Page 76

“Olha. Acho que prefiro só Batata mesmo, amor.” “Tem razão. Bom, o que você acha que a gente deve fazer?” Perguntei tentando não olhar pro Pikachu. Pikachu saberia a resposta. “Não sei. Acho que consigo continuar amando o Batata do mesmo jeito, só que agora ele tem essa voz estranha.” “Alguma ideia do que causou isso? Quer dizer, acho que a gente não recebeu a visita de alienígenas do Hip-Hop que estão fazendo experimentos no nosso cachorro, certo?” “Como eu disse, não sei. Sugiro que a gente foque no que tá ao nosso alcance. Na verdade, eu tive uma ideia no carro. Tá preparado?” Fiz que sim. “Então, cara, sabe a Gata Rabugenta? Aposto que o dono daquela porra deve estar sentado na grana. Tem filme da Gata Rabugenta com a Aubrey Plaza, você compra camiseta da Gata Rabugenta no Hot Topic, tem petisco pra gato da Gata Rabugenta, a Gata Rabugenta virou a galinha dos ovos de ouro. A gente pode fazer a mesma coisa com o Batata! Porra, meu, um cão que fala como o Ja Rule? Há quanto tempo esse cara não faz algo relevante? Desde que o 50 Cent disse que ele cantava igual ao Cookie Monster? Porra, deve ter alguma nostalgia maluca nisso. Vou deixar de servir mesas no

98

Profile for cusoa

2017 Word for Work Workshop ebook  

2017 Word for Work Workshop ebook  

Profile for cusoa