Issuu on Google+

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 d24am.com.br Manaus Amazonas Ano28 Número 12384

Presidente Cassiano Anunciação

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Manaus cidadã No aniversário de 344 anos da cidade, o DIÁRIO destaca exemplos de cidadania que fazem a diferença no dia a dia da capital. EDITORIAS EDITORIAS POLÍTICA, POLÍTICA, ECONOMIA, ECONOMIA, CIDADES, CIDADES, PLUS PLUS E E VENCER VENCER

MULTIMÍDIA

Veja mais imagens desta edição com seu leitor QR Code ou no Portal D24am http://va.mu/dTRC

CIDADES. Adolpho Lisboa volta a ‘pulsar’. PÁGs 25 a 27

R$

1,00


Opinião

02

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

Editorial

Nova perspectiva

A

o completar 344 anos de história, Manaus mostra que vive uma nova fase, um período de transformações que passam pelo exercício pleno da cidadania e por mudanças que buscam a melhoria da qualidade de vida em uma cidade que tem, aproximadamente, 2 milhões de habitantes. Com o crescimento

populacional acima da média nacional, principalmente a partir dos anos 1980, problemas típicos de grandes aglomerações urbanas passaram a fazer parte do dia a dia da população e a tirar o sossego das famílias, que tiveram que se adaptar aos congestionamentos nas ruas e a serviços públicos nem sempre para todos e com a qualidade necessária. Com o avançar das últimas décadas, esses problemas não deixaram de se avolumar, mas a consciência da população sobre seus direitos foi se aperfeiçoando e preparando as bases para o que, atualmente, a cidade-Estado

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

O fato é que hoje existe uma nova

A data de hoje remete não

perspectiva social, principalmente a partir da atual gestão municipal...

somente à comemoração, mas também a uma reflexão...

vive: cidadãos mais conscientes de seus direitos e deveres e que através de uma nova visão passaram a exigir mais de seus representantes legais. E o resultado tem sido a melhoria da qualidade de vida. Manaus ainda busca um transporte público mais humano e eficiente, um trânsito menos engarrafado,

uma melhor assistência médica e mobilidade urbana, mas, nos últimos anos, a cidade avançou em todos esses aspectos. E essas conquistas se deram com recursos próprios dos governos locais ou por meio de parcerias com a União. O fato é que hoje existe uma nova perspectiva social, principalmente a partir da

O ESPAÇO DO LEITOR

atual gestão municipal, que tem enfrentado os problemas que travam a cidade e seus cidadãos. Com uma economia de referência na região, a oferta de emprego atende quem busca uma colocação profissional, havendo inclusive casos em que as vagas não são preenchidas por falta de qualificação. A data de hoje remete não somente à comemoração, mas também a uma reflexão sobre o que precisa mudar para a cidade seguir sua rota de progresso, com oportunidade para todos, aos que nasceram aqui e aos que vieram de outros lugares e que somam para o desenvolvimento de Manaus.

ENVIE SUA SUGESTÃO DE MATÉRIA PARA PUBLICAR: contato@d24am.com

EM TEXTOS

EM IMAGENS

D

Mais comentados no D24Am

Leitora parabeniza Manaus pelos seus 344 anos

O QUE VOCÊ DISSE

Leitores do Portal D24AM deixam os parabéns para Manaus no dia do aniversário da cidade

Meu amor por ti é tão quente quanto você, Manaus. Parabéns, cidade calorosa!

Que a nossa terra floresça e toda pedra seja substituída por paz e bons frutos. Que os nossos governantes olhem para todos, como iguais, e sejam por nós. Que o amor sobreviva e a violência morra. Que nós sejamos prósperos em sonhos e em realidade. Manaus, solo abençoado e lindo de viver. Parabéns, minha Manaus, pelos 344 anos!

USUÁRIO: SILVIA SANTOS PESSOA

DÉBORA SERIQUE

A NOTÍCIA FOI PUBLICADA ONTEM NO PORTAL D24AM.COM

FACEBOOK USUÁRIO: KRISTIANE LAGOS

Tenho muito orgulho de ter nascido nessa terra, pois ela pode ser quente, mas é a cidade da nossa gente.

Enquete - Mercado Você aprova a reinauguração do Mercado Adolpho Lisboa?

USUÁRIO: CARLOS SILVA

Manaus, parabéns pelos 344 anos de acolhimento e beleza. Impossível falar de Manaus e não lembrar desse povo acolhedor e receptivo. Manaus, terra de grandeza. Parabéns, terra adorada, entre outras mil, és tu Manaus, ó terra

Programação no Mercado segue até as 19h de hoje Foto: Mário Oliveira /Divulgação Semcom A Prefeitura de Manaus reinaugurou, ontem, o Mercado Adolpho Lisboa. A programação teve início as 17h30 desta quarta-feira e segue até as 19h desta quarta-feira, com várias atividades. Veja tudo o que aconteceu na reabertura do mercado no Portal D24AM.

SIM

amada... 344 anos de história. USUÁRIO: ADRIANO NATIVIDADE

Manaus, minha terra amada e querida de todas as manhãs, tardes e noites. Como amo essa cidade, de gente guerreira, de gente inteligente... de gente assim como você e eu, que ama essa cidade... Parabéns pelos seus 344 anos!

96%

não é para parar, e sim avançar! São 344 anos em meios a quedas e vitórias, habitada por um povo guerreiro! Que Deus a ilumine sempre, que coloque governantes que cuidem de você e sua população! Linda cidade, felicidades.

seu lixo doméstico. USUÁRIO: RAFAEL NORMANDO

Manaus não pode ser definida em palavras, pois o que é fruto da floresta é para ser admirada! #Manaus #FrutoDaFloresta #Parabens #344anos

USUÁRIO: MARIA AMÉLIA MAQUINÉ

USUÁRIO: MANOEL BRANDÃO NETO

Manaus - mãe dos índios, dos negros, dos brancos... dos pobres, dos ricos, das crianças, dos imigrantes... Manaus, mãe dos cristãos ou dos ateus. Manaus, mãe da mulher, dos gays, do idoso, dos homens, do deficiente, do são e do doente... da floresta e dos bichos. Manaus, não

Parabéns, que continue crescendo mais, com um bom planejamento

USUÁRIO: JUNIOR FARIAS

USUÁRIO: BETH AUCILIANA

Parabéns, Manaus. Lugar melhor. Teus

somente ‘mãe dos deuses’, mas de todos que um dia nascem ou ela

Manaus, cidade maravilhosa, muitos bens a você e não parabéns. Porque

urbano, e que as pessoas passem também a ter mais consciência com

filhos te amam, ainda te veremos mais linda.

escolhem para ser ‘mãe’. Parabéns Manaus!

4% NÃO

3643-5080 Linha direta com o leitor MULTIMÍDIA Baixe um leitor de QR Code no seu celular ou tablet. Fotografe o código e assista à videorreportagem ou acesse galeria de fotos.


Opinião03

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Claro& i Escuro 9120-5333/3643-5034

Aniversário da cidade evidencia novos tempos na política local

M

anaus vive, de fato, outros ares na política. Houve época, e não faz tempo, que o governador era tão falado quanto o prefeito de Manaus no aniversário da cidade. Na data deste ano, os holofotes estão todos em Arthur Neto, fazendo sombra a Omar Aziz, e por uma simples razão: a atual administração imprimiu um ritmo de trabalho que não deu margem para outro líder político aparecer. Na data de hoje, o prefeito inaugura um ícone da cidade que ficou anos abandonado, o histórico Mercado Municipal Adolpho Lisboa. Além de devolver à população singular espaço de convivência, Arthur segue com as obras de recapeamento de vias, com as intervenções no transporte público e em áreas essenciais como a saúde básica. O prefeito tem reafirmado que concluirá seu mandato, mas o bom conceito de sua administração lhe fortalece para voos mais ousados, ainda que não sejam agora. O fato é que seu apoio será fundamental no próximo pleito.

REGIMENTOS Ordem administrativa A Prefeitura de Manaus começou a publicar os regimentos internos das secretarias municipais. Segundo o prefeito Arthur Neto, os regimentos embasarão as ações das pastas e manterão a ordem administrativa.

AEROPORTO Complexo viário Arthur também anunciou a construção do Complexo Viário do Aeroporto. As novas vias envolvem desapropriações na Avenida Torquato Tapajós, na Colônia Santo Antônio, zona norte, conforme o Diário Oficial do Município (DOM).

JUSTIÇA Bens e serviços O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) ampliou seus bens e serviços com R$ 28,3 milhões em 2012. Esse volume representa um aumento de 67,6% em comparação a 2011. Os dados estão no Relatório Justiça em Números 2013, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

BOLSA FAMÍLIA Frequência suspeita A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), do

Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM), instaurou inquéritos para apurar a matrícula e frequência escolar de beneficiários do Bolsa Família em sete municípios do Amazonas.

IRREGULARIDADES Exigências burladas As cidades são: Atalaia do Norte, Itamarati, Santa Izabel do Rio Negro, Ipixuna, Santo Antônio do Içá, Barcelos e Beruri. Todas apresentaram irregularidades nas exigências do programa.

SEM CONTROLE Relatório da CGU Os inquéritos têm origem no relatório da Controladoria Geral da União (CGU) que constatou o pagamento da bolsa a quem não possuía o mínimo de frequência exigido. As prefeituras também não têm nenhum controle sobre a frequência dos beneficiários.

DEVOLUÇÃO Contas reprovadas Os ex-prefeitos de Lábrea e Amaturá tiveram as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) e terão de devolver R$ 430,8 mil. Gean Campos de Barros (ex de Lábrea) ainda foi multado pelo TCE em R$ 153,3 mil.

STAFF Vice-Presidente Cyro Batará Anunciação Diretora Financeira Waldelina Maciel Tavares Diretor de Redação Hudson Braga

Propriedade da Editora Ana Cássia Ltda. CNPJ: 04.816.658/0001-27 Av. Djalma Batista, nº 2010 - Chapada CEP.: 69.050-010 Manaus -AM- Tel: 3643-5060 Afiliado na: ANJ e IVC

SEGURANÇA Teste para a Copa Está proibida a presença de vendedores ambulantes no entorno do Sambódromo nesta sexta-feira e sábado, dias do Boi Manaus, festa em comemoração ao aniversário da cidade. A restrição é para testar esquema de segurança que será aplicado nos jogos da Copa de 2014.

DANO MORAL Carrefour condenado O Carrefour foi condenado a pagar R$ 20 milhões por dano moral coletivo em ação do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN) devido ao não atendimento às normas de saúde e segurança no trabalho. A empresa tem 30 dias para cumprir a sentença.

MORADIA Longe do risco Destinados a famílias que habitavam áreas de risco no bairro, 88 apartamentos do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis) serão entregues nesta sexta-feira pela Prefeitura de Manaus no Jorge Teixeira, na zona leste de Manaus. As unidades habitacionais estão divididas em dois conjuntos.

Associados

Andreas Pereira. Jogador de futebol

Graça Foster. Presidente da Petrobras

Eu simplesmente nasci na Bélgica. Meus pais são brasileiros, por isso meu sonho é jogar na Seleção Brasileira”

A Petrobras tem caixa para pagar os R$ 6 bilhões sem reajuste (de combustível), sem precisar do Tesouro”

Revelando o desejo do atleta de dupla nacionalidade.

Garantindo que gasolina não sofrerá aumento de preço.

344

anos é a idade da cidade de Manaus, completados hoje. Surgida a partir de um forte, a capital do Amazonas tem hoje mais de 2 milhões de habitantes e busca se reinventar como espaço urbano.

1,5

mil pessoas foram ouvidas numa pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Dessas, 47% admitiram terem comprado produtos que nunca usaram.

59%

dos entrevistados revelaram ter adquirido um produto sem analisar as condições financeiras, apenas pensando que o merece. O estudo revelou a falta de educação financeira do brasileiro.

Redação Editor Executivo: Cléber Oliveira Fone: 3643-5037 Fax: 3643-5083 E-mail: redacao@diarioam.com.br Financeiro Fone: 3643-5068 Fax: 3643-5083 E-mail: financeiro@diarioam.com.br Comercial Fone: 3643-5076 Fax: 3643-5083 E-mail: comercial@diarioam.com.br Gerência de Classificados Fone: 3643-5000 Fax: 3643-5083 E-mail: classilider@diarioam.com.br Assinatura Fone: 3643-5000 Fax: 3643-5083 E-mail: assinatura@diarioam.com.br Circulação Fone: 3643-5060 Fax: 3643-5083 E-mail: circulacao@diarioam.com.br

Sucursal Brasília: SRTV/S - Q. 701 - Conj. D - lote 05 - bl. C - s/209 - Ed. Centro Empresarial Brasilia - Brasilia - DF CEP.: 70340-907. Fone Fax: (61) 3224-3776 Cel: (61) 8433-8162 Representante: Fênix Representação de Mídia São Paulo: Fone/fax (11) 3486-7054 - E-mail:midiafenix@globo.com - Rio de Janeiro: Fone/fax: (21) 2240-5859 - email: represrio@mundibox.com.br


4 Opinião representasse uma perda de oportunidades para o desenvolvimento, tanto no Amazonas, quanto em outras partes do Brasil e do mundo. Pensava-se que, ao Virgilio Viana limitarmos geograficamente Sup.-Geral da Fundação algumas atividades que Amazonas Sustentável destroem a natureza, (FAS) virgilioviana.artigo@gmail.com estávamos limitando o crescimento econômico. Errado. Ao promovermos a conservação da natureza num determinado lugar, direcionamos a economia para segmentos que têm uma importância estratégica para o nosso futuro. O Planeta está cada vez mais escasso de lugares com a natureza bem conservada. debate sobre o Desmatar, como fez o Brasil estilo de na Mata Atlântica, seria fazer desenvolvimento de rios como o Negro e o que queremos Amazonas o mesmo que foi para o Amazonas implica na necessidade da compreensão feito com o rio São Francisco. Com o desmatamento, clara de alguns conceitos fundamentais. Um dos temas destruímos não apenas as águas que temos, mas centrais para o futuro do também as florestas com a Amazonas é a relação entre sua biodiversidade: madeiras, unidades de conservação e óleos, frutas etc. Esses desenvolvimento produtos da floresta, assim sustentável. como a água, são recursos Durante muito tempo, escassos e, portanto, cada dia pensou-se que a criação de mais valiosos. unidades de conservação

Unidades de Conservação e desenvolvimento

O

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Ao promovermos a conservação da

Outro conjunto de atividades

natureza num determinado lugar, direcionamos a economia para segmentos que têm uma importância estratégica para o nosso futuro.

econômicas está relacionado com o turismo sustentável. Incluem-se aí o ecoturismo, o turismo de natureza, o turismo científico etc.

Unidades de conservação criam três conjuntos de oportunidades econômicas. Primeiro, as unidades de conservação de uso sustentável (florestas públicas de produção, reservas de desenvolvimento sustentável, reservas extrativistas etc) que permitem o uso de recursos naturais feitos de forma sustentável: pirarucu, jacaré, minerais, madeira, andiroba, agricultura familiar etc. É por isso que a renda familiar de ribeirinhos em Mamirauá é maior do que em áreas vizinhas que não fazem parte da unidade de conservação. Outro conjunto de

atividades econômicas está relacionado com o turismo sustentável. Incluem-se aí o ecoturismo, o turismo de natureza, o turismo científico etc. O turismo foi responsável por grande parte do sucesso econômico recente de países como Portugal e Espanha ou Costa Rica. O turismo gera mais empregos diretos e indiretos do que qualquer outra atividade econômica e é a indústria que mais cresce no mundo. O Amazonas – com sua natureza bem conservada – é um dos destinos com maior potencial de crescimento do mundo.

O terceiro conjunto de oportunidades econômicas é algo ainda novo: os serviços ambientais. Com o agravamento dos problemas relacionados à mudança do clima em todo o mundo, está sendo criado um mercado estimado em dezenas de bilhões de dólares por ano. O Amazonas pode ser um líder mundial na prestação de serviços ambientais. As unidades de conservação abrem novas oportunidades para o desenvolvimento do Amazonas. Parafraseando o arcebispo de Manaus, D. Sergio Castriani, que mora hoje dentro das unidades de conservação tem melhor qualidade de vida e perspectivas do que os moradores de áreas vizinhas. O debate deve ser direcionado para definirmos como acelerar a realização das oportunidades econômicas nas unidades existentes e naquelas que podem vir a ser criadas no futuro. Um caminho promissor é investir na educação para a produção sustentável.


Política

05

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

344 anos

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

A educação política como ferramenta para criar uma Manaus mais cidadã Movimentos sociais usam o debate para transformar a população em cidadãos mais conscientes TEXTO Álisson Castro e Camila Carvalho FOTO Coletivo Difusão/Divulgação MANAUS

E

m meio à descrença dos jovens com os parlamentos, líderes comunitários, cientistas políticos, sociólogos e religiosos em Manaus abdicam parte de seu tempo para se dedicar ao ensino de conceitos relacionados à cidadania e à política. No dia em que Manaus completa 344 anos, o DIÁRIO mostra movimentos socias que têm ajudado na construção de uma população mais consciente, participativa e que fiscalize a ação dos governantes. Seus encontros acontecem em escolas, igrejas, praças e espaços cedidos, e, apesar dos diferentes métodos utilizados, têm um único objetivo: utilizar a educação política para criar uma Manaus mais cidadã. Na avaliação do cientista político Gilson Gil, o desafio da sociedade civil é demostrar que ‘fora do Estado’ há vida inteligente e que nem tudo vindo dos

organismos oficiais é positivo. “O mundo atual é complexo e multipolar, tanto nas relações internacionais como no âmbito interno.Os indivíduosprecisam mostrarautonomia, semqueisso signifique isolamento. Somente por ações que não precisem, necessariamente, do sustentáculo estatal é que esse caminho da autonomia pode se efetivar. É importante que a sociedade e os movimentos tenham vitalidade e não se deixem aprisionar pelas máquinas estatais”, ponderou. Para mostrar que há vida inteligente fora dos organismos oficiais, os membros do projeto ‘Jaraqui’ transformam a Praça Heliodoro Balbi, conhecida popularmente como Praça da Polícia, no Centro, em uma tribuna popular todos os sábados. Há debates ainda nos quatro cantos da cidade, realizados pelo Instituto Amazônico de Cidadania (Iaci), entidade que fiscaliza as ações dos agentes públicos, e pelos participantes do Coletivo Difusão, para colaborar com a formulação de políticas públicas

MOBILIZAÇÃO

Movimentos incentivam a população a fiscalizar e ir em busca de seus direitos

O Coletivo Difusão busca, entre outras coisas, formular políticas públicas voltadas para a cultura

para a cultura. “Trabalhamos a cidadania não só levando os projetos até as comunidades, mas entendendo que o cidadão é um agente que pode transformar o cenário local”, disse Elisa Maia, membro do Coletivo. Fiéis das igrejas evangélicas e da comunidade católica no Amazonas também promovem discussões voltadas à educação política da sociedade. O Ministério Internacional da Restauração (MIR) desenvolve há 10 anos o projeto ‘Governo dos Justos’ e a Igreja Católica realiza, por meio da Cáritas Arquidiocesanaedo ServiçodeAção,Reflexão e Educação Social (Sares), atividades voltadas à formação de lideranças comunitárias. Para o antropólogo e professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) Ademir Ramos, os movimentos de atuação política surgem de forma espontânea ou para suprir uma necessidade.Como exemploestá o movimento S.O.S. Encontro das Águas, criado em 2010. “Eles mobilizaram toda a comunidade para defender a área“, disse.

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Adélio Moraes. Psicólogo clínico

Leopoldo Lima. Pedagogo

Uma Manaus gerenciada por políticas públicas mais humanistas e voltadas para o pessoal de base que atualmente é muito desprezado na cidade”

Uma Manaus voltada para a educação porque com ela uns respeitam os outros. A população educada torna-se mais exigente com seus direitos”

Matheus Cavalcante. Estudante Seria ver as pessoas mais conscientes de suas responsabilidades. Se as pessoas tivessem mais respeito uma pelas outras tudo melhoraria”

Nilton César. Oper. de máquina

Eliana Cruz. Prom.de vendas

É necessário uma cidade com mais segurança. Antigamente, eram os filhos que enterravam os pais, agora são os pais que enterram os filhos”

Sonho com uma cidade sem violência, porque a violência está que não se pode sair de casa. Ontem, fui assaltada num executivo indo para casa”


6 Política

Em 1669, foi construído o Forte de São José da Barra do Rio Negro. A fortaleza tinha a missão de impedir a invasão de holandeses.

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Quinta Diário

Movimentos voltados ao exercício da cidada

Aos poucos, se multiplicam e aumentam de tamanho os grupos criados para debater cidadania, fiscalização d TEXTO Álisson Castro e Camila Carvalho FOTOS Nathalie Brasil MANAUS

O

s movimentos sociais procurados pelo DIÁRIO iniciaram suas atividades com um pequeno grupo de pessoas dispostas a discutir soluções para os problemas de Manaus e ações para modificar o cenário político local. Com o passar dos anos, os debates foram ganhando adeptos e hoje vêm contribuindo para a formação política da população. Foi assim com o projeto ‘Governo dos Justos’, idealizado pelo apóstolo e vereador Marcel Alexandre (PMDB) em 2003. Hoje, o projeto é executado em 150 bases do MIR, responsáveis pelas escolas de formação de lideranças. “O projeto começou da necessidade de capacitarmos os fiéis para que eles não acreditassem em promessas vazias ao longo das campanhas. Hoje, a igreja capacita seus membros e a comunidade com palestras de conscientização política para que eles pensem criticamente antes de escolher seus representantes”, disse Mikerson Cordeiro, membro da diretoria do projeto. Baseando a formação política no Evangelho, a Cáritas Arquidiocesana da Igreja Católica também ministra palestras para promover a educação política. As atividades são desenvolvidas na Escola de Formação Sociopolítica Fé e Cidadania na Igreja Santa Margarida de Cortona no bairro Alfredo Nascimento. O coordenador da esco-

CIENTISTAS

900 bacharéis emCiência Política foram formados pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) desde 2002. Outros 120 acadêmicos cursaram a disciplina na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) este ano.

la, Antônio Fonseca, disse que as turmas iniciaram com dez alunos e hoje são formadas por 30 jovens. As aulas são ministradas voluntariamente por professores universitários e acontecem duas vezes por mês. “Estamos capacitando lideranças para o despertar da comunidade com uma formação intensa no campo político com a luz do evangelho”, disse. O Serviço de Ação, Reflexão e Educação Social (Sares), também da Igreja Católica, oferece curso de especialização em Ciência Política com diploma fornecido pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). O coordenador do curso, padre Guilhermo Cardona, disse que a turma era formada por 32 alunos e as aulas ministradas por professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). “Nossa formação é para as dinâmicas da política no Amazonas, analisando os desafios de se fazer política atualmente. Em 2014, queremos ampliar o número de participantes”, disse.

DIREITO A VOZ

Aos sábados, o projeto Jaraqui promove uma tribuna aberta em praça pública

O Projeto Comuna Jaraqui realiza debates sobre temas diversos da sociedade na Praça Heliodoro Balbi, no Centro, mais conhecida como Praça da Polícia

PARLA

O jo Criado em 2004, para exigir saneamento básico nas imediações no igarapé 13 de maio entre os bairros Colônia Oliveira Machado e Cachoeirinha, ambos na zona sul de Manaus, o Instituto Amazonas de Cidadania (Iaci) é hoje uma das entidades mais atuantes na função de fiscalizar a administração pública. “A nossa primeira bandeira foi o saneamento, mas com o tempo percebemos que o desvio e corrupção de recursos públicos é o principal motivo da

falta de serviços básicos para a população”, explicou o presidente do Iaci, Hamilton Leão. Diferente do Iaci, o projeto Jaraqui transforma a praça pública, literalmente, em uma tribuna popular. Abordando temas da política e realidade amazonense, os membros do projeto promovem aos sábados uma tribuna aberta na Praça Heliodoro Balbi, mais conhecida como Praça da Polícia. “É um ambiente plenamente democrático, não temos nenhum

tipo de restrição, seja partidário, seja ideológico”, esclareceu o membro do projeto, antropólogo Ademir Ramos. A carta aberta de refundação do projeto, escrita em abril de 2012, esclarece que a ‘luta’ atualmente é contra a corrupção, os políticos ficha suja, o descaso e desmando operante contra a Amazônia, a cobiça pelo capital em relação à exploração dos recursos ambientais e seus serviços e a qualidade de vida das pessoas no planeta”.

Envolve política missões Jovem d Estado ( sua sext estadua rotina da além de apresen são orie próprios Represe

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Itamar de Oliveira. Ferroviário

Pedro Oliveira. Autônomo

Selma Cristina. Corretora

Eudson Villaça. Super. de serviço

Rikio Ishizawa. Aposentado

Deiv Prof

Penso que a cidade de Manaus dos meus sonhos é aquela que terá uma maior inclusão social e terá mais opções de esporte e lazer para a população”

Merecemos uma Manaus mais digna, com transporte coletivo digno e de qualidade para população. Uma Manaus que o povo se orgulhe dela”

Espero uma cidade mais segura, mais limpa, com projetos para os jovens e com a Prefeitura realmente comprometida com a revitalização da capital”

Queremos a cidade de Manaus com mais segurança. Uma cidade com mais tranquilidade, sem violência e mais organizada de uma maneira geral”

Acredito que o transporte público da cidade está muito ruim, a maior parte do dia passamos tentando nos locomover. Isso prejudica a população”

Com ruas. dom tem n e só v mais nesse assal


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Política 7

1695 foi o ano de Fundação da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, padroeira do Amazonas, nas proximidades do Forte São José.

adania crescem e ganham força na cidade ização do poder público e a formação de cidadãos mais críticos e conscientes do seu papel na sociedade

que obtive neste projeto para demais jovens”, ressaltou Jamily. O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Bosco Saraiva (PSDB), disse que, a partir de 2014, estudantes da rede municipal de ensino serão convidados para participar de sessões na CMM. “Eles virão ‘viver o parlamento’por uma semana. A ideia é que eles assistam à sessão e que, após isso, assumam os lugares no parlamento para simular debates”, explicou Bosco.

assado um quarto de século da promulgação da Constituição Cidadã, como qualificar a realidade política brasileira? Seria difícil responder a essa pergunta sem tratar de pelo menos duas questões mais amplas. A primeira delas diz respeito ao que a Constituição representou politicamente quando foi promulgada e ao que aconteceu depois de 5 de outubro de 1988. A segunda se relaciona a mudanças mais amplas que engolfaram a sociedade brasileira a partir dos anos 1990. Pode-se dizer que a elaboração e a promulgação da Constituição de 1988 foram produto da crise econômica que enfraqueceu a ditadura militar e da progressiva organização e luta dos trabalhadores do campo e da cidade pela redemocratização do País. Ao mesmo tempo, a Constituição resultou da passagem da ditadura à democracia controlada por setores da sociedade comprometidos com os governos militares.

Não foi à toa que a nova Constituição nasceu de um Congresso Constituinte, no qual se reuniram indivíduos e grupos que não haviam sido eleitos com o propósito exclusivo de elaborar a nova Constituição. Os anos que se seguiram à promulgação foram de contra-reforma do Estado. Mais de 50 emendas devotadas às causas da privatização, da desregulamentação e da liberalização da economia nacional foram aprovadas. Essa regressão, num primeiro momento, foi fortemente combatida por segmentos populares reunidos em torno do Partido dos Trabalhadores. Chegando ao poder, o próprio PT manteve o essencial das políticas antes criticadas e adotou políticas de assistência social que minimizaram os efeitos da desigualdade. Não obstante, as crises do capitalismo continuam a desafiar os agentes da ordem. A realidade política brasileira, portanto, está marcada por uma redemocratização que se deu sob o domínio de forças sociais conservadoras tão fortes que foram capazes, inclusive, de encantar setores antes comprometidos com a mudança. Daí, num certo sentido, ela ser muito parecida com o que era, mas temperada pelo fato de que os movimentos e partidos críticos precisam forjar novas táticas, sob pena de, em não o fazendo, ficarem aquém do que a história exige de quem anseia por um mundo justo e igualitário.

Klíssia Gonçalves. Universitária

Telma Lúcia. Enfermeira

Ana Caroline Silva. Universitária

Manaus melhor é com um trânsito melhor com certeza, uma cidade que respeite seus habitantes, com qualidade melhor de transporte coletivo para a população”

É uma Manaus urbanizada, porque a cidade está crescendo com as invasões. E também uma cidade para passear, brincar sem se preocupar com a violência”

Tem tantos problemas na cidade de Manaus que já poderiam ter sido resolvidos. Quem for à periferia verá que não é só no continente africano que morrem de fome”

CONCEITOS CONCEITOS IMPORTANTES RELACIONADOS A CIDADANIA E POLÍTICA

1) Cidadão – indivíduo que co conv convive nviv iv em sociedade. Antônio Fonseca coordena a Escola de Formação Sociopolítica Fé e Cidadania na Igreja Santa Margarida de Cortona

2) Cidadania - exercício dos direitos e deveres civis, políticos e sociais estabelecidos na Constituição Federal de 1988. 3) Política - é a ciência de governar um Estado ou Nação e também uma arte de negociação para compatibilizar interesses. Política tem origem no grego politiká, uma derivação de polis que significa aquilo que é público/pertencente a cidade. 4) Ciência Política - forma de atuação de um governo em relação a determinados temas sociais e econômicos de interesse público. 5) Sociopolítica – Algo relativo a questões sociais e políticas.

PARLAMENTO

O jovem inserido na discussão da política Envolver o jovem na discussão da política do Estado é uma das missões do projeto Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), que em 2013 está em sua sexta edição. No parlamento estadual, os estudantes conhecem a rotina da Casa e dos parlamentares, além de terem acesso a projetos apresentados pelos deputados e são orientados a elaborar seus próprios projetos. Representante do Amazonas no

Parlamento Jovem em Brasília, a estudante Jamily Rossete, 17, escolhida para representar o Estado por ter apresentado um projeto que cria um curso de capacitação para deputados em primeiro mandato. “Conheci o projeto através de uma palestra que participei na Assembleia. Resolvi participar porque gosto muito de Direito e acho que a Política e Justiça são conhecimentos muito próximos. Quero passar todo o conhecimento

Deivison Carvalho. Wilzemar Ramos Prof. de Arte Ribeiro. Com mais limpeza nas Motorista ruas. A gente sai domingo quando não tem ninguém nas ruas e só vê lixo. Um pouco mais de segurança, só nesse mês fui assaltado três vezes”

Uma cidade respeitando os mais velhos e o próximo. O que vemos no trânsito é o total desrespeito um com o outro e com os pedestres”

Marcelo Seráfico Sociólogo redacao@diarioam.com.br

A ordem do regresso

P


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 DiĂĄrio do Amazonas | visite D24am.com

PolĂ­tica 07


08Política

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

A Carta Régia, de 3 de março de 1755, oficializa a Capitania de São José do Rio Negro que, mais tarde, se tornaria a cidade de Manaus.

ARTHUR NETO. PREFEITO DE MANAUS

‘É preciso recompor a qualidade de vida em Manaus’ TEXTO Dhyene Brissow FOTO Eraldo Lopes

C

Milênio) na Ponta Negra para atrair turistas. Recebemos a proposta de um grupo de empresários para a construção dessa Roda Gigante que sairia em torno de R$ 15 milhões e poderia substituir o mirante. Não ficaria pronto até dezembro, claro, mas tenho uma vontade muito grande de fazer. Esse mesmo grupo propôs a construção de um aquário na Ponta Negra. Isso me seduziu muito porque aquário atrai turistas. Há um dado do MT (Ministério do Turismo) que diz que cidades que têm grandes aquários aumentam em até 20% o fluxo de turistas.

om dez meses de gestão, o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), avalia que ainda tem muito trabalho pela frente e sonha com uma cidade mais arborizada e humana. Nos 344 anos de Manaus, ele fala em entrevista ao DIÁRIO sobre os projetos que tem para a cidade e de como pretende transformar a capital do Estado, resolvendo problemas de mobilidade e falta de opções de lazer.

Qual a diferença da Manaus de hoje para a de 20 anos atrás? A Manaus de anos atrás vivia uma crise de buraco nas ruas, não havia sistematização da manutenção da cidade. Era uma cidade que tinha um transporte coletivo caótico, mas não tinha problema de trânsito. A Manaus de hoje tem mais oportunidades e possibilidades mais e é mais complexa. É mais cara para consertar. Era menor antes. Uma cidade que tinha cerca de 800 mil habitantes, hoje é uma cidade com 2 milhões de habitantes crescentes e uma crise de trânsito que a gente terá que desenrolar. O senhor pode afirmar que a população de Manaus tem qualidade de vida? Em relação à mobilidade, não. Ela está muito aquém do que precisa e do que a gente deixará se Deus quiser. Há uma crise de trânsito e de transporte que não é difícil de ser resolvida. A crise mais difícil é a do trânsito e vamos fazer a mudança dos terminais, instalar os semáforos inteligentes, onde o sinal verde fica aberto até desafogar o trânsito e depois fecha para aliviar onde estava fechado. Hoje, qualquer cidade moderna trabalha assim. Nós estamos na primeira metade do século 21 e isso tudo mudará. Nós temos uma qualidade de vida em boa parte da cidade ainda precária para muita gente, e outra razoável para parte da população. Quais seus projetos para os próximos anos?

LAZER

Arthur quer mais opções de lazer e turismo para a população manauara

O prefeito Arthur Neto disse que está inicialmente priorizando melhorias da infraestrutura urbana, mas que pretende investir em ações para tornar Manaus uma cidade mais agradável

FRASE

Eu quero muito uma Manaus mais arborizada, com uma mobilidade melhor e com mais opções de lazer” Sobre seu sonho para Manaus.

Para melhorar a mobilidade, vamos mudar os terminais e instalar semáforos inteligentes. Teremos os corredores exclusivos já pensando no BRS (Bus Rapid Transit). A frota de ônibus está sendo renovada e também teremos os modais, mototáxi, Executivos e Alternativos. Já temos funcionando o consórcio operacional que já deu certo em Belo Horizonte e Fortaleza e que contribuirá para modelar a tarifa e melhorar o sistema de transporte.

Nesse modelo as empresas ficam obrigadas a fazer sua parte. Aquela que não fizer o percurso é imediatamente substituída por outra. Também estamos fazendo um anelzinho viário na Avenida Torquato Tapajós próximo ao aeroporto (Eduardo Gomes) para melhorar o trânsito ali e faremos mais intervenções. O trânsito em geral e a capacidade do próprio carro de trafegar melhorarão muito. E na estética da cidade? Estamos dando uma atenção muito grande à arborização para melhorar o clima. Nós precisamos de outros balneários, porque a Ponta Negra é o único que temos. Quando eu era criança, tínhamos uns dez. Eu mesmo aprendi a nadar no Mindu, no Parque 10, e costumava ir também na Cachoeira Alta e na Ponte da Bolívia. Manaus se deteriorou na qualidade de vida oferecida ao seu povo, isso tem que ser recomposto. Estamos vendo a possibilidade de fazer um balneário no Puraquequara, na zona leste, quero muito fazer lagoas de tecnologia chilena na zona norte. Um lagoa de água azul cristalina. Com barcos a vela, onde seja

FRASE

A Cidade de Manaus se deteriorou muito na qualidade de vida oferecida ao seu povo, e isso tem que ser recomposto” Sobre a qualidade de vida em Manaus

possível praticar natação... Essa é a Manaus dos seus dos sonhos? É a Manaus dos meus sonhos, e se tiver fôlego, vou deixá-la muito próximo disso. Mas, por enquanto, eu estou priorizando a infraestrutura urbana. Mas quero fazer uma Roda Gigante semelhante a de Londres (London Eye também conhecida como Millennium Wheel ou Roda do

Todos esses projetos são para quatro anos? Alguns sim! Outros para oito. O trânsito, por exemplo, apresentará uma boa melhora até o ano que vem. Em dez meses da minha gestão, nós já fizemos muita coisa que ajudou o trânsito a fluir, como os recuos, os retornos... O senhor falou em oito anos, isso significa que tentará uma reeleição? É uma possibilidade, mas posso resolver não disputar. O fato é que eu vou cumprir meu mandato até o final. O senhor falou em mais opções de lazer... Sim, nós teremos o Mindu que tinha que ser nosso Ibirapuera, onde estamos fazendo uma reforma cuidadosa ao menor custo de R$ 1 milhão. Estamos dando uma repaginada no igarapé porque queremos que as pessoas tenham prazer de ir ali. Tem o Sauim Castanheira, que também está sendo reformado. Nós teremos o Mercado Adolpho Lisboa que está todo pronto, restaurado, e teremos nas paredes a descrição histórica da passagem do nosso povo, afinal são 344 anos de história. Enfim, o Centro já está sendo reformado, tem construção e melhoria das calçadas, ampliação das ruas. Inicialmente, serão investimentos de R$ 400 milhões em mobilidade e infraestrutura, mas isso só até o ano que vem. Quero muito uma Manaus arborizada, com uma mobilidade melhor e mais opções de lazer.


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em 1836, a Vila da Barra (Manaus) cai em poder dos cabanos, que instituem um governo com duração de apenas seis meses.

Política 09

Vereadores da CMM e deputados da ALE destacam os 344 anos de Manaus Câmara Municipal e Assembleia Legislativa dedicam dia a comemorações em torno da data TEXTO Thiago Freire FOTOS Tiago Correa/CMM e Sandro Pereira MANAUS

A

Câmara Municipal de Manaus (CMM) e a Assembleia Legislativa do Estado (ALE) também comemoram os 344 anos da capital do Amazonas. Na CMM, a Casa inaugurou nesta quarta-feira o memorial Carlos Zamith, que conta a história da política na cidade. O espaço marca também os 180 anos da Câmara, que será comemorado em dezembro. Na ALE, os deputados utilizaram o tempo na tribuna para parabenizar e apontar novos caminhos para Manaus.

Na inauguração do memorial, foi entregue do livro ‘A História da Camara Municipal de Manaus’, de Antonio Diniz e Simao Pessoa, ambos servidores da CMM. O livro relata como eram realizadas as sessões desde a primeira, em 1833, até os dias de hoje, apresenta uma lista de todos os vereadores que passaram pelo parlamento desde a década de 1930 e também uma lista de prefeitos, desde 1890. Durante o evento, o presidente da Casa, Bosco Sairaiva (PSDB), anunciou a reforma do auditório principal que se tornará a sala cinematográfica Silvino Santos, em homanagem ao cineasta. Segundo Bosco, a CMM exibirá diariamente filmes de Silvino e outros filmes

Os presidentes da CMM e da ALE, Bosco Saraiva (e) e Josué Neto (d), respectivamente, falaram sobre o aniversário de Manaus

que retratem a história do parlamento municipal e de Manaus. Bosco afirmou que a CMM tem importância no debate dos assuntos diretos para a cidade. “Classifico a Câmara como a infantaria da política. O vereador é quem está à frente dos problemas da cidade”, disse. Na ALE, o presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD), afirmou que sonha com uma Manaus mais humana. “Uma cidade que receba com mais carinho as pessoas que moram aqui. Que dê condições de educação e práticas saudáveis para as crianças e jovens. Tenho o sonho de ver a cidade arborizada, com transporte público de qualidade e uma distribuição de água eficiente”.


10 Política

Pela lei 147, da Assembleia da Província do Pará, Manaus se torna cidade com o nome de Cidade da Barra do Rio Negro, em 24 de outubro de 1848.

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em 1851, começa a circular, no dia 3 de maio, o ‘Cinco de Setembro’, primeiro jornal impresso da futura capital do Amazonas.

Política 11


12

Economia

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

Quinta Diário

344 anos

Cortesia vira diferencial e resgata traço da população Atendimento cortês fideliza clientes TEXTO Beatriz Gomes FOTO Nathalie Brasil MANAUS

S

er atencioso é uma característica local, um diferencial valorizado no comércio e nos serviços, traço de uma Manaus afetiva, em que todos se conheciam, hoje menos presente. Quem é cortês se sobressai. Microfone é a marca registrada do Careca Lindo Lanches, comandado pelo enérgico Getúlio Fernandes de Azevedo, mais conhecido pelo nome que leva o negócio. Quem chega ao local é saudado por ele como “cliente lindo” pelo microfone.

Há oito anos em um ponto na calçada de uma loja de peças, o negócio começou com apenas dois funcionários e hoje são quarenta. O Careca Lindo oferece mais de 80 sabores de suco e 60 de salgados de segunda a sábado, das 7h30 à meia noite. Segundo o Careca Lindo, uma média de 2 mil clientes são servidos por dia. “Atendimento e qualidade sempre foram fundamentais pra mim, pois se eu perco um cliente hoje, eu perco outros cem”, disse. O Careca Lindo sabe que a propaganda é a alma do negócio. “Minha esposa fica chateada de sair comigo porque eu paro o tempo todo para falar

‘CARINHO’

Atendimento bem humorado e cortês de Vânia Costa, em padaria, conquista clientes

Careca Lindo diz atendimento e qualidade são fundamentais nos negócios, assim como a propaganda boca a boca

com alguém, pois sei que a divulgação boca a boca vai aumentando” Cliente desde o início, o administrador de empresas Victor Reis, 35, conta sobre a receita de sucesso. “O atendimento em Manaus deixa a desejar em diversos lugares, isso faz com que esse aspecto seja um diferencial aqui”, afirma. O carinho com que trata os clientes da Padaria Eliza também é marca registrada há 28 anos da atendente de caixa Vânia Ferreira da Costa, 50. “Gosto de trabalhar com as pessoas e, como cliente, sinto na pele quando o tratamento não é bom, por isso decidi tratar as pessoas do jeito que eu gosto de ser tratada”, conta. Vânia conta, ainda, que sempre usou o bom humor e o carinho no atendimento. “Temos que agradar as pessoas sem visar retorno, mas sendo educados, dando um bom dia, boa tarde, que não é muito difícil e é de graça”, recomenda. Para manter o bom humor, Vânia conta que é preciso deixar os problemas em casa. “Problemas todo mundo tem e precisamos separar as coisas para não fazermos mal aos outros ou a nós mesmos”, destaca. A empresária Cecília Maria Guimarães conta que se surpreendeu quando foi atendida por Vânia pela primeira vez “É difícil encontrar em Manaus atendimento atencioso dessa forma”, contou.

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

José Godinho. Administrador Moro há 11 anos em Manaus e acho que falta respeito, tanto às leis quanto aos cidadãos. Precisamos aceitar as normas e nos reeducar para convivermos”

Içá Costa. Representante comercial A cidade é de todos os cidadãos, então eu sonho com uma Manaus mais humana com mobilidade, educação, saúde e habitação digna”

Jonathas Maciel. Bancário

Victor Hortêncio. Universitário

João Carvalho. Bancário

Um comércio preparado para atender o cliente com funcionários bem humorados e dispostos a atender com rapidez e atenção”

A Manaus dos meus sonhos tem mais educação, tanto acadêmica quanto social. Ela é a solução para uma convivência harmoniosa na cidade”

Uma Manaus com educação e infraestrutura no trânsito. A cada dia precisamos de mais paciência para enfrentar o tráfego pesado de veículos”

QUA

Miria Univ

Com inves educ na Uf levad tanto aluno profe


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em 4 de setembro de 1856, pela Lei 68, a cidade recebeu definitivamente a designação ‘Cidade de Manaós’, em homenagem à tribo Manaós.

Economia 13

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Mirian Carvalho. Universitária Com mais investimentos na educação. Mesmo aqui na Ufam, os cursos são levados na brincadeira, tanto por parte dos alunos quanto dos professores”.

Heleno Vasconcelos. Autônomo Seja mais moderna, com mais praça, mais arborizada e com mais respeito ao patrimônio público. Essa é a Manaus que eu espero”

Margarida Nunes. Dona de Casa

Herculano Braga. Autônomo

Ana Márcia. Professora

Não tenho uma Manaus dos meus sonhos porque, para querer uma Manaus dos sonhos, teria que Manaus ser destruída e ser outra, porque essa aqui está complicada”

Mais incentivo ao esporte local aproveitando o embalo dos investimentos da Copa de 2014, para levantar nosso futebol que está apagado”

Mais ruas asfaltadas, menos buracos, escolas de qualidade, principalmente para as crianças que precisam tanto. A educação é a base de tudo”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

DFG SDF GJDFJ GAJ SDJF LSAJF LSDJF LSAJDLF JSALDF JASLDJF LSKA JFLAS JFLSADJF LSADJ FLASJ DFLASDJF LKASJDF

Economia 13


14 Economia

O ano de 1866 marca um fato na história da infraestrutura urbana da cidade, com o início do calçamento das principais ruas de Manaus.

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Quinta Diário

Quitandas são uma faceta do varejo e fazem parte da cidade EMPREENDEDORES

Micronegócios formais e informais ajudam na distribuição de produtos

TEXTO Rosana Villar FOTO Nathalie Brasil MANAUS

D

e acordo com o Portal do Empreendedor, existem atualmente em Manaus 1.337 pequenos estabelecimentos comerciais especializados na venda de bebidas, verduras, produtos de armarinho e outros itens. Mas existe um tipo

de comércio que não aparece em nenhuma estatística oficial e que reúne estes e outros produtos, são as populares ‘biroscas’, pequenos mercados improvisados nos quintais ou em garagens de residências. O costume de vender itens ‘na janela de casa’ está tão enraizado na cultura de Manaus que é difícil passar por uma rua de bairro periférico sem avistar ao menos um destes estabele-

Iniciativa de autônomos é característica de um comércio de vizinhança

Aposentada Maria do Carmo Gomes comercializa frutas e verduras e faz parte do contingente que busca renda alternativa e ajuda a abastecer a vizinhança

cimentos improvisados. O motivo para o surgimento de tantos comércios informais vai desde a falta de opção de renda àescassez de grandes mercados na região. Segundo o historiador e artista plástico Otoni Mesquita, este tipo de comércio de bairro

sempre existiu na cidade, mas foi com as grandes migrações que o costume se popularizou. “Lembro na minha infância que existiam as quitandeiras. Havia sempre uma ou duas em cada rua. Mas não era tão intenso como é agora. O cenário atual começou a surgir a partir

das migrações e a cultura do sub emprego. Hoje, todo mundo coloca alguma coisa para vender”, disse. Para o casal de aposentados Maria do Carmo Gomes, 75, e Manuel Benedito, 75, que mantém uma banca de frutas, legumes e verduras na garagem de

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Elisangela Daniel. Advogada

Renato Ferreira. Aposentado

Bruno Contreiras. Estudante

Elilson Dourado. Comerciante

Ivone da Costa. Aposentada

Quero uma Manaus com mais segurança e mais investimento em educação para combater a criminalidade

Uma Manaus mais bonita, com um porto pra população e que não destruam a Matriz, que é um patrimônio nosso

Queria que fizessem mais faculdades, mais oportunidades e queria que não tivesse tanto lixo perto da minha casa

Uma cidade que dê mais trabalhos, mais postos de saúde e que traga mais turistas. E tem que melhorar o trânsito, tá um caos

Sou cearense e acho Manaus tudo de bom. Só precisa mesmo melhorar o transporte porque a população está crescendo.

sua cas 2, há o da nece frescos mente corresp


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

sua casa, no bairro de Alvorada 2, há oito anos, a ideia nasceu da necessidade de ter produtos frescos à disposição. Mas atualmente a venda dos produtos corresponde a um terço da ren-

da familiar. “Começamos colocando cheiro-verde, pimentade-cheiro, e a saída era muito boa. Hoje eu faço compras duas vezes por semana para ter produtos sempre fresquinhos e de boa qualidade”, conta Maria. Os clientes são os amigos e vizinhos da rua, que procuram na banca do casal os ingredientes para complementar a receita do almoço ou jantar. Os produtos são adquiridos na região central de Manaus, assim como fazem muitos outros pequenos comerciantes do segmento, como o peixeiro Edival Campos Ferreira, 53. O comerciante vendia merenda na rua, em sua bicicleta. No entanto, a insegurança do trânsito e o baixo retorno da atividade o fizeram apostar em uma pequena quitanda, montada na garagem de casa, no Bairro da União. Lá, Edival comercializa frutas e peixes tratados na hora. “Aqui não tem mercado perto e é muito difícil para as pessoas pegar um ônibus, ir até o Centro para comprar peixe, e depois voltar com a sacola soltando sangue e cheirando mal. Facilita bastan-

Em 1871, ocorre a inauguração não oficial da Biblioteca Pública Estadual do Amazonas, ainda em um setor da Igreja da Matriz.

NEGÓCIOS

1.337 pequenos negócios comerciais estão registrados na capital amazonense, de acordo com informações do Portal do Empreendedor, mas o universo informal na cidade é bem maior.

te a gente oferecer o produto no bairro”, afirma.

Opção de vida No caso do comerciante Nonato Alves, 50, nascido em Teresina, no Piauí, abrir um pequeno comércio foi a chance de mudar de vida. “Eu trabalhava em uma empresa há cinco anos, mas estava cansado de ser empregado. Queria ter meu próprio negócio. Falei com minha mulher que queria abrir um mercadinho e ela não só me apoiou como largou o emprego dela também para me ajudar”, lembra.

Economia 15 Do início do pequeno negócio até hoje passaram-se 21 anos e neste período Nonato acompanhou as mudanças do bairro da União, onde já chegou a ter quatro casas. “Antes era muito feio. Víamos da varanda as pessoas usando drogas, brigando o tempo todo. Mas nunca fui assaltado. Acho que é porque as pessoas do bairro me conhecem e gostam de mim, pois faço questão de atender com muito carinho”, afirma. Com a renda da birosca, Nonato pagou a faculdade das duas enteadas e comprou uma casa em São Paulo. Ele diz gostar do trabalho, pois está sempre em contato com os amigos e, entre um atendimento e outro, pode tirar um cochilo em sua cadeira de balanço, uma das vantagens de trabalhar em casa. A única coisa da qual nenhum deles consegue fugir é da venda fiado. “Não tem como. Tem gente que não dá para negar, pois sabemos que a pessoa está precisando. Mas é sempre arriscado, porque o calote é comum”, resume Nonato.

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Franciny da Silva Vendedora Melhorar o trânsito porque está difícil, todo o dia a gente sai para trabalhar e é um sacrifício”

Paula Pimentel. Estudante Mais segurança, porque há insegurança”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

anmbasbxabxnbaxba

Economia 15


16 Economia

O Palacete Provincial, que abrigou a Assembleia Provincial e o Liceu — atual Colégio Amazonense D. Pedro II —é oficialmente inaugurado em 1875.

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Cidadania e dicas para donas de casa Associação orienta mães de família sobre direitos dos consumidores e como otimizar a renda TEXTO Laís Motta FOTO Reinaldo Okita MANAUS

A

mulher amazonense faz as compras do mês, pega o filho e parte para grandes supermercados da cidade. Muitas vezes, não se atenta a atitudes básicas que podem render uma boa economia, como relacionar os produtos que ainda faltam na dispensa ou o próprio orçamento. Esse é apenas um dos trabalhos de orientação da Associação das Donas de Casa do Estado do Amazonas (Adcea). Há dez anos no Estado, um dos trabalhos de conscientização é alertar as consumidoras sobre situações que vão do consumo ao direito da mulher. “Orientamos em pontos fundamentais. São critérios que a dona de casa tem que ter:

olhar o que tem no estoque, fazer a relação, saber quanto que vai poder gastar, o orçamento, saber quantas pessoas jantam, almoçam em casa”, explica a presidente da Adcea, Elisabeth Maciel. Na lista de dicas, constam comprar nos dias de promoção somente aquilo que de fato está em promoção, resistir à ‘tentação da prateleira’ e até não levar os filhos ao mercado. Em 2013, já foram três pesquisas de preços da cesta básica e uma delas chegou a verificar a diferença de até R$ 4 no quilo da carne patinho. O trabalho é feito em seis mercados entre a região do Mutirão e do Riacho Doce e em grandes redes varejistas. A associação também reforça o cuidado com a validade e peso dos produtos. O principal espaço de divulgação é a rádio comunitária do Mutirão, Voz das Comunida-

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Para Elisabeth Maciel, a recompensa pelo trabalho é ver que vidas podem ser mudadas

des (87,9 FM), às sextas-feiras das 9h às 11h. O espaço discute além da defesa do consumidor, o direito das mulheres, violência doméstica e familiar, meio ambiente e saúde. A associação também trabalha com 150 famílias que fazem parte do programa do governo federal, Mesa Brasil. As famílias recebem acompanha-

mento com a complementação alimentar e palestras relacionadas aos direitos de família e boa utilização dos produtos. Para Elisabeth Maciel, a recompensa pelo trabalho é ver que vidas podem ser mudadas. “A coisa mais bonita e que me emociona é uma mulher chegar e agradecer por uma orientação, uma dica”, conta.

Suellem Ribeiro. Estudante UmaManausmelhor seriacommenos meninosjogadosna AvenidaEduardoRibeiro epolíticossemcasasde portegrande.Etambém menoshospitaiscom baixaqualidadee escolasmelhores”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em 1878, foi inaugurada oficialmente a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, que se tornou Catedral Metropolitana no século seguinte.

Economia 17


18 Economia

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em 1882, o prédio central do Mercado Municipal Adolpho Lisboa abre as portas. Os demais pavilhões foram construídos nos anos seguintes.

MERCADOS BOVESPA

DOW JONES

BRASIL

ESTADOS UNIDOS

55.440 | -1,81% 63.000

12.600

57.600 52.300

11.750 10.900

A

S

O

N

D

J

A

NASDAQ

DAX

ESTADOS UNIDOS

15.403 | -0,42%

6.400 5.950 5.500

S

O

N

D

J

A

S

O

N

D

J

A

S

O

N

D

EURO

POR GRAMA EM R$

8.920 | -0,31%

2.800 2.600 2.400

OURO

ALEMANHA

3.905 | -0,61%

94,000 | +0,53%

J

101,5

2,51

97,5 93,5

2,39 2,28

A

S

O

N

D

J

A

S

O

N

MANAUS

A

Moto Honda da Amazônia inaugurou o primeiro Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH) da Região Norte na manhã desta quarta-feira, com estimativa de treinar 3 mil condutores por ano. O investimento foi de R$ 12 milhões. Uma das parcerias realizadas é com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AM), que treinará os instrutores de motoescola e avaliadores de testes, informou o presidente da Moto Honda da Amazônia, Issao Mizoguchi. Agentes da Polícia Militar, do Manaustrans, do Samu e homens do Exército e do Corpo de Bombeiros estão entre os profissionais que serão treinados no CETH.

TJAM divulga lista de classificação preliminar de concurso público A Comissão de Concurso Público do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) divulgou a classificação preliminar do concurso público para a 2ª Sub-Região, abrangendo oito municípios.

MULTIMÍDIA

Veja os editais de classificação com seu leitor QR Code ou no Portal D24am http://va.mu/dTRM

D

J

1,73 1,59

A

S

O

N

D

J

MERCADO mil é o número de motocicletas que circulam em Manaus, segundo o Departamento Estadual de Trânsito.

175

milhão de motocicletas é quanto deve fechar a produção de motos no País em 2013. No ano passado, o setor fechou com 1,69 milhão de motos produzidas.

1,61

a 6% é a retração esperada para a produção do setor de Duas Rodas neste ano, segundo projeção da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

5%

Japonesa investiu R$ 12 milhões em centro de educação no trânsito “Somos fabricantes de motocicleta e sentimos responsabilidade no tocante à segurança no trânsito. Gostaríamos que os próprios instrutores pudessem transmitir ao cliente final a forma mais adequada e segura de conduzir o nosso produto”, disse Mizoguchi. A estrutura possui espaço de 75.000 m² e duas pistas: uma, asfaltada, para treinamentos on-road, e outra, de terra, para a prática de pilotagem em vias não pavimentadas. O CETH em Manaus é o terceiro construído pela Honda, depois de Indaiatuba, em São Paulo, e Recife, em Pernambuco. O CETH funcionará, também, como local de treinamento para mecânicos de concessionárias de motos e produtos de força da Honda. O superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira, destacou a ‘aposta a longo prazo’da Honda.

COMERCIAL EM R$

2,1870 | +0,73% 1,88

Moto Honda inaugura em Manaus o 3º CETH do País TEXTO Laís Motta FOTO Sandro Pereira

DÓLAR

COTAÇÃO EM US$

1,3779 | -0,02%

Estimativa da montadora japonesa é treinar 3 mil condutores por ano e executivo destaca responsabilidade com a segurança do motociclista


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em 1889, houve a entrega oficial da Igreja São Sebastião, mas apenas com uma torre. As explicações para a ausência da segunda divergem.

Economia 19


Sociedade

20

Em 1894, numa área elevada do Centro, foi iniciada a construção do Palácio da Justiça pela empresa Moers & Morton.

EDUCAÇÃO

FALE COM OS EDITORES cidades@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS

twitter.com/portalD24am

facebook.com/D24am

HORÁRIO

As provas serão realizadas sábado e domingo, às 11h em Manaus

Foi um ano de cursinho, aulas de reforço e estudos em casa. Faltando dois dias para o Enem, o mais indicado para o candidato é esquecer os livros e relaxar para as provas

Na véspera do Enem, o melhor é desacelerar o ritmo de estudo e relaxar De acordo com especialista, depois de meses estudando é o mais indicado para os alunos agora TEXTO Da Redação FOTO Jair Araújo MANAUS

N

a reta final para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que serão aplicadas nos próximos sábado (26) e domingo (27), professores recomendam desacelerar o ritmo de estudos e relaxar para chegar no dia do exame com a cabeça descansada. O professor de História Paulo Eduardo dos Santos, diz que o candidato pode até aproveitar os últimos dias que antecedem a prova para repassar conteúdos de disciplinas em que tenha dificuldade, mas sem exagero. “Não adianta pensar que no último dia tem que resolver tudo, tem que fazer todos os exercícios e no dia seguinte ir para a prova morto”, acrescenta. Para a véspera, ele sugere

SUPERIOR

150 mil candidatos do Amazonas vão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste sábado e domingo. As provas têm início às 11h (horário local).

que os estudantes descansem dos meses seguidos de preparação, pois vão enfrentar dez horas de provas durante os dois dias do Enem. “A sexta (amanhã) tem que ser para descansar, relaxar, não estudar, porque a tendência de você estudar em cima da hora da prova é embolar os conteúdos, ficar com medo e achar que sabe menos do que sabe de verdade. Cria uma ansiedade que vai te prejudicar na prova no dia seguinte”.

A mesma avaliação é feita pelo professor de Química José Maurício Vieira dos Santos, do Sistema Elite de Ensino. Para ele, o estudante tem que se ‘desconectar’ do estudo antes da prova. “É melhor que ele vá ao cinema, nadar, jogar bola e desconecte, saia do ar um pouco porque se ele se preparou o ano todo como se deve, ele está cansado e precisa se desconectar umas 72 horas, 48 horas, antes da prova”. Outra dica é que os candidatos mantenham a rotina no dia anterior ao da prova para que o organismo não estranhe.

O professor de História Paulo Eduardo dos Santos lembra que o apoio da família é fundamental. Pela experiência em sala de aula, ele relata que os pais e irmãos podem ser fonte de pressão ou trazer tranquilidade. “A família, neste momento, tem que ajudar muito. Evitar jogar sobre o vestibulando uma grande pressão. Às vezes, a família, na intenção de ajudar, acaba gerando uma cobrança sobre o estudante que não é positiva porque ele tem que lutar para passar e tem a expectativa de não decepcionar todo mundo”, explica.

O Enem deste ano tem 7.173.574 de inscritos no País que vão fazer as provas em 1.161 municípios. No Amazonas, são 155 mil. No primeiro dia, os estudantes fazem as provas de ciências humanas e ciências da natureza, com quatro horas e meia de duração. No segundo dia, as provas são de linguagens, códigos, matemática e redação. O tempo aumenta para cinco horas e meia de duração. Do total de inscritos, a maioria já concluiu o Ensino Médio (4.052.038) e está na faixa etária de 21 a 30 anos (2.181.084).

José Maurício Vieira dos Santos. Professor É melhor que ele vá ao cinema, nadar, jogar bola e desconecte, saia do ar um pouco porque se ele se preparou o ano todo como se deve”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Em pleno período áureo da borracha (1890 - 1910), é fundado, no dia 31 de dezembro de 1896, o Teatro Amazonas.

Sociedade 21


22

Cidades

Quinta Diário

FALE COM OS EDITORES contato@d24am.com, redacao@d24am.com | SIGA-NOS twitter.com/portalD24am

344 anos

facebook.com/D24am

Gente que faz de Manaus uma cidade melhor para se viver Pequenos atos que fazem a diferença no dia a dia do cidadão manauara TEXTO Annyelle Bezerra FOTOS Reinaldo Okita e Jair Araújo MANAUS

V

iver em uma cidade segura, organizada, agradável e limpa faz parte do imaginário de todo cidadão preocupado com o ambiente ao seu redor. O que grande parte da sociedade pode ainda não ter percebido, porém, é que assim como uma formiga, o cidadão ao fazer a sua parte, é capaz de transformar a Manaus dos sonhos em realidade. Trabalhando há três anos como vendedor de bombons na Praça do Eldorado, na Avenida Djalma Batista, zona centro-sul, o goiano Manoel Ferna-

des de Oliveira, 57, viu na falta de lixeiras e de conscientização ambiental dos pedestres que transitavam pelo passeio público, uma oportunidade de contribuir para o asseio da cidade. “Tenho mais tempo em Manaus que na minha terra. Por isso, me sinto na obrigação de zelar pelo espaço onde ganho meu pão”, disse, ressaltando que chegou na capital do Amazonas com 15 anos e desde então, só volta à cidade natal a passeio. Limpa e ‘enfeitada’, com 50 cestos de lixo em seu entorno, diariamente, a praça do Eldorado, segundo Oliveira, já amargou tempos difíceis no passado, com muito lixo, copos e baganas de cigarro espalhados pelo chão.

CIDADANIA

Na Grécia antiga, toda a sociedade da civilização apresentava a dicotomia cidadão e não-cidadão Manoel Fernades de Oliveira, Valdecir Félix de Souza e Rebeca Tosta optaram pela cumplicidade com a cidadania para melhorar a capital amazonense

“Grande parte dos camelôs não tem essa visão da importância da limpeza. O lucro fica em primeiro lugar e se esquecem que é a cidade que nos dá o sustento”, afirmou. Filho de árabes e pai de oito filhos, sendo cinco mulheres e três homens, o ambulante explica que os pais, donos de restaurante, lhe ensinaram desde pequeno a necessidade de incentivar os clientes a jogarem os resíduos no lugar adequado. Em tom descontraído e demonstrando que tem boa memória, Manoel, que só vai para

dia da praça.

casa após varrer, recolher em sacolas e depositar na lixeira de um condomínio próximo, o lixo produzido ao longo do dia, lembra que todas as 30 mesas do estabelecimento de sua família contavam com uma lixeira ao lado. “Eu via o que meu pai fazia e isso me marcou muito. Por isso, só deixo a praça lá pela meia noite, depois que tenho certeza que o lixo tá no lugar certo e nenhum cachorro vai espatifar”, disse, ao informar que chega a tirar cinco sacolas, com capacidade para dez quilos de lixo, por

Pomar Há 25 anos cercado por abacateiros, mangueiras, coqueiros, pimenteiras e capim-santo, em um pequeno sítio, no bairro Adrianópolis, zona centro-Sul, o pernambucano, Valdecir Félix de Souza, 67, encontrou na arborização uma forma de contribuir com a melhoria da cidade. De pé às 5h para dar atenção às plantas, ‘sr. Pernambuco’, como é conhecido, conta que está na luta para preservar o meio ambiente, por influência dos

pais, m ção da verde e pisam por m ano pa exemp ram c três p menta ta assim Seg as frut comple renda f acrésci mês.

Maria Felizarda. Professora

Rose Ramos. Artesã

Olin Arte

Sonho em ver a cidade muito bonita, bem organizada. Porque tem cidade que a gente visita e vale a pena, mas a nossa cidade precisa melhorar muito”

Sonho com uma cidade que haja melhor distribuição de renda. Porque há programas sociais, mas o que queremos mesmo é a nossa própria renda”

Acho gove prog o pov estud vai se quan estud

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Irismar Conceição de Lima. Artesã Gostaria de ver melhorias na infraestrutura, no saneamento básico que ainda falta muito. O restante a gente leva”

Carpejane Alves. Vigilante Minha Manaus dos sonhos oferece transporte digno, uma cidade limpa, um asfalto melhor porque está tudo esburacado. Uma Manaus digna para todo manauara”

Francisco Nunes. Encarregado de equipe É a gente poder ver a transparência dos gastos públicos, porque com certeza quando isso acontecer vai haver melhoria na saúde, na segurança”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Também no Teatro Amazonas foi realizada, em 1897, a primeira sessão de cinema de Manaus, em abril, ainda com o cinematógrafo dos irmãos Lumière.

Resgate de animais da rua contribui para a saúde pública da cidade Um animal, assim como uma criança, requer cuidados, carinho e proteção. Mas, como nem todos os bichos têm a sorte de ter um lar, a advogada Rebeca Tosta, 25, uniu a paixão pelos animais ao desejo de ter uma cidade mais humana e começou a recolher e cuidar de animais abandonados. Engajada na Ong ComPaixão, desde 2010, Rebeca afirma que a principal dificuldade em cuidar dos animais e contribuir para a melhoria da saúde pública é a falta de estrutura para abrigar a grande quantidade de animais recolhidos. “Contamos com os padrinhos. Pedimos que as pessoas tirem fotos do animal e divulguem no Facebook para viabilizar a adoção”, conta. Sensibilizada com a grande quantidade de animais abandonados nas ruas de Manaus, Rebeca e a Ong da qual faz parte, ofertam comida, remédio contra vermes, carinho e abrigo provisório aos animais até que sejam adotados. Quando nenhum padrinho aparece, Tosta paga diárias em hotéis para que os animais não voltem para as ruas.

pais, mas nem todos dos têm no noção da importânciaa de ter verde em casa. “Muitos uitos pisam nas plantas tas por maldade. No o ano passado, por exemplo, acabaram com meus três pés de pimenta malagueta assim”. Segundo ele, as frutas ajudam a complementar a renda familiar com m um acréscimo de R$ 300 00 por mês.

Olinda Peixoto. Artesã Acho que até o governo tem programas bons, mas o povo é que não estuda. Então, Manaus vai ser ‘dos sonhos’ quando o povo estudar”

Maria Bernadete Queiroz. Universitária Não é mais arborizada porque temos muito asfalto, muita poluição. A arborização melhoraria a qualidade do ar”

Cidades23

na construção da Manaus, pode-se dizer que, ao longo do tempo, as autoridades não foram capazes o suficiente para Hamilton Leão administrar tamanha Presidente Iaci riqueza natural e cultural e hamilton.leao@yahoo.com.br desenvolver a cidade de forma plena aos sonhos de seus habitantes. Conviver a cidade com suas calçadas livres, com o patrimônio arquitetônico herdado, sua história, ruas e praças arborizadas, sonho de uma trânsito organizado para Manaus todos e com nossos faustosa foi igarapés verdadeiramente construído a revitalizados são alguns partir da riqueza da hevea dos sonhos do citadino. que se expandiu e criou DaManausdopassadoparaa oportunidades para erguer Manausdopresente,poderíamos uma ‘Paris dos Trópicos’ teracontinuidadeurbana sob encomenda. E, graças desejada,masaaçãopolítica a esse momento deslealnosnegouessacidade, econômico, uma poisgrandesedesordenadas arquitetura majestosa de invasõesseexpandiramese um patrimônio histórico expandempelaurbealugares nos foi deixada. Porém, distanteseseminfraestrutura, essa estonteante plantandodesigualdadee construção já começa a semeandomazelas. mostrar sinais de Em razão da falta de descompasso à medida que ordem urbanística que os administradores da ainda impera e impede de cidade colocam o termos uma cidade ideal progresso imediatista de se viver, Manaus, de como fator de cidade sorriso que se desenvolvimento, embora chamou se entristece, não se importando com adiando-nos o sonho de seus recursos naturais ao uma metrópole derrubar sua cobertura socialmente justa, vegetal e aterrar seus economicamente viável e igarapés. ambientalmente Dos acertos e percalços sustentável.

Manaus dos Paradoxos

O

Aline Patrício. Universitária

Karoline Cunha. Universitária

Acho uma das questões mais importantes para a Manaus do futuro é a segurança. A gente vive numa cidade que tem muita insegurança”

A Manaus dos meus sonhos é bem diferente da Manaus que a gente tem, com o transporte muito ruim e com tarifa muita cara”

Rildo Ronaldo de Almeida Leão. Professor Com melhorias, principalmente na saúde e no transporte, seria uma cidade ideal, já que são nessas áreas que mais a população sofre”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

Cidades23


Em 1908 houve o primeiro registro oficial da grafia ‘Manaus’ como nome da cidade, em tipografia do escritor Bertino de Miranda.

24Cidades

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Preservação da natureza a serviço de uma cidade melhor

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Luta pela manutenção do Parque Municipal Samaúma move comunidade TEXTO Annyelle Bezerra FOTO Divulgação/Iecam MANAUS

M

orador da Rua Poliana, no bairro Cidade Nova, zona norte, desde 1983, o professor de Filosofia e gestor ambiental, Augusto Leite, 65, aliou o fascínio pela natureza adquirido durante a infância, no município de Maués, com o senso de responsabilidade cidadã para contribuir para a melhoria de Manaus. Atual presidente do Instituto Ecológico e Comunitário da Amazônia (Iecam), Leite afirma que suas atividades estão voltadas para a preservação do Parque Municipal Samaúma. “O projeto surgiu há 12 anos, quando a comunidade

começou a se mobilizar para preservar este fragmento verde”, explica, ressaltando que o instituto existe desde 2005. Engajado e preocupado com a natureza por influência dos pais, donos de uma casa nos fundos da praia, em Maués, o ambientalista conta que a vontade de contribuir de alguma forma com o meio ambiente o fez buscar sua segunda graduação, de gestão ambiental. “A natureza é o nosso espaço. Sem a preservação a vida humana, animal e vegetal é são inviáveis. O nosso planeta tem os recursos favoráveis cabe a nós apenas cuidar. Meu pai tinha um sítio e sempre me levava com ele para pescar, tomar banho de rio e isso foi moldando minha formação”, conta. Apesar das obrigações bu-

Gabriela de Lima. Estudante Eu gostaria de ter uma cidade mais limpa, com mais educação, mais saúde, com mais segurança”

O professor de Filosofia Augusto Leite aposta na educação ambiental para preservar as áreas verdes de Manaus

rocráticas trazidas pelo cargo de presidente do Iecam, Leite afirma que não abre mão do trabalho na linha de frente da

Mary Fontenelle. Servidor Público

Mais lazer, com as ruas melhores, mais opção, preservação, atuando no pro- porque temos só cesso de educação ambiental no parque com as crianças das barzinhos, e quem não escolas do entorno. bebe está ‘morto’”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

1909 marca a criação da pioneira Escola Universitária Livre de Manaós, atual Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Cidades 25

‘Mercadão’ inaugura pacote de obras Carro-chefe das comemorações de aniversário, Adolpho Lisboa é entregue para a população TEXTO Clarice Manhã FOTO Nathalie Brasil MANAUS

T

otalmente revitalizado, o centenário Mercado Adolpho Lisboa, no Centro, é o carro chefe do pacote de obras entregue pela Prefeitura para comemorar o aniversário da cidade. Com investimento de R$ 13 milhões, novidades na gestão e modernização, o patrimônio arquitetônico voltará a ser cartão postal e ponto turístico para visitantes e manauaras. “No dia 1º de janeiro eu disse que o Adolpho Lisboa seria entregue no aniversário da cidade e aí está. Conseguimos resolver todas as pendências que faltavam. Está muito bonito. Manaus merece este presente que vai receber. Este é apenas o começou do resgate do nosso Centro. É o que queremos”, afirmou o prefeito Arthur Neto. O secretário municipal do Centro, Raphael Assayag, informou que todos os detalhes arquitetônicos do prédio foram respeitados. Um mural colorido conta a história do mercadão, para o público conhecer ou relembrar. “O mercado vai ser o local de referência da venda de produtos e mercadorias de qualidade, além de artesanato aos turistas. Será um ponto para quem vem de fora e quer conhecer Manaus e, também, um local para quem é da cidade e quer comprar ou comer bem”, disse.

O piso do Pavilhão Central do mercado, completamente formado por pedra lioz (Portugal), atesta que a revitalização seguiu os traços originais do conjunto arquitetônico. O Pavilhão Amazonas, que vai concentrar o artesanato, também teve o piso de pedra lioz mantido. O material chegou a ser retirado para ter a base aperfeiçoada, e foi recolocado no lugar original. O Pavilhão Frontal terá 17 lojas e foi projetado para ser o ‘cartão de visita’ do mercadão. Dois pisos compõem o ambiente, e a escada de acesso à área superior foi inspirada no modelo que ainda hoje encanta visitantes na casa do inventor Santos Dumont, na cidade de Petrópolis (RJ). Na área superior, um mirante proporciona a visão total do novo Pavilhão Central Destaque da revitalização é o plano de gestão de resíduos sólidos e tratamento de esgoto, que servirá de referência para outras zonas da cidade. A partir de hoje, 90% da água despejada no Rio Negro será limpa, evitando a poluição. Outra intervenção moderna foi a demolição dos box antigos, que deram lugar a novas estruturas, revestidas de porcelanto. Os 182 permissionários também se prepararam para a reinauguração do mercado, com curso de qualificação. Para não decepcionar o público, eles estudaram como atender bem ao cliente, como tratar o turista e manipulação de produtos.

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

David Alan Pereira Corrêa. Professor

Anderson Nascimento. Vendedor

O trânsito, a saúde e mais apoio ao esporte. Os atletas profissionais que vão representar o Estado têm que se virar atrás de patrocínio”

Mais incentivo à cultura, cuidado com os patrimônios históricos desta bela cidade como ocorre com o Teatro Amazonas”

RESTAURADO

O Mercado Municipal Adolpho Lisboa foi fechado para reforma em 2006

As luzes do Mercado Municipal Adolpho Lisboa voltam a acender hoje, para comemorar o aniversário de Manaus


Dois dos mais populares clubes do Amazonas, Nacional e Rio Negro, são fundados em 1913. São os times mais antigos ainda em atividade no Estado.

26Cidades

Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Cerca de 1,3 mil operários se revezam pelo bem de Manaus

QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

Quinta Diário

INVEST

O prog Históri R$ 33,7

Eles atuam em 20 frentes de trabalho, em todas as zonas geográficas da cidade TEXTO Clarice Manhã FOTOS Sandro Pereira MANAUS

M

il e trezentos operários se revezam em três turnos para presentear Manaus com 20 obras em avenidas importantes da cidade. São recuos e baias que vão trazer mais fluidez ao trânsito a partir deste aniversário. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) investiu mais de R$ 300 mil, e já entrega sete obras completamente prontas durante as comemorações de hoje. A Praça Domingos Russo, na Avenida Djalma Batista, zona centro-sul, está contribuindo para o bom andamento do trânsito em um dos pontos

mais críticos da cidade. O projeto seguiu os estudos topográficos da equipe de engenharia da Seminf, que planejou um recuo para ônibus que está fazendo o diferencial nos horários de pico. A praça também ganhou um estacionamento público com capacidade para 24 vagas, lâmpadas artísticas mais potentes, com menor custo e mais benefícios, e rampas de acessibilidade. A família do homenageado se emocionou e agradeceu à Prefeitura de Manaus pela reforma do espaço, onde funciona há 33 anos a clínica de oftalmologia de Geraldo Russo, filho de Domingos. No Conjunto Eldorado, zona centro-sul, a praça Altair Nunes, na Avenida Darcy Var-

gas, ganhou recuo para parada de ônibus, drenagem profunda, construção de um muro de contenção, passeio de pedestre e um abrigo para os passageiros. “Assim oferecemos mais comodidade para as pessoas que têm de esperar o coletivo e mais fluidez ao tráfego. Ou seja, melhorias que todos nós podemos desfrutar”, desse o vice-prefeito secretário de Infraestrutura Hissa Abraão. Quem passa pela Avenida André Araújo, no Aleixo, entre 17h e 19h, já notou a diferença resultante do recuo. A engenheira agrônoma Maria Luiza de Souza conta que se admirou porque as obras foram executadas durante a noite e aos sábados, e foi surpreendida com a conclusão. “Estava acostumada a passar até 40

minutos para atravessar a André Araújo. Agora levo a metade deste tempo e chego mais cedo em casa”. Até o fim do ano a Seminf, entregará 50 novos abrigos de ônibus à população. A obra, licitada no valor de R$ 5.320.372, contempla no total 70 paradas na zona leste, 70 na zona norte, 30 na zona sul e 30 na zona oeste. A pedido da comunidade, a Seminf construiu 20 vagas de estacionamento na Praça Nossa Senhora de Nazaré, bairro Adrianópolis, zona centro-sul, e também fez um recuo para os coletivos. O padre da paróquia, José Filândia, aprovou as obras. “As intervenções não alteraram em nada a beleza e o espaço da praça, nossas árvores continuam intactas”, disse.

Jéssica Esteves. Técnica Uma Manaus mais igual para todos, mais segura, principalmente”

Valdirene Santos. Serviços Gerais Com melhoria na educação, saúde, que são os dois pontos mais críticos, e transporte urbano, porque está precário”

Manaus pessoas

INFRA

Zon

As zona também pacote d Divinóp zona no a nova r na área, alagaçõ chuvas. “Estamo frentes d Manaus rua. É um ainda ne percebe solucion compro público observo Castro. A prime de Esgo Teixeira, foi cons da Secre Infraestr dos serv


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diário do Amazonas | visite D24am.com

Antes residência do alemão Waldemar Scholz, o ‘Barão da Borracha’, o Palacete Scholz se torna-se o Palácio Rio Negro em 1917.

Cidades 27 QUAL É A MANAUS DOS SEUS SONHOS?

INVESTIMENTO

O programa PAC Cidades Históricas aprovou verba de R$ 33,7 milhões para Manaus

Lucas Leão. Universitário Penso que Manaus tem que melhorar em muitos quesitos, principalmente no lado da educação e do transporte”

Recuos de ônibus dão mais agilidade ao trânsito e melhoram a vida dos usuários

Manaus foi transformada em um canteiro de obras, onde 1,3 mil pessoas trabalham para deixar a cidade melhor de se viver

INFRAESTRUTURA

RUAS

Zonas norte e leste recebem rede de drenagem

Mais de 30 quilômetros asfaltados

As zonas norte e leste da cidade também foram contempladas pelo pacote de obras. Moradores da Rua Divinópolis, comunidade Rio Piorini, zona norte, ficaram satisfeitos com a nova rede de drenagem profunda na área, que está evitando as alagações ocasionadas pelas fortes chuvas. “Estamos presenciando diversas frentes de trabalho em toda Manaus, nos bairros e aqui na nossa rua. É uma realidade. Os trabalhos ainda nem foram concluídos e já percebemos que o alagamento foi solucionado. Agradeço o comprometimento do poder público com a nossa comunidade”, observou o comerciante Edcarlos Castro. A primeira Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Jorge Teixeira, orçada em R$ 7.043.931,21, foi considerada pelos engenheiros da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), como um dos serviços mais audaciosos da

Prefeitura de Manaus. Em torno de 97% do processo de terraplanagem já foi executado, numa área de aproximadamente 3 mil metros quadrados. A obra integra o Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis), que também vai entregar 88 casas populares no bairro hoje. No total o novo conjunto habitacional, na rua Brigadeiro Hilário Gurjão, terá 204 moradias. Quase 90% do serviço de engenharia já está pronto, incluindo a urbanização, que contempla calçamentos, jardins e instalação de playgrounds. Além de obras de infraestrutura, o Prourbis constroi espaços para o lazer, centros de assistência social e educacional. Na rua Itaúba, há uma área destinada a construção de uma Creche, um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e um Centro de Referência Especializado em Assistência Social

FRASE

Edcarlos Castro Comerciante Estamos presenciando diversas frentes de trabalho em toda Manaus, nos bairros e aqui na nossa rua” Sobre obras no bairro onde mora.

(Creas). “Temos que oferecer essa estrutura para que os moradores tenham uma vida digna”, ressaltou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Outro presente para Manaus são os 32 quilômetros de ruas asfaltadas com Concreto Betuminoso Usinado Quente (CBUQ). As vias Dona Otilia, na zona oeste; Curai, na zona norte; e Joaquim Nabuco e Getúlio Vargas, Centro, são alguns dos trechos recuperados. Para o subsecretário de serviços básicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Antônio Peixoto, o recapeamento é fundamental para melhorias nos corredores viários da cidade. “Até dezembro, totalizaremos 55 quilômetros de vias recuperadas. Esse é o compromisso da Seminf”. O 2º Grupamento de Engenharia e o Grupamento Rodrigo Octávio do Exército Brasileiro estão atuando em parceria com a Seminf no recapeamento da Avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona oeste.

Rebeca Severiano. Estudante Com educação e transporte de qualidade, e mais praças para que as pessoas possam se relacionar, ter mais convivência social”

Elton Castro. Policial Militar É uma cidade mais limpa, mais urbanizada. Por onde a gente anda, vemos que a infraestrutura é muito precária, as ruas debilitadas”


Quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Diรกrio do Amazonas | visite D24am.com

Cidades 27


0186025001382618975