem ajuizar ações na Justiça, pois os contratos já estavam assinados. Parágrafo 1º - Ficam suspensas as licitações e propostas de licitação de serviços não essenciais.

Os ordenadores deverão justificar a manutenção das licitações e das propostas a uma Comissão Especial de Avaliação, a ser instituída pela prefeitura. O problema é: quando, e quem fará parte dela? Parágrafo 2º - Caberá aos ordenadores de despesa a avaliação da essencialidade dos contratos em vigor, e eles devem propor ao contratado a extinção do ajuste em um termo de distrato.

Como convencer os contratados? Como se dará o termo de distrato? Não haverá mais despesas para a prefeitura por descumprimento? Parágrafo 3º - Os secretários devem informar se a ocupação dos imóveis onde funcionam as secretarias é essencial.

Entende-se que a prefeitura vai desalojar quem considerar a ocupação não-essencial. Com isto, o governo pretende reduzir despesas com aluguel de imóveis. Mas que secretário vai dizer que sua secretaria ocupa um imóvel de modo não-essencial? E, se disser, haverá despesa para realocação ou para esvaziamento dos imó-

veis. Para onde vão material de escritório, móveis, equipamentos etc? Por que essa avaliação não foi feita ANTES, nos primeiros meses de governo? Parágrafo 4º - Ajustes de contas estão vedados para pagamentos de despesas sem prévio empenho.

Por que não ter tomado esta medida ANTES? Artigo 2º - Redução de 20% dos comissionados e corte do adicional de mérito aos efetivos.

Como se dará a redução? Por quem, e por quais critérios? E as mais recentes nomeações, foram canceladas? Artigo 3º - O Plano de Cargos e Carreiras e Vencimentos dos Servidores e da Administração Direta será adiado por 120 dias.

O artigo menciona ainda que haverá “medidas necessárias à redução de pessoal”, embora não se diga que medidas são. Não fala em pagamento de retroativos dos quatro meses de modo parcelado para todos, embora o “termo de compromisso” assinado com o Sepe especifique isso. Neste artigo do decreto, nenhuma palavra respeito, o que leva a crer que a medida privilegia uma categoria em detrimento das outras. Isto justificaria então a existência do tal termo de compromisso: foi o modo encontrado pela prefeitura de estabelecer um instrumento em separado para a educação e assim não se comprometer com pagamentos retroativos para todas as categorias. Quem pode garantir que o governo realmente pagará os retroativos e fará valer os Planos? Artigo 4º - Todas as unidades administrativas devem reduzir as despesas de luz, telefone, correio, combustível, gás etc e apresentar em 30 dias planilha de redução prevista e em 60 dias a planilha da redução efetivada.

Mais uma vez uma medida que deveria ter sido adotada no primeiro dia do governo Mota, em 1º de janeiro de 2013. Bastante curioso que o governo tenha gastado mais de R$ 7,5 milhões (não declarados, porque possivelmente custou muito mais do que isso) na Expo 2014 e que só agora tome medidas para conter gastos. Estranho também para um governo que aprovou um contrato de aluguel de 187 carros por R$ 7 milhões, dentre outras inusitadas e caríssimas contratações. Artigo 5º - A Comissão Especial de Avaliação levará mensalmente ao prefeito relatórios sobre os índices de redução atingidos.

Quando a Comissão será formada? Por quem? Em quanto tempo? Os relatórios não serão públicos? E as planilhas com os gastos e com a perspectiva de redução de gastos, serão publicadas onde? Serão enviadas para a imprensa ou somente o prefeito terá acesso? Curioso para um governo que produz justificativas baseadas na transparência. Isto porque desde agosto do ano passado a prefeitura não alimenta o site Fly Transparência, com dados do governo municipal. Em despesas do governo, por exemplo, a última atualização se deu em 29 de agosto de 2014, às 13h02. Artigo 6º - De posse dos relatórios, o prefeito poderá determinar outras medidas propostas pela Comissão Especial de Avaliação.

Mais uma vez a Comissão é mencionada, mas nada se esclarece sobre a formação dela ou sobre a publicidade das informações e dos procedimentos. Artigo 7º - O decreto em vigor na data da publicação.

É uma dúvida, principalmente porque a Câmara diz que o decreto é inconstitucional. E se o decreto for declarado inválido pela Justiça, como fica? ARQUIVO ATUAL

DULCE FIGUEIRA recebe Plano das mãos de Fuad Zamot, em agosto de 2014, observados por Nilce Ramos


6

ESPECIAL

ARQUIVO ATUAL

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Fantoche, playboy, alienado ou ungido? O cerco se aperta cada vez mais em torno de Luciano Mota, o protagonista de uma desgraça municipal JUPY JUNIOR jupy.junior@jornalatual.com.br

SEM SAÍDA Na manhã de 10 de dezembro de 2014, Luciano Mota discursava em um auditório do prédio da Avenida Rio Branco número 1, na capital. O evento, arremedo de seminário sobre Itaguaí, era uma contrapartida não declarada de O GLOBO a um contrato celebrado entre o jornal e o governo itaguaiense. Uma típica jogada de marketing em razão de um produto que o periódico carioca preparava (acabou não saindo) para divulgar a cidade e o seu prefeito. O prefeito Luciano Mota, de-

A falta de competência e de responsabilidade podem ter colocado a cidade na sua maior crise pois de um discurso de abertura hesitante - sem fluência, com concordâncias verbais erradas e entrecortado por uma dicção sofrível – participou da nova fase do evento, a de perguntas e respostas. Foi neste momento que se pôde entrever as limitações do tucano. “Eu preciso aprender muito com vocês”, disse ele aos debatedores Mauro Osório (professor de Economia da UFRJ), Vicente Loureiro (Diretor Executivo da Câmara Metropolitana do governo do Estado) e César Corrêa (Vice-almirante representante do Prosub). Disse também: “flashes e microfones me deixam nervoso”. Mas Luciano não fica nervoso quando se joga do alto do palco da Expo 2014 (sete metros de altura) em meio a uma multidão ensandecida ou quando cavalga um cavalo branco no meio da rua. Há motivos para achar que existem vários Lucianos, e nenhum deles tem sido satisfatório para conter o avanço da maior crise política da cidade de Itaguaí.

O PREFEITO Luciano Mota: em apuros, o principal nome da grande crise

ENTRE OS QUATRO A palavra “nunca” geralmente acompanha as críticas ao prefeito Luciano Mota: “nunca trabalhou”, “nunca exerceu cargo público”, “nunca concedeu entrevista formal” e “nunca deixa de mencionar Deus”. Tem sido assim desde que, por obra de mero acaso, veio a presidir o

PSDB da cidade (alguns dizem que por falta de opção), o que acabou por torná-lo apto a concorrer ao cargo de prefeito. A prefeitura talvez não estivesse nos sonhos do rapaz bonito que veio de Volta Redonda, mas foi ele quem depôs anos de charlismo na cidade com uma vitória que renovou as esperanças de um povo ansioso por mudanças, por descentralização, por renovação e por um futuro prometido que nunca chegava. Mas desde então o Luciano da campanha, que cumprimentava a todos e olhava nos olhos, sumiu. Formou-se no poder executivo municipal uma sólida aliança entre amigos: Amaro Gagliardi, Andréa Lima (irmã de Amaro), Ricardo Soares (Turismo e Eventos) e o próprio Luciano, embevecidos, deram-se conta de que o troféu era pesado demais, e que, ora bolas, “as coisas são assim mesmo”. Este talvez tenha sido o raciocínio para que se distribuíssem cargos a torto e a direito como uma maneira de manter um esquema pervertido e vicioso. Para que se nomeasse Andréa, uma camerawoman (e não fotógrafa, como ela corrigiu certa vez ao ATUAL) secretária de Saúde. Ela, cuja função logo após a vitória de Mota era empurrar pessoas para mantê-las longe dele nos eventos. Em determinado momento, não se sabe qual, a prefeitura passou a ser um prêmio qualquer que aos quatro – Luciano, Andréa, Amaro e Ricardo – era “devido desde sempre”. Um prêmio conferido “por Deus” (Ricardo, Andréia e Luciano usam a palavra “Deus” em 90% das frases que pronunciam). A coisa pública passou a ser conduzida como uma experiência particular para os quatro. Passou a ser um destino sem controle, que culminou nas revelações de um ex-segurança à Polícia Federal, testemunha do descalabro. O mais surpreendente não são as revelações que a PF fez sobre o esquema, mas sim o fato de que aqueles que urdiram a trama acharam que ninguém nunca descobriria. Ou que “as coisas são assim mesmo”. E quem é Luciano, então? Certamente ele não é só o “ungido por Deus” (como declarou ser), ou o bom moço que – coitado – precisa da compreensão de todos por causa dos “grandes desafios” da administração pública. Disse ele na inauguração do novo diretório do PT, em fe-

vereiro do ano passado: “não é nada fácil, é um grande desafio”. Mas ele não sabia disso? Disse também, no mesmo evento: “Estamos aprendendo aos poucos, um dia chegaremos lá”. Incompetência declarada, mas sob a fantasiosa e calamitosa bênção que ele diz ter recebido: sobre ser prefeito, Luciano diz frequentemente em suas aparições que é “uma missão de Deus”. Seus erros e acertos (?) se incluem, todos, nos “planos de Deus”. Messiânico, delirante ou estapafúrdio? Talvez um pouco (ou muito) dos três. DEFESAS Já são conhecidas as justificativas vazias para um governo pífio, sem qualquer realização de vulto ou qualquer melhora aparente na cidade. Herança maldita de Charlinho é a favorita. Agora incluem-se o governo federal e a crise econômica mundial (estão no texto do decreto). Antes, também a falta de transição (esta anda um pouco em desuso depois de dois anos de mandato) e o planejamento necessário para que enfim exploda uma revolução. “Vocês vão ver”, disse Lu-

Mota achou que poderia aprender a ser prefeito já sentado na cadeira de prefeito: um erro gravíssimo ciano mais de uma vez. Nem ele parece acreditar muito nas próprias palavras. Andréa, quando assumiu a saúde em dezembro de 2013, prometeu também “uma revolução”. Até agora, nada. O secretário Hari Chandra disse que quatro anos é pouco para realizações e falou em reeleição de Luciano (“para dar tempo”), disse Chandra na rádio. Se o planejamento é intenso, onde estão os planos? Os estudos? Por que tudo é tão abstrato? A mais recente justificativa é a da perseguição. Luciano “tem sido perseguido pelos opositores”. “Ninguém entende Luciano”, dizem seus partidários. “Ele precisa de tempo”, repetem. E o mantra “vocês vão ver” surge mais uma vez. A Polícia Federal é louca. A imprensa “de oposição” e a internet são coisas do demônio (“principados e potestades”, como ele disse publicamente


Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

certa vez, em mais uma das suas muitas citações bíblicas). Todos são loucos. Exceto Luciano, “escolhido por Deus”. Mas Deus não pode ser tão irônico. MEGALOMANIA Como prefeito, ele não se vê obrigado a prestar contas do que faz ou fez. Quando anuncia algo, soa megalômano: no evento de O GLOBO, citou projetos dos quais nunca se viu nada, como o “Alvará Já” (para diminuir a burocracia), “Trans-Ita” (mobilidade urbana), “Águas de Itaguaí” (para gestão própria de água e esgoto), um prédio com ar-condicionado e demais estruturas para a montagem de uma universidade em Itaguaí e citou também estudos para volta da atividade no ramal ferroviário que liga Santa Cruz a Itaguaí e até mesmo um Bus Rapid Transit (BRT) nos moldes da capital. Tudo citado e nada comprovado: nada de planilhas, estudos etc. A preocupação da prefeitura em esconder o prefeito – ele sumiu por vários dias quando a Operação Gafanhotos estourou – dá a entender que Mota é apenas um personagem a serviço dele próprio e daqueles que o conduzem. Foi assim também quando representantes de O GLOBO e da prefeitura tentaram impedir o ATUAL de entrevistá-lo. É a mesma atitude do secretário de Comunicação Hari Chandra ao negar os muitos pedidos de entrevista do ATUAL e, mais tarde de toda a imprensa. O Luciano que se conhece mais é o intrépido, que desconhece a postura necessária para o cargo, que dirige uma van cheia de ve-

readores dentro para a posse de Pezão, que trota pela cidade num cavalo branco na cavalgada do dia Primeiro de Maio. O prefeito acha que fugir do protocolo é “ser natural”, mas essa fuga talvez seja falta de envergadura política ou simplesmente... desconhecimento do significado das exigências do cargo. O que faria de Luciano um aéreo, um tonto, um alheio ou... o maior dos egocêntricos. Mas um dos Lucianos que fica para a história foi o que assinou o decreto 3941. Aquele que fez promessas enérgicas ao funcionalismo, que comemorou a aprovação do Plano como uma vitória sua, mas que tempos depois diz não poder manter a promessa. Como um menino pego em flagrante roubando o pote de balas. Desacreditado, conhecido no Brasil inteiro como “o prefeito da Ferrari”, apontado como chefe de quadrilha, o que recebe 10% das notas da secretaria de Turismo e Eventos (dito por Ricardo Soares no vídeo mais escandaloso dos últimos tempos), homem-adolescente fútil que compra TV de R$ 99 mil e que gasta R$ 45 mil com ternos, Luciano é apenas uma pálida visão de uma esperança malograda, jogada no ralo pela corrupção endêmica. Suas atitudes desesperadas só evidenciam que agora restam poucas opções para quem achou que podia se preparar para o cargo de prefeito já sentado na cadeira máxima do Executivo: um erro, uma irresponsabilidade sem tamanho que pode estar – quem sabe - com os dias contados.

ESPECIAL

7

FOTO DIVULGAÇÃO / PMI

NO DIA em que discursou e celebrou o Plano de Cargos e Salários da Educação como uma conquista sua FOTOS ARQUIVO ATUAL

NO QUADRICICLO de R$ 40 mil, supostamente de Ricardo Soares: aparições que ferem necessária postura

NO DIA da diplomação: figura do prefeito suscita várias interpretações

NO SEU primeiro dia de governo: promessas de mudanças que, até agora, resultaram apenas em denúncias


8

ESPECIAL

ARQUIVO ATUAL

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Câmara pede liminar contra o terceiro artigo PROVIDÊNCIAS A Câmara dos Vereadores de Itaguaí impetrou Mandado de Segurança contra o prefeito Luciano Mota ontem, segunda-feira (2). O número do processo é 000127582.2015.8.19.0024. Segundo o documento, obtido com exclusividade pelo jornal ATUAL, o prefeito cometeu “ato ilegal que fere o princípio constitucional da separação dos poderes”. Segundo a Câmara, há interferência do Executivo no Legislativo, na medida em que o prefeito pede adiamento de uma lei já aprovada pela Casa.

CÂMARA aponta problema jurídico no decreto baixado pelo prefeito Mota

VIOLAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO O texto da peça jurídica menciona especificamente o terceiro artigo do decreto 3941, que diz o seguinte: “A concessão do aumento vencimental decorrente da adoção das tabelas previstas nos Planos de Cargos e Carreiras e Vencimentos dos Servidores da Educação e da Administração Direta será adiado por 120 dias, pe-

ríodo no qual o Município adotará as medidas necessárias à redução de sua despensa pessoal”. Este artigo, segundo a entidade máxima do Legislativo municipal, fere o princípio das atribuições entre os poderes por um motivo simples: decreto não pode rovogar lei. A Câmara já havia sinalizado no sábado (31) que tomaria providências baseadas em jurisprudência do Superior Tribunal Federal (STF). Com efeito, súmulas do STF dão conta de que a prefeitura não pode fazer valer a lei quando quiser. Além do STF, o Mandado de Segurança cita o jurista Hely Lopes Meirelles: “como ato administrativo, o decreto está sempre em situação inferior à da lei e, por isso mesmo, não a pode contrariar”. LEI É LEI A Câmara chama atenção para o fato de que o prefeito, via decreto, se recusa a cumprir a lei. Nunca é demais lembrar que os Planos de Cargos e Salários são

jupy.junior@jornalatual.com.br

CONFLITO DE ATRIBUIÇÕES O presidente da Câmara dos Vereadores de Itaguaí, Nisan César (PSD) está decidido a fazer valer a lei. Para ele, a Prefeitura, órgão do Executivo, tentou com o decreto 3941 interferir nas atribuições do Legislativo. O Mandado de Segurança que a Casa impetrou ontem (segunda-feira, 2) é uma forma de tentar garantir que a lei que institui aplicação dos Planos de Cargos e Salários do funciona-

Juristas da prefeitura vetaram projetos dos vereadores baseados na Constituição. E agora, cadê o rigor?” lismo de Itaguaí seja cumprida. Para ele, a prefeitura não pode intervir no direito já conquistado pelos servidores, e também não podem intervir naquilo que 17 vereadores aprovaram a pedido do próprio Poder Executivo.

PRESENÇA NA CÂMARA Nisan lembrou também que o prefeito Luciano Mota deixou de comparecer à Câmara dos vereadores para receber o título de Cidadão Itaguaiense (Luciano nasceu em Volta Redonda). Da mesma maneira, deixou de comparecer à última sessão solene em que se comemorou o aniversário da cidade e que se conferiu o mesmo título a pessoas ilustres que há muito vivem e/ou colaboram com Itaguaí. O prefeito, porém, compareceu - lembra Nisan - para celebrar a aprovação do Plano de Cargos e Salários da categoria da Educação. O ATUAL reitera que ele inclusive discursou e celebrou a conquista como se fosse uma promessa de campanha cumprida no seu governo. NISAN REBATE ARGUMENTO O presidente da Câmara disse estranhar o argumento da prefeitura de que o contexto econômico desfavorável ensejou o adiamento da aplicação do Plano. “Ele sancionou a lei em dezembro do ano passado. Não é possível que em menos de 60 dias a conjuntura econômica tenha mudado tanto”, comentou Nisan. A esse respeito especificamente, o presidente disse que em Itaguaí, dinheiro não é problema, mas achou oportuno evocar o ditado:

COM A JUÍZA O Mandado de Segurança impetrado pela Câmara já está na Segunda Vara Cível do Fórum de Itaguaí com a juíza titular Priscila Fernandes Miranda Botelho da Ponte. Cabe a ela atender ou não o pedido de liminar da Câmara que torna o terceiro artigo do decreto baixado pelo prefeito Luciano Mota sem efeito. Caso ela defira, a Prefeitura de Itaguaí será obrigada a pagar os servidores com a aplicação da tabela dos Planos de Cargos e Salários. CARLOS ROBERTO

Nisan: “Itaguaí tem dinheiro para pagar” JUPY JUNIOR

leis aprovadas pela Câmara, cujos projetos originais são de autoria do Poder Executivo, ou seja, da prefeitura. Na nota do sábado, a Câmara avisa: “Esta Casa Legislativa nos últimos 24 meses esteve ao lado do funcionalismo e seguiu todos os trâmites para a aprovação dos desejados Planos de Cargos e Salários dos Servidores Púbicos, hoje amparados pelos números: 3256/2014 e 3290/2014”.

PRESIDENTE DA Câmara Nisan César diz que arrecadação aumentou nos últimos anos, e dinheiro não é problema “dinheiro não aceita desaforo”. Ele quis dizer que a má aplicação dos recursos pode produzir estragos. “Em 2013 arrecadou-se R$ 488 milhões. Em 2014, R$ 557 milhões e a projeção para 2015 é de arrecadar R$ 693 milhões. A evolução mostra que o orçamento tem evoluído com os anos, e que tal evolução compensa os possíveis aumentos com a folha de pagamento”. Mas o chefe maior do Legislativo lembrou que o problema se concentra também no absurdo número de servidores da cidade de Itaguaí: são 11 mil em uma cidade com cerca de 118 mil habitantes. “É quase um servidor para cada habitante”, comentou ele. A medida que a Câmara tomou contra o prefeito, então, mostra que a Casa Legislativa, que já conta com uma Comissão

O que não podemos é ter 11 mil servidores na prefeitura em uma cidade com cerca de 118 mil habitantes.” Parlamentar de Inquérito em andamento para apurar denúncias contra o governo Mota, está decidida não só a proteger a lei municipal mas também a defender os servidores itaguaienses. “A Câmara deve fiscalizar o Executivo e garantir que a lei seja obedecida”, disse Nisan.

VETOS E CONSTITUIÇÃO Nisan lembrou também que durante a última legislatura a prefeitura foi bastante rigorosa em vetar projetos de vários vereadores tendo como base supostas inconstitucionalidades. Nisan se perguntou se os critérios mudaram, porque o artigo terceiro do decreto 3941 é inconstitucional: “alguns vereadores foram constrangidos em suas propostas porque a prefeitura apontou possíveis problemas de desobediência à Constituição Federal, mas o decreto baixado pelo prefeito revela os mesmos problemas”, disse o presidente. A Câmara aguarda uma decisão da juíza da Segunda Vara, e o presidente garantiu que irá até o fim para que se cumpra, sem mais delongas, a lei municipal.


Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Funcionalismo e Sepe organizam-se contra decreto

ESPECIAL

9

REPRODUÇÃO INTERNET

Entidades marcam eventos nos dias 3 e 5 a fim de discutir e tomar providências contra medida do governo municipal DILCEIA NORBERTO dilceia.norberto@jornalatual.com.br

MOBILIZAÇÃO O decreto municipal que prevê adiamento por 120 dias para a aplicação do Plano de Cargos e Salários, divulgado na sexta-feira (30), gerou reações de repúdio no funcionalismo de Itaguaí. Diante da desagradável novidade, tanto o Sepe (Sindicato Estadual dos Servidores da Educação) quanto as demais categorias tomaram a iniciativa de organizar assembleias e decidir com toda a classe as medidas a serem adotadas em resposta ao que consideram um desrespeito surpreendente por parte do governo. Pois todos negam participação na reunião, embora a prefeitura alegue que por conta da alteração na data de implantação do novo Plano, o prefeito Luciano Mota se reuniu na sexta-feira (30) com membros do Sepe e da Comissão Especial de Trabalho, que representa os demais servidores municipais. As categorias negam a participação e repudiam a decisão. As convocações para as mobilizações estão nas páginas de redes sociais das categorias, que sentem-se enganadas e acreditam ter feito papel de palhaço (no mau sentido).

Servidores vão protestar de amarelo, numa alusão à polêmica Ferrari Itália 458 da mesma cor O FUNCIONALISMO De acordo com Emerson de Oliveira, membro da Comissão

de Representantes dos Servidores, a suposta participação da Comissão Especial de Trabalho (CET), (que inicialmente montou um Plano e negociou com a prefeitura), na reunião não significa nada para os servidores municipais, já que segundo ele, a CET nunca os representou. A nova comissão já convocou assembleia para hoje (3), às 17h, na Praça Barão de Teffé (os servidores vão usar peças de roupa amarelas numa alusão à Ferrari de Mota). O objetivo é decidir sobre a paralisação dos trabalhos: “o pessoal está muito revoltado e a intenção é entrar em greve”, afirmou ele, que ainda garantiu a ausência dos agentes de trânsito durante o carnaval, em Coroa Grande: “são cinco pontos para fechar no carnaval, a prefeitura só vai contar com os 20 comissionados. Esse número não é suficiente, mas os agentes servidores não vão trabalhar”. Emerson afirmou que a prefeitura não convocou nenhum membro da comissão da qual faz parte para participar da reunião e que a decisão de adiar o aumento previsto no Plano atingiu a todos de forma surpreendente, num dia bem específico: “é muito descaso o governo anunciar o adiamento da aplicação do Plano no dia do pagamento do pessoal. Algumas pessoas fizeram dívidas contando com esse aumento e ele não aconteceu. É muito desrespeito”, indignou-se Emerson. SEPE TAMBÉM CONVOCA A diretora jurídica do sindicato, Dulce Figueira, avisou que há uma convocação de assembleia para o dia 5 (quinta-feira), às 14h, no salão de festas Cochicho. Na ocasião, a categoria vai discutir o assunto e que medi-

das tomar a respeito. Ela ainda escreveu em nota ao ATUAL que a direção do Sepe apenas recebeu o documento: “Gostaria de registrar que o Sepe não assi-

Sepe negou concordar com termo de compromisso, e marcou assembleia nou nenhum compromisso com o governo. A direção do Sepe recebeu o documento assinado pelo prefeito para encaminhamento à categoria. No momento da reunião fizemos questão de registrar que estávamos apenas recebendo o documento. Quando li o site da prefeitura procurei contatar a secretaria de Educação e colocamos uma nota no Face do sindicato”. MOBILIZAÇÃO E APROVAÇÃO Ao longo do processo enfrentado pelos servidores para aprovação do Plano de Cargos e Salários muitas assembleias e mobilizações aconteceram. Em várias ocasiões, a opção de greve foi adiada para dar oportunidade de negociação à prefeitura, mas muitas vezes a Comissão do funcionalismo foi ignorada e teve prazos desrespeitados pelo governo. A última mobilização surtiu algum efeito. Os servidores de Itaguaí fecharam a Rua General Bocaiúva, a principal do centro da cidade, no dia 2 de dezembro. A passeata contava com poucas pessoas, mas fez barulho suficiente para chamar a atenção da população. Os manifestantes deixaram a Praça Barão de Teffé

COMISSÃO convoca todos os servidores para reunião na rua hoje, às 17h

Gestão Mota: contínuo desrespeito à LRF De acordo com uma fonte, a prefeitura já tinha conhecimento de que com a aplicação do Plano de Cargos e Salários o Poder Executivo gastaria entre 57% e 58% da arrecadação do município. A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) não permite que esses gastos ultrapassem 54%. Ou seja, tudo indica que o adiamento dos pagamentos ao funcionalismo com aumentos salariais previstos no Plano de Cargos e Salários não é surpresa para a prefeitura, que escondeu de todos o problema. O adiamento é apenas uma decisão para tardiamente solucionar problemas que aconteceram durante muitos meses do ano de 2014. Em várias ocasiões, a gestão Mota ignorou a necessidade de avisar ao Tribunal de Contas do Estado sobre seus gastos com pessoal, que muitas vezes se aproximaram dos 56%. Só agora ela parece, sem clareza, querer colocar as contas nos eixos. Mas talvez seja tarde demais. com um carro de som e seguiram em direção ao prédio do Ministério Público. Enquanto caminhavam, distribuíram uma carta aberta à população e aos funcionários públicos de Itaguaí. Na carta aberta, os servidores explicavam o roteiro das tentativas e as atitudes que tomaram em prol da aprovação do Plano de Cargos e Salários. Durante a manifestação, os funcionários fizeram várias denúncias como falta de papel higiênico nas secretarias municipais e a falta de água potável. Também reclamaram das escalas de trabalho e da falta de rádios transmissores para comunicação entre os

agentes de trânsito. A tão esperada aprovação da Lei 3.290 pela Câmara de Vereadores no dia 9 de dezembro do ano passado foi, segundo nota da Casa Parlamentar de Itaguaí, ilegalmente adiada por um decreto do Poder executivo. A Casa prometeu que “tomará medidas cabíveis contra a prefeitura”. Enquanto isso, os atos desesperados de um governo investigado pela Polícia Federal (PF) por farrear com o erário público, respingam no dia a dia de muitos trabalhadores que, diferentemente do prefeito Luciano Mota, tentam cumprir corretamente com suas obrigações.


10

PODER

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro iro d de e2 2015 01 015 01

DIRETO AO PONTO OFICINA INTERNACIONAL

POR RENATO REIS renato.reis@jornalatual.com.br

SUA EXCELÊNCIA O DEPUTADO

O Núcleo de Orientação e Pesquisa Histórica de Santa Cruz, o programa de pós- graduação em urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro e o programa de pós-graduação em projeto urbano da Escola de Arquitetura, Planejamento e Patrimônio da Universidade de Columbia, de Nova Iorque, promovem hoje uma visita a Itaguaí como parte das atividades da Oficina Internacional de Projeto Urbano, que acontece de 2 a 6 de fevereiro, no Centro Cultural Municipal de Santa Cruz.

FOTO LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

• O Instituto Brasileiro de Museus deu início ontem a uma pesquisa destinada a colher dados sobre o a frequência de público aos museus brasileiros.

MAIS UMA Depois das denúncias veiculadas pelo Fantástico, no domingo, a respeito do desvio de verbas públicas, já se fala em comissão processante para investigar o prefeito Capixaba, a exemplo do que acontece em Itaguaí, com o prefeito Luciano Mota.

• O Grupo Samba & Água Fresca se apresentando todos os sábados, de 13h às 17h, no Bar e Restaurante Bossa Nossa, em Jacarepaguá.

ORÇAMENTO O novo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, afirmou que sua prioridade nos próximos dias é a conclusão da votação da proposta de orçamento impositivo de emendas parlamentares, que ainda precisa ser votada em segundo turno.

A PROPÓSITO... A eleição do deputado federal Eduardo Cunha para a presidência da Câmara dos Deputados colocou o Rio de Janeiro novamente na linha de frente de um dos poderes da República.

O deputado federal Alexandre Valle atraiu uma relativa comitiva de Itaguaí à sua posse, no domingo, em Brasília. O parlamentar foi anunciado também como vice-presidente do diretório estadual do Partido Republicano Progressista.

A CONVERSA É A SEGUINTE...

O CARA Entre as várias atribuições do presidente da Câmara dos Deputados está a de substituir o presidente da República, em caso de impedimento deste e do vice-presidente.

E AGORA Passada a fase da eleição dos integrantes da Mesa Diretora da Câmara dos deputados o parlamento agora se dedica às negociações em torno da escolha dos novos presidentes e integrantes das 22 comissões permanentes da Casa.

A gente deixou muito claro que ia buscar altivez e independência do parlamento. Aqui é palco de exercer os grandes debates que a Casa precisa e vai fazer. EDUARDO CUNHA PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Felipe Bornier comandará Segunda Secretaria da Câmara dos Deputados FOTO DIVULGAÇÃO

EM BRASÍLIA, Felipe Bornier comemora mais uma vitória na sua carreira REPRESENTATIVIDADE O deputado Felipe Bornier (PSD/RJ) foi eleito, com 437 votos, para assumir a Segunda Secretaria da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Bornier, reeleito pela terceira vez consecutiva como deputado federal, é um dos parlamentares mais jovens da Câmara. Ele comandará a Segunda Secretaria da 55ª legislatura pelos próximos dois anos (2015/2016). “Agradeço a Deus por mais uma vitória em minha vida política. Assumo um cargo de muita res-

ponsabilidade onde terei a possibilidade de debater junto com a Mesa Diretora os novos rumos do país. Isso implica em elencar e colocar em pauta projetos de real importância para a população, além de participar da administração da Casa num momento em que temos a obrigação de resgatar os reais valores da política brasileira”, ressalta Felipe. COMPETÊNCIAS A Segunda Secretaria tem como uma de suas competências

PINCELADAS • O Santa Cruz Shopping, promove nos dias 07 e 08 de fevereiro (sábado e domingo), das 15h às 17h, um baile de Carnaval para os foliões mirins. Os dois dias de baile serão marcados com show de banda ao vivo.

exercer as atribuições de Secretário da Ordem do Congresso Nacional, gerenciar a medalha de mérito legislativo e ainda valorizar, por meio de premiação, os cidadãos que se destacarem por ações em prol da saúde da mulher no Brasil. “Ainda teremos a oportunidade de incentivar os jovens e a sua participação na política promovendo real interação, para que conheçam de perto o trabalho do parlamentar em Brasília”, disse ele. O PSD estará ao lado do PMDB - partido que mantém o recorde de ser a legenda que mais ocupou a Presidência da Casa: nove vezes desde que recebeu o registro eleitoral, em 1981 - na condução dos principais cargos na Mesa Diretora da Câmara. “Essa vitória marca a posição do PSD e prova que temos parlamentares capazes de integrar qualquer cargo administrativo dentro do Congresso Nacional. Um partido de pessoas que pensam de forma diferenciada, que dão exemplo e que querem deixar sua contribuição”, destacou Felipe Bornier.

• O sorteio das chaves do Rio Open, o maior torneio de tênis da América do Sul, vai acontecer no Shopping Leblon, no sábado, dia 14 de fevereiro, com a participação do público. PONTO POSITIVO Para as referências que os presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados fizeram ao compromisso com as reformas política e tributária. PONTO NEGATIVO Para a Câmara dos Deputados onde permanece empacada a reforma política aprovada há muito tempo pelo Senado Federal, situação que precisa mudar.

Morre ex-vereador Célio Borges, de Itaguaí FOTO REPRODUÇÃO

CELINHO É lembrado por ter sido prestativo, competente e solidário DESPEDIDA O ex-vereador de Itaguaí, Célio Costa Borges, de 62 anos, morreu no sábado (31) vitimado por um infarto. Seu corpo foi velado na Câmara Municipal de Itaguaí. O ex-parlamentar foi sepultado no domingo (1º), no Cemitério São Francisco Xavier, na própria cidade. Atualmente Celinho, como era chamado pelos amigos, exercia atualmente o

cargo de subsecretário de Urbanismo de Itaguaí. Considerado um homem solidário e prestativo, Celinho foi lembrado por pessoas como a radialista Vilma Martins. “Era uma das pessoas mais competentes e estava sempre pronto para ajudar. A prefeitura perde um de seus melhores servidores”, disse ela.


COTIDIANO

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

11

REPRODUÇÃO INTERNET

QUADRO “CADÊ o dinheiro que tava aqui?” do Fantástico exibe caso de fraude em licitação da Prefeitura de Mangaratiba

Fantástico mostra podres de Prefeitura de Mangaratiba Promotor fala em possível afastamento do prefeito Evandro Capixaba Dilceia Norberto dilceia.norberto@jornalatual.com.br

MUITA SUJEIRA No domingo (1) o país inteiro ficou escandalizado com as supostas fraudes cometidas pela Prefeitura de Mangaratiba. O programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu matéria no quadro “Cadê o dinheiro que tava aqui?” sobre a cidade da Costa Verde. O repórter Eduardo Faustini mostrou as necessidades da cidade em contraponto com o desaparecimento de R$ 60 milhões num esquema de licitações fraudulentas, que envolvia não apenas empresas suspeitas, mas também o jornal O POVO. A matéria ressaltou o fato de que a prefeitura, supostamente, comprou 1,8 milhões de sacos de lixo (o suficiente para que a cidade ensacasse seu lixo por nove anos), mas a cidade continua suja, sem saneamento básico e com problemas no abastecimento de água potável. INVESTIGAÇÃO As investigações na Prefeitura de Mangaratiba continuam. O Ministério Público Estadual (MP – RJ), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), analisa documentos e ouve tes-

temunhas para concluir investigação sobre supostas fraudes em licitações feitas pela prefeitura durante os anos de 2011 e 2012. De acordo com o promotor Alexander Véras Vieira, em entrevista exclusiva ao ATUAL, há a possibilidade de afastamento do prefeito Evandro Bertino Jorge, o Capixaba. O promotor, que ajuizou ação motivadora de uma operação em conjunto com a Polícia Federal (PF) no ano passado, garante que a conclusão das investigações podem suscitar pedidos de liminares, inclusive uma que culmine no afastamento do chefe do Executivo. De acordo com Vieira, os trabalhos seguem num bom ritmo e há a probabilidade de uma conclusão breve: “estamos na fase de

Investigação na Prefeitura de Mangaratiba pode acabar em afastamento do prefeito Capixaba análise documental e das oitivas. Já ouvimos muita gente, cerca de 15, entre empresários e pessoas envolvidas com a prefeitura. Com esse andamento, há a previsão de que no início de março poderemos ingressar com uma Ação de Improbidade Administrativa contra a prefeitura”, disse o promotor. Véras explicou que a conclusão das investigações podem desencadear alguns pedidos de limina-

FOTO CARLOS ROBERTO

res: “há grande chance de pedirmos uma liminar que determine o afastamento do prefeito. Outras liminares que podem surgir são para tornar nulos alguns contratos e para exigir o ressarcimento do erário público, mas isso requer alguns cálculos complexos que podem levar tempo”, disse ele, que também mencionou o fato de uma investigação estar acontecendo, com o mesmo teor, na procuradoria geral por conta do foro especial por prerrogativa de função que o cargo de prefeito garante. RELEMBRE O CASO A Polícia Federal (PF) realizou mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Mangaratiba no dia 18 de novembro do ano passado. A operação conjunta com o Ministério Público Estadual (MP-RJ), ajuizada pelo promotor Alexander Véras Vieira, teve por objetivo investigar crimes de fraudes ocorridos em licitações feitas entre março de 2011 e dezembro de 2012. A operação foi resultado de uma ação cautelar da 2ª Promotoria de Tutela Coletiva de Angra dos Reis. De acordo com o promotor Alexander Véras, estão sob análise cerca de 40 contratos no valor de R$ 60 milhões para a compra de cestas básicas, merenda escolar e realização de obras. Segundo o MP-RJ, os contratos eram assinados, mas não havia garantia de que os serviços seriam de fato executados. JORNAL O POVO Ainda segundo o MP, a PF também fez buscas, no mesmo dia,

OPERAÇÃO DA PF em conjunto com MP na Prefeitura de Mangaratiba em instalações do jornal O POVO na capital. Há suspeitas de que a prefeitura pagava à publicação para alterar suas matrizes de jornais que já haviam circulado e nelas inserisse editais de convocação e resultados de licitações fraudadas. Assim, criava-se um engodo, já que a informação nunca fora publicada de fato. Mas O POVO, na ocasião, rebateu a acusação, conforme noticiou o portal G1. Segundo a empresa disse ao

Prefeitura teria comprado 1,8 mi de sacos de lixo enquanto população não tem saneamento básico

portal, o grupo editorial se disse "surpreendido" e afirmou que a "acusação causa estranheza", além de "desconhecer os fatos investigados". Por fim, a empresa diz que não criou "empecilho ao cumprimento da decisão judicial" e que "nenhuma irregularidade foi constatada". PUNIÇÃO O MP considera o escândalo das fraudes em licitações da Prefeitura de Mangaratiba bastante grave e por isso, garantiu que todos os esforços estão sendo feitos na intenção de punir não apenas a prefeitura, mas funcionários públicos envolvidos nas fraudes e empresários que participaram das ações supostamente irregulares, como os donos do jornal O POVO (segundo ele).


12

COTIDIANO

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

POR ROSE GORITO

rose.gorito@jornalatual.com.br

TIETANDO

Swingado do cantor Bebeto agitou o domingo em Itaguaí

FOTO ROSE GORITO

FOTO ROSE GORITO

Maria Kutchenbecker, uma das diretoras do Sítio Bumerangue, foi recepcionar pessoalmente, no camarim, a atração do domingo, o cantor Bebeto. Aproveitei pra registrar o momento.

TIETE MIRIM

Até o tempo colaborou para o sucesso que o primeiro dia do mês de fevereiro trouxe para todos os que foram prestigiar um dia de muita diversão no Sítio Bumerangue. Além das atrações tradicionalmente apresentadas para o público, Bebeto, o rei do balanço, embalou a parte da tarde, cantando imortalizados sucessos, como Monalisa, Jéssica e Carolina, dentre muitos outros, que colocaram os casais para dançarem coladinhos no salão de eventos. O aquecimento ficou por conta da Banda Bumerangue, que apresentou um show emocionante e muito animado, seguido pela performance cômica do recreador Dinho Silva, interpretando

Aproveitando o ensejo, Giovana, neta de Maria, tirou fotos ao lado de Bebeto, mostrando que pra ser fã não tem idade pré determinada.

a caricata Mary Roze. Cerca de mil pessoas vindas de vários locais do estado do Rio de Janeiro estiveram no local para curtir o evento. Bebeto subiu ao palco por volta das três e meia da tarde, porém, assim que chegou foi direto ao camarim e recebeu fãs para um bate-papo descontraído e poses para muitas fotos, com a simpatia que o cantor tradicionalmente apresenta. Já estão reservadas as datas para novos shows que acontecerão no Sítio Bumerangue: dia 26 de abril acontecerá a tão esperada festa com a banda The Fevers; no dia 24 de maio haverá feijoada, com o sambista Dudu Nobre e no dia 28 de junho Elymar Santos será a atração.

FRIENDS IN VIBE A organização de uma das festas mais esperadas do ano para os amantes de e-music já está com os preparativos em fase final, já que a festa Friends in Vibe – Universo Psicodélico acontecerá no próximo domingo (8), no Sítio do Djalma. O evento, que é exclusivo para convidados, já está com lotação praticamente esgotada. Djs como Caroles, Naah Ferraz, GBR, Arthur Gabriel e muitos outros do cenário farão parte do Line.

NOVIDADE Já esta em fase final as obras que darão espaço a um novo local, que provavelmente será muito procurado para quem gosta de personalizar seus carros. Gilmar Santos, bastante conhecido por organizar campeonatos de tunning na região, resolveu apostar em sua paixão e dedicar-se a cuidar oficialmente de carros de todos os tipos. A Green Coast Costoms vai oferecer variados serviços automotivos.

VOLTA ÀS AULAS Esta semana, o ano letivo recomeça grande maioria das escolas. Uma boa dica para aqueles papais que ainda não providenciaram o material escolar de seus filhotes é pesquisar sempre os preços. Não levar os filhos na hora da compra também funciona bem, pois o coração amolece quando eles fazem aquela carinha para levar o material mais caro.

DIVERSÃO

Antecedendo o show de Bebeto no Sítio Bumerangue, o comediante Dinho Silva agradou em cheio a galera, fazendo brincadeiras interativas.

Integrantes do Imobe reuniram-se para movimentos de evangelização principalmente para os jovens da região. O movimento aconteceu no calçadão de Itaguaí. Entre as atividades, peças teatrais apresentando temas religiosos.

ERRATA FOTO: DIVULGAÇÃO

COMEMORAÇÃO FOTO: DIVULGAÇÃO

FOTO: DIVULGAÇÃO

EVANGELIZAÇÃO

A empresária Carla Karine (Bella Esmalteria) está comemorando o primeiro semestre de sucesso na empresa do ramo de estética e beleza. O local tem recebido cada vez mais clientes que saem satisfeitos com o resultado. Parabéns!

Galera, na semana passada eu falei aqui na coluna social sobre a festa que rolou na The Club, que apresentou o Bonde da Stronda. A ocasião era a comemoração do aniversário de Carlos Eduardo Queiróz e não Luiz Eduardo Shore, como havia publicado.


POLÍCIA

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Bando foi preso em flagrante com carros roubados em Itaguaí

13

FOTOS DIVULGAÇÃO

Trio foi surpreendido depois que policiais militares do 24º BPM (Queimados) foram alertados sobre ação no Brisamar

BRUNO, CARLOS Eduardo e Diego estavam em dois carros roubados e também portavam um arma calibre 38mm FLAGRANTE Na noite de domingo (1) policiais do 24ºBPM (Queimados) prenderam Bruno Silva do Prado, de 22 anos; Carlos Eduardo Pereira de Lima, de 23 anos; e Diego Fernando Reis Conrado, de 18 anos. Eles estavam com dois veículos roubado na Rio-Santos, próximo ao bairro Estrela do Céu. Os agentes estavam fazendo patrulhamento quando uma vítima de assalto chamou-os para alertar que homens em um carro estariam

roubando transeuntes às margens da Rio-Santos, no bairro de Brisamar. As características dos suspeitos foram passadas aos policiais militares, que conseguiram interceptar os três suspeitos com dois carros roubados e uma arma calibre 38 mm. O bando recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia onde os integrantes foram reconhecidos pelas vítimas. Os três elementos foram autuados em flagrante e detidos para

Policia prende homem suspeito de extorsão FOTO DIVULGAÇÃO

ficarem à disposição da Justiça. O comissário Nelson Peixoto pede que as pessoas que foram vítimas do bando e reconhecerem o rosto dos supostos assaltantes compareçam à 50ªDP para autenticidade do fato. As vítimas também podem ligar para o número 2687-0495 . “A identidade será mantida em sigilo absoluto”, garantiu o comissário Peixoto. Os veículos de placas LLF – 5317/RJ e LPI – 8380/RJ estão no pátio da delegacia.

OS VEÍCULOS e a arma (no detalhe) apreendidos foram levados para a 50ª DP

Homem é flagrado com moto adulterada no Chaperó FOTO CARLOS ROBERTO

O MATERIAL apreendido com os suspeitos foi levado para a 50ª DP Na manhã de sexta-feira (30) agentes da Polícia Civil receberam uma denúncia anônima dando conta de que dois suspeitos, que ocupavam um carro Fiat prata de quatro portas, estariam extorquindo comerciantes do bairro Califórnia, em Itaguaí. Segundo os agentes da Civil, ao verificarem a denúncia um dos ocupantes do carro con-

seguiu fugir e o outro suspeito foi surpreendido. No interior do veículo foram encontrados duas pistolas de uso restrito, calibre 9 mm, munição e três carregadores. O suspeito recebeu voz de prisão no local e foi encaminhado pra a Delegacia de Itaguaí, onde foi autuado por porte ilegal de arma e extorsão o fato foi registrado na 50ª DP.

Na tarde de sexta-feira (30) policiais do 24ºBPM (Queimados) recuperaram uma moto Suzuki preta com o chassis raspado e sem placa na Gleba A, no bairro de Chaperó, em Itaguaí. Os policiais militares faziam patrulhamento de rotina na localidade e ao passarem pela Gleba A tiveram a atenção despertada por um motociclista que circulava sem capacete numa moto sem placa. Ao ser indagado, o piloto da motocicleta disse que havia trocado o veículo por um carro. Ele alegou que não sabia que a moto estava com o chassis raspado. A motocicleta foi apreendida e conduzida para a Delegacia de Itaguaí, onde o caso foi registrado. O motociclista foi ouvido e liberado.

A MOTOCICLETA estava com chassis raspado, fato que resultou na apreensão


14

POLÍCIA

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Duplo homicídio assusta moradores de Coroa Grande

Jovem morre em acidente na Rio-Santos FOTO CARLOS ROBERTO

Jovem de apenas 16 anos leva cinco tiros de grosso calibre FOTO DIVULGAÇÃO

O CARRO foi parar numa pequena valeta que corre ao longo da rodovia FATAL Um acidente na Rodovia Rio-Santos, em Itaguaí, deixou vítima fatal na madrugada de domingo (1). Wesley Pereira da Costa, de 23 anos, morreu após perder o controle de seu carro placa KQN- 5791/RJ. A equipe do Corpo de Bombeiros encontrou Wesley fora do carro e o conduziu para o Hospital São Francisco Xavier (HSFX). Porém, segundo familiares, o ANDRÉ LUIZ levou cinco tiros disparados de arma de grosso calibre e teve morte praticamente instantânea: barbárie A violência em Coroa Grande continua a assustar. Na madrugada de segunda-feira (2), dois homens foram assassinados na Avenida Carlo Bussato Junior, antiga Avenida Beira Mar, na orla do bairro. Uma das vítimas, André Luiz da Guia de Jesus, tinha apenas 16 anos. Ele foi baleado com

cinco tiros provenientes de arma de grosso calibre. O outro corpo ainda não foi identificado. Bombeiros de Itaguaí estiveram no local, mas já encotraram as vítimas sem vida. Policiais do 24ºBPM (Queimados) fizeram buscas em torno de Coroa Grande mas não encontraram

nenhum suspeito. A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), de Belford Roxo, também esteve na orla para colher informações e averiguar pistas sobre a morte dos jovens. Os corpos foram conduzidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande.

jovem não resistiu aos ferimentos e morreu na emergência da unidade. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também estiveram no local e aproveitaram para pedir que os motoristas diminuam a velocidade na rodovia, devido ao declive da pista. Vale lembrar que a rodovia não possui iluminação nem sinalização adequadas, e que acidentes no local são constantes.

Corpo de homem é encontrado boiando na Baía de Sepetiba FOTO CARLOS ROBERTO

Adolescente de 14 anos é morto com vários tiros no Engenho, em Itaguaí HOMICÍDIO Na noite de quinta-feira (29) o menor chamado Felipe (conhecido popularmente como “Furão”) foi assassinado com disparos de arma de fogo na Rua Manoel Teixeira Bastos, no bairro do Engenho. Policiais do 24ºBPM (Queimados) fizeram buscas em torno do bairro no intuito de encontrar suspeitos, mas ninguém soube falar exatamente o que aconteceu. Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) estiveram no local e colheram algumas informações para averiguar o que motivou o crime contra o menor. O corpo foi conduzido para o Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O crime foi registrado na (DHBF) de Belford Roxo.

FOTO CARLOS ROBERTO

O CADÁVER apresentava um corte no abdômen e dilaceração do crânio

O MENOR, conhecido popularmente como “Furão”, recebeu vários tiros

DECOMPOSIÇÃO Na manhã de domingo (1º) uma equipe do Corpo de Bombeiros de Itaguaí foi acionada para comparecer ao Porto de Itaguaí, na área da Companhia Siderúrgica Nacional, onde foi encontrada um corpo em estado de decomposi-

ção avançado. O cadáver boiava às margens da Baía de Sepetiba. Sem identificação, o corpo foi conduzido para o Instituto Médico Legal de Campo Grande. A única identificação é uma tatuagem no braço direito onde lê-se: “ROSE”.


Jornal Atual | Terรงa-feira, 03 de fevereiro de 2015

ATOS

15


16

FAMOSOS

Jornal Atual | Terça-feira, 03 de fevereiro de 2015

Lindsay Lohan estreia comercial de seguradora REPRODUÇÃO INTERNET

Regina Casé ganha prêmio de melhor atriz em festival nos EUA REPRODUÇÃO INTERNET

A atriz Lindsay Lohan estreou no último domingo (1) um comercial para a seguradora Esurance. A atriz que foi presa duas vezes por dirigir embriagada em 2007, três anos depois atropelou um carrinho de bebê e, em 2012, se envolveu em três acidentes de trânsito, agora é garota propaganda, ironizando suas dificuldades do passado. No comercial divulgado durante o intervalo do SuperBowl 2015, Lindsay aparece destruindo coisas no caminho enquanto dirige.

Ailton Graça e Leandra Leal participam de ensaio da Portela Ailton Graça e Leandra Leal cruzaram a Marquês de Sapucaí no domingo (1). A noite foi de ensaio técnico da Portela, a escola do coração de ambos. O cantor Zeca Pagodinho também estava no local. Durante a semana, Ailton e Leandra e mais inte-

grantes do elenco estiveram na quadra da Portela, em Madureira, na companhia do autor Aguinaldo Silva. Em 2015, a Águia da Portela, presta homenagem aos 450 anos do Rio de Janeiro sob o ponto de vista surrealista. (Fonte: Ofuxico) REPRODUÇÃO INTERNET

A atriz e apresentadora Regina Casé representou o Brasil no festival de cinema de Sundance, nos EUA. A premiação foi anunciada neste domingo (1), em Utah, nos Estados Unidos. Regina levou o prêmio especial do júri de melhor atuação em filme estrangeiro com o filme “Que Horas Ela Volta?”, dividindo o título com a atriz Camila Márdila. O longa brasileiro, que conta a história

de uma mãe que deixa a filha no interior de Pernambuco para trabalhar como babá em São Paulo, concorreu com mais 12 filmes estrangeiros. Em entrevista ao site Glamurama, Regina disse como foi ser ovacionada no festival: “Fiquei muito feliz porque minha personagem é nordestina, empregada doméstica e eles deram o maior valor. Foi muito bom”, vibrou ela. (Fonte: E! Online)

Jimmy Fallon faz versão divertida de “We Are The Champions” O apresentador Jimmy Fallon apresentou uma edição especial ao vivo de seu talk-show, no último domingo (1), logo após o SuperBowl 2015 no canal de TV americana NBC. Em um dos quadros do programa, Jimmy reuniu vários artistas em uma nova versão “divertidinha” de “We Are The Champions”, da banda Queen. Ariana Grande, Blake Shelton, Carrie Underwood, Christina Aguilera, Meghan Trainor, One Direction, Sam Smith e Usher soltaram os vozeirões acompanhados apenas pelo grupo The Roots fazendo todos os sons a capela. Esse quadro já é um dos mais tradicionais do programa e já teve versões com Mariah Carey, Miley Cyrus e Christina Aguilera. (Fonte: Papelpop)

REPRODUÇÃO INTERNET

Profile for Danilo aguiar

Atual 1362  

Edição Especial - Queda do PCS - Repercussão

Atual 1362  

Edição Especial - Queda do PCS - Repercussão

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded