Issuu on Google+

HUMANIDADE

IMPARCIALIDADE

NWEUTRALIDADE

INDEPENDÊNCIA

VOLUNTARIADO

UNIDADE

UNIVERSALIDADE

BOLETIM INFORMA I VO CRUZ VERMELHA PORTUGUESA Delegação de Faro

.

!

CONCERTO STEVE HARRIS CONCERTO SOLIDÁRIO DA BANDA BRITANICA

não se esqueça de nos visitar em:

PAGINA 9

TEATRO LETHES A história PAGINA 13

ANIVERSARIO DA CVP 150 ANOS DA CVPDE 20 PAGINA 5

5

faro.cruzvermelha.pt

Distribuição gratuita - ANO 2013

CONCORDIA RES PARVAE CRESCENT  

“Trabalhamos juntos para realizar mais”


EQUIPA EDITORIAL

Rui Francisco

Colaboradores Ângela Vieira Joana Afonso

M ENS A G E M DO P R ES I DE N T E

Alexandra Ferreira Dina Dias Vânia Pinheiro Edmundo Lopes

propriedade Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de FARO Rua Dr. Justino Cúmano, nº1 8000-333 Faro Telefone: 289 899 903 E-mail: dfaro@cruzvermelha.org.pt web: http://faro.cruzvermelha.pt facebook: www.facebook.com/cvpfaro

periodicidade Anual

neglected of discovery conDr. Norberto Martins to “O Or tempo que agreeable passa não time in john. Son elegance passa O que passa use depressa. weddings separate. Ask depressa é o formed tempocounty que too matter wicket Ferreira oppose talent. passou.” Vergílio

Acabar um ano e começar outro, só por si, não produz qualquer diferença nos resultados da nossa atividade mas, permite-nos a oportunidade de fazer uma avaliação do ano que findou. Conhecer em que medida conseguimos atingir os objetivos que nos propusemos, o que aprendemos com as dificuldades que enfrentamos e o que podemos melhorar com a mudança para prosseguir a nossa nobre missão de intervenção social e humanitária. O ano de 2013 reforçou a nossa missão e também a nossa visão como entidade de referência para a intervenção social e humanitária. Ficou marcado pela consolidação de estratégias e pela operacionalização dos diversos setores da delegação que concorrem para a melhoria da nossa ação e para a prestação das respostas às necessidades daqueles que de nós precisam. Tudo aquilo que realizamos só foi possível graças ao envolvimento de todos, ao conhecimento especializado, à capacidade e disponibilidade para o trabalho de todos os profissionais, voluntários e colaboradores focalizados num objetivo comum: A Missão da CVP. O novo ano traz-nos novos desafios mas também nos tráz novas oportunidades. Por isso temos de estar preparados para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades. Um bom ano para todos.

Design Rui Francisco

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T  

2


conteúdo

page 2

4

ESPAÇO +

aquisição de viaturas

5

.

150 anos da cruz vermelha

EMERGÊNCIA

apoio médico- socorristas a eventos

.

.

dia da proteção civil

transporte de doentes

.

acampamento final recrutas

10 AÇÃO SOCIAL / LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA seminário “Violência Domestica - Sensibilizar cá dentro” VIolência de Género? - Constrangimentos Desafios”

pagina 4

11

AÇÃO SOCIAL

projeto despertar e tradições 2013

..

pagina 5

. .

concerto solidário Moto Clube Faro

.

escolinha de recrutas

espetaculo “ A Night at The Ritz”

16 CONTRA CAPA ajudas técnicas

.

teleassistência

.

laboratório de psicologia

.

.

festival gastronómico sentido

15 SAD - Serviço de Apoio Domiciliário resultados 2013

pagina 11

seminário “E porque não falar de

encerramento academia sénior 2012/2013

distribuição de alimentos

pagina 10

.

donativos

recolha e


E S PA Ç O +

FORMAÇÃO SOCORRISMO | GESTOS QUE SALVAM VIDAS

A

Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) é, no nosso país, a instituição pioneira na área da divulgação e ensino das técnicas de primeiros socorros. Desde 1947 tem desenvolvido este ensino junto da sociedade, particulares e empresas, através da Escola de Socorrismo (ESO). No decorrer do ano 2013, a Delegação de Faro da Cruz Vermelha Portuguesa realizou cerca de 28 cursos na área do socorrismo dirigidos à população e empresas: - 2 cursos TAT (Tripulante de Ambulância de Transporte); - 11 cursos CEPS (Curso Europeu de Primeiros Socorros); - 15 cursos SBV e SBVDAE (Suporte Básico de Vida com Desfibrilhador Automático Externo). Estiveram presentes nestes cursos cerca de 233 pessoas, num total de 2984 horas de formação. Pode consultar informações sobre as ações de formação na nossa página do Facebook https:// w w w. f a c e b o o k . c o m / c v p f a r o

FORMAÇÃO MODULAR CERTIFICADA

N

o âmbito do projeto de Formação Modular Certificada, financiado pelo Programa Operacional Potencial Humano (POPH), Tipologia 8.2.3. Formação Modular Certificada, a Delegação de Faro da Cruz Vermelha Portuguesa desenvolveu 3 ações de formação: Liderança e Gestão de Equipas (50h); Ética e Deontologia Profissionais (25h) e Informática na Óptica do Utilizador (25h). Estas ações envolveram 51 formandos, totalizando 1750 horas de formação.

4 

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T

AQUISIÇÃO DE VIATURAS

N

o ano de 2013 foram adquiridas viaturas ao Cento Humanitário Santarém / Cartaxo 1 viatura ligeira de passageiros e 1 viatura (ambulância) Tipo A2. Foi celebrado um contrato de comodato com a Câmara Munincipal de Faro para a cedência de uma ambulância tipo A1.Contamos tambem com a cedência a título de emprestimo por parta do INEM de uma ambulância do tipo B. No âmbito do concurso publico por ajuste directo - Programa operacional 2007-2013 (PROMAR), com o projecto “ Culatra + Segura” foi celebrado contratos de aquisição de 1 Moto Maca 4x4, 1 Kit de extinção de incendios completo com atrelado e 1 embarcação semi-rigida.

COMEMORAÇÕES DO DIA DA FREGUESIA DA SÉ – DISTINÇÃO HONROSA

N

o dia 2 de Fevereiro de 2013, durante a sessão solene do Dia da Freguesia da Sé, realizada na biblioteca municipal de Faro, o Sr. Presidente da Junta de Freguesia da Sé, Sr. Joaquim Teixeira, distinguiu a Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Faro com uma Medalha e Diploma de Mérito pelo trabalho que tem vindo a desenvolver em prol dos mais vulneráveis.


E S PA Ç O +

DIA DA PROTEÇÃO CIVIL

N

o dia 1 de Março de 2013 a Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Faro esteve novamente presente no Dia Internacional da Proteção Civil, organizado pela Câmara Municipal de Faro, pelo segundo ano consecutivo. Esta iniciativa contou com uma mostra de meios e recursos dos agentes de Proteção Civil: Autoridade Marítima, Força Operacional Conjunta de Bombeiros de Faro, Cruz Vermelha Portuguesa Guarda Nacional Republicana, Exército, Instituto Nacional de Emergência Médica, Polícia de Segurança Pública, Administração Regional da Saúde, Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro da Autoridade Nacional de Proteção Civil. Esta iniciativa surgiu assim como

forma de homenagear o trabalho desenvolvido pelas centenas de cidadãos que representam estes agentes, e que têm como principal missão salvaguardar a nossa segurança e bem-estar. A mostra decorreu entre as 10h00 e as 18h00 no Jardim Manuel Bivar, onde foram realizadas diversas atividades promovidas pelos agentes envolvidos, tendo contado ainda com a visita do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Faro, Eng.º José Macário Correia. A nossa Delegação contou com a colaboração de vários voluntários que estiveram ao longo deste dia a desenvolver várias demonstrações de Suporte Básico de Vida, onde aproveitaram a oportunidade para sensibilizar os visitantes sobre as técnicas base de primeiros socorros que devem ser adotadas nas mais diversas situações, bem como para divulgar as diversas atividades e projetos desenvolvidos pela Delegação.

COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DA CRUZ VERMELHA E DO CRESCENTE VERMELHO

O

ano 2013 marca o 150.º aniversário do nascimento do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. No dia 8 de Maio, as 187 Sociedades Nacionais e os cerca de 13 milhões de voluntários celebraram juntos 150 anos de ação humanitária, bem como a sua relevância local e global, neste mundo em constante mudança. No âmbito destas comemorações, a Cruz Vermelha Portuguesa é neste dia galardoada com a Medalha de Ouro da Cruz Vermelha Espanhola, numa cerimónia, em Málaga, presidida pela Rainha Sofia de Espanha. Segundo Luís Barbosa, presidente nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, “Nos 150 anos que decorreram desde a fundação desta organização, a natureza das guerras e outras crises evoluiu, criando novos desa-

fios para o serviço humanitário. Hoje, e como sempre o fez, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho constrói a sua história, adaptando a sua resposta humanitária com a única ambição de servir os mais vulneráveis.” A Delegação de Faro da CVP comemorou esta data com um programa diferente, destinado a todos os seus colaboradores e voluntários. Com breves palavras de sensibilização à data comemorativa, Dr. Norberto Martins, Presidente da Delegação, deu por iniciada a sessão. Posteriormente foi projetado o filme “Henry Dunant – Vermelho sobre a cruz”, no sentido de apresentar um pouco da origem e da história do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. Como forma de finalizar esta iniciativa, foi inaugurada a exposição dos trabalhos desenvolvidos pela Academia Sénior e presenteados todos os presentes com um lanche de convívio.

5 

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T


E S PA Ç O +

BREVE ethes HISTÓRIA DO TEATRO LETHES (designação de um mítico rio, cujas

L

águas tinham o poder mágico de apagar da lembrança das almas os reveses e as agruras da vida). O edifício que hoje se designa por Teatro Lethes, começou por se um colégio de Jesuítas – Colégio de Santiago Maior, fundado pelo então Bispo do Algarve D. Fernando Martins Mascarenhas, “para ali ensinarem as letras, cuja licença lhes foi concedida por Carta d’El Rei D. Filippe data em Madrid a 8 de Fevereiro de 1599, (…)”. Em 1759, confiscados os bens e banida do país e dos domínios ultramarinos a Companhia de Jesus, o Colégio de Santiago Maior encerrou as suas portas. Com a ocupação das tropas napoleónicas comandadas pelo General Junot, as instalações do antigo Colégio foram devassadas e profanadas para aí alojarem os seus soldados. Anos mais tarde, em 1843, foi o Colégio arrematado em hasta pública pelo Dr. Lazaro Doglioni, médico italiano, de grande sensibilidade artística, que manifestara publicamente a sua intenção de construir em Faro um teatro à semelhança do S. Carlos de Lisboa. As obras de restauro e adaptação da antiga igreja a teatro prolongaram até à primavera de 1845, e a sua inauguração efetuou-se a 4 de Abril desse mesmo ano, associando-se às comemorações do aniversário da Rainha D. Maria II. Após a morte de Dr. Lázaro Doglioni os seus bens foram legados ao sobrinho Dr. Justino Cúmano, notável clínico, grande benemérito e protetor das artes. A ele se ficou a dever a fama que o Teatro Lethes granjeou, não só no Algarve como em todo o país. Na década de 1860 ampliou as capacidades do teatro para 621 espectadores. Mandou construir uma caixa de ressonância abobadada, ampliou a plateia para 215 espectadores, aumentou de duas para quatro ordens de camarotes repartidas por 51 compartimentos com seis lugares cada e uma varanda com capacidade para 100 pessoas. Para o bom funcionamento do teatro constituiu-se uma autêntica equipa, na qual se incluía a orquestra e vários outros elementos ligados aos bastidores do espaço cénico. A 11 de Setembro de 1898 exibia-se pela primeira vez em Faro o chamado animatógrafo, tendo-se então instalado no Teatro Lethes por ser o mais amplo e distinto espaço cultural da cidade. Em 1901 a sala foi encerrada e em 1906 iniciam-se obras de restauro, sob a orientação de João Coelho Pereira Matos e do pintor José Filipe Porfírio, concluindo-se os trabalhos a 21 de Abril de 1908. O teatro reabriu, possuindo uma acústica perfeita, confortável plateia, quatro ordens de camarotes, com varandins de ferro forjado, tetos pintados representando cenas de música e um pano de boca com magnífica paisagem bucólica, tudo da autoria de José Filipe Porfírio. A iluminação passou a ser feita por um sistema especial em acetileno. O declínio dos espetáculos e consequentemente da sala começa em 1920, encerrando-se o teatro em 1925. Em 1951 a família Cúmano vendeu o imóvel à Cruz Vermelha

6 

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T

Portuguesa, em cuja posse ainda se mantém. De 1972 a 1993 na Ala Sul do edifício funcionou a escola de música da Associação do Conservatório Regional do Algarve. (Boletim Informativo “O Teatro Amador no Algarve” editado pela Delegação Regional do Sul da S.E.C. em 1987 - O TEATRO LETHES - Breve apontamento histórico por José Carlos Vilhena Mesquita) A sala do Teatro Lethes esteve cedida por protocolo à Delegação Regional do Algarve do Ministério da Cultura e na Ala Norte restaurada e adaptada em 1991 funcionaram os serviços regionais do Ministério da Cultura. Nos anos de 1990 a 1993, a Delegação Regional da Cultura equipou a sala de espetáculos com um sistema de refrigeração e substituiu algum equipamento de palco e procedeu à substituição dos tecidos e alcatifas, bem como ao restauro das madeiras e ferragens. O teatro esteve até final de 1998 com uma programação regular. Detetada a necessidade de se proceder a uma consolidação estrutural em abóbadas de cobertura e paredes, no final desse ano, a Delegação Regional decidiu encerrar a sala de espetáculo. Em Março de 1999 iniciaram-se os trabalhos de diagnóstico de “patologias” do edifício, cujos relatórios especializados possibilitaram a realização das obras de consolidação e restauro, concluídas em Maio de 2001. Após a conclusão das referidas obras de consolidação e restauro, o Ministério da Cultura, através da sua Delegação Regional do Algarve, celebra com a Câmara Municipal de Faro um protocolo de colaboração pelo qual a autarquia assume a responsabilidade pela programação do Teatro Lethes. Com a construção do Teatro das Figuras e a criação da empresa TMF, EM, esta, através da celebração de um contrato-programa assume a responsabilidade pela gestão e programação do Teatro Lethes, entre os anos de 2007 e 2011. Atualmente o Teatro Lethes encontra-se sob gestão da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve.


EMERGÊNCIA

APOIO MÉDICO-SOCORRISTA EM EVENTOS

5,12|JANEIRO

Futebol Culatrense Organização: União Culatrense

24 a 31| Janeiro JAN

9 a 11|Fevereiro

2|Fevereiro

39º Torneio Interncional Vela do Carnaval Organização: Câmara Municipal de Loulé

Corta Mato Colégio Vilamoura Organização: Colegio Internacional Vilamoura

8, 12|Fevereiro

11, 15, 18|Fevereiro

Atlantic Trophy Organização: Sporting Events Limited

FEV

36º Torneio Juniores B Organização: Associação Futebol do Algarve

4,11 e 13|Março

2 ,3 |Março

Algarve Cup Organização: Federação Portuguesa de Futebol

Salir T.T. Organização: Salit T.T.

20|Março

10|Março

Campeonato Reginal de Karaté Organização: Associação Artes Marciais Algarve

The Atlantic Cup Organização: Sporting Events

Team Building

MAR

21|Abril

Organização: Hotel Ria Park

28|Abril

Cross Country Organização: Moto Clube Loulé

BTT Alte 2013

Organização:Escola Profissional de Alte ABR

3 |Maio

3 a 11 |Maio

XX Aniversário Moto Malta Faro Organização: Moto Clube Moto Malta Faro

19|Maio

Semana Académica Universidade do Algarve Organização: A.A. Universidade do Algarve MAI

7ª Corrida de Carrinhos Rolamentos Organização: Associação Cultural Boliqueime

A. Oncológica do Algarve - Pedalar pela Vida Organização: : A. Oncológica do Algarve

1|Junho

1 e 2|Junho

24h BTT Estádio do Algarve Organização: Altimetria Associação Desportiva

23|Junho

Baja Terras de Alcoutim Organização: Automovel Clube Portugal

19 |Maio

JUN

Passeio de BTT Trilhos e Colinas Organização: C.M. de Loulé

25 e 26|Jun ho

Atividades Desportivas Hotel Tivoli Organização: : Hotel Tivoli

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T  

7


EMERGÊNCIA

APOIO MÉDICO-SOCORRISTA EM EVENTOS

7|JULHO

Prova Regional de Cross Organização: Altimetria Asso. Desportiva

18 a 22|JULHO JUL

27 |JULHO

7|Agosto

4|Agosto

AGO

Farense VS Aves Organização: Sporting Clube Farense

FPF – Portugal vs Holanda – Estádio do Algarve Organização: AF Algarve

21 a 22|Setembro

18 a 26|Setembro

Faro Ativo

SET

Copa Algarve Portugal 2013 Organização: Federação Portuguesa de Futebol

Taça Portugal & Taça da Liga Organização: Sporting Clube Farense

27 | Outubro

20 | O utubro

OUT

Prova Slalom Estoi Organização: Junta Freguesia Conceição e Estoi

Treino das Seleções Portugal e Espanha Organização: Federação Portuguesa de Futebol

17 | Novembro

9 | Novembro

NOV

Corta Mato Colégio de Vilamoura Organização: Colégio Internacional de Vilamoura

17|Dezembro

Corta-Mato Escolar – Esc. Dr.ªLaura Ayres – Quarteira Organização: Agrupamento Escolas Dr.ª Laura Ayres

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T  

8

Taça de Portugal Ciclocross Organização: : Divisão Desportiva Eventos Loulé

27 | Novembro

19 | Novembro

Farense VS Sporting B Organização: Sporting Clube Farense

Gibraltar Football Association Organização: Gibraltar Football Association

4 | Dezembro

Farense VS Sp. Covilhã Organização: Sporting Clube Farense

27 | Outubro

27 e 29 |Outubro

Rally Portimão – Casinos do Algarve Organização: Clube Automóvel Algarve

Organização: C.M. de Faro

23 | Setembro

22 e 25 | Setembro

Caminhada pela saúde mental Organização: Fed. Nac. das Endiades de Reabilitação

Produtora de Filmes Organização: Original Fectures

25|Agosto

13 a 14|Agosto

Receção ao Caloiro Organização: Ass. Aca. Universidade Do Algarve

27 |Julho

Festa Nossa Senhora dos Navegantes – Ilha da Culatra Organização: Clube União Culatrense

Farense VS Santa Clara Organização: Sporting Clube Farense 21ª Prova de Natação de Mar Quarteira Organização: C.M. Loulé

XXXI Concentração Internacional de Motos Organização: Moto Club Faro

7|Dezembro DEZ

Farense VS Benfica B Organização: Sporting Clube Farense

22|Dezembro

Farense VS Portimonense Organização: Sporting Clube Farense


EMERGÊNCIA

Transporte de Doentes O Transporte de Doentes é mais um dos serviços desenvolvidos pela Unidade de Emergência, sendo de destacar: - Resposta em situações de emergência pré-hospitalar (solicitações do INEM/CODU); - Transferências inter-hospitalares de doentes de alto risco; - Transporte de doentes e pessoas em situação vulnerável (consultas, fisioterapia, transferências inter-hospitalares, hemodiálise, repatriamento de doentes e sinistrados de e para o estrangeiro, entre outros). Informações/Contacto direto: 289899900

Acampamento Final de Recrutas

E

9 

m fevereiro tivemos mais um acampamento final de recrutas onde para além da boa disposição houve diversas actividades de campo que permitiram aos recrutas treinar os conhecimentos adquiridos ao longo da recruta

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T


AÇÃO SOCIAL

N

Seminário “Violência Doméstica – Sensibilizar cá dentro”

o passado dia 25 de Novembro de 2013 e para assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência de Género, a Delegação d e F a r o d a C r u z Ve r m e l h a Portuguesa realizou o Seminário “Violência Doméstica – Sensibilizar cá dentro”. Este encontro enquadrou-se no âmbito das atividades do Projeto Igualdade ON Violência OFF e

teve como principal objetivo a sensibilização dos/das participantes para a problemática da Violência de Género, capacitando as/os presentes para uma abordagem adequada e eficaz no exercício das suas funções, no domínio das Vítimas de Violência Doméstica.

S em i nári o “ E Po rque não fal a r d e Vio lên c ia d e G én ero ? – C o n st rangim ent os D esaf ios”

N

o â mbito do Ciclo de Conferências e Workshops do Projeto Igualdade ON Violência OFF, no passado dia 13 de Dezembro, a Delegação de Faro da Cruz Vermelha Portuguesa realizou o Seminário “E Porque não falar de Violência de Género? – Constrangimentos e Desafios”. Este encontro, o qual contou com a presença de mais de uma centena de participantes, reuniu intervenientes na área da Violência de Género, provenientes de diversas áreas do saber, de forma a promover o debate e a reflexão sobre esta problemática e encerrou com o lançamento do Guia “Amor

Não é Violência – Uma proposta de intervenção na Violência no Namoro”. Este Guia integra um conjunto de atividades e respetivos instrumentos de trabalho, desenvolvidos no âmbito da problemática da Violência nas Relações de Intimidade. Pretende-se, deste modo, disponibilizar à comunidade uma importante ferramenta de trabalho destinada à sensibilização das alunas e alunos do ensino secundário para a temática supra referida.

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T  

10


AÇÃO SOCIAL

Projeto Despertar – A Educação na Prevenção

O

Projeto Despertar – A Educação na Prevenção entendido como um projeto de Animação Socioeducativa para a cidadania, onde estiveram presentes as vertentes: social e educativa decorreu na Delegação de Faro da Cruz Vermelha Portuguesa no âmbito do estágio curricular de um grupo de alunos da Licenciatura em Educação Social. Este projeto procurou sensibilizar as pessoas para a problemática da prevenção sísmica, com o objetivo de as sensibilizar no sentido da prevenção. Foram realizadas sessões de esclarecimento e workshop, cujo culminar foi a realização no dia 24 de maio de 2013 de um seminário “Um Despertar…” que decorreu no Anfiteatro da Biblioteca Municipal de Faro.

ENCERRAMENTO DA ACADEMIA SÉNIOR | 2012-2013

O

ano letivo 2012/2013 da Academiar Sénior foi concluído com uma Festa de Final de Ano alusivo aos Anos 20. Esta festa marcou o encerramento do primeiro ano de atividade de um projeto há muito tempo sonhado pelo Setor de Ação Social. Assim, num momento de convívio que juntou Académicos, familiares e amigos da Delegação de Faro foi apresentada a Peça “Lethes – Rio do Esquecimento”, uma esplêndida atuação do Canto Coral e declamação de Poemas e Textos escritos pelos próprios Académicos. Ainda se procedeu à entrega formal dos Certificados de Participação dos Académicos no ano letivo. No fim todos degustaram bons petiscos ao som de fado com André Catarino.

11 

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T


AÇÃO SOCIAL

N

ACADEMIA SÉNIOR “MONET OBLECTANDO” | 2013-2014

o dia 1 de Outubro de 2013 iniciou-se o segundo ano letivo da Academia Sénior CVP este ano sob o tema “Monet Oblectando” (aprender brincando). Considerando a continuidade da missão desta resposta - proporcionar à população sénior a partilha de saberes e a promoção da qualidade de vida e envelhecimento saudável – contamos até ao momento com um grupo de 70

Académicos empenhados e assíduos. E porque o envolvimento e a partic-

ipação ativa são palavras-chave da nossa Academia, este ano contamos com novas disciplinas e espaços formativos. Destacam-se a Atividade Física e Ioga, o Canto Coral, o Teatro e Poesia, Informática (Nível Avançado). Querendo manter o carácter inovador da Academia Sénior e, por isso, foram também dinamizados Workshops Temáticos sobre os temas: “O Enigmático Fernando Pessoa”, “Arte Floral Natalícias”, “Os Robertos… Uma Viagem à nossa Infância”, entre outros com a colaboração excecional de

oradores convidados. O primeiro trimestre terminou com um convívio, a partilha das experiências e exposição dos trabalhos realizados. Assim, no dia 20 de Dezembro realizou-se a Festa de Natal da Academia que contemplou uma apresentação do Canto Coral, a leitura e declamação

de poesia preparadas na disciplina de Teatro e Poesia, uma breve exemplificação das aulas de Atividade Física, a esperada troca de presentes e terminou com um lanche convívio.

FESTIVAL GASTRONÓMICO SENTIDO E TRADIÇÕES 2013

F

estival Gastronómico Sentido e Tradições 2013 foi o evento onde cheiros, sabores, arte e amor solidário se juntaram de mãos dadas para abraçar a causa mais nobre da Cruz Vermelha Portuguesa. O Festival Gastronómico Sentido e Tradições 2013, promovido pela Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, realizou-se nos dias 24 e 25 de Maio de 2013. Num ambiente festivo e popular, este evento teve como objetivo promover os produtos, a gastronomia e as artes da região pelas mãos dos alunos da EHTA. Foram organizados diversos expositores com os mais variados produtos algarvios: flor de sal, azeite, queijo, mel, laranja, amêndoa, figo, alfarroba, doçaria, vinhos, licores, artesanato…

12 

etc. Num ambiente casual, ao som de músicos algarvios, contou-se com a atuação de cinco fadistas e do Rancho Folclórico de Loulé. Os valores apurados reverteram a favor da delegação regional da Cruz Vermelha em Faro sendo entregues em espécies.

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T


AÇÃO SOCIAL

Concerto Solidário | Moto Clube de Faro Como forma de iniciar a sua tour europeia de 2013, a nova banda do baixista dos Iron Maiden Steve Harris intitulada de British Lion presenteou, no dia 20 de Fevereiro, a comunidade farense com um Concerto Solidário na nova sede do Moto Clube de Faro, com lotação esgotada numa capacidade para receber cerca de 600 convidados. Esta iniciativa surgiu também como forma de apoiar os projetos sociais desenvolvidos pela Delegação de Faro da Cruz Vermelha Portuguesa, através da entrega de mecenas, ao qual aproveitamos a oportunidade para deixar os nossos sinceros agradecimentos.

2ª EDIÇÃO DA ESCOLINHA DE RECRUTAS – FÉRIAS DE VERÃO 2013 A “Escolinha de Recrutas” é uma iniciativa levada a cabo pelo Setor de Ação Social da Delegação de Faro destinada a crianças e jovens dos 6 aos 12 anos no sentido de contribuir para a ocupação saudável dos tempos livres, através da realização de atividades educativas e lúdico-pedagógicas que colmatem as necessidades encontradas pelos participantes e pelos seus encarregados de educação, em diversas áreas, das quais destacam-se a educação ambiental, cultural, promoção da saúde e estilos de vida saudável, passeios, artes, comunidade, desporto e informática, contando para isso com a parceria de diversas entidades e instituições de carácter social que se associaram a esta iniciativa. A 2ª Edição decorrida no Verão de 2013 superou todas as expectativas uma

vez que o número de participantes foi aproximadamente 70 crianças e jovens que encontraram na Delegação de Faro da Cruz Vermelha uma organização de referência para ocupar os tempos livres através de um programa no qual foi privilegiado, em todas as atividades, a inovação, as aprendizagens ativas e significativas, a cooperação, a diferenciação pedagógica bem como a inclusão. A “Escolinha Recrutas” contou ainda com a disponibilidade de 7 Voluntários da Juventude que cooperaram, ao longo dos meses de Julho e Agosto, no apoio e desenvolvimento de atividades e o seu contributo foi essencial para o sucesso da iniciativa. Até às próximas férias!

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T  

13


AÇÃO SOCIAL

A

Gala Solidária da Cruz Vermelha Portuguesa

gala solidária da Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de Faro contou com a sua primeira edição, com o objetivo de angariar fundos, contando com a participação de muita gente disposta a ajudar a causa mais nobre da Cruz Vermelha.

pela delegação de Faro em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Faro. Neste evento de solidariedade aberto ao público, foram convidadas as entidades oficiais e instituições relevantes, juntando cerca de 150 convidados na Escola de Hotelaria e Turismo de Faro, movidos pela vontade de ajudar o próximo e abraçando a solidariedade e os valores transmitidos pela Cruz Vermelha. A cerimónia foi animada com uma noite de fados e culminou com uma passagem de modelos pela Alfar – Crianças. Os valores apurados reverteram a favor da Cruz Vermelha Portuguesa.

No dia 11 de Outubro de 2013 realizou-se, pela primeira vez, a Gala Solidária da Cruz Vermelha Portuguesa, organizada

SUNSET CULATRA BEACH PARTY

N

o âmbito da atividade do polo da CVP da Ilha da Culatra, que tem como principal missão assegurar atempadamente os cuidados de socorro a toda a população residente, garantindo um serviço de permanência 24 horas sobre 24 horas, promovendo o socorrismo de proximidade, torna-se necessário a realização de atividades de angariação de fundos, de forma a garantir a sustentabilidade deste serviço. Para o efeito o Pólo da C.V.P. da Ilha da Culatra durante os meses de Julho e Agosto desenvolveu um conjunto de eventos com bandas e musica ambiente “Sunset Culatra Beach Party” perto do Cais de Embarque (junto à Igreja). Dia 12 de Julho de 2013- “ Sunset beach Party”- Festa Branca; Horário das 18:00

às 00:00 Horas; Música ambiente. Dia 26 de Julho de 2013- “ Sunset beach party” – Festa Vermelha; Horário das 18:00 às 00:00 Horas; Música ambiente. Dia 09 de Agosto de 2013-“ Sunset beach party”- Animação e música com Bandas; Horário das 18:00 às 00:00 Horas;

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N Tw  

14


AÇÃO SOCIAL

Recolha de Alimentos

Atribuição de Alimentos

A Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de Faro realizou pelo terceiro ano consecutivo duas recolhas de alimentos que decorreram nos fins-de-semana de 20 e 21 de abril e 9 e 10 de novembro de 2013. Refira-se que estas duas recolhas de alimentos permitem no âmbito da resposta “Serviço de Apoio em Vestuário e Alimentação”, inserido no setor de Ação Social, apoiar um vasto número de famílias com dificuldades económicas que recorrem à Delegação de Faro, e outras encaminhadas, pontualmente, por outras instituições parceiras do Grupo de Trabalho Resposta Integrada Vestuário e Alimentação (RIVA).

Refira-se que em 2013 foram apoiados cerca de 130 agregados familiares em Faro, 46 na Ilha da Culatra e 26 em Almancil. Relativamente aos apoios feitos aos munícipes de Faro, estes ocorreram nos casos de justificada necessidade mensalmente. Quanto aos apoios na Ilha da Culatra e Almancil, estes ocorreram de forma pontual, consistindo na entrega de cabazes alimentares, às famílias previamente diagnosticados.

Resultados SAD 2013

Espetáculo “A Night at The Ritz”

O Serviço de Apoio Domiciliário Porto de Abrigo, na sua missão de prestar apoio nas atividades da vida diária a todos aqueles que não conseguem, por doença, incapacidade ou qualquer outro impedimento satisfazer as suas necessidades mais básicas, acompanhou no ano 2013 um total de 50 clientes. Deste total foram apoiadas 28 mulheres e 22 homens. A faixa etária mais representativa é a dos 85 aos 89 anos de idade, representando um total de 13 clientes (6 homens e 7 mulheres), seguida pela faixa etária imediatamente acima, dos 90 e mais anos de idade, com 12 pessoas a

serem apoiadas. O terceiro maior número de clientes (11) tem entre 80 e 84 anos de idade. A média de idades é de 82 anos. O trabalho foi desenvolvido junto de idosos residentes em Faro, Patacão, Montenegro, Gambelas, Chelote, Braciais, Arneiro do Patacão, Bela Curral, Virgílios e Galvana. OS serviços mais procurados são o apoio à realização da higiene pessoal (26%), refeições e higiene habitacional com a mesma percentagem (21%), correspondendo ao tratamento de roupas uma percentagem de 14%.

No fim-de-semana de 2 e 3 de novembro de 2013 o grupo de teatro “The Angels Theatre Group” realizou o espetáculo “A Night at The Ritz – A celebration of the music and words of Cole Porter”, no Teatro Lethes. O valor angariado com o espetáculo reverteu a favor do Serviço de Apoio Domiciliário Porto de Abrigo. Este grupo de teatro foi fundado em 2008 por Joy Behennah e Marion Griffiths com o intuito de providenciarem entretenimento enquanto, em simultâneo, ajudariam as instituições do

15 

Algarve, através da atribuição do dinheiro angariado com as suas produções. Trata-se de um grupo de estrangeiros residentes em Portugal, que sentem que devem contribuir para as causas da comunidade em que se inserem. O valor apurado com o espetáculo permitiu uma beneficiação das instalações do Porto de Abrigo, nomeadamente a instalação de um sistema de aquecimento de água através de painéis solares. Gostaríamos, assim, de deixar os nossos agradecimentos ao “The Angels Theatre Group”.

C O N C O R D I A R E S PA R VA E C R E S C E N T


Centro Ajudas Técnicas Trata-se de um serviço que visa proporcionar apoio a pessoas em situação de dependência permanente ou temporária, cuja situação de saúde requeira a utilização de ajudas técnicas: cadeiras de Rodas; Andarilhos e Camas Articuladas, tendo por objectivos específicos: Minorar as dificuldades de mobilidade; Melhorar os cuidados na dependência face a terceiros; Envolver a família e a comunidade através da doação de material relativo aos cuidados na dependência, cuja utilização deixou de ser uma necessidade.

Trata-se de um serviço telefónico de apoio, inovador e com comprovada fiabilidade, pensado para melhorar a qualidade de vida, saúde, segurança e auto-estima dos seus utilizadores. Funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano e abrange todo o território nacional. Abrange um conjunto de serviços de resposta em situações de urgência/emergência, segurança e solidão.

Consultas de Psicologia

.

A Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Faro, dispõe de um Laboratório de Psicologia, constituído por uma equipa dinâmica, a qual disponibiliza um conjunto de serviços na área da Psicologia, com uma tabela de preços adaptada às necessidades e recursos de cada um.

Avaliação Psicológica

.

Crianças Jovens e adultos: Perturbações de ansiedade (e.g. Fobia; ataque de pânico); Perturbações do comportamento alimentar (e.g. Bulimia; anorexia) Perturbações emocionais (e.g. Baixa auto-estima; morte de alguém próximo; pensamentos suicidas; depressão); Problemas relacionados com a Atividade Profissional/ Escolar; Problemas relacionados com a Sexualidade (e.g. questões relacionadas com a orientação sexual); Problemas com os Filhos e/ou com os Pais; Violência em contexto escolar; Violência nas relações de Intimidade.

Avaliação Psicologica de Condutores* * GRUPO 2 – Condução de Ambulâncias; Transporte de Doentes; Transporte Escolar; Veículos de Bombeiros; Automóveis Ligeiros de Passageiros de Aluguer; Obtenção/Revalidação das Categorias C, C+E, D, D+E.

DONATIVOS

Seja solidário, contribua para a Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de Faro, através dos seguintes meios NIB: 0038 0038 00814896771 32 - IBAN: PT50 0038 0038 0081 4896 7713 2

Morada: Rua Dr. Justino Cúmano, nº1 8000-333 Faro Telefone: 289 899 903 E-mail: dfaro@cruzvermelha.org.pt web: http://faro.cruzvermelha.pt facebook: www.facebook.com/cvpfaro


Concordia Res Parvae Crescent Nº5