Page 1

Outubro 2010 - N° 2

JORNAL FVJ

Bons Ventos

ATUAÇÃO EM TODAS AS ESFERAS DO CUIDADO O Curso de Graduação em Enfermagem, da Faculdade do Vale do Jaguaribe, completa 03 anos de existência nesse primeiro semestre de 2010. Funciona em modernas instalações com 04 laboratórios: Anatomia, Fisiologia, Microbiologia e Práticas de Enfermagem, devidamente equipados, no intuito de atender as demandas de práticas do curso, onde a teoria caminha paralelamente com a prática. Além dos laboratórios, o curso dispõe de amplas salas climatizadas. O curso avançou muito nos últimos três anos. Foram realizados seminários, encontros, palestras e mobilizações em parcerias com entidades governamentais e não governamentais que culminaram na realização do VI Congresso Cearense de Enfermagem, em 2009, no campus da FVJ, evento que contou com mais de mil participantes, entre acadêmicos, professores e profissionais de enfermagem, em parceria com a Associação Brasileira de Enfermagem – ABEn.

No ano passado, o curso realizou a 1ª Ação Solidária de Enfermagem – FVJ, na qual foram disponibilizados atendimentos, tais como verificação de pressão arterial, glicemia capilar e orientações dietéticas à população aracatiense através do trabalho voluntário dos professores e alunos do referido curso. No I Encontro Regional de Enfermagem da FVJ - EREEN, alusivo a 71ª Semana Brasileira de Enfermagem, aconteceu o lançamento do programa de rádio pela web (podcast) que objetiva evidenciar a Enfermagem através da discussão de ações concretas. Segundo a coordenadora do curso, Professora Ms. Neuma Nogueira, no ano em que se comemora o Ano Internacional da Enfermagem, observa-se a enfermagem como uma categoria que se firma no cenário nacional e internacional, respaldada por sua atuação em todas as esferas do cuidado, impactando na saúde das pessoas de maneira positiva.

Segundo a professora, pretende-se que o aluno egresso do Curso de Enfermagem da FVJ seja dinâmico com habilidades e atitudes que o estimule a ser aquele que desponte no cenário profissional, embasado em conhecimentos científicos apurados, haja vista que “o mantemos sempre atualizados e participantes de todos os acontecimentos inerentes à categoria da enfermagem”. Encontro Regional de Enfermagem Valorizando e Defendendo a Vida Contra o uso de Crack PÁG. 02 FVJ na Bienal do Livro Pedra versus Pedra PÁG. 03

Por que a FVJ? Turismo Depoimentos de Alunos

PÁG. 04 O amor de mãe Colação de Grau Anarriê FVJ e a mídia Práticas Docentes

Extensão em destaque Pós em Ação Faculdade do Vale do Jaguaribe e a Responsabilidade Social PÁG. 06

PÁG. 05


2

Outubro 2010 - N° 2

ENCONTRO REGIONAL DE ENFERMAGEM O I Encontro Regional de Enfermagem da Fundação do Vale do Jaguaribe obteve o êxito esperado. O evento realizado nos dias 26 e 27 de maio foi um espaço de debates acadêmicos e aquisição de conhecimentos na área de enfermagem com exposição de apresentação de trabalhos científicos, vivências e experiências da profissão, propiciando um encontro e confraternização entre as áreas de atuação da enfermagem, tais como, enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem.

VALORIZANDO E DEFENDENDO A VIDA Desmistificando a imagem da moça boazinha que segue em busca da ajuda aos pobres, o assistente social é um profissional qualificado que atua em diferentes espaços sócio-ocupacionais e frente a diversas formas de opressão e exploração humanas, intervindo a partir da investigação para o acesso das populações aos direitos sociais garantidos e promovendo em parceria com os movimentos sociais a luta por novas conquistas. A formação profissional do assistente social é generalista, o que permite sua atuação nos diversos espaços públicos, particulares e ainda organizações não governamentais (ONG's), na educação, saúde, habitação, justiça, empresas, movimentos e ainda como professores. Para entrar nos diversos contextos citados, o Assistente Social utiliza vários instrumentos de trabalho, tais como: entrevistas, análises sociais, relatórios, levantamento de recursos, encaminhamentos, visitas domiciliares, dinâmicas de grupo, pareceres e perícias sociais, contatos institucionais, entre outros. A F a c u l d a d e d o Va l e d o Jaguaribe, presente no município de Aracati há dez anos, sedia em seu campus o Curso de Graduação de Serviço Social. “Nós, assistentes sociais, somos educados para valorizar e defender a vida em toda sua plenitude. Com afinco e determinação nossa categoria vem buscando ultimamente fazer seu acerto de contas com o capitalismo e todas as formas de exploração

desse sistema”, diz a Professora Mere Benedita, coordenadora do curso. No Brasil, existem 90 mil profissionais atuando na luta pela desigualdade por meio da competência técnica e do compromisso ético-político assumido junto à população e a categoria de classe através do código de ética. No dia 15 de maio foi comemorado o Dia do Assistente Social, uma data lembrada por todos os profissionais comprometidos com a luta por uma sociedade mais justa. Para comemorar a data foi realizado o I Fórum Regional de Serviço Social da FVJ com a efetivação de várias oficinas, todas com objetivo de despertar a responsabilidade e o compromisso no exercício profissional.

A Faculdade do Vale do Jaguaribe, presente no município de Aracati há dez anos, sedia em seu campus o Curso de Graduação de Serviço Social.

CONTRA USO DE CRACK Uma campanha educativa da Faculdade do Vale do Jaguaribe está mobilizando toda a população do Aracati (litoral leste) contra o uso e tráfico do “crack”. A ordem é conscientizar contra essa droga que se constitui no principal vetor de violência no município. A Faculdade do Vale do Jaguaribe usa a força do rádio de Aracati e sensibiliza principalmente através de entrevistas e depoimentos contundentes que são divulgados para que a população acorde para o problema.


Outubro 2010 - N° 2

3

FVJ PARTICIPANDO DA BIENAL DO LIVRO

Os alunos dos Cursos de Pedagogia e Letras participaram da IX Bienal Internacional do Livro e Visita ao Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza-CE. O evento promovido pela Secretaria de Cultura do Estado teve como objetivo permitir o acesso ao livro e debates com grandes nomes da literatura brasileira. Os alunos participaram ativamente da Bienal, visitando stands de livrarias, frequentando oficinas e, principalmente, ouvindo e conversando com os grandes mestres da literatura.

PEDRA VERSUS PEDRA O Clube de Xadrez de Aracati, coordenado por Laércio Rodrigues e Mateus de Freitas desenvolve na escola Beni Carvalho, o projeto “Xadrez na Escola: uma ferramenta pedagógica”. O clube tem o apoio do diretor da escola, o Professor Hélio Rodrigues que conta com a parceria da Faculdade do Vale do Jaguaribe, mediante apoio aos dois coordenadores que são alunos dos Cursos de Educação Física e Letras e atuam como monitores das aulas de xadrez. O projeto tem por objetivo melhorar o desempenho escolar dos meninos, além de diminuir a repetência e a evasão, visando também, desenvolver neles habilidades múltiplas, moldando a evolução harmoniosa de suas potencialidades. As atividades são desenvolvidas ao longo da semana em horários adequados para alunos nas faixas etárias de 07 a 10 e de 11 a 17 anos de idade. Parâmetros de observação corretamente aplicados permitem avaliar o desempenho das crianças e adolescentes quanto ao nível de assimilação dos conhecimentos técnicos do enxadrismo, assim como dos valores sócioafetivos próprios do desenvolvimento da pessoa: assiduidade e pontualidade, solidariedade, responsabilidade, empenho e participação, autonomia, interesse, trabalho em equipe, raciocínio lógico-matemático, curiosidade científica; respeito pelas opiniões alheias; cumprimentos das regras de convivência e segurança. Por falar em convivência e segurança, foi possível constatar, em rápida conversa com alguns membros do Clube do Xadrez – Ivan Silvério, Cláudia Feitosa, Luiz Feitosa, João José Monteiro Lima, a importância que atribuem ao projeto Xadrez na Escola como fator de prevenção ao consumo de drogas por parte de crianças e adolescentes. Aracati como outras cidades do interior cearense assistem com apreensão o crescimento do consumo de crack que se vende sob forma de pedras. O projeto oferece à escola algo de vivo capaz de opor-se às pedras de substância química (crack) que confunde o espírito, amolece o corpo e distorce os gestos daqueles que a consomem. Contra as pedras de crack, a escola propõe as peças de xadrez que podem ser chamadas pedras. Pedras que se articulam em um jogo inteligente e vital propício ao bom desenvolvimento de mente e da personalidade.

XADREZ COMO FATOR DE PREVENÇÃO AO CONSUMO DE DROGAS

José Rosa Abreu Vale

EXPEDIENTE

FVJ Tiragem:

Edição: Andrea Freitas Gondim - Diagramação: Daniel Paulino de Souza Coord. Comunicação: Rosemary Ribeiro - Assessor de Imprensa: Tertuliano Siqueira Contatos: contato@fvj.br - Telefones: 88.3421-9750, 88.3421.9766 Endereço: Rodovia CE 040, S/N, Km 138, Bairro Pedregal, Aracati - Ceará Tiragem: Impressão:


Outubro 2010 - N° 2

EDITORIAL

POR QUE A FVJ?

Não é de hoje que se fala na importância da educação para o desenvolvimento do povo. De 1922 a 1926, período em que esteve à frente da prefeitura de Aracati, Major Bruno já dizia que “somente a educação com boa instrução melhoraria o nível social e financeiro do aracatiense”. Daí porque o então prefeito da cidade contratou bons professores em Fortaleza e os trouxe para cá. Major Bruno, apesar do tempo recuado, foi até mais preciso, ao tratar da questão educacional, do que certas consultorias sobre a matéria. Ele parece distinguir os conceitos de educação e instrução e atribuir o papel decisivo da educação à família e à Igreja. A instrução ficaria a cargo da escola.

4 Desde os tempos das charqueadas, em 1740, Aracati é pólo de influência sobre toda a região do baixo Jaguaribe. Com o comércio da carne surgiu no povoado uma mudança cultural, em razão do emprego da mão-de-obra e da chegada de pessoas mais civilizadas que aqui fixavam residência. Essa liderança em matéria de cultura se exerce até hoje, mas Aracati se ressentia da falta de cursos superiores que fixassem seus melhores quadros na região. Assim é que surgiu a idéia da Faculdade do Vale do Jaguaribe – FVJ, criada pela professora Maria das Neves e levada adiante por seus dirigentes que conhecem a história e o potencial do antigo arraial de São José do Porto dos Barcos, mais tarde Santa Cruz do Aracati e hoje cidade de Aracati.

Isso significa que, para atender e abrigar os esperados 1,6 bilhão de viajantes, serão necessários mais e melhores aeroportos, hotéis, resorts, equipamentos de lazer, entretenimentos, líderes competentes e profissionais gabaritados, a fim de que se possa excluir desse mercado os oportunistas e amadores que tanto prejudicam o setor. Também ressaltar os investimentos realizados atualmente pelo ministério do turismo na preparação do país para receber o evento da copa de 2014 e logo em seguida os jogos olímpicos de 2016. Para isto será preciso profissionais habilitados e capacitados para atuarem e abrilhantarem esse momento histórico para o turismo brasileiro.

Pedro Henrique Chaves Antero

TURISMO O Turismo é um segmento econômico gerador de divisas, apesar da crise econômica mundial. A World Tourism Organization (Organização Mundial do Turismo – OMT) calcula que até 2020 o número de turistas em viagens mundo afora deve triplicar.

O TURISMO É UM SEGMENTO ECONÔMICO GERADOR DE DIVISAS, APESAR DA CRISE ECONÔMICA MUNDIAL.

DEPOIMENTOS DE ALUNOS FVJ Concluí meu ensino médio, com um desejo de possuir uma graduação na área da saúde, eis que neste período a Faculdade do v a l e d o Jaguaribe, a qual sempre tive admiração pelo seu potencial, inovava novamente com a disponibilização de mais um curso, o de Enfermagem, ofertando 100 vagas no ano de 2007 para todo o vale jaguaribano. Acreditei, e me tornei uma acadêmica de Enfermagem. E por fazer parte da primeira turma, acompanhei todos os processo de investimentos, buscando sempre atender às

necessidades e exigências que se fazem necessárias para a realização com excelente êxito deste curso, que tem à sua frente a coordenadora Drª Neuma, sempre presente conosco neste processo de aprendizagem dia a dia. Portanto, hoje caminho para o VII período muito feliz e realizada, por estar concluindo minha graduação em Enfermagem na Faculdade do Vale do Jaguaribe, e na certeza de que estes 4 anos de formação acadêmica deixarão muitas saudades, com vontade de retornar para quem sabe conquistar uma das pós-graduações que a Faculdade oferece.

O Assistente Social tem uma função marcante no processo de encaminhamento das pesquisas básicas da sociedade. Não deve ser visto como um trabalho assistencialista, mas como um comportamento logístico para estabelecer novos conceitos de desenvolvimento humano.

Carlianne Silvério Aluna do Curso de Enfermagem

Franqueline Barros de Moura Aluna do Curso de Serviço Social


Outubro 2010 - N° 2

5

O AMOR DE MÃE

Os funcionários da Faculdade do Vale do Jaguaribe fizeram bonito na 6ª Olimpíada do Trabalhador Aracatiense. É bem verdade que não consagrou-se campeão em nenhuma modalidade, mas quase chegou lá, não fosse o amor de mãe. É que a equipe de futsal se classificou para a final, mas como o jogo final era na véspera do Dia das Mães, os atletas tiveram que viajar para lugares distantes com o objetivo de beijar e levar os presentes para suas genitoras. Daí que a equipe não pisou na quadra. Agora quem fez bonito foi o garoto e a garota FVJ. O casal foi convidado para acender a pira olímpica num espetáculo muito bonito.

COLAÇÃO DE GRAU

A turma Professora Suely Marza Melo - curso de Pedagogia colou grau celebrando uma grande conquista. A cerimônia de Formatura é um dos mais belos momentos da jornada. Com ela se compartilha a alegria com os entes mais queridos, assim como, expressa o reconhecimento para aqueles que de alguma forma, contribuíram para essa vitória.

ANARRIÊ

Aconteceu no dia 30 de junho a Festa Junina da FVJ. Os preparativos foram intensos e a Coordenadora de Eventos, profa. Rosemary Ribeiro, não confirma, mas também não desmente que, houve a participação de várias quadrilhas da região jaguaribana. Não, não foi Zezé de Camargo e Luciano, nem Bruno e Marrone, mas foi uma banda para tirar a moçada do sério, isso mesmo, Nedis e Pegue Balance que animou até às 1h30min. A Coordenadora agradece a participação e colaboração de todos os patrocinadores. Até o próximo Arraiá!

FVJ E A MÍDIA A Faculdade do Vale do Jaguaribe não pensa em comunicação como um caso isolado, mas como um composto de ferramentas, as quais devemos sempre trabalhar em conjunto, pois todos os elementos de comunicação devem falar uma única linguagem, atingindo uma marca forte e unificada da Instituição. É com esta definição que a FVJ apresenta as ferramentas de comunicação, tais como o site (www.fvj.br), Comunidade no Orkut, Blog Universo FVJ, Twitter e nosso canal no Youtube. Portanto, visando cada vez mais difundir seus serviços a FVJ traz neste momento uma série de novidades tais como suas redes sociais. Participe! Profa. Rosemary Ribeiro Gerente de Comunicação

PRÁTICAS DOCENTES

O profissional da área da Educação do século XXI precisa, antes de tudo, de comprometimento com a mudança social e sólida formação para encarar os desafios do mercado de trabalho. A Faculdade do Vale do Jaguaribe, em seus cursos de Pedagogia e Letras conta hoje com uma equipe de professores capacitados e

engajados na construção de qualidade deste profissional que enfrentará os desafios do dia-a-dia com perseverança e capacidade técnica em busca de uma sociedade mais justa e autônoma. Um exemplo concreto é a I Jornada de Praticas Docentes que oportunizou um espaço de convivência acerca da temática da prática docente e suas perspectivas para os alunos nas diversas áreas da Pedagogia e da Letras, com o objetivo de agregar sólidos valores na formação dos futuros profissionais da educação. Professora Isabella Veloso


Outubro 2010 - N° 2

6

EXTENSÃO EM DESTAQUE Em Iguatu, alunos de Ciências Contábeis encontraram uma fórmula de atividade complementar adequada ao cumprimento da carga horária do curso. Contando com a orientação do professor Robert Wagner, realizaram um estudo de contabilidade aplicada ao terceiro setor. Em Jaguaribe, membros da comunidade local participaram de um curso sobre teoria da música, ministrada pelo professor Valdinez Cláudio, visando o desenvolvimento cultural dos moradores da cidade. São exemplos surgidos do Programa de Extensão da FVJ que contempla toda uma gama de cursos, cabendo citar, entre outros, Produção de Textos criativos; Superação dos Transtornos da Leitura e Escrita; A saúde da pessoa idosa; História e cultura Afro-Brasileira; A matemática para alunos com deficiência visual; Planejamento e gerenciamento de academias; O processo de licitação e Formação em educação patrimonial. Rosangela Primo

PÓS EM AÇÃO Distribuídos em 43 turmas, os 1.300 alunos do Programa de Pós-Graduação da FVJ focam seus conhecimentos, competências e habilidades em uma das seis áreas de especialização, a saber: educação, saúde, meio ambiente, cultura, mundo empresarial e tecnologia. Seguem cursos variados como Educação a Distância; Auditoria e Controladoria; Saúde da Família; Gestão Ambiental; Museologia e outros. O curso de Arte-educação com ênfase em música é um modelo de como preparar profissionais para o ensino de música na escola. Nele ocorre excelente articulação entre coordenação pedagógica, acompanhamento do aluno, vivências instrumentais e vocais e leituras complementares. E acontece, sobretudo, o encontro de professores competentes com alunos motivados, formando verdadeira comunidade do ensino/aprendizagem.

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE E A RESPONSABILIDADE SOCIAL Entendemos que existe um relevante espaço social que separa as classes sociais. Esse cenário gera por sua vez uma nova e urgente responsabilidade a ser assumida. Nós da Faculdade do Vale do Jaguaribe, como Instituição de Educação Superior, entendemos que todas as instituições educacionais representam importantes agentes de transformações e influência na sociedade e que ganham no seu papel social, novo contorno, mais amplo e abrangente. Não basta a instituição formal e tradicional. É preciso atuar na procura de alternativas para que todas as crianças e adolescentes tenham educação, formação digna e cidadania. É através de convênios, parcerias e Projetos Sociais que a Faculdade do Vale do Jaguaribe procura minimizar e colaborar com as instituições, pois a responsabilidade social é um conjunto de obrigações que nós temos junto à sociedade na qual trabalhamos, vivemos e convivemos coletivamente. Assumir a responsabilidade social demonstra o pensamento consciente de todos nós que desejamos construir um enfrentamento dos problemas da coletividade. Profa. Dra. Suely Marza Melo Esta prática deve ser encarada hoje como uma forma criativa e inovadora, já que Diretora Geral – FVJ as dificuldades sociais não representam mais problemas exclusivos dos Estados e Governos, mas de todos nós. Agradecimento que não posso esquecer de aqui registrar é o importante apoio e estímulo que temos recebido de toda sociedade de Aracati e região, apoio deveras estimulante e compensador. A todo esforço e ímpeto que temos desenvolvido, e em especial aos nossos acadêmicos professores e funcionários. Assumir a responsabilidade social demonstra o pensamento consciente de todos nós que desejamos construir um enfrentamento dos problemas da coletividade.

2ª Edição do Jornal Bons Ventos  

2ª Edição do Jornal Bons Ventos

Advertisement