Page 1

Curso: Arteterapia na Educação Inclusiva

Módulo 3

Neurobiopsicologia do Conhecimento

Sonia Branco GPEC – Educação a Distância www.gpeconline.com.br Arteterapia na Educação Inclusiva - Módulo 3


NEUROBIOPSICOLOGIA DO CONHECIMENTO O Sistema Nervoso e a estrutura anatomo-funcional que rege nossa vida relacional e nosso corpo, é o ordenador que determina o funcionamento de nosso organismo, modela e adapta condutas e nos mantém em equilíbrio biopsico-social com o ambiente que nos rodeia. O cérebro, para cumprir funções tão maravilhosas quanto admiráveis como o pensamento, a inteligência, o movimento próprio coordenado, os sentidos, etc., dispõe de mais de milhões de neurônios que elaboram neurotransmissores diversos, e que, através deles se dão as sinapses que estabelece a comunicação entre eles. As ações fundamentais do Sistema Nervoso são a recepção, armazenamento e envio de informações. Eletronicamente gera, propaga e transmite impulsos elétricos. Mas o SN é algo mais que eletrônico: acima do nível reflexo, é um sistema flexível que utiliza experiências anteriores (aprendizagem) e é capaz de reter conteúdos (memória). Os traumas encéfalo-craneanos em crianças se classificam em leves, moderados e graves baseando-se nas pontuações obtidas segunda a Escala de Glasgow. T.E.C. grave (Glasgow 3 - 8) é menos freqüente em crianças que em adultos, e a mortalidade esta associada com o grau de lesão, se ela é significantemente baixa. A diferença dos adultos em risco de morte por um TEC lê (Glasgow 1215) é que em crianças praticamente não existe. T.E.C.

moderado

(Glasgow

8

-

12)

parece

ocorrer

em

proporção

aproximadamente similar entre crianças e adultos, mas o risco de morte na infância é significantemente menor.

2


O desenvolvimento e amadurecimento normais do cérebro geram algumas mudanças que podem afetar a suscetibilidade do SN às lesões e suas subseqüentes respostas aos traumas. Entre essas mudanças estão: 1. O aumento na rigidez e resistência do crânio; 2. A redução da massa relativa do cérebro em relação à massa corporal; 3. A diminuição progressiva do conteúdo de água da substância branca e da substância cinza; 4. A mielinização crescente do SNC, 5. A regionalização do fluxo sanguíneo cerebral, 6. O aumento do metabolismo cerebral 7. As variações entre o fluxo sanguíneo e o metabolismo cerebral. Alguns destes processos são protetores, mas também podem fazer o cérebro mais reativo às lesões ou reduzir sua resposta ao tratamento.

3

Nerobiopsicologia do Conhecimento  

Curso Arteterapia na Educação Inclusiva GPEC - Edição do Texto Janaína Corrêa Martino Bernaola - Autora do Texto: Sonia Branco

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you