Page 1

POR T FO L IO ARQUITETA DAIELI LETÍCIA KUNZ

TRABALHOS SELECIONADOS 2015 A 2018


ÍNDICE

04

08

16

24

BATH HOUSE

CASA VENEZIANA

INCUBADORA GASTRONÔMICA

BROTO

HABITAÇÃO SOCIAL

2015

2017

2018

2018


DAIELI LETÍCIA KUNZ graduada pela universidade federal do rio grande do sul em arquitetura e urbanismo em

2018.

portfólio de trabalhos selecionados do período

2015

portfólio completo em: behance.net/daielikunz

a

2018.


BATH HOUSE GALWAY, IRLANDA 2015

PROJETO DESENVOLVIDO NA DISCIPLINA DE ARCHITECTURAL DESIGN STUDIO V NO DUBLIN INSTITUTE OF TECHNOLOGY, DUBLIN, IRLANDA.

DESENHOS DE PROCESSO PROJETUAL

A DISCIPLINA PROPUNHA UMA CASA DE BANHO PARA A CIDADE DE GALWAY, NA COSTA OESTE DA IRLANDA. O SÍTIO LOCALIZA-SE ENTRE A MARGEM DO LAGO ATALIA AO NORTE E A LINHA DO TREM AO SUL.. O PROGRAMA DE NECESSIDADES PREVIA PISCINAS QUENTES E FRIAS, SAUNA, BANHO DE ALGAS, BANHO DE LAMA E SALAS DE MASSAGEM. O CONCEITO DO PROJETO PARTE DO RECONHECIMENTO SENSÍVEL DO LOCAL E DA PAISAGEM, QUE TEM COMO ELEMENTOS MARCANTES O LAGO, O TERRENO ROCHOSO E A VISTA PARA O SKYLINE DA CIDADE. PARTINDO DESSA CONSIDERAÇÃO, ASSUMIU-SE COMO PREMISSA, QUE A ARQUITETURA DEVERIA MIMETIZAR-SE NA PAISAGEM E VALORIZAR A VISTA ATRAVÉS DE ENQUADRAMENTOS ESTRATÉGICOS.

04


O PARTIDO ARQUITETÔNICO SE DESENVOLVE ATRAVÉS DE UMA BASE EM BARRA ASSENTADA SOBRE O TERRENO. NELA APOIAM-SE VOLUMES MENORES QUE AVANÇAM LEVEMENTE SOBRE O LAGO, ABRINDO-SE PARA A VISTA.

A BASE ASSUME UM ASPECTO MONOLÍTICO E A LUZ NATURAL É EXPLORADA ATRAVÉS DE ABERTURAS ZENITAIS E DE UM JARDIM INTERNO CONECTADO A ÁREA DE PISCINA.

DESENHO DE PROCESSO PROJETUAL

A TIPOLOGIA EM BARRA HORIZONTAL FOI ADOTADA PARA PERMITIR UMA DISPOSIÇÃO SEQUENCIAL DOS AMBIENTES DE FORMA QUE O PERCURSO DE EXPERIMENTAÇÃO DO ESPAÇO FAZ PARTE DA ESTRATÉGIA DO PROJETO DESDE A CONCEPÇÃO.

05


O ACESSO AO EDIFÍCIO SE DÁ ATRAVÉS DE UM PEQUENO PÁTIO, QUE FAZ A TRANSIÇÃO ENTRE A AMPLITUDE DO LADO DE FORA E A “RECLUSÃO” DO LADO DE DENTRO. DEPOIS DA RECEPÇÃO, O USUÁRIO É CONDUZIDO AO VESTIÁRIO PARA DEPOIS ADENTRAR A ÁREA DE BANHOS. UMA CIRCULAÇÃO LINEAR ARTICULA OS DIFERENTES ESPAÇOS, FUNCIONANDO COMO “ESPINHA DORSAL” DO PROJETO.

PLANTA BAIXA

06


NO INTERIOR DO EDIFÍCIO, A MADEIRA E A VEGETAÇÃO SÃO EMPREGADAS PARA TRAZER CONFORTO AOS USUÁRIOS. AS ENTRADAS DE LUZ ZENITAIS EXPLORAM OS EFEITOS DE LUZ E SOMBRA, AO MESMO TEMPO QUE AJUDAM A COMPOR A ATMOSFERA DO LOCAL.

A HORIZONTALIDADE DA FACHADA E O REVESTIMENTO EM PEDRA BUSCAM A CONECÇÃO COM O LUGAR. OS GRANDES VOLUMES DA BASE, COM GEOMETRIAS PURAS E POUCAS ABERTURAS CONTRASTAM COM OS GRANDES PAINEIS DE VIDRO DOS VOLUMES MENORES.

CORTE 5

FACHADA NORTE

FACHADA SUL

07


CASA VENEZIANA PORTO ALEGRE, RS 2017

PROJETO DESENVOLVIDO NA DISCIPLINA DE PROJETO ARQUITETÔNICO VI EM GRUPO COM ANA PAULA MIELKE E PATRÍCIA MAGNO.

RUA

PASS O

EIRA

CAE

AV. P ER

S

PLANTA DE SITUAÇÃO

O

localiza-se

terreno

Assunção,

em

estudo

bairro

no

cujo

Vila

uso

é

predominantemente residencial e que está ligado à história de

Porto Alegre

como um local

que, por volta da década de

40

começou a ser ocupado por

casas de final de semana de pessoas que viviam no centro e iam para a

Zona Sul

A

proposta do grupo

aproveitar

seus momentos de lazer.

enquanto conceito, é criar uma conexão

com

esse

predominantemente

contexto residencial

através da apropriação de um elemento tradicional, geralmente vinculado das

pessoas

“morar”,

ao em

imaginário relação

ao

que são as janelas

venezianas.

08


módulo básico com aplicação de planos venezianados nas fachadas norte e sul

09


As

características estéticas e funcionais das venezianas foram exploradas de forma

a criar um projeto de residência

contemporânea, adaptada aos novos estilos de vida e com foco no conforto

ambiental.

Dessa

forma, propõe-se uma releitura desse elemento e da sua aplicação:

as fachadas norte e sul, dos dois volumes principais da casa, recebem painéis venezianados que as cobrem por inteiro e que são levemente afastados delas.

A

estratégia é possibilitar aos usuários um total controle sobre a luminosidade, incidência solar, e ventilação da casa, através de venezianas com aletas articuláveis, e, ao mesmo tempo, criar movimento e estímulo visual para as fachadas.

10


11


A

casa

são

apenas

“esqueleto”

é

composta

pré-fabricados

módulos

instalados

no

por

sítio.

que

O

do módulo é formado por

pilares e vigas em madeira laminada e

colada

compostos

e

os

por

fechamentos um

sanduíche

são que

inclui isolamento térmico e placas de compesado naval como acabamento interno..

Os

módulos são conectados

através de encaixes específicos.

12


13


MÓDULOS VINDOS DE FÁBRICA:

14


ESQUEMA DE MONTAGEM NA FÁBRICA:

15


BROTO PORTO ALEGRE, RS

INCUBADORA GASTRONÔMICA

2018

PROJETO DE CONCLUSÃO DE CURSO.

PORTO ALEGRE, RS

AV. VENÂNCIO AIRES, 901

esse propõe

um

projeto de conclusão de curso noVo

uso

ao

uma

estrutura

existente que hoje abriga um estacionamento na

região

central

de

porto

incubadora gastronÔmica.

a

alegre:

uma

incubadora se

proporia a oferecer a empreendedores(as) do

ramo além de suporte gerencial, administrativo

e mercadológico, assessoramento técnico para a elaboração de cardápios e produtos.

a

proposta também reconhece

seu

potencial de reQualificação da facHada da

rua, que é marcada pela presença de edifícios históricos patrimoniais.

16


SÍTIO-PRÉ-EXISTÊNCIA

MALHA ESTRUTURAL EXISTENTE

PARCELAMENTO ORIGINAL DO SOLO

RECUOS FRONTAIS E AFASTAMENTOS LATERAIS

ADM E CURSOS SERVIÇOS BANCAS COZINHAS AUDITÓRIO

17


DESENHOS DE PROCESSO PROJETUAL

18


de

Em

planta

organização

(armazenamento

e

baixa, do

foram

espaço:

produção)

e

definidas

duas

uma

barra

a

segunda

de

barras serviços

barra

que

contem a dinâmica de venda e consumo dos produtos, configurando uma praça de alimentação.

Essas

duas barras

são articuladas por um eixo central, cujo ponto focal é

de produção da incubadora, que funcionam como vitrines.

Se,

por um lado, o eixo central é retilínio e possui um apelo

mais comercial, existe um segundo eixo de circulação formado por múltiplas possibilidades

-

-

que é pautado pela

experimentação gradual do espaço e que possibilita estar ora em espaços mais abertos, ora em espaços mais íntimos.

um grafite colorido na parede mais ao fundo do terreno que compõe com dois jardins laterais e com a entrada de luz natural..

Nesse

trajeto, é possível contemplar as áreas

19


Assim

como o pavilhão existente buscou a

treliça como solução estrutural para vencer o vão da cobertura, esse elemento é trazido para

a

nova

contemporânea. metros

-

-

com

uma

releitura

vão de aproximadamente

28

que corresponde a frente do terreno

é vencido através de duas vigas treliçadas

agigantadas de CORTE TRANSVERSAL

fachada,

O 6

metros de altura.

FACHADA

20


junto

a rua, em um volume elevado em relação ao

térreo, se desenvolve a cozinha para aulas práticas e, no segundo andar, a administração da incubadora.

dessa forma,

o térreo permanece livre e convidativo à entrada, o que é

coberturas das bancas e das cozinhas conectam-se através de passarelas e possibilitam uma área de hortas e uma área de

estar e de eventos, como exposição e degustação de produtos, por exemplo.

nesse

nível também é possível contemplar as

reforçado pelo piso da calçada que avança para dentro do

chaminés que concentram as saídas das coifas das cozinhas.

volume

estratégia foi explorar esteticamente esses elementos que

terreno, como uma extensão do espaço público.

no

dos fundos encontra-se o auditório para aulas teóricas e um pavimento técnico.

no interior do pavilhão, no segundo pavimento, as

a

fazem parte da infraestrutura da incubadora, didatizando o funcionamento da mesma e reafirmando uma linguagem arquitetÔnica vinculada ao industrial.

21


ao

longo do percurso dentro do pavilhão se

vai percebendo a relação espacial entre as bancas, as passarelas e cobertura metálica que as cobre.

para

foram

permitir

uma

melhor

iluminação

propostos rasgos na cobertura metálica.

natural,

22


optou-se

por trabalhar

com estrutura metĂ lica e lajes de concreto prĂŠfabricadas,

utilizando-

se como fechamentos a telha de aço ondulada nos dois volumes novos e compensado naval no fechamentos das bancas e cozinhas.

23


HABITAÇÃO SOCIAL SÃO PAULO, SP 2018

PROJETO PARA O .CONCURSO 027 DO PORTAL PROJETAR.ORG EQUIPE FORMADA POR: ANA PAULA MIELKE, DAIELI KUNZ E LUIZA S. JUNG.

ED. WILTON PAES DE ALMEIDA

INCÊNDIO DIA 01 MAIO 2018

o

FAMÍLIAS DESABRIGADAS

portal

projetar.

org

propõe um concurso de arquitetura com a temática Habitação social e como objeto de intervenção o

largo do paissandú, onde, no dia

1

de maio de

2018,

um trágico

incêndio acabou no desabamento do edifício Wilton paes de almeida.

esse edifício de valor patrimonial abrigava cerca de

170

famílias.

dessa forma, é proposto um novo edifício de moradias de interesse social nesse mesmo local.

o

nasce

da

conceito reflexão

do de

projeto que

é

DESENHOS DE PROCESSO PROJETUAL

ocupar os vazios. os vazios urbanos, que não cumprem sua função social, porque, além de casa, as pessoas preciso

ocupar

precisam ter acesso à cidade e a tudo o que isso implica.

24


25


foram 6

definidas tipologias

apartamentos que

as

mais

configurações

diversas familiares

contempladas.

fossem

as

de para

habitações

trabalhadas

foram com

dimensões mínimas e com otimização de áreas, a fim de possibilitar uma grande número

de

totalizando

PLANTA BAIXA TÉRREO

PLANTA BAIXA MEZANINO

PAVIMENTO TIPO 1

150.

unidades,

PAVIMENTO TIPO 2

26


essas

cada

unidade de habitação funciona como uma “peça de tetris”.

peças vão se encaixando e preenchendo os vazios da grelha

estrutural em vigas e pilares metálicos.

o

jogo dessas peças gera, em

cada andar, as Áreas liVres de conViVência exigidas pelo programa de necessidades, ao mesmo tempo que é responsável por criar moVimento e contraste entre cHeios e Vazios na fachada do edifício.

foram

definidos

módulo que repete-se

5

4

pavimentos tipo. juntos, eles formam um

vezes, totalizando

PAVIMENTO TIPO 3

20

pavimentos.

PAVIMENTO TIPO 4

26

PORTFÓLIO DE ARQUITETURA  

Trabalhos selecionados 2015-2018. Portfólio completo em behance.net/daielikunz

PORTFÓLIO DE ARQUITETURA  

Trabalhos selecionados 2015-2018. Portfólio completo em behance.net/daielikunz

Advertisement