Page 1

Domingo, 21 de agosto de 2011 d24am.com.br Manaus Amazonas Ano26 Número 11593

Presidente Cassiano Anunciação

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

R$ 1,00

facebook.com/D24am

VENCER VASCO E FLU FAZEM O CLÁSSICO CARIOCA HOJE PÁG 42

Divulgação/Ferrari

Supercarros que circulam pelas ruas de Manaus, como a Ferrari F430, pagam IPVA de até R$ 47 mil por ano. ECONOMIA PÁGs 24 e 25

Governodeu R$ 2 milhões aOscips queforamextintas depois daeleição Entidades ligadas aoex-deputadoNelsonAzêdo, quedisputou eperdeu aEleiçãode 2010, receberam verbaemjunhodoanopassado. Umadelas nemchegou afuncionar. POLÍTICA PÁGs 6 e 7 PLUS

ECONOMIA

Barbearias mantêmtradição nocuidado comohomem

Aplicar dinheiro na bolsa de valores exige atenção, estudo e paciência

Homens valorizam cada vez mais o aspecto tradicional e as vezes rústico de algumas barbearias de Manaus, mas não abrem mão dos bons serviços e dos melhores produtos.

Veja como fazer para investir em ações seja em bancos, corretoras ou em casa. Especialistas e investidores dão dicas de como fazer uma boa escolha para aplicação, mas alertam para a demora nos resultados.

PÁGs 12 a 14

PÁGs 18 e 19

CIDADES

Novos ônibus são apresentados e entram no sistema na próxima semana

Aprefeituraapresentou,na manhãde sábado, 300 novos ônibus que vãoentrar no sistemade transporte públicoapartir dapróxima semana. Quandoos 800 prometidos chegarem,a tarifaaumentaparaR$ 2,75. PÁG48


Opinião

02

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

Editorial

A marca das mulheres

I

gnorar o papel de destaque das mulheres no mercado de trabalho só pelas vias do preconceito e/ou da ignorância de informação. A dedicação, concentração e zelo nos afazeres são traduzidos nos números cada vez mais expressivos. Além de serem 51% da população da capital do Amazonas, 42% do mercado de trabalho já é ocupado pelo sexo feminino,

informa o Ministério do Trabalho. Personagens quecompõem reportagemdoDIÁRIOdeste domingo,desenvolvidapelos repórteres RosanaVillar e DaniloMello,mostram que mesmooestigmade sexofrágil écoisadopassado. As mulheres ocupam os cargos de chefia, nas áreas administrativas, mas também em proporções a cada dia maiores em atividades até pouco tempo ‘exclusivamente’ de homens, como a de motorista. No caso de Renata Pontes, assumir a função de motorista veio com a falta de um colega de trabalho, mas o seu zelo e atenção no ofício,

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Além de serem 51% da população de Manaus, 42% do

Às mulheres, sobra a oportunidade mercado de trabalho de conquistar o já é ocupado pelo sexo feminino

mercado com competência

que muitos ainda relacionam ao sexo masculino, foram tamanhos que ela saiu do escritório para o volante de um caminhão. Entre os trabalhadores com Ensino Superior completo ou em curso, elas já são a maioria e os setores que mais as empregam são educação, saúde e as áreas de recursos humanos e

administração, segundo monitoramento realizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos no Amazonas (ABRH/AM). Com a expansão desses segmentos, as mulheres estão tendo mais oportunidades para mostrar talento e conquistar novos espaços no mercado profissional. Mas apesar de toda esta

O ESPAÇO DO LEITOR

ENVIE SUA SUGESTÃO DE MATÉRIA PARA PUBLICAR: espacoleitor@d24am. com.br

70% das crianças diagnosticadas com câncer no Amazonas são do interior

EM IMAGENS

A NOTÍCIA FOI PUBLICADA SEXTA-FEIRA NO PORTAL D24AM.COM

O QUE VOCÊ DISSE

FACEBOOK

Conferência discute planos para combater a homofobia em Manaus

USUÁRIO: HAYDÉE TOSCANO

A NOTÍCIA FOI PUBLICADA SEXTA-FEIRA NO PORTAL D24AM.COM

Que triste isso, a realidade das pessoas com câncer já é tão difícil, imagina numa idade que ninguém

TWITTER

espera isso e ainda por cima sem assistência...

USUÁRIO: JENNYFFER CHRYSTIE

USUÁRIO: LAÍS FERREIRA

Já existem leis que dizem que as pessoas não têm o direito de tirar a vida de outro ser humano, então

Líderes tanto se preocupam com interesses "maiores", dizem ser para o favorecimento da saúde e

nao é preciso criar outra lei específica para os homossexuais. Eles são gente como a gente, eles não são melhores, porque senão vai ter que ter lei para heterossexual especificamente

educação... Então, onde está o resultado? Onde estão os especialistas? Perdem tanto tempo (dinheiro) com projetos sem fim, mas não tomam iniciativa de investir para os necessitados, os

também! Parem de querer ser melhores e privilegiados, vocês são iguais a todo mundo.

mesmos que pagam impostos.

TWITTER USUÁRIO: @JACOBDASILVA

O comentário do homofóbico só justifica a causa.

D

Mais comentados no D24Am

Nova frota de ônibus de Manaus deve começar a circular na semana que vem Mais um show de pirotecnia com nenhuma melhoria para a vida da população. Todo mundo vai continuar a andar em ônibus lotados, pagando umas das mais altas tarifas do País, confusão no integração, etc. Esse prefeito é muito bom de marketing, isso é com ele mesmo. Resolver os problemas da cidade, que é bom, nada! BRIAN TOPAZIO

Espero que em breve possamos estar munidos com todas as armas

O que importa é que esse é um país

sim a respeito disso, por causa de mensagens de ódio e intolerância é que existe isso.

EM TEXTOS

USUÁRIO: NAZARÉ NASCIMENTO

USUÁRIO: CLARISYA LIMA

livre, todos têm direito ao livre arbítrio, cada qual que escolha suas preferências sexuais. A cada ano muitos homossexuais estão sendo mortos por puro preconceito. O governo tem que fazer alguma coisa

revolução, em muitos segmentos ocorrendo de forma silenciosa, o salário médio das trabalhadoras ainda é 19% menor que o pago aos homens, nas mesmas funções. Esta é uma realidade que ainda reflete um pensamento ultrapassado, enraizado em uma cultura machista e que não tem mais espaço nos tempos de hoje. Cabe à sociedade e aos que sofrem o preconceito denunciar a realidade que atenta contra os direitos trabalhistas. Às mulheres, sobra a oportunidade de continuar mostrando que persistência e competência são diferenciais cobiçados pelo mercado.

Câncer infantil em debate Mário Bentes A situação do câncer infantil no Amazonas foi

mostrada em matéria publicada na sexta-feira no Portal D24AM, uma das mais acessadas pelos leitores no dia.

para combatê-lo, evitando, assim, que crianças chequem a óbito. Tenho fé em Deus que isso não está longe de acontecer. #auniãofazaforça e #juntosvenceremos!

Enquete Você se sente seguro andando nas principais ruas e avenidas de Manaus?

USUÁRIO: JORGE REIS

Tribunal de Contas da União cancela licitação da merenda escolar feita pela Prefeitura de Manaus. A NOTÍCIA FOI PUBLICADA ONTEM NO PORTAL D24AM.COM

FACEBOOK

Não entendo, o Estado é rico, fatura tanto em tributos, e esse dinheiro para onde vai? Deveria ser usado para tratar as pessoas que

USUÁRIO: JOSANY DAVID

necessitam realmente. É uma

Espero que isso tenha algum

vergonha para uma cidade que vai

resultado positivo a quem realmente precisa, pois estamos falando da

sediar jogos da Copa do Mundo de 2014 ter apenas 5 profissionais

educação alimentar de crianças e de qualidade de vida.

capacitados para esse tipo de tratamento.

14% SIM

86% NÃO

3643-5080 Linha direta com o leitor


Opinião03

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Claro& i Escuro

Governo ainda não sabe o que fazer com a água do Proama

E

m sua última fase de testes, iniciada no dia 11, o Programa Água para Manaus (Proama), do governo do Estado, parece não ter destinatário para o seu produto final. Com investimentos de R$ 353 milhões - R$ 233 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal e cinco reservatórios nos bairros Tancredo Neves, Núcleo 23 da Cidade Nova, Mutirão, Nova Floresta e Jorge Teixeira, construídos e anunciados como fonte de distribuição para meio milhão de pessoas nas zonas norte e leste da cidade, não há informações oficiais sobre como será feita a distribuição da água captada pelo novo ente da relação, o governo do Estado, na Ponta das Lajes. Procurada pela coluna, a Águas do Amazonas, que detém a concessão do serviço na cidade, diz que aguarda ‘tratativas’ entre governo e Prefeitura sobre o tema. A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam) alega ter papel apenas técnico no assunto. Segundo a Secretaria de Estado de Governo (Segov), a negociação é política e caberá ao governador Omar Aziz. Pelo contrato com a Águas do Amazonas, só ela pode atuar no abastecimento em Manaus, e a empresa já mostrou desinteresse pela água do Proama.

MONOTRILHO No Orçamento O governo do Estado informou que os R$ 800 milhões que o governador Omar Aziz pleiteia junto ao governo federal seriam incluídos no Orçamento Geral da União de 2012. O empréstimo seria apenas de R$ 600 milhões.

NO PT Cargo questionado Membros do PT andam questionando como o presidente da legenda vai dirigi-lo se agora fincou base em Brasília. João Pedro, que deixou o Senado em julho, agora é assessor do ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

SILAS Movimentação A defesa do deputado federal Silas Câmara ingressou no STF na quinta-feira com embargo de declaração contra a decisão em que os ministros receberam a denúncia no processo no qual ele é acusado de se apropriar dos salários de servidores de

seu gabinete.

PRÊMIO Todos fora da lista Na lista de 25 deputados finalistas do Prêmio Congresso em Foco 2011, que elege os melhores parlamentares do Congresso Nacional, nenhum do Amazonas aparece. No Senado, o cenário se repete: nenhum amazonense entre os 11 finalistas. Em outros tempos, o Amazonas foi destaque.

TRE-AM Na hora H... Enquanto o TRE-AM julgava em sessão secreta o afastamento do juiz eleitoral de Manacapuru, Luís Claudio Chaves, ele conduzia uma audiência pública sobre educação, com a participação do prefeito Ângelus Figueira (PV) e do deputado Sidney Leite (DEM).

TELEFONIA Anatel na linha A Comissão de Gestão e Serviços Públicos da ALE vai pedir a intervenção da Anatel

STAFF Vice-Presidentes Francisco Cirilo Anunciação Neto e Cyro Batará Anunciação Superintendente Renato de Souza Diretora Financeira Waldelina Maciel Tavares Diretor de Redação Márcio Noronha Propriedade da Editora Ana Cássia Ltda. CNPJ: 04.816.658/0001-27 Inscrição Estadual: 04.173.345-2 Av. Djalma Batista, nº 2010 - Chapada CEP.: 69.050-010 Manaus -AM- Tel: 3643-5060 Afiliado na: ANJ e IVC

1.974

reais é o novo valor das diárias concedidas ao prefeito de Manaus em viagens ao exterior, de acordo com decreto assinado por Amazonino Mendes, publicado no DOM de sexta-feira.

799

mil reais é o valor do contrato da Netbil Educacional e Informática Ltda. com a Semed, para o fornecimento de equipamentos e softwares, sem exigência de licitação.

nas operadoras de telefonia fixa do Estado, quando será entregue o relatório sobre o Sistema de telefonia Fixa e Móvel no Estado do Amazonas. A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) informa que vai acompanhar a ação.

SEPROR Concurso no forno A Secretaria de Estado de Produção (Sepror) já contratou empresa para tocar seu concurso público, previsto para ainda este ano.

Associados

CMM

Dilma Rousseff. Presidente O novo ministro pode ser, de fato, não conhecido no Brasil, mas logo será” Sobre Mendes Ribeiro (PMDB), que assumiu a Agricultura no lugar de Wagner Rossi.

Romário. Deputado federal Eu já teria descartado São Paulo da inauguração porque acho que é falta de responsabilidade” Sobre os atrasos nas obras da pretensa sede da abertura da Copa 2014.

Tayah reafirma oposição ao prefeito, apesar da cordialidade Questionado sobre sua postura cordial quanto ao Executivo municipal, o presidente da Câmara, Isaac Tayah (PTB), fez questão de deixar claro que segue fazendo oposição ao prefeito Amazonino Mendes, também petebista. Tal cordialidade é resultado apenas do respeito institucional, disse. A declaração foi dada na última quinta-feira, durante homenagem à primeira-dama do Estado, Nejmi Aziz, quando os dois se cumprimentaram amigavelmente. Tayah foi eleito para comandar a Casa em dezembro de 2010 contra a vontade de Amazonino, num verdadeiro ‘motim’ da base aliada. Passados oito meses, a poeira baixou, alguns amotinados recobraram a consciência e voltaram para o ninho governista. Tayah chegou a assumir a Prefeitura recentemente, foi elogiado e distriuiu elogios ao secretariado municipal.

Redação Editor Executivo: Hudson Braga Fone: 3643-5037 Fax: 3643-5083 E-mail: redacao@diarioam.com.br Financeiro Fone: 3643-5068 Fax: 3643-5083 E-mail: financeiro@diarioam.com.br Comercial Fone: 3643-5076 Fax: 3643-5083 E-mail: comercial@diarioam.com.br Gerência de Classificados Fone: 3643-5000 Fax: 3643-5083 E-mail: classilider@diarioam.com.br Assinatura Fone: 3643-5000 Fax: 3643-5083 E-mail: assinatura@diarioam.com.br Circulação Fone: 3643-5060 Fax: 3643-5083 E-mail: circulacao@diarioam.com.br

Sucursal Brasília: SRTV/S - Q. 701 - Conj. D - lote 05 - bl. C - s/209 - Ed. Centro Empresarial Brasilia - Brasilia - DF CEP.: 70340-907. Fone Fax: (61) 3224-3776 Cel: (61) 8433-8162 Representante: Fênix Representação de Mídia São Paulo: Fone/fax (11) 3486-7054 - E-mail:midiafenix@globo.com - Rio de Janeiro: Fone/fax: (21) 2240-5859 - email: represrio@mundibox.com.br


Política

04

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Redutos eleitorais dos vereadores se concentram em 11 bairros Eleitores da Cidade Nova deram maior votação a 21 parlamentares de Manaus em 2008

TEXTO Martha Bernardo MANAUS

N

as eleições municipais de 2008, os redutos eleitorais dos 38 vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) se concentraram em 11 dos 67 bairros de Manaus. A Cidade Nova, zona norte, maior colégio eleitoral da capital do Amazonas, com 195.067 eleitores, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), foi onde 21 vereadores obtiveram suas votações mais expressivas. Entre eles estão seis dos dez parlamentares mais bem

votados nas últimas eleições municipais. Mário Bastos (PRP), Luiz Alberto Carijó (PTB), Reizo Castelo Branco (PTB), Marcel Alexandre (PMDB), Socorro Sampaio (PP) e Leonel Feitoza (PSDB) foram os parlamentares que receberammais votos na Cidade Nova. Bastos foi o candidato que conquistou a maior quantidade de eleitores nesse bairro, 3.168 dos 8.045 votos que recebeu. Os campeões das urnas Luiz Alberto Carijó e Reizo Castelo Branco totalizaram 3.662 votos nas duas zonas eleitorais da Cidade Nova. Carijó foi escolhido por

13.865 pessoas e Reizo, por 12.327. Os outros quatro vereadores com a maior votação das últimas eleições municipais Roberto Sabino (PRTB), Cida Gurgel (PRP), Jaildo dos Rodoviários (PRP) e Amauri Colares (PSC) registraram a maior quantidade de votos nos bairros Petrópolis, zona sul, Santo Antônio e Compensa, zona oeste, e São José, zona leste, respectivamente.

Vereadores de bairro Pelo menos sete vereadores da CMM já declararam que focam boa parte, se não a maioria, das suas ações parla-

mentares, em benefício de moradores de determinados bairros, promovendo festas, atendendo pedidos de associações de moradores ou oferecendo serviços como distribuição de água, entre outros. Esses são os casos de Elias Emanuel (PSB), Francisco da Jornada (PP), Wilker Barreto (PHS), Vilma Queiroz (PTC), Gilmar Nascimento e Cida Gurgel. Elias já declarou ter forte atuação no bairro Petrópolis, onde recebeu 1.341 votos, assim como Jornada, na Comunidade Cidade de Deus, zona norte. Gilmar Nascimento patrocina há alguns anos o fes-

tival folclórico do Parque 10, realizado todo ano no mês de julho. A disputa pelos eleitores do bairro já provocou uma série de desentendimentos entre Gilmar e Wilker Barreto (PHS), acusado por Nascimento de tentar “roubar” a autoria do patrocínio da festa. A vereadora Cida Gurgel, junto com o marido, o ex-deputado estadual Edilson Gurgel, mantém no bairro Santo Antônio um posto de fornecimento de água para os moradores e um local para a realização de velórios. O serviço passou a ser pago, após a cassação de Edilson Gurgel.


Domingo, 21 de agosto de 2011 DiĂĄrio do Amazonas | visite D24am.com

PolĂ­tica 5


06Política

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Domingo, 21 d Diário do Am

Oscips que receberam R$ 2 milhõ

Duas organizações firmaram parceria com a Seas às vésperas das eleições de 2010 para prestar serviços assis TEXTO Valmir Lima FOTO Raimundo Valentim MANAUS

D

uas Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), que receberam R$ 2 milhões do governo do Estado no ano passado, durante o período eleitoral, foram extintas um mês depois daprestaçãodecontas àSecretaria Estadual de Ação Social (Seas). O DIÁRIO apurou que uma delas não funciona há pelo menos dois anos no endereço indicado na prestação de contas. A outra funcionou até as eleições de outubro de 2010 e foi desativada, apesar de o termo de parceria com a Seas assinalar o dia 31 de março de 2011parao términodoprojeto. As duas entidades parecem ter a mesma origem e carregam semelhanças até no nome. A Sociedade de Interesse Público do Médio Amazonas (Sipmam), com base em Itacoatiara (a 279 quilômetros de Manaus), e a Sociedade de Interesse Público do Amazonas (Sipam) receberam R$ 1 milhão, cada uma, para “projetos sociais”. A primeira, dizia o termo de parceria, para “apoio financeiro para atendimentos voltados para a melhoria da qualidade de vida do público-alvo no município de Itacoatiara”. A segunda, “para promover ações para famílias vulnerabilizadas através do acolhimento no sentido de propiciar alternativas no que tange ao desen-

FRASE

Nelson Azêdo. Ex-deputado A Seas é muito criteriosa e acompanha cada passo do desenvolvimento dos projetos” Sobre o convênio com as Oscips.

volvimento das potencialidades e habilidades, priorizando a transformação da realidade”. Na prestação de contas, os gastos de ambas são idênticos. As atas das assembleias de extinção das entidades também são idênticos. Em Itacoatiara, a Sipmam funcionou no mesmo prédio da antiga sede da Fundação Prodente, do ex-deputado Nelson Azêdo (PMDB). Ao saber da reportagem, Nelson procurou o jornal para dizer que nada tinha a ver com a Oscip. Em Itacoatiara, no entanto, a secretária de Ação Social do município, Lizete Abrahim, disse que Azêdo “desativou a Sipmam depois das eleições porque não teria condições de manter a entidade sem mandato (ele não conseguiu se reeleger)”.

‘Sem fins políticos’ O responsável pela Sipmam, o advogado José Lopes Barbosa, é amigo de Azêdo. À reportagem, ele disse que o ex-deputado apenas ajudava a entidade atuando junto à Seas para a liberação de recursos. “A Sipmam nunca foi usada para fins políticos, mas se a gente não tiver uma pessoas influente no governo, não consegue recursos”, disse Barbosa. O advogado entrou em contradição em relação ao período de funcionamento da Sipmam e o volume de recursos recebidos. Primeiro, disse que no ano passado a entidade não funcionou. Depois, disse que funcionou até depois das eleições. Quando foi informado pela reportagem que a vigência da parceria com a Seas terminava no fim de março deste ano, ele disse que a entidade encerrou as atividades este ano. Sobre os recursos, Barbosa disse que havia recebido R$ 700 mil. Quando lhe foi entregue a cópia do Diário Oficial com a prestação de contas de R$ 1 milhão, ele disse: “Acho que foi isso mesmo, porque os recursos não eram liberados de uma vez”. Sobre o trabalho desenvolvido pela entidade, Barbosa disse que eram cursos profissionalizantes e palestras. Em 2008 e 2009, a mesma entidade recebeu R$ 1,6 milhão (R$ 800 por ano) para realizar servi-

NADA FEITO

Vereador Francisco Rosquilde (PT) disse que a Oscip não prestou serviços em 2010

Prédio onde funcionou a Sipmam, em Itacoariara, ainda tem a placa da Fundação Prodente, do ex-deputado Nelson Azêdo, que nega qualquer ligação com a entidade

MAIS DADOS REPASSES

RELATÓRIOS

QUANTO AS OSCIPS GANHARAM EM 3 ANOS

GASTOS APRESENTADOS PELAS OSCIPS SÃO IDÊNTICOS SIPMAM SIPAM Materialde consumo R$ 750 mil

Serviços pessoafísica

Serviços pessoajurídica

Total

R$ 225 mil

R$ 25 mil

R$ 1 milhão

R$ 750 mil

R$ 225 mil

R$ 25 mil

R$ 1 milhão

Materialde consumo

Serviços pessoafísica

Serviços pessoajurídica

Nos últimos três anos (de 2008 a 2010), a Secretaria de Estado de Assistência Social repassou para a Sipmam e a Sipam R$ 5,2 milhões, através de termos de parceria.

2008

2009

2010

R$ 1,6

R$ 1,6

R$ 2

milhão

milhão

milhões

Total

ços dentários “Esse convên para serviços se Barbosa. O vereado quilde (PT), disse que no Sipmam se l trar pessoas c de serviços mas com o f nada foi feito pela Oscip.

Em Manaus A Sipam t de uma casa, sidencial 31 bairro Japiim


Política 07

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

milhões em 2010 são extintas

serviços assistenciais; uma delas não funciona há pelo menos dois anos no endereço informado Foto: Eraldo Lopes

Sede da Sipam, no Japiim, está desativada há mais de dois anos

ASSINANDO EM BAIXO

Seas diz que serviços foram realizados nos endereços

ços dentários em Itacoatiara. “Esse convênio não foi mais para serviços dentários”, disse Barbosa. O vereador Francisco Rosquilde (PT), de Itacoatiara, disse que no ano passado a Sipmam se limitou a cadastrar pessoas com a promessa de serviços odontológicos, mas com o fim das eleições, nada foi feito no município pela Oscip.

Em Manaus A Sipam tem o endereço de uma casa, no conjunto residencial 31 de Março, no bairro Japiim, e o responsável

é Luiz Felipe Cruz do Nascimento, um ex-assessor do vereador Nelson Amazonas Azêdo, filho do ex-deputado Nelson Azêdo, no primeiro mandato dele na Câmara Municipal de Manaus. A reportagem esteve no endereço e foi informada por vizinhos que nada funciona lá há mais de dois anos. “Aqui funcionou a Prodente do deputado Nelson Azêdo”, disse um estudante universitário que mora ao lado. Na grade da casa, os Correios haviam deixado uma correspondência em nome da Oscip. Nelson Azêdo disse co-

nhecer Luiz Felipe,mas negou que tivesse ligação com a Sipam. Ele disse, no entanto, que a entidade realizou os trabalhos nos bairros. “A Seas é muito criteriosa e acompanha cadapassododesenvolvimento dos projetos”, disse Azêdo, tentando afastar suspeitas de que os serviços previstos na parceria não foram prestados. A parceria coma Seas encerrou no dia 31 de março e, no dia 20 de maio, Luiz Felipe presidiu a assembleia geral que extinguiu a entidade. FALE COM O EDITOR contatos@d24am.com

Procuradaparafalar sobreo assunto,a secretáriadaSeas, ReginaFernandes,alegou falta de tempoparaatender a reportagem. Emnota,a assessoriadaSeas selimitou a dizer queos serviços foram prestados. “(ASeas)por meiodo Departamentode MonitoramentoeInformação (Demi),acompanhaaexecução doObjetodoProjeto,o quefoi feitonoperíodoem queoTermo deParceriadas duas Oscips estavamativos,ou seja,deabrile setembrode 2010”,dissea assessoria. Os Termos deParceria das duas Oscips tiveram vigência dejunhode 2010 amarçode 2011. “Nocasodaexecuçãodos serviços,deacordocomos relatórios elaborados peloDemi, todas as atividades, estabelecidas noobjetodo projeto,foram realizadas nos endereços relacionados,atéo

períodoacimamencionado”, completaanota. A reportagem também cobrou o relatório detalhado das atividades da Sipmam e da Sipam, mas a Seas dissse que só poderia publicar o extrato do relatório das Oscips, como foi feito no dia 20 de abril. “Por conta da exigência da Lei 9.790/99, cópia dos relatórios das atividades não pode ser tornada pública”, dizia a nota da Seas. O DIÁRIO consultou a Lei 9.790/99 e não encontrou nenhum artigo que proíba a divulgação dos relatórios. O advogado José Lopes Barbosa também disse que não poderia fornecer cópia do relatório das atividades da Sipmam porque “tudo foi encaminhado para a Seas”. A reportagem não conseguiu contato com Luiz Felipe Cruz do Nascimento.


08Política

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Procurador diz que falta autonomia financeira e legislativa ao MPC Órgãoéindependente,mas não temamplos poderes,diz chefedoMinistérioPúblicodeContas DIFICULDADES

TEXTO Maria Fernanda Souza FOTO Eraldo Lopes

População desconhece instituição

MANAUS

A

pesar de possuir independência estrutural, o Ministério Público de Contas (MPC), que atua junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), não dispõe de autonomia financeira e legislativa. A afirmação é do procurador-geral da instituição, Carlos Alberto Souza de Almeida. Segundo ele, a expectativa é de que o próximo presidente do TCE seja sensível à situação e autorize a independência absoluta do órgão. “O próximo presidente do TCE deverá ser o conselheiro Érico Desterro, de acordo com a linha de sucessão dos presidentes, que ocupará a vaga destinada ao Ministério Público. Ele era nosso colega e já foi procurador. Tenho esperanças de que ele seja sensível à questão e que apoie nosso pleito de independência”, ressalta o procurador. Carlos Alberto salienta que o Supremo Tribunal Federal (STF), em Ações Diretas de Inconstitucionalidade (Adins), estabelece que os Ministérios Públicos de Contas estão inseridos na “intimidade estrutural” dos Tribunais deContas dos Estados. “O que ocorre na realidade é que o procurador tem autonomiaestrutural. Elenãoé subordinado a conselheiro, presidente do tribunal ou ao procurador-geral. Mas não temos autonomia financeira e nem legislativa. Se quero solicitar uma viagem de um servidor, devo pedir ao TCE”,analisa. A independência estrutural se reflete na emissão de pareceresconsideradospolêmicos,analisaCarlos Alberto. Segundoele,o procurador tem a liberdade de expressar opensaratravés de seu juízo,mas deforma respeitosa. O procurador-geral diz que já fez diversas recomendações que não agradaram a gestores e instituições públicas, mas nunca sofreu retaliação. “Enquanto procurador, já tive reclamações deórgãos,de quefui contudente e rigoroso, mas isso faz parte do nosso trabalho. Isso é esperado porque, quan-

QUEIXAS

Carlos Alberto diz que não há retaliações, mas reclamações de gestores punidos

O procurador Carlos Alberto Souza de Almeida disse que espera que o próximo presidente do TCE dê mais autonomia ao MPC para a realização das investigações

OS NÚMEROS

10 É o número de procuradores que compõem o MPC. A quantidade é a mesma do conselho de julgadores do TCE, que tem sete conselheiros e três auditores.

do se atua num papel repressor,énormalreceberreclamações. Seissonãoacontece,algo está errado, você está sendo a MadreTerezadeCalcutá”. Carlos Alberto frisa que, mesmo com as reclamações, a maioria das instituições cumpreas recomendações doMPC.

O procurador afirma que, emmuitos casos,oMPCemite pareceres detectando irregularidades emlicitações,obras e contratos antes que estas situações sejam levadas a público. Umdos exemplos,segundo ele,foi umafraudeencontrada no concurso da Defensoria Pública do Estado que, recentemente,foicancelado. “Aprocuradora apresentou uma cautelar para que houvesse cancelamentodoconcurso. Os organizadores e o presidente da Defensoria Pública estiveram em uma reunião com o conselheiro Érico Desterro e o Ministério Público, onde ficou acertado que eles adotariam a série de recomendações feitas pelo MPC”, afirma, salientando que as fraudes descobertas no processo seletivo decorreramdeatos posteriores.

PERFIL

Carlos Alberto Souza de Almeida Nasceu em Manaus, em 26 de novembro de 1952. É graduado em Direito e Engenharia de Telecomunicações, além de ter exercido o magistério – na área de Exatas e Direito. É membro efetivo do MPC desde 30 de dezembro de 2005. Foi nomeado procurador-geral em 7 de julho de 2010, para o biênio 2010-2012.

A falta de conhecimento da população sobre o papel do Ministério Público de Contas (MPC) é considerada pelo procurador-geral, Carlos Alberto de Almeida, uma das maiores dificuldades para a instituição. “Quando se coloca um sinal de trânsito, um radar na rua, ele não tem apenas a função de apenar, mas também de inibir. O MPC é um fiscal da lei e muita gente não sabe que ele existe”. A carência de assessores e servidores na instituição também é sentida pelo procurador. “Os servidores são cedidos pelo TCE. Há uma carência enorme. Antes trabalhavam apenas um assistente, um assessor e um estagiário. Houve muitos casos de processos encalhados por falta de pessoal. Com muitas dificuldades, conseguimos colocar um terceiro servidor no gabinete e mais um estagiário. Ainda assim, não é o ideal”, lamenta. Carlos Alberto ressalta ainda que a maioria das instituições não sabe como repassar informações referentes as suas contas ao TCE. “O que mais se ressente no jurisdicionado é como prestar informações ao tribunal. Existem gestores honestos, mas que não sabem como passar essas informações, como elas devem ser levadas à análise do tribunal”, relata o procurador, ressaltando que as prefeituras de municípios são as instituições públicas mais recorrentes a apresentar este tipo de dificuldade. SegundoCarlos Alberto,a assessoriadas procuradorias realiza uma “varredura”emdiários oficiais impressos eeletrônicos,jornais, informativos,folhetos eblogs,com oobjetivodeperceber atitudes suspeitas daadministraçãopública. “Qualquer tipodenotícia relacionadaàlicitação,contratação depessoas, sejapor meiode concursoou por RegimedeDireito Administrativo(RDAs),compras, tudo. Essas análises sãofeitas e,no mesmodia,enviadas por ofícioà procuradoria responsável”.


Domingo, 21 de agosto de 2011 DiĂĄrio do Amazonas | visite D24am.com

PolĂ­tica 09


10 Política

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Cúpula do Senado ganhou salários acima dos pagos a ministros do STF Os ‘supersalários’ foram identificados por uma auditoria do Tribunal de Contas da União TEXTO Nome do repórter FOTO Roosevelt Pinheiro/Agência Senado/17/06/10 BRASÍLIA

A

cúpula do Senado está entre os 464 servidores da Casa que, antes da decisão da Justiça que determinou ocortedo queexcedeao tetodo funcionalismo público, ganhavam mais que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Os atuais ocupantes dos cargos mais importantes doSenado estão entre os funcionários que ganhavam, em agosto de 2009, mais de R$ 24.500, o teto constitucional da época, segundo auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). A informaçãofoidivulgadana última semanapelo siteCongresso em Foco. Por lei, ninguém pode ganhar mais que os magistrados daCorteSuprema. Como mostrou o Congresso em Foco, havia em 2009 17 funcionários que ganhavam mais de R$ 30 mil por mês, segundo os dados do TCU, e um deles chegou a admitir receber R$ 42 mil mensais. Esse valor ultrapassa mesmo o que os ministros do STF pleiteiam, sem sucesso, ganhar. Por ordem judicial, o Senado cortou os salários acima do teto em julho, mas alguns servidores deverão recorrer da medida. A Casa diz não saber quantos senadores recebem ou recebiamacimadomáximo permitidopelaConstituição. Estão na lista dos supersalários a secretária-geral da Mesa, Cláudia Lyra e a diretora-geral, Doris Marize. O antecessor de Doris, Haroldo Tajra, hoje diretor do Interlegis, também faz parteda relação. Oantecessor de Tajra, o hoje deputado distrital, AgacielMaia, quedeixou ocargo com as denúncias dos atos secretos do Senado, não faz parte da lista dos supersalários. Mas suamulher,SânziaMaia,estána auditoria preparada pelo tribunal de contas. Procurados, nenhum deles quis se pronunciar ou retornou os contatos. A assessoria do Senado diz que, no passado e hoje em dia, sempre cumpriu a lei: “Se tinha alguém ganhando acima do teto, isso nãocaracterizailegalidade”.

CAMPEÃO

Segundo os dados do TCU, um dos servidores admitiu receber R$ 42 mil mensais

O Tribunal de Contas da União identificou que 17 funcionários do Senado ganhavam, em 2009, salários superiores a R$ 30 mil por mês

De acordo com a auditoria do TCU, a secretária-geral da Mesa, Cláudia Lyra, recebeu R$ 27.083,87 em agosto de 2009, quaseR$ 2.600 amais do que o subsídio de ministro do Supremo à época. Na função desde 2007, Cláudia Lyra é sucessoradeRaimundoCarreiro, que se tornou ministro do Tribunal de Contas da União naquele ano e hoje é exatamente o relator dos processos que tratam das auditorias nas folhas de pagamento do Senado, da CâmaraedoPoder Executivo. Emdezembrodoanopassado,opresidentedoSenado,José Sarney (PMDB-AP), definiu CláudiaLyracomo “oanjobom” dos parlamentares da Casa. Na ocasião, o senador lhe entregou a Comenda da Ordem do Congresso Nacional. O Congresso em Foco deixou recados no gabinetedeCláudiaLyraeem seu celular,mas elanão retornou. A assessoria do Senado informou que a Casa sempre atuou de acordo com a legislação vigente e com interpretação das leis. Desde julho, o Senado cumpre liminar judicial da 9ª Vara Federal de Brasília que determinou que os salários acima do teto sejam cortados, incluindo-se aposentadorias,funções comissionadas e bônus por atuação em comissões.

MAIS DADOS O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, defendeu a punição dos gestores que permitiram os ‘supersalários’. Ophir Cavalcante considera quecabeo ressarcimentopelos prejuízos aos cofres públicos. Ele defendeofimdo sigilopara os servidores queganham mais queo tetodoSTF.

157

RANKING OS MAIORES SALÁRIOS DO SENADO 1º

milhões de reais é o valor total do prejuízo causado pelo pagamento dos supersalários e outras irregularidades na folha de pagamento do Senado, de acordo com auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), referente a pagamentos feitos no ano de 2009.

R$ 32 R$ 33 R$

R$ 35

R$

34.40

34.47

mil

mil

mil

mil

mil FONTE:SITECONGRESSOEMFOCO

RESPOSTA

Senado reage à revelação de supersalários ADiretoriaGeraldoSenado divulgou umanotaem que classificacomo “incompreensível” apublicaçãodos ‘supersalários’ dos servidores daCasa. Nanota,a assessoriadoSenadoinforma que houve “vazamentodeinformações pessoais,encaminhadas aoTCU (TribunaldeContas daUnião),em caráter reservado,por conterem informações financeiras de servidores”. OSenadodiz queo suposto vazamentoé “incompreensível”.A

Casalembra queaJustiçadecretou sigilodeinformações demesma naturezaemaçãocivilpúblicana9ª VaraFederaldeBrasília, que ordenou ocortedo supersalários. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e juristas defendem a divulgação dos nomes dos funcionários que ganham mais que o teto constitucional. “O princípio deve ser o da transparência e da publicidade. Não há por que esconder. Todos deveriam ter os seus salários

divulgados”, disse Ophir Cavalcante, presidente da OAB. OSenadolembra queadecisão judicialda9ªVara,emcaráter liminar, foialteradapeloTribunalRegional Federal, queexcluiu as horas extras docálculodo teto,como revelou este site. ParaaCasa,issodemonstra adificuldadede sefixar critérios para aadministraçãopúblicacortar supersalários. “Trata-se,portanto, de temacontrovertido,não apreciadodefinitivamente”,analisa aassessoriadainstituição.


Domingo, 21 de agosto de 2011 DiĂĄrio do Amazonas | visite D24am.com

PolĂ­tica 11


12 Política

Arthur Virgílio Seu comentário politica@d24am.com.br

ZFM: Falando sério (final)

C

om este décimo artigo, finalmente completo a série sobre a Zona Franca de Manaus. Abordei do nascimento do exitoso modelo de desenvolvimento regional às dificuldades presentes, expressas significativamente nos tablets, que já estão sendo produzidos fora de Manaus. Falei dos gargalos de infraestrutura, da perda

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

de peso relativo dos incentivos fiscais, da necessidade de prorrogação desses incentivos e daqueles ligados à Sudam. Mencionei a imperiosidade de se estender aos municípios da Região Metropolitana os mesmos benefícios de que goza Manaus. Citei a oportunidade de se trocar o nome da ZFM para Polo Industrial Amazônia Brasileira, de modo a deixar bem claro que se trata de parque produtivo de alta definição tecnológica e não entreposto para compra e venda de importados ou área de fábricas meramente maquiadoras. Referi-me à exigência de se garantir, junto ao governo federal, que qualquer proposta de reforma tributária fique impedida de reduzir ou anular as vantagens comparativas do PIM. Reportei-me ao

Não fulanizei, não reduzi o nível da discussão que

A MP dos tablets foi realmente um golpe no modelo.

gostaria de ver aberta e franca no seio da sociedade.

Mas o Amazonas nasceu com a vocação de resistir.

imperativo de se fortalecer institucionalmente a Suframa, hoje esvaziada por inteiro. Cobrei unidades da Receita Federal e do Banco Central instaladas no Amazonas com efetivo peso decisório. Solicitei o fim dos contingenciamentos de recursos próprios da Suframa e é com pesar que registro a insistência do governo Dilma Rousseff em vetar qualquer iniciativa pela liberação dos mais de R$ 1,2 milhão acumulados. Denunciei a excessiva burocracia a emperrar a liberação de partes, peças e produtos. Propus a repactuação do modelo, envolvendo

governos, parlamentares, empresas, entidades científicas, visando ao fim dos gargalos logísticos, ao investimento em inovação e formação de mão de obra. Sugeri que se pusesse a funcionar plenamente o Centro de Biotecnologia da Amazônia e que se consolidasse o sistema estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Lembrei a boa ocasião de pôr a ZPE, já criada para Itacoatiara, a produzir componentes para o PIM. Busquei chamar nossas elites políticas à realidade. Tratar assunto dessa magnitude com leveza é, no mínimo, irresponsabilidade para com o futuro de nossa

gente. Fechar os olhos ao fato de que se o presente-passado ainda apresenta números razoáveis, as perspectivas que a inação aponta para o presente-futuro são funestas. Não fulanizei, não reduzi o nível da discussão que gostaria de ver aberta e franca no seio da sociedade. Procurei lastrear minhas opiniões em dados verossímeis. Ouvi técnicos respeitáveis, especializados em Zona Franca de Manaus. A MP dos tablets foi realmente um golpe no modelo. Mas o Amazonas nasceu com a vocação de resistir e viver e não de tombar diante das dificuldades. Espero ter contribuído. A intenção foi o tempo todo essa. O momento exige sobriedade, aplicação e sinceridade, não necessariamente nessa ordem.


Política 13

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Corrupção caminha próxima às obras inacabadas, diz TCU Ministro defende restrição a emendas parlamentares TEXTO AgênciaEstado FOTO JoséCruz/ABr BRASÍLIA

O

ministro Valmir Campelo, do Tribunal de Contas da União (TCU), alertou na sexta-feira, em São Paulo, que “a corrupção caminha próxima às obras inacabadas ou paralisadas”. Ele participou de um encontro com promotores de Justiça especialistas no combate à corrupção e à improbidade e defendeu restrição às emendas parlamentares. “Entre os diversos mecanismos

utilizados pelos dilapidadores dos cofres públicos,assomaem gravidade as interferências de cunho político para definição de quais empreendimentos terão preferência na hora de receber dotações e créditos orçamentários, em detrimento de outras obras em quenãoocorre essaintermediação”,afirmou. “É a influência da propina, ofertada por empreiteiros corruptores,definindo quais obras terão andamento, entre as várias queaguardamoaportedos escassos recursos públicos para terem continuidade”, argumentou oministrodoTCU. Campelo sugere que o

Congresso coloque em discussão um novo modelo para o uso de emendas. “O número deve ser menor, mais limitado. Entendo que só podem ser liberados recursos no valor correspondente àquela determinada obra. A maioria das obras que são paralisadas não é culpa de quem fiscaliza. Muitas vezes é culpa da injeção de recursos que falta. Em uma obra que custa, por exemplo, R$ 1 milhão, a quantidade de emendas parlamentares é muito grande. Aí são colocados R$ 100 mil apenas para inicia-la. Dá margem para os desperdícios”.

EMPREITEIRAS

Propinas pagas por empresas definem quais obras terão andamento, diz ministro

Ministro Valmir Campelo sugere que o Congresso coloque em discussão um novo modelo para o uso de emendas


14

Economia

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Participação da mulher no trabalho sobe e chega a 42% Dos 99,3 mil trabalhadores com curso Superior, 58% são mulheres TEXTO Rosana Villar FOTO Danilo Mello MANAUS

E

las estudam mais, são cuidadosas, concentradas e atualmente correspondem a 51,1% da população de Manaus. Por esses e outros motivos as mulheres vêmaumentando sua participaçãonomercadode trabalho que, no ano passado, chegou a 42%, com uma expansão relativa superior que a dos homens, de acordo com dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do TrabalhoeEmprego(MTE). Em segmentos como o de serviços e saúde elas já são a maioria. Mas apesar disso, o salário médio das mulheres no Amazonas ainda é 19% menor que o dos homens. De acordo com o último CensodoInstitutoBrasileirode GeografiaeEstatística(IBGE),a populaçãofemininadeManaus tem42,5milmaisindivíduosdo queamasculina. Em 2009onúmero de mulheres no mercado de trabalho representava 40%. No ano passado este número subiu para42%,com umcrescimento de 17,34%, frente aos 9,94% de expansão no número dehomens trabalhando. Entre os trabalhadores com Ensino Superior completo ou em curso, elas já são a maioria. Segundo dados do Rais, dos 99.369 trabalhadores que possuíam diploma de curso Superior no Amazonas em 2010, 58% eram mulheres. Entreos profissionais comocurso Superior ainda incompleto, as mulheres representavam52%. “Os setores que mais empregam mulheres são educação, saúde e as áreas de recursos humanos e administra-

ção. Como são as que mais têm crescido nos últimos anos, as oportunidades se ampliaram para as mulheres”, observa a presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos no Amazonas (ABRH/AM), Elaine Jinkings, ao destacar a expansão da economia. Um reflexo deste crescimento pode ser percebido pela quantidade de carteiras de trabalho emitidas pela Secretaria de Trabalho e Emprego do Amazonas (SRTE). Mesmo com o aumento na participação das mulheres no mercado de trabalho, os salários médios dos homens ainda são maiores. Segundo dados da Rais de 2010, enquanto os homens recebem em média R$ 1,8 mil, a mulher embolsa R$ 1,5 mil. Para o superintendente da SRTE, Dermilson Chagas, os maiores salários são pagos a profissionais da área de exatas, dominada por homens, como engenharia e eletrônica, e isso faz comqueamédia salarialdeles seja maior. “Embora as mulheres jáestejamchegandonestemercado,os cargos mais altos sãoocupados por homens”. Na construção civil um exército de mulheres vem sendo contratado para cuidar de trabalhos minuciosos, afirma o superintendente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon/AM), Claudio Guenka. “Há cerca de três anos as construtoras começaram a contratar mulheres para serviços de acabamento. Agora isso já é uma tendência, pois elas trabalham com capricho e cuidado, o que traz mais qualidade ao acabamento”, observa.

ESCOLARIDADE

Variação relativa das mulheres com nível Superior foi o que mais crescem em 2010

Colega de trabalho faltou e Renata Pontes,q ue tinha carteira de motorista o substituiu e nunca mais voltou para a antiga área administrativa da empresa de transportes

MAIS DADOS

17,3% Fatia da mão de obra feminina no mercado de trabalho no Amazonas tem crescimento acima da média masculina, que representou alta de apenas 9,94% no ano passado, de acordo com os dados da Rais 2010.

2010

2009

2008

57 mil

47 mil

46 mil

NivelSuperior / mulheres

TABU

Cai mito da exclusividade masculina Com a demanda aquecida por trabalhadores, outros segmentos, antes dominados por homens, passaram a empregar mão de obra feminina, quebrando tabus. RenataPontes trabalhavanaárea administrativade umaempresa quando umdos motoristas da firmafaltou ao trabalho,foia chancedeassumir de vez o volante. “Comoeu tinhacarteirade motoristadecaminhão,pediram

paraeu cobrir odiade trabalho dessecolega,mas meus chefes gostaram tantodomeu serviço, quemeconvidaramparaficar”. Amotoristaconta quealguns homens ainda seimpressionamao ver umamulher nadireção. “Meu namoradodiz queeu sou medrosa, mas eu chamoissodeprudência,e éaí queestáadiferença”. A tatuadora Mayara Freitas Chã é uma das duas únicas mulheres

que atuam na área em Manaus. Com apenas três anos e meio de profissão e muita dedicação à arte, a profissional já possui seu próprio estúdio. “Há muitas mulheres que se sentem mais à vontade tatuando com mulheres ou às vezes o marido não deixa tatuar com homem, mas deixa se for com mulher. Apesar disso, meu maior público ainda é o masculino”, observa.


Domingo, 21 de agosto de 2011 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

Economia 15


16 Economia

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Comerciantes chineses se instalam no Centro e derrubam os preços Oportunidades de negócios na cidade atraem os novos lojistas de origem oriental TEXTO Henrique Saunier FOTO Danilo Mello MANAUS

O

crescimento econômico de Manaus atraiu os comerciantes chineses para o comércio local e preocupa os lojistas e ambulantes. Os camelôs enfrentam queda de até 50% nas vendas em áreas onde lideravam o comércio, como na Rua HenriqueMartins,Centro,por conta dos preços mais baixos praticados pelos novos concorrentes. A informação é do presidente do Sindicato do Comércio dos Vendedores Ambulantes de Manaus (Sicovam), Raimundo Inácio Sena.

De acordo com o sindicalista, atualmente os cidadãos chineses possuem, apenas na Rua Henrique Martins, três estabelecimentos, sendo dois em funcionamento e um outro que ainda será inaugurado. Na Rua Marechal Deodoro, é possível ver que esses comerciantes também se instalaram em galerias. Em todo o Centro, Sena estima que são aproximadamente 20 lojas de propriedade dos migrantes. Aos poucos “Eles vieram aos poucos, há cerca de dois anos, e começaram a estudar qual o melhor segmento para se atuar no mercado. Mas essa

situação se agravou depois que a Polícia Federal de São Paulo fechou a Galeria Pajé e muitas dessas pessoas se mudaram para Manaus e Belém”, informou. Para o presidente em exercício da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio-AM), Aderson Frota, esse não foi o principal motivo da vinda dos novos comwrciantes. “A maioria veio das Regiões Sul e Sudeste e agora estão subindo. Eles buscaram capitais que apresentam uma pujança comercial e o crescimento econômico de Manaus chamou a atenção. Mas eles estão espalhados por todo o País”, observa.

Lojistas que se instalam nas galerias comerciais do Centro da cidade e derrubam preçosfornecem até para os ambulantes

Aderson Frota. Pres. interinodaFecomercio Eles buscaramcapitais que apresentam umapujançacomercial eocrescimentoeconômicode Manaus chamou aatenção”

CONCORRÊNCIA

Consumidor ganha com a nova concorrência Na rivalidadeentreos comerciantes brasileiros e chineses, quemganhaéo consumidor. As confecções e bolsas vendidas pelos estrangeiros são vendidos pela metadedopreçodas comercializadas noCentropelos ambulantes. Eao que tudoindica, essaé umabrigaperdida,pois os camelôs dizem ser impossível competir comesses valores. A vendedoraambulanteMichele Verçosa, quepossui umabarraca deconfecções naRuaMarechal Deodorohá 20 anos,disse se incomodar comaconcorrência, qualificadacomo “injusta”. “Acabamos perdendo,porqueo clientenão quer saber de qualidadee simdopreço”,disse. Arredios epoucodispostos a conversar (atémesmopor conta das barreiras doidioma),muitos

se recusamadar entrevista. Apenas umcomerciante,por meio de umade suas funcionárias,falou coma reportagem. YanLiru tinha umalojaemSãoPauloe veiopara Manaus há umano,ondealuga um pontonaGaleriaBBC. Elecomercializabolsas ebijuterias noatacadoeno varejo,e confirmou vender paraos próprios camelôs. Sobreafamadenunca negociar comos clientes,disse não ser irredutível,mas afaltade conhecimentonalíngua portuguesaacabaatrapalhando nahoradeoferecer descontos. Procurado,oinspetor-chefe substitutodaAlfândegadoPorto deManaus,FernandoShiota, alegou queoNúcleodeRepressão aoContrabandoeaoDescaminho (Nurep)estánointerior a serviçoe, por isso,nãopoderia “tecer as devidas considerações”.


Economia 17

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Empresas de componentes fecham com importações

FRASE

Cristóvão Marques Pinto. Presidente da Aficam Hoje são apenas cinco fábricas. A produção e a mão de obra também caíram quase pela metade”

Estudo da Aficam aponta que concorrência chinesa é ameaça FOTO Evandro Seixas /02/04/04 MANAUS

A

s cincoempresas de componentes que fabricam chicotes, bobinas ecabos elétricos usados nos setores de eletroeletrônico, duas rodas, celular, informática e automotivo, no Polo Industrial de Manaus, podem fechar as portas em,nomáximo12 meses,devido à concorrência com os fornecedores chineses e ameaça o empregode1,2 milpessoas. A informação é do presidente da Associação das Indústrias e Empresas de Serviços do Polo Industrial do Amazonas (Aficam), Cristóvão Marques Pinto. Ele alerta para os baixos níveis de produção e geração de empregos no setor. Em 2006, havia dez empresas no PIM produzindo cabo de força, chicote elé-

trico, bobina, chicote para veículos de duas rodas, cabo de carregador para celular e chicote elétrico para carros. “Hoje são apenas cinco fábricas. A produção e a mão de obra também caíram quase pela metade. Isso é resultado direto da concorrência com a China”, explica o presidente da Aficam. Segundo dados da associação, em 2006, a produção dessas peças era de 103,3 milhões de itens, que foi reduzida para 54,5 milhões de unidades em 2010, registrando queda de 47,2%. A quantidade empregos diretos caiu 40%. Eram 2 mil trabalhadores, em 2006, e 1,2 mil no ano passado. No outro lado da cadeia produtiva, o gasto das empresas em geral do PIM com a compra de insumos aumentou 46,2% no período, passando de US$ 11,9 bi-

OS NÚMEROS

55

FATURAMENTO

Venda média anual das componentistas que estão no mercado é de R$ 50 milhões

Cinco empresas fecharam nos últimos anos, como a Gatsby, que produzia cabos condutores de energia

lhões (2006) para US$ 17,4 bilhões (2010), conforme dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). “Se o gasto com insumos, que são peças e componentes, tivesse reduzido junto com a produção das empresas que até levou ao fechamento de

cinco fábricas, nós até entenderíamos. Mas foi exatamente ocontrário”, pontua Marques. A Aficam contabilizou o fechamento das empresas Molex,Tyco,Balda,Gatsby eAmacomp,nos últimos cincoanos. Os cabos, chicotes e bobinas produzidos no PIM são usados na fabricação de tele-

Empresas atuam no segmento componentista, sendo 43 do subsetor de material elétrico, eletrônico e de comunicação, segundo os dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus.

visores, condicionadores de ar, fornos micro-ondas, motocicletas, carros, computadores, celulares e aparelhos de áudio em geral. Os principais compradores desse tipo de componentes são Samsung, LG, Sony, Panasonic, Yamaha, Honda, Semp Toshiba, entre outros, segundo a Aficam.


18 Economia

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Domingo, 21 d Diário do Am

Aplicar na Bolsa exige estudo e r

Investir parte dos recursos em papéis de empresas de capital aberto é aplicação de risco, sujeita à forte oscila TEXTO Daisy Melo FOTO Evelson de Freitas/AE MANAUS

P

or muito tempo a Bolsa de Valores foi vista como um ‘bicho de sete cabeças’, só acessível a uma minoria de aplicadores. Essa situação mudou. Cada vez mais pequenos investidores estão apostando parte dos seus recursos nos papéis das empresas, com ganhos a longo prazo bem maiores que a poupança. E o momento de baixa dos valores das ações com a crise nos mercados é ideal para entrar na BM&FBovespa, a terceira maior do mundo. O motivo do poder de atração da bolsa é simples: a possibilidade de ganhar muito também em um curto período. “Na bolsa pode-se obter bons ganhos em pouco tempo, mas é importante sempre ter a ciência do risco das perdas”, observa a operadora da TOV Corretora, Cristiane Giacom. Dependendo do montante investido e do índice da queda, o ‘tombo’ é proporcionalmente grande. Para os operadores, não basta deixar o dinheiro, é preciso gerenciá-lo. Um dos principais cuidados ao iniciar as operações é estar atento à procedência e legitimidade das informações recebidas sobre o mercado. “Além disso, é preciso definir pontos de saída de ganhos e prejuízos, os conhecidos ‘stops’. Isso é uma medida de controle dos riscos, que pode ser programada, por exemplo, em operações de ‘home bro-

ker’, sistema que permite aos investidores comprar e vender ações por meio da internet. Um ‘stop loss’, por exemplo, é uma ordem de venda disparada automaticamente, quando aaçãocai,evitandoperdas. Segundo a corretora, operar tanto em situação de compra quanto de venda gera riscos. “Na compra corre-se o risco de perda da ação e o investidor pode perder com a possível desvalorização, já ao operar na venda, o investidor fica exposto à possível alta e com isso perde, se a ação se valorizar”, explica. Atualmente, 66 empresas estão na Bovespa, sendo as maiores Vale, Petrobras e OGX. As ações dessas empresas são conhecidas como ‘blue chips’, sendo ideais para investidores iniciantes, pois apresentam lucratividade comprovada. “Decidi aplicar quando o governo Lula liberou a compra em duas ‘blue chips’. Quem começa deve investir nesses tipos de ações em momentos de queda da bolsa, quando as ações estão em baixa, e aguardar valorizar, mas o investimento é em longo prazo”, explica o comerciário Domingos Bezerra, 48, que há cerca de sete anos comprou ações do Banco Bradesco. Agora, ele possui respaldo para sonhar em abrir um negócio ou comprar um imóvel para alugar, completando a renda e garantindo uma aposentadoria mais tranquila financeiramente.

FUGA

ABolsaperdeu 12,6 milpessoas físicas noano,caindopara598 milessabasedeinvestidores

Sistema de operações da BM&FBovespa, a terceira maior do mundo, é feito com a consulta da variação dos papéis em tempo real

AS EMPRESAS

FALE COM O EDITOR contatos@d24am.com

Entre 1994 e 2007 o volume diário negociado na bolsa brasileira aumentou 14 vezes e o montante médio ficou em R$ 3,5 bilhões. Com a economia em crescimento e os papéis em alta, novas empresas entram na Bovespa.

Papéis das empresas têm forte valorização e o índice Ibovespa registra alta de 52%, em 26 de outubro de 2007, ao atingir o 40º recorde do ano. A alta foi 3,1% naquele dia e atingiu 64.275 pontos.

O pequeno investidor que do seu computador negocia ações na bolsa (home broker) bateu recorde nas aplicações em abril de 2007. Esse aplicador representou 7,57% do total de R$ 10,5 bilhões do volume mensal negociado naquele período.

US$10,9bi US$ 6,5 bi O lucro líquido da Petrobras cresceu 31,9% no primeiro semestre, com recorde de R$ 21,9 bilhões. A estatal é uma das mais procuradas e de maior valorização (blue chip). No ano, a ação Petrobras PN desvalorizou -25,16%.

A Vale, outra blue chip, registrou o quinto maior lucro entre as empresas de capital aberto das Américas, atrás apenas da Petrobras, segundo a empresa de consultoria Economática. Apesar do resultado, a ação Vale PNA caiu 19,31% no ano.

US$

É o valor d papéis dos Bovespa este afetados pel O Itaú Uniba queda de 13, preferenciais ações ordiná Bradesco ret


Economia 19

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

o e retorno é a longo prazo

à forte oscilação, com ganhos para quem apostou nas companhias que se valorizaram

O temor de um risco sistêmico com a quebra do Lehman Brothers, a venda do Merrill Lynch e os problemas da seguradora AIG atingiram os mercados. Em 27 de outubro de 2008, o Ibovespa registrou a maior queda, com 29.435 pontos.

-8%

INVESTIDOR

OPERADORA

Domingos Bezerra

Cristiane Giacom

O comerciário aplicou parte do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), aproximadamente R$ 8 mil, em ações da Vale, considerada uma ‘blue chip’. Antes da última crise na Bovespa, os papéis estavam valendo pouco mais de R$ 103 mil. “Um dinheiro ‘parado’ no FGTS só renderia índices de poupança”, disse. Confiante na recuperação de suas ações depois da queda, ele aconselha aos iniciantes, se não tiverem conhecimento, a apostarem nas ‘gigantes’ Vale e Petrobras, mas antes de tudo a buscarem uma consultoria profissional para grandes somas em dinheiro.

Com 30 anos de idade, a operadora é formada em Relações Internacionais pela Faculdade Santa Marcelina (FASM), localizada em São Paulo. Cristiane trabalha como operadora na TOV Corretora. Nas atividades paralelas, a executiva ministra palestras sobre Mercado de Capitais. Giacom ressalta que o momento é oportuno para compra de ações devido à última crise da BM&FBovespa. “Nesses períodos de baixa os investidores, geralmente, aproveitam para comprar ações cujo ‘valuation’ (valor) caiu muito, ou seja, está bom para a compra”, avalia a corretora.

A Bovespa perdeu u 4.280 pontos no dia 8 de agosto de 2011, quando os mercados foram abalados pela nota de rebaixamento dos Estados Unidos e a bolsa brasileira fechou nos 48.668 pontos. Naquela segunda-feira, a perda acumulada dos papéis atingiu 29,7% no acumulado do ano.

O Ibovespa fechou a sexta-feira, dia 19, em queda de 1,29%, aos 52.447 pontos, voltando a acumular perdas na semana, de 1,92%. No mês, tem baixa de 10,84% e, no ano, de 24,32%.

O rebaixamento da nota de grau de investimento dos Estados Unidos,na sexta-feiradia5de agosto,derrubou o valor das empresas em todoomundo quandoos mercados abriramna segunda-feira,8. NoBrasil,aBovespa registrou amaior quedadesde 22 deoutubrode 2008(-10,18%), quandoocorreu o circuit breaker pela última vez,mecanismo que suspendeas operações quandooíndice retraidez pontos. Em umdia,as 377 empresas perderamR$146,98bilhões, segundoestudodaempresadeinformação financeiraEconomática. Petrobras,ValeeItaú responderampor quase40% domontantedas perdas.

COTAÇÕES PRINCIPAIS VARIAÇÕES EM 12 MESES, DE ACORDO COM O ÚLTIMO PREGÃO DE SEXTA-FEIRA

US$ 118 bi É o valor das perdas dos papéis dos bancos na Bovespa este ano, fortemente afetados pela crise de agosto. O Itaú Unibanco, registrou queda de 13,9% nas ações preferenciais e de 12,3% nas ações ordinárias. Os papéis do Bradesco retraíram 8,3%.

LLX Log ON

-62,8%

PDG Realty ON

52,8%

Gol PN

-58,0%

Ambev PN

43,6%

All América ON

-54,8%

Souza Cruz ON

41,7%

B2W Varejo ON

-52,5%

Telesp PN

36,2%

Fibria ON

-51,5%

Light ON

28,5%

Marfrig ON

-50,4%

CCR Rod. ON

24,3%

Sid. Nac. ON

-48,4%

BRF Foods ON

23,2%

Hypermarc. ON

-47,8%

Tim Part. ON

23%

Usiminas PNA

-47,3%

Braskem PNA

21,3%

-47%

Sabesp ON

20,1%

MMX Miner. ON FONTE:BOVESPA


20Economia

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

ENTREVISTA. ROBERTO AKIYAMA

Honda projeta crescer 12% no ano e produzir 1,6 mi de motos TEXTO Beatriz Gomes FOTO Divulgação

A

Moto Honda da Amazônia comemora a retomada da economia e o aquecimento da demanda interna. O diretor comercial da empresa, Roberto Akiyama, fala sobre os resultados e a perspectiva do mercado para 2011.

Como começou o ano para a Moto Honda da Amazônia? Começamos bem o ano, o primeiro semestre está dentro do que já imaginávamos e acho que a energia de crescimento do ano passado deu um fôlego muito bom a 2011. Mas o crescimento poderia ser bem maior não fossem as medidas de contenção de consumo do governo preocupado com a inflação. Comoforamas vendas nocomeçodoano? Noprimeiro semestre,as vendas aopúblico ficaram18% acimadoanopassado. Comoo segundo semestrede 2010 jáfoimuitobomeconsiderandoas medidas de restriçãodocrédito, estimamos umcrescimentode12% para todooanode 2011. Qual a capacidade instalada da unidade de Manaus e qual a produção atual? Estamos com uma capacidade de produzir 2 milhões de motocicletas ao ano numa área de mais 205 mil metros quadrados. Atualmente, produzimos em torno de 1,65 milhão de unidades no ano. O mercado brasileiro está crescendo, por isso em 2010 expandimos nossa capacidade que era de 1,5 milhão para 2 milhões de motocicletas. Em termos de capacidade de produção, vendas e produtividade, qual a posição da planta de

Para quantos países a empresa exporta e quanto da produção é direcionado ao mercado interno? A fábrica exporta para 32 países, porém quase a totalidade da produção de Manaus é direcionada ao mercado interno, que continua aquecido.

INVESTIMENTOS

Companhia tem aportes no Polo Industrial de Manaus de R$ 1,5 bilhão

Quantas pessoas trabalham na unidade e nos fornecedores? Na planta de Manaus cerca de 10 mil funcionários trabalham diretamente. E com a política da empresa de convidar os fornecedores para que se instalem perto da montadora, temos 36 fornecedores que empregam 11 mil trabalhadores. Perspectiva de Roberto Akiyame, há 20 anos na companhia, é o aumento da produção e das vendas com a expansão da economia brasileira

FRASE

Roberto Akiyama. Diretor comercial A fábrica de Manaus é a única da Honda com capacidade para produzir 2 milhões de motocicletas ao ano”

Manaus em relação às fábricas do mundo? A fábrica de Manaus é a única da Honda no mundo com capacidade para produzir 2 milhões de motocicletas ao ano. Em volume de vendas, com base nos dados de 2010, a unidade ocupa o 4º lugar comparada com outras (atrás de

Indonésia, Vietnã e Índia). Em volume de produção, a fábrica de Manaus ocupa o 5º lugar (atrás de Indonésia, Vietnã, Índia e China). Comoalogísticae infraestruturadoAmazonas poderiammelhorar para desenvolver aindamais o PoloIndustrialeaeconomia? Manaus estáa 3 mil quilômetros do mercadoconsumidor daRegião Sudeste,entãonão temjeito,a logísticaprecisa ser organizada. Mas ainfraestruturamelhorou muitonos últimos anos,amaior dificuldadeé por contadogrande volumede mercadorias quecirculamnaZona FrancadeManaus. Eas exportações da fábricadeManaus foram prejudicadas pela valorizaçãodo realfrenteao dólar? Nessemomentoem queo dólar ficamuitobaratoaHonda sofre aconcorrênciadesigualdos produtos acabados,preocupação comumentreoempresariado

FRASE

Em 35 anos de ZFM, quanto a Honda investiu na planta de Manaus? O investimento consolidado da empresa chegou a R$ 1,5 bilhão em todos esses anos.

PERFIL Roberto Akiyama. Diretor comercial Ocrescimentopoderia ser bemmaior não MOTO HONDA fossemas medidas Implantada na Zona Franca de decontençãode Manaus desde 1976, a fabricante japonesa é a maior empresa do consumo”

brasileiro que quer resguardar as empresas queinvestirame acreditaramnoBrasil. Enquantoem 2008exportávamos 100 mil unidades por ano,em 2010 exportamos 53 mileem 2011 estamos com umamédiade55mil unidades. Foi umaperdademercado significativapor contadocâmbio.

Polo de Duas Rodas. Emprega mais de 50% da mão de obra direta do setor de duas rodas e 9,5% do total dos empregados diretos do Polo Industrial de Manaus (PIM). A planta possui 205 mil metros quadrados (m²) e produz uma média de duas motocicletas por hora. A unidade concentra a produção em modelos de 125 cc, além da Hornet e Transalp.


Economia 21

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Calçados, brinquedos e ‘pneus’ importados estão na mira do fisco Setores podem ser os próximos na ‘malha fina’ da RF TEXTO Agência Estado FOTO Paulo Liebert/AE BRASÍLIA

A

s importações de produtos dos setores de calçados, brinquedos, pneumáticos e produtos óticos podem ser as próximas a serem incluídas nos procedimentos de fiscalização mais rigorosa em portos e aeroportos, a exemplo do que ocorreu com o setor têxtil e de confecções. O subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita Federal, Ernani Checcucci, afirmou que as

importações de algumas mercadorias já estão sendo objeto de ações pontuais desde junho, mas as novas operações passarão a englobar todos os produtos destes segmentos. Desde o início do ano, o governo vem apertando os mecanismos de defesa comercial para combater a fraude, o subfaturamento, a triangulação e o certificado falso de origem das importações. Com o dólar barato, alguns segmentos da indústria nacional têm enfrentado a concorrência desleal dos produtos que chegam, principalmente, da China.

OS NÚMEROS milhões de dólares em produto importado do setor têxtil haviam parados na alfândega na primeira quinzena de junho.

26

dias é quanto pode demorar o prazo para liberação de mercadorias, prorrogável por mais 90 dias quando necessário, segundo a Receita Federal.

90

RIGOR

Setores incluídos nos novos procedimentos entrarão nos canais mais rigorosos da RF

Receita vem apertando o cerco às importações de produtos para combater a fraude e evitar a concorrência desleal


22 Economia

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

RÁPIDAS Embratel aguardalei paraassumir controledaNet

OS NÚMEROS

420

A liberação das amarras para que grupos estrangeiros sejam controladores de empresas de TV a cabo abriu portas para que o bilionário mexicano Carlos Slim assuma, finalmente, o comando da operadora Net. Slim quer os 2% das ações ordinárias que a Globo detém da Net.

mil currículos recebeu o Bradesco em 2010, segundo o Instituto Great Place to Work. Em 2º lugar ficou o Itaú Unibanco, com 354 mil candidaturas, seguido de Volvo, com 350 mil, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

16.000

profissionais foram contratados pelo Bradesco em 2010. Pelo menos 128 mil currículos foram avaliados.

700.000

é a quantidade de profissionais cadastrados no banco de dados do Itaú Unibanco em dois anos.

Sérgio Castro/AE

Empresários já aceitam ceder à elevação do aviso prévio para até 90 dias, aponta CNI A elevação do aviso prévio para até 90 dias será acatada pelo empresariado no caso de não haver uma proposta mais vantajosa, afirmou o gerente executivo jurídico da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Cássio Borges. A marca de 90 dias (três dias por ano, com um limite de 20 anos) foi sugerida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em audiência pública por ser o teto adotado por outros países. A proposta preferida pelos empresários daria, além dos tradicionais 30 dias, um dia a mais por ano trabalhado. A Confederação acompanha o andamento da questão no Congresso Nacional. O aviso prévio está previsto na Constituição Federal de 1988.

Brasil tem a sétima maior reserva de dólares OBrasil ultrapassou Índiae HongKongepassou a ser,no fimde 2010,o sétimomaior país detentor de reservas internacionais, segundo reportagemdoG1. Nofimde 2009,oPaís erao9ºno rankingdemaiores detentores de reservas cambiais.


Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

IMÓVEIS

Bancos esperam por aumento na procura por crédito imobiliário

Mesmocomacrise financeirainternacionalea esperadadesaceleraçãoda economiabrasileira, bancos nãoesperam queda nademandapelocrédito imobiliáriono terceiro trimestrede 2011, segundo pesquisadoBancoCentral.

FRASE

Carlos Hamilton . Diretor de política econômica do BC É possível observar alguma moderação na margem na criação de postos de trabalho e no crédito” Citando dados do Banco Central.

Brasil Supply vai investir R$ 150 milhões em oito barcos Fornecedora de embarcações à Petrobras no apoio à exploração de petróleo, a Brasil Supply anunciou a meta de, em 2012, investir R$ 150 milhões na construção de oito barcos para transporte de cargas e pessoal para as plataformas de produção. A empresa é uma sociedade entre a BR Distribuidora, a Cotia Trading, o Grupo Gerhardt Santos e a HES.

Economia23


24Economia FERRARI F 430

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Domingo, 21 d Diário do Am

Máquinas comIPVAd

Mesmocomadepreciaçãoanualdos automóveis,oproprietáriode umcarrodelu OS NÚMEROS

Valor venal: R$ 1.180.000 Valor do IPVA 2011: R$ 35.400 Fabricação: importado

46.941 Esse é o valor do IPVA mais caro do Amazonas e é referente à Ferrari F 430 Scuderia, cujo valor venal, segundo a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), é de R$ 1.564.705.

PORSCHE 911 TURBO

VOLUME

Juntos, os dez veículos com os maiores valores de IPVA do Estado somam R$ 177,9 mil

Valor venal: R$ 488.812 Valor do IPVA 2011: R$ 14.664 Fabricação: importado

MERCEDES BENZ S 500

OS NÚMEROS

10.140 Valor venal:R$462.705 Valor doIPVA 2011:R$13.881 Fabricação:importado

Esse é o valor do IPVA do veículo Porsche 911 Carrera 4 S cujo valor venal, segundo a Secretaria de Estado da Sefaz (Sefaz), é de R$ 338.010. É o décimo veículo com o IPVA mais caro do Estado

MANAUS

C

SCANIA P 420 B 8X4

Valor venal: R$ 412.242 Valor do IPVA 2011: R$ R$ 12.367 Fabricação: carreta

TEXTO TerezaTeó FOTOS Divulgação

O Porsche 911 Carrera 4S leva cinco segundos para chegar a 100 Km/h

om mil oE zon samente Man frota veicular literalmente o do deixa o an garagens, prin ra aqueles a carros deluxo Dados da S tado da Fazen lam que entre que represen repasses do I Propriedade tomotores (I naus, estão:


Economia 25

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

VAdeatéR$47 mil

PORSCHE 911 CARRERA S

umcarrodeluxopagadeIPVAoequivalenteao valor de umcarropopular

Valor venal: R$ 407.750 Valor do IPVA 2011: R$ 12.233 Fabricação: importado

BMW M5 NB 91

AFerrariF430 Scuderiafoi lançadaem 2007 no salãode Frankfurt epassou a ser vendida noBrasilemjulhode 2008.

TEXTO TerezaTeófilo FOTOS Divulgação MANAUS

C

om mais de meio milhão de veículos, o Estado do Amazonas, mais precisamente Manaus, reúne uma frota veicular capaz de parar literalmente o trânsito quando deixa o anonimato de suas garagens, principalmente para aqueles aficionados por carros deluxo. Dados da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) revelam que entre os dez veículos que representam os maiores repasses do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), em Manaus, estão: sete carros im-

portados e três carretas. Ferraris, Porches, BMW, Mercedes Benz, Volvos e Scania compõem uma frota nada simples e que permite aos cofres públicos obter ganhos de aproximadamente R$ 180 mil, somente com as despesas de IPVA, tributo este que de janeiro a maio deste ano já resultou em mais de R$ 73 milhões emarrecadação. O IPVA mais caro do Amazonas é pago pelo proprietário daFerrariF430 Scuderia,modelo 2008, com valor venal de R$1,5milhão. Oimpostodesse veículocom tecnologiadeFórmula 1 é de R$ 46,9 mil. Com o valor, o proprietário da Ferrari conseguiria comprar 188 cestas básicasaocustounitáriode R$ 249,49. Apenas o valor do IPVA da F 430 representa 26% do montante total do IPVA dos dez carros incluídos nesse ranking.

Outra Ferrari semelhante, de valor venal R$ 1,18 mi, tem uma despesa com IPVA de R$ 35,4 mil, o equivalente a 65 salários mínimos. O esportivo mais confiável do mundo, o Porsche 911 Turbo, segundo estudo de confiabilidade de veículos do instituto norte americano J.D. Power and Associates, aparece como o terceiro veículo com maior valor de IPVA no Amazonas, ondeoproprietáriodesembolsa R$ 14,6 mil. O valor venal dessa máquina alemã é de R$ 488,8 mil. O Porsche 911 Carrera S cuja velocidade máxima é de 302 Km/h é o sexto do ranking dos veículos com IPVA mais caro do Estado, R$ 12.233 e valor venal de R$ 407.7 mil. Odécimodo ranking é outro Porsche, o 911 Carrera 4S,cujoIPVAde 2011nãoficou emmenos deR$10,1mil. A Mercedez Benz S 500 com valor venal de pouco mais de R$ 460 mil está na quarta posição com IPVA no valor de R$13,8mil. As carretas Scania P 420 e R 420, além da Volvo FH 480, aparecem em quinto, oitavo e nono lugar respectivamente em valores de IPVA, R$ 12,3 mil, R$ 10,4 mil e R$ 10,1 mil. Os valores venais desses utilitários ultrapassam R$ 1 milhão.

Valor venal: R$ 391.176 Valor do IPVA 2011: R$ 11.735 Fabricação: importado

VOLVO FH 480 6X4 T

Valor venal: R$ 346.750 Valor do IPVA 2011: R$ 10.403 Fabricação: carreta

SCANIA R 420 A 6X4

Valor venal: R$ 338.823 Valor do IPVA 2011: R$ 10.165 Fabricação: carreta


26

Cidades

FALE COM OS EDITORES cidades@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Flagrantes de desrespeito à Lei Seca são comuns nas noites de Manaus Segundo o Samu, em 70% dos acidentes de carros na capital o motorista estava embriagado TEXTO Álisson Castro FOTOS Arlesson Sicsú MANAUS

E

m vigor há mais de três anos, a aplicação da Lei Seca em Manaus esbarra na falta de fiscalização nas imediações de casas de show e bares na capital do Amazonas. Nesta semana, a reportagem do DIÁRIO passou cerca de 20 minutos próximo a três casas de show na Avenida do Turismo, zona oeste da cidade, tempo suficiente para flagrar motoristas assumindo o volante de veículos consumindo bebidas alcoólicas ou visivelmente embriagados. Em um posto de gasolina ao lado de uma casa de shows na Avenida do Turismo, três jovens dançavam e consumiam cerveja embalados pela música que tocava nas caixas de som de um carro. Depois de poucos minutos, os três embarcaram no veículos e partiram do local. Segundo trabalhadores que estão constantemente no local, as cenas não são raras nas imediações do local. “Se a lei seca realmente funcionasse, os taxistas fariam muito mais corridas. O que vemos são motoristas enchendo a cara e saindo dirigindo seus veículos”, relatou o taxista José Sales, 66, que atua há 35 anos na profissão. O comerciante autônomo David Saraiva, que vende cachorro-quente em frente a uma casa de show no local, afirmou que a fiscalização atua apenas nos finais de semana naquela via. ‘Amigo Legal’ Um bom exemplo, apesar de raro, também foi constatado pela reportagem do DIÁRIO na Praça do Caranguejo, no Conjunto El-

TRÂNSITO

A Operação Lei Seca já salvou milhares de vidas em todo o Brasil, segundo a ONU

Na Estrada do Turismo, zona oeste de Manaus, é fácil flagrar motoristas consumindo bebida alcoólica em postos de gasolina, bares e casas de show

dorado, zona centro-sul, onde uma funcionária pública contou que estava atuando como motorista de seus amigos e por isso não estava consumindo bebida alcoólica. “Quando chegar em casa é que eu vou tomar uma cervejinha”, disse a agente administrativa Eny Mendes, 46. “Infelizmente isto não é muito visto em outras mesas de amigo, falta mais consciência dos motoristas. Eu já perdi três familiares em um acidente de carro por causa de embriaguez ao volante e não quero que isto se repita com outras pessoas”. A diretora-presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detram/AM), Mônica Melo, afirmou que blitze são realizadas pelo órgão todos os dias e são intensificadas nos finais de semana. “Nestas operações são fiscalizadas todas as situações onde podem haver irregularidades

OS NÚMEROS

4.241 Multas foram aplicadas nos últimos três anos em Manaus a motoristas dirigindo sob o efeito de álcool, segundo o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran/AM).

e, uma delas, é a embriaguez ao volante. Além disto, o Detran também realiza campanhas educativas para conscientizar os motoristas”, informou. Segundo Mônica, as vias onde estão situadas as casas de shows e bares recebem atenção especial do órgão. “É claro que não podemos ser onipresente, mas, certamente, os motoristas que insistem em dirigir embriaga-

dos ou vão ser pegos em nossa fiscalização ou irão se envolver em acidentes. Torcemos que ocorra a primeira opção”, alertou a diretora-presidente do Detran/AM. FALE COM O EDITOR cidades@d24am.com D24am.com AO VIVO VEJA VÍDEO AGORA Motoristas não respeitam Lei Seca

INFRAÇÃO

Órgãos de trânsito garantem que fiscalizam O Detran-AM informou que as fiscalizações realizadas pelo órgão têm ocorrido com frequência. Nos três anos de vigência da Lei Seca o número de multas e apreensões de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) por dirigir sob o efeito de álcool já chega a 4.241 em Manaus. Segundo dados na Companhia

Interativa de Trânsito (Ciatran), apenas nos seis primeiros meses deste ano foram emitidas cemautuações de motoristas que foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. O comandante da Ciatran, major Marcus Vinícius, afirmou que nos finais de semana a fiscalização é mais frequente nas proximidades

de casas de eventos e em locais onde há grande aglomerações de pessoas. De acordo com o diretor geral do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Ruy Abrahim, 70% dos casos de acidentes de veículos que ocorrem na cidade há o envolvimento de motoristas que fizeram uso de bebidas alcoólicas.


Domingo, 21 de agosto de 2011 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

Cidades 27


Cidades28

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Irregularidades demonstram falta de cidadania na capital

02

03

04 EDUCAÇÃO

01

TEXTO AnnyelleBezerra FOTOSRaimundoValentimeArlessonSicsú MANAUS

A

quantas anda a cidadania dos manauaras? A se basear por alguns exemplos de desrespeito com opróximoflagrados nacidade, podemos dizer quenão vainada bem! Estacionar o carro na vaga dos idosos ou dos deficientes, construir rampas ou deixar carros no caminho dos pedestres e jogar lixo na rua, são alguns exemplos de que está faltando um pouco mais de cidadaniaemManaus. AaposentadaAlicedeSouza, quehámais de 30 anos mora na Rua Pedro Teixeira, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste,e tem umalixeira viciadaemfrentea suacasa relata que já perdeu a conta de quantas vezes precisou consertar o telhado destruído por urubus atraídos pelo lixo. Outro problema trazido pelo lixo, segundo a aposentada, é a invasão dos ratos, que sobem pelos galhos das árvores e se alojam no forro da residência, assim como o alagamento da ruanos dias dechuva.

Na Rua Senador Cunha Melo,nobairroSãoJorge, zona oeste, alguns moradores da áreaadotaramomurodaEscola Municipal Nelza Godoy como lixeira. Às 9h30 da última terça-feira já era possível encontrar vários sacos de lixo espalhados pelo local. Deysiane de Araújo, dona de uma assistência técnica queficaemfrente ao local, conta que os moradores, mesmo sabendo que o carro de coleta só passa de madrugada, iniciam o descarte do lixo a partir do 12h. “O correto seria colocar o lixo a partir das 19h para evitar que os cachorros rasguem os sacos, mas eles nãoentendemisso”,afirmou. A diretora da escola, Maria das Graças França, informou que em todas as reuniões de pais e mestres os moradores são orientados a não despejarem o lixo próximo à escola no horáriocontrárioao da coleta. Na Rua Xavier de Mendonça, no bairro Aparecida, zona sul, a comerciante Vilma Nascimento conta que além de pessoas de outras ruas do bairro jogarem o lixo na esquina da Quadra Municipal Marcolino Lopes, não há uma preocupação com a forma co-

FRASE

Deysiane Araújo. Comerciante O correto seria colocar o lixo a partir das 19h para evitar que os cachorros rasguem os sacos” mo o lixo é descartado. “As pessoas trazem o balde de lixo, viram aí na esquina e vão embora como se fosse a coisa mais normal do mundo”, reclama. NaRuaPresidenteKennedy, no bairro Educandos, zona sul, a autônoma Rossileide de Castro reclama que os moradores da área jogam animais mortos sem acondicionamento adequado, provocando mau cheiro. Nolocalexiste umapequenacaixadecoletadelixodaSecretaria Municipal de Limpe-

Sociólogo luizxiparina@hotmail.com

Virtudes da cidadania

Muitas atitudes do manauara mostram a falta de respeito com o outro

Os flagras da falta de cidadania das pessoas são muitos em Manaus

Luiz Antônio

01 Lixeira viciada no Dom Pedro, 02 Rampas tiram calçadas de pedestres, 03 Restos de construção no Conjunto Belvedere, 04 Calçadas viram estacionamentos de lojas

za Pública (Semulsp), mas os resíduos também são depositados no chão. Calçadas A falta de cidadania em Manaus não se restringe apenas aodescarteincorretodolixo. Andando pelos bairros mais comerciais comoAlvorada, São José e até no Centro da cidade é possível constatar a ocupação irregular de calçadas. Na tarde da última quarta-feira, na Avenida Leonardo Malcher, em frente ao prédio administrativo de um hotel de selva, carros tomavam conta de uma calçada inteira, obrigando pedestres a disputar espaçocomos ônibus quepassavam emalta velocidade. Na Avenida Epaminondas, na esquina do Atlético Rio Negro, umcarrinho de pipocaem cima da rampa de acesso a calçada obstruía a passagem de quem atravessava na faixa de pedestres. No Parque 10, zona centro-sul,as calçadas de umaloja de material de construção não podem ser utilizadas pelos pedestres, que disputam o espaço com carros e mercadorias do estabelecimento.

C

idadão é aquele que, pertencente a uma sociedade, possui direito aos benefícios oferecidos pela sociedade e, de outro modo, tem responsabilidades com a mesma. Cidadania não se ganha na maternidade ou em uma fila qualquer, é construída coletivamente, ao se cobrar de uma autoridade pública a oferta de um serviço de qualidade, ao exigir cumprimento do horário de atendimento de um órgão público. De outro modo, respeitar uma fila, depositar todo tipo de lixo em locais adequados, respeitar a vizinhança, obedecer as regras do condômino, pagar os impostos e taxas e etc. são práticas esperadas de um cidadão. A cidadania é uma “invenção” da cidade, do urbano. Na medida em que fomos optando por morar mais próximos, fomos necessitando de regras para que cada um pudesse cooperar para o bem comum de todos. Mais próximos, pudemos criar escolas para mais pessoas, oferecer saúde e segurança, partilhar os custos de transporte, por exemplo. Vejam quanto que um morador de um igarapé gasta com transporte para percorrer 15 km e quanto um morador da cidade gasta para percorrer esta mesma quilometragem. O primeiro assume os custos, já o morador da cidade tem os custos compartilhados com os demais passageiros do transporte coletivo. Viveremos melhor na medida em que praticarmos a cidadania plena.

Cidadania não se ganha na maternidade ou em uma fila qualquer, é construída coletivamente


Cidades29

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Ribamar Bessa Seu comentário bessa_18@hotmail.com

Canta lá que eu canto cá

A

tirei no que vi e acertei o que não vi. Foi aqui em Natal (RN), de onde escrevo. Vim participar de um evento acadêmico - o VI Simpósio Internacional de Estudos dos Gêneros Textuais, seja lá o que isso signifique – e acabei encontrando, inesperadamente, festas, folguedos, brincantes, mamulengo, literatura de cordel, bois de reis, pastoril, maracatu, dança de roda, ciranda, shows, exposições, podendo escolher entre mais de 400 apresentações, tudo isso por conta da programação do mês da cultura popular, celebrado em agosto. Dei sorte de estar na terra de Luís da Câmara Cascudo agora, às vésperas do dia do folclore, que se celebra amanhã. Cai na gandaia. Assisti a vários espetáculos, entre os quais o teatro de bonecos de Heraldo Lins, mamulengueiro conhecido em todo Brasil, e o boi de reis do bairro do Bom Pastor, ambos no terreiro do Museu do Homem Missioneiro Potiguar, que organizou ainda o II Ciclo de Palestras com uma mesa redonda sobre “A Cultura da tradição nos tempos modernos”, da qual tive o privilégio de participar. Criado em 1995 por Hélio de

Oliveira, historiador e restaurador, esse museu localizado em Pium, distrito de Parnamirim, reconstitui um aldeamento missioneiro do século XVII, com 46 casas, uma igreja e um chafariz, numa organização retangular do espaço, com as casas voltadas para o grande terreiro, respeitando a estrutura arquitetônica, as fachadas, a tecnologia de construção, o material empregado e as cores. Fazem parte do seu acervo uma coleção de peças arqueológicas, mobiliário, objetos da cultura da tradição, artes visuais e utensílios domésticos.

Papel do avô

O Museu convidou para a mesa redonda a diretora do Memorial Câmara Cascudo, Daliana Cascudo Roberti Leite, a historiadora e antropóloga da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), doutora Wani Fernandes Pereira, a mestre em Ciências Sociais, Maria das Graças Cavalcanti e esse locutor que vos fala. Coube a doutora Wani algumas reflexões teóricas sobre os conceitos de tradição e contemporaneidade, apresentados às vezes como se estivessem numa relação de oposição, ou de concorrência e até mesmo como se fossem complementares. Qual é a fronteira entre a tradição e a modernidade? “Jamais fomos modernos”- disse, citando o antropólogo Bruno Latour, para quem se fossemos modernos, não estaríamos opondo de forma radical natureza e cultura. Ela defendeu o diálogo entre os saberes da tradição e os saberes da cientificidade, como uma estratégia para as futuras gerações. A palestrante estabeleceu uma relação entre os dois conceitos em

Dei sorte de estar na terra de Luís da Câmara Cascudo

As atividades culturais programadas em

agora, às vésperas do Natal A acabaram dia do folclore, que se atraindo a atenção de pesquisadores celebra amanhã questão, tomando por referência uma leitura dos conjuntos de objetos que compõem o acervo do Museu Câmara Cascudo, da UFRN, no qual ela foi professora e pesquisadora. Esse foi o gancho para Daliana, a segunda palestrante, que traçou a trajetória pessoal e intelectual de Câmara Cascudo, seu avô, cujo papel foi central na reflexão sobre cultura popular. Ele foi um precursor no estudo do folclore e um pesquisador da cultura tradicional, autor de mais de cem livros e de cerca de 150 artigos publicados em revistas especializadas. Em conversa antes da palestra, manifestamos curiosidade sobre o comportamento de Câmara Cascudo como avô. A neta lembrou então a definição que ele costumava dar: - Avô é um burro brabo, que o filho amansou para o neto poder montar. Na ocasião, foi lembrado ainda o espetáculo “Cascudo: Canta lá que eu conto cá”, encenado pelo grupo de Teatro Trotamundos ao longo do mês de agosto no Parque das Dunas. Esse espetáculo discute o ato de contar histórias, que acompanha o ser humano desde os tempos ancestrais, bem como as funções dessas narrativas orais de armazenar e transmitir conhecimentos e tradições. O Trotamundos pretende elaborar um inventário da oralidade potiguar baseado nos estudos de Câmara Cascudo, pesquisando e

documentos os registros orais na região do Agreste.

Da Dadi ao Dadá

O teatro de bonecos, conhecido no Rio Grande do Norte como João Redondo, foi o tema da terceira palestrante, Maria das Graças Cavalcanti, autora do livro “Dadi e o Teatro de Bonecos: memória, brinquedo e brincadeira”, cujo lançamento ocorreu no início de agosto. O fio condutor do livro é a história de vida da calungueira, fazedora de bonecos, Maria Ieda da Silva Medeiros, 72 anos, conhecida por Dadi, residente em Carnaúba dos Dantas. - Menina, essa brincadeira é de homem – disse a mãe de Dadi, quando viu a filha, ainda muito pequena, encantada com o teatro de bonecos. Naquele momento ela pensou em desistir, mas felizmente acabou dedicando toda sua vida a esculpir bonecos coloridos de luva com acessórios variados. Além de confeccioná-los, constrói narrativas em forma de diálogo entre os personagens, quando conta histórias de trancoso, diálogos amorosos, fuxicos, e até incorpora a linguagem da televisão, tudo feito com muito humor e poesia. “Memórias de bonecos no exílio” foi o tema abordado por esse locutor que vos fala, que traçou um breve histórico do Teatro de Bonecos Dadá, feito por Euclides Coelho de Souza e Adair Chevonika de Souza. O casal fazia

teatro de bonecos em Curitiba, de 1962 a 1964, quando levava seus espetáculos em sindicatos, colégios, praças e ruas e participava da alfabetização de adultos com o método Paulo Freire. Depois do golpe militar de 1964, os dois foram processados sob a acusação de promoverem “o ensino de marxismo-leninismo a crianças de três anos”. Condenados, tiveram que se exilar no Chile e depois no Peru, onde retomaram suas atividades de bonequeiros. O palestrante, que foi agregado ao Teatro Dadá no exílio, falou sobre diversas peças montadas no Peru e na França, incluindo a adaptação de uma história recolhida por José Maria Arguedas, nos Andes, intitulada Sueño Del Pongo, encenada no Festival Mundial de Teatro de Marionetes, em Charleville-Mezieres, na França. As atividades culturais programadas em Natal acabaram atraindo a atenção de pesquisadores de diferentes países da Europa, América e Austrália, participantes do VI Simpósio Internacional de Estudos dos Gêneros Textuais, que ouviram a voz de Patativa do Assaré: “Poeta cantor de rua, que na cidade nasceu, cante a cidade que é sua, que eu canto o sertão que é meu”. P.S. – Faleceu aos 86 anos a ex-diretora do Grupo Escolar Cônego Azevedo, Maria Lúcia Vieira da Rocha, viúva de Flávio Rocha. O casal teve cinco filhos: Otávio, Papinha, Ana Regina, Cláudio e Lauro. “Morreu como viveu: linda e perfumada”, informa sua amiga Regina Nakamura. “Sua partida deixa um imenso vácuo de saudades” como escreveu muito bem, aqui no DIÁRIO, Felix Valois.


Sociedade

30

FALE COM OS EDITORES cidades@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

Domingo, 21 d Diário do Am

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

METEOROLOGIA

O ar seco bateu recorde em todo o Brasil nos meses de julho e agosto

As temperaturas nos últimos dias ultrapassaram os 36 graus centígrados, mas a sensação térmica de quem precisa estar em ambiente aberto ultrapassa os 40 graus centígrados, principalmente entre as 10 e 16h, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)

Condições extremas do A climaassustam os manauaras

TEXTO ÁlissonCastro FOTO DaniloMello MANAUS

Temperaturas elevadas ear seco preocupammeteorologistas

s condições extremas do clima, como calor excessivo, baixaUmidadeRelativa do Ar (URA) e ausência dechuvas,devem ser vivenciadas pelos moradores de Manaus pelo menos até novembro, segundo a superintendentedoInstitutoNacionalde Meteorologia (Inmet) no Amazonas,LúciaGoulart. Para a meteorologista, os manauaras que moram nos bairros mais centrais da capital sãoos quemais estãosendo atingidos pelas condições climáticas. “Imagine todos estes elementos adversos aliados à poluição atmosférica”, alertou.

Aopiniãodameteorologista é confirmada pelo secretário do Conselho Regional de Medicina do Amazonas (CRM-AM), Antonio de Pádua. “A umidade do ar é importante para proteger os pulmões da poluição, sem partículas de água na atmosfera o corpo absorve apenas partículas sólidas contendo materiais tóxicos como dióxido de carbono”, ressaltou Pádua. AartesãMariaLiduínaOliveira de Souza informou que nos últimos dias tem sofrido mais comas crises de renite. “A garganta também já começou a doer e os espirros estão mais frequentes, sinto ainda que o ar estámais quente. Para reduzir os efeitos do clima, tenho deixadoo quintaldacasaconstantemente úmido para evitar acúmulodepoeira”,contou.

Segundo a chefe do Inmet no Amazonas, a umidade de ar ideal é acima de 60%. “Ao baixar deste índice, as condições já podem ser consideradas ruins para a vida humana”. Quantoaprevisãoparaos próximos anos, Goulart afirma não ser possível fazer uma previsão confiável, mas alerta que as mudanças climáticas já são um fato vivenciado atualmente pela população mundial. “O clima em que estamos vivendo não é mais o mesmo de quando éramos crianças. É obvio que está havendo uma mudança. O que temos que fazer é nos adaptarmos a ele, tomando cuidados que antes não tínhamos. Se nos próximos anos voltar a ocorrer baixas umidades em Manaus, nesta época do ano, os órgãos de saúde devem fornecer in-

formações par rências de doe plo”,opinou. Para o sup Serviço Geoló Marco Antoni é cedo para av ciadechuvae provocar um v queanopassa em Manaus, das águas do r nor índice já órgão em 24 2010. “Oíndiced je,estáacimad no mesmo dia Ou seja, aind afirmar que o co será super disse.

FALE COM O ED cidades@d24am


Sociedade 31

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Inpe

Imagens de satélite mostram as altas temperaturas registradas na Região Norte

CLIMA

Tempestades de raio podem aumentar As ocorrências depancadas de chuvas emaior númerode raios sãoalgumas das consequências do climaadverso que temafetado Manaus nos últimos dias e que deveprosseguir pelomenos nos próximos dois meses,avaliou a chefedoInmet noAmazonas, LúciaGoulart. “Entrejulhoe outubro,aumentaoíndiceda ocorrênciadefortes pancadas de chuvaemáreas isoladas dacidade depoucoduração,mas muito intensas”.

formações paraprevenir ocorrências de doenças, por exemplo”,opinou. Para o superintendente do Serviço Geológico do Brasil, Marco Antonio Oliveira, ainda é cedo para avaliar se a ausênciadechuvaeoclima secoirão provocar um vazantemaior do queanopassadonoRioNegro, em Manaus, quando o nível das águas do rio atingiu o menor índice já registrado pelo órgão em 24 de outubro de 2010. “OíndicedoRioNegro,hoje,estáacimade quandoestava no mesmo dia do ano passado. Ou seja, ainda não é possível afirmar que o recorde histórico será superado neste ano”, disse. FALE COM O EDITOR cidades@d24am.com

Segundoela,oclimaatualde Manaus épropícioparaocorrências dechuvadegranizo. “Nestaépoca doano temos aocorrênciade nuvens muitoextensas, que podemchegar a15 quilômetros de altitudes. No topodestas nuvens temos geloemformadegranizo, que seconcentramnapartemais altanas nuvens,ondea temperaturachegaa 70°negativo, por contadoar quentenaparte mais baixadas nuvens”,explicou. DeacordocomachefedoInmet,

quandoestacamadadespenca, muitas vezes nãodá tempodogelo sedissolver eelacaiemformade granizo. Raios também se tornam um problemacomumnestaépocado anoemManaus. “Temos uma concentraçãodepartículas sólidas nas nuvens, que realizam movimentos dentrodas nuvens. Comoelas estão sempreentrando ematritonointerior das nuvens, causamos raios quepodematingir o solo”,informou Goulart.

MAIS DADOS PRECIPITAÇÃO PLUVIAL VOLUME DE CHUVAS EM 5 MESES Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

0,2 20,2 mm 121,3 mm

217,4 mm

519,9 mm FONTEINMET

mm

18% Foi quanto chegou a Umidade Relativa do Ar (URA) esse mês em Manaus, no dia 11 de agosto, a mais baixa dos últimos cem anos. No dia anterior, 10, a URA já havia chegado a 29%. A média mensal ficou em torno de 35%, bem abaixo dos meses de julho (69%), junho (76%), maio (83%), abril (84%), março (87%), fevereiro (85%) e janeiro (85%).

TEMPERATURA MÉDIA DOS ÚLTIMOS 3 MESES

Manaus registrou este mês sucessivos recordes de temperatura. A mais alta foi no dia 1º de agosto, quando os termômetros registraram 36,6 graus centígrados. Mesmo com a baixa umidade do ar e a falta de chuva, a temperatura ainda não alcançou o recorde de 2010: 38,3.

Junho

Julho

Agosto

33.3°

34.2°

35.7°

30 dias

31dias

19dias


32Cidades

Arnaldo C. Péres

Magistrado arnaldocperes@hotmail.com

Morte anunciada

N

a semana passada, um crime chocou a sociedade. O episódio não poderia ser mais absurdo, nem mais emblemático da profunda crise de insegurança e violência em que se encontra mergulhado todo o País. Alvo de uma emboscada, a juíza do Rio de Janeiro, Patrícia Acioli, foi executada brutalmente ao chegar em casa com 21 tiros

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

de pistola calibre 40. Ela recebia ameaças de uma organização criminosa há mais de cinco anos e em janeiro seu nome apareceu numa lista de 12 pessoas que deveriam morrer. Um atentado anunciado, portanto, com dia e hora para acontecer. Não cabe aqui no momento discutir a brutalidade de um crime que abalou a opinião pública nacional pelas circunstâncias como ocorreu, principalmente por se tratar de uma magistrada que desempenhava sua missão de forma corajosa, combatendo esses grupos de extermínios compostos por policiais e ex-PMs. E mais grave: segundo o CNJ, existem ainda 87 juízes ameaçados em vários Estados. Na realidade, a sociedade quer saber mesmo quem são os verdadeiros culpados por toda essa onda de violência tanto nas cidades como no campo, até hoje sem

Nos últimos anos, por exemplo, só o Estado do Pará registrou mais de 200 homicídios de trabalhadores rurais qualquer solução. No caso, convenhamos, certamente o principal responsável é o próprio governo federal que ainda não teve competência para enfrentar de vez o problema. Nos últimos anos, por exemplo, só o Estado do Pará registrou mais de 200 homicídios de trabalhadores rurais. E as mortes continuam acontecendo, como recentemente ocorreu com um casal de extrativistas naquela região. Em todo o mundo, com maior ou menor intensidade, as sociedades modernas vivem hoje o pesadelo da violência impune a ameaçar-lhes a

sobrevivência. Na verdade, dupla ameaça: à civilização, com o somatório das conquistas da convivência social, seus valores humanitários e à democracia, incapaz de conviver no caos. Mas no Brasil, é diferente. Como se vê diariamente, o problema vem se agravando, e muito, sem qualquer solução à vista. Afinal, entre nós, há um cenário cada vez mais confuso e inquietante que, reitere-se, não se limita mais apenas aos grandes centros urbanos, mas alcança todas as regiões. Nesse contexto, não é de admirar porque a população, assustada e sem ter para quem apelar, há muito vem pedindo penas mais duras para combater a criminalidade, como a redução da maioridade penal e até mesmo a pena de morte, que também não resolveriam a questão, só agravariam. Agora, diante de tanta perplexidade, a pergunta que fica mesmo, é como se chegou

a tal situação? Como evitar que a insegurança, o caos e o medo se instalem de vez nas nossas metrópoles e nos meios rurais? Ou vamos aguardar que a previsão de Thomas Hobbes se torne realidade, ou seja, “a guerra de todos contra todos”. A verdade é que falta investimento em áreas prioritárias como educação e segurança pública. Principalmente esta, que precisa se aparelhar, com agentes bem pagos, para se ter uma polícia de alto nível que efetivamente funcione. Por enquanto, diante desse clima de extrema violência em toda parte espera-se que o Estado faça alguma coisa para, pelo menos tentar mudar esse quadro. É o mínimo que a sociedade exige, para que outras vítimas, como Patrícia Acioli, não continuem sendo assassinadas barbaramente por pistoleiros profissionais na certeza da impunidade.

Três meninas do arrastão voltam a ser detidas em São Paulo Três meninas que praticam arrastões na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, voltaram a ser detidas sexta-feira na região, oito dias após serem flagradas tentando furtar uma motorista. Na ocasião, elas foram internadas em um abrigo da Prefeitura, mas fugiram do local algum tempo depois. As adolescentes, duas de 13 e uma de 14 anos, se envolveram em briga com a irmã de uma delas, que tentava convencer as meninas a voltar para casa. A estudante de 17 anos sofreu ferimentos leves. Por causa da confusão, as meninas foram levadas de madrugada para a Fundação Casa. Após dormirem na unidade da Mooca, na zona leste, as meninas foram ouvidas sexta-feira à tarde no Departamento de Execução da Vara da Infância e Juventude de São Paulo (Deij). O Ministério Público Estadual (MPE) abriu dois processos: um por lesão corporal contra a estudante, agredida na noite de ontem, e outro pelo envolvimento na tentativa de furto no dia 11. O MPE decidiu que elas devem cumprir medida socioeducativa em meio aberto.


33

Mundo

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Ônibus que Obama usou em caravana ganha mais atenção que discursos Comprado veículo,apelidadode ‘DarthVader’efabricadonoCanadá,gerou polêmicanos EUA TEXTO Agências internacionais FOTO NOVA YORK

O

ônibus que transportou o presidente Barack Obama em sua caravana de três dias pelo meio-oeste americano, durante a semana, acabou chamandomais atençãodo queos próprios discursos do político.

Todo preto, o ônibus mais parecia um daqueles que transportam estrelas do rock em turnê. O detalhe: ele não foifabricadonos EUA,contrariando plano de estímulo à indústria norte-americana. Segundoo ‘New YorkPost’, o veículo (que ganhou apelidos como a máscara de Darth Vader,em referênciaaopersonagem de ‘Guerra nas Estrelas’) foiconstruído no Canadá.

PREÇO

US$ 1,1 mi Foi quanto custou ao serviço de segurança americano o ônibus que transportou Obama em sua caravana.

Obama inaugurou ônibus em caranava por estados americanos


34Mundo

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

FAO pede investimentos agrícolas para combater a fome na África Apelo destinado à comunidade internacional busca evitar a repetição de crises alimentares

CONTRIBUIÇÃO

Os EUA anunciaram um aumento de US$ 17 milhões na ajuda à África

Mais de 12 milhões de pessoas correm o risco de morrer de fome, segundo Jacques Diouf, diretor-geral da Organização da ONU para a Alimentação e a Agricultura

TEXTO AgênciaFrancePresse FOTO RobertoSchmidt/ AFP ROMA

A

Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) considerou “inadmissível” a fome no Chifre da África e fez um apelo à comunidade internacional para que não financie apenas uma ajuda de urgência, mas também faça investimentos agrícolas por um longo período a fim de evitar a repetição de crises alimentares. “É inadmissível que hoje emdia,com todas as fontes financeiras, tecnológicas e a experiência a nossa disposição, mais de 12 milhões de pessoas corram o risco de morrer de fome”, declarou Jacques Diouf, diretor-geral da Organização da ONU para a Alimentação e a Agricultu-

ra, em Roma. “Planos completos de investimento já foram aprovados e estão disponíveis, mas falta financiamento. Se os governos e seus parceiros doadores não investirem imediatamente, a fome apavorante que tentamos combater voltará e será uma vergonha para a comunidade internacional”, acrescentou Diouf. Diouf participou de uma reunião técnica sobre a seca e a fome no Chifre da África para preparar a conferência da União Africana que deverá reunir países doadores na cidadedeAddis Abebanopróximodia 25. Diouf disse, ainda, que “a construçãodecanais deirrigação não são obras com custos exorbitantes, são pequenas coisas que podem ser feitas”. O chefe da FAO também sugeriu a escavação de poços nos caminhos ocupados por

FUNDO

US$ 1,3 bi Foi quanto o fundo da luta contra a fome no Chifre da África arrecadou até o momento. Segundo a ONU, são necessários US$ 2,4 bilhões.

pastos, melhoria das estradas e criação de sistemas de estocagem das colheitas. Disse ainda queaperdadeprodução chega aos “40% ou 60%” e pediu que os Estados africanos passem a investir 10% de seus orçamentos, ao invés de 5%, na agricultura. “É necessário preparar a próxima campanha agrícola. As chuvas só irão chegar em outubro. Os únicos meios para a sobrevivência das famílias

sãoos campos eos pastos. Portanto,éprecisoajudar as famílias a ficarem nas terras”, declarou Cristina Amaral, diretora de operações emergenciais da FAO, recentemente vinda da Somália. Sally Kosgei, ministra da AgriculturadoQuênia, que recebe um grande número de refugiados, ressaltou que no seu país “60% das terras são áridas ou semiáridas” e sofre também com a seca. “As famílias perdem seus pastos e a situação se agrava com a chegada dos refugiados”. O Quênia “não se queixa”, existem programas, mas “nós não podemos financiá-los”, disse. “O mundo precisa acordar” para evitar a fome, “temos os projetos, falta a infraestrutura”, acrescentou Kosgei, que citou também a construção de diques e a distribuição de cereais resistentes à faltade água.

CONTEXTO A seca que afeta a região, a pior em 60 anos, já deixou dezenas de milhares de mortos e ameaça12 milhões depessoas naSomália,Quênia,Etiópia, Djibuti,SudãoeUganda.

1

Cristina Amaral, do FAO, alertou para uma “quasebanalizaçãoda fomenaSomália”.“Estamos habituados a ver imagens de crianças quemorrem”.

2

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) informou quehá riscos deo surtode cólera seespalhar dacapitalda Somáliaparao restantedopaís.

3


Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com Divulgação

Avanço pode contribuir para impedir alastramento do mal

Cientistas anunciam novas descobertas sobre câncer Cientistas britânicos dizem ter descoberto de que forma células cancerosas conseguem sair de tumores e se espalhar pelo corpo, um avanço que abre caminho para o desenvolvimento de drogas que impeçam o alastramento da doença. Os pesquisadores, do Institute of Cancer Research, em Londres, Inglaterra, dizem ter identificado uma proteína conhecida como JAK que ajuda as células cancerosas a gerar força necessária para o alastramento. Em artigo publicado na revista Cancer Cell, a equipe diz que as células se contraem como músculos para gerar a energia que permitirá que se movam, forçando seu caminho pelo organismo. Quando um câncer se espalha - um processo conhecido como metástase ele se torna mais difícil de tratar, já que tumores secundários tendem a ser mais agressivos. Estima-se que 90% das mortes provocadas pelo câncer ocorram após a metástase - o que torna imperativo que o processo de alastramento da doença seja controlado. A proteína JAK já é conhecida por especialistas que estudam o câncer. Ela já foi, por exemplo, associada à leucemia. Por conta disso, já há drogas sendo desenvolvidas para atuar sobre ela.

Mundo35


36Mundo

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Novo relatórioaponta mais de40 mil vítimas naditaduraPinochet Atualizaçãoacrescenta10milcasosadocumentode2004 TEXTO AgênciaFrancePresse FOTO EduardoBeyer/ EFE/ 10/12/06 SANTIAGO

U

m novo relatório oficial sobre a ditadura de Augusto Pinochet, o terceiro em 20 anos de democracia, elevou para mais de 40 mil as vítimas desse regime, entre elas 3.225 mortos ou desaparecidos. O documento entregue na quinta-feira pela Comissão Valech, que atualiza outro relatório feito em 2004, acrescentou 9.800 novas vítimas de torturas e prisão política, que se somam às 27.255 reportadas inicialmente, e 30 novos casos de desaparecidos e executados, que se acrescentam aos 3.195 certificados oficialmente até agora.

HISTÓRIA Em 1991, um ano depois do fim da ditadura de Pinochet, um relatório conhecido como Informe Retting certificou 2.296 desaparecimentos forçados e execuções.

1

Em 2003, foi criada a Comissão Valech, para esclarecer a identidade das pessoas que sofreram privação de liberdade e torturas.

2

Destaforma,o totalde vítimas oficiais entre executados, desaparecidos e torturados durante os 17 anos que durou a ditadura de Pinochet (1973-1990) subiu para 40.280,apesar deentreos grupos de vítimas seestimar quea cifra possa superar os 100 mil. “Não há dúvida de que isso é um novo passo na abordagem, nas políticas públicas que o Estado do Chile teve em relação às violações aos direitos humanos no tempo da ditadura”, disse María Luisa Sepúlveda, presidente da comissão, depois de entregar o relatório ao presidente Sebastián Piñera. A comissão reabriu seu trabalho por 18 meses e recebeu no total o depoimento de mais de 32 mil pessoas, mas a maioria destas ficou de fora do relatório após terem sido feitas as verificações ou porque não estavam dentro dos parâmetros definidos para a qualificação de vítimas. “Hápessoas comoos filhos de vítimas que sofreram invasões de domicílio violentas, onde seus pais foram vítimas de prisão e, às vezes, de execução, que não estão dentro do mandato porque não foram vítimas diretas”, explicou Sepúlveda. “Há outros casos que estavam fora de mandato porque não se pôde provar a motivação política dos casos ou por falta de antecedentes”, com-

PERFIL Augusto Pinochet Filho de militar de origem francesa, Augusto José Ramón Pinochet Ugarte ( 25 de novembro de 1915 — 10 de dezembro de 2006) foi um general do exército chileno que se tornou presidente-ditador do Chile, através de um Golpe Militar em 11 de Setembro de 1973. Ele governou o Chile entre 1973 e 1990, período considerado o mais autoritário e próspero da história chilena.

pletou. “São altamente preocupantes os critérios usados para qualificar as novas vítimas. Pelo nível de repressão que houve nos 17 anos de ditadura e o número de denúncias, o número de vítimas pode passar dos 100 mil”, disse Lorena Pizarro, presidente do Grupo de Familiares de Detidos Desaparecidos (AFDD). Pizarro criticou também o fato de estabelecerem prazos para receber os antecedentes e exigiu o estabelecimento de uma entidade que acolha as vítimas permanentemente. “Não é possível marcar em prazos a recepção dos casos. Há muitas vítimas que ainda não podem superar o trauma, estão fora do Chile ou simplesmente tiveram algum problema para participar”, alegou.

2006

A morte de Pinochet, aos 91 anos, levou manifestantes para a frente do hospital

Entre executados, desaparecidos e torturados durante os 17 anos da ditadura de Pinochet, vítimas podem chegar a 100 mil

POR LEI

Novas vítimas receberão mesmos benefícios

As novas vítimas receberão os mesmos benefícios estabelecidos para as vítimas anteriores: uma pensão mensal de cerca de US$ 250, mais benefícios em saúde e educação. “Os benefícios recebidos pelas pessoas qualificadas são estabelecidos pela própria lei e correspondem aos que estão recebendo as pessoas que foram

qualificadas da vez anterior”, explicou a presidente da Comissão Valech, María Luisa Sepúlved “Tanto as leis para as vítimas não sobreviventes, como executados políticos e desaparecidos, como as leis dos presos políticos são aplicadas a todas as pessoas que qualificamos desta vez”, completou.

Divulgação

Advogados de Nafissatou Diallo negam proposta de acordo a ex-presidente do FMI

Strauss-Kahn é acusado por camareira de violência sexual

Os advogados de Nafissatou Diallo, que acusa Dominique Strauss-Kahn de estupro, negaram ter buscado um acordo financeiro com o ex-presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI) em troca da retirada do processo civil. “Essa história é falsa. É uma notícia que ataca sem

fundamentos Diallo e seus advogados para que as pessoas se esqueçam que Strauss-Kahn atacou e agrediu sexualmente uma mulher inocente dentro do Sofitel”, disse um dos advogados, Douglas Wigdor, consultado por telefone. Na sexta-feira, dois jornalistas dos Estados Unidos afirmaram que o promotor encar-

regado do caso de Strauss-Kahn pretende descobrir se a empregada de hotel que acusou o ex-chefe do FMI de ataque sexual buscou um acordo financeiro com ele em troca da retirada do processo. As conversas secretas em busca de um acordo teriam acontecido entre os advogados de Dominique Strauss-Kahn e

de Nafissatou Diallo na última semana de junho, segundo o jornal ‘Daily Beast’, que cita fontes ligadas ao caso. O promotor Cyrus Vance pretende descobrir se o advogado da mulher propôs, durante as discussões, não cooperar com a investigação em troca do acordo econômico, completa o jornal.


ITACOATIARA

PENAROL RECEBE O VILA AURORA EM BUSCA DO TOPO NA SÉRIE D

VENCER

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGANOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am Maurício Val/ Fotocom.net

Na última vez que pegou um rival carioca, Vasco foi goleado por 4 a 0. Hoje, contra o Fluminense, Cruzmaltino quer vencer e convencer com Diego Souza (foto) para seguir na cola do Timão. Já o Flu busca se firmar entre os primeiros colocados PÁG 42

AFIRMAÇÃO EM JOGO Arlesson Sicsú

DECISIVO

CLÁSSICO

Ronaldinho reforça o Fla contra o Inter, em Porto Alegre

São Paulo e Palmeiras se enfrentamcheios dedesfalques

Gaúcho volta ao time após desfalque na goleada sofrida para o Atlético Goianiense, na quinta-feira. Renato Abreu também retorna à equipe comandada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

De olho nas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro, rivais se enfrentam sem os principais jogadores do meio de campo. Semana foi conturbada com empates inesperados.

PÁG 45

PÁG 46

DESCASO

Abandonado, Estádio da Colina espera por reforma prometida

Sem receber jogos oficiais há dez meses, estádio do São Raimundo está se deteriorando com a promessa de reforma para servir de apoio às equipes que disputarão a Copa do Mundo de 2014. PÁGS 38 E 39


38 VENCER

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Domingo, 21 d Diário do Am

Colina é sonho para Copa, mas vive penúria Estádio do Tufão está abandonado, mas há R$ 21 milhões para reforma TEXTO Bruno Tadeu FOTOS Arlesson Sicsú MANAUS

H

á dez meses sem receber jogos oficiais, o Estádio Ismael Benigno - a Colina - tem apenas a promessa de ser reformado para se tornar um Centro de Treinamento na Copa do Mundo de 2014. Isso foi há quase um ano. Desde lá, nada saiu do papel. Sem informações sobre as mudanças, moradores do entorno da Colina e até a diretoria do São Raimundo temem ser prejudicados. É que o clube possui, desde 2009, um contrato de comodato com o Governo do Amazonas que prometeu recuperar o local para o Mundial. Na expectativa de ter um estádio novo sem gastar um tostão, os cartolas não se preocuparam em adequar o estádio para mandar os jogos do Tufão este ano pelo Estadual. A equipe foi jogar em Iranduba (a 27 quilômetros a sudoeste de Manaus).

Sem destino Mozart Santos, vice-presidente do Tufão, não sabe nem o que será feito no local. “Nunca ficou claro se será reforma ou construção de um novo estádio. Até hoje não há uma definição clara sobre a expansão da Colina. A única coisa que ficou clara é que, se houver expansão, o posto de gasolina que fica ao lado deve deixar de existir”, revelou. Sem o projeto em mãos, o secretário de Estado de Esporte, Juventude e Lazer, Julio César, confirmou que a Colina será 100% reconstruída, mas diz não ter mais informações sobre a obra. “Ainda depende de um processo

da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinf). Tão logo a Seinf realize esse procedimento, nós vamos à obra, que terá prazo de um ano de conclusão”, discursou. A equipe de reportagem do DIÁRIO entrou em contato com a Seinf durante os últimos sete dias, mas não obteve retorno. Nem mesmo o próprio secretário Julio César conseguiu falar com os únicos conhecedores do projeto. “Esperamos que a obra comece este ano para que fique pronta no fim de 2012”, resumiu César, sem garantias.

Garantias Enquanto ninguém sabe de nada, a Colina se tornou o retrato do abandono. Só o que se pode ver de atividades no campo nesse tempo foram treinos do time profissional e da escolinha de futebol do São Raimundo, além de treinamentos do Holanda, que alugou o espaço para se preparar à disputa da Série B Estadual deste ano. De acordo com o presidente do Tufão, Orlando Saraiva, o quadro é reflexo da espera pelo início das obras. Caso o time profissional volte a jogar antes da reforma, o estádio voltará a ser utilizado em jogos oficiais. “De todos os campeonatos que o São Raimundo participou, o que mais deu prejuízo foi esse (Amazonense 2011). Não tinha receita em Iranduba, era só prejuízo”, lembrou. O abandono pode ser notado pela foto que ilustra esta página. O gramado da Colina, que já foi impecável, está sumindo aos poucos.

FALE COM O EDITOR vencer@diarioam.com.br

HISTÓRIA

Tarumã x Cliper eGrêmio x Operárioforamos últimos jogos na Colina,em17 deoutubrode 2010.

Arquibancada está virando entulho de concreto e campo perde o gramado, dando lugar a buracos e espaço para avanço da terra. abandono da Colina é total e dirigentes do São Raimundo aguardam definição sobre reforma para a Copa do Mundo de 2014

Julio César Soares. Secretário de Estado de Esporte Só quando as obras começarem é que a secretaria irá assumir o comodato. A Seinf e o Implurb farão avaliação do que será necessário reformar”

Antônio Maranhão. Ex-diretor de futebol do São Raimundo A previsão da reconstrução era para o início de janeiro, mas até agora, nada. A gente liga para ele (secretário Julio César), mas ele sempre está numa reunião e não retorna. Não podemos nos mexer, porque pode ser dinheiro jogado fora, visto que vai ter reformas”

OS NÚM

7,7

mil metros tem o cam Ismael Ben dimensões d metros.

72

mil reais é terreno do contar as áre conforme ta corretores de


VENCER 39

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

DESAPROPRIAÇÕES

Moradores temem perder residências

Margarida Silva teme perder a casa e já viu homens fazendo medições da estrutura do estádio na rua onde mora

Localizada atrás da parte da arquibancada coberta da Colina, a Rua Graça Tiago possui trechos que ficam a poucos metros do estádio. Sem receber qualquer informação de autoridades, os moradores do local temem que a obra de ampliação do Ismael Benigno obrigue a demolição das casas mais próximas. Moradora na rua há quase 40 anos, a aposentada Maria Gessy, 57, se diz apreensiva com a possibilidade de ser obrigada a sair do local. “Se acontecer, para onde eu vou? Por que não apareceu ninguém para esclarecer isso aos moradores?”, questionou. A aposentada Margarida da Silva, 80, moradora mais idosa do local, afirma que já viu homens fazendo a medição. “Vieram umas pessoas aqui para observar o pequeno espaço. Para uma pessoa da minha idade, sair daqui não será

JOGOS EM CASA

o para avanço da terra. Estado de Mundo de 2014

São Raimundo quer manter posse do local

OS NÚMEROS

7,7 mil metros quadrados tem o campo do Estádio Ismael Benigno, com dimensões de 70 por 110 metros.

722 mil reais é o valor do terreno do campo, sem contar as áreas construídas, conforme tabela de preços de corretores de Manaus.

bom. Chegamos aqui em 1987”, revelou Margarida. Dona de uma das maiores casas da rua, a aposentada Refina Fernandes, 61, também se mostrou apreensiva com a possibilidade de mudança. “Para fazer reformas na rua, está todo mundo com um pé na frente e o outro atrás. Sem contar que aqui só tem moradores antigos. Se desapropriar, cada um pode ficar distante um do outro”, especulou. O secretário Julio César disse que não haverá desapropriações. “Isso não vai acontecer. Com certeza absoluta as casas não serão removidas”, garantiu o secretário, mesmo sem ter o projeto da nova Colina em mãos. No fim das contas, ainda não foi estabelecida a data do início das obras, e nem foram dadas informações formais à população sobre possíveis consequências das mesmas.

Orlando Saraiva, presidente do São Raimundo, se exercita no estádio que pretende manter para jogos do clube no Estadual 2012

O presidente do São Raimundo, Orlando Saraiva, torce para que o time tenha condições de disputar o Estadual 2012 na Colina. “Não sei se vão concordar em jogar na Colina, mas ela está liberada para mil expectadores. Como a média de público desse Estadual foi menor que isso (467,5 pagantes por jogo), vamos fazer de tudo para jogarmos aqui”, afirmou. “Nosso campo está melhor que muitos outros nos quais jogamos este ano”, avaliou. Caso as obras sejam iniciadas antes do Campeonato Amazonense de 2012, a preocupação do São Raimundo passa a ser o contrato com o

governo, que ainda não atende às necessidades do clube. “Pedimos alguns aditivos para não perdermos a autonomia. A Colina é propriedade particular e é a única receita do clube. Com as mudanças, o São Raimundo também tem que participar dos lucros”, frisou Mozart Santos. O Ministéro do Esporte vai liberar R$ 21 milhões para a reforma do estádio. O projeto estabelece a ampliação da capacidade de público para 10 mil pessoas. O prazo para demolir a estrutura e erguer a nova Colina é de um ano. Mas nenhum pedaço de concreto foi demolido. O estádio sstá se desfazendo com o tempo.


40VENCER

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

OS NÚMEROS

58,3 porcento de aproveitamento tem o Penarol no Grupo A1 da Série D do Brasileiro, com sete pontos conquistados em 12 possíveis.

PENAROL - VILA AURORA LEÃO DA VELHA SERPA Rascifran, Amaral, Neuran, Ferreira e Marcos Pezão; Celsinho, Gilson Tussi, Siboy e Fininho; Fábio Bala e Douglas. Técnico: Uidemar Oliveira

BOA FASE

Desde que Uidemar Oliveira reassumiu o Penarol, o time não foi derrotado.

TIGRE Abedias, Babalu, Tyrone, Eliezer e Giovanny; Rafael Silva, Kiko, Cristiano, Rodrigo Kols e Didi Cearense; Tito. Técnico: Paulo Bagagem ESTÁDIO: FlorodeMendonça(Itacoatiara) HORÁRIO: 16h ÁRBITRO: Tiago de Carvalho Lira

Na última partida em casa, Penarol venceu o Cuiabá por 2 a 0. Se sair de campo vitorioso mais uma vez, equipe do interior chegará à liderança do Grupo A1 da Série D

Deolhona liderança, Penarol recebeoVila LeãodaVelhaSerpatemdesfalques nadefesaeataqueparajogodecisivo emItacoatiara

TEXTOBrunoElander FOTOSRaimundoValentim MANAUS

C

om uma dispensa inesperada e a uma vitória da liderança do Grupo A1 da Série DdoBrasileiro,oPenarol recebe oVilaAurora-MT,nestedomingo, às 16h, no Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 176 quilômetros a leste de Manaus). A partida abre o returno daprimeirafaseevalepela sexta rodadadacompetição. O Leão da Velha Serpa terá dois desfalques para a partida. O primeiro é o zagueiro e capitão do time, Júnior Bahia, que foiexpulsonojogocontraoPlácido de Castro-AC, na quinta rodada. Outro é o atacante Nilton Goiano, que foi titular pela primeira vez contra o time acreano e pediu dispensa esta semana porque recebeu uma

proposta para disputar a Série C do Brasileiro. “Ele só não revelou para qual time vai se transferir”, disse o vice-presidentedoPenarol,IlaRabelo. Com a baixa de última hora, o ataque titular do Leão só será definido momentos antes da partida. “Eu ainda não sei quem será a dupla de atacantes, fiz vários testes, com Fábio Bala e Douglas, Douglas e Kitó e outros”, alegou o técnico Uidemar Oliveira. A terceira opção do treinador é Marinho, que sofreu um entorse no antebraço esquerdo mas foi liberadoparajogar. O Vila Aurora também terá mudanças para a partida deste domingo em relação a última partida, quando foi derrotado peloCuiabá-MT,por 3 a1. O técnicoPauloBagagem, queentrou nolugar deCarlos Rufino,demitido na semana passada, fará a primeira partida no comando

do time. Alémdo treinador,oTigre perdeu mais três jogadores: o goleiro Heverton Perereca, o zagueiro Pablo e o volante Luquinha, que assim como Rufino foiparao rival,UniãoRondonópolis. JáPererecafoicontratado pelo Mixto-MT. Atualmente o Penarol é o vice-líder do Grupo A1, com sete pontos e o Vila é quarto colocado com dois. O líder é o Cuiabá, com nove pontos,mas quefolgana rodada.

Denúncia Adversário do Tigre na semana passada, o Cuiabá-MT foi denunciado pela Federação Amazonense de Futebol (FAF) à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por suposta escalação irregular do jogador Willian. “Consulteie viqueelejá tinha três transferênciasnoano, queoimpediriadejogar”,disseo diretor técnico da FAF, Ivan Guimarães.


Domingo, 21 de agosto de 2011 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

VENCER 41


42 VENCER

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Rivais cariocas se enfrentam em busca de estabilidade Vasco quer convencer em um clássico e Flu deseja encerrar o sobe-desce na classificação ESTATÍSTICAS

TEXTO Agência Estado FOTO Caio Amy/ Photocamera RIO DE JANEIRO

A

o olhar a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro pode-se chegar a uma conclusão equivocada sobre as ambições de Vasco e Fluminense. Apesar de separados por nove pontos (33 a 24, em favor dos vascaínos) e quatro posições (4º e 8º), os rivais entram para o clássico deste domingo,no Engenhão, com a mesmíssima meta derradeira em mente: o título brasileiro. Mesmo com os altos e baixos, o clube tricolor tem um jogo a menos e ainda se dá o direito de sonhar com o bicampeonato. Apesar de valer apenas pela 18ª rodada, o clássico tem um contorno de urgência para o time de Abel Braga. Uma vitória daria confiança e tranquilidade. “Falam tanta coisa sobre o Fluminense, e olha que estamos a quatro pontos do G-5. Estamos sempre olhando para cima. Um bom resultado diante de uma equipe que está perto do topo da tabela ainda pode nos dar algo a mais que está faltando”, comentou Abel. Por seu lado, o Vasco vê a partida como a chance mais imediata de assumir a vice-liderança e manter a proximidade com o líder Corinthians. Os comandados de Ricardo Gomes vivem momento de confiança plena, com oito vitórias nos últimos dez jogos, mas precisam provar seu valor nos grandes clássicos. No primeiro embate estadual, contra o Botafogo, sofreu impiedosa goleada por 4 a 0. “No clássico tudo fica para trás. Falaram isso antes de enfrentarmos o Botafogo e deu no que deu”, alertou o técnico Ricardo Gomes. Para se manter ao alcance do topo, Abel Braga conta com o retorno de Fred, que foi poupado com dores musculares contra o Figueirense. Sua dúvida diz respeito a seu companheiro de ataque. Rafael Sóbis deve ganhar mais uma chance, apesar dos dois

FREGUÊS

Nos últimos nove clássicos contra o Vasco, Fluminense perdeu sete

Desfalque na partida contra o Figueirense, na quarta, Fred volta ao time do Fluminense no clássico deste domingo

FRASE

Abel Braga. Técnico do Flu

gols de Rafael Moura no meio de semana e do mistério adotado por Abel durante os treinos da semana. “Fred joga. Como foi combinado anteriormente, ele participou de um trabalho quinta-feira na academia sem problemas, e na sexta treinou bem ao lado do Lanzini. Está escalado, mas ao lado de quem eu não digo”, confirmou o técnico Abel Braga após o treinamento de sexta-feira.

TRICOLOR Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Marquinho, Souza e Lanzini; Rafael Sóbis e Fred. Técnico: Abel Braga.

a formação de meio de campo. Ele tem Felipe e Eduardo Costa em boas condições físicas, mas não antecipa se vai poupar Juninho Pernambucano. “O Felipe está recupera-

do, inteiro, e treinou muito bem. Já penso em colocá-lo para jogar no domingo, assim como o Eduardo Costa, que mostrou estar muito bem. Mas não posso dizer ainda

Falam tanta coisa sobre o Fluminense, e olha que estamos a quatro pontos do Completo e misterioso Ricardo Gomes também G-5. Estamos sempre faz seu mistério e não adianta olhando para cima”. Contestando críticas ao time

VASCO - FLUMINENSE CRUZMALTINO Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Julinho; Jumar, Romulo, Felipe e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro. Técnico: Ricardo Gomes.

ESTÁDIO:Engenhão (Rio de Janeiro-RJ) HORÁRIO:17h (de Manaus) ÁRBITRO:Marcelo Henrique (Fifa-RJ)

quem começa jogando. Vou analisar tudo ainda, pensar bem, e a equipe titular só vai ser divulgada momentos antes do jogo”, afirmou o treinador vascaíno. Elton também pode pintar no ataque no lugar do contesatado Alecsandro. Porém, Gomes não confirmou também a dupla de ataque. “O Élton ficou muito tempo longe do time titular, depois jogou dois jogos em sequência. Preferi poupá-lo na quarta e deixar o Alecsandro, que também tinha sido poupado antes”, afirmou Ricardo Gomes. “Ainda vou ver quem joga no domingo, mas o importante é ter os dois descansados e com confiança para atuar bem”, completou o treinador do Vasco da Gama.


Domingo, 21 de agosto de 2011 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

VENCER 43


44VENCER

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com


VENCER 45

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

INTERNACIONAL - FLAMENGO COLORADO Muriel,Nei,Bolívar,ÍndioeZé Mário; Elton,Guinãzu,TingaeD'Alessandro; Jôe LeandroDamião. Técnico:DorivalJúnior. RUBRO-NEGRO Felipe; LéoMoura,Alex Silva,RonaldoAngelimeJunior Cesar; Willians, Luiz Antonio,Renato,ThiagoNeves eRonaldinho Gaúcho; Deivid. Técnico:VanderleiLuxemburgo. ESTÁDIO Beira-Rio,emPortoAlegre(RS) HORÁRIO 15h(HoráriodeManaus) ÁRBITRO FranciscoCarlos Nascimento(AL)

Flaconta comR10 contraoInter Ronaldinho voltaao timecarioca nestedomingopara tentar recolocar o timenocaminhodas vitórias FOTO Divulgação/ Vipcom RIO DE JANEIRO

O

CLASSIFICAÇÃO

Flamengo tem 34 pontos, três a menos que o Corinthians, e é o vice-líder do Brasileirão Ronaldinho Gaúcho é o artilheiro do Flamengo na competição, com nove gols, e ficou de fora da última partida do time, na derrota diante do Atlético-GO

Flamengo enfrenta o Internacional no Beira-Rio, neste domingo, querendo se recuperar do desastre da última rodada, quando perdeu para o Atlético-GO, em casa, por 4 x 1. Na segunda posição, três pontos atrás do Corinthians antes do começo da rodada-, o time carioca conta com o re-

torno de Ronaldinho Gaúcho e Renato, que estavam suspensos, para tentar superar o Internacional, que vem de vitória contra o Botafogo. No time gaúcho, retornam o zagueiro Índio e o meia Tinga. Mesmocomosdoisreforços, oFlamengoganhou umproblema de última hora: o volante Aírton sofreu uma lesão no joelhoesquerdo,epassaráporuma artroscopia na segunda-feira. O jovem Luiz Antonio, que já começou jogando nesta temporada,deve ser o substituto.


46VENCER

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Desfalcados, Verdão e Tricolor miram líderes São Paulo joga sem Lucas e Palmeiras não terá Valdivia no clássico FOTO Werther Santana/AE SÃO PAULO

S

ão Paulo e Palmeiras buscam a reabilitação no Campeonato Brasileiro neste domingo, às 15h (de Manaus), no Estádio do Morumbi. Enquanto o Tricolor não vence há três jogos, o Verdão vai mais além, com cinco partidas sem triunfo. Além da afirmação na competição, as equipes também terão um tabu pela frente. Há mais de nove anos o Palmeiras não vence o São Paulo. A última vitória aconteceu em março de 2002, no jogo em que o meia Alex marcou o antológico gol após dois chapéus seguidos na defesa. A distância na pontuação é outro aspecto que deixa o clássico ainda mais acirrado. São apenas cinco pontos de diferença entre as equipes e, uma vitória significa não deixar os líderes dispararem. Para enfrentar o rival alviverde, o técnico Adilson Batista não terá um dos principais jogadores do time. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Lucas será o principal desfalque. Dos cinco clássicos disputados pelo Tricolor até então, o meia só participou de um. Para o lugar do camisa 7, Marlos e Fernandinho são os principais concorrentes. Além de Lucas, Bruno Uvini, Casemiro, Henrique e Willian também são ausências, pois estão com a Seleção sub-20 e jogaram a final do Campeonato Mundial da categoria, contra Portugal, na noite de ontem e não têm condições de jogo. A boa notícia fica por conta da defesa. Após ganhar os reforços de Xandão e Rhodolfo na partida da última quinta-feira, contra o América-MG, Adilson poderá contar novamente com João Filipe, que cumpriu suspensão. Apesar do empate em Sete Lagoas-MG, o comandante são-paulino deverá manter a mesma equipe, somente com a mudança na linha de frente, devido ao desfalque de Lucas.

IGUAIS

São Paulo e Palmeiras empataram seus jogos no meio da semana

A última vitória do Palmeiras sobre o São Paulo foi em março de 2002, e jejum já dura nove anos. O Tricolor tenta manter a escrita para continuar na cola dos líderes.

SÃO PAULO - PALMEIRAS TRICOLOR Rogério Ceni; Piris, Xandão, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos, Cícero e Rivaldo; Fernandinho (Marlos) e Dagoberto. Técnico: Adilson Batista VERDÃO Marcos, Cicinho, Maurício Ramos, Henrique e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik (Tinga); Maikon Leite, Luan e Kleber. ESTÁDIO Morumbi (São Paulo/SP) HORA 15h (de Manaus) ÁRBITRO: Cleber Wellington Abade

Em crise por conta dos problemas internos e da falta de vitórias. É assim que o Palmeiras chega para o clássico deste domingo. E para se sair bem o técnico Luiz Felipe Scolari terá que quebrar a ca-

beça, já que tem vários problemas para escalar a equipe. O treinador não poderá contar com o lateral-esquerdo Gerley, com o zagueiro Thiago Heleno e com o meia Valdivia, todos suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo no duelo contra o Bahia. Na zaga, Maurício Ramos deve ser o titular. Se não se recuperar das dores musculares que o afastaram das duas últimas partidas, Leandro Amaro pode reaparecer no time. Na esquerda, Rivaldo é a única opção. Já na vaga do Mago, Patrik e Tinga disputam a posição. O restante do time deve ser o mesmo que

empatou com o Tricolor Baiano. Além dos problemas por suspensão, Felipão terá outro desfalque: o atacante Dinei, lesionado. Com isso, Maikon Leite deve voltar ao time titular, formando o ataque com Luan e Kleber. Se já não terá três jogadores por conta dos cartões, o alerta continua ligado no Palmeiras com relação às suspensões. Kleber, Luan, Cicinho, Maurício Ramos, Henrique, João Vitor e Patrik estão pendurados e, caso recebam amarelo, estarão fora do clássico contra o Corinthians, em Presidente Prudente, no dia 28.

Em perigo na tabela, Grêmio enfrenta Atlético-GO O Grêmio e Atlético Goianiense entram em campo neste domingo, às 15h (de Manaus), no estádio Serra Dourada, em Goiânia, à beira do desespero. Com apenas 18 pontos, o clube tricolor está obrigado a vencer para respirar. Se conseguir os três pontos, termina a rodada em 13º lugar, desde que o Bahia, que tem 20 pontos, não vença o Santos. Em caso de empate, o Tricolor fica em situação vulnerável, mas ainda não será alcançado pelos clubes que lutam para sair da zona de rebaixamento. Se perder, passa a depender de combinação de resultados para não ficar entre os quatro piores da tabela de classificação. Depois do fiasco da última quarta-feira, quando foram batidos pelo Ceará por 3 a 0, os jogadores do Grêmio passaram a admitir que andam nervosos. O goleiro Victor, criticado por uma série de falhas nos últimos jogos, segue como titular. O lateral-direito Gabriel volta ao time depois de longo afastamento, por contusão. Com isso, o volante Adilson, que vinha jogando improvisado na posição, vai para a reserva. O técnico Celso Roth também vai retirar Lúcio para escalar Marquinhos no meio de campo. No ataque, Brandão substitui Leandro, que está suspenso, e tem chances de ganhar a posição se jogar bem. O jogo será de vital importância também para o Atlético-GO. Em campo, a ênfase rubro-negra será nas jogadas de contra-ataque e nas bolas paradas. ATLÉTICO/GO-GRÊMIO DRAGÃOMárcio; Adriano,Gilson, AndersoneThiagoFeltri; Agenor (Ernandes),Pituca,BidaeThiaguinho (Joilson); AnselmoeJuninho. Técnico: Héliodos Anjos. TRICOLORVictor; Adilson,Vilson, RafaelMarques eBrunoCollaço; Gilberto Silva,WillianMagrão,Douglas eLúcio; AndréLimaeLeandro. Técnico:CelsoRoth. ESTÁDIOSerraDourada(Goiânia-GO) HORA:15h(deManaus) ÁRBITRO:Heber RobertoLopes


VENCER 47

Domingo, 21 de agosto de 2011 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Com Elano, Peixe tenta a primeira vitória fora de casa Na parte de baixo da tabela, Muricy conta com a volta do meia para retornar o caminho das vitórias TEXTO Agência Estado FOTO Luiz Fernando Menezes/ AE SANTOS

C

om Elano de volta depois de desfalcar o time em dois jogos, o Santos vai tentar a primeira vitória como visitante, neste domingo, às 17h (de Manaus), contra o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador. Muricy Ramalho deixou para escalar a equipe pouco antes do jogo, mas confirmou a entrada de Bruno Rodrigo no lugar de Edu Dracena (suspenso por

expulsão) e deve improvisar Arouca na lateral direita em substituição a Pará (também cumpre suspensão). O treinador não considera tarefa fácil ganhar em Salvador. “O Bahia tem um bom time, está bem armado e poderia ter derrotado o Palmeiras (na última quinta-feira, no Canindé). Com certeza é mais uma pedreira que teremos pela frente”. Com15pontos em15jogos, e mais de 20 atrás do líder Corinthians, o campeão da Copa Libertadores da América é o 17º colocado, precisa da vitória

para tentar sair da zona de rebaixamento e não comprometer a preparação para o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro,noJapão. Nos últimos sete jogos - desde o retorno de Neymar,PauloHenriqueGanso e Elano da Seleção Brasileira quedisputou aCopaAmérica -, o Santos somou apenas quatro pontos. Ganhou do Ceará, no Pacaembu, e empatou com o Corinthians, na Vila Belmiro. E foi derrotado cinco vezes - Flamengo e Coritiba, na Vila Belmiro, e Atlético Paranaense, Vasco e Atlético Goianiensecomo visitante.

QUE FASE

Santos não conseguiu nenhuma vitória no Brasileiro com Neymar em campo

Muricy Ramalho orienta Elano durante treino. Fase do meia não é boa na equipe do Santos


48 RADAR DE NOTÍCIAS FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Eduardo Suplicy. Senador da República

Roberto Gómez Bolaños. Criador do Chaves

Ele está abatido, mas acho que tem condições de se recuperar’

Ele era feliz com pouco’

Depois de visitar o jogador Sócrates, na UTI, por conta de uma hemorragia.

Em entrevista sobre o seu personagem mais famoso.

CIDADES

Adutora da Águas do Amazonas rompe e prejudica trânsito na Torquato Tapajós O rompimento de uma adutora da concessionária Águas do Amazonas, em frente ao Clube Municipal, prejudicou o tráfego de veículos durante toda a manhã deste sábado na Avenida Torquato Tapajós. O congestionamento alcançou a entrada da Cidade Nova, na zona norte, e causou lentidão em outros pontos. Segundo o Manaustrans, técnicos da empresa fornecedora de água da cidade de Manaus demoraram cerca de uma hora para chegar ao local e consertar o rompimento.

MUNDO

Atentado suicida no Paquistão mata 51 pessoas e fere outras 115 Pelomenos 51pessoas morrerame 115ficaramferidas noatentado suicida registradonamadrugada de sábadoem umamesquita localizadaem uma região tribal paquistanesa. Onúmerode vítimas podeaumentar aindamais,já que entreos feridos há 25emestado grave, segundo umafonteoficial da região tribaldeKhyber,onde ocorreu oataque,perpetradoem plenomês sagradodoRamadã.

OS NÚMEROS Foi o aumento registrado no número de pessoas mortas nas ruas do Brasil entre 1999 e 2009, segundo o Ministério da Saúde.

22%

Foi a redução do número de pessoas mortas nas ruas que tiveram algum tipo de atendimento médico de urgência.

12,6%

Thiago Rodrigues

Prefeitura apresentou os novos ônibus que vão integrar a frota a partir da próxima semana Apenas 300 ônibus novos foram apresentados do total de 350 coletivos prometidos. De acordo com o diretor-presidente da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Marcos Cavalcante, a apresentação de todos os ônibus não foi possível devido à falta de motoristas para transportá-los até a Avenida José Lindoso (das Torres) onde aconteceu a cerimônia de entrega. A SMTU informou que os ônibus já emplacados e regularizados devem começar a circular pela cidade, a partir da semana que vem. O número de ônibus ainda em processo de emplacamento e regularização não foi informado. O diretor-presidente garantiu que a tarifa de R$ 2,25 não irá subir para R$ 2,75 enquanto as empresas não adquirirem os 400 ônibus exigidos no edital. “A previsão é para que até o final de agosto ou até o dia 10 de setembro mais 150 cheguem”, informou. O prefeito, Amazonino Mendes, que esteve presente durante a entrega afirmou que a previsão é para que até o final deste ano, 878 ônibus novos estejam circulando em Manaus, que saltará da frota mais velha para a mais nova do País.

UFC RIO

Rede TV! e Combate lutam pela melhor transmissão na busca pelo público

Uma disputa fora do octógono esquenta o UFC Rio , que será realizado no próximo sábado, na HSBC Arena. Pela primeira vez na história, uma emissora de TV aberta (Rede TV!) transmitirá ao vivo o maior evento de Mistura de Artes Marciais (MMA na sigla em inglês) do planeta. No entanto, as emissoras fechadas, como o Combate, também mostram suas armas para fazer a melhor transmissão das lutas e da disputa de título entre Anderson Silva e Yushin Okami.

CIDADES

Bope faz operação para procurar bandidos que ameaçam moradores A Polícia Militar do Rio de Janeiro iniciou uma operação contra suspeitos que ameaçaram moradores nos morros de Formiga, Turano e Salgueiro, na zona norte da cidade, na manhã de sábado. A ação foi feita por agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Companhia de Cães. Ninguém foi preso, mas uma grande quantidade de drogas e até armas com numeração raspada foram apreendidas pelos policiais. A operação deve prosseguir neste domingo.

/0487483001313908953  

http://media.d24am.com/24am_web/389/diario/docs/0487483001313908953.pdf

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you