Page 1

Edição nº 100 - Ano IX

JAN/2016

Fundado em 12 de outubro de 2007 - www.jornalfalandodedanca.com.br

O prof. de dança Marcelo Grangeiro e a atriz Viviane Araújo foram os primeiros colocados no quadro “Dança dos Famosos”, do Domingão do Faustão. Saiba como ficou a classificação final nesta edição O programa de fomento da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro em 2016 será precedido de um amplo debate, nos dias 25 e 26 de janeiro, no Memorial Municipal Getúlio Vargas, na Glória. Todos os artistas, produtores e demais fazedores de cultura interessados em contribuir com essa conversa de grande relevância devem anotar essa data na agenda. O JFD apoia esta iniciativa e espera a presença dos profissionais e produtores da dança de salão

Destaque de capa:

Alvaro Reys

Professor e coreógrafo faz um balanço de suas atividades em 2015 e anuncia seu próximo espetáculo de dança

Colaboraram nesta edição: Angela Abreu, Antonio Aragão, Leonor Costa, Marco Antonio Perna, Maristela Zamoner e Milton Saldanha

ASPOM E AMIGA ANGELA APRESENTAM R. D. Helder Câmara 8484 - Piedade

DIA 06/05 - BAILE DAS MÃES BANDA ALTO ASTRAL DIA 22/07 - BAILE DO AMIGO BANDA NOVOS TEMPOS DIA 12/08 - BAILE DOS PAIS BANDA ALTO ASTRAL

RESERVAS:

APOIO:

DIA 02/12 - MEU ANIVERSÁRIO BANDA NOVOS TEMPOS

3017-0953 99973-1408 97679-4093

arte: Jornal Falando de Dança

Anette Alencar

Especial desta edição: como uma reunião de chefes de Estado, há 200 anos atrás, contribuiu para disseminar pelo mundo a valsa, raiz das atuais danças sociais

REALIZAÇÃO:

Edição 100 JAN / 2016

00100

ISSN 2237-468X

9 772237 468007

Dança Falando de

- 2717-5023 (Secretaria)

22

SEX

E OS ANIVERSÁRIOS DO MÊS DE JANEIRO

CONJ. AEROPORTO

4h + 1h= 5 horas de baile!

E BIG SHOW

PREMIAÇÃO PARA MAIOR GRUPO FANTASIADO E PARA FANTASIA MAIS CRIATIVA (INDIVIDUAL E GRUPO) DISTRIBUIÇÃO DE BRINDES Inf. 2704-6915 9.9733-4111 BOLO | SORTEIOS APOIO:

REALIZAÇÃO:

VÂNIA CORTES

JORNAL FALANDO DE DANÇA ROTARY CLUBE SG-PARAÍSO CASSINO DA DANÇA BIRA NITERÓI | HERBALIFE CRISTIANO PRAXEDES

Até 15 de janeiro de 2016, mesa antecipada com 4 convites = R$ 80,00. Após, R$ 100,00

Lançamento Concurso virtual de fantasias do Jornal Falando de Dança - edição 2015


HUMAITÁ ATLÉTICO CLUBE

RUA GUIMARÃES JUNIOR 20 - BARRETO - NITERÓI - t. 9-8787-0068 Administração Roberto Maurício Miranda

COMEMORE SEU ANIVERSÁRIO CONOSCO!

SALÃO SOCIAL

ÁREA DA PISCINA

arte:Jornal Falando de Dança

DOMINGUEIRAS - 19H

TODO FINAL DE SEMANA MÚSICA E BANHO NOTURNO

03/01 - AEROPORTO 10/01 - COPA 7 17/01 - W. P.SHOW 24/01 - OS DEVANEIOS 31/01 - SOL E MAR

SEXTA

08 JAN 21 H

traje esporte fino

PINTA E BORDA! CENTRO DO RIO: R. ALFÂNDEGA, 308 TEL: (21) 2232-6933 CENTRO DE NITERÓI: R. DA CONCEIÇÃO, 38 tel.: (21) 3619-4083

DANÇARINOS GRÁTIS

Comemore seu aniversário conosco!

AGRADECIMENTOS:

Helênico Atlético Clube

Baile do Nelson e Delfina

Rua Itapiru 1305 - Rio Comprido - tel. 2502-1694

INGR: R$ 17 C/DIREITO A UMA CARTELA DE BINGO MESA GRÁTIS - ESTACIONAMENTO R. D. HELDER CÂMARA 8484

M O P S A DOM | 18H30 EM JANEIRO

www.haddaduniformes.com.br

FECHANDO COM MUITA ALEGRIA O CARNAVAL DA ZONA NORTE DE NITERÓI Concentração no Clube, às 11h - saída 13h

ADMINISTRAÇÃO RODNEY MELO - TRIÊNIO 2014 / 2016

email: helenicoeventos@gmail.com Administração: Gilka Campos e Dr. Miguel Estima

ARTE / APOIO

apoio:

Realização: Geraldo Lima Produções

Almoço a partir das 13h com música ambiente

03 - BRASIL SHOW 10 - ALTO ASTRAL 17 - NOVOS TEMPOS 24 - PARATODOS 31 - ALTO ASTRAL

13h - abertura do salão com música ambiente 16h às 20h - música ao vivo conforme abaixo:

Contatos:

(21) 3274-2380 | 9-9623-8985 (Delfina) 9-9174-9240 (Nelson)

SÁB 09 JAN - ALTO ASTRAL SÁB 16 JAN - STATUS SÁB 23 JAN - PARATODOS SÁB30JAN-NOVOS TEMPOS

Noite do preto e do brilho

traje preto ou com brilho não obrigatório

Quarta-feira, 27 de janeiro, 20h Música ao vivo com Tuca Maia e dj Murilo Olympico Club, Copacabana R. Pompeu Loureiro 116 - 4º andar (metrô Cantagalo) Reservas: (21) 2295-6892 / 9.8212-2969

SÁB 09 JAN ALTO ASTRAL HOMENAGEM À MELHOR BANDA 2015

COMEMORE SEU ANIVERSÁRIO CONOSCO!

Carlinhos Maciel e Glorinha Telles convidam

Bernardo Garçon

Conj. C PA 7

+

TERÇA-FEIRA GORDA | 09 FEV TRADICIONAL BLOCO ARRASTA TUDO

* permitido sapatênis | Faixa etária: 18 anos

Agradeço a todos que em 2015 apoiaram e prestigiaram meus eventos! Saúde e prosperidade em 2016 são os votos de

83 ANOS DE GLÓRIAS

CARNAVAL 2016

TRAJE ESPORTE FINO (CALÇA SOCIAL E SAPATO*)

apoio:

PERSONALIZE SEU GRUPO

Mesa antec. c/ 4 conv: R$ 80 - ingr indiv.: R$ 25

ASSOCIADOS: ENTRADA FRANCA

DIA DIA DIA DIA DIA

QUER APARECER?

BAILE DE ANIVERSÁRIO DO HUMAITÁ

TODAS AS QUINTAS

Esporte Clube Comercial

SUPER NOITES DANÇANTES COM MÚSICA AO VIVO

ÀS 19H30 TEL. 2635-2333 Itaboraí

facebook / eccomercialitaborai

Bailes:

1º 2º 3º 4º

sábado sábado sábado sábado

| | | |

Rastapé & Batucada Tum & Tum Zouk+ Milonga Carioca

Espaço de Dança Adriana Gronow & Paulinha Leal R. Arnaldo Quintela 22 - tel. 2542-2040

FAIXA ETÁRIA 18 ANOS traje esporte fino

Escola de Dança

Botafogo

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 02 - ed. 100 - JANEIRO / 2016 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

- 2717-5023 (Secretaria)


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

ANO 9 - Nº 100 JANEIRO / 2016

3

Destaque de capa

Álvaro Reys Professor e coreógrafo faz um balanço de 2015 e fala de seu novo espetáculo de dança Já virou tradição: todo início de ano Álvaro Reys faz um balanço de suas atividades no Jornal Falando de Dança. E o balanço de 2015 foi muito bom no campo profissional e de aprendizado. “Em maio, fiz minha primeira longa turnê pelos Estados Unidos, ministrando aulas de ritmos brasileiros em diversas cidades americanas. Dirigi um show brasileiro e participei de outro, em Berkely, ‘Celebrate Brazilian Independence Day’. Nesta cidade, dei aulas de samba de gafieira com Ananda Mesquita, a Fernandinha, filha da Rachel Mesquita. A convite da Smokebrush Foundation e de Luciana da Silva, estive no Colorado, onde ministrei aulas de samba no pé e participei do show Viva Brasil. Em junho, a convite da Brasart, participei do ‘Brazilian Day Festival 2015’, em Berkeley, dirigindo a parte de samba e me apresentando. Em agosto, estive em São Francisco, Califórnia, ministrando aulas no ‘Brazil Camp’ pela quinta vez”, contanos Álvaro, que também viajou muito pelo Brasil. “Destaco principalmente as oficinas de dança que ministrei em Curitiba, Uberlândia, Macapá e Maringá”. Nos intervalos das viagens, Álvaro continuou desenvolvendo seus trabalhos regulares em sua academia de dança em Copacabana e teve a satisfação de ver emplacar mais um aluno do projeto Alvinhos Dance como primeiro colocado na Dancinha dos Famosos 2015 - o dançarino mirim Wesley Monteiro, que fez par com a atriz Mel Maia. “O trabalho da profª Rachel Mesquita e equipe com essas crianças é maravilhoso, uma referência em dança de salão infantil sem dúvida alguma. Sempre lhe agradeço a oportunidade de poder desenvolver com ela este projeto. Foram quatro edições do Dancinha com a participação das crianças do Projeto Alvinhos Dance e nas quatro edições nos sagramos campeões”, orgulha-se Álvaro, agradecendo não só à professora Rachel Mesquita como também à toda sua equipe, a seus alunos, aos colaboradores e à sua sócia Norma Carola. “E às minhas contratantes nos Estados Unidos, Conceição Damaceno (Conceição Baiana), em Berkeley; Marsea, em Santa Cruz; e Luciana da Silva, no Colo-

rado. Aproveito a oportunidade para registrar aqui meu agradecimento a Jurandyr Nascimento, que me apresentou a dança de par”. Sobre 2016, Álvaro Reys fala dos preparativos para a estreia de seu novo espetáculo, “Sambroadway”: “como o nome indica, será no estilo da Broadway, uma sequência de esquetes musicais, em que apresento coreografias inéditas minhas, além dos trabalhos da minha equipe e de convidados. Também como em 2015, vou demonstrar meus dotes como master chef, preparando um cardápio especial para servir antes do espetáculo”, brinca Álvaro, lembrando que culinária é um hobby que curte muito. “Ainda na academia, estou com novas turmas em formação e estou muito feliz em voltar a dar aulas com Rodrigo Nascimento e Michelle Barreto - por sinal, ex-alunos do projeto Alvinhos Dance. Além disso, tenho muitas viagens agendadas. Sem dúvida o fato de eu ter sido campeão na edição 2008 da Dança dos Famosos, do Faustão, ajudou a De acervo pessoal: cartazes dos dois me tornar conhecido e espetáculos em que teve participação especial, recebo muitas proposdurante a turnê por cidades americanas; cartaz do congresso de samba do qual participará, tas profissionais. E conna França; e Alvaro Reys em espetáculo de tatos são fundamentais. danças brasileiras, no Colorado, EUA. Em abril, por exemplo, estarei em Lyon (França) inaugurando, como padrinho, o Centro Serviços: Cultural Brasileiro, de uma ex-aluna mi- Ac. de Dança Alvaro Reys nha, a Stéfhanie. Lá darei dez dias de au- R. Barata Ribeiro 271, solas de samba de gafieira e participarei do brado - Copacabana - Tel 2547-0861 Samba Congress, uma versão internacio- SITE: www.alvarosdance.com.br nal do Samba Maníacos. Também planejo minha próxima turnê pelos Estados UniAtividades: aulas em grupo ou particudos, já garantida a minha parcipação no lares de danças de salão; aulas de sapaBrazil Camp 2016. Estou adorando minha teado; cursos especiais de tango, salsa, carreira internacional”, finaliza. zouk, forró e samba no pé; dança de ______________ salão infantil (Projeto Alvinhos Dance); Por Leonor Costa

bailes; equipe de dançarinos para shows

Vera Lucia D. M. M. Baptista

Psicóloga Clínica CRP 05/8155

Tel.: (21) 2280-7871 / 9.9975-0807 R. Conde de Bonfim 255 s/611 - Tijuca - Rio de Janeiro Email: veraluciarj02@yahoo.com.br

e eventos; vídeo-aula Balança CorreCorre; aluguel do espaço para eventos. SAMBROADWAY: espetáculo de dança concebido e dirigido por Álvaro Reys, estreando em fevereiro, com Álvaro Reys e convidados. Local: Academia de Dança Álvaro Reys, R. Barata Ribeiro 271, Copacabana (detalhes na próxima edição).

Casa da Vila da Feira convida ALMOÇO DANÇANTE

Aos domingos, a partir das 12h, no salão nobre Cardápio variado | doces portuguesas | música ao vivo R. Haddock Lobo, 195 - Tijuca - reservas: 2293-1542


4

ANO 9 - Nº 100 JANEIRO / 2016

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Mensagem ao leitor Esta publicação marca não somente o início de 2016, mas também a centésima edição do Jornal Falando de Dança. Em época de crise econômica e dificuldades há tempos enfrentadas pelo segmento cultural da dança de salão, isso é para nós uma grande conquista. Atribuída, conforme já mencionamos nesta seção na edição passada, aos incentivos de leitores, colaboradores, apoiadores e mantenedores, a quem, mais uma vez, agradecemos. Iniciando o ano, damos continuidade à série de matérias que objetivam enriquecer a historicidade da dança de salão, com os artigos de Leonor Costa e Maristela Zamoner. Leonor Costa nos conta como o Congresso de Viena, realizado após a derrota de Napoleão, deu o impulso que faltava para a valsa quebrar a resistência que vinha enfrentando nos nobres salões e se tornar soberana dos bailes, condenando ao ostracismo as danças de salão de pares afastados, como o minueto. Já Maristela Zamoner aborda o mesmo tema, valsa, porém dentro do foco de suas pesquisas em periódicos brasileiros do século 19, reproduzindo interessante trecho que não deixa de ser bastante atual. Já Marco Antonio Perna brinda-nos com mais uma de suas crônicas da coletânea Causos da Dansa, enquanto Milton Saldanha discorre sobre a sensação prazerosa de dançar a dois. Antonio Aragão escreve sobre as

eleições para o Conselho Estadual de Política Cultural, que ainda não terminaram - gancho, também, de duas notas na seção “Fique por Dentro”. Seção esta que, de forma bem condensada, coloca o leitor a par de assuntos relevantes para o segmento da dança de salão. Por fim, nesta edição procuramos reproduzir o maior número possível das mensagens recebidas de leitores. Há algum tempo atrás fizemos um apelo para que os leitores se manifestassem a respeito do jornal e do seu conteúdo, então, não poderíamos iniciar mais um ano de trabalhos sem publicar as mensagens daqueles que atenderam à nossa solicitação. Por falta de espaço, muitas deixaram de ser publicadas neste número, mas daremos continuidade na próxima edição. Pelo mesmo problema (falta de espaço), nossa popular seção “Circulando” só englobou os eventos cobertos por nós até o dia 10 de dezembro. Mas os leitores não precisam esperar pela próxima edição para ver nossos registros fotográficos: é só acessar o perfil do Jornal Falando de Dança no Facebook e clicar na opção “fotos” e, em seguida, “álbuns”. Se possível, deixem uma mensagem nos álbuns, para que possamos avaliar a utilidade deste nosso serviço. Boa leitura. _____________ Equipe do Jornal Falando de Dança.

NESTA EDIÇÃO 8 Destaque de capa: Álvaro Reys 8 Pág. 3 :: Entrevista com Álvaro Reys 8 Pág. 4 :: Mensagem aos leitores; Mensagens dos leitores; expediente 8 Pág. 5 :: Fique por dentro :: Eleições para o Conselho Estadual de Política Cultural:: Milton Saldanha lança novo livro :: Resultado da Dança dos Famosos :: Bailes em prol de Carlos Bolacha:: Sobre a Associação Atlética Vila Isabel :: Notas de Falecimento 8 Pág. 6 :: Marco Antonio Perna: Papa Anjo :: Milton Saldanha: O prazer dos bailes :: Antonio Aragão: Com cara de tacho 8 Pág. 8 :: Maristela Zamoner: Valsa, a dança do século 19 8 Pág. 9 :: Leonor Costa: Como o Congresso de Viena ajudou a popularizar a valsa 8 Pág. 12 e 13 :: “Circulando” (coluninha social) 8 Pág. 14 :: Roteiro de eventos por dia da semana, de apoiadores e patrocinadores

Mensagens dos leitores Sobre o JFD O Jornal Falando de Dança é 10 e é de grande importância para a nossa divulgação e continuidade da nossa arte. (Nei Costa, em mensagem no Facebook) *** Por acreditar no seu trabalho, difundindo a dança de salão, renovo, por mais um ano, a minha assinatura, conforme comprovante anexo. Parabéns e desejo de muito sucesso. (Paulo Cruz, por email) *** Aos profissionais da dança de salão (professores, personais, donos de banda/músicos, promoters, etc) ou apenas aqueles que curtem as inteligentes matérias e atualizada agenda de bailes/eventos, conclamo, divulgarmos, compartilharmos ou assinarmos esse que é o mais completo veículo de comunicação da comunidade da dança de salão do RJ/Brasil! Não podemos permitir que essa luz enfraqueça! Só depende de nós! Juntos podemos muito mais! (Demetrius Lemos, em mensagem no Facebook) *** Mais um ano que passamos juntos. Mais um ano de fortalecimento nos nossos objetivos. Quero aqui registrar meu agra-

decimento pela amizade, parceria e apoio de vocês para comigo. Podem ter a certeza de que é imensa a felicidade que sinto por este filho que temos e tentamos a cada edição melhorar mais. Deus abençoe vocês e lhes proporcione muita saúde para dar continuidade neste fabuloso empreendimento. (Angela Abreu, por email). *** Quero cumprimentar toda a equipe do Jornal Falando de Dança pelo brilhante trabalho desenvolvido naquele informativo, durante todo o ano de 2015. O Jornal é ótimo e, confesso, estou sempre aprendendo um pouquinho mais de dança, ao ler suas notícias. Feliz Natal a todos. (Régis Jorge, Blog BailaFranca.zip.net, por email) *** Sobre nossas páginas na internet Muito bom o site. (Taynara Ferreira, no livro de visitas) *** Bem informada, obrigada. (Luciana Costa, no livro de visitas) *** Gostei muito do site do jornal e gostaria de pedir indicação de personal dancer para sair com duas amigas. Já frequentei a academia do Jimmy há algum

tempo atrás, mas estou algum tempo afastada. Moro no Flamengo. (Celia Gomes de Pinho, no livro de visitas) NR: Agradecemos seu contato, Celia, e sugerimos que frequente alguns bailes de ficha, onde você poderá conhecer e avaliar vários dançarinos profissionais e eventualmente contratar algum. *** Muito boa essa nova forma de ler o jornal online. (David Rodrigues, por email, sobre newsletter do JFD com link para leitura em pdf do JFD) *** Sobre eventos promovidos pelo Jornal Falando de Dança Agradeço a você pelo convite e pela possibilidade de levar minha pesquisa acadêmica a esse público fundamental, formado pelos profissionais da dança de salão reunidos pela APDS e pelo Jornal Falando de Dança. Fiquei muito satisfeito também em ouvir sua palestra e em aprender mais sobre a dança na época da Corte. A passagem de um tema a outro foi excelente, o que também reforça nossa parceria. (Felipe Veiga Berocan, por email, sobre palestras ministradas por ele e Leonor Costa, editora do JFD, em setembro/2015, no

Centro Coreográfico, sobre a historicidade da dança de salão) *** Parabéns Leonor, pela iniciativa do grande momento da nossa associação. O convite ao antropólogo Felipe Veiga foi uma das coisas mais importantes acontecidas no caminho da APDS/RJ, de levar e liderar a cultura no segmento da dança de salão. (Jaime José, por email, sobre as palestras realizadas no Centro Coreográfico, em set/2015) *** Sobre notícias publicadas A certeza que valeu todo o esforço de uma equipe perfeccionista, dedicada e focada na qualidade de um evento que nasceu para ser grande, como a Gafieira merece ser! Me emocionei ao ler a matéria... Que surpresa maravilhosa. E vindo de pessoas que tanto trabalham e se dedicam em prol da nossa arte, é uma honra. Em nome da nossa equipe: Obrigado Jornal Falando de Dança (Gafieira Brasil, em mensagem no Facebook, sobre a matéria publicada na edição de maio/15 do JFD) *** NR: Continua na próxima edição. Mensagens para contato@ jornalfalandodedanca.com.br ou livro do blog ou no Facebook.

Expediente Diretores-fundadores: Anderson G. de Aragão, Antônio Aragão e Leonor Costa Editores: Antônio Aragão e Leonor Costa Editoração: Leonor Costa Conselho Editorial: Antônio Aragão, Angela Abreu e Leonor Costa Jornalista Responsável: Antônio Martins de Aragão Registro nº 031.433 / MTPS/RJ Jurídico: Edil Murilo (OAB-RJ 52.925) Fotografia: André Lima, Angela Abreu, Antônio Aragão e Leonor Costa Fax/gravação de recados: (21) 2535-2377 Atendimento pessoal: (21) 2551-3334 / (21) 9-9492-9462 (Claro) / 9-9202-6073 (Claro) / 9-95196565 (Vivo) / 9-9965-1748 (Vivo) / 9-8631-6394 (Oi) Email: contato@jornalfalandodedanca.com.br Página na Internet: www.jornalfalandodedanca.com.br Facebook: www.facebook.com/ jornalfalandodedanca Escritório: Rua Joaquim Silva 11 sala 408 - Lapa - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20241-110 Fechamento da edição: dia 18 de cada mês Distribuição: a partir do dia 1º do mês seguinte Pontos de distribuição: Eventos dançantes da cidade (v. roteiro de bailes), escolas de dança e equipamentos culturais diversos Outros pontos de distribuição do Jornal Falando de Dança (telefone antes para certificar-se de que a edição não se esgotou): 8Capézio - Centro de Nova Iguaçu tel. (21) 2767-0055 8Capézio, Copacabana, RJ tel. (21) 2235-5503 8Capézio, Flamengo, RJ tel. (21) 2554-8554 8Sapataria Roma, Lapa, RJ tel. 2510-2121 - Rua Joaquim Silva, 15 8Amazonas Dance, Centro de Niterói tel.2613-3276 - Rua Visconde de Itaboraí nº 365, sobrado 8Parcifal, São Gonçalo tel. 9-6437-7505 8Maricá, região litorânea do ERJ Moreira Studio de Dança, tel. 9-87446884 Assinatura: R$ 60,00 - 12 exemplares/ano (1/mês) Edições atrasadas: R$ 5,00 por exemplar, a ser retirado no escritório do JFD, na Lapa, RJ As matérias assinadas são de responsabilidade de seus respectivos autores, colaboradores deste informativo. As informações divulgadas nos anúncios publicitários são de responsabilidade dos anunciantes. Proibida reprodução de artes e matérias sem autorização expressa deste informativo, sob penas da lei. Amaragão Edições de Periódicos CNPJ 12.071.075/0001-42 Jornal Falando de Dança Fundação Biblioteca Nacional Reg.nº 487.274, Liv. 920, Folha 270 ISSN 2237-468X Distribuição interna, gratuita e dirigida. Tiragem: 10 mil exemplares Impressão: Gráfica Aretê editorial S/A CNPJ 00.355.188/0001-90


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

ANO 8 - Nº 100 JANEIRO / 2016

5

Fique por dentro

Leonor Costa

1

2

Decepcionante a participação dos segmentos culturais da cidade do Rio na eleição para o Conselho Estadual de Política Cultural Dia 5 de dezembro, no Teatro João Caetano, foi realizada a eleição para titular e suplente da cadeira representantiva da sociedade civil no Conselho Estadual de Política Cultural, regional Capital. Os representantes do poder público ali presentes (SMC, SEC, Alerj, Funarte, dentre outros) se mostraram surpresos com a baixa adesão dos fazedores de cultura da cidade do Rio, onde se concentra a maior parte da produção cultural do Estado. Os diretores do Jornal Falando de Dança se inscreveram como eleitores e também ficaram particularmente desapontados com a falta de interesse dos profissionais da dança, que não compareceram para votar em Denise Acquarone, a representante do segmento, conforme divulgado pelo JFD. Denise ficou com o cargo de suplente, tendo perdido a titularidade por apenas dez votos. Da dança de salão, compareceram Leandro Azevedo (comissário de arte do SPDRJ), Ana Romano (SPDRJ e APDS), Aragão e Leonor (estes, da APDS e da AMAragão Edições e Produção de Eventos, que edita o Jornal Falando de Dança). Na foto (1) aparecem alguns dos participantes do processo eletivo, destacando-se Ana Romano, Suellyema (gab. ver. Reimont), Leandro Azevedo, representante da Funarte e Antonio Aragão. Na foto (2), os candidatos às vagas, destacando-se Denise Acquarone e, ao microfone, o titular eleito, Reinaldo Santana.

formato final, se impresso em papel ou veiculação on line. Milton Saldanha, 70 anos, é autor dos livros “As 3 Vidas de Jaime Arôxa”, “Maria Antonietta, a dama da gafieira”, e “O País Transtornado”.

Ainda dá tempo Para aqueles que nos disseram não ter reparado na convocatória para o processo eleitoral acima, informamos que ainda dá tempo de participar, desta vez para a eleição específica do representante da dança no CEPC. Nem precisa se dar ao trabalho de se deslocar para votar: todo o processo será via internet. Inscrevase como eleitor até o dia 07/01, pelo site http://www. cultura.rj.gov.br/cepc/?ur. Dia 12/01 será divulgada as listas dos eleitores e dos candidatos habilitados. Após esta data o SPDRJ abrirá espaço para que cada candidato apresente suas propostas. Data de eleição: 10h de 20/01/2016 às 22h de 31/01/2016. Divulgação do resultado: 03/02/2016. Lembrando que vale como comprovação de atividade no segmento cultural recortes de eventos e notinhas publicadas no JFD.

Bailes Solidários Um grupo de profissionais da dança de salão se colocou à frente da organização de bailes solidários e itinerantes por academias de dança que apoiam a proposta de se arrecadar fundos em prol do prof. Carlos Bolacha, que em função de grave acidente de carro teve os movimentos das pernas e dos braços comprometidos. Bolacha está enfrentando intensas sessões de fisioterapia e o resultado tem sido animador. Interessados em aderir à proposta podem consultar o perfil de Carlos Bolacha no Facebook.

Lançamento de livro Milton Saldanha, jornalista, fundador e editor do jornal Dance, de São Paulo, e tangueiro que se assume como fanático, há 14 anos, está concluindo o livro “Antes e depois do tango”, que busca introduzir o iniciante no universo dessa fascinante dança. O livro, dividido em capítulos, com prefácio de Maristela Zamoner, aborda questões técnicas, dicas práticas, fala dos bailes e aulas, sugere como escolher um professor, faz alertas sobre aventureiros que pouco sabem e ministram aulas. Contém um glossário com termos muito usados no tango e também uma lista de itens éticos e da etiqueta do baile. Alguns dos textos, ampliados e adaptados ao tango, já saíram no jornal “Falando de Dança”, onde o autor é colaborador. Mas a maioria é totalmente inédita. O autor, que se classifica como eterno aluno, tomou o cuidado de listar os professores e professoras, argentinos e brasileiros, com quem fez aulas nos últimos 14 anos. Os conceitos explicados derivam dessa experiência. Os professores e suas teses são citados ao longo do trabalho, para não parecer que o autor seja o formulador. Mas há uma passagem, discorrendo sobre o tônus na dança, que é proposta do próprio autor. O livro ainda não tem data de lançamento prevista, nem como será seu

Dança dos Famosos 2015 Com nota máxima de todos os jurados e alcançando 9,9 na votação do público, a dupla formada pela atriz Viviane Araújo e pelo prof. de dança de salão Marcelo Grangeiro obteve a primeira colocação na 10ª edição da Dança dos Famosos, o quadro de maior audiência do Domingão do Faustão, da Tv Globo. Além do troféu - e do marketing de imagem - cada um faturou um carro zero quilômetro, ao alcançar a média total de 78.9 pontos. A dupla Arthur Aguiar (ator) e Mayara Araújo (prof.) ficou com a segunda colocação (77 pontos) e a dupla formada pela atriz Mariana Santos e o prof. Marcus Lobo, com a terceira, depois de voltar à competição na repescagem (76.5 pontos). Nessa etapa final, dia 7/12, o juri técnico foi composto por Carlota Portella, Paulo Gourlart Filho e Fernanda Chama. Na foto abaixo (3), os participantes.

ESTACIONAMENTO

próximo ao Colégio Imaculada Conceição

divulgação Rede Globo

3

O Vila não fechou Segundo nota publicada na coluna de Ancelmo Gois dia 30/11, e confirmada pelo JFD junto à presidente da Associação Atlética Vila Isabel, Yolanda Braconnot, a perda de dois dos três terrenos do clube não inviabilizou a continuidade de suas atividades. O clube segue com as atividades na área da piscina, com as aulas de dança, Gold Fighter, Kung Fu e Box Chinês, salão de cabeleireiro e feirinha de produtos. Com a aquiescência dos arrematantes dos dois terrenos, o clube manteve a programação do Reveillon. Carioca do Ano O secretário municipal de Cultura do Rio, Marcelo Calero, foi eleito um dos Cariocas do Ano, categoria Cultura, pela revista Veja Rio, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido à frente do Comitê Rio 450, que resultou em um calendário comemorativo com mais de 600 eventos e na criação da coleção de livros Biblioteca Rio450. Notas de Falecimento Registramos o falecimento, dia 1º/12, do músico Leonor Costa Adilson Tenório Silvino e, dia 21/12, do dançarino Jonny Huckleberry (foto 4). ______________________ Editado por Leonor Costa Sugestões de pauta para:

4

contato@jornalfalandodedanca.com.br

/ 99825-0165


ANO 8 - Nº 100 JANEIRO / 2016

6

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Fala Aragão

Com cara de tacho Assim me senti, após o Jornal Falando de Dança ter feito ampla divulgação da candidatura de Denise Acquarone, do SPDRJ, como representante da socieAntônio Aragão dade civil para a cadeira de titular do Conselho Estadual de Política Cultural do Estado do RJ, votação da capital, e ver a representante da dança perder por dez votos, diante da impressionante ausência dos profissionais do segmento. Contava-se nos dedos das mãos os representantes da dança na votação presencial do dia 5 de dezembro, no Teatro João Caetano. Do Sindicato, apenas o comissário de artes para a dança de salão, Leandro Azevedo, estava presente, além da Ana Romano, que é conselheira do SPDRJ e vice-presidente da APDS (Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ). Para diminuir a diferença, eu e Leonor Costa, que prentendíamos apenas atuar fazendo a cobertura do evento, como jornalistas do Jornal Falando de Dança, tivemos que nos inscrever como eleitores (afinal, somos também diretores

da APDS/RJ). Mais uma vez, como tantas vezes registrei aqui, a equipe do JFD teve de participar como protagonista quando o certo seria os profissionais e produtores do nosso segmento se fazerem presentes e exercerem seu direito de voto. Não é preciso bola de cristal para vislumbrar o que vamos escutar em 2016: que o poder público não apoia a dança, principalmente a dança de salão, que “ninguém faz nada”, que “não temos representantes”, que os clubes sociais estão morrendo por falta de incentivos, etc, etc. Ora, senhores, quem não luta por seus direitos acaba perdendo as mínimas chances de reverter esse quadro! Os profissionais da dança e produtores culturais precisam entender que “fazer a sua parte” é, sim, desmarcar eventualmente alguma aula para se fazer presente; é, sim, colocar o despertador pra tocar e não perder o compromisso, quase sempre em fim de semana pela manhã. Não sabia? Teria ido se soubesse? Então agora não tem desculpa - heis aqui o passo a passo para, desta vez, par-

ticipar da eleição do representante da dança nesse mesmo Conselho: (1) entre no site da secretaria estadual de Cultura, http://www.cultura.rj.gov.br/cepc/?ur, e faça seu cadastro como eleitor. Você perderá apenas alguns minutos. (2) Curta a página do SPDRJ no Facebook para receber notificações, pois o Sindicato abrirá espaço para que os candidatos à vaga se manifestem. (3) Escolha o candidato com o qual mais se identifique. (4) Acompanhe o período de votação e acesse o site para exercer seu direito de voto (isso mesmo, nem precisa sair de casa, e serão dez dias de votação!). E se você, leitor, é aluno e não professor de dança, contribua para o engrandecimento desse segmento cultural: explique ao seu professor o que está ocorrendo e desafie-o a participar do processo. Melhor ainda se ficar no pé dele, pois o que mais ouço são desculpas do tipo “não me liguei na data”. Vou torcer para este apelo surtir efeito. __________________________ Antônio Aragão é diretor do JFD

Causos da Dansa

Ensaio

Papa Anjo

O prazer de dançar

Paaara! Carlos! Já te disse que eu estava brincando quando disse que queria um segundo namorado. Gosto de dançar contigo, mas é só isso, Marco Antonio Perna* viu?! Sim, ele tem 20 anos, não precisa ficar me gozando só porque tenho 10 anos a mais que ele. Eu sou apaixonada por ele e ele por mim. E eu convidei ele pra morar comigo porque eu posso, sou servidora pública, tenho meu apartamento, sou independente. Deixa de ser machista. Ele não quis porque quer vencer sozinho e eu admiro isso. Por que ele não está aqui na gafieira comigo? Já te falei que ele é da lambadazouk e que eu acho os bailes de zouk uma pouca vergonha, por isso ele vai nos de zouk e eu, nos de samba. Ele não gosta tanto de samba. Para! Chato, ele é bom sujeito, sim! Já te disse que não estou disponível. Não tenho culpa da minha irmã também ter namorado, fico até chateada de você falar que me trocaria por ela só porque somos parecidas e dizer que ela dança melhor que eu. E a cabeça? Não importa? Não, não tô dizendo que por isso eu tô te dando esperanças. Deixa de ser mentiroso. Meu namorado não fica com ninguém nos bailes de zouk. Que história é essa de “o que os olhos não vêem o coração não sente”? Não é nada disso, não vou com ele porque não gosto do ambiente e não porque não quero ver ele se esfreg.. quero dizer, dançando com aquelas vagabundas. Eu confio nele. Ele é supertranquilo, não tem ciúmes de mim, por quê eu teria dele? Deixa de ser ridículo, Carlos, só porque ele tem a cabeça madura pra idade você não pode dizer que ele não tá nem aí pra

mim. Você é patético. Não vai falar isso, hein? Cara, não sei porque te falei isso. Vê se esquece. Isso foi no início do meu namoro e eu ainda não tinha visto como ele era maduro e eu queria fazer ciúmes nele. Por isso fiquei com o irmão gêmeo dele no baile, com a desculpa de não ter notado. Ele me perdoou na hora e disse que era comum isso acontecer com ele e o irmão. Não teve problema algum. O quê??? Você tá louco! Ele nunca poderia estar no baile de zouk da semana passada com nenhuma piriguete, ele viajou com o irmão gêmeo para visitar os pais em Belo Horizonte. Você fotografou? Não, não pode ser. Deixa eu ver. Tá vendo essa camisa? É do irmão dele, então, deve ser o irmão que não viajou. Bem, ele não me contou que o irmão não foi, talvez porque não importasse. Sim, o irmão é dançarino iniciante, mas vai ver ele já melhorou muito e na foto apenas parece que ele dança muito. Ele é tão fotogênico quanto meu namorado, lindo, com essa barba por fazer ficam parecidinhos, aiai! Essa foto foi tirada ontem? Você tá me zoando? Ontem encontrei o irmão dele e tava com barba feita, rosto liso e ontem meu namorado tava dando plantão. Para Carlos! Dá licença que preciso telefonar e não adianta que vou embora e vou encontrar meu namorado no baile em que ele disse que ia estar. N.A.: Carlos é um personagem da série de crônicas Causos de Dansa. _________________ Marco Antonio Perna é pesquisador, editor de site de dança e autor de livros de dança. Site: www.marcoantonioperna. com.br/ Blog: www.dancadesalao.com/ agenda.

Um pouco de técnica é fundamental. Mas não é só isso. O prazer de dançar a dois está associado a uma química que não se explica e não Milton Saldanha se cria. Ela brota espontaneamente, do nada, e independe de atração física. A sintonia na dança nada tem a ver com afinidade sexual. Ainda, claro, que ambas possam ocorrer. A pessoa menos atraente fisicamente, no baile, se dançar bem, não esquentará cadeira. Seja mulher ou homem. E a mais bela, se dançar mal, certamente só contará com parceiros graças a esse atributo da natureza, e não por sua dança. Não raro, é a que menos dança. Quem frequenta as pistas com regularidade sabe que é assim. É a percepção dessa realidade que torna possível, sem grilos, que casados e namorados se separem momentaneamente, no baile, para dançar com outras pessoas. Ainda que estejam abraçados, haja contato físico, o único sentimento que aflora entre os dançarinos é o prazer da música e do movimento. A quebra desse código, quando acontece no meio da dança, é rapidamente percebida e repelida. Não será nenhuma falta de educação dar um toque ao parceiro, ou parceira, que esteja destoando. Se persistir, também não será nenhuma transgressão da etiqueta interromper imediatamente a dança. Feio ficará para quem abusou. Por isso, é extremamente importante que se conheça as duas formas de se abraçar, na dança, para não incorrer em equívocos. O abraço aberto mantém uma distância entre os dois e se aplica muito ao show, para que tenham espaço para os movimentos mais complexos. O abraço fechado, que se usa muito no tango milongueiro, ou mais do que isso, é sua essência, obriga também ao contato das cabeças. Não pre-

cisa ser totalmente facial, basta um leve encostar da parte superior da cabeça, ou até mesmo um queixo, para quem é mais alto. Mas isso, longe de pressupor uma intimidade, é uma técnica que ajuda na condução e na interação do casal. Na dança a dois, como já definiram alguns grandes mestres do gênero, a dança deve transcorrer como se fosse um corpo único, que se move com quatro pernas. Nada melhor do que essa imagem para definir o que vem a ser sintonia, eixo, harmonia. E disso deriva o prazer. Isso seria impossível se ambos exercessem, ao mesmo tempo, o comando. Para não soar tão autoritário, usamos a palavra condução. Mas é a mesma coisa. Alguém tem que decidir o que fazer, para onde ir, e como ir. Essa tarefa cabe ao homem, por tradição. Por isso ele tem que ser extremamente cauteloso com sua dama. No meu caso, que danço há mais de 50 anos, e até hoje faço aulas de técnicas e aperfeiçoamento, sabendo que há sempre mais para aprender, minha frustração será terminar uma música sem perceber que proporcionei prazer à parceira. Mesmo que tenha feito os melhores passos. Aliás, já incorri várias vezes nesse equívoco, de fazer muitos passos, sem que a mulher consiga acompanhar com desenvoltura. Equívoco sim, porque nesse momento a gente troca o prazer pelo esforço dela em acompanhar. Só depois me dou conta que teria sido bem melhor trocar tudo por uma gostosa caminhada, com muito swing. Mas quem governa isso? Na verdade, não somos nós, os homens. Quem manda é a música. Quando a emoção aflora, brotam também os passos e a vontade de fazê-los. É humano. Desculpem, queridas damas. ______ Milton Saldanha, jornalista e editor do jornal Dance (São Paulo)


A melhor programação musical de terça a Domingo

Terça

Quarta e Domingo

Forrómania

Baile da Gaúcha

Sexta

Sábado Especial

Carioca

Duas Bandas

O local perfeito para festejar: mais de 120 pratos quentes e frios e aqueeeele churrasco

Rua das Laranjeiras 114 - Reservas: 2558-2558 - Fale conosco: gaucha114@hotmail.com

CLUBE MUNICIPAL O MELHOR DO PLANETA

Flash Back

SÁB - 30 JAN - 20H

Inf. 2569-4822 ramal 206 / 3528-8966 BAILES: BANDA ALTO ASTRAL + DJ CHAN + TEMÁTICO + NA PISCINA

EXCURSÃO DANÇANTE - PASSA QUATRO - 4 A 6/3/16

3 DIAS + 2 NOITES DE PURA ALEGRIA NO MIRA SERRA PARQUE HOTEL

BAILE c/ ALTO ASTRAL + BAILE c/ DJ CHAN + BAILE TEMÁTICO + DANÇA NA PISCINA

ÔNIBUS DE TURISMO / PENSÃO COMPLETA / DANÇARINOS DO PRADANSA / GUIAS / CITY TOUR LANCHE A BORDO / BINGO / BRINDES / SAÍDAS EM 3 ÔNIBUS: SÃO GONÇALO, NITERÓI E RIO Preço promocional à vista até dezembro / 2015: NIVER DE EDSON SANTOS

SemearTur Plantando Sonhos e Colhendo Amigos

R$ 860,00

CONSULTE FORMAS DE PAGAMENTO

www.semeartur.com.br www.hotelmiraserra.com.br

98693-1123 99496-8448 97529-8270

2628-1525

3681-4760 SEMEARTUR

ao

ite tos no sok o f s i a m cebo ou no fa

Apoio

APOIO

ANTECIPADO DAMAS 15 E CAV. 25

dofar itio.marca /s m o c . k o facebo

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 7 - ed 100 - JANEIRO / 2016 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Dançante

Quinta

l a v a Carn 2016 DO A MARCA

Ó A R A F EL SÍTIO D

AZER E P

as Cachoeir

OUSADA

u de Macac

pousada a estrutura ada| fr in a a d to e st re leta Pensão combpailes | aulas de dança e| se nçarinos | ) a d | d e ip u eq | o çã a quarto duplo | muita anim 0 (4 diárias, ar ,0 0 6 5 $ R e d combin A partir Condução a

INF. (21) 2711-8297 / (21) 2714-9048 / (21) 9.9399-6284 www.amarcadofarao.com.br | Faça já a sua reserva


8

ANO 9 - Nº 100 JANEIRO / 2016

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Um pouco de história

Valsa, a dança do séc. XIX No ano de 2007 publiquei um artigo científico propondo uma metodologia para o estudo da História da Dança de Salão, baseado na construção de árvores genealógicas e técnicas de Cadística (estudo das relações evolutivas entre os seres vivos). Maristela Zamoner Nessa época, as fontes utilizadas vinham da literatura disponível - e a Valsa mostrou-se agregadora da maioria das caraterísticas mais antigas que estão presentes nas danças de salão atuais, a exemplo da independência do par no salão e do abraço. Até o final de 2011, pela leitura de documentos históricos, foi possível identificar fatos sobre a prática das danças de baile durante o século XVIII, e até antes dele, quando a Valsa parecia ser dançada apenas de forma popular. Em 2012, seguindo a pesquisa, publico outro artigo científico, registrando o reconhecimento de que a Valsa é uma dança de origem polêmica, controversa, mas é clara sua influência sobre outras danças. Nesta pesquisa fortaleceuse o entendimento de que a expansão da Valsa no mundo ocorrera após sua adaptação de dança popular para dança aristocrática, permitindo-lhe ganhar os salões nobres, que, naquela época, eram compartilhados em territórios de diferentes ambientes culturais. Esse fenômeno teria ocorrido entre o final do século XVIII e o início do século XX. Continuando os estudos, pude constatar que a prática da Valsa, considerada a primeira dança de salão, fora registrada em solo brasileiro pelo menos já ao final do século XVIII, no estado de Santa Catarina, em um baile promovido no ano de 1787 pelo Governador João Alberto de Miranda Ribeiro. Em 2012 a Fundação Biblioteca Nacional começou a disponibilizar, em meio eletrônico, mais de 1.500 documentos brasileiros publicados no século XIX. A maioria deles jornais, com suas diversas edições, não raro, diárias. Esta nova realidade permitiu que aquele período começasse a ser vislumbrado de forma mais fundamentada. O volume de informações disponibilizadas pela Biblioteca Nacional é imenso, exigindo anos, ainda em curso, de pesquisa. Ao iniciar meus estudos sobre esse novo material, optei por dividir as pesquisas conforme a distribuição geográfica da produção dos jornais, o que praticamente coincidia com a organização do Brasil em estados. Assim, entre 2012 e 2015, pesquisei os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Maranhão, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais e Santa Catarina, origem de mais de 80% de todas as publicações já digitalizadas. O acesso a tais fontes, e o subsequente aprimoramento metodológico das pesquisas, permitiram-me muitas descobertas e até reposicionamentos sobre a trajetória da dança no Brasil. Os resultados, também publicados cientificamente, mostraram que a Valsa esteve presente de forma marcante na vida cotidiana do Brasil do século XIX. A Valsa foi tema de vários artigos publicados em jornais; assunto tratado em livros dedicados à dança; conteúdo de aulas ofertadas em instituições de ensino formal e de maneira independente; foco de anúncios para venda de partituras musicais; parte considerável das atuações de bandas - e por regra compunha estruturalmente os programas de bailes. Outro foco das minhas pesquisas foi a contagem da quantidade de ocorrências das palavras que se referem a cada tipo de dança. A palavra Valsa resultou em quantidade muito superior a qualquer outra, nos permitindo concluir que foi a dança mais amada e desfrutada nos salões do século

XIX. Pretendo, nos próximos anos, prosseguir com as pesquisas em outros estados brasileiros, na expectativa de que possa encontrar mais algumas surpresas sobre a Valsa. https://en.wikipedia.org/wiki/Waltz#/media/File:Waltz1816_72.jpg Hoje, além de sua https://janeaustensworld.wordpress.com/category/regency-letters/ reminiscência em casórios e festas afins, a Valsa ainda respira em alguns salões, a exemplo dos que priorizam danças tradicionalistas, ou das milongas espalhadas pelo mundo. Talvez seguindo o destino imaginado pelo autor de um texto publicado sobre ela em 1889, no jornal “A Federação”, do Rio Grande do Sul: Affirma um erudito allemão, com toda a seriedade, que no anno de 1900 já se não dansará no mundo. E talvez tenha razão, pondera um collega, pois alega que a decadencia da arte de dansar é tão evidente que tudo faz pressagiar um funesto e proximo fim. Apresenta depois uma lista de todas as dansas que desapareceram, como o minuete, a gavota, o sólo, a pavana, etc., e depois accrescenta: <<Si estas formosas dansas, não obstante o seu indiscutivel merecimento artistico, caíram A palavra “valsa” deriva da palavra alemã “waltno mais absoluto esquecimento, não será para zen”, que significa “dar voltas”. Essa caracterísadmirar que em breve desappareça a monotona tica, registrada em danças camponesas da Áuspolka e a insipida mazurca? A valsa, ondulosa e tria e da Alemanha desde o século 16, foi sendo inebriante, ainda poderia subsistir; mas tal como refinada até chegar aos salões de bailes em fins se dansa hoje, certamente desapparecerá tamdo século 18 acompanhando o compasso terbém. nário da música de mesmo nome. Inicialmente Mesmo sem ter desaparecido por completo, a Valsa parece ter sido relegada à posição de uma matrona de cabelos brancos, pele desgastada por muitos sorrisos, conservando ávida nos olhos o brilho suntuoso de emoções intensas e glamorosas. De qualquer forma, a partir dela houve uma profusão fantástica de muitas outras danças novas que hoje enlouquecem os mais variados salões do mundo. Uma visão poética da Valsa quase nos permite vê-la, nesta descendência alucinante que tanto nos seduz, mais reluzente que nunca! __________________ Maristela é professora de dança, pesquisadora e autora de vários títulos, dentre os quais quatro livros publicados sobre dança de salão. Saiba mais em: >>>Árvores genealógicas e cladística como base para o estudo das relações históricas entre as danças de salão: uma proposta. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires), v. 113, p. 1-6, 2007. >>>Conceitos e definição de Dança de Salão. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires), v. 172. Setembro, 2012. >>>História da Dança de Salão no Brasil: século XVIII e alguns antecedentes. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires), v. 184. Setembro, 2013. >>>História da Dança de Salão no Brasil, recortes do Rio de Janeiro do século XIX. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires), v. 207. Agosto, 2015.

de andamento bem rápido, a música sofreu algumas modificações no século 19, tornando-se mais lenta. Essa alteração contribuiu para sua aceitação em salões nobres, tal como no passado acontecera com o minueto. O andamento mais lento permitiu a introdução de novos passos entre os volteios e, claro, deu aos dançarinos mais tempo para se socializar durante a dança. E isso, somado à aproximidade dos corpos e ao maior contato físico do casal, tornava a dança excitante e popular, em uma época em que a regra era a dança em grupo, lateral e de pares afastados. As características da valsa logo propiciaram o surgimento de variações de dança de par que até hoje são observadas, como a posição do par frente a frente, os giros da dama, a condução do cavalheiro, o deslocamento do casal pelo salão, a posição dos braços e dos corpos durante a execução dos floreios. Isso pode ser observado nas duas gravuras acima. Na primeira, ao alto, temos nove posições básicas da valsa, em ilustração do manual de dança de Thomas Wilson (1816). Na segunda, em ilustração de Thomas Rowlandson, datada de 1806, vemos posicionamentos de braços ainda hoje utilizados em nosso soltinho e no bolero carioca. _________________________________L.C.


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

ANO 8 - Nº 100 JANEIRO / 2016

59

Congresso de Viena: como uma reunião de chefes de Estado ajudou a popularizar a valsa Em abril de 1814 o imperador francês Napoleão Bonaparte, que estendera seus domínios por quase toda a Europa, foi derrotado e exilado. Ato contínuo, as casas reais que haviam perdido seus reinos se reuniram Leonor Costa em Viena, na Áustria, para assinar o tratado de paz, sacramentar a retomada de poder, discutir a indenização de guerra devida pela França e redesenhar o mapa da Europa, dentre outras decisões. Numa época em que os deslocamentos eram demorados e negociações políticas eram realizadas em inúmeras reuniões presenciais, o Congresso de Viena, como ficou conhecido, durou de maio de 1814 a junho de 1815 (sobretudo porque o Czar Alexandre, da Rússia, não concordava com a divisão territorial proposta pelos demais). A presidência do Congresso coube ao príncipe austríaco Metternich e o anfitrião, Francisco II, Imperador do Sacro Império Romano-Germânico, fez as honras da casa. Ambos ficaram com a responsabilidade de receber, acomodar, alimentar e promover entretenimento para os representantes das nações (só Portugal mandara três representantes), seus acompanhantes, assessores e serviçais, além de observadores, cortesãos, curiosos, comerciantes e nobres interessados em fazer contatos sociais e políticos. Entretenimento, sim, porque, na prática, nunca houve uma reunião plenária - somente as cinco grandes potências (França, Áustria, Rússia, Prússia e Reino Unido) se reuniam a portas fechadas para tratar dos assuntos mais importantes. Com isso, Francisco II e Metternich, para distrair a multidão reunida em Viena, tratavam de promover recepções, concertos, performances teatrais e bailes, muitos bailes. Desde o século 18 Viena adotara em seus salões de baile, sobretudo os mais populares, uma dança refinada a partir de danças campestres alemãs, caracterizadas por pares enlaçados que se deslocavam em giros. A essas danças dava-se o nome de “waltzen”, palavra alemã que significa “dar voltas”. Posteriormente, os compositores foram elaborando músicas especialmente para a execução da nova dança, em compasso ternário (o famoso “um-dois-três / quatro-cinco-seis” que caracteriza o passo básico da valsa). A valsa era uma novidade nos salões de baile e atiçava a curiosidade dos dançarinos, porque, antes dela, as danças mais populares nos nobres salões eram o minueto e afins, danças essas coreografadas, majoritariamente executadas em grupos, em evoluções laterais e com afastamento dos corpos. Dá para imaginar a excitação provocada por uma dança que permitia que o cavalheiro se aproximasse frontalmente de uma dama, a segurasse firmemente pela cintura e a conduzisse de forma independente pelo salão. Não à toa, a dança não era aceita pela alta aristocracia, que a considerava imoral, devendo, quando muito, ser dançada por pares compromissados ou com algum parentesco. O “gelo”, no entanto, iria ser quebrado por ocasião do Congresso de Viena, durante os bailes promovidos no período. Sigismund von Neukomm (1778-1858) foi renomado compositor e organista austríaco, autor de óperas, músicas para peças teatrais, músicas religiosas

e peças menores, dentre as quais cerca de 200 canções. Estava servindo ao príncipe de Talleyrand e viajou com este para o Congresso de Viena, onde foi nomeado responsável pela programação musical dos eventos ali realizados. Dentre as peças escolhidas para serem executadas nos bailes, Neukomm escolheu várias valsas, quebrando o tabu de sua execução nos salões da nobreza europeia. Estava dado o sinal verde para que a dança fosse aceita nos salões das sociedades dançantes das elites – não sem antes passar por alguns “ajustes”, como um andamento mais lento da música, a eliminação dos movimentos bruscos e a diminuição do tamanho das passadas, o que permitia aos pares, segundo relatos, “rodopiar pelo salão segurando uma taça de champagne sem derramá-la”. Em outros locais, como na Inglaterra e na França, os mestres de dança, para quebrar a resistência dos conterrâneos, improvisaram em cima das músicas, introduzindo movimentos de suas contradanças entre os giros dos casais e, dessa forma, criando diferentes estilos de valsa. Uma das mais resistentes sociedades dançantes a abrir as portas para a valsa foi o Almack’s, clube londrino refinadíssimo, frequentado, por sinal, pelo mesmo Czar Alexandre da Rússia, que participou do Congresso de Viena. Nas Américas, a valsa chegou com os viajantes e mestres de dança que trouxeram a novidade da Europa e, assim como lá, ela inicialmente chocou os norte-americanos e sofreu restrições na programação dos bailes. No Brasil, embora a nova dança tenha se propagado pelo salões com a vinda da corte portuguesa, Maristela Zamoner encontrou menção à execução de valsa em um baile realizado em 1787. Interessante registrar que Sigismund Neukomm, que introduziu a valsa nos salões do Congresso de Viena, visitou o Brasil no ano seguinte, tendo sido contratado por D. João VI para ministrar aulas de música aos príncipes portugueses, entre 1816 e 1821. A D. Pedro I, Neukomm ensinou composição e harmonia, registrando em seu diário a realização de uma “fantasia sobre uma pequena valsa”, além da execução de seis outras composições de autoria de Sua Alteza Real. A valsa, dança e música, popularizou-se no Brasil, sobretudo na segunda metade do século 19, tendo influenciado nossas modinhas e serestas. No século 20, na Era do Rádio, a valsa brilhou nas vozes de cantores como Francisco Alves, Orlando Silva, Sílvio Caldas e Carlos Galhardo, perdendo terreno com a popularidade do samba-canção e, mais tarde, da bossa-nova. Mesmo assim, inúmeros compositores brasileiros continuaram produzindo músicas inspiradas na valsa, a exemplo de Tom Jobim (Luíza) e Chico Buarque / Vinícius de Morais (Valsinha). ______________________ Leonor Costa é editora do Jornal Falando de Dança

Os eventos do Congresso de Viena custaram à Áustria uma fortuna (“Meu Deus! Com todo esse dinheiro poderíamos realizar três campanhas militares!”, teria dito Frederico Guilherme, da Prússia). Os excessos cometidos durante os diversos festejos também não passaram despercebidos dos observadores e correspondentes, que destilaram comentários satíricos: “Alexandre, da Rússia, ama por todos; Frederico Guilherme, da Prússia, pensa por todos; Frederico, da Dinamarca, fala por todos; Maximiliano, da Bavária, bebe por todos; Frederico, de Württemberg, come por todos; e o imperador Francisco, da Áustria, paga por todos”. Os inúmeros bailes foram a marca registrada do Congresso. “Le Congrès ne marche pas, il danse!” (o Congresso não anda, ele dança!), teria dito o Príncipe de Ligne, que faleceu durante as negociações. Por sua vez, o representante da França, Príncipe Talleyrand, teria comentado, após o enterro de Ligne: “O Congresso o enterrou sem parar de dançar!”. Mesmo os chargistas da época utilizaram-se de figuras dançantes para criticar os participantes das negociações, como na charge acima, em que aparecem, da esquerda para a direita, Talleyrand (França), Lord Castelreagh (Reino Unido), Imperador Francisco (Áustria), Czar Alexandre (Rússia), Rei Frederico Guilherme (Prússia), Rei Frederico Augusto (Saxônia) e uma alegoria à República de Genebra, dissolvida em 1797 com a unificação italiana e com pretensões de receber o seu quinhão na partilha dos territórios conquistados por Napoleão. Quanto a este último, devemos a ele dois momentos marcantes que mudaram o destino do Brasil. Primeiro, quando Napoleão mandou invadir Portugal, o que provocou a fuga da corte portuguesa para o Brasil e a abertura dos portos brasileiros às nações amigas, impulsionando o progresso da colônia. O segundo, quando de sua derrota e consequente realização do Congresso de Viena: como dele só poderiam participar reinos sediados na Europa, e como Portugal tinha a sede do reino estabelecida no Rio de Janeiro desde 1808, a elevação do Brasil a Reino, integrando o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, criou o ambiente propício à futura independência do país. Para os amantes da dança, há, ainda, um terceiro momento marcante: a chegada dos músicos e professores de dança da corte portuguesa, o que inaugurou a febre de bailes na cidade e a transformação do Rio na Capital Cultural do Brasil. _________________________________________L.C.


2016 O R I E N 20 JA ERIADO 16H

F QUARTA ÍVEL! IMPERD REALIZAÇÃO:

APOIO:

g n o P g in icipal 1ºdP o Mun eiro da ão, padro ti s a b e S ão S

s o p m e ovos T N w e rasil Sho B o dia de orando m e m o C

cidade

de baile 6 horianster valo sem $ 30

R O SÓCIO $ 25 NÃ R COM IO U C O Ó ) DO S NDAR A A P I º C (5 E T E B 0 INGR AN NO CLU 527-230 LIMA: 2 O D L A 2 R 1 GE 74-00 OU 9.88

R. Haddock Lobo 359, Tijuca - t. 2569-4822 r. 206 / 3528-8966

CASA DE DANÇA SÉRGIO CASTRO BOLERO, SAMBA, FORRÓ, SOLTINHO, TANGO E OFICINA DE SAMBA TURMA DE SAMBA INICIANTE E INTERMEDIÁRIO - TODA 5ª DE 20 ÀS 21H

RUA QUIRIRIM, 1523 - CASA 5 - VILA VALQUEIRE casadedancasergiocastro@yahoo.com.br

Convênios APPAI / ASSIST

PROFS.SÉRGIO CASTRO ANA CASTRO

Academia de Dança Conceição da Bahia 2016: Samba no pé / samba especial / passeios / viagens

TEMOS BAILINHO TODA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA DO MÊS Venha no conhecer: turmas iniciantes em vários horários

Tijuca - R. Barão de Mesquita 402A (próx. à P.E.)

Inf.: (21) 2288-2087 / 9-9679-3628

Rua Riachuelo 109 - 2º andar Centro - RJ 2221-1011 / 9-9265-5035 www.renatapecanha.com.br

apoio

ATENÇÃO: ESTAMOS EM NOVO ENDEREÇO! VENHAM NOS VISITAR Com este: uma aula grátis e isenção de matrícula

Alvaro’s Dance Conforto, credibilidade, profissionalismo e bom atendimento DANÇAS DE SALÃO bolero-fox(soltinho)-forró-tango-salsa zouk-samba de gafieira-samba no pé NOVIDADE: ballet clássico e flamenco

Dir.: Álvaro Reys

Informações:

Patrimônio Cultural do Rio desde 2012 Pr. Tiradentes 79-81 | Tel. 2232-1149 | 2232-0996

23 N JA

H SÁB 21

Baile DOS SONHOS DOURADOs apresenta

BANDA ALTO ASTRAL Na ocasião serão homenageados com o

TROFÉU ESTUDANTINA As seguintes personalidades RAIMUNdo fagner (cantor) antonio aragão (Jornal Falando de Dança)

Realização

Dança de Salão Bolero Samba Forró

DANÇA DO VENTRE

Inf. 3390-9650 9.6403-3077 9.8626-5044

CENTRO CULTURAL ESTUDANTINA MUSICAL

2547-0861

Soltinho Tango Salsa Zouk

Aulas práticas, individuais ou grupo, de segunda a sábado

Praça Demétrio Ribeiro, 17 sala 302 - Copacabana (entre Princesa Isabel e Prado Jr)

BAILINHO DE PRÁTICA: LIGUE PARA INFORMAÇÃO

Inf. Ivan Sanna 9-8442-2178

Niterói & São Gonçalo

Escola de Dança Reinaldo Gonçalves DANÇA DE SALÃO | RITMOS QUENTES (SALSA E ZOUK) | CURSO DE FORRÓ Escola de Dança Reinaldo Gonçalves

reinaldo.goncalves2004@ig.com.br - www.escola-danca-reinaldo-goncalves.webnode.com

Inf. (21) 3186-3151 / 9-9741-8373 (Vivo) / 9-8473-4868 (Oi) Em Niterói: Avenida Amaral Peixoto 36 s/415 - Galeria Paz - Centro Em São Gonçalo: Rua Nilo Peçanha 320 - Centro

2223-4066

Stelinha Cardoso - REG.MTB: 15.414

Av. Marechal Floriano, 42 - sobr. Centro - Rio de Janeiro - RJ

Temos vários convênios - faça uma aula experimental BAILE DO ALMOÇO - TODAS AS QUINTAS, 12H BAILE MENSAL - ÚLTIMA SEXTA DO MÊS, 18H

Studio de Dança Marquinhos Copacabana Av. N. Sa. Copacabana 427 - gr. 302/303 - Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21)2256-1956 e 2548-7755

Aulas em grupo ou particular com os melhores professores do mercado

Sábados: baile de ficha, início 19:00h

www.marquinhoscopacabana.com.br email: marquinhoscopacabana@globo.com

R. Barata Ribeiro 271, sobrado - Copacabana - RJ

ANDRÉ LIMA TUDO EM HDV - AUDIO FOTO - FILMAGEM

studiodigital.al@gmail.com studiodigital.em@gmail.com 3038-5567 (estúdio) 9.8534-2127 (Oi)

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 10 - ed. 100 - JANEIRO / 2016 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Associação dos Servidores Públicos - Club Municipal Adm. Luís Cosme Paredes Dias - Dir. social: Bela Bádua


Dr Wagner Tavares

Cupom de assinatura

Médico veterinário CRMV 6599

Quero receber o JFD

( ) R$ 30,00 pelo período de 6 meses (6 edições) ( ) R$ 60,00 pelo período de 12 meses (12 edições) ( ) R$ 120,00 pelo período de 24 meses (24 edições)

Atendimento domiciliar: 9.9938-3920

Nome .............................................................................................................................. CPF ........................................................... tel. ( ) ..................................................... Endereço para remessa: ........................................................................................................................................ Bairro .......................... Cidade: ................................. Estado: .................................. CEP ( )( )( )( )( )-( )( )( )

MA O AR

PA T

Remeter para: Amaragão Edições de Periódicos - R. Joaquim Silva 11 sala 409 Lapa - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20241-110 Informações: contato@jornalfalandodedanca.com.br | (21) 2535-2377 ou 9202-6073

I R A

SA

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 11 - ed 100 - JANEIRO / 2016 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Assine nosso jornal!

C ONSERTOS

EXECUTA-SE QUALQUER CONSERTO QUE FAZ PARTE DA ARTE COM A MÁXIMA PERFEIÇÃO RUA JOAQUIM SILVA, 15 - LAPA TEL. 2510-2121


ANO 8 - Nº 100 JANEIRO / 2016

12

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Circulando pelos eventos de apoiadores e patrocinadores 1

8

6

2

3

4

5

7

Iniciamos a seção com as fotos do acervo da amiga Angela Abreu, representante do JFD nas zonas norte e oeste. (1) Aniversário da promoter conceição, comemorado no Country Club, dia 08/12. (2) Aniversário da dançarina Sandra Del Rio, comemorado em salão de festas, dia 14/12. (3) Aniversário da dançarina Ricardina, comemorado no Aspom, dia 13/12. (4) Angela Abreu com alguns dos aniversariantes que comemoraram suas datas no Baile da Amiga Angela, dia 02/12, no Aspom: Carmem Lúcia Sena (vestido escuro), Adriana Helena e Nilson. (5) Aniversário da professora Lena Souza, comemorado em Salão de Festas, dia 28/11. (6) Aniversário do dançarino Nilson, comemorado na Casa de Viseu, dia 27/11. (7) Aniversário da dançarina Agueda, comemorado na Casa de Viseu, dia 27/11. (8) Em registro de Leonor Costa, promoter Fabiano Brasil e diretoria da Casa da Vila da Feira.

1

2

3

5

4

6

Dia 22/11 a Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ realizou seu 10º encontro mensal no Centro Coreográfico, no loft, como resultado de edital de ocupação no qual foi contemplada. Na primeira parte dos trabalhos houve: (1) assinatura de presença para a Assembleia Anual Ordinária; (2) apreciação das contas 2015, apresentadas pelo diretor financeiro Aragão, com previsão orçamentária; (3) manifestação do conselho fiscal e dos associados, a respeito; (4) aprovação das contas e manutenção da mesma anuidade de R$ 60 para 2016; (5) colóquio com os diretores e assuntos gerais. A segunda parte dos trabalhos foi dedicada à oficialização da abertura da Semana da Dança de Salão do RJ (Lei 3440/2000) e o lançamento, pela APDS, da brochura “Syllabus do Bolero Carioca”, resultado de um trabalho coletivo incentivado pela APDS. Jaime José explicou a proposta do lançamento da brochura e Érico Rodrigo e Bruna Estelita apresentaram os movimentos ali registrados, encerrando com uma apresentação de dança. Ao final, foram entregues os certificados de participação aos presentes, feitas homenagens e, claro, colocado bastante bolero para tocar, encerrando as atividades deste ano com um bailinho. Foto 1: Gustavo Loivos (dir. comercial), Jaime José (presidente), Ana Romano (vice-presidente) e Lucy Ribeiro (dir. social). Foto 2: diretor financeiro da APDS Antonio Aragão. Foto 3: manifestação do associado Gerson da Costa. Foto 4: associados e convidados presentes. Foto 5: diretoria com Paula Mori (ao centro), diretora artística do Centro Coreográfico. Foto 6: demonstração de Syllabus do Bolero.

3

1

5

4

6

2

(1) e (2) Graça Reis em seu Baile da Graça, dia 26/11, na Churrascaria Gaúcha. Na sequência, profª Sandra Lopes comemorou os 10 anos do Studio S em São Gonçalo com baile no clube Humaitá, animado pelo dj Fábio Marques, dia 28/11. Na ocasião a professora homenageou Parcifal Nunes (3), Flávio Marques e Yasmini Zangrando (4), Henrique Nascimento (5), Marise Barros e Cristiano Pereira (6).

2

1

3 (1) Graça Reis homenageando os aniversariantes do mês, no Baile da Graça no restaurante Pistache, dia 30/11. Na sequência, (2) e (3) Baile Móvel realizado por Gustavo Loivos, da Amazonas Dance, no Horto do Fonseca, dia 29/11, em homenagem à Semana da Dança de Salão do RJ (acervo Amazonas Dance). (4) Baile de aniversário da amiga Angela Abreu, no clube da Aspom, dia 02/12: a aniversariante cercada de amigos.

3

1

2

Ainda no Baile de Aniversário da Amiga Angela, dia 02/12, na Aspom, (1) a aniversariante com colaboradores; (2) Angela com presidente da Aspom Levy Meireles e esposa Cristina; (3) a aniversariante com o marido; (4) mais um grande grupo de amigos celebrando o fim de ano no baile da Angela; (5) Ana Romano, Aragão Ana Castro, Sérgio Castro, Marlene Damasceno e dançarino, prestigiando o baile da amiga Angela. Mais fotos de nossas coberturas podem ser vistas no perfil do JFD no Facebook.

4 4

5


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

ANO 8 - Nº 100 JANEIRO / 2016

13

Editado por Leonor Costa | fotos: Leonor Costa e Antonio Aragão, exceto quando mencionado em contrário

1

2

3

4

5

6

7

Dia 05/12/15, no clube Casa da Vila da Feira, na Tijuca, Fabiano Brasil realizou a quinta edição do Baile Branco da Paz, evento temático cujo traje obrigatório é o branco total, permitindo-se este ano alguns detalhes em gelo, prata e dourado. Fotógrafo e integrantes da equipe de produção usavam excepcionalmente roupas pretas. Os modelitos, sobretudo femininos, eram dignos de desfile de moda e o Jornal Falando de Dança fez um álbum especial com alguns deles. Para acessar nossas coberturas fotográficas, clique em “fotos” e depois “albuns”, em Facebook.com/JornalFalandoDeDanca. (1) Fabiano com a amiga Ilka Almeida e a sobrinha Ynaimara. (2) Com Antonio Aragão, do JFD. (3) Com Bernardo Garçom e Wilson da Silva. (4) Com o prof. de São Gonçalo Reinaldo Gonçalves. (5) Registro da presença da caravana de Niterói e São Gonçalo, com Cirstiano Praxedes, Vânia Côrtes, Mara Santos e Parcifal. Por último, ganhores dos cheques de R$ 600,00 (6) e R$ 300,00 (7) premiados no bingo do evento.

1

2

3

4

5

Dia 06/12/15 Rodriguinho Barcelos realizou o último baile do ano no Clube Mandala, com a temática vermelho e branco e o aniversário do dj Walter Negrão (1). Além da roda dos aniversariantes da noite e bolo oferecido pelo anfitrião, houve três apresentações na noite: 1. Cia Funkional Vs.Tradiceado com Thiago Jully & Beatriz Patury e Renan Feu & Priscilla Borges (2); 2. Milena Rocha & Douglas Franco (3); 3. Gustavo Reis & Julianna Lima (4). Momento emocionante foi também a roda de confraternização onde todos se desejam mutuamente um feliz Natal e um próspero 2016, posando depois para o Jornal Falando de Dança (5).

2

1

3

4

5

Dia 07/12/15 Sérgio Castro realizou o baile de confraternização de fim de ano da Casa de Dança Sérgio Castro, no Centro de Convivência Vila Valqueire, onde reuniu cerca de 150 convidados, entre alunos, equipe e amigos da dança. O vereador Marcelino D’Almeida, responsável pelo local, esteve presente e discursou elogiando o trabalho de Sérgio Castro e equipe para promover o bem estar social utilizando a dança de salão. A Casa de Dança Sérgio Castro realiza atividades no local todas as segundas-feiras. (1) Pose da galera presente para a câmera do JFD. (2) Presença do vereador Marcelino e assessora. (3) Aragão, Angela Abreu e Sérgio Castro. (4) Dj Biracy Best. (5) Aragão com Ana Castro. Mais fotos deste evento no perfil do Jornal Falando de Dança no Facebook.

Circulando especial Profissionais e dançarinos de salão de Duque de Caxias homenageiam o Jornal Falando de Dança

1 2

3

4

Dia 18/12 profissionais e amigos da Academia Movimento Moderno realizaram um baile para a confraternização natalina da dança de salão da Baixada Fluminense, no Clube Itaperuna, em Duque de Caxias. Convidada como participação especial, Tia Neide, como é conhecida a professora Neide Pereira da Silva, fez questão de homenagear o Jornal Falando de Dança, na pessoa de Antonio Aragão. “Sou muito grata ao jornal por ter se lembrado de mim e de outros profissionais aqui da região, para serem homenageados no Baile do Bicentenário da Dança de Salão e no Baile do Dia do Dançarino”, discursou Tia Neide.

5

A Academia Tia Neide Dance Show funcionou no Clube Itaperuna por 12 anos (antes disso, esteve por 8 anos no Belém F. C., também em Duque de Caxias). Muitos profissionais da dança de salão da região se iniciaram na profissão ou trabalharam na academia da Tia Neide, como Pelé, Berg Cigano, Alex, Dejair, Marilene, Fátima, Janete Dias, Luís Cláudio, Ivan, Rodrigo e Carlinhos Melo. Os quatro últimos, quando Tia Neide se aposentou, assumiram as aulas de dança de salão no Itaperuna, com o nome de Academia Movimento Moderno. As aulas acontecem todas as sextasfeiras no local. (1) Profissionais da dança e convidados do evento posando para o JFD. (2) Homenagem a Aragão. (3) Aragão, tia Neide e Berg. (4) João Batista, Aragão, tia Neide e Luiz Batalha. (5) Tia Neide e Carlinhos Melo.


14

ANO 8 - Nº 100 JANEIRO / 2016

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Roteiro dos eventos de nossos patrocinadores e apoiadores SEGUNDAS Baile da Graça Todas as segundas-feiras, a partir das 18h, no restaurante Pistache, Botafogo. V. anúncio na pág. 5. Inf. 2549-9472 / 9-9135-9019 / 9-9674-1414. Baile da Fátima e Maria Luiza Todas as segundas, 20h, agora no Chopp Time, em Botafogo. Inf. 2541-8205 / 99194-6748. Baile da Melhor Idade do Club Municipal Todas as segundas. Inf.: 2569-4822. Aula Baile no C. C. Valqueire Todas as segundas, das 19 às 21h, grátis, com prof. Sérgio Castro. Inf. 3390-9650 / 9-6403-3077 / 9-8626-5044. TERÇAS Baile em S.Gonçalo Organizado pela Ac. de Dança Reinaldo Gonçalves, toda primeira terça-feira do mês, bailinho no Abrigo Cristo Redentor, Centro de São Gonçalo (em frente ao Sesc), de 19 às 22h. Inf. 9-9741-8373. Baile da Conceição da Bahia Baile mensal (última terça) dos aniversariantes do mês, na Ac. de Dança Conceição da Bahia, na Tijuca, a partir das 18h. Inf. 2288-2087 / 9-9679-3628. Tijuca Tênis Clube Inf. (21) 3294-9300. Baile Romântico da Churrascaria Gaúcha Todas as terças, a partir das 20h, música ao vivo. V. anúncio desta edição. Inf. 25582558. Baile do Studio de Dança Flávio Marques Todas as terças, no Centro do Rio, das 12 às 15h. Inf. 2223-0530 / 9.9745-2305. Baile de tango no Studio de Dança Valdeci de Souza Todas as terças, a partir das 19h. Inf. 78977969. Baile Nota 10 no Democráticos Todas as terças, 19h, com banda Estação Rio e equipe de dançarinos da Regina Vasconcellos (opcional, ficha). Inf. 9.93990646 (Bernardo Garçon) ou 9.8117-5057 (Regina). QUARTAS Baile do Carlinhos Maciel Todas as quartas, no Olympico Clube, em Copacabana, a partir das 20h, com dj Murilo. Inf.: 2295-6892 / 9-8212-2969. Forró sertanejo e universitário na Churrascaria Gaúcha Todas as quartas, a partir das 20h. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Dançando na quarta Casa dos Poveiros, Tijuca. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Quartas Democráticas Toda quarta, no Democráticos, forró ao vivo. Inf. 2252-4611. Baile dos Amigos da Dança, na Taquara Todas as quartas, no G. R. Português de Jacarepaguá, a partir das 18h. Inf. 24233585. 1º PingPong do Club Municipal Dia 20/01, feriado, 16h, com bandas Novos Tempos e Brasil Show. Org. Geraldo Lima. Inf. 2527-2300. Pic-Nic Show no Sítio Bangu Campestre Dia 20/01, a partir das 9h, com bandas Copa 7 e Os Devaneios, grupo Criou Raiz e djs convidados. V. anúncio nesta edição. Org. Grupo Excursões e Eventos. Inf. 970293103 / 98769-7387 (Luiz Batalha). Noite do preto e do brilho Dia 27/01, 20h, no Club Olympico, Copacabana, baile temático organizado por Carlinhos Maciel e Glorinha Telles. V. anúncio nesta edição. Inf. 2295-6892 / 98212-2969. QUINTAS Tango Gala Baile mensal, na Academia Alvaro’s Dance, em Copacabana., ligar para confirmar. Inf. 2547-0861. Baile da Graça Todas as quintas, a partir das 20h, na Churrascaria Gaúcha, com opção de dançarinos

de ficha. Inf. 2549-9472 / 9-9135-9019 / 99674-1414 Baile do Almoço Toda quinta, 12h, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 9-8166-0404 / 2223-4066 / 98778-4066. Bailinho do Clube do Rocha Toda primeira quinta-feira do mês, com equipe de dançarinos (sist. ficha). Inf. 3822-7210. Reveillon na pousada A Marca do Faraó Pacote mínimo de 3 diárias, financiado, condução a combinar. V. anúncio nesta edição. Inf. 2711-8297 / 2714-9048 / 993996284. Reveillon 2016 - Baile Maison Sully Dia 31/12, 22h00, baile, discoteca, bebida, comida e queima de fogos. Animação da banda Alto Astral e do dj Adriano. Inf. 2453-0957 / 9-6461-5126 (whatsapp). Org. Sueli Sgambato. Reveillon 2016 - Churrascaria Gaúcha Dia 31/12, em Laranjeiras, com tudo incluído. V. anúncio nesta edição. Inf. 25582558. SEXTAS Baile do Núcleo de Dança Amantes da Arte Sempre na segunda e na última sexta do mês. Vagas limitadas, ligar antes. Inf. 25958053 / 9-8142-5371 (Cláudio Almeida). Forró na Chinela Na Escola Carioca, Tijuca. Inf. 2288-1173. Baile de dança de salão na casa de shows RioSampa, em Nova Iguaçu Todas as sextas, das 17h30 às 21h45 (veja programação das bandas no anúncio nesta edição). Inf. 3343-2000. Baile da C. D. Carlinhos de Jesus Inf. 2541-6186. Bailes de tango na Escola Carioca de Dança Inf.: 2288-1173. Baile da Cachanga do Malandro (Carlos Bolacha) Todas as sextas, na Lapa. Inf. 7862-7012 / 97916-0141 tim Baile da Ac. Cristiano Pereira Todas as sextas, em Bonsucesso. Inf. 38684522. Casa dos Poveiros Todas as sextas, na Tijuca. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Sexta Carioca na Churrascaria Gaúcha Todas as sextas, em Laranjeiras. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Milonga Xangô Toda sexta, na Lapa. Inf. 3970-2457. Baile da ac. Caio Monatte Todas as sextas, de 18 às 22h, no Estácio. Inf.2273-4346. Baile Grande Sexta Toda última sexta do mês, 18h, baile com a dj Márcia Cardoso, no Espaço X de Stelinha Cardoso, no Centro do Rio. Inf. 22234066. Happy Hour do CASS Baile mensal no Clube do Servidor Municipal, Estácio. Inf. email nodadanca@gmail. com. Casa de Viseu Inf. tel.3391-6730. Baile das Famílias no Paratodos da Pavuna Todas as sextas, das 18 às 23h, com banda Mozarty’s e dj Walter Negrão. Ingresso popular, mesa grátis e equipe de dançarinos da casa. V. anúncio nesta edição. Inf. 24741960. Pagode do Municipal Toda sexta, a partir das 20h, com o grupo Swing Carioca e convidados, no Club Municipal, Tijuca. Inf. 3528-8966 / 31970860. Baile dos 83 anos do Clube Humaitá Dia 08/01 com conjunto Copa 7 e dançarinos contratados pela casa. Inf. 9-8787-0068. V. anúncio com a programação completa do clube, nesta edição. Bailes da amiga Angela, na Aspom Dia 06/05 (Baile das Mães, bd Alto Astral); dia 22/07 (Baile do Amigo, bc Novos Tempos); dia 12/08 (Baile dos Pais, bd Alto As-

tral); dia 02/12 (aniversário amiga Angela, bd Novos Tempos). Grande Baile à Fantasia Dia 22/01, 20h, com conj. Aeroporto e Big Show, comemorando o aniversário do amigo Parcifal (e aniversários do mês). V. anúncio nesta edição. Inf. 2704-6915 / 99733-4111. SÁBADOS Baile-Ficha em Copacabana Todo sábado, a partir das 19h, no Studio de Dança Marquinhos Copacabana (veja anúncio da academia nesta edição). Inf. 2256-1956 e 2548-7755. Baile na Escola Jaime Arôxa Botafogo Todos os sábados: 1º sábado: Rastapé & Batucada; 2º sábado: Tum & Tum; 3º sábado: zouk; 4º sábado: Milonga Carioca. Inf. 2542-2040. V. anúncio nesta edição. Tarde Dançante no clube Helênico Todo sábado, almoço dançante das 13 às 16h, seguido de tarde dançante com banda ao vivo. Inf. 2502-1694. Gafieira Estudantina Bailes todos os sábados, a partir das 20h. Inf. 983-638-840 Sábado Especial na Gaúcha Todos os sábados, a partir das 20h, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Bailinho do Estúdio de Dança Ivan Sanna, em Copacabana No 2º sábado do mês (ligar para confirmar antes), das 18 às 22h. Inf. 9-8442-2178. Zouk Explosion na academia Lídio Freitas Baile mensal. Inf. 2565-6253. Baile dos Sonhos Dourados Todo sábado, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá, com grupo Som e Vozes. Inf. 2423-3585. Bailes no Espaço F (Freguesia) Inf.: 9-8702-0078. Baile da Melhor Idade, em Mesquita Todo segundo sábado do mês, no Espaço de Dança R & A, do prof. Reginaldo. Inf. 97650-2746 / 9-8809-3888. Sábado dançante no sobrado Todo sábado, no Studio de Dança Henrique Nascimento, em Pilares. Inf. 3899-7767 / 7706-0217. Bailes do Lê Baile com data móvel, no Clube Mix, no Cond. Novo Leblon. Org. Leandro Aragão. Inf. 9-9726-7589 / 3228-8439. Flash Back do clube Municipal Dia 30/01, 20h, org. Geraldo Lima. V. anúncio nesta edição. DOMINGOS Domingueira do Canto do rio Todos os domingos, em Niterói, às 19h, com banda ao vivo. Inf. 2717-5023. Domingueira Democrática Todos os domingos, a partir das 20h, no Clube dos Democráticos, no Centro do Rio, com banda ao vivo. Inf. 2252-4611. Domingueiras do Club Municipal Na Tijuca. Inf.: 2569-4822. Domingueiras Casa da Vila da Feira Almoço dançante do clube, na Tijuca, com o grupo Som e Vozes. Ligar para confirmar. Inf.: 2293-1542. Domingueira na Aspom (Baile do Nelson e Delfina) Todos os domingos, a partir das 18h30. V. anúncio nesta edição. Inf. 9-9623-8985. FORRÓMANIA na Gaúcha Todos os domingos, a partir das 20h, o forró mais quente da cidade com duas bandas. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Forró é na Ariapó Todo domingo, 18h, grupos de forró ao vivo no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Domingueira Jaime Arôxa Tijuca Inf. 7856-5288 / 2565-6253. Gafieira Elite Domingueira da Paulinha, todo primeiro e terceiro domingo do mês com dj Paulinha Leal. Inf. 2232-3217. Baile de tango na Ac Jimmy de Oliveira Todo 3º domingo org. Márcio Carreiro. Inf. 2264-6044.

Domingueira na Ac Jimmy de Oliveira Todo último domingo do mês. Inf. 22856920 / 9-9476-8130. Baile do Lécio e da Carminha no Museu Militar Baile mensal em São Cristóvão, geralmente no último domingo do mês. Inf. 9-99980677. Encontro dos Sanfoneiros Todo 1º domingo do mês, com entrada franca, das 15 às 20h, na AFTAE(Clube da Cedae), no bairro de S. Lourenço, Niterói. Inf. 2621-0071 / 2775-6819 / 9-9338-9553. Baile no Horto, Niterói Baile mensal gratuito da Amazonas Dance, dia 31/01 de 11 às 14h. Confirme antes por telefone. Inf. 9-9307-2736. V. anúncio nesta edição. SHOWS, PASSEIOS, MOSTRAS, FESTIVAIS, COMPETIÇÕES, TEATRO, WORKSHOPS, CURSOS e outros: Passeio dançante de Saveiro 2016 Dia 17/01/16, domingo, saída 6h para passeio de saveiro pela Ilha Grande. Almoço, petiscos, bebidas liberadas e show com a banda Alto Astral. Org. Paulinho da Fusão. Inf. 2692-4333 / 99594-0952. Saídas de Nilópolis e de Madureira. V. anúncio nesta edição. CARNAVAL 2016 NA POUSADA A MARCA DO FARAÓ Pacotes especiais a partir de 4 diárias, com pensão completa, bailes, aulas e equipe de dançarinos. Inf. 9-9399-6284. V. anúncio nesta edição. Bloco Arrasta Tudo Tradicional bloco do Clube Humaitá, fechando o Carnaval da zona norte de Niterói. Concentração no clube, dia 09/02, às 11h. V. anúncio do clube nesta edição. Excursão com banda Alto Astral 2016 De 4 a 6/03/16, para Passa Quatro, incluindo transporte, hospedagem (pensão completa), dançarinos, baile, festa temática, dança na piscina, city tour e outras atrações. Org. SemearTur. Inf. 9.9496-8448 (WhatsApp), com Edson Santos. “Vá de Van” Passeios diversos e saídas para bailes, da Nery Tour (www.nerytour.com.br). Inf. 2697-4340 / 9-8632-9425. Shows de Márcio Thadeu Inf. 9-9149-9819. Curso de Aperfeiçoamento Profissional - CAP Org. Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ. Informações: (21) 2224-5913 / 2531-7541. EVENTOS EM OUTRAS CIDADES E ESTADOS (consulte também a programação das bandas e djs) CAMPOS DOS GOYTACAZES / RJ Bailes da Casa de Dança Beatriz Petrucci. Inf. 9-8744-688. Ligue para confirmar. NITERÓI / SÃO GONÇALO / ALCÂNTARA Ver programação por dia da semana. MARICÁ / RJ Bailes Moreira Studio de Dança. Inf. 98744-6884. Ligue para confirmar. ITABORAÍ / RJ Noites dançantes com música ao vivo no Esporte Clube Comercial de Itaboraí, todas as quintas, 19h30. Inf. 2635-2333. Ligue para confirmar. RIO DAS OSTRAS / RJ Toda quarta, bandas locais e do Rio tocando na rua Renascer da Terceira Idade, Jd. Campomar. Org. Grupo Renascer. Inf. (22) 2764-6700. Ligue para confirmar. NOVA IGUAÇU Toda sexta, baile na RioSampa (v. anúncio nesta edição). Inf.2667-4662 DUQUE DE CAXIAS Bailes da academia de dança ESCADAS. Inf. 9-9968-7622 (João Batista). Ligue para confirmar. BELO HORIZONTE / MG Bailes às sextas, da Academia Pé de Valsa, na rua Teixeira de Freitas 478 s/01. Inf.: veja anúncio da academia, nesta edição.

PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS E DJ’S PATROCINADORES/APOIADORES: Banda Alto Astral Inf. (21) 3762-2669 / 9-6458-7280. Já agendado para janeiro: (02) Castelo da Pavuna; (03) Cl. Democráticos; (04) Castelo da Pavuna; (05) Guadalupe Country Clube; (06) Recreativo Português de Jacarepaguá; (09) Helênico; (10) Aspom; (11) Castelo da Pavuna; (14) Jacarepagua Tênis Club; (15) Tradição; (16) Hotel Royal, Macaé; (17) a confirmar; (18) Castelo da Pavuna; (20) evento particular; (21) Clube Militar; (22) Poveiros; (23) a confirmar; (24) CBSM Marinha; (25) Castelo da Pavuna; (29) Studio Henrique Nascimento; (30) E. C. Cocotá; (31) Aspom. Acompanhe a atualização da agenda pelo facebook. Banda Novos Tempos Inf. (21) 36249446 / 9-9727-2195 / 9-8276-3300 (Robson). Já agendado para janeiro: (08) Tradição; (16) Lapa 40 graus; (17) Aspom; (20) Cl. Municipal; (29) Poveiros; (30) Helênico. Banda Paratodos Inf. Toninho Moreira, tels. (21) 3477-4308 / 7862-0558 id:83* 67257. Já agendado para janeiro: Grupo Som e Vozes Inf. (21) 2757-2564 / 9.6434-3243. Todos os sábados, Clube Português da Taquara, 18h; todos os domingos, clube Casa da Vila da Feira, na Tijuca (almoço dançante a partir das 12h). Banda Status Show do Rio Inf. Zeca Teixeira 3793-4415 / 98130-9552; 78372144 (Janete); (21) 3762-6535 / 7853-2613 (Ilsa). Conjunto Aeroporto Inf. 2280-2356 / 99994-5580, Sr. José (*) Banda Brasil 10 Inf. (21) 2570-0336 / 99445-5131 (Fabiano Brasil)(*) Banda Brasil Show Inf.: (21) 2691-7294 / 9-9667-1814 (*) Banda Caribe Inf. (21) 2508-1315 (Antonio Carlos).(*) Banda Cassino Brasil Inf. 24270861/7819-3214 (Zanoni) (*) Banda Copa 7 Inf. 7894-6319(*) Banda Estação Rio Inf. (21) 2143-8891 / 97447-2795 / 9.6434-2581 / 9.64110121.(*) Banda Holiday Inf. (21) 3371-4239 / 99664-1080 (Paulo)(*) Banda Lua Nova Rio Inf. (21) 9-86661864 / 9-7649-9548 (Daniel)(*) Milênio Inf. (21) 96960-9789 / 9.76464857 (Larissa Pimenta) Conjunto Os Devaneios Inf. (21) 99365-4362 (Jorge) / 2762-0069 (Luiz) (*) Banda Pérolas Inf. (21) 3178-3369 / 99956-7278 (Aldair).(*) Banda Phenix Inf. (21) 9-9390-3475 / 2482-4911 / 7731-2474 (Ruan Carlos)(*) Banda Resumo Inf. (21) 2462-5080 / 9-8289-9287 / 9-7363-9927 (Emerson Ribeiro). (*) Banda Rio Balanço Inf. (21) 3181-7212 / 9-9464-0953 (Washington)(*) Banda Shock Casual Inf (21) 34069367 / 9-8611-3154(*) Banda Sol & Mar Inf. (21) 2225-6925 / 9-8769-9980 (Fernando).(*) Grupo Trinidance Inf: (21) 9-98549827.(*) W. P. Show Inf: (21) 2596-4786 / 971225528 (Sidnei Fala Sério).(*) (*)Agenda não disponível até a data desta edição. Telefonar para informações ou acompanhar a atualização pelo perfil das bandas no Facebook. DJ Fabiano Silva Inf. (21) 7723-0745 id 645*15492 (Itaguaí). DJ Fábio Marques Inf. (21) 7804-5051 / 9.9304-6717. Dj Guisner Inf. (21) 2260-1332 / 9-97323594. Dj Pedrada Inf. (21) 9-9775-2102 DJ Renato Ritmus Inf. (21) 9-96921752. DJ Viviane Chan Inf. tel (21) 9-94629322. DJ Renatinho Inf. (21) 7866-2721 / 99682-6671 / 9-9236-6513. _____LIGUE PARA CONFIRMAR____ Programação sujeita a alterações, ligue para confirmar. Ao fazê-lo, informe ao promotor onde viu a dica, ajudando-nos a comprovar a utilidade desta seção.


Personal Dancer | Som e Iluminação | repertório atualizado

E-mail: fabionaval22@hotmail.com |970111807 whatsapp

Banda

Contatos:

ALTO ASTRAL Denise Abrantes

VISITE NOSSO SITE!

(21) 3762-2669 | 9.6458-7280

www.estacaoriobanda.wix.com/estacaorio

Banda Status Show Rio Contatos:

ILZA: 3762-6535 / 3063-0077 7853-2613

CONTATOS

ROBSON CRISPIM

JANETE: 2791-1231 / 7837-2144

Lua Nova Rio

(21) 9.6434-3243

Informações: Gésio : 9.6707-1746 9.8666-1864

Mil3nio Larissa Pimenta: 96990-9789 e 97646-4857

RÁDIO COMUNITÁRIA

98.7 Fm

www.bicuda.org.br Projeto Bicuda Ecológica

CONTATO: CHIQUINHO

JMCOM

banda

$& ¸$! &z”

A

S

ANJO R R &

CIA

CONHEÇA A LINHA COMPLETA NO SITE

TAMBÉM À VENDA NAS LOJAS CAPÉZIO DE TODO O BRASIL

PRONTA ENTREGA PELO SITE www.arranjosecia.com/loja

Elaboramos peças exclusivas, consulte-nos: (11) 2331-6633 / 9.9529-0273

(21) 3624-9446 9-9727-2195 / 9-8276-3300

SOM E VOZES (21) 2757-2564 www.capezio.com.br

banda

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 15 - ed. 100 - JANEIRO / 2016 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

(21) 2143-8891 | 97447-2795 96434-2581 | 96411-0121 vicente.roberto@oi.com.br estacaoriobanda@gmail.com

%FVTÏåFM


CLEVE

3477-5822 96494-5600

C P

7

CONJUNTO

OS DEVANEIOS

LUIZ

97029-3103 98769-7387

BIRA

4125-2030 99603-6772

PAGODÃO COM O GRUPO

Criou Raiz

Equipe Hot Show com Dj Claudinho Hot Som, Bahia e Ricardo e vários djs convidados tocando todos os ritmos

Realização: Grupo Excursões e Eventos

Vendas: Bar da Genilda Serga Relojoaria Secretaria do clube

IO

S TU D

S

DANÇA DE SALÃO 3.ª (18 às19h) Sáb (13 às19h)

Studio de Danças e Artes Bangu

Bangu A. C. - Av. Cônego Vasconcelos, 549- S/3 estacionamento (terceirizado) pela R. Silva Cardoso

tel. (21) 2 4 0 1 - 0 4 1 8 email: jaime-jose@ig.com.br

ZOUK

6.ª (17 às 18h)

DANÇAS URBANAS 5ª e 6ª (20 às 21h)

DANÇA DO VENTRE 5ª e 6.ª (17 às 18h)

TANGO ARGENTINO 3.ª (19:30 às 21h, com 30 minutos de prática)

TEATRO E INTERPRETAÇÃO Sábado (9:00 às 12h)

COREOGRAFIAS APRESENTAÇÕES

JAZZ

BALLET

2ª e 4ª 14:00 às 21:00 3ª e 5ª 14:00 às 21:00 NTETE BI E AM AMEN DO L A P DU RIGER REF

TODOS OS CURSOS GRÁTIS para menores da Rede Pública Estadual e Municipal

PONTO DE ADESÃO EM NITERÓI: ASSOCIE-SE AQUI CONOSCO!

DANÇAS DE SALÃO AULAS | COREOGRAFIAS CONTRATOS PARA BAILES

Amazonas Dance

Direção: Gustavo Loivos Diretor Comercial da APDS

Neste Carnaval, desfile com nossos calçados! Veja a diversidade de modelos e cores no face da Amazonas Dance

BAILE no Horto

DO FONSECA

DOM

AULAS EM JANEIRO DE

SAMBA NO PÉ

TODA QUARTA, DE 20 ÀS 21H DESCONTOS DE ATÉ 20% PARA ASSOCIADOS:

AGORA TEMOS MOTOBOY Entrega em até 48 horas Consulte o valor do frete

Inf.2613-3276 / 9-9307-2736

31

JAN

11 ÀS 14H

GRÁTIS

RUA VISCONDE DE ITABORAÍ 365 Centro - Niterói - RJ

(esquina com R. Marechal Deodoro)

site: www.amazonasdance.wix.com/escoladedanca

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 16 - ed. 100 - JANEIRO / 2016 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Entrada liberada de alimentos (bebidas não entram)

BANDA

Apoio Cultural: Jornal Falando de Dança

Ônibus saindo de vários bairros do Rio, Baixada e Niterói às 6hs da manhã

BANGU

E

em homenagem a

das 9h às 20h

D A NÇ A S

RT

Excursão & Pic Nic Show Feijoada

E

A

QUARTA FERIADO

D

E

20 JAN

Sítio Bangu Campestre Estr. Guandu do Sena nº 2889 - tel. 2405-5930 apresenta

JFD 100  

Jornal Falando de Dança, edição nº 100, janeiro/2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you