Page 20

Miguel Angelo de Oliveira Santiago

Meteorologia dos Telégrafos seguiu adiante, expandiu para as províncias do norte, onde foi montada uma estação meteorológica em Quixeramobim – CE. Em 1908, durante a Exposição Comemorativa dos 100 anos de abertura dos Portos do Brasil às Nações Amigas, o prédio construído para os Correios e Telégrafos não deixou de homenagear o seu serviço meteorológico colocando no alto dois instrumentos científicos: um anemômetro e um catavento. O Serviço de Meteorologia criado por Capanema Em tempos de grandes variações de temperatura e umidade onde as medições realizadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia - INMET são cada vez mais esperadas pelas pessoas para saber como será o seu final de semana e até mesmo decidir o que levar ao sair casa a fim de ser surpreendido com fortes chuvas ou o dia de calor intenso. Esse serviço é cada vez fundamental para o nosso dia a Mas será que sempre foi o INMET que realizava esse serviço no Brasil? Recentemente, dois relatórios da Repartição Geral de Telégrafos pertencentes a biblioteca do Museu Correios revelam que anteriormente a criação do centenário Instituto Nacional Meteorologia em havia no Brasil uma preocupação de criar uma rede meteorológica cientifica. O presente artigo destaca a contribuição do Barão de Capanema para a introdução da meteorologia científica no Brasil, a partir dos Relatórios da Repartição Geral dos Telégrafos por ele encaminhados ao Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Agricultura, Comércio e Obras Públicas nos anos de 1881 a 1889 localizados na biblioteca do Museu Correios em Brasília. 92

Profile for Correios Cultura

Revista postais 08  

O serviço meteorológico dos Telegrafos - Miguel Angelo de Oliveira Santiago O selo postal: entre o documento e o monumento - Wilson de Olive...

Revista postais 08  

O serviço meteorológico dos Telegrafos - Miguel Angelo de Oliveira Santiago O selo postal: entre o documento e o monumento - Wilson de Olive...

Advertisement