Page 47

História do uso de códigos de barras para triagem de correspondências nos Correios do Brasil

com o uso da codificação Reed-Salomon, de forma a incluir as redundâncias e as informações necessárias para prover o código de barras com as capacidade de detecção e correção automática de erros. O código total resultante contém 30 (trinta) símbolos de GF(16), dos quais 10 (dez) são de informação e 20 (vinte) de redundância, correspondendo a 60 barras de 4-estados, acrescidas das 2 barras de start e 2 de stop, totalizando 64 (sessenta e quatro) barras 4-estados, conforme pode ser visto na figura E. As duas barras à esquerda e as duas à direita servem apenas como barras de sinalização de quadro, também chamadas de start e stop, respectivamente, tendo função auxiliar em situações em que houver apagamento de barras no início ou no final do código Reed-Solomon. Para o Código de Destino (CD), isto é, aquele que portava diretamente a informação correspondente a cada CEP, foi prevista a seguinte distribuição dos 40 bits de dados: • 1 bit

Identificador de Código de Destino (valor fixo em 0)

• 12 bits Número da máquina (0 a 4095). O número da máquina refere-se a um código numérico que permite identificar e localizar qual foi o equipamento de triagem automatizada que realizou a impressão do código de barras. Os valores atribuídos para cada equipamento estão indicados na Tabela 4. • 27 bits Código de Endereçamento Postal (CEP) - Figura F.

Figura F – Exemplo de um código de barras de Destino (CD) completo.

45

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 07 - 2016  

Revista Postal N. 6 - 2016 - Restauração da Agência Central dos Correios de Petrópolis. Artigo de Andréa Fernandes Considera, Erika Pereira...

Revista Postais 07 - 2016  

Revista Postal N. 6 - 2016 - Restauração da Agência Central dos Correios de Petrópolis. Artigo de Andréa Fernandes Considera, Erika Pereira...

Advertisement