Page 1


DanieL B atista

GRUPO DE ARTES SEQUENCIAIS

Edição Especial Dia das Crianças Bauru-SP 2016


parte 1:

Do Guarana'

Um casal, de origem Maué, era incapaz de ter filhos. Então, decidiram recorrer a Tupã, o único capaz de realizar tal desejo.

Foi assim que na terra pura, o Noçoquém, nasceu Aguiry.

Este acontecimento trouxe alegria e muita prosperidade ao povo Sateré-Mawé.

5


Assim como todo curumim, aguiry cresceu caçando...

GLUP!

sendo caçado...

…e vivenciando as mais belas histórias. aí eu derrubei uma onça de três metros.


Como manda a tradição, o jovem Aguiry passou pelo ritual das Tucandeiras...

...e Guerreiro se tornou!

7


Porém, um dia seu destino cruzaria com o de Jurupari, o invejoso espírito do mal. E, num dia de colheita...

...Aguiry se depara com ele em forma de serpente!

Que cuequinha é essa, meu fio?!

Foi então que Jurupari picou fatalmente o guerreiro maué.

8


Com a ausência de Aguiry, o povo sentiu sua falta.

Preocupados, saíram à sua procura.

Foi uma longa busca.

Mas o que estava por vir era...

9


A morte Do curumim!

10


Nasce a tristeza PURA de um povo indígena que perde o guerreiro nativo.

Mas o seu legado não tinha acabado ainda. Tupã aparece dos céus dizendo:

Aguiry tinha olhos que fertilizavam almas, e assim será com a terra.

11


Deixa eu ver se entendi...

...temos que plantar os olhos de Aguiry?

E com os pés já crescidos, dos olhos do curumim, uma planta crescia...

crescia...

crescia...

Não vai me dizer que, no final, tinha um gigante e uma galinha que cagava ouro?

Posso terminar?

12

crescia...


Uma planta crescia, cujo fruto traria de volta a felicidade: O GUARANĂ !


Tchããã!

Era pra ser um trabalho de história do Brasil.

Hmm. Muito bem, Beto.

Só que tem um problema...

ué?

E isso não é história do Brasil?

14

Bom, aqui está a sua nota.


Sete!? Mas eu ainda nem falei sobre A FONTE DO GUARANĂ !

Mandou bem, Beto!

15


Aah, chega! Olha o maluco dos guaranรก ali.

Como vai, Kimbo?

16


Fica aí, medonho!

E aí, Tuca? Como vai você?

Ainda bem que o vovô tá dormindo.

17


AAAAAAH, FUI ATINGIDO! MAYDAY! OS inimigos ESTÃO ATACANDO!

Você tá bem, vovô?

Olá, Beto! Como foi a aula hoje?

Apresentei meu trabalho, mas...

18


Não acreditaram na Fonte do guaraná.

Ah, vô. Você me conhece...

Não dão muita bola para o que eu falo. história que papai e mamãe contavam.

E sabe, eu me empolgo! Eu quero conhecer este mundão, vô...

Conhecer o Brasil! E, quem sabe, encontrar a fonte...

Ora, não se reprima, meu filho.

Vô? Tá me ouvindo?

19

Já te contei a história de como consegui esta medalha?


Foi então que fomos atingidos por um grupo de aeronaves desconhecidas.

Era outubro de 1944. Nós, os integrantes da FAB*, voávamos para o norte da Itália.

Estávamos feridos e desanimados.

Mas, graças as minhas habilidades escoteiras, sobrevivemos por dias...

...até o resgate chegar.

E foi assim que ganhei esta medalha.

*força áerea brasileira

20


fim.

nossa, O que isso tem a ver?

Agora vá tomar banho que você tá fedendo!

E não se esqueça...

Esse meu avô é uma figura...

“Se você pode sonhar você pode fazer!”*

*walt disney

21


parte 2:

o Be^ -a ' o -Ba D

Mais um dia de atividade escoteira!

22


Ah, não, de novo não!

Que som é esse?

Quem está aí?

E agora?

!

to

im

to

im

!

23


Quem é ele e o que faz aqui?

Shhhh!

Tô falando com a natureza...

Eu sou...

E QUE BAITA Seu nome é Beto, um escoteiro.

NARIGÃo!

Sou Vidal, antigo biólogo do Butantan e atual guardião da Floresta de Tupã.

estou sem moedas hoje. he, He!

Olha, sei rimar!

24


beto, Eu não tô pedindo esmola...

desculpa, eu estou perdido... ...como sabe meu nome e por que guarda esta floresta?

como guardião, tenho que saber quem entra e quem sai...

...quem me diz é a própria floresta!

E por que guardo esta floresta? por que “floresta de tupã”? cansei da cidade. agora meu dever é proteger aquilo que por muito tempo estudei.

Não há indigenas por aqui.

25


Bom, vamos à aula com Vidal!

Ora, Tupã não privilegiaria só uma mata de sua proteção.

como assim?

A floresta de Tupã é toda e qualquer floresta.

Percebemos em nosso país uma cobertura florestal dispersa, com fronteiras definidas pelo solo, clima, entre outros fatores que não favorecem o crescimento vegetal.

Cobertura florestal Além disso, as matas são divididas pelas selvas de pedra, as cidades.

26


A Floresta de Tupã é a união de todas as florestas que se ligam.

É como se estivesse numa floresta do Cerrado aqui, mas dando um passo já estaria na Floresta Amazônica ali.

parte brasileira da floresta de tupã

incrível, não?

Pode parecer cansativo ser guardião, mas...

...quando se tem a natureza a seu favor, é uma beleza!

Loucura, bicho. voCê era hippie, né?

27


Vamos ao que interessa. Você ouviu a minha flauta!

E é por este motivo que te deixarei seguir adiante, Beto.

Só alguém especial consegue ouvir seu som e ver as florestas “escondidas” de Tupã.

Uau, Vidal! Em meus sonhos não veria uma floresta linda assim!


A floresta te espera...

Siga em frente!

Vidal?!

Guaranรกs!

29


Eu sou o Aguiry!

30


SĂł mais um... um bem grandĂŁo!


P GLU !


!

ac

Cr

! c a Cr


parte 3:

36


37


Ahn?!

olรก, Beto!

t

ru

pi

ca

!

38


39


40


' O Que vira Depois de um peiDo desses? Saiba mais soBre essa Histรณria comprando agora o Beabรก no site danielbatista.com.br ou numa das livrarias especializadas em HQ: UgraPRESS, GIBITERIA ou COMIX

Um Feliz dia das crianรงas!


SoBre o Autor

Daniel Batista tem 21 anos, é quadrinista, idealizador e criador do GAS – Grupo de Arte Sequenciais, grupo de estudos voltados aos quadrinhos e animação da UNESP em Bauru, onde cursa Design gráfico. Beabá é sua primeira publicação de HQ autoral e independente, mas já fez parte e editou dois quadrinhos coletivos junto ao GAS, sendo eles “A Última Vez” e “Reviver”. Falar sobre o Brasil e o lúdico infantil é a essência que ele procura em seu trabalho. danielbatista.com.br fb.com/betoeabahq


Já se perguntou porque AS LENDAS DE NOSSO FOLCLORE NÃO PASSAM DA INFÂNCIA? Leia agora clicando na Revista

SoLeira!

Beabá - Edição Especial: Dia das Crianças  

Para comemorar o Dia das Crianças, algumas páginas da HQ Beabá! Bê-a-bá, vamos começar? "Beabá" é a História em Quadrinhos Independente cri...

Beabá - Edição Especial: Dia das Crianças  

Para comemorar o Dia das Crianças, algumas páginas da HQ Beabá! Bê-a-bá, vamos começar? "Beabá" é a História em Quadrinhos Independente cri...

Advertisement