Issuu on Google+

8

2

SALVADOR SEXTA-FEIRA 20/5/2011

Divulgação/Agência O Globo

TENDÊNCIA Celebridades do mundo da culinária usam a tevê para descomplicar

Chefs levam gastronomia e charme para os canais fechados

DANIELA CASTRO

Há muitos motivos que levam alguém a incluir no orçamento uma despesa extra com tevê por assinatura. A variedade de filmes, noticiários e programas esportivos disponíveis, por exemplo. Mas os canais fechados também vêm aumentando o leque de programas dedicados aos comes e bebes. O canal GNT foi o primeiro a puxar a brasa para sua sardinha. Há 20 anos, já ensaiava o tema com Frugal Gourmet, apresentado por Jeff Smith. Pioneiro, ele teve a carreira arruinada depois de receber acusações de ex-funcionários de seu restaurante e morreu em 2004. De lá para cá, a coisa rendeu e muito – atualmente, o canal abriga em sua grade de programação 15 programas que têm a gastronomia como tema principal ou transversal. Sony, Fox e Discovery também surfam na onda.

Celebridades

Entre eles, estão aqueles comandados por chefs de cozinha que se tornaram verdadeiras celebridades, como Olivier Anquier, que desde 1999 apresenta o Diário de Olivier – quem nunca se deixou levar por aquele fusquinha verde? O também francês Claude

Troigros vem fazendo sucesso desde o ano passado com o reality show culinário Que Marravilha!, que mostra o chef-apresentador ajudando telespectadores a cozinhar em suas próprias casas. Já o escocês Gordon Ramsay faz uma linha menos fofa. Conhecido pela personalidade linha-dura, ele comanda programas de nomes sugestivos como Hell’s Kitchen (algo como “cozinha do inferno”), no qual faz críticas impiedosas a chefs e restaurantes, mesmo quando sua missão é salvá-los da falência. Mesmo quem não o conhece da telinha, deve conhecê-lo das lojas de livros. Dono de 12 estrelas Michelin, Ramsay tem 17 livros publicados, revelando uma tendência que leva os nomes mais badalados da gastronomia a transitar com facilidade entre a televisão e as livrarias.

Curtis Stone prega cozinha “relaxada” em primeiro livro publicado no Brasil No Canal Discovery Home & Health, o destaque é Curtis Stone, australiano com pinta de surfista que comanda o Chef a Domicílio, toda quinta-feira, às 15 e 20 horas. Quem assiste ao programa vê Stone surpreendendo pessoas comuns no momento das compras. E, além de ajudar a escolher os ingredientes, ele invade a cozinha da “vítima” e ajuda a preparar a comida. Agora, os brasileiros também podem levá-lo para casa em forma de livro. As Preferidas do Chef Curtis Stone chega com mais de 100 receitas que convidam a encarar a cozinha de forma mais relaxada. É ele quem melhor apresenta: “Para muita gente por a mesa para outras pessoas significa estresse e horas de intenso trabalho (...). Estou aqui para dizer que não precisa ser assim”.

AS PREFERIDAS DO CHEF CURTIS STONE / CURTIS STONE

Larousse/ 272 páginas/ R$ 79,90/ www.larousse.com.br

O veterano francês Olivier Anquier pilota o fogão e um programa desde 1999, famoso pelas receitas

Simples e gostoso

Jamie Oliver e Nigella Lawson também são figuras fáceis de encontrar nesses dois mundos. No vídeo ou no papel, eles fisgam cozinheiros amadores ao desconstruir a ideia de que a gastronomia é exclusividade de especialistas. Apostando no princípio de que qualquer um pode cozinhar, eles ensinam a usar ingredientes corriqueiros para fazer pra-

Jovens, bonitos e descolados, muitos também passam a ideia de que cozinhar pode ser sexy e charmoso

Divulgação / Agência O Globo

tos para todas as ocasiões, com uma dose mínima de estresse. Mas o talento com as panelas não é o único atributo dessa turma. Jovens, bonitos e descolados, muitos também ajudam a passar a ideia de que cozinhar pode ser algo sexy e charmoso. A internet é o meio mais utilizado pelos canais para divulgar

suas programações. E, de quebra, alguns disponibilizam episódios na íntegra, logo depois da exibição. É menos uma complicação para quem não quer abrir mão da tevê fechada. CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DOS CANAIS: GNT.GLOBO.COM / BR.CANALSONY.COM / DISCOVERYBRASIL.COM / NATGEO.COM.BR / FOXLIFE.COM.BR / CHEFTV.COM.BR

Divulgação / Agência O Globo

Divulgação

CLAUDE TROIGROS

JAMIE OLIVER

NIGELLA LAWSON

No Que Marravilha!, o veterano chef francês troca figurinhas com pessoas comuns, que aprendem receitas especiais em suas próprias cozinhas. O nome do programa brinca com o sotaque do chef-apresentador

Prestes a completar 36 anos, o britânico se empenha em mostrar que cozinhar é simples. Dos seus nove livros publicados, o mais conhecido é Revolução na Cozinha: Qualquer Um Pode Aprender a Cozinhar em 24 Horas

A apresentadora estreou diante da câmera depois de atuar como jornalista e crítica de restaurantes. Autora de best-sellers de receitas e dicas de culinária, chama a atenção pelo despojadamento e sensualidade na cozinha

Ambiente e atendimento superam a comida em restaurante de inspiração francesa Daniela Castro Repórter do 2+ dcastro@grupoatarde.com.br

Quer experimentar pratos inspirados na culinária francesa com preços mais camaradas? O restaurante Couvert é seu rumo. Em Salvador, há dois representantes do grupo pernambucano, que são administrados por franqueados independentes. Nossa visita foi ao do shopping Paralela, onde a casa se destaca da praça de alimentação com um espaço elegante

que inclui salão e mezanino. O ambiente é uma das melhores coisas que eles têm a oferecer. Idem para o bom atendimento, mesmo levando em conta que a atenção do garçom parece diminuir ao longo de sua estadia à mesa. Antes de qualquer coisa, você vai ser cortejado pelo couvert, carro-chefe da casa. Se não quiser comprometer o apetite, fique com o excelente alho assado, que ressuscita as torradinhas. O chato é que o restaurante adota aquele sistema de trazer (e, ainda, repor) o couvert sem te consultar. No final, você des-

A franquia do shopping Paralela convida à degustação de pratos econômicos, mas apenas razoáveis, em espaço elegante. Cobrar por couvert não solicitado é praxe da casa

cobre que o mimo (R$ 5,90 por cada rodada) está incluído na sua conta.

Arroz honesto

O menu traz pratos individuais na casa dos R$ 30. Preço razoável para o Filé au vin do Porto – sim, português e francês se misturam na grafia –, que vem guarnecido de batatas gratinadas e arroz de parmesão. Justo neste dia, parece que o filé não foi tratado com o carinho merecido. A crosta revela que a carne ficou tempo demais na grelha. A batata não muda sua vida. Quanto ao arroz, além de saboroso, conta um ponto po-

sitivo para a honestidade na descrição. Se você está habituado a frequentar restaurantes, sabe que muitos elevam o “arroz de qualquer coisa” à categoria de risoto, mesmo quando o prato denuncia que o tradicional arbóreo passou bem longe da panela.

Amarelo-açafrão

Quem pedir a Caille au poivre vert vai saber que a codorna desossada virá com arroz de hortaliças e purê. Purê de quê? No prato, a porção amarelinha manda seu cérebro associar a mandioquinha. Na boca, ela manda avisar que foi alarme fal-

so: é de batata mesmo. E nada como um garçom sincero para colocar tudo em pratos limpos – aquele amarelo é do açafrão. A codorna supera o arroz e o purê em sabor, mas não na apresentação. O prato ficaria mais elegante se a ave não estivesse despedaçada. Por R$ 11, você pode encerrar os trabalhos com a Pera au Barolo, que traz a fruta cozida em vinho tinto com sorvete. Mas o mesmo preço compensa mais se você trocar pelo Karake de castanhas, biscoito e chocolate. COUVERT (3555-7878) / SHOPPING PARALELA, 2º PISO.

CURTAS Festival de Carnes com cortes especiais

Tereza Paim leva o Brasil para a Itália

Segue por mais um mês o primeiro Festival de Carnes promovido em Salvador pela Fogo de Chão (Rio Vermelho). A rede internacional de churrascarias fez uma parceria com a Seara para oferecer cortes campeões de audiência como picanha, fraldinha, maminha, alcatra, cupim e filet mignon. O festival também abre espaço especial para cortes exclusivos da marca como a costela premium e o bife ancho, além da vedete shoulder steak – primeiro corte da parte dianteira do boi – e da novidade da casa: o Bife de Chouriço.

A chef baiana Tereza Paim será a única representante do Brasil a participar da edição 2011 do festival italiano Girotonno 2011. O evento gastronômico acontece na ilha de San Pietro, no sudoeste da Sardenha, entre os dias 2 e 5 de junho e também contará com a participação de chefs do país anfitrião, além de profissionais da Coreia e do México. A programação inclui a preparação de comidas típicas de cada país em praça pública. O menu de Tereza já está definido: moqueca e bolinho de peixe e cocada de forno.

Divulgação

A chef de cozinha participa de festival na ilha de San Pietro

Restaurante abre cozinha para aula As noites de quinta-feira do restaurante Volare (Canela) agora estão reservadas para as aulas-jantares do Flor de Sal Atelier Gourmet. Sob o comando das chefs Anapaula Della Piazza e Nivea Uchoa, apreciadores da boa mesa aprendem a preparar receitas da culinária internacional, da entrada à sobremesa. Depois da aula, os gourmets sentam à mesa para degustar suas próprias criações. As vagas são limitadas e cada aula custa R$ 110, com bebidas à parte. Anote os telefones para inscrição: 9188-0059/9195-8370.

BLACK SEMBA PARA ANIMAR A NOITE DE SEXTA Magary se apresenta hoje no Portela Café (Rio Vermelho). Rock, reggae, soul e samba se encontram no set-list.

FAST FOOD TEM MARCA MAIS FORTE NO BRASIL Resultado de estudo realizado pela BrandAnalytics/Millward Brown e revista IstoÉ Dinheiro aponta a McDonald’s como marca mais valiosa no País. Esta é a primeira vez que a rede lidera o ranking.

Salvador ganha nova casa de doces finos Começa a funcionar hoje a primeira franquia baiana da doceria Cristallo. Fundada em 1953 pelo italiano Amando Poppa, pioneiro na produção de panettone no Brasil, a casa traz para o Salvador Shopping os mesmos bolos e doces artesanais de inspiração europeia que fazem sucesso na matriz paulista. A equipe, formada por 20 funcionários, está preparada para servir saladas, salgados e pratos quentes, além de café com blend exclusivo da marca. O panettone milanês também está no menu.


Gastronomia2+_200511