Page 122

Cassiano Ricardo Martines Bovo

1. Quando afirmamos serem os Correios o objeto de pesquisa alertamos para o seguinte: embora a maioria das pesquisas tenha a intenção de entender aspectos específicos sobre a empresa (exemplo, um processo de reorganização, a arquitetura dos seus prédios, o processo histórico, a concepção administrativa etc.), às vezes isso pode não ocorrer, mas a empresa é a base ou o local de realização do estudo. É o caso, por exemplo, de um estudo sobre a incidência de determinada doença que utilize trabalhadores da empresa como amostra, ou a concepção política de uma parte de seus trabalhadores etc. Embora esse tipo de pesquisa não tenha sido o mais freqüentemente encontrado, quando isso aconteceu, também as inserimos neste levantamento, uma vez que não deixa de ter os Correios como instrumento para a sua realização, mesmo que seus autores queiram extrapolar os resultados para uma população maior. 2. É importante registrar que estamos nos referindo à data de edição da obra e não do período de abordagem das obras. Por exemplo, podemos ter um livro que foi editado em 2001, que trata dos Correios no Brasil na década dos 1930.

122

b) a Frente de Pesquisa ou Elitismo, que descreve como uma seleta pequena parte da literatura mais recente sendo esta relacionada remota e aleatoriamente a uma parte maior da literatura mais antiga; e c) a Obsolescência/Vida média/Idade da literatura, que descreve a queda da validade ou utilidade de informações no decorrer do tempo. (ALVARADO, 1984, p. 91). Assim, nosso objetivo, nesta pesquisa bibliométrica, é registrar a existência de todos os livros, capítulos de livros, artigos em periódicos, dissertações de mestrado e teses de doutorado sobre os Correios no Brasil1, a partir do ano de 19702. Em seguida, procuramos apresentar o resultado desse levantamento de acordo com os procedimentos de pesquisa que serão abordados à frente. Finalmente, realizamos uma interpretação sobre a evolução dessa produção, na totalidade ou de modo desagregado, com o objetivo de evidenciar algumas características e padrões. Claro que gostaríamos de atingir 100% da produção existente no período em análise (quanto menos obras estiverem escondidas, melhor), mas dificilmente isso é possível dado as limitações de tempo, porém esperamos ter coberto aproximadamente 90% do material existente, o que já pode, a nosso ver, ser alentador. Alertamos para o fato de que um levantamento desse tipo fica no plano estatístico e suas conclusões não atingem a qualidade da produção. Dessa forma “A evolução dos estudos em produção científica, assim, assistiu à conversão da bibliometria, de um campo de pesquisa, em técnica – uma técnica útil, que deve ser adotada em conjunto com métodos qualitativos fornecidos pelas ciências sociais” (ARAÚJO, 2006, p. 24). Dessa maneira, este artigo está dividido da seguinte maneira: além desta introdução, apresentaremos os procedimentos de pesquisa (metodologia) e suas limitações, em seguida apresentaremos os resultados do levantamento bibliométrico realizado e sua interpretação. Finalmente, apresentaremos as conclusões e em seguida as referências bibliográficas.

Revista Postais 02 - 2014  

A Revista do Museu Correios Dossiê - Arte Postal Artigos de Adriana Santana, Almerinda da Silva Lopes, Altemar Henrique de Oliveira, Antonio...