Page 1

APS

���������� ���������� ������������������ �� OÃREV ESOLSTÍCIO DDE OICÍVERÃO TSLODE S VERÃO SOLSTÍCIO DE VER SOLSTÍCIO www.APSatanismo.org

SPA arE VI III // IIII V Era APS

VI / III)6Era 0/60/6APS 0(06/06/06) ( (06/06/06) VI / III Era APS

(06/06/06)

�����������������������������������������������������������������

��������������

APS EDIÇÕES

Sim, sim, claro que sabemos que o Solstício de Verão não m é uhoje. ret eMas d axiesta ed oã data n a ta não d atdeixa s e s aM de.e ter johum é oãn oãre

����������������������������������������������������������������� significado figurativo bastante curioso: como faz parte do imaginário o ,etneg aocolectivo b atium ede d omuita vitceloboa c oigente, ránigam oi od etrap ������������� ������������ ������������������������ ������������ satsehoje b sad ou dia o ada tsebesta b ad aou id o das ejobestas? h áreS .ãtsirc aig número 666 aparece associado ao diabo na mitologia cristã.?Será

�����������������������������������������������������������������

Mas o que é que isso tem a ver com o Satanismo? Bem, ena d liprática cáf áresnada. omocMas, ,saMcomo .adanserá acitfácil árp ade n ,m eB ?o

Sim, sim, claro que sabemos que oconstatar Solstício de destas Verão Massocial esta de ao longo 24 não horas,éa hoje. comunicação mencarregar-se-á odata c raedrnão abmobdeixa de sonnos ed bombardear á-es-ter rageum rraccom ne laicos oã todo o tipo de associação entre o numeral 666 e o Satanismo. o odotDeste rezaf modo, a açemcomeça oc ,odom a fazer etseDtodo .omsoinataS o significado figurativo bastante curioso: como faz parte do imaginário colectivo de muita boa gente, o sentido que a APS resolva “celebrar” esta data com o lançamento ãgrO ueda s oprimeira d oãçideedição ariemirdo p aseu d otn Orgão emaçnal o mo Sim, claroassociado que sabemos que omitologia Solstício de Verão não é ohoje. Mas esta data não deixa d 666sim, aparece ao Oficial diabo cristã. Será falar hoje dia da que besta número de na Expressão: a �������� ! Se vamos de o Satanismo, seja !seem õou çidcondições! ndas oc mebestas? ajes euq ,omsinataS ed

significado figurativo bastante curioso: como faz parte do imaginário colectivo de muita boa O nosso propósito ao longo destas páginas é apenas siame stão on-rasomente mixorpa aproximar-nos etnemos oãt emais sanepa é

Mas onúmero que é que tem a associado ver com o Satanismo? Bem, na prática nada. como será 666isso aparece aodediabo na mitologia cristã. Será ou directamente todos aqueles interessados no Satanismo ed Mas, olu em cíhoje evPortugal. mu o áredia SSerá .lada gu um trfácil obesta Pveículo mede om de sinatdas aS o divulgação das actividades da própriaencarregar-se-á APS, assim como uma euqforma sodnos úde etnapresentarmos ocbombardear somratneserconteúdos pa edcom amroque f amu omoc constatar ao longo destas 24 horas, a comunicação social de julgamos interessantes. E, porque não, começando já com me aoçnrescaldo eserp assda on nossa ad odlpresença acser o mem oc áj odna todo oMas tipo odeque associação entretem o Barroselas numeral 666 oSatanismo? Satanismo. Deste modo, aacifazer nonaeo edição do festival SWR. Complementado etneprática cecomeça r scom iam aonada. acrítica tírcaoaMas, mais mtodo oc orecente d aotnemelpm oC é que isso a ver nacom Bem, na como será lançamento de Boydcom Rice aquando da sua última da passagem -epor ceraPortugal p edição ,sedadeivoutras ondo sartnovidades, useu o e lagOrgão utropareceP rop megassap sentido que a APS resolva “celebrar” esta data o lançamento primeira constatar ao longo destas-nos 24umahoras, social encarregar-se-á de nos boa formaadecomunicação iniciar este ritual trimestral que vos propomos. .somopbombard orp sov euq l Oficial de Expressão: a �������� ! Se vamos falar de Satanismo, que seja em condições!

todo o tipo de associação entre o numeral 666 e o Satanismo. começa a faze ����Deste ����������� modo, ��������������� sentido que a ao APSlongo resolva “celebrar” data com o lançamento da primeira edição O nosso propósito destas páginasesta é apenas e tão somente aproximar-nos mais do se ������������������������������������������ ������������������� Oficial de Expressão: a �������� ! Se vamos falar de Satanismo, que seja em condições! directamente de todos aqueles interessados no Satanismo em Portugal. Será um veículo de

divulgação das actividades da própria APS, assim como uma forma de apresentarmos conteúdos que �������� � Deed destacar oledom aod alteração oãçaretla doa modelo racatsed deeD � ��������������������������������������������� julgamos interessantes. E, porque não, começando já com éo apenas rescaldo da O nosso propósito ao longo destas páginas e somente aproximar-n ;zana ctão ifnossa eAPS e se–lp ágil, mipresença s ,simples ligá – SPeAeficaz; a nem afiliação oãçailifa Barroselas na nona de edição do aqueles festival Complementado com a crítica ao mais recente � Este anoSWR. começou com uma reestruturação directamente todos interessados no Satanismo em Portugal. Será um ve odnezaf ,presentes � Estivemos XI RWS on noseSWR tneseIX rp, sfazendo omevitsE � melhor enquadrar os do sua ���� da APS, para lançamento de Boyd Rice aquando da última passagem por Portugal e outras novidades, pareceapanhado ;etniuge geral s anapresentarmos igna áppágina an lareseguinte; g odahnapa mconteú u divulgação das actividades da própria APS, assim como umaumforma de conteúdos e facilitar a consulta; -nos uma boa forma de iniciar este ritual trimestral que vos propomos.

julgamos interessantes. E, porque não, começando já � com Via soDark datnoeFashion, serescaldo rper soestivemos mevitse ,da norepresentados ihsanossa F kraD aiV prese � � Foi publicada a Declaração de Intenções no.)Dark lavinSouls raC sa lCarnival uoScrítica seiba luL krao aD on mais soiorrLullabies oC ( com ( lCorroios). que irá reger a actividade da para do 2006,festival Barroselas na nona edição SWR. Complementado ��������������� APS e avaliar os seus objectivos; lançamento de Boyd Rice aquando da sua última passagem por Portugal e outras novidades ������������������ ������������������ � Existem agora muitos mais artigos na Loja -nos uma boa forma de iniciar este ritual trimestral que vos propomos. ������������������������������������������ ������������������������������������������ Online, com actualização global de preços; ������������������������������������������ �

��������

���������������������������������������������

m oc ���� actualizações oa do seõçamodelo zilautao ca ���� setde nacom tsnoC De destacar � a Constantes alteração artigos;eesoutros seretni conteúdos ed sodúetnde oc interesse; sortuo e sogitra APS – ágil, simples e eficaz;

Presença III tseF laassegurada utiR kraD on noad Dark arugRitual essa aFest çnesIII erP

Foi encetada uma parceria afiliação com a Dark na Fashion, para disponibilizar os artigos da reestruturação APS nas suas lojas físicas; �

Mantermo-nos son snos ovitca����� son-,om retna o moc , �����activos com oM resultado ; ���� ondas levín entrevistas opsid satsidisponível vertne sadno od����; atluser

Foi criada também uma nova linha de produtos oficiais da APS, para responder às múltiplas solicitações;

�������

������������������������������������������

Este ano começou com uma do ���� da APS, para melhor enquadrar os �������� conteúdos e facilitar a consulta;

���������������������������������������������

(dia 10 .)ade hniJunho aR ad nas sadlCaldas aC san da hnRainha). uJ ed 01 aid( Estivemos presentes no SWR IX, ofazendo um apanhado geral na página seguinte;

De destacar a alteração do mo

afiliação na APS – ágil, simples e ef Via Dark Fashion, estivemos representados Foi publicada a Declaração de Intenções no Dark Lullabies Souls Carnival ( Corroios). para que começou irá reger acom actividade da � 2006, Este ano uma reestruturação APS edo avaliar os seus objectivos; � Estivemos presentes no SWR IX, ���� da APS, para melhor enquadrar os

Existem agora muitos mais artigos na Loja Online, com actualização global de preços;

um apanhado geral na página segu

conteúdos e facilitar a consulta;

������������������

������������������������������������������

� Via Dark Fashion, estivemos repre Foi publicada a Declaração de Intenções noactivos Dark Lullabies Souls Carnival (C � da Mantermo-nos nos ����� , com o para 2006, regerlinha a actividade Foi criada tambémque umairánova de resultado das entrevistas disponível no ����; APS e avaliar os seus objectivos; produtos oficiais da APS, para responder às �

múltiplas solicitações; �

� Constantes actualizações ao ���� com ������������������ Existem agora muitos mais artigos na Loja artigos e outros conteúdos de interesse; ����������������������������������������� Foi encetada uma actualização parceria comglobal a Dark Online, com de preços;

Fashion, para disponibilizar os artigos da APS nas suas lojas físicas;

Presença assegurada no Dark Ritual Fest III

� Mantermo-nos activos nos ����� Foi criada também uma nova linha de (dia 10 de Junho nas Caldas da Rainha). resultado das entrevistas disponíve produtos oficiais da APS, para responder às múltiplas solicitações; � Constantes actualizações ao � www.APSatanismo.org artigos e outros conteúdos de intere Foi encetada uma parceria com a Dark


STEEL WARRIORS REBELLION IX BARROSELAS METALFEST 2006 O maior festival Underground de Metal no nosso país não poderia passar incólume sem uma presença forte e vincada da APS! No dia 28 montamos o nosso stand, com uma selecção de produtos sobre o Satanismo, dando-se início a três dias de muita música, convívio e também divulgação da APS e do Satanismo em geral. Fiquem de seguida com um diário feito in loco no festival, disponível também no Fórum da APS em versão extendida. DIA 1 – A CHEGADA Ora bem, depois de tanto tempo de espera e de preparação, cá nos encontramos em pleno SWR!!! No primeiro dia de festival, com muitas boas bandas e outras nem por isso, cortes de energia à mistura e um ambiente globalmente positivo, nada melhor do que relaxar um pouco. Do 1º dia destacam-se as prestações de Loits e Obtest, a provar que a Estónia é sem dúvida um país a descobrir em termos musicais. Um olho atento na Ledos Takas é meio passo andado para o conseguir... Para o 2º dia existe alguma antecipação em relação às prestações dos The Ransack, Theriomorphic e Hate, mas principalmente dos headliners Keep of Kalessin e Carpathian Forest. Logo se verá como correu. Em relação à APS, continuamos à vossa espera para umas palavras. Já tivemos a visita de vários interessados no Satanismo em Portugal, e também de uns quantos que tinham bebido mais do que a sua conta. Dispensam-se os segundos e acolhem-se os primeiros. Uma palavra final de destaque para a organização: nada que não fosse previsível, mas fomos muito bem recebidos.

DIA 2 – A CONFIRMAÇÃO Depois do "dia mais longo", nada como uns momentos para vermos o que passou e anteciparmos o que há-de vir. Vamos por partes... Antes do intervalo para jantar, tivemos algumas bandas pouco interessantes mas muito bem rematadas com Theriomorphic, numa demonstração clara do melhor que por estas bandas se faz a nível do Underground; depois, a ascensão progressiva de boas propostas. As prestações de Shurim e Hate foram bem conseguidas, com maior destaque para os Polacos do que para os Belgas. Mas nenhum desiludiu. Claro que o melhor estava reservado para o fim, apesar de se ter gorado o duelo das "gargantas Norueguesas". Keep Of Kalessin não actuou com o carismático Attila, mas conseguiu uma excelente prestação. Para Nattefrost e os seus Carpathian Forest estava reservado o "trono" da noite, com uma actuação arrasadora. O seu black'n'roll resulta de forma excelente ao vivo, e mesmo depois de tantas horas foi uma actuação curta, mais 1 ou 10 músicas e ninguém se importava. Para o 3º dia, provavelmente uma das bandas mais esperadas: os Bolt Thrower estão aí! A noite promete, com um triunvirato de respeito: Filii Nigrantium Infernalium, God Dethroned e Bolt Thrower (por esta ordem) prometem um alinhamento excelente neste Domingo soalheiro. No "campo" da APS, continuamos à vossa espera. Pela votação no fórum, ainda nos falta receber a visita de alguns membros, por isso não se acanhem: vão ter connosco e digam de vossa justiça! Ou vamos beber um copo juntos, qualquer coisa desse tipo.

geral@APSatanismo.org


DIA DIA 3 3– –O O AUGE AUGE De De registar registar a a actuação actuação dos dos madeirenses madeirenses Requiem Requiem Laus, Laus, que que parecem parecem estar estar de de volta volta (e (e em em força!) depois de um longo hiato. Mas o melhor estava mesmo reservado para depois força!) depois de um longo hiato. Mas o melhor estava mesmo reservado para depois da da pausa para uma O AUGE pausa DIA para3 –jantar: jantar: uma actuação actuação arrebatadora arrebatadora de de Belathauzer Belathauzer e e os os seus seus Filii Filii Nigrantium Nigrantium Infernalium, Infernalium, uma uma excelente excelente prestação prestação dos dos God God Dethroned Dethroned e e os os grandiosamente grandiosamente esperados esperados Bolt Thrower. Depois de 20 anos à espera para os ver em solo os britânicos não De registar a actuação dos madeirenses Requiem Laus, que parecem estar volta (e em Bolt Thrower. Depois de 20 anos à espera para os ver em solo luso, luso, os de britânicos não d il di U d i i i bé força!) Um depois ded um longo hiato. Mas oii melhorosestava mesmo reservado para depois daoutra surpresa, e um ar de desiludiram. grande concerto, onde estiveram principais temas e também uma ou d il di U d d i i i bé desiludiram. Um grande concerto, onde estiveram os principais temas e também uma ou outra surpresa, e um ar de pausa para jantar: uma actuação arrebatadora de Belathauzer Demorou, e os seus Filii foi! Nigrantium contentamento contentamento pela pela recepção recepção que que palavras palavras não não podem podem descrever. descrever. Demorou, mas mas foi!

Infernalium, uma excelente prestação dos God Dethroned e os grandiosamente esperados Bolt Depois de 20 anos à espera para os ver em solo luso,palco os britânicos não A daí Thrower. pouco há dizer... demasiado tempo na do set reduziu bastante a os A partir partirdesiludiram. há a agrande dizer... demasiado tempo na mudança mudança doi temas set de deepalco reduziu bastante a plateia, plateia,e e eumquando quando os d daí il pouco di U d muita dgente i saiu. i ida bé Um concerto, onde estiveram os principais também uma ou outrasimplesmente surpresa, ar de Adorior entraram em palco mais Depois mestria dos Bolt Thrower não havia Adoriorcontentamento entraram empela palco muita mais gente saiu. Depois da mestria dos Bolt Thrower simplesmente não havia recepção que palavras não podem descrever. Demorou, mas foi!

pachorra pachorra para para os os aturar! aturar!

A partir daí pouco há a dizer... demasiado tempo na mudança do set de palco reduziu bastante a plateia, e quando os

No APS, bastante satisfeitos com a para o Adoriorda entraram em palco muita mais gente saiu. da mestria Fomos dos Boltessencialmente Thrower simplesmente havia e No "campo" "campo" da APS, ficamos ficamos bastante satisfeitos com Depois a receptividade. receptividade. Fomos essencialmente para ver vernão o festival festival e divulgar o nome da Associação, por isso tudo o resto foi ganho. Abriram-se também perspectivas de novas parcerias, aturar! divulgarpachorra o nomepara da os Associação, por isso tudo o resto foi ganho. Abriram-se também perspectivas de novas parcerias, para para chegarmos chegarmos cada cada vez vez mais mais perto perto daqueles daqueles que que estão estão interessados interessados no no Satanismo. Satanismo. E E para para o o ano ano há há mais: mais: podem podem definitivamente contar connosco para a mítica Xª edição do festival!!! No "campo" da APS, ficamos bastante satisfeitos com a receptividade. Fomos essencialmente para ver o festival e definitivamente contar connosco para a mítica Xª edição do festival!!! divulgar o nome da Associação, por isso tudo o resto foi ganho. Abriram-se também perspectivas de novas parcerias,

para pensamento: chegarmos cada vez mais perto daqueles quetenda estão de interessados no Satanismo. E para o ano há mais: podem Um é que estavamos numa Um último último pensamento: é certo certo que para estavamos tenda de circo, circo, mas mas dispensavam-se dispensavam-se tantos tantos palhaços. palhaços. You You know know definitivamente contar connosco a míticanuma Xª edição do festival!!! who you are... who you are... Um último pensamento: é certo que estavamos numa tenda de circo, mas dispensavam-se tantos palhaços. You know who you are...

~ ~ CRÍTICA CRÍTICA ~ ~

~ CRÍTICA ~

Boyd Boyd Rice Rice – – The The vessel vessel of of God God M. Janeiro – Porto do Graal M. Janeiro – Porto do Graal Terra 2005 Boyd RiceFria – The vessel of God Terra Fria 2005 M. Janeiro – Porto do Graal

Terra Fria 2005 Quinta da Com Com uma uma curta curta performance performance na na Quinta da Regaleira em Sintra, foi apresentado este livro Regaleira em Sintra, foiperformance apresentado livroda Com uma curta na este Quinta conjunto através da edição da Terra Fria. conjunto através da edição da Terra Fria. Regaleira em Sintra, foi apresentado este livro O com autores separados apresenta O livro livroconjunto com dois dois autores separados apresenta através da edição da Terra Fria. também a edição em inglês e traduzida, pelo que também edição e traduzida, que O alivro com em doisinglês autores separadospelo apresenta das 220 páginas, apenas lemos metade. também a edição em inglês e traduzida, pelo que das 220 páginas, apenas lemos metade. das 220 páginas, apenas lemos metade.

Boyd Boyd Rice, Rice, que que dispensará dispensará apresentações, apresentações, brinda-nos com um excerto de de Boyd Rice, que dispensará apresentações, brinda-nos com um excerto de 3 3 capítulos capítulos de uma uma brinda-nos com um excerto 3 capítulos de uma pesquisa mais por realizada relativa pesquisa mais alargada alargada por ele elede realizada relativa pesquisa mais alargada por ele realizada relativa ao da do Este tema tem ao tema tema da “procura “procura do Graal”. Graal”. Este tema tem ao tema da ultimamente, “procura do Graal”. Este tema tem dado que falar mas segundo o dado dado que falar ultimamente, mas segundo oo quepesquisa falar ultimamente, mashásegundo autor, a sua já remonta várias autor, autor, a suaa pesquisa já remonta há várias sua pesquisa já remonta há várias décadas, tendo B.Rice percorrido locais e décadas, tendotendo B.Rice percorrido locais e falado falado décadas, B.Rice percorrido locais e falado com personagens, que foram descritas em livros com personagens, que foram descritas emem livros com personagens, que foram descritas livros como “Holy Blood, Holy Grail”. como “Holy Blood, Holy Grail”. como “Holy Blood, Holy Grail”. O introdutório deambula por entre O capítulo introdutório deambula entrea O capítulo capítulo introdutório deambula porpor entre aa igreja católica, a sua doutrina e fundações, igreja católica, a sua doutrina e fundações, igreja católica, a sua doutrina e fundações, alertando a aquisição esta igreja alertando para a feita por esta igreja alertando para para a aquisição aquisição feitafeita porpor esta igreja dos simbolismos pagãos, conseguindodeste deste dos simbolismos pagãos, conseguindo dos simbolismos pagãos, por conseguindo deste modo uma aceitação parte de diferentes modo uma aceitação por parte de diferentes modo grupos uma com aceitação por parte de diferentes diferentes convicções. grupos com convicções. gruposPara comB.diferentes diferentes convicções. Rice a noção de deuses é uma dualidade, Para B. Rice a noção de deuses é dualidade, Para B.háRice a noção é uma umasexos, dualidade, sempre váriosde e deuses de diferentes ou seja, há vários e sexos, ou há sempre sempre vários e de de diferentes diferentes sexos,uma ou seja, seja, deuses e deusas, tendo o feminino grande deuses e o uma sentimento, a maternidade, deusesimportância: e deusas, deusas, otendo tendo o feminino feminino uma grande grande a importância: o sentimento, a a origem de a Terra Mãe. Este aspecto, como importância: o tudo, sentimento, a maternidade, maternidade, a origem de tudo, a Terra Mãe. Este aspecto, como decerto estão familiarizados, foi totalmente origem de tudo, a Terra Mãe. Este aspecto, como decerto estão foi pela igreja católica, onde apenas decertonegligenciado estão familiarizados, familiarizados, foi totalmente totalmente negligenciado católica, onde existe umpela Deusigreja e onde o feminino encarado negligenciado pela igreja católica, ondeé apenas apenas como algo dee obscuro e feminino mau. existe um Deus onde o é encarado existe um Deus e onde o feminino é encarado como como algo algo de de obscuro obscuro e e mau. mau. A história do Santo Graal, ou Sangue Real,

prende-se com a descendência de Jesus e Maria A do A história história do Santo Santo Graal, Graal, ou ou Sangue Sangue Real, Real, Madalena. prende-se prende-se com com a a descendência descendência de de Jesus Jesus e e Maria Maria Madalena. Madalena.

B. Rice vai ao longo das páginas fazendo

B. Rice ao das páginas a história Cristo fazendo e a B.comparações Rice vai vai entre ao longo longo das de páginas fazendo comparações entre a história de mitologia já existente, incluindo excertos comparações entre a história de Cristo Cristo dee e a a mitologia já existente, incluindo evangelhos, realçando a origemexcertos do que é de mitologia já sempre existente, incluindo excertos de evangelhos, a hoje a igreja sempre católica erealçando as suas influências. evangelhos, sempre realçando a origem origem do do que que é é hoje a igreja católica e as suas influências. hoje a igreja católica e as suas influências. No segundo capítulo – o legado de Lúcifer – a

demanda do capítulo Graal continua, havendo interesse– a No segundo – de No segundo capítulo – o o legado legado de Lúcifer Lúcifer num seguimento da continua, linhagem das famílias reais– a demanda do Graal havendo interesse demanda do Graal continua, havendo interesse europeias e mitologia. É feita uma relação entre num num seguimento seguimento da da linhagem linhagem das das famílias famílias reais reais europeias e mitologia. É feita uma europeias e mitologia. É feita uma relação relação entre entre

www.APSatanismo.org

(continua na pag. seguinte)


nomes de descendentes, o que a bíblia diz, o que aconteceu na civilização egípcia e o que existe na Europa. Há um constante paralelo entre a realidade e o imaginário…é preciso estar atento! O último capítulo começa na Europa, passa pela Atlântida e termina na Suméria. Mais uma vez B. Rice pretende fazer o paralelismo entre o que hoje usamos como nosso e que existe desde tempos imemoriais, com nomes semelhantes e histórias parecidas. Parece que a Humanidade não tem grande imaginação, copiamos os acontecimentos, vestimo-los com outros panos e dizemos que estamos a fazer história… apenas a repetimos! M. de Janeiro começa o seu capítulo com um símbolo – o escudo de D. Afonso Henriques. Com esta introdução, é fácil perceber onde as suas palavras nos vão levar. Este autor deambula pela temática do Graal, mas com uma contextualização lusitana. Neste trabalho é referida a origem do nosso país com D. Henrique e seu filho, para dar enquadramento à fundação da Ordem de Cristo – os Templários. M. de Janeiro compilou os nomes históricos que presidiram a esta ordem, fazendo uma breve biografia do percurso dos mais relevantes, incluindo também dados históricos que ocorreram durante a sua regência. Apesar de ultimamente sermos bombardeados com questões sobre os templários, ordens secretas e a linhagem de Cristo, é de referir que este livro tem uma abordagem algo diferente; não é um romance, mas um levantamento que tenta ser preciso, um trabalho quasi jornalístico. Pretende dar informação e o leitor é que decide o que fazer com ela. Tendo como reparo que muito ficou por dizer e que se poderão esperar novos desenvolvimentos… para quando a publicação da obra completa de B. Rice? Um último achego de apreço à Terra Fria. Parabéns pelo trabalho desenvolvido a todos os níveis e um obrigado por fazer chegar até nós um livro de qualidade e autores conceituados. �������������������������������������������������������������������

���������������������������������� A APS orgulha-se de apresentar a sua mais recente parceira: a Dark Fashion! No propósito de aproximação da APS a todos os interessados no Satanismo, esta parceria irá possibilitar a aquisição de uma selecção de produtos da APS nas lojas físicas da Dark Fashion. Será também possível afiliarem-se na APS directamente nas lojas. De referir que uma 2ª loja da Dark Fashion irá abrir em Almada ainda durante o mês de Junho, alargando o leque de oferta.

LOJA ONLINE DA APS – PROMOÇÃO DO MÊS Todos os meses na Loja Online existem várias promoções, disponibilizando itens de interesse a preços convidativos. Mantenham-se atentos às actualizações! Este mês propomos três artigos de referência para qualquer Satanista: • Satanic Bible • Satanic Rituals • T-Shirt Oficial da APS

geral@APSatanismo.org

loja.apsatanismo.org

Esta parceria visa também uma representação mútua das entidades em eventos relevantes. Como primeira concretização, a APS esteve representada pela Dark Fashion no recente Dark Lullabies Souls Carnival, em Corroios. E com sucesso, pelo que nos foi dado a perceber por quem lá esteve presente...

Infernus 001 SOL1 IV  

Sim, sim, claro que sabemos que o Solstício de Verão não é hoje. Mas esta data não deixa de ter um significado figurativo bastante curioso:...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you