Page 48

Luciano Mendes Cabral

Introdução: os selos postais como fontes para o estudo dos Estados Nacionais A formação dos Estados Nacionais na América oitocentista corresponde a uma temática há muito abordada pelos historiadores. A ação dos chamados libertadores, bem como os principais eventos relacionados à formação das nações americanas eram questões já existentes nos trabalhos vinculados a uma historiografia política tradicional. Nesse contexto predominava a ênfase dada a um sentimento nacional precoce, como principal elemento formador dos Estados que surgiam dos movimentos emancipacionistas da América Espanhola e Portuguesa. No entanto a emergência de uma Nova História Política no final dos anos 1980, baseada em uma perspectiva que entendia o “[...] político como domínio privilegiado de articulação do todo social [...]” (FERREIRA, 2003, p.7), permitiu que novas abordagens e objetos fossem inseridos nas discussões e preocupações de um dos mais tradicionais campos da ciência histórica. Nesse sentido novas possibilidades de leitura produzidas a partir de temáticas tidas como clássicas, vieram à tona. Rituais políticos, a influência de elementos e de um poder simbólico, bem como diálogos muito próximos com os campos da cultura e das idéias, passaram a estar associadas à análise de questões tradicionais, como a da construção do Estado e do sentimento nacional. É dentro dessa última perspectiva que pretendemos encaminhar nossas discussões. Para tanto desenvolvemos uma leitura da construção do Estado-Nação no Brasil e na Argentina, a partir da década de 1840. Tomamos como fio condutor dessa empresa, as imagens contidas nos selos postais emitidos pelos mesmos. Acreditamos que embora 48

Revista Postais 02 - 2014  

A Revista do Museu Correios Dossiê - Arte Postal Artigos de Adriana Santana, Almerinda da Silva Lopes, Altemar Henrique de Oliveira, Antonio...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you