Page 1

Foto: Eloi Correia /GOVBA

1


alba.ba.gov.br

S A Ú D E • E D U C A ÇÃO • I N FRAE STRU TU RA M O B IL I D AD E • S A N E AM E N TO • ABASTECI M E N TO A G R I C U LT U R A • TRABAL H O • SEGU RAN ÇA

O DESENVOLVIMENTO QUE CHEGA ATÉ VOCÊ PASSA PELA ASSEMBLEIA. A ALBA é parceira do desenvolvimento do estado. Além das sessões especiais que debatem temas que interessam à Bahia, a ALBA apoia iniciativas em todas as áreas. Se for para o crescimento do estado, os baianos podem contar porque a ALBA ajuda a realizar.

de junho

missa com padre nelson

flor do nordeste

jânio santana

groove xote

juliano santana

orquestra amantes da lyra

os cumpadi

neto bittecourt

amor q fica

jerônimo medeiros

lukas e gustavo

solange almeida

adelmario coelho

mara ribeiro

guido freitas

elba ramalho

joyce frança

verena santana

simone e simaria

luziel

dna de vaqueiro

danniel vieira

dorgival dantas

saia rodada

wesley safadão

limão com mel

maria chic

forró menina bonita

farol de milha

sílvio brito

omelhorsaojoao 2

omelhorsaojoao


SUMÁRIO 6/7

Baianos e turistas celebram São João no Pelô

8

Economia de água é fundamental nos festejos

9

Licor e cerveja são tradição

10/11 12 14/15 16 17 18/19

Cuidado com fogueiras e fogos de artificio

Del Feliz grava hino do São João + anúncio grife do matuto

22

Conceição do Almeida prepara grande festa

“A qualidade desta publicação é singular. Gostei de todo o projeto gráfico, impressão e reportagens”. Lídice da Mata – Deputada federal

BOA IDEIA

Entrevista Antonio José | Forró do Ralão lota as ruas da Federação Shopping Bela Vista é a cara do São João | Looks juninos em alta

30/31

São João de Mata é na sede e no litoral

4

“Meus amigos da revista São João na Bahia, eu te desejo sucesso nesse novo empreendimento tão importante para a nossa cultura” Adelmário Coelho – cantor

Adelmário celebra sucesso de música e carreira vitoriosa

28/29

34

“Gabriel, parabéns a vocês pela sensibilidade de escrever tão bem sobre essa festa tão bonita”. Dantas – Empresário da banda Fulô de Mandacaru.

Cruz das Almas tem forró 24 horas

Senhor do Bonfim homenageia Flávio José

33

“A revista está muito boa e eu fiquei muito feliz com o texto que falou sobre a minha carreira. As lágrimas vieram aos olhos”. Quininho de Valente – cantor e compositor

Estakazero percorre os quatro cantos da Bahia

21

32

CARTAS

Santo Antonio de Jesus é sinônimo de praça lotada

Fique de olho na revisão do carro

26

O São João está chegando e com ele estão vindo muita alegria, forró, paquera e muita cultura, através da música, da dança, das comidas típicas, dos fogos, das roupas e todos os elementos que compõem a maior festa regional do Brasil, que na Bahia ocorre em mais de 300 municípios. Nós temos o orgulho de apresentar a vocês um guia especial com 36 páginas de pura informação sobre os festejos e seus principais destinos. O primeiro volume da revista foi um sucesso, graças a você forrozeiro e forrozeira que acompanham também o nosso trabalho na internet e nas redes sociais. Ficamos felizes em receber o reconhecimento, pois temos um grande compromisso com a qualidade editorial do nosso produto e também com os festejos do mês de junho. Viva Santo Antônio, São Pedro e São João!

Amargosa se prepara para receber milhares de turistas

20

24/25

EDITORIAL

Veja outras cidades

Expediente:

Publisher: Gabriel Carvalho Jornalista responsável: Sineia Coelho DRT 3135 Coma sem culpa Fotógrafos: Roberto Viana e Manuela Regina Vaz Festas privadas movimentam economia junina Textos: Gabriel Carvalho, Sineia Coelho e Ana Vieira Projeto gráfico/diagramação: Tiago Britto Site São João na Bahia: Gabriel Carvalho e Daniel Meira E-mail: contato@saojoaonabahia.com.br www.saojoaonabahia.com.br Fones: 71-99905-3560 e 71 99282-1529 Site São João na Bahia: Gabriel Carvalho e Daniel Meira Contato: 71 99132-3560/99282-1529 | contato@sao joaonabahia.com.br

Uma das sensações do São João, durante todos os anos, desde o ano 2000 é a Rural Elétrica, projeto idealizado pelo cantor e compositor Verlando Gomes, da Banda Flor Serena. “É uma ideia que surgiu para nos divulgar, uma vez que o custo de uma placa de outdoor em Salvador é muito alto. Uma vez, cantamos em cima de um reboque numa van, em Viena, na Áustria e assim, adaptei isso aqui no Brasil. Em 2014, inscrevemos o projeto no Carnaval de Salvador e ela viralizou com mais de 1,5 milhão de visualizações no Furdunço, no Carnaval de Salvador e hoje a gente roda em eventos por toda a Bahia. Por conta da demanda, temos duas rurais, uma ano 1972 e outra 1975. Estaremos três dias no Pelourinho, depois vamos para Muniz Ferreira, Santa Terezinha e no São Pedro de Conceição da Feira”, conta Verlando.

Foto: Divulgação

5


São João do Pelô é tradição junina no maior cartão-postal da Bahia

Pelô fica ainda mais bonito no São João

FESTA ACONTECE NOS LARGOS DO PELOURINHO, TEREZA BATISTA, QUINCAS BERRO D´ÁGUA, PEDRO ARCANJO, DO CRUZEIRO DE SÃO FRANCISCO E EM PARIPE O São João do Pelourinho já é evento consolidado no calendário nos largos do Centro histórico e também no Cruzeiro de São Francisco, no Terreiro de Jesus. Nomes como Elba Ramalho, Fulô de Mandacaru, Jeanne Lima, Carlos Pitta, Targino Gondim, Alceu Valença, Estakazero e Geraldo Azevedo estão confirmados. Este ano, a festa terá como tema o respeito às mulheres. Batizado de Respeita as Mina, o São João do Pelô terá uma data só de cantoras

com destaque para Elba Ramalho. Na mesma noite se apresentam Jeanne Lima, Colher de Pau e Márcia Short. Promovida pelo Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, nos dias 20 e 24 a festa se concentra nos largos Tereza Batista, Quincas Berro d´Água e Pedro Arcanjo. Já entre os dias 21 e 23, além destes espaços, tem atrações no Largo do Pelourinho e no Cruzeiro de São Francisco. A programação de Paripe acontece nos dias 22 e 23 de junho.

O palco principal do projeto, instalado no Largo do Pelourinho, e a programação será aberta pela Orquestra Popular da Bahia. Três mulheres, Elen Wilson, Dheya Lessa e Elaine Fernandes, sobem ao palco para cantar os clássicos do forró. Dia 22, o espaço terá Carlos Pitta, Targino Gondim, Alceu Valença, Pra Casar e Flor Serena. E no último dia de festejos, o 23, a festa ficará por conta de Fulô de Mandacaru, Estakazero, Zelito Bezerra, Geraldo Azevedo e Genard.

Foto: Gabriel Pinheiro

PROGRAMAÇÃO

Foto: Gabriel Pinheiro

Palco Principal

6

Centro Histórico ganha o colorido das bandeirolas

21/06

22/06

23/06

Orquestra Popular da Bahia

Carlos Pitta

Fulô de Mandacaru

Jeanne Lima

Targino Gondim

Estakazero

Elba Ramalho

Alceu Valença

Geraldo Azevedo

Colher de Pau

Pra Casar

Genard

Márcia Short

Flor Serena 7


Economizar água é essencial no São João O São João da Bahia é uma festa que promove um verdadeiro êxodo de população das regiões metropolitanas para as cidades do interior, muitas delas situadas nas regiões do Recôncavo e do Semiárido. Como, este ano, os festejos foram brindados com um feriadão, serão cinco dias para as pessoas curtirem as atrações musicais, dançarem, soltarem fogos e se deliciarem com a culinária junina. Mas, para a alegria não acabar,

é preciso pensar no essencial. Será que os domicílios estão preparados para garantir o acesso à água que vem da rede pública para seus hóspedes? Será que os hóspedes estão conscientes de que é preciso usar a água com responsabilidade? De acordo com o superintendente de Operação da região norte, Raimundo Neto, é fundamental que as pessoas que forem para as festas do interior

tenham em mente que, boa parte das cidades está situada na região semiárida, onde o regime de chuvas é escasso e a disponibilidade de água no meio ambiente é limitada. “A Embasa vai trabalhar para garantir o fornecimento de água, nas cidades que vão receber muitos visitantes, dentro das condições de disponibilidade hídrica e de capacidade de atendimento da rede distribuidora”, explica Raimundo.

Seguem algumas dicas muito úteis para manter o conforto e a alegria da festa no interior:

1

Verifique se a rede interna domiciliar está adequada às necessidades diárias de seus ocupantes. Para isso, é preciso que ela conte com reservatórios, pois podem ocorrer períodos de intermitência do fornecimento pela rede distribuidora devido a manutenções emergenciais ou variação de pressão gerada pelo consumo do grande número de visitantes na cidade. E não esqueça que, nos casos de imóveis com mais de um pavimento, é preciso ter um reservatório inferior com bomba para elevar a água até o reservatório superior.

3 8

5

2

Antes de receber os hóspedes, faça uma vistoria geral na rede hidráulica do imóvel para verificar se tem vazamento nas tubulações ou nos vasos sanitários.

Confeccione avisos do tipo “Torneira aberta, só se for para usar a água” e afixe em todos os pontos de uso de água. Use a criatividade, pois várias mensagens bem humoradas podem ser criadas para conscientizar os visitantes.

4

Quem vai viajar para o São João, não pode esquecer de fechar os registros gerais do imóvel. Essa é uma forma de prevenir prejuízos, no caso de eventual vazamento no domicílio

E se vir, vazamento na rua, não deixe de avisar à Embasa pelo 0800 0555 195 ou pela Agência Virtual no site www. embasa.ba.gov.br/serviços ou pelo aplicativo de celular.

Licor e cerve ja dominam a preferência no São João Quando se fala em bebida característica das festas juninas da Bahia é impossível não lembrar do licor, um aperitivo tradicional que mistura fruta e aguardente e ajuda a esquentar as noites frias de São João pelo interior do Estado. O drinque é apreciado em todas as regiões baianas, mas é no Recôncavo que estão as principais referências. No município de Cachoeira, a 110km de Salvador, o que não falta são as pequenas fábricas, mas duas se destacam: Roque Pinto e Arraiá do Quiabo. “No licor de Roque, tudo começou com o pai dele, o senhor Francisco Pinto, que comercializava charutos e dava licores como brinde em forma de agradecimento aos clientes. Isso já tem mais de cem anos”, contou Sida, mulher de um dos filhos do licorzeiro falecido em 2013. A fábrica dirigida por ela conta com 60 funcionários temporários, por conta da demanda junina. Eles ajudam a produzir milhares de litros da bebida, cuja unidade é vendida por preços que podem chegar a 25 e 30 reais. São 24 opções de sabores e os mais populares são os de jenipapo e maracujá cremoso. Perto dali, há o Arraiá do Quiabo, de

propriedade de Antonio Conceição, conhecido como Tonho Quiabo. Um pouco mais afastada do Centro Histórico, a unidade funciona há 25 anos e produz cerca de 5 mil litros da bebida por dia, quantidade que é intensificada no período que precede os festejos juninos. De acordo com o proprietário, são 50 funcionários e a maioria das encomendas feitas vem de Salvador, Candeias, Camaçari e Feira de Santana. Tonho Quiabo trabalha com 21 sabores entre tradicionais como jenipapo, passas, menta e acerola , bem como opções de cremosos como chocolate, maracujá e café. Em Simões Filho, a empresária e licorzeira Sara Novais Dias produz cerca de 7 mil garrafas por ano. Mas seu licor tem características diferenciadas, pois todos os 14 sabores como maracujá, chocolate, milho, café, cupuaçu, morango, dentre outros são trufados. Ou seja, têm entre seus ingredientes, elementos como vodca e leite condensado, o que garante uma consistência especial. A pequena fábrica reúne 10 funcionários e ela faz a sua divulgação de forma maciça nas redes sociais.

Cerveja

Foto: Divulgação

Além das tradicionais marcas, as cervejarias artesanais também marcarão presença no São João. É o caso da Feyh Bier, que traz um rótulo especialmente produzido para os festejos juninos. A Apocalipse São João, da Feyh Bier teve o seu nome tirado da música Caldeirão dos Mitos, de autoria de Elba Ramalho. “A intenção foi fazer uma bebida para comemorar a maior festa do Nordeste. Eu adoro festas populares e me inspirei no licor de jenipapo. É uma cerveja que tem a cor do licor, tem uma graduação alcoolica alta, em torno de 9% e é feita com a própria fruta”, explica Rodrigo Feyh, cuja fábrica está no Instagram com o perfil @feyhbier.

Veja a lista dos licores mais famosos da Bahia e contatos de onde comprá-los Sara Licor Trufado – 71 98491-7754 Arraiá do Quiabo – 75 3425-4007 Licor do Roque Pinto – 75 3425-1537 Daia – 75 99846-6568 Tia Fátima – 71 99653-1583 Edvaldo – 75 99198-1736 Licor do Sertão (Euclides da Cunha) – 75 3271-2498 Licor de Jacobina 74 99115-3070 Fátima de Itajuípe – 73 98135-1250 Tio Chico – 71 99115-5157 e 71 98623-3778

9


PROGRAMAÇÃO Palco Principal

Amargosa tem atrações para crianças, jovens e adultos

19/06

20/06

21/06

Atrações locais e

Flor Serena

Pacheco

forró pé-de-serra

Megaxote

Forró do Tico

Geraldo Azevedo

Maciel Melo

Del Feliz

Xand Avião

22/06

23/06

24/06

Oficina do Forró

Júlio César

Lara Amélia

Targino Gondim

Chambinho do Acordeon

Júnior Bastos

Foto: Marco Peixoto

CIDADE JARDIM TERÁ SEIS DIAS DE FESTA O feriado prolongado de Corpus Christi e São João vai propiciar seis dias de festejos em Amargosa, município localizado a 240km de Salvador. De 19 a 24 de junho, a cidade vai ferver com diversas atrações para todo tipo de público. Com forró tradicional e grandes nomes da música brasileira, o palco principal da Praça do Bosque terá atrações como Xand Avião, Geraldo Azevedo, Marília Mendonça, Del Feliz, Forró do Tico, Maciel Melo, Targino Gondim, Estakazero, Júlio César, Chambinho, Dorgival, Lara Amélia, dentre outras. Mais de 100 mil pessoas são aguardadas por noite na Cidade Jardim e elas terão muito o que fazer. Além dos super shows do palco principal, montado numa área de 29 mil metros quadrados, haverá uma vila junina, com réplica da catedral, espaço gastronômico e exposição de artesanato e fotografias. O tradicional Arrastapé da Zona Rural, comandado pelo percussionista Peu Meurray,

10

também está confirmado e deve reunir centenas de pessoas. Durante o dia, o visitante poderá comprar produtos naturais produzidos localmente, além acompanhar a produção da cachaça, farinha, sapatos de couro, artesanatos de barro e lembranças típicas de Amargosa. Paralelo a isso ocorrem apresentações de sanfoneiros e atrações culturais como quadrilhas juninas, samba de roda, capoeira, bumba meu boi, casamento na roça, entre outras. O município de Amargosa deve movimentar mais de R$ 20 milhões durante os festejos juninos. “Esse montante vem da movimentação do comércio, com suas lojas, supermercados, da rede hoteleira e do mercado informal que também funciona de forma a aquecer a nossa economia. Neste período, nós contabilizamos mais de 500 empregos temporários na cidade”, contou o prefeito Júlio Pinheiro,

que está otimista com a festa. Exemplo da pujança econômica dos festejos juninos da cidade é o mercado de aluguel de imóveis. Como os hotéis ficam 100% lotados, a opção é alugar casas ou quartos para curtir o São João na cidade.

Seu Maxixe Estakazero

Foto: Marco Peixoto

Os gastos com aluguel variam de R$ 2 mil a R$ 5 mil por imóvel que chega a abrigar até 10 pessoas. Desempregada há três anos, Cristiane Gama fatura neste período como corretora. “A gente fica com uma comissão por intermediar a relação entre os proprietários das casas e os inquilinos temporários”, disse. A segurança também é motivo de atenção. Para garanti-la a visitantes e moradores, a Prefeitura Municipal de Amargosa está trabalhando de modo integrado com a segurança pública do Estado e suas polícias Civil, Militar, Rodoviária e Corpo de Bombeiros.

Forró do Piu Piu

Exposição fotográfica

Outro evento que promove bastante a imagem de terra festeira de Amargosa é o Forró do Piu Piu, festa privada que ocorre na Fazenda Colibri, na estrada para Mutuípe e que terá como atrações Wesley Safadão, Zé Neto e Cristiano, Leo Santana, Forró do Tico e Lambasaia.

O fotógrafo Rui Rezende, filho de Amargosa, estará promovendo durante o São João, uma exposição fotográfica e o lançamento do livro Vaqueiros da Catarina. A exposição será realizada no Auditório do Colégio estadual Pedro Calmon, localizado na área da festa e ficará aberta para visitação do ao público todos os dias (19 a 24 de junho), das 17 às 22 horas.

Praça do Bosque fica completamente lotada no São João

Colher de Pau Dorgival Dantas

Marília Mendonça Estrela Baiana


FAÇA O RESPEITO ÀS MULHERES TAMBÉM VIRAR TRADIÇÃO.

Fogos de artifícios e fogueiras exigem cuidados Fogueiras e fogos de artifícios fazem parte do São João no Nordeste. A data, que é marcada por muitos momentos de alegria e descontração, exige alguns cuidados, sobretudo com as crianças, pois como muitas brincadeiras envolvem fogo, é preciso que os pais e responsáveis fiquem atentos a alguns cuidados com os pequenos.

Estudo divulgado pela Associação Brasileira de Cirurgia da Mão (ABMC) mostrou que ao menos 50% das mãos mutiladas no Brasil poderiam ser preservadas, caso o primeiro atendimento fosse especializado, e que no período de festas juninas, cerca de 90% dos acidentes graves, relacionados com explosão de bomba, resultam em amputações.

Mas além das queimaduras, fogos de artifícios e fogueiras exigem outros cuidados. A inalação da fumaça contribuem para desencadear as doenças respiratórias, principalmente aqueles que possuem alergias e/ou problemas respiratórios. O ideal é não inalar fumaças, mas, caso isso ocorra, o nariz deve ser lavado com soro e, se necessário, levar a um médico.

E, entre as recomendações , a principal é com o manuseio incorreto de fogos de artifício. Há produtos que não podem ser utilizados por crianças de determinadas idades, para isso a orientação do cirurgião que coordena o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Geral do Estado (HGE), Marcus Barroso é, ao comprar os fogos, os responsáveis devem verificar, na caixa, a classificação de idade que podem utilizar os fogos. Ele ainda acrescenta que os cuidados começam na compra, “só adquirindo produtos fabricados em locais autorizados, o mesmo ocorrendo com os pontos de vendas”.

Mas os cuidados não se restringem apenas aos fogos de artifícios. As fogueiras também podem causar acidentes, sobretudo quando for acendê-las, seja no momento inicial, ou pior ainda, quando se acha que ela já se apagou e joga álcool ou gasolina para reacendê-la. “Não se deve utilizar esses produtos para reacender uma fogueira”

Marcus Barroso destaca os cuidados que se deve ter em caso de queimaduras. Não devem ser usadas pomadas nem soluções caseiras. A região afetada deve ser lavada com água corrente e protegida com uma compressa úmida. Em seguida, o paciente deve buscar atendimento em uma unidade de saúde.

*Grade sujeita a alteração sem aviso prévio.

Ele ainda reforça que as crianças só devem manusear fogos de artifício acompanhadas dos responsáveis. Além disso, bebidas alcoólicas não devem nunca ser misturadas com a queima de fogos”, enfatiza Barroso.

12

Foto: Gabriel Carvalho

Mas o médico pontua que os cuidados se estendem aos adultos, pois são comuns acidentes como queimaduras, perda de dedos e, nos casos mais graves, até perda da mão. O profissional adverte que, em caso de acidente com lesão de mão, o paciente deve ser encaminhado imediatamente para um serviço especializado.

Queimaduras podem ser evitadas

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA*:

saojoaodabahia2019.com.br

13


Mais de 100 mil pessoas por noite são aguardadas para os festejos de Santo Antônio de Jesus, município localizado no Recôncavo Baiano, a 190km de Salvador. Para receber essa multidão de espectadores, a prefeitura local monta uma estrutura que lembra os grandes festivais de música realizados por todo o mundo. Além do espetáculo musical, há um show de organização e de grandiosidade no que se refere a palco, som e luz. Os festejos começam na segunda quinzena de junho, com homenagens a Santo Antônio, padroeiro da cidade e se estendem até o São

Pedro. Já no palco principal, haverá shows de 20 a 24 de junho. Os números do evento são de impressionar. A área de shows conta com 30 mil metros quadrados, o que garante conforto para as pessoas dançarem e cantarem ao som das atrações musicais, que somarão mais de 250 horas de shows em dois palcos principais, o Gonzagão e o Dominguinhos. Neles, se apresentarão 30 atrações de peso como Simone e Simária, Elba Ramalho, Solange Almeida, Wesley Safadão, Saia Rodada, Limão com Mel, Adelmário Coelho, dentre

O Forró da melhor idade será realizado na tarde de sextafeira (21/06), a partir das 15h, e terá uma programação especial com brincadeiras, quadrilha, animadores e show de Jutay Mercês. O evento acontece na Vila da Forró, na Rua Vereador João Silva, s/n, Centro (Rua da Linha).

outros. Já os palcos alternativos receberão 90 atrações entre bandas e artistas. Toda essa estrutura soma 10 toneladas de equipamentos que vão de objetos metálicos a equipamentos de som.

No domingo (23/06), será a vez do Forró das Crianças. A turminha vai se divertir ao som de Odilani & Vitória. A festa dos forrozeiros mirins contará ainda com brinquedos, jogos recreativos e animadores. O Forró das Crianças será na Praça Egídio Moreira, s/n, Centro (Praça da Biblioteca).

“Nós tivemos o cuidado, mais uma vez, de caminhar passo a passo com o jurídico nas contratações, ouvindo as recomendações do Ministério Público e do TCM, tirando os atravessadores, o que representa economia para os cofres públicos. Isso faz com que a gente obedeça todo um caminho legal”, afirmou o prefeito Rogério Andrade.

Músicos locais prestigiados

Foto: Jeferson Fotografia

Multidão na praça principal da cidade

Foto: Divulgação

POR GABRIEL CARVALHO

Além dos grandes nomes da música que irão se revezar nos palcos Gonzagão e Dominguinhos, montados no Espaço do Forró, a festa também oferece uma programação especial para jovens e idosos.

Nos últimos anos, a presença de artistas nascidos ou radicados em Santo Antonio de Jesus aumentou bastante. Em 2019, serão 17 tocando no palco principal da festa, número inédito e que anima a famosa “prata da casa”. Flor do Nordeste, Os Cumpadi, Menina Bonita, Guido Freitas e Joyce França são alguns dos nomes da terra presentes na principal vitrine da festa. “Eu tenho um grande orgulho da minha cidade e levo o nome dela para os diversos palcos da Bahia e do Brasil e tocar aqui é muito diferente, dá um sentimento de muita alegria, gratidão e emoção”, afirma Joyce França.

Foto: Manuela Regina Vaz

Santo Antônio de Jesus tem megainfraestrutura

Atrações para idosos e crianças

Na Vila do Forró que é o espaço alternativo dos festejos da cidade, 20 atrações locais integrarão as homenagens aos 100 anos de Jackson do Pandeiro.

PROGRAMAÇÃO 20/06

21/06

22/06

23/06

24/06

19h - Missa

19h30 - Flor do Nordeste

20h - Jânio Santana

20h - Groove Xote

20h - Juliano Santana

20h30 - Orquestra

20h30 - Os Cumpadi

21h - Neto Bitencourt

21h - Amor Q Fica

21h - Jerónimo Medeiros

22h - Silvio Brito

21h30 - Lukas e Gustavo

22h - Solange Almeida

22h - Adelmario Coelho

22h - Mara Ribeiro 23h - Verena Santana

22h30 - Guido Freitas

23h30 - Elba Ramalho

23h30 - Joyce França

0h30 - Simone & Simaria

1h - Luziel

1h - DNA de Vaqueiro

0h - Danniel Vieira

2h - Dorgival Dantas

2h - Saia Rodada

2h30 - Wesley Safadão

1h30 - Limão com Mel

3h - Maria Chic

3h30 - Forró Menina Bonita

4h - Farol de Milha

SÃO JOÃO DE SAJ EM NÚMEROS – Área de show de 30 mil m² – Mais de 250 horas de shows – 2 palcos principais – 30 atrações nos palcos principais

14

– 90 atrações locais nos outros espaços – Expectativa de mais de 100 mil pessoas por dia – 110 barracas padronizadas para comercialização de comidas e bebidas – Cerca de 10 toneladas de equipamento

15


Del Feliz e forrozeiros

Léo comemora agenda cheia

gravam canção em homenagem ao São João

O cantor e compositor Del Feliz convocou um time com dezenas de forrozeiros para gravação do “Hino do São João da Bahia”, música dele e dos irmãos Márcio e Vicente Lima, concebida em 2009. Segundo Del, a canção, que agora ganhará um clipe oficial, tem versões em francês, inglês e espanhol e executada em todos os cantos do mundo.

Defensor da música nordestina e da cultura, Del feliz conseguiu agregar forrozeiros de diversas vertentes neste projeto. “O objetivo é sempre chegar no coração das pessoas e emoção é o que não faltou. Gravaram com Del, Carlos Vilella, Marquinhos Café, Val Macambira, Gisele Andrade, Paulinha Oliveira, Antonio José, Joyce França, Moacir Lobo, Trio Nordestino, Sandro Becker, dentre outros.

Grife do Matuto: Forró e cultura em camisetas Unir cultura, tradição e criatividade. Foi com esse intuito que o empresário Alex Bahia resolveu montar uma camisaria e a empresa não poderia ser concebida num lugar mais propício do que Amargosa, que é um dos principais destinos turísticos do País durante os festejos juninos. Voltada para um público amante do Forró, a Grife do Matuto está presente nos principais eventos de música que ocorrem na Bahia com camisas super bacanas. Nas estampas, ícones como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sivuca e frases para lá de engraçadas e criativas. Além da qualidade do tecido e dos textos e leiaute, Alex destaca a função social da grife. “Temos uma parceria com o Hospital Aristides Maltez, que é referência no tratamento do câncer na Bahia e, diante disso, a gente disponibiliza um percentual do nosso lucro para contribuir com a instituição”, ressalta. Além das camisetas, há também bonés com homenagens aos diversos personagens e festas nordestinas. A Grife do Matuto está no Instagram, no perfil @grifedomatuto e também pelo whatsapp, no número 75 99993-1213.

16

Estakazero percorre os quatro cantos da Bahia

Foto: Roberto Viana

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

“Fiz este hino e chamei grandes parceiros para agregar o movimento. Na primeira gravação, mais de 40 artistas como Adelmario Coelho, Wilson Aragão, Carlos Pitta, Quininho de Valente, Cicinho de Assis, Jó Miranda, Zelito Miranda, Gereba, Verlando Gomes, dentre outros participaram do registro. Agora, resolvi fazer um clipe, que dá um bom impacto e fiz isso durante o Mercado Iaô Junino, no bairro da Ribeira, em Salvador”, disse.

Com 18 anos de estrada, a banda Estakazero tem apostado em um repertório moderno, sem abrir mão dos elementos sonoros tradicionais do forró. Fazer um forró com a linguagem tradicional e pop foi o desafio para o cantor e instrumentista Léo Macedo quando criou o grupo, em 2001. Neste período, em que ficou conhecida por seus luaus e ensaios de São João, a Estakazero lançou três DVDs de carreira, sendo o primeiro batizado “Estakazero Ao Vivo”, em 2006; o segundo foi batizado “Dez anos na Estrada”, gravado em 2011 e o terceiro, “A Festa Começou”, foi lançado em 2013. Além destes trabalhos, a Estakazero tem em sua discografia os álbuns “Botando o Pé na Estrada” (2003), “Lua Minha” (2005), “Ao vivo”, (2006) “Arrasta-pé pelas Estrelas” (2008), “Viva Luiz!” (2010) “Na Balada”, (2012), “A Festa começou” (2013), “Eu tô bem na fita” (2015), “Pertinho” (2016), “Todo Seu” (2017) e “Anjo Meu” (2018).

Agenda lotada Quem conhece a banda sabe que não há como imaginar um São João sem a Estakazero. Dona de grandes hits como “Lua Minha” e “Sapatilha 37” a Estaka, que também coloca clássicos de Zé Ramalho, Dominguinhos e Luiz Gonzaga em seu repertório, estará presente em festas pelos quatro cantos da Bahia, com destaque para apresentações em palcos consagrados como o do Pelourinho, em Salvador e Amargosa, no Recôncavo Baiano. “A maratona começou no dia 1º e vai até o dia 29, em diversas cidades. Além das grandes praças, estaremos também em festas corporativas e eventos privados. São mais de 20 shows confirmados e alguns ainda confirmar”, ressalta Léo Macedo. Em 2019, o grupo também estreia seu balé próprio, após anos de parceria com uma conhecida escola de dança. São dois casais de bailarinos que fazem um show à parte em meio as canções da banda.

17


Cruz das Almas terá 24 horas de forró durante o São João ARRAIÁ DA CULTURA POPULAR, FESTA, FORRÓ E TRADIÇÃO POR GABRIEL CARVALHO A presença de bandas de forró na programação do São João do município de Cruz das Almas, localizado no Recôncavo Baiano, a 150km de Salvador, tem sido cada vez maior. Desde 2017, artistas regionais e programações culturais passaram a integrar com mais volume a grade dos festejos, que retomaram o protagonismo perdido no início da década. Este ano, o São João começou nos dias 31 de maio e 1º de junho, com um grande forró e também com um arrastão cultural pelas ruas da cidade. No entanto, o ápice da folia junina se dará entre os dias 21 e 24 de junho, com grandes nomes do cenário forrozeiro nacional, com uma

programação que prevê 24 horas de música. Artistas e bandas como Saia Rodada, Dorgival Dantas, Flávio José, Acarajé com Camarão, Santanna, Trio Nordestino, Mastruz com Leite, Adelmário Coelho, Limão com Mel, dentre outros farão parte da programação oficial do palco montado no Parque Sumaúma, no Centro da Cidade. Mas a animação não fica resumida apenas ao palco. Nos circuitos do Espaço Cultural e Oton Silva, na Praça Senador Temistocles, há apresentações culturais como quadrilhas juninas, trios

de forró pé-de-serra, brincadeiras juninas como pau de fita e mais de 20 manifestações do Recôncavo e Baixo Sul da Bahia como Zabiapunga, arraiá infantil, dentre outras atividades. “São quatro espaços importantes que fazem com que tenhamos uma programação por 24 horas. Teremos uma orquestra de sanfoneiros, bonecões, festa da agricultura familiar e economia solidária com a venda de produtos da gastronomia e também o artesanato da região. A Praça Multiuso também tem forró das 16h às 20h e a noite se encerra com as atraçõees do Parque Sumaúma”, acrescenta o prefeito Orlandinho Pereira. Foto: Divulgação

Hotéis lotados A ocupação de 100% nos meios de hospedagem da cidade está fomentando a “indústria” de aluguel de casas na cidade. “É uma oportunidade de faturar uma renda extra e garantir um São João mais farto”, assegura a dona de casa Maria do Amparo Silveira. O comércio local também comemora uma espécie de décimo terceiro mês de faturamento com o São João. “É bom para o hoteleiro, supermercadista, dono de farmácia, agricultor familiar e toda a cadeia produtiva da nossa economia”, pontua o vice-prefeito e coordenador do São João, Max Passos. O secretário da Cultura do município, Wel Anias, destaca a democratização dos espaços da cidade e da valorização dos artistas regionais e manifestações culturais durante os festejos juninos, fortalecendo a cultura nordestina de raiz, levando-a para os mais jovens.

Arraiá do Laranjinha

Foto: Paulo Galvão Filho

Conhecida como Terra da Laranja, pois é uma das principais produtoras do fruto no Estado, a cidade promove um evento com os estudantes das escolas para difundir a tradição dos festejos juninos presentes no Arraiá da Cultura Popular, Festa, Forró e Tradição de Cruz das Almas.

Decoração é espetáculo à parte

PROGRAMAÇÃO 21/06

22/06

23/06

24/06

Filarmônica Cruzalmense

Santanna

Mastruz com Leite

Limão com Mel

Dorgival Dantas

Sarapatel com Pimenta

Mestrinho

Forrojão

Acarajé com Camarão

Trio Nordestino

Adelmario Coelho

Flávio José

Saia Rodada

Rasga Tanga

Quadrilhas juninas são tradição em Cruz

18

19


Pé na estrada e cuidado redobrado

Senhor do Bonfim homenageia Flávio José CAPITAL BAIANA DO FORRÓ TERÁ FESTA DE 20 A 24 DE JUNHO

POR SINEIA COELHO Eita que está chegando a hora de pegar o “caminho da roça” para curtir os festejos juninos no interior, regados a muita comida e bebidas típicas, forró, fogos de artifícios e fogueira. Mas antes de curtir tudo isso, aqueles que vão nos seus carros não podem esquecer algo muito importante – a revisão do veículo para pegar a estrada sem o risco de estragar o passeio. O gerente regional da Minas Pneus, Evandro César Teodoro, falou sobre os itens que devem ser revisados e passou um cheklist para os motoristas não serem pegos de surpresa no meio do caminho. Começando pelos pneus, é importante,

além da calibragem, verificar se precisa alinhar e balancear as rodas. E pontua que nunca deve se esquecer de verificar o pneu estepe. Outros itens importantes que são verificados no momento da revisão: freios; suspensão; bateria; água no reservatório do radiador e do para-brisa; as paletas (limpadores); óleo do motor que não pode passar do prazo de troca, sob risco de comprometer o motor do carro; regulagem dos faróis, as setas, sobretudo para quem vai pegar a estrada à noite, pois, além de atrapalhar a dirigibilidade do motorista, ele ainda pode ser multado.

E Evandro acrescenta que uma revisão dessa não é cara e evita transtornos durante a viagem. De acordo com ele, a verificação de todos esses itens, quando não há a necessidade de realizar o serviço, sai, em média, por R$150 a R$200. A troca de óleo, incluindo os filtros, também está na faixa de R$150. De acordo com ele, na cidade, às vezes os motoristas nem percebem que os pneus precisam passar por algum serviço, por conta da baixa velocidade, “mas na estrada, acima dos 80km os carros já começam a trepidar e compromete a estabilidade do carro”. Foto: Roberto Viana

Conhecida como “A capital baiana do Forró”, a cidade de Senhor do Bonfim, distante 380km de Salvador, programou cinco dias de muito arrasta-pé no parque que leva o nome de Gonzagão. Por lá, entre 20 e 24 de junho, passarão atrações como Flávio José, Dorgival Dantas, Cicinho de Assis, Caninana, Fulô de Mandacaru, Flávio Leandro, Geraldo Azevedo, Arreio de Ouro, Renan Mendes, além de outros forrozeiros e atrações regionais.

Cantor já tocou em mais de 20 edições do São João de Bonfim

Mas não é só no Espaço Gonzagão que terá festa. Outros três circuitos animarão os moradores e turistas de Bonfim. São eles: Forró da Feira, que homenageia Thomaz do Acordeon, a Praça Nova do Congresso, que abrigou o palco principal até o início dos anos 2000 e hoje se chama espaço Assis do Acordeon e o Trem do Forró, que percorre os trilhos da cidade com muito arrasta-pé a bordo. Quem já passou o São João em Bonfim sabe que a cidade respira forró. Durante o dia é fácil ver grupos de pífanos pela cidade e também estabelecimentos comerciais com o som nas alturas, tocando músicas de forrozeiros como Adelmário Coelho, Alcymar Monteiro e Flávio José. E por falar em Flávio José, o paraibano será o homenageado deste São João na “Capital Baiana do Forró”. Intérprete de canções que marcaram época nos festejos juninos da cidade, Flávio José já coleciona mais de 20 participações no São João bonfinense, ele disse estar emocionado com a homenagem promovida pelo prefeito Carlos Brasileiro. “Flávio José é, depois de Luiz Gonzaga, o grande representante da música nordestina. Por ter uma ótima relação de carinho com nossa cidade merece a homenagem”, explica o gestor

Forró do Sfrega

Foto: Jeferson Ribeiro

Durante três dias (22,23 e 24), o agito na cidade se divide entre a festa na praça e o evento privado que reúne milhares de pessoas. Nomes como Alok, Forró do Tico, Bruno e Marrone, Cavaleiros do Forró , Jorge e Mateus, Xand Avião e Saia Rodada são alguns dos nomes confirmados.

Trem do Forró Único São João da Bahia a ter um vagão que percorre os bairros com um trio formado por zabumbeiros, triangueiros e sanfoneiros, o festejo de Bonfim celebra a novidade, que é um diferencial. “É uma grande animação e encanta aqueles que viajam por um ritmo chamado forró”, acrescenta o prefeito Carlos Brasileiro.

Cidade lotada O feriado prolongado e a grade de atrações são os ingredientes perfeitos para que os hotéis fiquem lotados e os turistas procurem hospedagem em meios alternativos como casas e quartos de aluguel. Milhares de visitantes são aguardados no município.

PROGRAMAÇÃO 20/06

21/06

22/06

23/06

24/06

Filarmônica União dos Ferroviários e Balé Sacramentinas

Unidos da Tapera

Samba de Lata

Bolo do Palmeira

Fulô de Mandacaru

Flávio Leandro

Emília Xisto

Quadrilha Alegria que contagia

Caninana

Sandro de Castro

Renan Mendes

Calcinha Preta

Tayrone Cigano

Walas Arrais

Flávio José Cicinho de Assis

Revisão de óleo e estado dos pneus são fundamentais

20

Dorgival Dantas

Arrreio de Ouro

Geraldo Azevedo Adelmário Coelho Kevi Jonny e Alvorada.

21


Conceição do Almeida

3 dias de São João, com atrações para todos os gostos MAIS DE 100 MIL PESSOAS SÃO ESPERADAS NA FESTA QUE OCORRE DE 22 A 24 DE JUNHO Os festejos juninos da cidade de Conceição do Almeida, localizada a cerca de 160 km de Salvador, no Recôncavo Baiano, serão realizados de 22 a 24 de junho. Durante o período, os moradores da cidade e visitantes poderão se divertir ao som do ritmo junino do forró que se mistura à tradição local, que inclui o sertanejo e o pagode, resultando numa festa única.

Os festejos juninos movimentam anualmente o Município e a sua economia. “O povo de Conceição do Almeida é alegre e acolhedor. Um dos nossos maiores diferenciais é a imensa receptividade da nossa gente, que recebe a todos os turistas com muito carinho. Quem vem para o São João do Almeida sempre volta. Temos uma festa planejada e organizada”, pontuou Ito de Bêga.

Conforme a prefeitura, durante o São João a população triplica. “Estamos começando a preparar toda a cidade, que já está em clima de festa de São João, para receber turistas e visitantes que vão curtir as grandes atrações nos três dias de festa”, disse o prefeito da cidade, Ito de Bêga.

O circuito da festa já está sendo finalizado com toda infraestrutura como pavimentação asfáltica, palco principal, dois camarotes e ornamentação junina, que também está sendo colocada na praça e ruas principais da cidade.

Em Conceição do Almeida as atrações do autêntico forró se juntam a cantores e bandas nacionais, da Bahia e locais. O arrasta-pé terá o forró de Solange

Além do sertanejo de Luan Santana, e os pagodes de Léo Santana, Harmonia do Samba e Ferrugem, dentre outras atrações. A criançada tem um dia reservado para elas no domingo, às 10h, no São João Kids, com o show da Lore Improta no palco principal. A cidade tem arrasta-pé para todos os gostos. Esta é a expectativa para quem for curtir os festejos juninos em Conceição do Almeida. Tem forró no coreto e no circuito, tem as festas nas localidades rurais, tem o forró nas casas, ou seja, em cada canto da cidade se ouvirá o som da sanfona, zabumba e triângulo.

Como chegar O município está localizado a 160 km de Salvador. Quem sair da capital tem o sistema ferryboat como uma alternativa de transporte. Os passageiros devem pegar a embarcação no Terminal Marítimo de São Joaquim, até Bom Despacho, na Ilha de Itaparica. Depois, se estiver de carro, seguir pela BA-001, passando por Nazaré e Santo Antônio de Jesus. Depois pega a BR-101 até Conceição do Almeida. Se preferir, pode pegar um ônibus no terminal, assim que deixar o ferryboat. Outro caminho é pela BR-324. O motorista precisa percorrer 81 km até o Entroncamento com a BR-101, antes de Feira de Santana, percorrer 95 km até Santo Antônio de Jesus e seguir pela BR-101 até Conceição do Almeida. Se optar pela Rodoviária de Salvador, de lá partem ônibus para Conceição do Almeida.

Foto: Carol Garcia/GOVBA

De acordo com o Prefeito, uma megaestrutura está sendo montada para os festejos esse ano, que leva o tema ‘São João do Almeidão Cada Vez Melhor’. “É uma estrutura jamais vista na cidade. De palco e som a iluminação, com estacionamento para mais de cinco mil carros, dois camarotes, praça de alimentação e área livre para a circulação de carros”, destacou o gestor.

Na Praça do Coreto, onde trio de sanfoneiros e artistas locais vão animar o público, a decoração já começa a dar cor e clima da Festa de São João. As barracas de comidas e bebidas típicas já estão sendo montadas no circuito, padronizadas e com decoração junina.

Almeida, Lara Amélia, Canários do Reino, Melaço de Cana, Orlandão, JM Puxado, Logunedé, Bruno Barros, Jó Miranda e Jeane Lima.

Solange Almeida é uma das estrelas da festa

22

23


Adelmario Coelho

Namorada preferida é sucesso nas rádios e na Web A canção “Namorada Preferida”, de autoria de Alan Requião, deve ser a principal música do São João 2019. Gravada pelo cantor Adelmário Coelho, a composição é um dos carros-chefes das comemorações pelos 25 anos de carreira do artista baiano. Com uma letra romântica e contemporânea, “Namorada Preferida” encanta os apaixonados de todas as idades. No canal do YouTube do cantor, a música já alcançou mais de 120 mil visualizações, com centenas de comentários positivos. “Quanta qualidade! Linda canção, trabalho maravilhoso, interpretação perfeita, banda show”, disse o internauta Robson Ribeiro.

Além do YouTube, é possível baixar ou ouvir a canção em plataformas como Deezer, Spotfy, Google Play Música. No hotsite feito para promover o novo trabalho, uma descrição retrata bem o sentimento da música. “Antes da internet e dessa viabilidade, a gente tinha muita dificuldade em fazer a nossa música tocar no rádio. Isso ainda continua. A internet chegou para salvar os artistas que não têm acesso aos meios de comunicação. Já imaginou quantos talentos deixaram de chegar ao sucesso?”, destacou Adelmario. “O amor é exatamente tudo isto, é o comprometimento, é o enlace eterno. Quem convive com a pessoa

amada se entusiasma na alegria e luta junto na tristeza. Este amor tem várias faces, a face da fervorosa paixão, do enlace, compromisso a dois, a face de ver a família crescer, das conquistas e até dos dissabores da vida”, diz o trecho. Nas rádios não foi diferente e o sucesso fez com que a canção chegasse ao primeiro lugar entre as mais pedidas e tocadas em diversos municípios baianos como Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Coração de Maria, dentre outros. E não é só em território baiano. Em municípios de Sergipe, Paraíba e Pernambuco a música também tem uma grande repercussão.

Cantor estará nos principais palcos da Bahia Adelmário Coelho é sempre sinônimo de praça cheia. Por causa disso, o cantor é sempre requisitado nas principais praças de São João do Nordeste e em 2019 o São João do artista tem um gostinho especial, pois ele completa 25 anos de muito sucesso. Cidades como Senhor do Bonfim, Cruz das Almas e Santo Antonio de Jesus contarão com a presença do artista que está com um show dançante e romântico este ano. Entre os momentos mais marcantes dos 25 anos de estrada, ele chamou a atenção para “os degraus construídos ao longo

do tempo”. “Eu olho para trás e vejo que tudo o que fiz foi sólido para chegar até aqui”, disse. Adelmário também revela ser fã do Trio Nordestino e disse que o disco em que homenageou o grupo foi um dos grandes momentos de sua história. Gonzagão é importante, mas eu sempre fui fã incondicional do Trio Nordestino, eu ouvia no interior”, disse o artista que nasceu no distrito de Barro Vermelho, no município baiano de Curaçá, localizado no Extremo Norte da Bahia.

Cantor vive excelente fase aos 25 anos de carreira

Foto:Eloi Correia

Foto:Carol Garcia

Defensor das raízes Adelmário Coelho não fugiu da polêmica ao ser questionado sobre a força do sertanejo e disse que há espaço para a renovação na música. No entanto, ele reafirmou seu orgulho pelo forró raiz, também chamado de Pé-de-Serra e contou a história de que uma professora executou uma de suas canções em sala de aula. “Isso é muito gratificante”, contou.

Sucessos Cantor vive excelente fase aos 25 anos de carreira

24

A trajetória de sucesso de Adelmário Coelho conta com 23 CDs, dois DVDs e diversos EPs, além de audiobooks e outros produtos digitais, o que faz dele talvez o mais bem sucedido entre os forrozeiros da Bahia. As músicas que jamais deixam o repertório são “Não fale mal do meu país”, “Anjo Querubim”, “Até mais vê”, “O neném”, dentre outras, que evidenciam parcerias musicais com artistas como Flávio Leandro, Petrúcio Amorim e muitos outros.

25


Ping-Pong Antônio José Com 60 anos de carreira, o cantor, zabumbeiro e compositor Antônio José é o nosso entrevistado nesta edição. Músico de talento refinado e parceiro de Luiz Gonzaga e Dominguinhos, ele conta um pouco da sua história ao São João na Bahia. Veja! São João na Bahia: Fale um pouco sobre sua trajetória musical. Quando e como começou? Antonio José: Aos cinco anos foi a primeira vez que peguei um instrumento musical e dei conta do recado. Na época, a gente chamava de surdo. Era quadrado, um surdo de couro de jiboia. Eu segurei esse instrumento, coloquei debaixo do braço e acompanhei. Daí tomei amor pela percussão e continuei. Aos oito anos eu já participava de banda de baile com meu irmão. E logo depois, eu vi, pela primeira vez, Jackson do Pandeiro tocando, eu fiquei encantado com a divisão rítmica dele e me fez tomar esse direcionamento. SJB: Como foi sua aproximação com os grandes nomes do forró? AJ: Foi pelas circunstâncias da vida. Aos 15 anos de idade eu conheci Luiz Gonzaga. Ficamos sabendo que ele ia se apresentar em Serrinha e nós estávamos fazendo shows pelo interior da Bahia e nos organizamos para ir vê-lo. Nesse dia,

Toinho, Zabumbeiro de Gonzaga, chegou atrasado. Negão (dos Oito Baixos) já tinha uma certa intimidade com Luiz Gonzaga, e estava lá na praça. Gonzaga perguntou se ele colocava os “meninos” para tocar com ele, que puxou a Asa Branca, e eu acompanhei na Zabumba. Ele parou, olhou para mim e falou: é a primeira vez que eu vejo um cabra tocando Asa Branca na Zabumba como você fez. Com Dominguinhos foi a mesma coisa, ele chegou aqui e perguntou para Elias se ele tinha alguém para acompanha-lo nos shows. Elias disse que tinha eu. SJB: Você é um defensor do forró de raiz, qual a avaliação você faz do cenário atual? AJ: O forró de raiz voltou a dar uma crescida. E eu quero deixar claro que não sou contra essa rapaziada com esse novo forró, o chamado forró plástico, eu só acho que deve haver uma criatividade, colocar um outro nome. Até porque a nossa turma está indo embora, então os novos têm que aparecer e mudar para melhor. SJB: Daqui, quem você citaria que faz um forró autêntico? AJ: Aqui temos vários, mas eu citaria Adelmário Coelho e Del Feliz.

Forró na rua o ano inteiro

Foto: Roberto Viana

O líder da banda Forró do Ralão, Tiago Andrade, é dono de uma das ideias mais bem sucedidas do cenário forrozeiro de Salvador. Toda sexta-feira, durante o ano inteiro, o cantor e seu grupo se apresentam de graça no Parque São Braz, no bairro da Federação, em Salvador. O arrasta-pé começa cedo, por volta das 19h e também acaba no horário que condiz com uma região residencial, que é pouco depois das 22h, mas mesmo assim animação não falta. “O Ralão surgiu de uma brincadeira entre amigos que se juntavam para cantar e tocar e resolveu se profissionalizar como um trio depois do sucesso entre os vizinhos”, disse Tiago. Grupo faz maior forró de rua da Bahia

O grupo é uma mistura de forró tradicional com a música moderna, mas com bastante estilo e um repertório bem elaborado para o público de todas as idades. “A agenda de eventos está crescendo ao longo dos últimos dois anos e já nos apresentamos em pal-

26

cos na mesma programação que artistas como Targino Gondim, Elba Ramalho, Santanna, dentre outros”, conta. Nestes seis anos de atividades, o Forró do Ralão já levou para o Parque São Braz

nomes de peso como Trio Nordestino, Adelmário Coelho, Zelito Miranda, Virgílio, Del Feliz, Marquinhos Café, dentre outros. O público do Ralão é formado por universitários e também moradores do bairro onde rola o evento.

27


Bela Vista, o Shopping oficial do São João O Bela Vista é o shopping que caiu nas graças do soteropolitano. Pertinho da estação do Metrô que faz o encontro das linhas 1 e 2 do modal de transporte mais moderno de Salvador, o empreendimento recebe milhares de pessoas todos os dias, durante o ano inteiro. No período de 24 de maio a 24 de junho, o Bela ganha uma clientela especial, formada pelos amantes do São João, que é a festa mais querida dos baianos. Diariamente, durante 30 dias, há uma intensa programação, que inclui show das bandas que fazem forró e sertanejo na capital baiana, tudo isso numa vila que é puro charme. Pelo sétimo ano, o Arraiá do Bela conta com uma pracinha com réplica de uma igrejinha, parquinho e uma vilinha gourmet assinada pela Perini.

Neste período, há também aulas de dança e o local serve de ponto de encontro para diversas tribos de Salvador. Superintendente do Shopping, Vaneilton Almeida destacou as ações realizadas pelo empreendimento. “A gente oferta para a comunidade 30 dias de forró com comidas típicas, um cenário de interior, à disposição de todos. O mês de junho está entre os três principais do varejo no Nordeste, pois juntamos o São João com o Dia dos Namorados e esse evento visa estimular o consumo dos clientes, aliando a festa ao varejo. A gente torce por um crescimento de 10% a 12% no faturamento, o que é um número importantíssimo pra gente”, disse.

Looks para arrasar durante os festejos juninos “Com que roupa que eu vou?”. A canção gravada por Noel Rosa em 1930 se tornou um bordão consagrado, com adaptações, paródias e continua atual, sendo usado até hoje pela maioria das pessoas diante da indecisão do que vestir. E com a chegada do mês de junho, pedimos licença para mais uma adaptação: “com que roupa que eu vou, para o forró que você me convidou?”. É isso mesmo, aqui na Bahia, este período do ano é uma das datas que mais movimenta as lojas de roupas, pois todos querem um “modelito” novo para curtir os festejos juninos. Com essa música na cabeça, “e uma câmera na mão” (êta que essa equipe está saudosista), produtores da revista São João na Bahia foram ao Shopping Bela Vista, mais precisamente nas lojas Arezzo e Planet Girl, para clicar o que está em alta na estação mais fria do ano e para você não “fazer feio” na hora de montar os looks. E lembrando que, para quem vai viajar, esse ano a mala vai é cheia, afinal, o feriado do São João vai emendar com o de Corpus christi, ou seja, serão cinco dias folga, curtição e looks do momento.

Foto: Roberto Viana

Camisas quadriculadas sempre são peças garantidas na bagagem, pois nunca saem de moda, o que varia

é a forma de usá-las. Mas Pablo Orrico, jornalista e consultor de moda, ressalta que a máxima: “menos é mais”, também está “sempre em alta”, brinca o consultor, que dá dicas de como combinar as peças, sejam elas tradicionais ou atuais, para arrasar durante o período. No caso das camisas quadriculadas, pode se usar desde a forma tradicional, passando por aquelas amarradas à cintura, bem em cima do cós da calça, até fazê-las de vestido. É isso mesmo, aquela blusa bem comprida, que você usava sobreposta, com um cinto, vira um belo vestido. Ainda seguindo a linha das peças tradicionais, tem as camisas e jaquetas jeans que aceitam várias combinações, sem muito risco de erros, mas quem chegou com tudo esse ano foram as roupas confeccionadas em couro, semi-couro e napa. “Inclusive, as camisas quadriculadas caem bem com essas peças, sem contar as charmosas e modernas jaquetas confeccionadas com essa matéria prima”, conclui o consultor. Seguindo essas dicas, é só apertar os cintos e escolher um lugar para curtir o São João na Bahia, pois você não vai errar na hora de montar os looks.

Foto: Roberto Viana

Foto: Roberto Viana

28

Foto: Roberto Viana

29


Mata de São João tem forró na sede e no litoral ALÉM DO CENTRO DA CIDADE, FESTA ACONTECE EM IMBASSAÍ E PRAIA DO FORTE O município de Mata de São João, localizado no Litoral Norte da Bahia, fará uma grande festa para o santo que leva o seu nome. De 20 a 24 de junho, o arrasta-pé tomará conta da cidade, tanto na sede quanto nas praias de Imbassaí e Praia do Forte, localizadas na Linha Verde.

o xote, o xaxado, o baião e muitos outros ritmos. Por ter um público eclético e variado, a festa vai contar com muitos estilos musicais, mas todos voltados para o festejo junino: pé de serra, forró estilizado, sertanejo e forró de vaquejada completam a grade. A diversidade de estilos garante uma festa democrática e deixa a certeza de que Mata promove o melhor São João da região.

Batizado de “Espaço da Alegria”, o local dos festejos da sede deve receber mais de 20 mil pessoas por dia. Eles terão toda a infraestrutura disponível como banheiros, restaurantes e postos médico e policial para acompanhar os shows de artistas como Alcymar Monteiro, Sela Vaqueira, Walkyria Santos, Falamansa, Solange Almeida, dentre outras atrações. O local será todo decorado com bandeirolas e um cenário composto por casinhas cenográficas que remetem à Zona Rural nordestina.

Praia do Forte

Não faltarão comidas e bebidas típicas como licor, quentão, bolo, milho, mingau. Também haverá espaço para atrações regionais no palco alternativo. Bandas e artistas locais vão puxar o fole e fazer muita gente dançar

Destino turístico dos mais badalados do Brasil, a Praia do Forte, na Linha Verde, realiza o “Arraiá à beira-mar” que mesmo em pleno inverno possui seu charme na vila mais famosa da Bahia, repleta de lojas, bares, restaurantes,

Vila Junina – Neste espaço, haverá uma réplica da Igreja do Bonfim de Mata, com estandes de comidas típicas, produzidas pelos produtores rurais locais, integrantes do Projeto Salvação da Lavoura.

lanchonetes e sorveterias. Durante o mês de junho, é possível saborear iguarias como quentão, licor e ter um par para cair no forró. O vilarejo oferece um São João diferente, com praia durante o dia e festa junina durante a noite. Uma típica decoração já enfeita o local com balões, fogueiras e bandeirolas. Lá, a festa vai ser realizada na Praça da Alegria com os shows no Coreto de 21 a 23 de junho.

Imbassaí Neste ano, o São João de Imbassaí será com muita animação e forró pé de serra. A localidade, que é um dos destinos mais procurados neste período, terá uma festa junina bem tradicional. Grupos artísticos da região e trios de forró fazem a festa que começará no dia 21 e vai até o dia 23. A praça, conhecida como Praça dos Esportes, estará com o clima de Arraiá. Uma típica decoração enfeita o local, que recebe balões, fogueiras, bandeirolas, tudo para homenagear São João, que deseja que você caia no forró, sinta o calor humano, mas se refresque com a brisa desse paraíso conhecido como encontro das águas.

PROGRAMAÇÃO Programação completa da sede e das praias

PARQUE DA CIDADE

ESTAÇÃO DA ALEGRIA

20/06 | 19h

21 A 24 DE JUNHO

Abertura do São João Quadrilha Junina do Projeto Conviver Quadrilha Junina Caipiras da Mata Grande Encontro dos Artistas de Forró de Mata de São João

IMBASSAÍ

21 A 24 DE JUNHO PRAÇA DOS ESPORTES

21/06 | 20h Quadrilha Junina Nascente Nordestina Falamansa Trio Imbassaê Forró MP3

22/06 | 20h Quadrilha Junina Caipiras da Mata Forró do Miagui Forró Roots Frutos Nordestinos

23/06 | 20h Quadrilha Junina Impacto de Um Forró Forró D4 Forró Kassuá Chico Leite

21/06 | 20h

23/06 | 20h

Quadrilha Caipiras da Mata

Palco Principal

Palco Principal

Forró do Miagui Forró MP3 Solange Almeida

Chistyan Playboy Walkyria Santos Falamansa

Carramanchão Ricardo Viana Thyzio do Acordeon

22/06 | 20h

Carramanchão Trakimagem do Forró Fino Xote

Blocos Jegues na Pista - 16H

Palco Principal

24/06 | 10h

Irmãs Sampaio

Apresentação de Quadrilhas Juninas

Sela Vaqueira Alcymar Monteiro

Carramanchão Chamego Bom Banda Shake

Concurso da Febaq (Etapa Mata de São João)

Blocos Espantalho - 16h

PRAIA DO FORTE

21 A 23 DE JUNHO - PRAÇA DA ALEGRIA

21/06 | 18h30

22/06 | 18h30

23/06 | 18h30

Quadrilha Junina Nascente Nordestina Valdério Dalezabumba

Quadrilha Junina Caipiras da Mata Frutos Nordestinos Ricardo Viana

Quadrilha Junina Impacto de um Forró Chico Leite Forró Feijoada

Atrações locais também ganham vez na cidade

Cidade preserva as tradições juninas com muito forró

30

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

31


Veja outros destinos

bastante procurados neste São João O São João da Bahia é realizado em mais de 300 municípios e a gente separou alguns destinos que estão bombando em 2019. Alguns são mais próximos de Salvador e outros estão mais distantes.

Euclides da Cunha

Ibicuí

Com uma forte tradição junina, o município de Euclides da Cunha fica a 300km de Salvador e festejará o São João entre 21 e 24 de junho com uma intensa programação. Além da ornamentação que remete aos pequenos arraiais, a cidade conta com o Forródromo, espaço que reúne milhares de pessoas para acompanhar atrações como Xand Avião, Alcymar Monteiro, França, Gatinha Manhosa, Rennan Mendes, dentre outros. Fora da festa, outra atração da região é o bode, iguaria presente na maioria dos restaurantes da cidade. Apresentações de quadrilhas e barracas de comidas e bebidas típicas fazem a alegria da galera.

Elementos como quadrilhas juninas, sanfoneiros, forró pé de serra e decoração típica marcam o tradicional São João de Ibicuí, que acontece entre os dias 19 e 24 de junho. A programação gratuita terá seis dias de shows com mais de 30 artistas, como Calcinha Preta, Limão com Mel, Aduílio Mendes, Caninana do Forró, Caviar com Rapadura, Plays, Banda Lordão, Donas do Bar e Sivirina Xique Xique. Com o tema Povo Nordestino, o evento celebra o orgulho da região. Com a preocupação de resgatar a tradição da festa, os festejos já começam nos dias 14, 15 e 16 de junho, com a terceira edição do Festival Estadual de Quadrilhas que receberá dez grupos de diferentes regiões da Bahia. O município está a 520km de Salvador.

Serrinha Cidade conhecida pela força da sua festa de vaquejada, Serrinha, localizada a 180km de Salvador, também promove um grande festejo junino. Um dos grandes momentos da festa será a apresentação de uma orquestra de sanfoneiros que leva o nome do município. Grandes nomes do forró também integram a programação como Limão com Mel, Xand Avião, França e a banda cearense Caviar com Rapadura também compõem a programação. Famosa pelas noites frias de inverno, com temperatura de até 18º graus, o que para o Nordeste dá uma sensação de Polo Norte, Serrinha também tem apresentações de quadrilhas juninas e desfiles da rainha e princesas da sua vaquejada. Lá, o forró vai até o dia raiar.

Mucugê Sem bandas conhecidas, mas com muita tradição junina, os festejos do municípios são bastante concorridos e a ocupação nos hotéis e pousadas chega sempre à totalidade. Brincadeiras como pau de fita, quadrilhas juninas e forró tradicional fazem parte do vasto leque de atrações da cidade que está na Chapada Diamantina, a 480km de Salvador. O São João começa com uma novena, no dia 15 e a programação segue até dia 23, alternando celebrações religiosas e musicais. Além do evento, Mucugê tem uma série de atrativos turísticos como o Poço Azul e o Cemitério Bizantino, bem como grutas e cavernas.

Foto: Gabriel Carvalho

É possível comer SEM CULPA durante o São João POR ANA VIEIRA Para essas bandas de cá, do Nordeste, não tem como dissociar culinária dos festejos juninos, porque é uma época do ano que possui uma infinidade de deliciosos pratos típicos. Mas para alguns, a pergunta que não quer calar: “é possível comer as guloseimas do São João sem culpa?”. De acordo com a nutricionista Lorenna Fracalossi , você pode comer basicamente tudo, desde que seja sem exageros. E acrescenta que a preferência deve ser para os produtos in natura, menos processados, a exemplo de milho, amendoim, dentre outros.

Foto: Divulgação

32

“Milho cozido ou assado é uma ótima opção para ser consumido no cardápio junino, por ser fonte de energia e fibras que aumenta a saciedade, uma vez que o grão não perde a sua casca no processo de cocção, o que exige uma mastigação adequada”. Ela ressalta que o amendoim é fonte de gorduras boas, magnésio, vitaminas do complexo B, ômega3, tem ação antiinflamatória, “contudo, também deve ser consumido com moderação devido ao seu valor calórico”, orienta a nutricionista.

A profissional também dá dicas para quem faz o controle da glicemia ou é diabético. “Uma opção de itens a serem consumidos, sem culpa, na noite de São João: uma espiga de milho, uma fatia de bolo, preparado com adoçante e uma xícara de amendoim, não comprometerão seu controle glicêmico”. Para não sair da dieta, ela explica que é importante ficar atento às quantidades e não exagerar. E dá exemplos para a contagem do carboidrato: uma xícara de amendoim tem 10 gramas de carboidratos, uma espiga de milho, 15 gramas, uma laranja, 15 gramas. E para minimizar o efeito calórico na preparação de bolos, mingaus, mungunzá, que levam açúcar, mel, melaço ou leite condensado, a nutricionista da algumas opções. “É interessante substituir o açúcar por um adoçante próprio para forno e fogão e, em relação às gorduras, reduzir o leite de coco das receitas. Por exemplo, usar 50% de leite desnatado e 50% do leite de coco”, conclui a profissional.

33


Festas privadas

empolgam os baladeiros durante o São João Mesmo com milhares de horas de shows nas praças públicas de diversos municípios, os festejos juninos da Bahia também guardam espaço para os eventos privados. Destinos como Amargosa, Cruz das Almas, Senhor do Bonfim, Santo Antonio de Jesus, Ibicuí, Riachão do Jacuípe, Catu e Irecê realizam as conhecidas festas de camisa que atraem milhares de pessoas. A mais antiga e tradicional delas é o Forró do Piu Piu, em Amargosa. Realizada na Fazenda Colibri, no próximo dia 23, a festa reúne milhares que este ano vão se divertir ao som de Léo Santanna, Forró do Tico, Zé Neto e Cristiano, Lambassaia e Wesley Safadão. Mais informações no site www.forrodopiupiu.com.br. Em Senhor do Bonfim, a festa privada atende pelo nome de Forró do Sfrega e este ano completa 20 edições. Serão três dias de evento: 22, 23 e 24

34

e atrações de peso como Alok, Jorge e Mateus, Cavaleiros do Forró, Xand Avião, Léo Santanna, Avine Winny, Forró do Tico, Ferrugem, Saia Rodada, Bell Marques e Parangolé. A festa tem três camarotes, sendo o Glamour o mais requintado de todos. Mais informações www.forrodosfrega.com.br. Santo Antonio de Jesus será a sede do Forró do Lago. Este ano serão dois dias de evento: 21 e 22, com grandes nomes da música como Bell Marques, Wesley Safadão, Solange Almeida, Dorgival Dantas, Saia Rodada, Gustavo Lima, Magnificos, Xand Avião e muito mais. Saiba mais em www.forrodolago.com.br. Ibicuí conta com festas fechadas como Brega Light e Ticomia. A primeira, que acontece entre 23 e 24 de junho, celebra 18 anos ao som de Zé Neto & Cristiano, Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Diego & Victor Hugo, Donas do Bar,

Léo Santana, Parangolé, La Fúria, Jonas Esticado, Lambasaia, Tayrone, Trio da Huanna, Dorgival Dantas e Dennis DJ. Já a segunda festa, que acontece nos dias 22 e 23 de junho, inclui atrações como Flávio José, Saia Rodada, Márcia Fellipe e Mano Walter. Em Irecê, a festa tradicional é o Forroça, que traz este ano, no dia 20, atrações como Mastruz com Leite, Xand Avião, Parangolé e muito mais. Já em Catu, o Forró do Bongo agita a galera no dia 1º de julho. Dorgival Dantas, Zé Neto e Cristiano e bandas de pagode fazem a festa. Na cidade de Cruz das Almas, quem quiser curtir uma grade com pouco forró e muito axé, pagode e sertanejo, o endereço é o Bosque. No palco, quem vai comandar a folia esse ano é o forró da Calcinha Preta, os cantores Saulo e Ferrugem, além das bandas Parangolé e Lambasaia.

35


36

Profile for danielssm

Revista São João na Bahia - 2 Edição  

Revista São João na Bahia - 2 Edição  

Profile for danielssm
Advertisement