Page 1

1

Ano 1, Julho de 2018 Edição 14Venda avulsa R$ 2,50 Jornal Praia do -Rosa, Julho de 2018

Foto: Lucas Grundling

A arte inspira a vida Corpo e Mente

Comunidade

Movimento

Diz Aí

Cultura

Astrologia como ferramenta de autoconhecimento

Sai a licitação para a reforma da SC 434

Os campeões de voleibol de Garopaba

O Arraial da Escola Maria Corrêa Saad

Mariana Corso canta as maravilhas de Imbituba

Feira Integrativa Inspirando Diferenças pág. 8


2

Jornal Praia do Rosa, Julho de 2018

Menu & Cia

Rosa Marta: a catadora “da” e “de” vida Há algum tempo, conheci Dona Marta Pires, que junto da fiel companhia de suas filhas catava materiais recicláveis próximo à minha casa. Como eu trabalhava com catadores em Criciúma, há muito estes trabalhadores são muito bem vistos por mim. Estranhamente, as conversas eram apenas triviais com essa catadora. Só agora parei para escutá-la. Aos 60 anos, nasceu na Vila Nova (Campo da Aviação). Casou e se separou. Deste, teve cinco filhos. Um de seus meninos, que era surdo, foi atropelado, aos três anos de idade, por um trem. A vida ainda preparou mais um percalço para essa mulher: perdeu sua casa num incêndio. Mas a solidariedade foi mais forte e com amigos reergueu seu novo lar. Para sustentar os filhos, trabalhou como “pegadora de fichas” no INSS e “forneira” nos engenhos. Dormia nas filas e nos engenhos para dar conta do recado. A madrugada era sua conhecida. Nem só de dor vive D. Marta. Foi dançando no baile que conheceu seu atual esposo, há 20 anos. Desta relação, aos 42 anos, deu à luz a filha caçula. A catação veio com a necessidade de ajudar nas contas da casa (alimento, gás, energia, medicamentos para o marido) e, sempre que pode, mimos para a filha, sua inseparável companhia. Catar, é mais que trabalho, “é um divertimento”. Com a catação conheceu muita gente, que a faz sentir-se útil e “feliz”. Sem romantizar, a catação é uma profissão invisível e sem reconhecimento social e ambiental. Meu recado: que catadoras sejam reconhecidas como profissionais numa sociedade em que quase tudo é descarte. D. Marta é uma catadora “da” e “de” vida. Rosa Nadir Teixeira Jerônimo Psicóloga – CRP 12/02010 Especialista em Saúde da Família Mestre em Ciências Ambientais Contato: (48) 999561201

Zeus: com amor e com prazer O Produzida artesanalmente, a cerveja carrega a personalidade da família Corgiolu

Fotos: Javier Corgiolu

que é preciso para uma cerveja ser considerada “artesanal”? Na casa do Javier Corgiolu, não há dúvidas: o filho Ciro (2) brinca com os grãos belgas e alemães; a filha Alma (10) aperta as tampinhas, que o próprio Javier assina. A esposa Andrea experimenta e palpita, embora não fosse apreciadora da bebida anteriormente. Há seis anos, a Cerveja Zeus, que leva no rótulo uma homenagem ao cãozinho da dona Nora, mãe do Javier, é produzida com muito carinho e distribuída para amigos e parceiros da região. “A Zeus é muito pessoal. É a cerveja que eu faço para mim. É o meu gosto, sou ‘eu’ engarrafado”, conta o argentino que adotou a Ibiraquera há 10 anos. Ali, tudo é artesanal: os rótulos, a serigrafia das camisetas e agora uma caixa para servir de embalagem das poderosas Zeus. Criada para acompanhar as massas que a família já produzia, a Zeus conta com um cardápio de respeito: tem Porter, Red e Pale Ale, produzidas com lúpulo da Patagônia e água direto da fonte; tem de trigo e a grande IPA – Ibira Pale Ale – que mistura lúpulo patagônico e europeu, extraída no seio de Ibiraquera. São de 80 a 100 garrafas produzidas por vez – 20 das quais ficam para o próprio artesão – de uma cerveja viva que reúne sabor e sentimento.

“A Zeus é muito pessoal. É a cerveja que eu faço para mim. É o meu gosto, sou ‘eu’ engarrafado”

O primeiro rótulo da Zeus

Ficha técnica Zeus:

Marta refere à “protetora do lar”. Carrega consigo traços de força, proteção e autoridade. Essa é D. Marta (e todas as catadoras por ela representadas), que com seu trabalho, cuida, limpa e protege nossa casa maior: o planeta.

Expediente Direção e Comercial André Damazio Redação e Edição Glaucia Rosa Damazio Direção Administrativa Gilberto Passos Diagramação Daniel P. Mendes

Colaboração Ana Carla Heisler Antônio Scattolin Elizabeth Hoffmann Igor Santos José Mario da Silva Kharina Oleksiuk Peterson Gonçalves Rosa Teixeira Thiago Vieira Daniel Teixeira

Valores

Onde encontrar: Pizzaria Vicenza, Pizzaria Demarchi, Agridoce Bistrô e Lombok cerveja Zeus

a partir de R$ 13

cervejaZeus

PARA FALAR COM O JORNAL jornalpraiadorosa@gmail.com ASSINATURAS E ANÚNCIOS Telefone: (48) 3255.2938 WhatsApp: (51) 99972.1787 REDAÇÃO WhatsApp: (48) 99110.0690 glauciadamazio@gmail.com

jornal_pdr jornalpdr

Praia do Rosa, Ibiraquera, Arroio, Araçatuba e Campo D’una - Tiragem: 2.000 exemplares - Endereço: Estrada Geral da Ibiraquera, s n. Imbituba, Santa Catarina - CEP 88.780-973


3

Jornal Praia do Rosa, Julho de 2018

Corpo e Mente

Espaço do saber popular

Sabedoria que vem do céu

Suco mágico verde

Muito além do signo solar, a Astrologia se apresenta como ferramenta de autoconhecimento

O

estudo dos corpos celestes e como eles podem influenciar a vida na Terra é chamado de Astrologia. Defendido como ciência ou como crença, é por meio da leitura do comportamento de estrelas, asteroides e planetas, que as pessoas buscam se orientar de acordo com as energias mais suscetíveis no Universo. Camila Eltz, astróloga formada por Cléia de Castilhos, referência na área, explica que a Astrologia acompanha a humanidade há milênios. “Inicialmente por sobrevivência, as pessoas observavam o céu, do nascer do Sol ao pôr da Lua, percebendo que todo aquele movimento tinha ligação direta com suas vidas, na natureza, pelas colheitas, nascimentos, mortes e acontecimentos. E o mais interessante: que também influenciava os comportamentos individuais e coletivos”, relata. O Horóscopo, ao contrário do que conhecemos, não é composto

Foto: Arquivo Pessoal

apenas pelo signo solar - aquele determinado pelo dia do nascimento no calendário ocidental - mas é a interpretação de um mapa que mostra a posição de vários corpos celestes como a Lua e os planetas. “O Mapa Astral ou Natal é uma ‘foto do Universo’ na hora exata do nascimento. A tradução do posicionamento de Sol, Lua e Ascendente, além de planetas pessoais e suas casas astrológicas, pode dar dicas de tendência da psique de uma pessoa. Mas cada combinação é única e individual. O Horóscopo

é a interpretação da energia disponível no Universo”, explica a astróloga Luciana Pedutti. “A Astrologia é uma ferramenta para compreender primeiramente nós mesmos, e depois nossa ancestralidade, que tanto precisa ser revista e reescrita. Ela busca a compreensão do Eu; a compreensão de quem somos, do que viemos fazer aqui, de quais são nossos dons e desafios, nossas luzes e sombras; a verdadeira busca na Terra, o autoconhecimento”, detalha Camila.

Ingredientes

Curioso? Existem diversos sites que prometem entregar o Mapa Astral com base nas informações de dia, hora e local de nascimento. Mas a interpretação deste mapa é feita com muito estudo, por isso, o ideal é procurar um astrólogo para começar essa jornada. “Nós temos

a influência de todos os signos do Zodíaco na nossa vida. Todos temos um Áries em algum lugar do mapa ou até o temido Escorpião em outro. Cada planeta tem um significado específico, assim como nosso Ascendente e outros Asteroides que analisamos”, completa

Camila. “É uma jornada rumo a si mesmo, abrindo as portas da percepção do Eu e compreendendo quais suas energias e tendências, ou simplesmente para se conhecer, trabalhar, resolver, transmutar, evoluir e curar”, convida Camila.

Momento de mudança Questionada sobre o momento atual com base nas estrelas, a Luciana revela sua observação. “Estamos em temporada de eclipses, sendo o primeiro de três eventos no dia 12 de julho. Todo o eclipse

traz mudanças, por isso é tempo de atuar com consciência. É um período de intuição, de reconectar com nossas decisões baseadas em nosso propósito de vida. E também de aceitação das consequências de

D

e manhã, você acorda com uma grande carga oxidante, então o limão vai ajudar a alcalinizar e a vitamina C potencializará a absorção dos nutrientes de outros ingredientes. A hortelã vai abrir as vias respiratórias, oxigenando o organismo. A canela e o gengibre são termogênicos e, juntos, são mais facilmente absorvíveis. Já a pitada de pimenta-do-reino ajudará a poderosa e anti-inflamatória cúrcuma a ultrapassar a barreira intestinal para que seja absorvida.

1 limão 2 folhas de couve 1 maçã 2 cm de gengibre 1 colher (café) de canela 1 colher(chá)de cúrcuma ou 2cm se fresca Uma pitada de pimenta-do-reino Folhinhas de hortelã 3 ramos de salsinha (limpa o sangue) 200 ml de água 6 gotas de stevia ou mel (opcional para adoçar)

Modo de fazer nossas ações ou não ações”. Camila completa: “Existem outros aspectos no céu bem desafiantes. O importante diante de qualquer situação é manter a calma e respirar antes de falar, decidir e agir.” Fica a dica.

Bata tudo no liquidificador. Se quiser uma absorção mais rápida, coe antes de beber. Fonte: Diário de Uma Vegana / Alana Rox


44

JORNAL PRAIA ROSA, MAIOde DE2018 2018 Jornal Praia do DO Rosa, Julho

Comunidade

Comunidade

Hospital São Camilo Solidariedade Cerpalo doa 52 mil a instituições de Imbituba e Pauloconquista10 Lopes leitos

sobre rodas O dia 11 de maio foi de grande alegria

O

O

Glaucia Rosa Damazio

para quatro instituições da região. Após a aprovação das contas na assembleia anual, o conselho da Cerpalo formalizou a motodo excedente clube arrecadado para devolução Nordic Souls os associados. A forma escolhida foi beneMC, em parficiando entidades que prestam serviço à ceria com comunidade. Foram comércios locais e MotoR$ 10 mil entregues

à Associação de Pais e Amigos dos ExcepHospital São cionais (APAE) de Paulo Lopes, ao HospiCamilo contal São Camilo e à Casa de Repouso Imatará com Foto:aArquivo pessoal culada Conceição e mais compra de um uma nova verba federal ventilador pulmonar microprocessado, anual de R$ 775 mil. O no valor de R$ 22.971, para a Unidade derepasse vai permitir à insSaúde de Paulo Lopes. “Sabemos que nãotituição integrar o grupo podemos resolver todos os problemas, de atenção de média e

disse o presidente da Cerpalo, Foto: IsraelNilso Costa Pedro Pereira. “Este valor veio em um momento que precisávamos muito. Vamos conseguir diluir as contas da instituição em várias áreas”, agradeceu a diretora da Casa de Repouso, Ivone Lopes de Oliveira.

alta complexidade ambuGrupo Da Tribo, realizou, latorial e hospitalar, além realizou sua Campanha de da aquisição de 10 leitos Agasalho 2018, reunindo de enfermaria clínica de mais de dez caixas de rouascido no barranco da praia, hoje pescadores disponíveis compõem a família do substituto também. É tipo um jogo de Mas quando a pergunta é sobre a pesca, retaguarda, pas. A entrega acontece no Dunadado Ouvidor, numa ele rebate. “A pesca não mudou. Faz parteaoRancho no Porto Novo. “Aqui, quando um futebol”, se diverte. Aguardando o frio eo agradeceu a Irmã Celia sidente da Câmara MuniSUS. “Esta é uma imdia 14chamado de julho, de na casa baia de palha de tiririca, seu Anastácio vento sul que trarão as tainhas deste ano, da natureza. O desenvolvimento é que pega, todo mundo come”, defende. A Volpato. A notícia foi tracipal de Imbituba, Gilberportante conquista para cuidadores de animais e, Assistência Social da Pre- motoqueiros se unem por zidaa pelo Deputado Fe- tocontinua Pereira, para comunicar Camilo, recebe com no ano consegui- o São Silveira (87) contaque das viagens quesocial. fazia Em uma ação janei-a pesca. seu Anastácio pescando “no mudou Fezpassado, as facilidades. família toda que é envolvida prática. feitura de Imbituba, deral Jorginho Mello, que a conquista do Fórum de outros hosdeste ano, eles doaram ram diversos itens para a pacientes realizará distribuição coma os pais e os àsavós,ro empanadinho Seu Anastácio se orgulha ao dizer que braço”, como fizeram os avós, no rancho esteve no dia 05 julho Parlamentar Catarinense agoraformados, com o aporquilos de ração aos Casa de Repouso Imacu- pitais, famílias cadastradas. numa manta, no Esta cerro do100 cavalo. O destitem netos mas que continuam quedeconsidera sua casa. “Viajei muito no Gabinete do Vice-prejunto Ministério da Saúde. te financeiro garantido”, lada Conceição. Protetores PDR e outros não éno a primeira vez que os era o Porto Novo, de onde saíam “nessa convivência”. A chegada é às 5h da procurando um lugar pra botar as

Seu Anastácio, pesca de raiz

N

manhã, sem previsão de partida. “Porque peixe não tem hora.” E explica a dinâmica do arrasto: “O vigia fica observando lá de cima enquanto o barco fica arrumado aqui embaixo. Ele dá o sinal e nós vamos. “Ao nosso querido Hernan, que nos Quatro remeiros, um chumbereiro acompanhou durante 19 anos em Ibi(quem joga a rede) e um patrão - que raquera: Obrigado pela tua linda comcoordenapelos os remeiros, de acordo com panhia, teus ensinamentos, poro vigia. Todo mundo tem seu lugarzinho. tua sabedoria, amizade e sorrisos; pelo Ninguém pode pular tem ser maravilhoso queerrado. foste. EFicaremos

Aberto processo de O licitação para a Rodovia SC 434 Veio motor, veio o sonar. Ficou moderno, mas como tá o berçário dos nossos Glaucia Rosa Damazio peixes? Os que euFoto: conheço estão dentro da construção civil”, denuncia. “A pesca não é preservada. E não existe folha sem raiz.” Seis filhos, três genros e demais

Safra da tainha 2018 De 1º de maio a 31 de julho, fica valendo o seguinte acordo entre Pescadores e Surfistas nas praias: - Praias da Gamboa, Siriú, Garopaba Centro, Barra da Ferrugem, Vermelha e Luz: fechadas para surf. - Silveira e Ouvidor: Bandeira Vermelha hasteada, pesca em andamento, bandeira baixa, surf liberado. - Ferrugem: liberado surf no canto Norte, no raio de 250 metros do costão. Canto Sul: área pesca. té o dia 26 de 434. O edital dede licitação to duas intersecções de - Praia do Rosa: surf liberado do canto Norte até a Lagoa do às Meio. Da Lagoa do e julho, será es- foi divulgado pela Secre- acesso praias do Rosa Meio até o canto Sul, incluindo o Porto Novo, surf não permitido. colhida a em- taria de Estado da Infra- da Ferrugem. A previsão - Barra Ibiraqueraestrutura até a Ribanceira: não surfe, bandeira presa que fará de a recupe(Seinfra)Bandeira no dia Branca, de conclusão das melhoazul, surf livre. ração e a implantação da 13 de junho. Também rias no trecho de 13 quiciclovia na Rodovia SC estão previstas no proje- lômetros é de seis meses.

A

minhas raízes, do Rio Grande do Sul até Cabo Frio (RJ). E achei que o lugar mais importante que tinha era aqui. É uma terra querida, que tudo dá.”

adeus dos amigos Foto: Arquivo pessoal

Fotos:Glaucia Rosa Damazio

mercadorias como milho, mandioca e café para serem vendidas em Florianópolis. Lembra-se de puxar o carro de boi aos 8 anos para ajudar na mesma função. Quando tudo era diferente, se conhecia os lugares por outros nomes. A Praia do Rosa até 1959 era a Praia Grande do Porto Novo. “E as lagoas eram a Barrinha Doce, a Barrinha Salgada e a Barrinha da Tiririca.” A Ponta da Pacheca é hoje o morro do Rosa Norte.

com saudades, descansa em paz!” A homenagem é dos amigos de Ibiraquera ao companheiro argentino Hernan Segura, integrante do grupo de regata e um dos construtores do Catamarã da CMEIfalecido CoraçãonodediaMãe, que a primeira têm aulas no refeitório Lagoa, 23 degarantiu junho, aos que passa por uma parte deve ser finalizada devido à falta de espaço 59 anos.

A

Prefeito de Imbituba se reúne com pais em Ibiraquera

pequena reforma desde novembro, foi local de reunião entre o prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Junior, e os pais dos 87 alunos de 2 a 5 anos da instituição. Após ser cobrado pela demora na entrega da ampliação da creche, o chefe da administração Municipal esclareceu as dificuldades atuais e ainda

em breve, assim que concluída a instalação das aberturas, a colocação do piso e os acabamentos. A nova sala vai abrigar os alunos do pré, que hoje

adequado. Até julho devem iniciar as obras de construção de mais duas salas para a creche, no valor de R$270 mil. “Temos que ter paciência, as pessoas Na edição #12 do Jornal PDR, na seção Comunidaestão trabalhando, mas o de, uma bela homenagem à dona Maria Josina de Sounúmero de alunos vem za foi publicada, mas sem o nome do autor do texto, crescendo muitoda página rápido Ramon Souza. A história integra o acervo aqui, mas emtraz todadi-a Nativos da Ibiraquera, perfilnão no só Facebook que região”, pediu o Diretor da versos causos e personalidades da região. Vale a pena CMEI, João Batista Campos. conferir: Facebook.com/nativosdaibiraquera!

Ops, erramos!

Glaucia Rosa Damazio


5

Jornal Praia do Rosa, Julho de 2018

Movimento

Os campeões do Vôlei de Garopaba

O

2º Open de Voleibol de Garopaba definiu, no dia 7 de julho, os grandes campeões. Após um mês de competição e grandes confrontos no Ginásio Municipal de Esportes Genésio João Ribeiro, as equipes Exército feminino e Servicon /Azenha masculino levantaram a taça com duas finais disputadíssimas. Na partida dos homens, a Servicon bateu o Exército

Foto: Glaucia Rosa Damazio

Antônio

por 2 sets a 0 e, no feminino, O Exército derrotou, no set de desempate, a Servicon. Capitã da equipe campeã e eleita melhor atleta da competição, a levantadora Bianca Malagutti se emocionou ao final da partida. “Esse foi o reconhecimento de um trabalho em equipe, do esforço coletivo desse grupo lindo. Com esse bicampeonato, só queremos pedir uma coisa: respeito”, finalizou.

Tai Chi Chuan e Densidade Óssea

Confira a classificação final Feminino

Masculino

Campeão: Exército Campeão: Servicon/Azenha Vice-campeão: Servicon/Azenha Vice-campeão: Exército 3º lugar: O Botequim 3º lugar: Marítimo Melhor atleta: Luís Mendonça (Marítimo)

O

Campeonato Catarinenese de jiu-jitsu, chancelado pela Federação da modalidade (FCJJ), conta com um representante da região na categoria infantil B. O jovem Arthur Antunes Muniz (10) conquistou a medalha de ouro na primeira etapa do Estadual 2018, realizada em Tubarão, no dia 24 de junho. Atleta da academia Keké Team, do Campo D’una, o garoto compete novamente nos dias 14, 15 e 21 de julho, na Copa Desterro, em Florianópolis, e no Circuito Instance de Jiu-Jitsu, em Itajaí. Nas duas próximas competições, a irmã Laura (08), também disputa na categoria Infantil A. Boa sorte!

Foto: Arquivo pessoal

Pequenos gigantes dos tatames

Campinense é líder no Regional da Liga Imbitubense de Futebol

A

segunda rodada do campeonato Regional Não Profissional, da Liga Imbitubense de Futebol (LIF), foi disputada no dia 8 de julho. Vera Cruz Venceu o CEC/ Grêmio por 2x1 e o Campinense bateu o Vila Nova por

2x0, assumindo a liderança da competição. Com uma carreira de seis anos no clube campudunense e quatro títulos municipais, o técnico do Campinense, Valmir de Souza, está confiante. “Nosso grupo é forte e o objetivo é levantar o troféu. Confio no

plantel e acredito que, com a união de todos, desde os funcionários até a direção, vamos sair campeões”, projeta. Vera Cruz segue em segundo, com o mesmo número de pontos do líder, 6, mas atrás no saldo de gols. Em terceiro, está a equipe da

Esporte Amador com o Bi Resultados do final de semana (07e 08/07) Vilarejo 1x2 Campinense Sambaqui 2x2 Master Gramense Avima 1x1 Unidos C. Aviação Recife 4x4 Estrelas do Passado Beira-mar 0x0 F. Gatense Guaiúba 1x1 Estrelas Botafogo 2x2 Dom Pedro Roma 2x3 Primos Juventude 2x6 Nativos Vira copos 4x1 Vila Nova

Areias 7x2 GSurf Encantadense 5x5 MEC Rincão 2x4 Palmeirinhas Independente 1x1 Beira-mar Plec 1x0 Kadense Ind. C. Aviação 4x2 Mineira C. Juventus 0x0 Ferraz 40tões: Gramense 2x1 Sangão 40tões: Juventus 0 x 1 Democrata

F

oram alcançadas ótimas terapias na osteoartrose (ou osteoartrite), típica doença das articulações. Como demonstrado por um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine, conduzida pelos pesquisadores coreanos da Universidade de Seul, em colaboração com vários pesquisadores americanos e austríacos. Os pacientes eram mulheres idosas entre 74 e 82 anos, que sofriam de problemas de locomoção por fraqueza muscular causada na menor densidade óssea devido à sua patologia. Mais uma vez, as voluntárias foram divididas em dois grupos, os membros do primeiro grupo seguiam um programa semanal de Tai Chi Chuan, enquanto os outros faziam parte de um grupo de controle. Depois de seis meses de prática e estudos, a análise destacou que somente as mulheres que praticavam Tai Chi tiveram um aumento da densidade mineral óssea e uma maior resistência dos músculos extensores do joelho, deixando mais uma vez a certeza absoluta da melhoria de saúde e bem-estar com a prática do Tai Chi Chuan.

Antônio Scattolin Instrutor de Tai Chi Chuan Chi Kung e Alquimia Taoista Fone/Whatsapp: 99699.4828 Foto: Liga Imbitubense de Futebol

Baixada, com 3 pontos conquistados. Ainda na disputa da competição, que segue até agosto, está a equipe do Paes Leme. A tabela de jogos e de classificação está disponível no site: www.ligaimbituba.com.br Foto: André Damazio

Próximos jogos (14 e 15/07)

F. Gatense x Guaiúba Botafogo x América Juventus x Gramense Camarões x E. do Passado Beira-mar (Estr.) x Avima Santos Salvam x U. Campo Ind. C. Aviação x R. Ambrósio Mec x Sambaqui Vira Copos x Banespa Campinense x VAT Retranca x Vilarejo Vira Copos x JC Refrig. 40tões: Campinense x Gramense

Quarentões Democrata


6

Jornal Praia do Rosa, Julho de 2018

Na Estrada Foto: Arquivo pessoal

Paixão de quatro rodas

D

ifícil explicar uma paixão. O coração bate forte, todos os pensamentos levam ao mesmo lugar e se luta para estar perto do ser amado. Mas só quem se apaixona por um veículo automotor consegue explicar sua relação com uma coisa, que passa a trazer sentido ao mundo dos seres vivos. Em 2009, o Chrysler Windsor 1952 verde Amazônia e verde himalaia chegou na vida do Marcelo de Lima Santos. “É um modelo muito raro, super confortável e com um câmbio semiautomático (fluid drive), que já era inova-

Áries

Abertura para vivenciar melhor a sua comunicação e movimentos que evidenciem seus talentos e o lazer. É possível criar condições mais favoráveis para conquistar a autonomia que deseja. Finalizar e recomeçar são as melhores alternativas. Atenção com a ansiedade que ainda predomina as suas ações!

Libra

Você sente-se inadequado com as situações. Dedique a semana para avaliar as suas posturas, principalmente para interagir com amigos ou pessoas próximas. Busque o equilíbrio e a harmonia em suas decisões. Ideias contraditórias dificultam o fluxo na relação afetiva.

ção há mais de 60 anos! Todo original, motor 6 cilindros em linha”, se orgulha o dono. O novo membro da família veio para Garopaba em 2016, mas ainda sem uma garagem própria, passou um tempo na casa dos amigos Beto Asolini e Marcio Nunes. “Quando o Marcio precisou fazer uma reforma na casa, pediu para eu tirar o carro, pois estava com medo de acontecer alguma coisa. Duas semanas depois, o telhado da garagem cedeu justamente onde estaria o carro. Agradeço ao sexto sentido dele até hoje”, se diverte. O “Cinquenta e dois”, como

Touro

Importante avaliar sentimentos e informações que chegam com discrição ou em segredo. Há promessas de finalizações que envolvem o imóvel ou a família. Você não se sente encaixado com os seus propósitos, e isso o levará a uma reflexão ou inadequação emocional. Procure expressar seus sentimentos.

Escorpião

Momento de flexibilidade para conduzir os objetivos. Fase excelente de desenvolvimento pessoal, porém há embates de ideias que mexem muito com você. Está sendo testado em sua sabedoria. Aproveite a fase para se conectar afetivamente, principalmente para acentuar os valores em comum.

é carinhosamente chamado o carro, já participou de várias exposições, como os Encontros Antigos de Garopaba, Florianópolis e Imbituba e, devido ao estado de conservação, deu muito orgulho à família com seus prêmios. Cada passeio junto com Marcelo, a esposa Renata e os três cachorros

Horóscopo

Gêmeos

A finalização de projetos lhe permitirá fazer movimentos mais adequados para o seu desenvolvimento. Cuide do seu emocional e não crie expectativas para o futuro. Está com tendência a não perceber a experiência em sua totalidade. A semana não favorece o amor.

Sagitário

Importante avaliar o quanto se sente verdadeiramente feliz. Necessidade de finalizar processos afetivos, liberando-se de crenças limitantes. Os estudos são fontes necessárias de autodesenvolvimento. Você se sente aberto a viagens e estudos. A fase atual também é de curas emocionais. Saia da rotina.

rende uma história pra contar. “Outra vez fomos a um encontro no interior de São Paulo. Tive a ‘brilhante’ ideia de sair com um carro de 60 anos às 22h. Certa hora, ouvimos um barulho muito alto, tomamos um baita susto. Parecia que o motor tinha caído na estrada. No fim, tinha sido uma calota

Câncer

Momento pede uma postura melhor para alcançar os seus objetivos. Não é por falta de oportunidade, mas por falta de habilidade de entender quando e como pode atuar. Fase de crescimento e percepção dos seus talentos e valores. O amor é evidenciado e você se sente pleno na troca.

Capricórnio

Os desafios estão chegando ao fim. Necessidade de finalizar os processos emocionais refletidos na família. Uma conversa profunda pode trazer a possibilidade de virar a página com entendimento. Investimentos podem ser envolvidos. Para o amor, reflita se está aberto o suficiente.

que soltou. Nem preciso dizer que as pernas tremem até hoje e que, claro, mesmo no escuro, procurei até achar a calota”, recorda. Amor não se explica, se sente. E o do Marcelo ronca alto, mas está sempre pronto para um rolê.

www.horoscopovirtual.com.br

Leão

Estudos ou viagens chegam com o propósito de finalizar um processo importante. Momento para metabolizar as ideias que vem desenvolvendo, além de ampliar o seu campo de visão. Atenção com a ansiedade ou com ideias fixas que o impedem de perceber outras possibilidades. Não é uma semana fácil no amor.

Aquário

O período envolve reuniões, viagens ou estudos. Foco em autonomia e independência. Há conflitos de ideais que impedem o fluxo no amor. Uma conversa é necessária. O setor profissional está ampliado e com oportunidades, porém a sua ansiedade e falta de experiência o deixam mais vulnerável.

Virgem

Finalizações importantes para conduzir projetos ou atividades em equipe. Os acontecimentos podem afetar os amigos. Há ansiedade, então você deve avaliar as crenças ou documentos que impedem o fluxo dos movimentos. O amor entra somente mediante a sua maturidade para assumir compromissos.

Peixes

É natural pensar sobre investimentos ou sobre como finalizar um processo importante, que interfere em seu faturamento. Está passando por uma nova forma de ver a vida, o que o deixa mais vulnerável emocionalmente. Reflita sobre a ansiedade que você vem camuflando.


7

Jornal Praia do Rosa, Julho de 2018

Flashes Sociais Fotos: Glaucia Rosa Damazio

A Festa da Tainha de Garopaba aconteceu nos dias 7 e 8 de julho, com o prato mais típico da temporada e baile na sede da Aldeia

Foto: Arquivo pessoal

Por aqui, a Copa também foi tema do aniversário de 8 anos do Gabriel Machado Teixeira, comemorado no dia 8 julho. Torcida não faltou

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Glaucia Rosa Damazio

Tainhada rolou também com o pessoal da Cozinha Secreta PDR, reunindo os amigos para explorar a tradição da Ibiraquera, no dia 4 de julho

Foto: Arquivo pessoal

No dia 29 de junho, o IFSC Garopaba realizou sua terceira Festa Junina

Na Rússia, os Gaúchos da Copa Frank e Gustavo Damasceno Fernandes registraram o encontro com o ex-jogador e comentarista Walter Casagrande Júnior

Fotos: André Damazio

E no dia 30, a banda Anjo animou o Baile de Casais no Salão da Igreja de Ibiraquera

Agendão

Click do Leitor O Rodrigo Litman registrou, no dia 5 de julho, essa belíssima Baleia Franca adulta, passeando pela Praia do Rosa.

Quer participar também? Enviei sua foto para: jornalpraiadorosa@gmail.com

Diz Aí Fotos: Glaucia Rosa Damazio

É São João!

O

Arraial da Escola Maria Corrêa Saad, no Campo D’una foi bão demais! Teve quitutes, prisão, correio do amor e apresentação de uma quadrilha pra lá de diferente. Os alunos mixaram a tradicional dança caipira com os sucessos da música brasileira e o resultado foi um show de coreografia, gingado e graça.

13/07 (sexta) - Arraial da Justina, no Salão Paroquial de Ibiraquera, às 18h30min. Entrada franca. 14/07 (sábado) - Brechó Colaborativo VI, das 13h às 19h, no Pink Hostel. Informações na página do Facebook. - Baile de Casais no Clube Juventus, em Ibiraquera, com Banda Anjo, a partir das 23h. Reservas: 99812.2453. - Rangaceira Praia do Rosa, a partir das 12h, no North Point Praia do Rosa. Ingressos R$25. Informações no Facebook. 15/07 (domingo) - Curso de Culinária Natural Detox com Marcos Natureba, na Pousada Alecrim. Informações: (51) 99839.3121. 20/07 (sexta) - Festa Julina do Centro Educacional de Ibiraquera, na Associação da Grama, a partir das 18h. 21/07 (sábado) -Quarta edição do Sarau da Riba, com música de artistas locais, arte e cultura, a partir das 19h.

Fique Ligado! O Projeto Ciranda de Mulheres da Cerpalo oferece roda de Terapia Comunitária gratuitamente nos seguintes horários e locais: Ibiraquera: na Escola Justina Conceição da Silva, nas segundas-feiras, às 18h Arroio: na Escola Terezinha Pinho de Souza, nas quartas, às 18h Araçatuba: Salão Paroquial da Igreja, nas quintas, às 17h

Sambaqui: ainda sem definição.

Previsão do tempo e do mar Sábado (14/07) Ensolarado Min. 14 Máx. 22 Vento N e variáveis Ondulação 0,8 Picos da maré alta: 03:00 /15:55 Picos maré baixa: 09:09 / 21:46

Wather.com/ Wind Guru/ Apolo11.com

Domingo (15/07) Ensolarado Min. 17 Máx. 26 Vento N de 10 a 15km/h Ondulação 0,6 Picos da maré alta: 03:33/ 16:30 Picos maré baixa: 09:48 / 22:37

Segunda (16/07) Tempestades isoladas Min. 17 Máx. 25 Vento N e variáveis Ondulação 0,6 Picos da maré alta: 04:07 / 17:12 Picos maré baixa: 10:44 / 23:36

Terça (1707) Pancadas de chuva Min. 17 Máx 23 Vento NE e variáveis Ondulação 1,8 Picos da maré alta: 04:46 / 18:02 Picos maré baixa: 11:46

Quarta (04/07) Sol entre nuvens Min. 16 Máx 24 Vento NO e variáveis Ondulação 0,9 Picos da maré alta: 05:41 / 18:46 Picos da maré baixa: 00:21 / 12:34


8

Jornal Praia do Rosa, Julho de 2018

Cultura

Mariana Corso canta as maravilhas de Imbituba Natural de Caxias do Sul (RS), Mariana adotou a região da Ribanceira como lar há cerca de um ano, quando chegou com uma mochila nas costas e decidiu nunca mais partir. A gaúcha deixou para trás o público da banda de Reggae Libertá para investir no projeto solo, que conta com a parceria dentro e fora dos palcos do companheiro Rodrigo Balsemão. Para se adequar às oportunidades da região, o projeto toca samba rock, MPB e reggae, com influências de Jorge Bem, Tim Maia e artistas locais. A vida do casal de músicos que luta para financiar o sonho não é fácil. Eles encaram qualquer missão, trabalhando em dupla jornada, em todo o tipo

de ofício: faxina, jardinagem, construção civil, aulas de violão, conserto de pranchas. “Ser artista ainda não é recompensador financeiramente, mas estamos plantando sementes, com humildade e, sabemos que quando os artistas se unem, se ajudam, todos ganham”, pontua. Em breve, novos sons autorais serão lançados nos canais da cantora, que busca por meio da música, a valorização e o respeito com o que é próprio da terra. “Não só exaltar as belezas, mas preservar este espaço, a cultura da comunidade que vive aqui com suas tradições. Nós dizemos ‘Vem pra Imbituba, vem’, mas vem com consciência, para que seja sempre uma ‘maravilha de lugar”.

Inspirando diferenças

Mariana Corso

go com geleia de cupuaçu. No item salgado, preparamos um tacacá típico do Amazonas, um caldo feito à base tucupi, jambú (folhas de um vegetal que dá dormência na boca), pimenta do cheiro e camarão seco. Além disso, teve cachaça de pimenta também”, enumera. O evento foi coordenado pelo Professor Ícaro Coriolano e aberto à comunidade.

tas, expondo peças de marcenaria com materiais reaproveitados; a Pamela Cantelmi, com os móveis totalmente feitos à mão do La Poltrona; e as plantinhas que a Julieta Durant cultiva por hobby e por amor, povoando os vasos recicla-

dos e decorados com crochê. A indescritível diversidade de talentos e disposições que se reuniu na Feira só deixa uma saída: o convite para que cada um construa sua própria opinião vivenciando a próxima edição do evento. Foto: IFSC Garopaba

tados do Sul, Sudeste, Centro-oeste, Norte e Nordeste, com momento para degustação de alimentos e bebidas típicos das regiões. Parte do grupo Norte, a estudante Sharon Uyterhoeven aprovou a iniciativa. “Conseguimos (tarefa difícil) trazer açaí do Pará, fizemos bolinho de macaxeira (mandioca) e bombons de chocolate meio amar-

Foto: Glaucia Rosa Damazio

Foto: Lucas Grundling

programadas com thetahealing, técnica de cura energética. Prontas para decorar, harmonizar o ambiente ou até para colorir, era impossível passar sem deixar os olhos nas cores e formas expostas. Ao lado dela, o Guilherme de Frei-

IFSC põe cultura dos cinco cantos do Brasil na mesa

O

@marianaacorso

Foto: Lucas Grundling

mente no inverno, mas juntos podemos prosperar”, disse a Juliane Camargo, uma das organizadoras, na abertura do festival. Para curar o corpo, a alma ou apenas para inspirar arte, a Emily Frederico levou suas mandalas

Conhecimento

s dias 20 e 21 de junho foram marcados pelas apresentações do seminário do Curso Técnico em Restaurante e Bar, no campus Garopaba do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). O Gastronomia e Cultura pelos 5 cantos do Brasil trouxe aspectos históricos, culturais e turísticos ligados à gastronomia dos es-

Mariana Corso

Uma dança circular integrativa iniciou o evento, chamando prosperidade

Foto: Glaucia Rosa Damazio

Além disso, oficinas, roda de conversa, prática de yoga, apresentações culturais e música, gratuitamente. “Queremos fazer um evento para salvar. Para trazer alegria e paz; e para unir. Sabemos o quão é difícil viver da arte aqui, principal-

Para seguir:

Foto: Glaucia Rosa Damazio

P

romover encontro, comunicação, liberdade de pensamento e atuação, autoconhecimento e debate de ideias sobre as diferenças. Esse foi o objetivo da Feira Integrativa Inspirando Diferenças, realizada no Hostel Família Cisinha, em 7 de julho. Quem passou por lá, certamente saiu diferente de como chegou. O evento teve espaço para todo o tipo de artesanato, desde roupas e calçados, decoração, acessórios, até as comidas doces e salgadas. Tudinho produzido por gente que nasceu ou adotou a Ibiraquera como lar. Caso da Bruna Hoffmann, que faz com amor os pães caseiros de abóbora e beterraba que aprendeu com a mãe no sul, ou a Sol Rocha, que levou carteiras, niqueleiras e porta-tudos, que ela mesma fabrica, com muita cor e detalhes no Ateliê Anuy.

Foto: Kátia Schaffer

Q

uem assistiu ao vídeo clipe institucional da Prefeitura de Imbituba “Maravilha de Lugar”, certamente se identificou ao ver e ouvir todas as belezas da cidade exaltadas por artistas locais. A música de Mariana Corso já atingiu 70 mil visualizações no Facebook, destacando pontos turísticos da Zimba e pedindo pela preservação com o refrão “Vem pra Imbituba, vem!”. “O músico se sente valorizado quando consegue mostrar seu trabalho para o máximo de pessoas possível. Foi uma honra ter todas essas vozes cantado a minha música. E mais ainda, conversar com a comunidade, mostrar a nossa arte aqui”, conta.

Jornal PDR edição 14  

Jornal Praia do Rosa

Jornal PDR edição 14  

Jornal Praia do Rosa

Advertisement