Page 1

Edição 125 FEV / 2018

7 0 0 1 2156

ISSN 2237-468X

9 772237 468007

Dança Falando de

Edição nº 125 - Ano XI

FEV/2018

Fundado em 12 de outubro de 2007 - www.jornalfalandodedanca.com.br

A quarta edição do reality show “Dancing Brasil” comandado por Xuxa iniciou dia 17/01 batendo recorde das edições anteriores e sendo assunto mais comentado do Twitter. Saiba detalhes aqui.

Diego Demartini Martins

Destaque de capa

Álvaro Reys Levitando de paixão Professor e coreógrafo fala de seus planos para 2018, com destaque para o lançamento de sua grife de camisas (saiba mais na página 3)

Pesquisa inédita de Maristela Zamoner revela que nosso primeiro conservatório de dança não foi a escola de ballet do Theatro Municipal, mas, sim, uma escola de danças de baile situada - vejam só - em frente à Gafieira Elite. Veja na seção “Um Pouco de História”

 MILTON SALDANHA | O tango cria elos com argentinos | Cony e JK nos bailes do Rio  MARCEL CORTINOVIS | A importância dos passos básicos  DENISE ACQUARONE | Políticas Culturais  LEONOR COSTA | SEC promove cadastramento dos agentes da cultura no Estado do RJ | APDS/RJ contemplada em edital da SMC | O papel resiste | Hip Hop declarado patrimônio cultural imaterial do RJ | Roteiro de eventos

1º ENCONTRO DE DJS 24 DE FEVEREIRO

Comemorando o niver do DJ DUDU DJ TOINHO

DJ AUTEMIR PORTUIPE

DJ GERSON

DA DANÇA DE SALÃO

SÁB / INÍCIO ÀS 14H

6 HORAS DE BAILE SEM PARAR!

DJ WALTER NEGRÃO

DJ DUDU

DJ LUIZ ALVES

CONVITE R$ 10 / MESA GRÁTIS /// PART. DA BANDA MILÊNIO

CASA ELANDRE RUA ALCINA, 107 - MADUREIRA

Realização

Paulinho da Fusão 99594-0952

Catarina Baraúna 97126-1273


Equipe M & N Bailando a Tarde

Almoço Dançante

R. Visconde do Rio Branco 701, Centro, Niterói - Tel. secretaria: 2717-5023

apresenta: Toda 3ª quar ta-feira do mês , de 12 às 17h

BAILES DE DANÇA DE SALÃO | DOM | 19H | SALÃO NOBRE

Buffet variado com bebidas e sobremesas incluídos Música ao vivo | Bingo | Sorteios | Dançarinos

ENTRADA FRANCA PARA ASSOCIADOS 04 FEV - BAILE DO HAVAÍ - BANDA PARATODOS TRAJE OPCIONAL ALUSIVO AO TEMA DO BAILE OU ESPORTE FINO 18 FEV - BAILE DA ALEGRIA - BANDA ALTO ASTRAL (CALÇA SOCIAL E SAPATO*) * permitido sapatênis 25 FEV - BAILE DO AZUL E BRANCO - CONJ. AEROPORTO Faixa etária: 18 anos

Comemoração dos aniversariantes do mês Convite Antecipado: R$ 120 (R$ 130 no dia) Desconto para dançarinos

PARTICIPE DE NOSSA PROGRAMAÇÃO DE CARNAVAL

SÁB | 03 FEV | 22H ÀS 2H | PÉRGULA DA PISCINA BAILE TROPICÁLIA, COM BANDA DE CARNAVAL (FANTASIA OPCIONAL)

com MARCO VIVAN

Casa d os Aç ore s Av. Melo Matos nº 25 - Tijuca

SÁB | 10 FEV | 9H | PÉRGULA DA PISCINA BLOCO DA CANTUSCA, COM DESFILE INICIANDO ÀS 11H PELO CENTRO DE NITERÓI E RETORNO DA BATERIA PARA A PÉRGULA

Reservas: Nelson (21) 97007-4392 ou Myriam: (21) 99962-0759

HUMAITÁ ATLÉTICO CLUBE RUA GUIMARÃES JUNIOR 20 - BARRETO - NITERÓI - t. 9-8787-0068

ALMOÇO DANÇANTE | DOMINGO | 11 MAR | 13H

Lançamento do CD "Dime que Hacer" do cantor Organização:

Aldo Jesus

Administração Roberto Maurício Miranda

BLOCO ARRASTA TUDO noConcentração Clube, às 11h

FECHANDO COM MUITA ALEGRIA O CARNAVAL DA ZONA NORTE DE NITERÓI

1ºBAILEDASEMPODERADAS EM COMEMORAÇÃO AO

saída 13h

13 Banda FEV

TERÇA GORDA

El Carybe,

trio elétrico / abadás

COM O CONJUNTO

OS DEVANEIOS

Participações: MC Tomara (funk) - John Luis (Melody) Anna Paula (Pagode) - Baiana do Samba

SÁB 10 MAR 20H

("Poxa como foi bacana te encontrar de novo")

>Metafísico Elias Bispo IV

(Programa Paranormal do Celso Portiolli - SBT )

Traje Esporte Fino

>Apresentações de dançarinos

CSSE - R. Henrique Dias 95 - Rocha

Dançarinos de apoio (grátis), equipe Shirley Ingresso individual R$ 25,00 - Mesa com quatro convites: R$ 80,00 (até 09/03) R$ 100,00 (no dia)

AGRADECIMENTOS:

Proyecto Conexión Sin Fronteras Reserve seu passaporte 99643-9659 (Elzany) Para ouvir, dançar e se divertir

Convite somente antecipado (não haverá venda no dia)

DOMINGUEIRAS DA ASPOM

VEM AÍ

R$ 10 para associado APDS adimplente*

8º BAILE DO TRABALHADOR

TERÇA | 1º MAIO | 16H BANDA NOVOS TEMPOS PADRINHOS DO EVENTO: OS MAIS DA GAFIEIRA APOIO: REALIZAÇÃO: VALDECI DE SOUZA

*exceto eventos especiais - apresentar carteirinha na validade

Das 18 às 22h

DANÇARINOS DE FICHA (OPCIONAL)

ASPOM - Presidente Levi Meireles

R. D. Hélder Câmara 8484 - Piedade - Inf.: 2596-3974

s a h l fi & is e R a h in r e V ia m e Acad

Rua Com. Rodrigues Alves, 1667 Centro de Nilópolis – RJ 979.346.639 988.962.276

CLUB MUNICIPAL R. HADDOCK LOBO 359 - TIJUCA

Informações e reservas: 98179-5710

ASPOM

ASPOM E AMIGA ANGELA BAILE EM HOMENAGEM ÀS

11 MAI 2018

MÃES

E AMIGA ANGELA

CONVIDAM

SORTEIO DA MÃE DO ANO

BANDA

ALTO ASTRAL

sexta 19h

Traje Esporte fino

R. D. Hélder Câmara 8484 - Piedade

Traje Esporte fino

CONVIDAM

apoio:

ingressos antecipados c/ desconto

R. Dom Hélder Câmara 8484 - Piedade Inf.: 3017-0953 / 9-7679-4093 / 9-9973-1408

Apoio:

Participações especiais: >Gilson de Souza

20JUL

2018 sexta

19h BANDA NOVOS TEMPOS

apoio:

ingressos antecipados c/ desconto

Inf.:

3017-0953 / 9-7679-4093 / 9-9973-1408

Realização Angela Abreu

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 02 - ed. 125 - FEVEREIRO / 2018 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

21 de Fevereiro

QUI | 08 FEV | 22H ÀS 2H | SALÃO NOBRE BAILE À FANTASIA, COM BANDA DE CARNAVAL (FANTASIA OPCIONAL)


ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

Destaque de capa

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Levitando de paixão

EXPEDIENTE Diretores-fundadores: Anderson G. de Aragão, Antônio Aragão e Leonor Costa Editores: Antônio Aragão e Leonor Costa Editoração: Leonor Costa Conselho Editorial: Antônio Aragão, Angela Abreu e Leonor Costa Jornalista Responsável: Antônio Martins de Aragão Registro nº 031.433 / MTPS/RJ

Álvaro Reys fala de seus planos para 2018, com destaque para o lançamento de sua grife de camisas “Levitando de paixão. Essa foi a frase que me veio à mente quando vi o resultado do ensaio fotográfico de Diego Demartini Martins, e, de fato, estou renovando as paixões para 2018, no sentido de desenvolver novos projetos e encarar desafios”. Assim o professor e coreógrafo Álvaro Reys iniciou nosso bate-papo, comentando a foto que escolhemos para o destaque de capa desta edição. No início, Álvaro falou sobre seus trabalhos em 2017, destacando as comemorações dos 25 anos da Orquestra Brasileira de Sapateado, onde atua há 17 anos, e de cujo documentário faz parte. “O filme foi exibido e premiado em diversos festivais, inclusive em Roma”. Falou também sobre sua estada nos Estados Unidos. “Fiquei muito feliz em poder desenvolver, juntamente com meu amigo Marcelo Chocolate, mais um trabalho no evento SamBrasil, na Brasartes Centro Cultural, na Califórnia, acabei ficando por lá 45 dias, foi uma experiência fantástica”, lembra Álvaro, que retornará à Califórnia em agosto, para ministrar aula no Brasil Camp. Mas o que o faz “levitar” de paixão este ano são as novas perspectivas que se abrem, como os desdobramentos do seu curso de metodologia de ensino. “Foi um grande prazer conviver com as pessoas que vieram para a segunda edição de meu workshop M.A.R. (Metodologia Álvaro Reys), realizado no início de janeiro. Profissionais não só do Rio e Niterói, mas do Distrito Federal, do Pará, do Espírito Santo. Muito bom ver gente em busca de qualificação e super responsiva. Aos final de três dias de imersão, eles queriam continuar com os estudos, isso foi muito gratificante, agradeço muito aos participantes. Combinamos que em julho darei continuidade ao curso”. Sua metodologia de ensino estará em evidência também este mês, quando ministrará um dos workshops de samba no pé no evento Pé de Samba, que acontecerá em sua academia, de 5 a 7 de fevereiro,

organizado por Amanda Ferreira. Findo o Carnaval, Álvaro se dedicará de corpo e alma às aulas no seu espaço de dança em Copacabana. Não só às aulas regulares, mas aos cursos de curta temporada. Diz Álvaro: “Além de outra edição do M.A.R., divulgarei em breve detalhes sobre a segunda edição do workshop SHE (“ela”, em inglês), onde eu e mais três profissionais renomados desenvolveremos um trabalho de empoderamento da mulher, com aulas provocativas visando a uma evolução para além de passos coreográficos, pois uma dançarina talentosa não é só aquela que tem grande repertório de movimentos, mas aquela que conhece seu corpo, suas curvas, e sabe usar isso para personalizar sua dança”. Este ano, seu grande desafio será levar sozinho a direção do projeto de dança infantil Alvinhos Dance, durante a temporada de Rachel Mesquita nos Estados Unidos. “Conto com a equipe do projeto para continuarmos a desenvolver esse belíssimo trabalho, garanti isso à Rachel, enquanto ela está curtindo merecidas férias ao lado da família”. Antes de encerrarmos nossa visita, Álvaro mostrou-nos a coleção de camisas que está lançando com sua grife. “Mais um projeto de vida realizado. Custei muito a achar tecido e modelagem que fossem um diferencial para quem busca conforto ao fazer aulas de dança, e um design com o qual me identificasse; acho que encontrei o que procurava”, finaliza Álvaro. Serviços: Academia de Dança Álvaro Reys | Rua Barata Ribeiro, 271, sobrado, Copacabana, Rio de Janeiro, RJ | tel. 2547-0861. . Aulas: cursos regulares de sapateado e dança de salão |

3

divulgação

Jurídico: Dr Mozart Cruz Lima Neto OAB-RJ 147.790 Fotografia: André lima, Angela Abreu, Antônio Aragão e Leonor Costa Fax/gravação de recados: (21) 2535-2377 Atendimento pessoal: (21) 2551-3334 / (21) 9-9492-9462 (Claro) / 9-9202-6073 (Claro) / 9-91228077 (Claro / Whatsapp) Email: contato@jornalfalandodedanca.com.br Página na Internet: www.jornalfalandodedanca.com.br Facebook: www.facebook.com/ jornalfalandodedanca Escritório: Rua Joaquim Silva 11 sala 408 - Lapa - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20241-110 Fechamento da edição: dia 15 do mês anterior ao mês de capa Distribuição: a partir do dia 1º do mês de capa Pontos de distribuição: Eventos dançantes da cidade (v. roteiro de bailes), escolas de dança e equipamentos culturais diversos

turmas especiais de tango, salsa, zouk, forró e samba no pé | dança de salão infantil | aulas particulares e coreografias para eventos. . Bailes: milonga (tango) toda última quinta-feira do mês | baile dos aniversariantes toda penúltima quinta-feira do mês | aluguel do espaço para eventos. . Cursos especiais: >FEVEREIRO: RioSamba 2018 (5 a 7/02) >MARÇO: SHE, workshop para damas, (16 a 18/03) >JULHO: M.A.R. (Metodologia Álvaro Reys), 3ª edição, data a confirmar . Lojinha: videoaula “Balança Corre-Corre” | coleção de camisas Álvaro Reys. ______________Leonor Costa

Outros pontos de distribuição do Jornal Falando de Dança (telefone antes para certificar-se de que a edição não se esgotou): 8Capézio - Centro de Nova Iguaçu tel. (21) 2767-0055 8Capézio, Copacabana, RJ tel. (21) 2235-5503 8Capézio, Flamengo, RJ tel. (21) 2554-8554 8Sapataria Roma, Lapa, RJ tel. 2510-2121 - Rua Joaquim Silva, 15 8Amazonas Dance, Centro de Niterói tel.2613-3276 - Rua Visconde de Itaboraí nº 365, sobrado 8Parcifal, São Gonçalo tel. 9-6437-7505 8Maricá, região litorânea do ERJ Moreira Studio de Dança, tel. 9-87446884 Assinatura: R$ 60,00 - 12 exemplares/ano (1/mês) Edições atrasadas: R$ 5,00 por exemplar, a ser retirado no escritório do JFD, na Lapa, RJ (sujeito à disponibilidade) As matérias assinadas são de responsabilidade de seus respectivos autores, colaboradores deste informativo. As informações divulgadas nos anúncios publicitários são de responsabilidade dos anunciantes. Proibida reprodução de artes e matérias sem autorização expressa deste informativo, sob penas da lei. Amaragão Edições de Periódicos, Produção de Eventos e de Dança Ltd ME CNPJ 12.071.075/0001-42

Alvaro Reys apresenta a coleção de camisas com sua grife: um sonho realizado.

Jornal Falando de Dança Fundação Biblioteca Nacional Reg.nº 487.274, Liv. 920, Folha 270 ISSN 2237-468X


4

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

Mês curto e com Carnaval no meio. Mas nem por isso nossos leitores deixarão de dançar todos os dias, Leonor Costa se quiserem, como poderão constatar pelos anúncios aqui publicados, com destaque para os bailes carnavalescos (com banda de Carnaval) do Canto do Rio; os desfiles dos blocos carnavalescos dos clubes Humaitá e, também, Canto do Rio; e o bailinho infantil de Carnaval do Club Municipal. Na seara da dança de salão, os bailes com temas carnavalescos já começaram, com destaque para o baile à fantasia realizado por Parcifal para comemorar seu aniversário, e onde o Jornal Falando de Dança lança seu concurso virtual de fantasias. Este concurso começou em 2012 e, portanto, estamos entrando na sétima edição. É um concurso onde vale a brincadeira de poder compartilhar sua fantasia com o mundo virtual do Facebook (plataforma onde acontecem as votações) e, ainda, concorrer a ser destaque de capa da edição seguinte ao Carnaval. Interessado(a)? Leia como participar, no anúncio desta edição. Saindo da folia, Maristela Zamoner nos faz entrar no túnel do tempo com o resultado de mais uma de suas pesquisas, desta vez demonstrando que

Mensagem aos leitores tivemos um conservatório de dança bem antes de Maria Olenewa fundar o conservatório de ballet do Theatro Municipal. Da análise do anúncio do regulamento desse conservatório do século 19 podemos tecer comparações interessantes com as escolas de dança da atualidade. E da informação sobre sua localização temos um bom gancho para falar de histórias cariocas, como esta editora o faz, na mesma seção de história deste periódico. Interessante e por vezes emocionante poder estudar a história da dança de salão e encontrar informações quase (senão totalmente) desconhecidas dos estudiosos da dança e, ainda, analisar comportamentos e modismos de uma época, o que dificilmente acontece com outras linguagens da dança, que não estão tão arraigadas no cotidiano social. Nesse aspecto, Milton Saldanha nos brinda com outra de suas crônicas, falando do comportamento e do estilo de vida de quem dança em Buenos Aires. Na parte didática, este número traz uma entrevista com Álvaro Reys e um texto enviado por nosso novo colaborador, o professor de dança de salão de São Paulo, Marcel Cortinovis, que publica um dos artigos do projeto Conexão West, sobre a importância dos passos básicos. E este ano é ano de Conferências de Cultura, como explica Denise Acqua-

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

rone em sua coluna, alertando para a importância da efetiva participação dos profissionais da dança. Um alerta que nos é dado logo no segundo mês do ano, para depois não dizermos que não houve divulgação nem informação a respeito. Ainda na área de políticas culturais, esta editora informa, na seção Fique por Dentro, sobre o mapeamento da dança que está sendo promovido pela própria Denise Acquarone, como assessora que é para assuntos dança, na superintendência de artes da SEC-RJ. Fala também de como o movimento Hip Hop se mobilizou e conseguiu ser reconhecido como patrimônio cultural imaterial do RJ. Já na parte de entrenimento, além dos diversos anúncios de bailes e passeios, em destaque ou no roteiro por dia da semana, esta editora escreve sobre o reality show Dancing Brasil, competição de uma plasticidade incrível, super bem produzida e que conta com Jaime Arôxa no juri técnico. Temos também nossa coluninha social, com o registro de eventos de nossos patrocinadores e apoiadores, visitados por nossa equipe. Com espaço até para um teste de memória, em forma de palavras cruzadas, tendo como base as informações aqui publicadas. Vamos tentar acertar?

8DESTAQUE DE CAPA | Leonor Costa | Entrevista com Álvaro Reys | pág. 3 8MENSAGEM AOS LEITORES | Leonor Costa | pág. 4 8POLÍTICAS CULTURAIS | Denise Acquarone | Ano de Conferências de Cultura | pág. 4 8DEPOIMENTO | Milton Saldanha | Dançar em Buenos Aires | Cony, JK e os bailes | pág. 5 8UM POUCO DE HISTÓRIA | Maristela Zamoner | Conservatório de Dança de 1846 | pág. 6 8HISTÓRIAS CARIOCAS | Leonor Costa | Campo da Aclamação | pág. 7 8DIDÁTICA | Marcel Cortinovis | Por que professores adoram passos básicos | pág. 7 8CIRCULANDO ESPECIAL | Leonor Costa | Baile à fantasia do Parcifal | pág. 10 8FIQUE POR DENTRO | Leonor Costa | SEC cadastra artistas | Mapeamento da dança pela SEC | HipHop patrimônio cultural imaterial do RJ | APDS contemplada em edital da SMC | Concurso de fantasia do JFD | Estreia do Dancing Brasil bate recorde | pág. 11 8COLUNINHA SOCIAL | Leonor Costa | Circulando pelos eventos de patrocinadores e apoiadores | páginas12 e 13 8PASSATEMPO | Leonor Costa | Palavras cruzadas | pág. 13 8ROTEIRO DE BAILES E EVENTOS | de patrocinadores e apoiadores | pág. 14

Políticas Culturais

Denise Acquarone

2018 é o ano das Conferências de Cultura: você está disposto a fazer a sua parte?

Essa é uma pergunta que dirijo ao profissional da dança, que frequentemente se sente frustrado em seus anseios por políticas culturais mais transparentes, mais acessíveis aos agentes da cultura e que lhe permita desenvolver seu trabalho de forma digna, com acesso democrático aos recursos que por lei devem ser disponibilizados ao segmento. Este ano, mais do que os outros, é chegada a hora dos agentes da cultura da dança partirem para a ação, para ajudar a construir o que desejam não só para si, mas para toda a sociedade. Porque tudo o que envolve verbas públicas, envolve política. Política no sentido de organização, direção e administração. Então, é hora de nos organizarmos e contribuir com nossa efetiva participação. O Sistema Nacional de Cultura é um modelo de gestão e promoção de políticas públicas de cultura que pressupõe a ação conjunta dos entes da federação (governos federal, estadual e municipal) e da sociedade civil, por meio de seus representantes, que são

os delegados das conferências. Como escrevi nesta seção na edição passada, meu trabalho, no cargo de assessora em Dança da Superintendência de Artes da Secretaria Estadual de Cultura do RJ, tem sido trabalhar para que tenhamos o mais rapidamente possível os dados sobre os agentes atuantes na área da Dança, e para isso o grupo de representantes das dez regiões fluminenses precisa estabelecer contato. Procurenos (deniseacquarone.sec@gmail.com), para saber a quem se dirigir, e faça seu cadastro no mapeamento estadual da dança. Isso já é um passo importante para nossa caminhada. Outro grande passo, que tem de ser dado pelos profissionais da dança do estado e agentes culturais ligados ao setor, é a efetiva participação presencial nos fóruns e nas conferências de cultura. As conferências são espaços destinados ao encontro entre cidadãos e representantes do poder público, responsáveis pela convocação e realização das conferências. Serão nessas conferências que as propostas já intensamente debatidas no plano setorial da dança serão aprovadas. Isso lhes dará peso relevante na elaboração dos planos de cultura. Por isso é importante que o profissional da dança esteja atento às convocações e administre seu tempo de modo a poder participar desses encontros. Em tese, a Conferência Estadual de Cultura do RJ, de cuja organização faço parte, será realizada ainda no primeiro semestre deste ano, após a realização das

conferências municipais. E estamos atentos ao calendário de Brasília, para a Conferência Nacional de Cultura. Caso os municípios fluminenses, em todo ou em parte, optem por conferências regionais, em vez de municipais, o profissional da dança tem de estar atento e se articular com seus pares para mandar representantes ao local de realização dessas regionais, como vistas a votar ou ser votado para delegado de cultura. Resumindo: das conferências municipais sairão os delegados para a conferência estadual e, nesta, serão eleitos os delegados que representarão o RJ na conferência nacional. Por fim, ao votar para delegado, pense em algumas particularidades do cargo, para que sua escolha seja proveitosa. O candidato tem efetiva participação na área da dança? Ele tem boa argumentação? Tem boa articulação e é participativo? Estará disposto a viajar e difundir os resultados das conferências? Agora é a hora de deixarmos as discussões teóricas e partirmos para a prática. A prática da democracia, que só é possível com nossa efetiva participação. ______________________ Denise Acquarone é gestora cultural, conselheira estadual de políticas culturais, membro do Fórum Permanente da Dança, diretora honorária do Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ e assessora de Dança na Superintendência de Artes da SEC-RJ


Depoimento

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

5

Dançar tango em Buenos Aires Gosto dos argentinos. A culpa foi do tango, que amo escutar e dançar. No baile não existe Milton Saldanha essa burrice competitiva que se vê em outros setores, principalmente no esporte. Mas no esporte a gente releva, é da sua natureza derrotar e vencer, então vale até gol de mão, do Maradona, um cara bem humorado, inteligente, com visão social. No baile de tango é ao contrário. Quanto melhor a pessoa dança, mais admiramos. E os argentinos nisso são imbatíveis. Depois deles, fora os notáveis colombianos, os melhores tangueiros de salão são os turcos. Não me pergunte a razão, nem tudo precisa ter explicação. A admiração cria elos afetivos, principalmente quando você vai ao artista e elogia seu trabalho. O elogio é o combustível da arte, em qualquer campo onde ela se expressa. Razão pela qual artistas odeiam críticos, mesmo quando fingem que não ligam para o que falam, ou escrevem. Nos últimos 15 anos fui a Buenos Aires com freqüência rotineira, nunca menos de duas vezes por ano. Com o recorde de seis viagens num único ano. Tudo por causa do tango. Explico: Buenos Aires oferece mais de cem bailes de tango, que chamam de milonga, por semana. O problema dos fanáticos, entre os quais me incluo, é decidir a cada noite onde vai dançar. Para quem deseja aprender, ou evoluir na dança, sempre há festivais e uma lista imensa de professores para escolher, com possibilidades para os mais variados estilos, do milongueiro tradicional, de salão, com abraço fechado e pés rentes ao piso, ao show de palco, onde tudo se pode, principalmente mesclas de outras danças. Com o tempo, você vai conquistando amigos, se integra, vai se sentindo em casa. Conheço brasileiros que têm até mesa preferida em alguns bailes. A gente aprende os nomes dos DJs, tem os preferidos, e como todo mundo

SA

PA T

I AR

MA O AR

C ONSERTOS

passa a conhecer as estrelas do tango, mais e menos famosas, sempre encontráveis nos bailes. Hoje, entre os tangueiros, quem nunca foi a Buenos Aires é visto como alguém que não freqüentou a academia. Ir lá virou quase uma obrigação. Mas nem tanto. Pesa também a paixão que passei a devotar à cidade, que foi planejada, tomando Paris como modelo, privilegiando o ser humano, enquanto no Brasil nossas cidades colocaram o carro em primeiro lugar, seguindo o modelo norte-americano. Isso explica a paixão. Só possível de entender quando a gente conhece um estilo de vida urbana que preserva lugares bonitos e hábitos cotidianos saudáveis, como a pausa no meio da tarde num café, sozinho ou com amigos. Não é sem motivo que exista um café em cada esquina, muitos deles históricos e belíssimos. A cidade é tão gostosa, com sua arquitetura preservada, praças e parques por todos os lados, que lá caminhar na rua é programa. Só cuidado com as lojas, algumas são irresistíveis para quem sofre de impulsos consumistas, meu caso. Nas milongas, mesmo para quem sempre vai, é uma renovada emoção sentir aquela atmosfera, com a música irresistível, a empanada quentinha, a taça de vinho, o modo elegante de trajar. Pisar na mesma pista dos melhores tangueiros do mundo. Compartilhar dos códigos de ética do baile, que são sagrados, sobretudo nos templos mais famosos, como o salão Canning, La Viruta, Villa Malcon, El Beso ou clube Gricell, entre muitos outros salões lendários do tango portenho. _______________________ Milton Saldanha é jornalista e fundador do Jornal Dance (São Paulo)

EXECUTA-SE QUALQUER CONSERTO QUE FAZ PARTE DA ARTE COM A MÁXIMA PERFEIÇÃO RUA JOAQUIM SILVA, 15 - LAPA TEL. 2510-2121

filtro sobre foto do cd Café Buenos Aires

Cony, JK e os bailes Milhões de brasileiros, eu entre eles, passamos a conhecer os textos de Carlos Heitor Cony em 1964. Ele era cronista do saudoso Correio da Manhã, do Rio de Janeiro, e já no segundo dia do golpe civilmilitar que derrubou João Goulart passou a atacar a ditadura. “O Ato e o Fato”, reunião dessas crônicas, em poucos meses virou livro e best seller nacional. Cony foi preso várias vezes. Nada o fazia calar. Foi amigo do ex-presidente JK, com que ia a bailes nos subúrbios do Rio. JK adorava dançar. Fico imaginando como seria a cena do ex-presidente, figura muito popular e simpática, fundador de Brasília, entrando num baile popular da Tijuca. Ele e Cony, dizem,

Quem não é visto, não é lembrado. Anuncie conosco!

(21) 2551-3334 99202-6073 (Claro) 99122-8077 (WhatsApp)

não podiam ver rabo de saia. Ninguém é de ferro. Mas sobre os finais dos bailes nunca saberemos. Cony nunca escreveu sobre isso. Nem precisava, a gente imagina. _____________ Milton Saldanha

Em foto extraída do site de Carlos Heitor Cony, o jornalista, escritor e membro da Academia Brasileira de Letras, à esquerda, seguido de Adolpho Bloch (1908-1995), fundador das extintas revista e tv Manchete, um amigo e Juscelino Kubitschek (1902-1976), que foi presidente entre 1956 e 1961. Cony faleceu dia 5 de janeiro, aos 91 anos.


6

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

Um pouco de história

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

O Conservatório de Dança no Brasil de 1846 – Parte 1 O termo “Conservatório”, quando utilizado para nominar uma instituição, em geral, faz referência principal ao Maristela Zamoner ensino de uma área do saber humano e também sua prática, notadamente no campo das Artes. A ideia dos conservatórios no perfil de organizações voltadas primordialmente ao ensino é antiga. Já em 1537, na Itália, havia um Conservatório de Música vinculado a atividades religiosas e dedicado ao ensino para órfãos. Nos séculos XVIII e XIX surgiram vários conservatórios pela Europa, em países como Itália, França e Portugal. Ao longo do tempo, embora alguns tenham permanecido com a mesma denominação, parte deles passou a receber outros nomes, como “Escola” ou “Instituto”. Já o Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris, fundado em 1795, permanece assim nominado e ativo até os dias de hoje. O Brasil, que seguiu modelos europeus em diversas áreas, também teve e tem seus conservatórios, cada um com uma história própria. Em 1841, no Rio de Janeiro, foi instituído por decreto o Imperial Conservatório de Música, que recebeu sua regulamentação só em 1847, tendo as aulas começado apenas no segundo semestre de 1848.

Em gravura de Bertichem, Museu Imperial, erguido no Campo da Aclamação (atual Praça da República), em cujo primeiro pavimento funcionou inicialmente o Imperial Conservatório de Música (acervo Arquivo Nacional)

Em 1895, Belém do Pará teve a fundação do Conservatório Carlos Gomes. O Conservatório Dramático e Musical de São Paulo foi fundado em 1904 e, no interior do estado, o Conservatório de Tatuí teve sua inauguração em 1954. O que pouca gente sabe é que um Conservatório de Dança chegou a en-

trar em atividade ainda antes do Imperial Conservatório de Música.

e Devechi, a assistir a uma lição de dança.

Há um relato datado de 24 de abril de 1846 na edição número 114 do periódico O Mercantil, sobre a criação recente de um Conservatório de Dança. O texto, enviado ao editor, foi assinado por quem se intitulou como O Mazurca, um pseudônimo em nome de dança, que oculta a identidade do articulista. Seu conteúdo aborda uma visita feita pelo próprio autor às instalações do citado conservatório, e sua constatação, em tom de satisfação, do pleno e bom funcionamento do estabelecimento.

O nome de Francisco York, com algumas variações de grafia, consta como compositor e diretor de danças em libretos de espetáculos ocorridos entre 1840 e 1843 em Lisboa, Portugal. Este último ano, 1843, marca o início da constatação dos registros de seu nome em periódicos brasileiros, o que perdura até o ano de 1854. E os nomes de York e De Vecchi já constavam como dançarinos em espetáculos no Brasil desde pelo menos 1843.

O autor tece elogios à iniciativa e expressa o desejo de sucesso futuro para a empresa estabelecida por particulares, já que não havia no Brasil um Conservatório de Dança e Música como o de Lisboa, criado pelo governo. Roga o autor para que não haja ali a interferência da igreja e nem daquilo que chamou de maledicências, convidando a quem desconhece o conservatório para que o visite, leia seu regulamento e assista a suas aulas.

Ao final deste texto é anunciada a futura abertura do Tivoly na mesma chácara onde funcionava o conservatório. No texto o autor cita ainda ter sido convidado, pelos senhores York

Na mesma edição do jornal O Mercantil na qual há o texto assinado por O Mazurca, é publicado o Regulamento do Conservatório de Dança. Este regulamento é um documento extenso contendo finalidades, normas, proibições, sanções e procedimentos diversos, organizados em 27 artigos. O documento é assinado por Francisco York, José Devech, e Comp. Sua leitura revela que o conservatório era dedicado essencialmente ao ensino das danças de sala e theatrais, promovendo aulas para ambos os sexos, bailes, audições, exames, apresentações cênicas entre outros. Estava prevista a entrega de medalhas de mérito e diplomas aos alunos que os merecessem. As danças ensinadas foram citadas nos artigos 5º e 27º, apontando-se aquelas típicas de bailes da época, como polca, mazurca, quadrilhas e também a primeira dança de salão propriamente dita, a valsa. Mas que fim teve este Conservatório de Dança, que chegou a ter seu próprio regulamento divulgado nos jornais para que todo o público o conhecesse?

Fato é que hoje são poucas as pessoas que ouviram falar de sua existência, aparentemente bem organizada e funcional.

No próximo capítulo contaremos um pouco mais sobre o destino desta iniciativa tão interessante que figura nas páginas passadas da história da nossa dança de salão. Não perca! _______________ Maristela é professora de dança, pesquisadora e autora de vários títulos, dentre os quais quatro livros publicados sobre dança de salão Versão livre para o português da atualidade, dos artigos aqui reproduzidos: CONSERVATÓRIO DE DANÇA Estabelecido na Rua do Conde, frente ao Campo da Aclamação, casa número 9 REGULAMENTO Os empresários do conservatório acima dito têm adotado, para boa ordem e desempenho dos deveres a que se prometem, o seguinte: Art. 1º - Aos professores Yorck e De Vecchi compete lecionar, além das danças chamadas de sala, os do gênero teatral. (...) Art. 9º - É expressamente proibido a qualquer dos alunos do conservatório, seja de que idade ou sexo for, dançar fora do mesmo, em qualquer sala ou colégio, sem que tenham permissão dos professores empresários; e constando a estes que o fizeram, será o infrator do presente artigo, pela primeira vez, estranhado perante seus colegas de sua falta [ou seja, será repreendido em público]; e, na reincidência, demitido [expulso], não podendo jamais, em tempo algum, ser aceito no conservatório. (...) Art. 12 – É proibido, em qualquer reunião, por mais diminuta que seja, conversar-se sobre política, ou tratar-se a respeito dos colégios de fora, das habilitações, ou não habilitações, de seus professores. (...) Art. 15 – Não se admitirão por princípio nenhum, para aprender, ou em quaisquer outros bailes do conservatório, meretrizes [prostitutas], nem pessoa que, pelo seu mau comportamento, seja apontada na sociedade. Caso sejam admitidas na boa fé dos empresários, serão expulsas imediatamente. Art. 16 – Os alunos se apresentarão para as lições, sendo do sexo feminino, de sapatos, calças e vestido à meia perna; e, os homens, de sapatos, não lhe sendo permitido estarem de jaqueta ou rodaque [espécie de casaca]. (...) Art. 23 – Haverá diplomas impressos, que os professores passarão aos alunos que forem aprovados; e também uma medalha de prata, contendo, numa face, a inscrição “prêmio ao mérito”, e, na outra, em circunferência, as iniciais C. de D. da R. do C. F. ao C. da A. n. 9 [essas iniciais corresponderiam a C(onservatório) de D(ança) da R(ua) do C(onde) (em) F(rente) ao C(ampo) da A(clamação) n(úmero) 9, ou seja, no nº 9 da atual Rua Frei Caneca, esquina com Praça da República]. Estas medalhas só se darão àquele aluno que, pelo seu bom exame, se faça disso digno. (...) Art. 25 – Haverá um livro de matrícula; nele se escreverá o nome dos alunos, seus pais, moradas, seu adiantamento e comportamento, o que servirá para, no ato do exame, se avaliar a justiça com que devem ser distribuídas as medalhas. Art. 26 – O infrator de algum dos presentes artigos sofrerá a pena marcada no artigo 9. Art. 27 – Além das danças geralmente conhecidas de sala, se ensinarão no conservatório as seguintes contradanças: D. Affonso; Os Enlaces de Amor; Bona Parte; A Curcoviana; A Posta Imperial; quadrilhas e valsas da Mazurka; valsa D. Thereza. [Assinam] Os empresários Francisco York, José Devech e Comp. __________________Transcrito e adaptado por Leonor Costa


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Um pouco de história | Didática

A dança de salão carioca e suas histórias No periódico O Mercantil, de 24/04/1846, Maristela Zamoner encontrou o registro do que seria o primeiro Conservatório de Dança do país, com a publicação de seus estatutos, onde se lê sua então localização, na Rua do Conde nº 9, em frente ao Campo da Aclamação, assim chamado porque, no local, D. Pedro I foi aclamado imperador do Brasil. Até a chegada da corte portuguesa ao Brasil, em 1808, o Campo da Aclamação, então Campo de Santanna e hoje Praça da República, na altura da Central do Brasil, delimitava a parte urbana e a parte rural da cidade. Ali frequentemente acampavam os ciganos, se realizavam manobras militares, eram realizados grandes feiras e bailes populares (como o que se seguiu ao casamento de D. Pedro I com D. Leopoldina) e por muitos anos abrigou uma arquibancada para touradas (uma das formas de diversão do carioca que só foi extinta, por decreto, em 1908).

Com a expansão da cidade, muitos prédios nobres foram erguidos no seu entorno (palácios do Senado Imperal, da Câmara, do Conservatório Imperial de Música, e o ainda resistente prédio do Corpo de Bombeiros). As chácaras do local foram loteadas e cederam lugar a pequenos sobrados. Na Rua do Conde, atual Rua Frei Caneca, ainda existe um conjunto de sobrados, que não pudemos precisar se são da mesma época do anúncio de 1846. O sobrado de número 9, quase em frente ao prédio da Gafieira Elite (que fica no número 6), abriga atualmente uma loja de material de construção (v. foto na capa). Da leitura de periódicos antigos, disponibilizados online pela Biblioteca Nacional, e sobre os quais pesquisadores de áreas específicas, como Maristela Zamoner, têm se debruçado com afinco em busca de informações por vezes inéditas, podemos dismistificar ou esclarecer alguns fatos praticamente desconhecidos do meio acadêmico da dança. O primeiro fato constatado: a Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, ligada ao Theatro Municipal do RJ, e fundada em 1927 pela bailarina clássica de mesmo nome, não é a mais antiga instituição brasileira dedicada ao ensino da dança (embora possa ser a primeira dedicada exclusivamente à formação de bailarinos clássicos). Segundo: as escolas de dança de salão não surgiram somente no século XX. Terceiro: há cerca de 200 anos atrás, as escolas de dança já promoviam bailes de prática para alunos. Quarto: o fato de um dos artigos proibir os alunos de comentarem as habilidades dos professores indica que já naquela época havia conflitos e discussões a respeito de capacitação. Quinto: havia desde de sempre uma distinção entre o que eram danças próprias para serem dançadas nos bailes e o que eram danças próprias para apresentações de palco. Sexto: não é de hoje o interesse do cidadão comum em aprender movimentos diferenciados dos usualmente executados nas pistas de dança. ______________________________________ Leonor Costa

7

Por que professores amam passos básicos Químicos amam hidrogênio. Chefs amam manteiga. Professores da dança amam passos Marcel Cortinovis básicos. Essa obsessão não é novidade, mas tem mais do que os olhos podem ver. Vamos ver o porquê de seu professor te fazer treinar tanto aquela marcação básica. CINCO MOTIVOS PARA AMAR PASSOS BÁSICOS

Campo de Santana em pintura de Franz Josef Frühbeck, de 1818. Vê-se a região urbana, com seu casario, e a região rural, com suas chácaras. Ao centro, o estádio de touradas, um dos poucos programas de entretenimento popular que havia na cidade, e que perdurou até o início do século 20.

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

É A BASE Os passos básicos são como os blocos base de lego. Claro, as pessoas dizem isso o tempo todo, mas pense em lego no mundo real. Você não consegue construir nada sem os blocos base. Regra: Seu professor enfatizará o básico para apoiar o material mais avançado que você aprenderá posteriormente. ESTILIZAR DEPENDE DISSO O primeiro lugar que você vai aprender a estilizar sua dança, adivinhe, é no movimento básico. Regra: Você não vai aprender estilos avan-

çados em movimentos avançados. HABILIDADE SOCIAL Quando se trata da dança social, é mais provável você se comunicar bem durante um movimento básico do que com movimentos novos. Regra: Falar e respirar é mais fácil de fazer com o básico. DEPENDÊNCIA DE CONDUZIR E SER CONDUZIDO Conduzir e ser conduzido depende, em grande parte, de comparações. É a versão dançante de uma degustação às cegas, e cada novo movimento que você quer conduzir ou seguir deve ser comparado ao básico primeiro. Regra: Exercícios de comparação e contraste começam com o básico. AS REGRAS Os passos básicos em cada dança te ensinam as regras básicas daquela dança. Independe de ser dois pra lá dois pra cá do forró, a caminhada do tango, ou a contagem de 6 e 8 tempos do West Coast Swing. Cada dança tem suas próprias regras, e esse livro de regras está escrito no básico. Regra: As regras de cada dança estão escritas no básico. CONSIDERAÇÕES FINAIS Essa é uma obsessão saudável. De fato, se eles não forem obcecados, você pode acabar deixando de ser um dançarino. A abordagem oposta a essa é a de passar quantos passos for possível. Esse frenesi, por sequência de movimentos, vai em pouco tempo gerar alunos frustrados, sobrecarregados e sem substância real. (Traduzido e adaptado de http://www. arthurmurraylive.com/blog/10-reasonswhy-ballroom-dance-teachers-obsessover-basics) _______________ Marcel é professor de dança de salão há mais de 10 anos, em São Paulo; graduado em Educação Física pela Universidade Italo Brasileira; e um dos idealizadores do projeto Conexão West (http://conexaowest.com.br), onde este texto foi originalmente publicado.


Associação dos Servidores Públicos - Club Municipal Adm. Luís Cosme Paredes Dias - Dir. social: Bela Bádua

R A M 2 0

Sexta Nobre no Municipal

8H 1 S A D R I T R A P A

! L E V Í D IMPER

REALIZAÇÃO:

GRANDE BAILE COM O CONJ.

OS DEVANEIOS

FESTEJE SEU ANIVERSÁRIO CONOSCO

INGR ANTECIPADO SÓCIO MUNICIPAL E APDS/RJ R$ 20 NÃO SÓCIO R$ 30

APOIO:

R. Haddock Lobo 359, Tijuca - t. 2569-4822 r. 206 / 3528-8966

INGRESSOS: NO CLUBE (5º ANDAR) OU COM GERALDO LIMA (2527-2300 / 98874-0012) Conheça a Domingueira do Clube dos Democráticos

As melhores bandas a partir das 20h Bailes sociais desde 1867 Salão refrigerado Estacionamento

R. Riachuelo 91/93

Lapa - Rio de Janeiro - RJ Tel. (21) 2252-4611 www.clubedosdemocraticos.com.br

Bailes:

1º 2º 3º 4º

sábado sábado sábado sábado

| | | |

Escola de Dança

Rastapé & Batucada Tum & Tum Zouk+ Milonga Carioca

Espaço de Dança Adriana Gronow & Paulinha Leal R. Arnaldo Quintela 22 - tel. 2542-2040

Botafogo

José Magela

DANÇAS DE SALÃO E CONSCIÊNCIA CORPORAL Com este, 1 aula grátis e isenção de matrícula

SESSÕES PARTICULARES

DO BOLERO AO SAMBA || DO FORRÓ AO TANGO COREOGRAFIAS PARA EVENTOS || PREPARAÇÃO CORPORAL PARA CENAS

tel. 99162-1845 || email: jmagela2016@gmail.com

CASA DE DANÇA SÉRGIO CASTRO RUA QUIRIRIM, 1523 - CASA 5 - VILA VALQUEIRE Inf. 3390-9650 - 9.8626-5044 - 9.8626-5340 casadedancasergiocastro@yahoo.com.br

PROFS.SÉRGIO CASTRO ANA CASTRO

BOLERO, SAMBA, FORRÓ, SOLTINHO, TANGO E OFICINA DE SAMBA SAMBA INICIANTE E INTERMEDIÁRIO TODA 4ª 20h30 TANGO TODA 4ª FEIRA ÀS 11h

ZUMBA às 3ª e 5ª feira, manhã e noite

Dança do Ventre

Convênios APPAI ASSIST Formação de turmas MANHÃ TARDE Aproveite!

Alvaro’s Dance Conforto, credibilidade, profissionalismo e bom atendimento DANÇAS DE SALÃO bolero-fox(soltinho)-forró-tango-salsa zouk-samba de gafieira-samba no pé NOVIDADE: ballet clássico e flamenco

Dir.: Álvaro Reys

Informações:

2547-0861

R. Barata Ribeiro 271, sobrado - Copacabana - RJ

tel. (21) 2221-1011 / 99265-5035 Rua Riachuelo 109 - Lapa - Rio - RJ www.renatapecanha.com.br

Niterói & São Gonçalo

Escola de Dança Reinaldo Gonçalves DANÇA DE SALÃO | RITMOS QUENTES (SALSA E ZOUK) | CURSO DE FORRÓ Escola de Dança Reinaldo Gonçalves

goncalvesdanca@gmail.com - www.escola-danca-reinaldo-goncalves.webnode.com

Inf. (21) 9-9741-8373 (Vivo) / 9-8473-4868 (Oi) Em Niterói: Avenida Amaral Peixoto 36 s/415 - Galeria Paz - Centro Em São Gonçalo: Rua Nilo Peçanha 320 - Centro

Casa de Dança

Carlinhos de Jesus

R. Álvaro Ramos 11 Botafogo

t. 2541-6186

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 08 - ed. 125 - FEVEREIRO / 2018 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

APRESENTA


Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 09 - ed. 125 - FEVEREIRO / 2018 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

78 ANOS DE TRADIÇÃO Terça-feira A melhor programação Noite Dançante musical de terça a Show com banda domingo a partir das 20h

Quarta-feira DJ a partir das 20h

Quinta-feira Baile da Gaúcha Show com banda a partir das 20h

Sexta Carioca DJ a partir das 20h

Sábado Especial com 2 bandas DJ nos intervalos a partir das 21h

O local perfeito para festejar! Mais de 70 pratos quentes e frios e aquele churrasco Rua das Laranjeiras 114 - Reservas: 2558-2558 - gauchareservas114@outlook.com HAPPY HOUR

Academia Luciana Santos

Última quinta-feira do mês (17H/20H) Com dançarinos DANÇAS DE SALÃO às terças - 17 às 19h

TODOS OS RITMOS Profª Luciana Santos

No Castelo, Centro do Rio, pertinho de seu trabalho:

Av. Franklin Roosevelt 137 - grupo 701/703

Inf. 9-9986-7749

ESPECIALIZADA NA 3ª IDADE

Associação dos Servidores Públicos CLUB

MUNICIPAL

APDS

JUNTOS, SOMOS FORTES

MUNICIPAL DOM | 11 FEV | 15 ÀS 19H

apoio

Um domingo por mês, de março a julho, em total imersão, com palestra, debate, estudos de movimentos e prática

> grátis para associado adimplente > não associado: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia) Pré inscrição pelo email apdsdorj@gmail.com

MARÇO | ETIQUETA NO SALÃO Coord. Sérgio Castro

EFEMÉRIDES DA DANÇA DE SALÃO Pela valorização das datas festivas do nosso segmento cultural. Acompanhe detalhes da

programação no perfil da APDS/RJ no Facebook. Ingresso grátis para associados adimplentes.

BAILES COMEMORATIVOS DIA INTERNACIONAL DA DANÇA

Comemoraremos na data, domingo, dia 29/04

DIA DO DANÇARINO DE SALÃO

Comemoraremos no dia seguinte, domingo, dia 22/07

OUTROS EVENTOS REUNIÕES REUNIÃO MENSAL DA DIRETORIA

Geralmente no primeiro domingo de cada mês, das 10 às 13h

INTERDANÇAS NO FORTE MOSTRA COREOGRÁFICA DE DANÇA DE SALÃO DA APDS/RJ

Comemoraremos no domingo, dia 23/09

Baile de abertura, domingo, dia 18/11 Baile de encerramento, domingo, dia 25/11 Chancele seu evento comemorativo conosco

ELEIÇÕES APDS ASSEMBLEIA PARA A ESCOLHA DA DIRETORIA BIÊNIO 2019-2020

Marcando a posse da diretoria eleita para o biênio 2019-2020 | Domingo, dia 09/12

CHANCELE SEU EVENTO CONOSCO

PROMULGAÇÃO DA LEI MOLON (Lei estadual 5828 de 21/09/2000 declarando a

MAIO | SYLLABUS DO BOLERO Coord. Sérgio Castro

SEMANA DA DANÇA DE SALÃO DO RJ

JULHO | HISTÓRIA DA DANÇA Coord. Leonor Costa

Fortaleça este movimento, associe-se. Taxa anual de R$ 70,00

Sábado, dia 24/11, das 18 às 19h Auditório Santa Bárbara MHEx / Forte de Copacabana Marcando os festejos da Semana da Dança de Salão do RJ Entrada franca

ABRIL | TEORIA MUSICAL NO ENSINO DA DANÇA DE SALÃO Coord. João Batista

JUNHO | SYLLABUS DO SAMBA Coord. Rodriguinho Barcelos

Administração: Luiz Paredes Dias

Rua Haddock Lobo 359 - Tijuca - Diretora Social: Bela Bádua - tel. 2569-4822

Somos uma associação civil de direito privado, de caráter sociocultural, sem fins lucrativos, regida por estatuto, que tem por objetivo promover, apoiar e divulgar a cultura da dança de salão e proporcionar a seus associados qualificação, cultura e lazer. Siga-nos no Facebook ou em www.apds-rj.blogspot.com.br Tel. (21) 99723-7372 - Email: apdsdorj@gmail.com

PROJETO DIÁLOGOS E MOVIMENTOS

Administração:

Luiz Paredes Dias

CARNAVAL INFANTIL DO CLUB

Av. Marechal Floriano, 42 - sobr. Centro - Rio de Janeiro - RJ

ASSOCIE-SE

DE TERÇA A DOMINGO

DOM | 13 ÀS 19H | 04/02 (AEROPORTO); 18/02 (PINGOS E GOTAS) SEG | 16 ÀS 20H |05/02 (RIO POSTAL); 19/02 (COPA 7); 26/02 (OS DEVANEIOS) ALMOÇO DOS APOSENTADOS - QUINTA - 12H - 01/02 - ENIO BARONNE

2223-4066 / 981-199-200 Entrada: R$ 12 Com este: V I P

PIZZA NA LENHA

“Sempre ao lado do sócio” Rua Haddock Lobo 359 - Tijuca - Diretora Social: Bela Bádua - tel. 2569-4822

Stelinha Cardoso - REG.MTB: 15.414

Você é VIP no BAILE DO ALMOÇO. Apresente este anúncio no baile das quartas, 12h, com dj Fellipe Brandão.

Domingo Forró a partir das 23h

dança de salão carioca patrimônio cultural imaterial do RJ)

BAILE DE CONFRATERNIZAÇÃO

Domingo, dia 09/12, 10h


10

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

Circulando especial

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Baile à fantasia realizado por Parcifal marca o início dos bailes temáticos de Carnaval Carnaval no segmento da dança de salão é deixa para muitos bailes temáticos: de fantasias, de máscaras, de enfeites de cabeça, de brilho. Dentre os mais populares está o baile à fantasia realizado por Parcifal para comemorar seu aniversário, geralmente no último sábado do mês de janeiro. E dia 27/01 não foi diferente, com a maioria dos candidatos atendendo à sugestão de traje de carnaval e participando do desfile valendo premiação. Ao final, foram vencedores do concurso a promoter EroSampaio, com sua fantasia de mulher gato iluminada, e o casal José Luiz e Olizete Tupini, com a fantasia noivos zumbi. O evento também marcou o início do prazo para envio de fotos para o concurso virtual de fantasia do Jornal Falando de Dança.

CONCURSO VIRTUAL DE FANTASIA

PARATODOS DA PAVUNA administração Waldir Marques

07 abril R. Comendador Guerra 84 - Pavuna - t. 3079-0776 sábado a partir das 19h

APOIO:

BAILE DA AMIZADE

BANDA ALTO ASTRAL

Ingresso antecipado R$ 20 (na hora, R$ 25) mesa grátis - Inf. e vendas no clube

realização

Arte Divulgação:

Inf.: 2527-2300 / 988-740-012 (Geraldinho dos Clubes) / 966-539-839 (Indio)

REALIZAÇÃO APOIO:

AM

ARAGÃO

VÂNIA CORTES (1) Mande-nos até Quarta-Feira de Cinzas (dia 14/02/18) sua foto com fantasia, indicando seu nome, telefone de contato e nome da fantasia. (2) No dia seguinte postaremos um álbum com todas as fotos concorrentes, onde você e sua torcida poderão curtir as fotos preferidas (atenção, somente as curtidas nesse álbum serão computadas). (3) No dia 21/02, meia-noite, a “votação” será encerrada (atenção, após essa data, o álbum poderá receber novas curtidas, mas estas não valerão mais para o concurso). (4) Dia 22/02/18 as três fotos mais “curtidas” serão divulgadas e sairão na capa da edição de março do Jornal Falando de Dança. Os vencedores, além de saírem na capa do JFD, receberão certificados de classificação.

Promoção

para dançarinos esclarecidos 50% de desconto nos anúncios no Jornal Falando de Dança Para associados APDS - Andanças - SPDRJ adimplentes

TEMOS TAMBÉM PACOTE ANÚNCIO JORNAL + PANFLETOS INFORME-SE!

Informe-se: (21) 9.9202-6073


Fique por Dentro

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

SEC cadastra artistas, técnicos, produtores e agentes culturais do Estado do Rio de Janeiro O Núcleo de Políticas Culturais da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro está convidando os participantes do setor cultural fluminense a se inscreverem na plataforma digital de cadastro da SEC, que envolve vários setores das linguagens artísticas e culturais. Ao mesmo tempo em que esse cadastramento possibilitará um melhor conhecimento quantitativo e qualitativo sobre os produtores de cultura e artes no Estado do Rio de Janeiro, os dados recolhidos irão facilitar a organização de encontros e debates. Após a realização do I Fórum Estadual dos Segmentos Artísticos do RJ, em agosto de 2017, a próxima etapa, conforme a Lei Estadual nº 7.035/2015 e o Decreto nº 45.419/2015, é a organização dos Fóruns Setoriais dos Segmentos com participação no Conselho Estadual de Política Cultural do RJ, que envolvem Artes Cênicas (teatro, dança, circo), Literatura, Artes Visuais, Cultura Popular, Audiovisual, Música, e ainda, Museus e Patrimônio. Para a 4ª Conferência Estadual de Cultura do RJ (4ª CEC RJ), convocada em dezembro de 2017, estão sendo planejadas nove etapas nas regionais fluminenses culminando com a etapa estadual, no Teatro João Caetano. O tema da 4ª CEC RJ será “A cultura como vetor de desenvolvimento social e econômico no Estado do Rio de Janeiro e no Brasil”, debate no qual o funcionamento dos Fóruns Setoriais e Fóruns Regionais será estratégico. O link de cadastramento é https://goo.gl/forms/esSmYZH57GB4GmcS2 ***

Superintendência de Artes da SEC espera terminar o mapeamento estadual da dança até a realização da CEC RJ Sob coordenação de Denise Acquarone, assessora de Dança da Superintendência, um grupo de voluntários, cada qual em sua região de atuação, está envidando esforços pelo levantamento o mais completo possível das atividades culturais ligadas à dança no RJ. O Mapeamento realizado por esse grupo é mais aprofundado que o promovido pelo Núcleo de Políticas Culturais, pois trata de especificidades do segmento. Uma estratégia que está mostrando bons resultados tem sido a criação de grupos no whatsapp, por região cultural, numa grande corrente onde cada um indica os agentes de que tem conhecimento, usando-se o mesmo canal de comunicação. ***

SEC-RJ viabiliza a ida de 400 estudantes a espetáculo do Cirque Du Soleil A maioria dos estudantes, da rede pública estadual do RJ, provenientes de 13 municípios do Estado, estava indo a um grande espetáculo pela primeira. “O projeto do Cirque du Soleil foi apoiado pela Lei de Incentivo à Cultura. Uma das contrapartidas exigidas por nós foi a disponibilização de ingressos para alunos de escolas públicas, além do investimento de quase R$ 370 mil no fundo Estadual de Cultura. Fico feliz ao ver o resultado desse trabalho, e

parabenizo o secretário interino, Leandro Monteiro, que dá continuidade aos nossos projetos”, declarou André Lazaroni, ex-secretário estadual de Cultura. ***

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

11

Terceira edição do Dancing Brasil supera audiências anteriores divulgação Record

A Cultura Hip Hop agora é patrimônio cultural imaterial do estado do Rio de Janeiro Transformado na Lei 7837/2018 de 10 de janeiro, o projeto de lei de autoria dos deputados estaduais Marcelo Freixo e Zaqueu Teixeira, declarou a cultura Hip Hop patrimônio cultural imaterial do RJ. Originário do Bronx (bairro de Nova Iorque, Estados Unidos), por volta de 1973, essa cultura, que abrange as figuras do MC, do DJ, do breaking, do rap e do graffiti, se espalhou pelo mundo e, no estado do RJ, ganhou força de movimento politizado, especialmente nos subúrbios e nas periferias das cidades da região metropolitana da capital fluminense. Segundo a justificada do projeto de lei, “tamanha presença nas cidades vem tornando as Rodas Culturais um dos movimentos mais mobilizadores da juventude fluminense e uma ferramenta eficaz de cidadania cultural, entretenimento, sociabilidade e, sobretudo, palco para os jovens das favelas e periferias do Estado do Rio de Janeiro” que “sofrem uma forte perseguição da Polícia Militar, que acabam (sic) dando um tratamento semelhante a um evento qualquer. Por ser um encontro essencialmente comunitário, periódico e estrutura pequena, apenas caixa de som, microfone e, em alguns casos, uma tenda para proteger o equipamento da chuva, é descabida a exigência do nada opor dos órgãos de segurança para realização das Rodas Culturais. E por fazer parte da transformação do território, a cultura hip hop também deve ser estimulada nas redes de ensino, por meio de oficinas, debates e aulas temáticas”. Ao todo, 37 coletivos e rodas culturais se mobilizaram para redigir e aprovar a proposta, que abre caminho para que assuntos relativos à cultura hip hop sejam tratados pela SEC-RJ e editais sejam lançados para apoiar projetos do segmento. ***

Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ – APDS/RJ contemplada em edital da Secretaria Municipal de Cultura do Rio A APDS/RJ teve seu projeto DIÁLOGOS E MOVIMENTOS contemplado no edital de ocupação do Centro Coreográfico, onde costuma realizar encontros socioculturais, com o apoio da direção daquele equipamento público. O edital não disponibiliza verba, mas permite a cobrança de ingresso para não associados. A instituição também divulga nesta edição a sua programação anual, que inclui atividades educativas, culturais, mostra coreográfica e bailes gratuitos para associados adimplentes. ***

Concurso Dia 27/01 o Jornal Falando de Dança lançou seu já tradicional concurso virtual de fantasias. Foi no baile de nosso patrocinador Parcifal. Muita gente posou no painel do JFD ali montado, mas as fotos também podem ser enviadas por email, facebook ou whatsapp até quarta-feira de cinzas. A foto mais curtida ganhará destaque de capa e diplomação. Mais detalhes no anúncio da página ao lado.

Com um clipe de abertura super bem produzido (na ponte estaiada da capital paulista), cenografia e iluminação hollywoodianas e a eterna rainha dos baixinhos em figurinos de arrasar, o Dancing Brasil estreou dia 17 de janeiro batendo a audiência das edições anteriores e sendo o assunto mais comentado do mundo no Twitter. Além de a plasticidade e a trilha sonora encantarem o público em geral, o juri altamente técnico tem agradado aos iniciados em dança, que comentam com visão mais crítica, sendo, as negativas, relacionadas ao fato de nem sempre as músicas combinarem com os ritmos dançados. No fechamento desta edição, já se divulgava que o segundo programa, dia 31 de janeiro, teria como destaque Xuxa Meneghel dançando no número de abertura. O reality show da tv Record é baseado no Dancing with the Stars da BBC Worldwide, que já vendeu o formato a 53 países. O programa é transmitido ao vivo toda a quarta, 22h30, com os casais apresentando um ritmo a cada episódio. O objetivo das duplas é obter boa pontuação dos jurados (Jaime Arôxa, Fernanda Chamma e Paulo Goulart Filho) e conquistar a simpatia dos telespectadores, que definem o vencedor da temporada. Quatro meses e 13 episódios depois, a personalidade do mundo artístico, esportivo ou da música que ganhar a disputa faturará um prêmio de R$ 500 mil. Já o(a) dançarino(a) profissional que lhe fizer par ganhará um carro zero. As personalidades escaladas para esta terceira edição foram, no elenco masculino, os atores Diogo Sales, Eduardo Pelizzari e Douglas Sampaio; o ex-boxeador Popó; o músico Sebá; o humorista Rodrigo Capella e o empresário Bruno Chateaubriand (este, já eliminado dia 24/01, com Carol Dias); e, no elenco feminino, as modelos Raissa Santana e Bárbara Evans; a apresentadora Geovanna Tominaga; a nadadora Joanna Maranhão; as atrizes Hylka Maria, Isabel Fillardis, Bárbara Borges e a cantora Marina Elali. _________________________Editado por Leonor Costa


12

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

Circulando pelos eventos de apoiadores e patrocinadores

1

2

3

4

5

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

6

7

Iniciando a seção com os registros de Angela Abreu, nossa colaboradora na Zona Norte e na Zona Oeste do Rio. (1) Aniversário da dançarina Marilda de Oliveira Sobrinho, comemorado no Baile dos Amigos. (2) Aniversário da dançarina Alice Silva, dia 22/12, comemorado em baile no Sargento de Cascadura. (3) Aniversário do dançarino Sebastião, dia 20/01, comemorado na mesma data, no Pic-Nic de S. Sebastião. (4) Aniversário da dançarina Lilian Pontes, comemorado dia 19/01, em baile no Sargento de Cascadura. (5) Aniversário de Edson Braz, comemorado em salão de festas. (6) Aniversário da dançarina Cleonice, dia 28/01, comemorado na domingueira da Aspom. (7) Aniversário do dançarino Charles, dia 27/01, comemorado em seu baile, realizado no Clube Brasil Novo. As fotos das coberturas fotográficas de Angela Abreu estão arquivadas nos álbuns de seu perfil no Facebook.

1

2

3

4

Ainda do acervo de Angela Abreu, (1) aniversário da dançarina Rosangela Nascimento, dia 28/01, comemorado na domingueira da Aspom; e (2) aniversário de 68 anos de Lúsima, dia 29/01, comemorado em salão de festas. Na sequência, nosso registro da comemoração dos 85 anos de fundação do clube Humaitá, celebrada em baile especial no clube, dia 06/01. (3) Presidente do clube, Roberto Miranda, e primeira-dama Sirley recebem os amigos Aragão e Parcifal. (4) Roberto Miranda na hora dos parabéns, homenageando a diretoria e o conselho fiscal do clube. Mais fotos no perfil do JFD no Facebook.

1

3

6

5

2

4

Ainda registrando o baile dos 85 anos do clube Humaitá, presidente do clube, Roberto Miranda agradecendo aos aniversariantes que ali comemoraram aniversário (fotos 1 e 2); (3) Roberto e Sirley na hora dos parabéns ao clube; (4) Aragão com o diretor José da Silva (Gorró); (5) Aragão com Solange Dantas e amigos; e (6) Parcifal distribuindo o Jornal Falando de Dança, com Nei, do Canto do Rio.

2

1

3

4

(1) Aragão com os amigos Oswaldo Diniz e Angela Braz, no clube Humaitá. Na sequência, registro de nossa visita ao congresso internacional de zouk, organizado por Renata Peçanha, no Centro Coreográfico, onde visitamos, dia 12/01, as aulas de Renata Peçanha e Jorge Peres (2), do Camacho (3) e do Val Clemente (4), dentre outros. O Congresso Internacional de Zouk agrega aulas, showcase, campeonato e bailes (estes, no Tijuca Tênis Clube).

1

2

3

4

5 (1) Aragão com Lídio Freitas e Monique Marculano e (2) com Rafael Oliveira, dia 12/01, no Congresso Internacional de Zouk da Renata Peçanha. (3) Ainda no Congresso de Zouk, parte da equipe de Renata Peçanha, com Bruna Peçanha e Fernanda Cavalcante ao centro. (4) Aniversário de 59 anos de Leonor Costa, dia 10/01. (5) Reunião da diretoria da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão, dia 21/01.

1

2

6

5

3

7

Dia 21/01 o Clube dos Democráticos comemorou seus 151 anos de fundação com a tradicional missa no hall dos beneméritos, seguida da domingueira dançante. Nas fotos de 1 a 7, registro do evento, com destaque para o brinde de diretores e amigos, pela longevidade desta que é a última sociedade carnavalesca do Rio de Janeiro.

4


ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

Circulando pelos eventos de apoiadores e patrocinadores

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

13

fotografia: Leonor Costa e Antonio Aragão, exceto quando mencionado em contrário

1

3

2

4

5

Dia 17/01, na Casa dos Açores, na Tijuca, Myriam Linhares e Nelson Veloso realizaram mais um bem sucedido almoço dançante “all in” (isto é, tudo incluído: buffet self service, bebidas, sobremesas, bolo para comemoração dos aniversariantes do mês e equi pe de dançarinos, com o animado Enio Baronne garantido a pista cheia). Na sequencia de fotos, (1) os anfitriões; (2) o momento dos parabéns; (3) com assíduas frequentadoras; (4) com Enio Baronne; (5) com grupo de amigas que vieram curtir o baile e o bingo. O próximo evento já está confirmado, para dia 21/02 (sempre terceira quarta do mês), com o carismático Marco Vivan.

1

3

2

4

5

(1) Ainda no baile de Nelson e Myriam, Aragão com os anfitriões. (2) Diretora social do Club Municipal, Bela Bádua, homenageando as capricornianas em seu baile do dia 13/01, dentre as quais, Leonor Costa, editora do Jornal Falando de Dança, que aniversariara dia 10/01. (3) No mesmo evento, Zé Barbosa, band leader do conjunto Aeroporto, e o guitarrista do conjunto, tendo à frente a diretora Bela Bádua; registrando os quarenta anos em que se apresenta no Club Municipal. (4) Reginaldo Gonçalves e Deise Pontes, no baile de aniversário do Parcifal (27/01), (5) No mesmo evento, Aragão com Fabiano Brasil, caracterizado para o concurso de fantasia.

2

3

4

1

5

(1) No baile comemorativo dos 50 anos de fundação da banda Os Devaneios, organizado por Geraldo Lima, dia 19/01, no Club Municipal, os crooners Karina Lirio e Leo Santiago com Aragão, Leo Bumba e Geraldo Lima. (2) No mesmo evento, Geraldo com o vice-presidente do Club Municipal, César Daflon. (3) Aragão e Geraldo com os amigos de Niterói, Roberto Miranda (presidente do club Humaitá), a esposa deste, Sirlei, e a amiga Shirley. (4) Geraldo Lima, Aragão, Carvalho e Mônica. (5) Encerrando a seção, nossa homenagem à dançarina Nicacia, falecida dia 22/01.

Passatempo

1. Nome do professor destaque de capa desta edição. 2. Nome da cidade sobre a qual fala Milton Saldanha, em sua coluna. 3. Nome atual da rua onde ficava nosso primeiro conservatório de dança. 4. Pré nome de nosso novo colunista. 5. Que entretenimento popular havia até 1908 no Campo de Santanna? 6. Dança antiga de baile citada por Maristela, começando com “M”. 7. Sigla da Associação dos Dançarinos de Salão do RJ. 8. Pré nome do promoter em cujo baile foi lançado o concurso à fantasia do Jornal Falando de Dança. 9. Que cultura foi recentemente declarada bem cultural

imaterial do RJ. 10. Pré nome da apresentadora do Dancing Brasil. 11. Que clube comemorou 151 anos em janeiro. 12. Congresso de que dança foi realizado em janeiro por Renata Peçanha. 13. Pré nome da editora do Jornal Falando de Dança. 14. Sobrenome do editor do Jornal Falando de Dança. 15. Pré nome do presidente que fundou Brasília. 16. Como é chamado o baile de tango. 17. Nome do baile que o clube Humaitá promoverá em homenagem às mulheres. 18. Baile temático de Angela Abreu para o mês de julho. 19. Dia 21 de julho é o Dia do... 20. Que clube oferece desconto em baile para associados da APDS. RESPOSTAS, NA ORDEM: ALVARO-REYS // BUENOS-AIRES // FREI-CANECA // MARCEL // TOURADAS // MARZUCA // APDS-RJ // PARCIFAL // HIPHOP // XUXA // DEMOCRÁTICOS // ZOUK // LEONOR // ARAGÃO // JUSCELINO // MILONGA // EMPODERADAS // AMIGOS // DANÇARINO // ASPOM

Teste se você assimilou o que leu aqui (na vertical ou na horizontal)

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  

                                                                                                                                                                 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  

                                                      


14

ANO 11 - Nº 125 FEVEREIRO / 2018

SEGUNDAS Baile da Melhor Idade do Club Municipal Na Tijuca, todas as segundas, das 16 às 20h. Inf.: 2569-4822. Segundas Sem Ressaca Seresta dançante com o tecladista Edimar, no clube Humaitá, Niterói, 19h. Apresentação de Teresinha Lima. Consulte a programação do clube no anúncio da pág. 2. Inf. 99676-0892. TERÇAS Baile da Conceição da Bahia Na Tijuca, geralmente na última terça do mês, baile da academia, com dançarinos. Ligue para confirmar: 2288-2087 / 99679-3628. Tijuca Tênis Clube Ligue para confirmar. Inf. (21) 32949300. Terça dançante da Gaúcha Toda terça, 20h, na churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Baile do Studio de Dança Flávio Marques No Centro do Rio, toda terça, 12h. Inf. 2223-0530 / 9.9745-2305. V. anúncio nesta edição. Baile de tango no Studio Marquinhos Copacabana Às terças, 19h. Inf. 981-795-710. Baile do Trabalhador Dia 01/05, 16h, no Club Municipal, com banda Novos Tempos. Org. Valdeci de Souza. V. anúncio nesta edição. QUARTAS Quarta dançante na Gaúcha Toda quarta, 20h, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 25582558. Dançando na Quarta Na Tijuca, Casa dos Poveiros. Inf. 25784361 / 7830-3009. Quartas Democráticas Na Lapa, toda quarta, no Clube dos Democráticos, forró ao vivo. Inf. 22524611. Baile dos Amigos da Dança, na Taquara Toda quarta, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Baile do Almoço No Centro do Rio, toda quarta, 12h, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 22234066 / 9-8780-2223. Quarta dançante no Mauá (SG) Baile beneficente mensal, com dançarinos, geralmente na primeira quarta-feira do mês, org. prof. Genilton. Inf. 973-538170. Almoço dançante na Tijuca Na terceira quarta-feira do mês, almoço com tudo incluído e equipe de dançarinos, na Casa dos Açores. Org. Nelson Veloso (97007-4392) e Myriam Linhares (99962-0759). Próximo agendado: 21/02, com Marco Vivan. V. anúncio nesta edição. QUINTAS Tango Gala Em Copacabana, baile mensal de tango, na Academia Alvaro Reys. Inf. 25470861. Quinta dançante da Gaúcha Em Laranjeiras, toda quinta, na Churrascaria Gaúcha, com opção de dançarinos de ficha. Inf. 2558-2558. Bailinho do Clube do Rocha No CSSE, na segunda quinta-feira do mês, com equipe de dançarinos (sist. ficha). Inf. 3256-5833 / 9.6423-7917. Bailes da Integração Em Madureira, Casa Elandre, org. Sidnei Amorim (97109-1666) e Célia Mendes (97599-3321). Ligar para confirmar. Almoço dos Aposentados do Club Municipal Na Tijuca, 1ª quinta-feira do mês, 12h,

Roteiro de eventos de patrocinadores e apoiadores música ao vivo com almoço. Inf. 25694822. Baile da Ac. Luciana Santos Última quinta-feira do mês, 17h, com dançarinos. V. anúncio da academia publicado nesta edição. Inf. 9-9986-7749. SEXTAS Baile da C. D. Carlinhos de Jesus Em Botafogo. Inf. 2541-6186 Baile da Cachanga do Malandro (Carlos Bolacha) Na Lapa. Inf. 3647-1006 / 97916-0141 (Tim) Baile da Ac. Cristiano Pereira Em Bonsucesso. Inf. 3868-4522. Casa dos Poveiros Na Tijuca. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Sexta Carioca na Gaúcha Em Laranjeiras, com dj Betinho tocando o melhor de todos os ritmos. Inf. 25582558. V. anúncio nesta edição. Milonga Xangô Na Lapa. Inf. 3970-2457. Espaço Dança Comigo No Estácio, toda sexta (antiga ac. Caio Monatte). Inf.2273-4346. Baile X No Centro do Rio, última sexta do mês, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 2223-4066. V. anúncio nesta edição. Happy Hour do CASS No Estácio, grátis, baile mensal do Clube do Servidor Municipal, geralmente na 1ª sexta-feira do mês. Inf. pelo email nodadanca@gmail.com. Casa de Viseu Em Vila da Penha. Inf. tel.3391-6730. Sexta dançante no sobrado Em Pilares, toda sexta, baile do Studio de Dança Henrique Nascimento. Inf. 38997767 / 7706-0217. Pagode do Municipal Na Tijuca, geralmente às sextas. Inf. 2569-4822. Seresta dançante no Canto do Rio, Niterói Todas as sextas. V. programação do clube na página 2. Inf. 2717-5023. Sexta Nobre no Municipal Dia 02/03, 20h, com Os Devaneios. Prod. Geraldo Lima. Inf. 2527-2300. Orquestra Tabajara no Club Municipal Dia 16/03, 16h, comemorando os 41 anos do programa Show do Antonio Carlos. Org. Geraldinho dos Clubes, inf. 25272300 / 98874-0012. Bailes da Angela Abreu Sexta, 19h30, na Aspom: 11/05 (Baile das Mães, banda Alto Astral); 20/07 (Baile do Amigo, banda Novos Tempos); 10/08 (Baile dos Pais, banda Alto Astral. Baile de aniversário da promoter: ver domingo, dia 02/12. V. anúncio nesta edição. Inf. 99973-1408. SÁBADO Baile do Núcleo de Dança Amantes da Arte No Méier, 2º sábado do mês. Lotação limitada, ligar antes. Inf. 2595-8053 / 98142-5371 (Cláudio Almeida). Bailes na Escola Jaime Arôxa Botafogo Todos os sábados: 1º sábado: Rastapé & Batucada; 2º sábado: Tum & Tum; 3º sábado: zouk; 4º sábado: Milonga Carioca. Inf. 2542-2040. V. anúncio nesta edição. Sábado Especial na Gaúcha Em Laranjeiras, com duas bandas, todo sábado, 20h, na Churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Zouk Explosion na academia Lídio Freitas Baile mensal. Inf. 2565-6253. Baile dos Sonhos Dourados Na Taquara, todo sábado, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá, com grupo Som e Vozes. Dançarinos grátis. Inf. 2423-3585.

Bailes no Espaço F (Freguesia) Freguesia, Jacarepaguá. Inf.: 9-87020078. Baile da Melhor Idade, em Mesquita Todo segundo sábado do mês, no Espaço de Dança R & A, do prof. Reginaldo. Inf. 9-7650-2746 / 9-8809-3888. Bailes do Clube das CelebrIdades. Inf. 2257-3898 / 99777-1338 / 985677874. Baile aula mensal no Catete Das 10 às 12h30. Realização: Elis de Jesus. Inf. 98907-2770. Bailes no Clube Humaitá, Niterói V. anúncio com a programação do clube, na pág. 2. Inf. 98787-0068. Baile de flash back no Club Municipal Geralmente no último sábado do mês, ligar para confirmar. Inf. 3528-8966. Encontro de djs na Casa Elandre Dia 24/02, a partir das 14h, com 6 djs e part. da banda Milênio, com 6 horas de baile sem parar. Inf. Paulinho da Fusão, tel. 99594-0952. V. anúncio nesta edição. 1º Baile das Empoderadas Dia 10/03, 20h, no clube Humaitá, com conjunto Os Devaneios, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. V. anúncio com a programação do clube, nesta edição. Inf. 98787-0068. Baile da Amizade no Clube Paratodos da Pavuna Dia 07/04, 19h, com banda Alto Astral. Inf. Geraldo Lima tel. 2527-2300. DOMINGOS Domingueira do Canto do rio Centro de Niterói, todo domingo, 19h, com banda ao vivo. Inf. 2717-5023. V. programação das bandas no anúncio da pág. 2. Dançando à beira da piscina, em Niterói Tempo permitindo, no clube Canto do Rio, 13h. V. programação do clube publicada nesta edição. Inf. 2717-5023. Domingueira Democrática Na Lapa, todo domingo, 20h, com banda ao vivo. Inf. 2252-4611. V. anúncio nesta edição. Domingueiras do Club Municipal Na Tijuca, das 13 às 19h. V. anúncio nesta edição. Inf.: 2569-4822. Domingueiras Casa da Vila da Feira Na Tijuca, 13h, almoço social com música ao vivo. Atenção: evento quizenal, ligue para confirmar data, tel. 2293-1542. Domingueira da Aspom Em Piedade, todo domingo, 18h: Os Devaneios (1º domingo); Alto Astral (2º e 5º domingo); Novos Tempos (3º domingo) e Estação Rio (4º domingo). Inf. 25963974. Domingo dançante na Gaúcha Em Laranjeiras, todo domingo, 20h, na Churrascaria Gaúcha, dj tocando todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Forró é na Ariapó Na Taquara, todo domingo, 18h, grupos de forró ao vivo no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Domingueira Jaime Arôxa Tijuca Inf. 7856-5288 / 2565-6253. Gafieira Elite No Centro do Rio, Domingueira da Paulinha, todo 1º e 3º domingo do mês, com dj Paulinha Leal. Inf. 2232-3217. Baile de tango na Ac Jimmy de Oliveira No Catete, 3º domingo, org. Márcio Carreiro. Inf. 2264-6044. Ligue para confirmar. Domingueira na Ac Jimmy de Oliveira Inf. 2285-6920 / 9-9476-8130. Ligue para confirmar. Baile no Horto do Fonseca

Baile mensal gratuito, das 11 às 14h, no Horto do Fonseca, em Niterói. Realização: Amazonas Dance. V. anúncio na pág. 16. Baile do Brilho Dia 24/02, 19h, na Aspom, com banda Alto Astral e dj Middas, comemorando o aniversário da Karla Falcão. V. destaque de capa. Inf. 96458-7280. Almoço dançante no CSSE Dia 11/03, 13h, marcando o lançamento do CD do cantor Aldo Jesus, com show de vários artistas convidados, v. anúncio nesta edição. Inf. 99643-9659 (Elzany). Baile de aniversário da amiga Angela Dia 02/12, 18h30, na Aspom, com banda Novos Tempos. V. anúncio nesta edição. Org. Angela Abreu, tel. 99973-1408.

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS E DJ’S PATROCINADORES/APOIADORES:

Conjunto Aeroporto Inf. 2280-2356 / 9-9994-5580, Sr. José. Banda Brasil 10 Inf. (21) 2570-0336 / 9-9445-5131 (Fabiano Brasil). Banda Brasil Show Inf.: (21) 2691-7294 / 9-9667-1814. Banda Caribe Inf. (21) 2508-1315 (Antonio Carlos). Banda Cassino Brasil Inf. 2427-0861/7819-3214 Banda Copa 7 Inf.970-282-293 Banda Estação Rio Inf. (21) 21438891 / 97447-2795 / 9.6434-2581 / 9.6411-0121. Banda Holiday Inf. (21) 3371-4239 / 9-9664-1080 (Paulo) Banda Lua Nova Rio Inf. (21) 9-86661864 / 9-7649-9548 / 986.589.867 (Daniel). Banda Milênio Inf. Larissa Pimenta: 9.6990-9789 e 9.7646-4857. Banda Novos Tempos Inf. (21) 36249446 / 9-9727-2195 / 9-8276-3300 (Robson). Conjunto Os Devaneios Inf. (21) 99365-4362 (Jorge) / 2762-0069 (Luiz) Banda Paratodos Inf. Toninho Moreira, tels. (21) 34774308 / 964-779-022. Banda Pérolas Inf. (21) 3178-3369 / 9-9956-7278 (Aldair). Banda Phenix Inf. (21) 9-9390-3475 / 2482-4911 / 7731-2474 (Ruan Carlos) Banda Resumo Inf. (21) 2462-5080 / 9-8289-9287 / 9-7363-9927 (Emerson Ribeiro). Banda Rio Balanço Inf. (21) 30722500 / 99464-0953 (Washington) Banda Rio Postal. Inf. (21) 3018-3087 / 97022-6025 (Cosme); 97026-9367 (Rogério). Banda Shock Casual Inf (21) 34069367 / 9-8611-3154 Banda Sol & Mar Inf. (21) 2225-6925 / 9-8769-9980 (Fernando). Grupo Som e Vozes Inf. (21) 27572564 / 9.6434-3243. Banda Status Rio Inf. Zeca Teixeira 3793-4415 / 981309552; 7837-2144 (Janete); (21) 37626535 (Ilsa). Grupo Trinidance Inf: (21) 9-98549827. W. P. Show Inf: (21) 2596-4786 / 97122-5528 (Sidnei). DJ Cícero Souza Inf. (21) 98836-4492 DJ Evando Santos Inf. (21) 988123188 DJ Fabiano Silva Inf. (21) 7723-0745 DJ Fábio Marques Inf. (21) 7804-5051 / 9.9304-6717. Dj Guisner Inf. (21) 2260-1332 / 9-9732-3594. DVJ Luiz Carlos Alves Inf. (21) 97000-1034 Dj Pedrada Inf. (21) 9-9775-2102 DJ Renato Ritmus Inf. (21) 9-96921752. DJ Renatinho Inf. (21) 7866-2721 / 99682-6671 / 9-9236-6513. DJ Tom Silva Inf. (21) 98390-9550 DJ Viviane Chan Inf. tel (21) 9-94629322. DJ W Negrão Inf. tel (21) 9-90227905.

Banda Alto Astral Inf. (21) 3762-2669 / 9-6458-7280. V. anúncio nesta edição. Acompanhe a atualização da agenda pelo facebook. Já agendado para FEVEREIRO: (02) Sargento de Cascadura (baile à fantasia); (03) Club Municipal; (04) Democráticos; (05 a 16/02) recesso de Carnaval e férias da banda; (17) CIB; (18) Canto do Rio; (23) Poveiros; (24) Aspom.

LIGUE PARA CONFIRMAR Programação sujeita a alterações. Ligue antes! Informe ao promotor onde viu a dica, ajudando-nos a comprovar a utilidade desta seção. Seja um de nossos patrocinadores e tenha seu roteiro inserido aqui. Inf. (21) 2551-3334 / 9-9202-6073 (Claro) / 991.228.077 (Whatsapp). Atenção! Não somos responsáveis por alterações na programação.

AVISOS, SHOWS, PASSEIOS, MOSTRAS, FESTIVAIS, COMPETIÇÕES, TEATRO, WORKSHOPS, CURSOS e outros: Bailes de Carnaval do Canto do Rio Com banda de Carnaval. Dia 03/02, Baile da Tropicália, 22h; dia 08/02, Baile à Fantasia, 22h; dia 10/02, desfile do Bloco do Cantusca. V. anúncio nesta edição. Inf. 2717-5023. Baile infantil de Carnaval do Club Municipal Dia 11/02, 15h, no salão nobre. V. anúncio nesta edição. Inf. 2569-4822. Bloco Arrasta Tudo (Club Humaitá) Dia 13/02, com banda El Carybe. Concentração em frente ao clube às 11h e saída às 13h. Veja a programação do clube no anúncio nesta edição. Inf. 98787-0068. Concurso Virtual de Fantasia do Jornal Falando de Dança Divulgação do resultado dia 22/02, no perfil do jornal no Facebook. Saiba como participar lendo o anúncio nesta edição. 47ª Excursão e Pic Nic Show, à Fazenda Sonho Meu, em Xerém Dia 15/04, com várias atrações, incluindo baile com as bandas Alto Astral e Estação Rio. V. anúncio nesta edição. Inf. com Luiz Batalha, tel 97029-3103 (whatsapp). EVENTOS EM OUTRAS CIDADES E ESTADOS (consulte também a programação das bandas e djs) NITERÓI / SÃO GONÇALO / ALCÂNTARA Ver programação por dia da semana. MARICÁ / RJ Bailes Moreira Studio de Dança. Inf. 98744-6884. Ligue para confirmar. ITABORAÍ / RJ Noites dançantes com música ao vivo no Esporte Clube Comercial de Itaboraí, todas as quintas, 19h30. Inf. 2635-2333. Ligue para confirmar. RIO DAS OSTRAS / RJ Bailes do grupo Renascer, na rua Renascer da Terceira Idade, Jd. Campomar. Inf. (22) 2764-6700. NOVA IGUAÇU Toda sexta, baile na casa de shows RioSampa. Inf.2667-4662 DUQUE DE CAXIAS Bailes da academia de dança ESCADAS. Inf. 9-9968-7622 (João Batista).


Banda

ALTO ASTRAL Denise Abrantes

(21) 3762-2669 | 9.6458-7280 APDS

ASSOCIE-SE

Convite

DANÇA DN E ÇS AA LDÃE OS A L Ã O DA

PROJETO DIÁLOGOS E MOVIMENTOS ETIQUETA NO SALÃO DOMINGO | 18 MARÇO | 10H | TIJUCA Pré inscrições abertas pelo email apdsdorj@gmail.com

Palestra | debate | estudos de movimentos | prática Prof. Sérgio Castro e convidados Algumas abordagens: comportamento no salão, ontem e hoje; dress code; sentido do deslocamento; como agir em bailes lotados; condução perigosa; protagonismo do condutor e do conduzido; movimentos de desvio, retorno e espera. Investimento: R$ 40 inteira e R$ 20 meia* Sérgio Castro é *grátis para associados profissional da dança adimplentes. com registro no

Av. Presidente Vargas, 583 Salas 2206/2207 CEP: 20071-003 Centro | Rio de Janeiro tel. (21) 2224-5913 2531-7541 9 8478-1944

CONCEF e CREFRJ, diretor de escola de dança e Conselheiro Fiscal da APDS/RJ

JMCOM

www.capezio.com.br

contato@spdrj.com.br

$& ¸$! &z” A

ANJO R R &

S

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 15 - ed. 125 - FEVEREIRO / 2018 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

JUNTOS, SOMOS FORTES

Somos uma associação civil de direito privado, de caráter sociocultural, sem fins lucrativos, regida por estatuto, que tem por objetivo promover, apoiar e divulgar a cultura da dança de salão e proporcionar a seus associados qualificação, cultura e lazer. Siga-nos no Facebook ou em www.apds-rj.blogspot.com.br Tel. (21) 99723-7372 - Email: apdsdorj@gmail.com

CIA

CONHEÇA A LINHA COMPLETA NO SITE

TAMBÉM À VENDA NAS LOJAS CAPÉZIO DE TODO O BRASIL

PRONTA ENTREGA PELO SITE www.arranjosecia.com/loja

Elaboramos peças exclusivas, consulte-nos: (11) 2331-6633 / 9.9529-0273

%FVTÏåFM


ASPOM

FAZENDA SONHO MEU

15 ABR

Estr. Rio de Areia 1894, Xerém - tel. 2661-3259 / 99914-8441

DOM 47ª Excursão & Pic Nic Show O MAIS TRADICIONAL DO RIO - EDIÇÃO 2018

das 9h às 17h

BAILAÇO C/AS BANDAS

ALTO ASTRAL ESTAÇÃO RIO

Ônibus saindo de vários bairros do Rio, Baixada e Niterói às 6h da manhã, Império Serrano às 7h

Entrada liberada de alimentos

PAGODÃO / O GRUPO

ASSIM SOMOS NÓS

Levar grelha p/ churrasco

ATENÇÃO! Bebidas não entram

CLEVE

TUDO ISSO EM 2 AMBIENTES

LUIZ

96494-5600 97029-3103

PINTA

BAILE DE MPB E FORRÓ COM

RIBAMAR DOS TECLADOS DJ JAMILTON TOCANDO TODOS OS RITMOS Lazer total: parque aquático, com 4 piscinas, toboágua, churrasqueiras, passeio a cavalo, banho de cachoeira, enfermaria, salão de jogos, chalés, restaurante, quiosques, brinquedos para crianças, 2 salões de baile

ROBERTINHO ÍNDIO

99020-2201 97521-5184

96653-9839

Realização: Grupo Excursões e Eventos

Apoio

10 AGO

CONVIDAM

S O D E L I BA

PAIS

ALTO ASTRAL

ed 2018

apoio:

ingressos antecipados c/ desconto

R. D. Hélder Câmara 8484 - Piedade

Inf.: 3017-0953 / 9-7679-4093 / 9-9973-1408

2 DEZ

ASPOM

E AMIGA ANGELA

DOMINGO 18H30

CONVIDAM

aniversário da

AMIGA ANGELA

BANDA

NOVOS TEMPOS

Traje esporte fino

apoio:

Realização Angela Abreu

ingressos antecipados c/ desconto

Inf.: 3017-0953

9-7679-4093 / 9-9973-1408 . R. D. Hélder Câmara 8484 - Piedade

Reúna seu grupo que vamos até você, e est apresentaro! negóci

DO FONSECA NITERÓI

DOMINGO

Realização:

11h às 14h

Apoio Cultural:

AULAS DE SAMBA NO PÉ TURMAS NOVAS: DANÇAS DE SALÃO TERÇA E QUINTA DAS 18H ÀS 19H ZOUK E SALSA ÀS TERÇAS DAS 20H ÀS 21H

BANDA

Traje Esporte fino

BAILE no Horto

25/02

sexta 19h

Neste Carnaval, desfile com nossos calçados! Vários modelos e cores para combinar com sua fantasia!

Tenha uma renda extra fazendo o que você já faz, compras em um supermercado!!!

ADESÃO AQUI com Gustavo Loivos

Veja o vídeo no APRESENTAÇÃO DE NEGÓCIOS SCI | OFICIAL 2018 (versão 4.0) (27:09 min)

TEMOS MOTOBOY

CONSULTE-NOS SOBRE O FRETE

DESCONTOS DE ATÉ 20% NA LINHA BOUTIQUE PARA ASSOCIADOS APDS / SPDRJ

AMAZONAS DANCE: DANÇAS DE SALÃO | AULAS | COREOGRAFIAS | CONTRATOS PARA BAILES Inf.2613-3276 / 9-9307-2736 RUA VISCONDE DE ITABORAÍ 365 - CENTRO DE NITERÓI - RJ (ESQ. C/ R. MARECHAL. DEODORO) site: www.amazonasdance.wix.com/escoladedanca

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 16 - ed. 125 - FEVEREIRO / 2018 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

EVS PARCIFAL

R. Feliciano Sodré, 149 s/101 tel. (21) 2607-7777 / 964377505 São Gonçalo - RJ Curta minha fanpage Em breve, muitas novidades

E AMIGA ANGELA

JFD 125  

Jornal Falando de Dança, edição 125, fevereiro/2018

JFD 125  

Jornal Falando de Dança, edição 125, fevereiro/2018

Advertisement