Page 1


ATLANTIS

2


um mar que nos une um sunset solidรกrio

3


Trabalho Projeto Same A escola iniciou no ano letivo 2017/18, em parceria com SAME (Serviço de Apoio à Melhoria da Educação) da Universidade Católica Portuguesa, uma viagem pelo trabalho colaborativo, multidisciplinar e interdisciplinar, como forma de melhoria das aprendizagens, tornando-as mais significativas ao aproximá-las dos alunos Esta parceria continuou no presente ano letivo com a integração da turma de desenho gráfico. Tendo a experiência gratificante de ter trabalhado com a turma de RCP82 nesta metodologia abraçamos desde o início o projeto com entusiasmo por entendermos que esta forma de ensino baseada no aluno e no trabalho colaborativo, na descoberta e no saber fazer pode potenciar as competências dos alunos aproximando-as das necessidades do mercado de trabalho. Assim, partimos do tema “A importância da água na cultura ocidental na fixação e circulação de povos e na troca de bens (culturais, econômicos, tecnológicos…) para refletirmos sobre quem somos, procurando identificar e caraterizar algumas matrizes culturais/históricas e geográficas dos países europeus e de Portugal remetendo para a antiguidade clássica e para o Mediterrâneo, mar que “testemunhou”/”testemunha”, as contradições de sistemas políticos e sociais, que variaram/variam entre: a conquista/anexação e o contacto e aculturação; a abertura e internacionalização da economia, da cultura e a construção de fronteiras. Esse espaço proporcionou a circulação de povos (Romanos e Muçulmanos)

4

que influenciaram a economia, sociedade e cultura portuguesa como podemos constatar na cidade de Coimbra. Os trabalhos práticos desenvolvidos e apresentados, maquetes da Alta de Coimbra, da Sé Velha de Coimbra, Banda Desenhada sobre a influência muçulmana na Península Ibérica, mapa do império romano, imagem do Legionário, painéis informativos obre a escultura medieval e infografias sobre a arquitetura românica e gótica consubstanciam as ideias referidas anteriormente remetendo-nos para a confluência de povos e as relações que se e influências que se estabeleceram. Foi uma experiencia que se tem aspetos a melhorar em termos de calendarizarão, avaliação mais periódica foi bastante enriquecedora, ao permitir estabelecer uma melhor relação professor/aluno, ao fomentar o espirito de grupo e de cidadania e ao desenvolver competências ao nível da autonomia e responsabilidade entre outras.


so foi relativamente pacífico, apesar de estarmos todos ainda muito reticentes em relação a este projeto e um pouco perdidos também. Como o processo iria culminar num evento a realizar no final do ano, decidimos fazer um vídeo que iria conter um pouco do que cada grupo trabalhasse. Esta fase decorreu com algumas falhas/ desequilíbrios pois nem todos os alunos trabalhavam da mesma forma e com o mesmo empenho. Apesar destes entraves fomos fazendo a avaliação e melhorando alguns aspetos. Houve um dado momento , no qual eu duvidei da exequibilidade do vídeo mas, mais para o final, o trabalho centralizou-se em poucos alunos e chegámos lá. O evento solidário Atlantis, resultado fiDisciplina de Inglês nal de todo o projeto, foi fantástico e fez com que a minha conceção inicial da No início deste ano letivo foi proposta pela Direção da escola a participação da turma se consolidasse, visto que sempre turma de DG 92 no protocolo de traba- criei empatia com eles e acreditei serem lho projeto com a Universidade Católi- capazes se se empenhassem. Muito embora pese o facto de o projeto ca, S.A.M.E. Começamos por reunir e decidir o tema ter sido demasiado ambicioso e algua trabalhar e se queríamos ou não par- mas “arestas tenham de ser limadas”, vale a pena trabalhar desta forma e ver ticipar com algum módulo das nossas disciplinas e qual. Foi então que decidi os resultados nas competências que foram sendo desenvolvidas respeitantes à optar pelo módulo três de Inglês, relaresponsabilidade, interajuda e ao trabacionado com as novas tecnologias e o lho de equipa. futuro, visto fazer parte do tema geral Paula Martins (Aventuras e desventuras – do Mediterrâneo ao Índico -o que fomos, o que somos e o que seremos). A primeira fase foi apresentar a proposta à turma e dividi-los em grupos de trabalho e subtemas. Todo este proces-

5


Qual a nossa heranรงa?

6


7


Quem somos?

8


9


10


11


Qual o nosso futuro?

12


13


14


15


Profile for d4vidsilva2002

atlantis  

atlantis  

Advertisement