Page 14

14 Cidades

Sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Cerca de dois adolescentes a cada mil morrem antes de completar 19 anos EstudodaUnicef,divulgadoontem, revela que445jovens serãoassassinados até 2016,emManaus MANAUS

ntre um e dois adolescentes a cada grupo de mil morrem em Manaus antes de completar 19 anos, revelou o Índice de Homicídios na Adolescência (IHA). A taxa cresceu 14% entre 2000 e 2010. A estimativa, se não houver queda no índice nos próximos anos, é que 445 jovens de 12 a 18 anos sejam assassinados, possivelmente por arma de fogo, até 2016. A maioria das vítimas é homem e negro. Calculado pelo Laboratório de Análise da Violência (LAV) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), os dados foram divulgados, ontem, pela Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República, pelo Fundo das Nações Uni-

E

das para Infância (Unicef) e pela Organização Não Governamental Observatório de Favelas. No País, três adolescentes a cada grupo de mil morrem antes de completar 19 anos e a estimativa é que 36.735 jovens de 12 a 18 anos sejam assassinados até 2016. Entre as regiões, correm mais risco os jovens do Nordeste, onde o IHA é 4,93, bem superior ao nacional (2,98). Estima-se que, entre 2010 e 2016, ocorram 13.094 assassinatos de adolescentes na região. O Norte (3,62) está em segundo lugar, seguido do Sul (3,19). Já o Sudeste tem menor a taxa (2,01), mas a maior população, o que pode significar 12.475 jovens mortos no período. Entre as capitais, Maceió apresentou o pior desempenho, com índice de 10,15 jo-

vens mortos a cada cem mil. São Paulo representa o melhor desempenho, com taxa de 1,08. “Há uma transferência da violência das periferias do Sudeste para o Nordeste, não só nas regiões metropolitanas, como em Salvador e Maceió, mas em polos regionais em função do crescimento econômico e demográfico”, afirmou Ignácio Cano, professor da UFRJ e um dos coordenadores do estudo. A pesquisa foi realizada em mais de 280 municípios com mais de 100 mil habitantes e Manaus ocupa a 127ª posição no ranking. Os pesquisadores analisaram dados do Ministério da Saúde (MS) e do Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) para chegar ao índice, que demonstra o risco dos adolescentes em relação aos homicídios.

OS NÚMEROS

280

municípios com mais de 100 mil habitantes foram analisados.

IHA BRASIL HOMICÍDIOS NA ADOLESCÊNCIA

Cresce número de mortes de jovens IHA (por grupo de mil)

2,65

2,98 2,61

445 adolescentes serão mortos com arma de fogo até 2016, segundo Unicef.

2008

2009

2010

IHA: Índice de homicídios na adolecência

MULTIMÍDIA

Veja o estudo completo com seu leitor QR Code ou no Portal D24am http://va.mu/buA1

MAIORES ÍNDICES* Por grupo de mil 1 Itabuna-BA

10,59

2 3

Maceió-AL Serra-ES

10,15 8,92

4 5

Ananindeua-PA Salvador-BA

8,89 8,76

(*) Municípios com mais de 200 mil habitantes FONTE

Unicef

® GRAFFO

RÁPIDAS Casalépresopor tráficodedrogas duranteoperação Centopeia O pensionista Joseffe Senna de Oliveira, 26, e a mulher dele, Izabel Tavares da Silva, 30, foram presos, ontem pela manhã, durante a operação Centopeia, deflagrada pela Polícia Civil de combate ao tráfico de drogas na zona norte. O casal foi preso por suspeita de manter uma boca de fumo, na Rua Chico Mendes, no Novo Israel, nas proximidades do 18º Distrito Integrado de Polícia (18º DIP). O delegado titular do 18º DIP, Ivo Henrique Martins, informou que começaram a investigar o casal há dois meses, após terem sido denunciados por moradores. Na casa deles foram encontradas 22 trouxinhas de pasta-base de cocaína, uma porção de cocaína em pó e quatro trouxinhas de maconha. Na residência do casal também foi recapturado, Davi da Silva Senna, 19, irmão de Joseffe. Na delegacia foi constatado que ele era foragido e cumpria pena no regime aberto na Casa do Albergado, na Cachoeirinha, zona sul.

DECOMPOSIÇÃO

Crianças encontram corpo de mata atrás da Escola Agrícola

Um cadáver em avançado estado de decomposição foi encontrado por um grupo de crianças, nas matas da Escola Agrícola, na Rua Amazonas no Grande Vitória, zona leste, na quarta-feira. De acordo com a polícia, a vítima estava enrolada em sacas de tecido com as pontas amarradas com fios elétricos. Consta no Instituto Médico Legal (IML) que, em consequência da putrefação, não se pode confirmar se a vítima é do sexo masculino ou feminino. O reconhecimento só deverá ser definido após exame de DNA. De acordo com policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), não se pode afirmar se a vítima morreu em decorrência de violência ou se passou mal enquanto consumia drogas no local.

Polícia está à procura de rapaz que ocupava carro baleado Policiais do 15º Distrito Integrado de Polícia (15º DIP) estão à procura de informações que possam ajudar a localizar um rapaz identificado apenas por Adriano, de 19 anos. De acordo com o delegado Júlio César, ele está desaparecido desde a quarta-feira à noite. O carro em que ele estava, um Corsa Sedan prata de placa OAE-1837, foi encontrado pela Polícia Militar, na Avenida Curaçao, no Nova Cidade, zona norte, por volta das 21h, ainda de quarta-feira. Dentro do veículo foram encontradas um carregador de pistola e dois celulares. No para-brisa os peritos identificaram uma buraco provocado por arma de fogo. No entanto, segundo o delegado Júlio César, a polícia não conseguiu retirar o projétil para identificar o calibre. O delegado pediu para que quem souber informações possa repassar à polícia por meio do telefone 3667-6149.

0484415001355448558  
0484415001355448558  

http://media.d24am.com/24am_web/389/diario/docs/0484415001355448558.pdf

Advertisement