Page 1

EDIÇÃO NÚMERO #001 | CURITIBA ANGELS | CURITIBA | PARANÁ | BRASIL

Habemus uma rede de investidores-anjo. Por Leonardo Barros Jianoti / Co-Founder

Só depois de me perguntarem as razões para a criação da Curitiba Angels é que me toquei que não criamos a Curitiba Angels: ela foi criada por si mesma. Quase que um organismo vivo capaz de nascer e crescer de forma autônoma. Quando Allan Costa e eu fizemos a proposta para investir na Contabilizei, éramos dois entusiastas da inovação com algum dinheiro no bolso e muita vontade de contribuir com nossa experiência de mercado. Já havíamos feito outros investimentos-anjo, mas nunca juntos. Lembro-me quando Allan me ligou dizendo que estava mentorando uma empresa/empreendedor e modelo de negócio estava chamando a atenção.O empreendedor era o Vitor Torres, eu já conhecia ele quando eu tocava uma aceleradora local e não sabia que ele estava se aventurando na própria Startup.Chamei para um café e ouvi um Vitor Inspirado, com brilho nos olhos e muita convicção que tinha algo espetacular para desenvolver. Gostei muito do negócio.Já tinha clientes e feedbacks válidos (e validados). Percebi a dor e me imaginei como cliente ( o que virei algumas semanas depois). A lógica do mercado a ser inovado clamava por aquela solução, como no caso de Colombo ao colocar o ovo em pé: depois que você sabe o truque, fica tão óbvio que você não imagina como não viu aquilo antes.

CURITIBA ANGELS, EDIÇÃO #001

1


“Só depois de me perguntarem as razões para a criação da Curitiba Angels é que me toquei que não criamos a Curitiba Angels: ela foi criada por si mesma.” o desenvolvimento de milhares de negócios por todo país.

”Chamei para um café e ouvi um Vitor Inspirado, com brilho nos olhos e muita convicção que tinha a l g o e s p e t a c u l a r p a ra desenvolver”

Hoje na Curitiba Angels somos mais de 40 entusiastas da inovação à procura do próximo investimento. Vivemos cada dia como se o próximo fosse o encontro com o novo, o desconhecido e o revolucionário. Queremos aportar capital, conhecimento, conexões e experiências para catalisar o desenvolvimento de nossas investidas. Acreditamos firmemente que a verdadeira transformação econômica do Brasil virá com empresas inovadoras e empreendedores que pensam fora da caixa. Estaremos lá para apoiar e viver essas aventuras juntos.

—Sobre o autor— Léo Jianoti é economista formado pela UFPR, pós graduado em Gestão de Assuntos Públicos pela PUC/PR, e Mestre em Bioenergia pela UFPR.Possui 14 anos de experiência em projetos de estratégia econômica desenvolvidos por todas as Américas e África. Experiências estão concentradas em avaliações econômicas, valoração de empresas e estratégias de captação de recursos. Atualmente sé Empreendedor e investidoranjo em diferentes companhias nascentes através da Curitiba Angels e Sócio-fundador da CWB Capital, casa de investimentos especializada em avaliação e venda de empresas, fusões e aquisições e gestão de participações em novos negócios.

Conversei com ele e fizemos uma proposta de investimento. Enquanto Vitor pensava com os outros fundadores, Allan e eu contamos essa “aventura” para alguns colegas e mais olhos brilhavam. Ouvimos desde “Mas isso se der certo, vai ser revolucionário”, “vocês estão ficando malucos” até coisas como “Posso entrar junto?” e “não sejam egoístas, abram um espaço aí”. Quando conversamos novamente com Vitor já éramos 08 investidores e ele trouxe mais um para o time. Agora 09 investidores somando esforços com 03 empreendedores para revolucionar a forma como era feito contabilidade para micro e pequenas empresas. Não era mais uma soma de esforços mas uma multiplicação de potenciais. Nascia a Curitiba Angels para apoiar mais empreendedores espetaculares e suas empresas revolucionárias. A história da Contabilizei já é uma realidade que ajuda

2


A essência do investimento-anjo. Por Allan Costa/ Co-Founder

lado, isso não me parecia correto... que espécie de mentor seria eu se não trouxesse ao Vitor uma reflexão a respeito do que ele estava enxergando para a Contabilizei naquele momento? E a pergunta que se seguiu à apresentação foi simples: “Vítor, até onde você acha que a Contabilizei pode chegar?”.

O fim do primeiro trimestre de 2014 se anunciava, e a agenda do celular mostrava que o primeiro compromisso da semana, naquela segunda, 31/03, era um café da manhã com o Vitor Torres, da Contabilizei, na Saint Germain da Padre Anchieta, uma tradicional padaria Curitibana praticamente na frente do co-working em que a Contabilizei e seus fundadores estavam instalados à época. Esse era um compromisso particularmente prazeroso, já que o Vitor era um empreendedor diferenciado. Eu o havia conhecido atuando como conselheiro da Supernova, aceleradora da qual ele também era fundador e que fez história em Curitiba. E me lembro como se fosse hoje quando, após uma reunião de mentoria às startups em aceleração, o Vitor me disse que queria trocar uma ideia comigo sobre uma startup muito especial que ele queria acelerar: uma tal de Contabilizei, que era especial, porque nessa ele era um dos fundadores. O café da manhã tinha o objetivo de analisar projeções financeiras e de crescimento que o Vitor tinha em mente, para, quem sabe, começarmos a procurar possibilidades de investimento para a startup que começava a tracionar. Entre um café com leite e um pão na chapa, os números brotavam do MacBook iluminado pelo brilho no olhar do empreendedor que sabe o que quer e o que precisa fazer para lá chegar. Ao final da explicação do Vítor, me vi diante de um dilema: os números me pareciam subestimados para o potencial que a empresa apresentava. E como potencial investidor, isso poderia me permitir adquirir uma parcela muito maior da Contabilizei por um valor muito menor. Mas do outro

“Na nossa visão, o investimento-anjo é um instrumento de desenvolvimento do país, cuja principal virtude é possibilitar que empreendedores únicos possam acelerar seu desenvolvimento”.

O resto é história... Quatro dias depois, no dia 04/04/2014, retornaríamos à mesma panificadora, na mesma mesa. Dessa vez, com projeções ousadas, com números audaciosos, que, agora sim, eram compatíveis com os sonhos e a capacidade daquele empreendedor extraordinário sentado à minha frente. A primeira coisa que fiz na saída desse encontro foi ligar para o Leonardo Jianoti. E, pouco menos de 90 dias depois, em 27/06, assinávamos o aporte na Contabilizei, que marcou a criação da Curitiba Angels, que àquela altura, era formada por mim, pelo Leo, e pelos amigos loucos que acreditaram na conversa dos dois malucos que chegaram com um papo diferente de investir em startup e resolveram embarcar naquela aventura. Hoje, passados pouco mais de dois anos, o grupo evoluiu, novos aportes vieram, e aprendemos muito com nossos empreendedores (provavelmente, muito mais do que pudemos ensinar a eles). Muita coisa mudou, mas a essência que orientou a mim e ao Leo naquele primeiro momento, presente na pergunta que fiz ao Vitor na panificadora e que continua servindo como o amálgama nesse grupo de pessoas visionárias, continua intacta: a 3


crença de que, muito mais do que buscar ganhar dinheiro (algo que, é claro, procuramos sem pudor), temos o objetivo de apoiar de forma honesta e justa todos os empreendedores que vierem a cruzar com a Curitiba Angels. Na nossa visão, o investimento-anjo é um instrumento de desenvolvimento do País, cuja principal virtude é possibilitar que empreendedores únicos possam acelerar o seu desenvolvimento. Se com isso, conseguirmos ganhar dinheiro, ótimo. Mas no final do dia, ver empresas como a Contabilizei realizarem todo o seu potencial e saber que, lá no comecinho, pudemos fazer alguma diferença, ainda que pequena, é o que nos dá, sempre, a maior recompensa. •

— Sobre o autor— Bacharel em Processamento de Dados da Universidade Estadual de Ponta Grossa, pós-graduado em Desenvolvimento Gerencial na Faculdade Católica de Administração e Economia de Curitiba, MBA Executivo do IBMEC, Mestre em Gestão Empresarial da Fundação Getúlio Vargas, Mestre em IT, Management and Organizational Change pela Universidade de Lancaster/UK, graduado pela Harvard Business School, no seu Programa de Gestão Avançada. Cursou programas de aperfeiçoamento no INSEAD, na França, e na Universidade Católica de Milão, na Itália. Conselheiro de Administração pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Atuou por 20 anos em grandes organizações, período em que ocupou posições como Diretor Técnico e Diretor Superintendente do Sebrae/PR, Diretor Geral e Secretário de Planejamento do Estado do Paraná, e Diretor Presidente da Coopercard. É palestrante profissional, empresário 
 e empreendedor serial, e participou da fundação de várias empresas de sucesso. Foi Consul Honorário da Grã -Bretanha no Paraná entre 2012 e 2016, Conselheiro de empresas e grupos empresariais nacionais, e desde 2012, se dedica também às atividades de investidor-anjo e mentor de startups. É membro do Harvard Angels e co-fundador da Curitiba Angels, e possui participação em startups como Contabilizei, Eticca Compliance, Agendor, MBA60, Decision6, Dronemapp e Docway.

4


#EMPREENDEDOR EM FOCO# Com Tagore Cardoso, da DroneMapp, segunda startup que recebeu aporte da Curitiba Angels. Como você percebeu a oportunidade de mercado para fundar a DroneMapp?

Sempre tive muito interesse por novas tecnologias, uma vez pesquisando sobre câmeras multi espectrais, capazes de detectar a saúde da vegetação por meio de imagem, percebi que poderia unir este tipo de sensor com um drone "na época eu estava fazendo um drone de madeira", e assim utilizar esta tecnologia para detecção de falhas de plantio e outros índices de vegetação. Quais foram os desafios tecnológicos?

Conseguir utilizar um equipamento de baixo custo e entregar um produto final de alta qualidade foram os maiores desafios do começo do negócio, eu precisava validar se a idéia era viável e não tinha muito capital disponível, então estudei muito sobre técnicas de processamento de imagens, padrões na captura dos dados, topografia, cartografia e busquei informações com Doutores em diferentes disciplinas. Felizmente o resultado foi bem satisfatório.

Quais as principais lições aprendidas?

Não é necessário gastar tempo com longos desenvolvimentos de software para validar o negócio, buscar soluções inteligentes, econômicas e ser rápido em fazer isso é sempre o melhor caminho. Em três meses de negócio eu fiz minha primeira venda, ainda não entendia direito meu produto, não tinha site e nem cartão de visita, mas o lucro pagou todo meu investimento com Hardware e software até aquele momento. Percebi que deveria continuar. Que impacto a Curitiba Angels lhe proporcionou?

Quando comecei a conversar com a Curitiba Angels, não tinha idéia de como funcionava um investimento anjo e nem pensava em buscar este recurso, mas hoje após fecharmos contrato, ficou claro que o maior benefício foi a rede de contatos que ja gerou em negócios mais de três vezes o valor investido. Além claro da mentoria constante.

5


Qual o seu maior sonho como empreendedor?

Você poderia nome as pessoas chave no seu negócio

Sou apaixonado por inovação e ser a referência no mercado de Drones com uma empresa moderna, eficaz e que gera valor para seus clientes e colaboradores, me fará um empreendedor feliz.

nesse momento de crescimento?

Como você dribla a concorrência?

Não paramos de inovar e melhorar nossos processos. Penso muito no meu cliente e me coloco no lugar dele, imagino quais soluções deixariam a vida dele melhor, assim posso focar o desenvolvimento tecnológico da DroneMapp em soluções que são úteis e que resolvem problemas reais. Cuidando bem do cliente é a melhor forma de evitar que ele busque a concorrência. Onde você quer chegar?

Como empreendedor tenho muito a aprender e quero me desenvolver para poder guiar a DroneMapp para um futuro brilhante. Estamos adotando a estratégia de dominar certos segmentos do mercado brasileiro e após isto adotar a mesma estratégia em outros países com demandas semelhantes.

Foram muitas pessoas chave desde o começo do negócio, da concepção da idéia até o momento que vivemos hoje, sem dúvida deixaria muitas pessoas importantes de fora ou esta lista seria enorme. Mas neste momento vejo que minha equipe é chave para que possamos alcançar nossos objetivos. Além deles a rede de parceiros, amigos e mentores que a Curitiba Angels e a trajetória da DroneMapp proporcionaram são chaves para o negócio.

O que é ser um empreendedor da Curitiba Angels?

Como empreendedor de primeira viagem, a Curitiba Angels proporciona uma segurança grande, uma sensação de respaldo e cuidado. Alguns clientes perguntam se a DroneMapp tem investidores e quando menciono o time de peso por traz da Curitiba, imediatamente sou bem recebido.

O que você mudaria na sua trajetória se pudesse voltar no tempo?

Acreditaria mais na minha intuição, seria mais rápido ao tomar decisões importantes para o negócio e principalmente menos perfeccionista ao lançar uma nova versão de um produto, muitas vezes o ótimo toma muito tempo e o bom ja deixa o cliente super satisfeito e você pode gerar caixa para fazer o ótimo ao longo do tempo.

Como empreendedor de primeira viagem, a Curitiba Angels proporciona uma segurança grande, uma sensação de respaldo e cuidado. Alguns clientes perguntam se a DroneMapp tem investidores e quando menciono o time de peso por trás da Curitiba Angels, imediatamente sou bem recebido.

6


RELATOS DE INVESTIDORES ANJOS DA REDE


Era julho de 2015, voltando ao Brasil depois de 1 ano de Pós doutorado em Madrid. De forma derradeira refleti que continuar na academia seria desperdiçar anos a fio de experiência em gerenciar a inovação nas empresas que vim atendendo nos últimos 16 anos e lecionar em sala de aula realidades longínquas da prática. De certa forma, eu já era uma investidora, sem ser chamada como tal. Lembro da alegria de propor muitos reposicionamentos de portfólio de produtos desde uma confeitaria, que então iniciou o atendimento com produtos voltados ao mercado étnico, celíacos e lac-free até uma empresa de alta tecnologia que havia decidido atender o segmento de veículos pesados por meio de automação assistiva. Percebi que nos momentos que ajudava o empreendedor e ele lucrava, meu coração se enchia de orgulho e felicidade. Então por que não, fazer parte da construção criativa da vida destas pessoas? Quando era professora acadêmica, orientando teses e dando aulas, também inseria sempre o componente prático, e me recordo que em uma destas inspirações fazia os alunos da disciplina de gestão da inovação se perguntarem: Em que medida as políticas publicas de C&T&I, e fomentos e incentivos, estão de fato transformando inovação em produtos e serviços para a sociedade? As respostas retratavam a difícil realidade brasileira: pouco valor agregado, ambiente pouco favorável, empreendedorismo marginal. No meu retorno, questionei sim, e muito, o meu papel que deveria ser transformador para aquilo que pregava em sala de aula, e que pratiquei em anos de atuação como executiva. Não poderia mais ficar na universidade impregnada de professores doutores, produzindo como patrimônio pesquisas acadêmicas (no meu caso em gestão) que ignoravam os problemas, com o objetivo de garantir um salário no final do mês. Infelizmente, não temos Harvards, não temos Stanfords, mas podemos ter novos "Lemanns", "Vitors" e "Tagôres" que inspirem e transformem um Brasil que merece. A Curitiba Angels chegou na minha vida com esta visão transformadora, criativa, com pessoas inteligentes e comprometidas como o Allan e o Léo, e uma rede repleta de conhecimentos de complementariedade: André, Gustavo, Osvaldo, Linda, Eduardo e Paul. Foi amor a primeira vista. Minha primeira empresa investida foi a Dronemapp, e nessa trajetória venho trazendo e captando empresas promissoras, atrelado ao profissionalismo da gestão que só cresce. Senti que podia crescer assim, já não mais apenas como doutora, mas como cidadã e mentora para construir uma história de valor, de disrupção e de inovação. Muito prazer, agora eu me chamo Marcia, investidora-anjo e empreendedora de sonhos.

7


Dr. Marcia Cavalcante Em Agosto de 2015 finalizou seu pós-doutorado na Universidade Politécnica de Madrid (UPM) na área de inovação em serviços, cuja pesquisa "Service Innovation Tools: a Systematic Review of Trends and Achievements" objetivou o desenvolvimento de um toolkit de modelos, métodos e ferramentas de inovação em serviços. Seus resultados foram aceitos para o Journal of Service Management (JOSM). Atuou como Professora Doutora Titular no Programa de Mestrado e Doutorado em Administração da Universidade Positivo (PMDA) em disciplinas de Gestão da Inovação, Service Design Thinking, Empreendedorismo em Serviços e Planejamento Tecnológico. Obteve seu doutorado na UTFPR em "Tecnologia & Desenvolvimento" e seu mestrado stricto-sensu na McGill University, Canadá em Engenharia de Software. Entre seus projetos de interesse estão modelos, processos, métodos e ferramentas de apoio a gestão da inovação das empresas. A sua pesquisa de Doutorado propôs um Método de Referência para Geração do Portfólio de Oportunidades de Inovação que teve como objetivo instrumentalizar as organizações na tomada de decisões no que tange ao Portfolio de Inovações atendendo os critérios de ampliar a visão de negócios e aumentar o grau de acerto nas escolhas. Também atua há mais de 15 anos na indústria em conjunto com a academia para dar suporte as empresas na implantação da gestão da inovação, iniciando com a busca de oportunidades até seu planejamento estratégico e viabilização. Desenvolveu plataformas de ferramentas de software como apoio a decisão em todo o processo de inovação de uma empresa, destacando-se as fases de prospecção e avaliação de viabilidade de oportunidades de inovação e planejamento estratégico de inovação. Possui graduação em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1994) e mestrado em Ciência da Computação - Mcgill University (1998). Tem experiência industrial na área de Gestão da Tecnologia e Inovação, e também alinhado a ao desenvolvimento de portais de conhecimento, utilizando disciplinas de sua formação básica como a Engenharia de Software. Atua principalmente nos seguintes temas: gestão de portfolio, gestão da tecnologia e inovação, planejamento estratégico de inovação, gestão do conhecimento, portais, auditoria tecnológica, internacionalização de Pesquisa & Desenvolvimento, assessment de gestão, portfolio de inovação, avaliação e seleção de portfolio.

FIM. 


8


contato@curitibangels.com.br www.curitibaangels.com.br facebook/curitibaangels @curitibaangels / Instagram

9

Newsletter Semestral - Curitiba Angels 2016/2  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you