Page 1

As redes sociais influenciam os consumidores a mudarem seus hábitos. Todo mundo sabe que em tramites legais, questões que são de natureza técnica, jurídica e outros, só podem ser resolvidos através do Call Centers, mas, de uns tempos pra cá todos vocês já notaram que as redes sociais como Orkut, Twitter, Facebook e até vídeo no YouTube tem contribuído para elogios, reclamações, palpites e até mesmo demonstrações de brutalidade e muita raiva de consumidores insatisfeitos como o promotor de eventos Adriano Matias encontrou um jeito inusitado para chamar a atenção para o seu problema. http://www.youtube.com/watch?v=Fe9ZB7B7EpQ Mas, você sabe o porquê de alguém ir ao seu telefone e telefona para um Call Center? Com certeza não é pra perder tempo, não é pra anotar número de protocolo e muito menos ser atendido com indiferença não acham? As redes sociais são muito mais chamativas para os consumidores que os Call Centers. Por quê? Vamos lá então a alguns motivos, 7 dias por semana 24 horas por dia aberto ali pra você “dizer” o que bem entender e a repercussão é imediata e garantida. Muitas empresas antenadas na tecnologia atuais gente estão praticamente batendo ponto nas redes sócias só pra ver o que estão falando de suas marcas. Há atendimento nota 10 em muitas empresas no Brasil, mas, nem sempre você tem coragem de falar cara a cara o que falaria, por exemplo, no Twitter se é que me entendem. Muitos preferem ir logo ali, no computador, onde se tem uma platéia enorme de uns 18 milhões de pessoas no Orkut, por exemplo, a ficar no telefone passando de atendente em atendente sem ser escutado e ainda por cima ter o telefone desligado na cara e ainda acreditar que a ligação caiu. Muito mais fácil também é ir ao Twitter e abrir o verbo pra 2,6 milhões de pessoas ou falar abertamente para mais de 1,5 milhões de pessoas no Facebook. Várias empresas já criaram seus canais em redes sociais como, por exemplo: Americanas, Dell, Symantec, FVJ Aracati e várias outras. Já se tornou um clássico do marketing o caso da Nescau que se curvou mesmo ao movimento feito no Orkut para “reviver” o velho Nescau.

Profº Daniel Paulino de Souza

http://danielpaulino.n et

As redes sociais influenciam os consumidores a mudarem seus hábitos.  

As redes sociais influenciam os consumidores a mudarem seus hábitos.