Page 61

A peleja de Lampião contra os Correios e Telégrafos

que malas expedidas para Novo Exu em 31 de agosto foram incendiadas por Lampião no lugar chamado Viado, município de Granito. Outro comunicado do mesmo agente, com data de 19 de setembro, confirma o fato, complementando que o ataque ocorrera no dia 10 do mesmo mês, o que é confirmado pelo termo de depoimento das vítimas. No caso, chama a atenção o fato de o depoimento das vítimas mencionar cem ou mais cangaceiros a cavalo (PROCESSO, p. 39). Normalmente, os cangaceiros davam preferência por se deslocarem em pequenos bandos e a pé, sumindo como fantasmas no terreno inóspito e difícil da caatinga. Assim poder-se-ia imaginar que se estaria aqui diante de uma situação em que o número de assaltantes tivesse sido aumentado pelo medo ou pelo desejo de valorizar o episódio. Todavia, há registros históricos de que, de fato, Lampião se deslocava naquele momento à testa de um bando poderoso e montado, de número crescente, na medida em que arrebanhava seguidores pelo caminho. O fato de viajar a cavalo dava-lhe vantagem, na região conflagrada, diante da polícia dotada de parcos equipamentos. Assim, por exemplo, telegrama enviado de Flores em 15 de agosto dizia que: “Ultima força havia seguido hontem encalço bandidos chefiados Lampeão não foi possível encontral-os por marcharem todos montados” (apud TORRES FILHO, 2011b, p. 93 – grifo nosso). O poderio bélico dos assaltantes avultava diante de forças em menor número, mal armadas, praticamente inermes. Outro telegrama, enviado agora de Cabrobó, em 5 de setembro, informava: Communico-vos ante-hontem cidade assaltada grupo Lampeão composto 105 homens todos montados. Visto insufficiencia resistência retirei-me Força não sacrificar vidas. Destacamento composto 8 praças. Lampeão arrecadou dinheiro, valores, prohebindo telegrapho funcionar [...]” (idem, p. 99, grifo nosso)

O número atípico de bandidos, bem como o fato de estarem montados, talvez possa ser explicado pelo momento particular da história do famoso cangaceiro, quando ele retornava do Ceará às suas plagas natais, armado dos dentes à alma, depois de ter recebido a famosa 59

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 03 - 2014  

Revista do Museu Correios - Dossiê Cartão-Postal. Artigos de Adriano Comissoli, Edithe Pereira, João Pinheiro de Barros Neto, José Carlos Da...

Revista Postais 03 - 2014  

Revista do Museu Correios - Dossiê Cartão-Postal. Artigos de Adriano Comissoli, Edithe Pereira, João Pinheiro de Barros Neto, José Carlos Da...

Advertisement