Page 155

Correios no Período Vargas 1930-1945

diretor do telegraphos que não permitisse a nenhum funcionário dessa repartição exercer atividade em empresas particulares, que exploram serviços da mesma natureza... [...] Uma situação nesses moldes anômalos não poderia ser sanada de pronto... (ALMeiDA, 1933, p. 149-152).

Não obstante, era o telégrafo um dos meios de comunicação mais importantes da época e a própria política era conduzida por ele, ainda que em código. As revoluções eram feitas por telegramas, como conta a filha de Getúlio Vargas, Alzira, nos seguintes excertos extraídos de Peixoto (1960), sobre os movimentos que agitaram a década de 1930. Algo de novo estava acontecendo em nossa vida. Papai ficava até tarde, auxiliado por mamãe, cifrando e decifrando telegramas. (PeiXOTO, 1960, p.31). Os telegramas e radiogramas eram entregues em mão, sempre pelo mesmo oficial da Guarda e a maioria em código. (idem, p. 51). enquanto o trem que transportava o estado-Maior revolucionário se dirigia lentamente para a Capital Federal, chegavam a Porto Alegre as primeiras respostas concretas a pergunta perturbadora, lançada pela Aliança Liberal em 3 de outubro: ‘O que que há?’ era essa a senha telegráfica enviada aos chefes revolucionários para deflagrar o movimento. (idem, p. 63). Porto Alegre tornara-se o centro telegráfico para onde convergiam todos os cifrados. (idem, p.64). Parecia existir um interesse oculto e preconcebido de provocar guerra entre o Brasil e a Argentina. Telegramas em código e avisos misteriosos diziam-nos que a Argentina concentrava tropas na Província de Corrientes, fronteiriça ao rio Grande do Sul. (idem, p. 284).

Tão importante meio de comunicação entre as pessoas e as organizações e fator preponderante de integração do país não podia continuar em situação deplorável e sem a necessária revitalização por parte de um governo que prometia a recuperação das instituições nacionais.

153

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 01 - 2013  

Ana Carmen Amorim Jara Casco, Helena de Oliveira B. Negro, João Pinheiro de Barros Neto, Laura Antunes Maciel, Letícia Cantarela Matheus, Ma...

Revista Postais 01 - 2013  

Ana Carmen Amorim Jara Casco, Helena de Oliveira B. Negro, João Pinheiro de Barros Neto, Laura Antunes Maciel, Letícia Cantarela Matheus, Ma...

Advertisement