Page 38

Odarci Roque de Maia Junior

classificação e separação mecânica das cartas, as quais eram agrupadas em escaninhos conforme o destino - geralmente, todas as cartas destinadas a uma determinada localidade ou logradouro - para posterior transporte e entrega aos destinatários. Nas situações onde o módulo PSM não conseguia ler automaticamente o CEP (exemplos: caso a impressão estivesse borrada ou com escrita de baixa qualidade), a informação era digitada por operadores, em um outro módulo do equipamento, denominado CDS (Coding Desk Suite), de forma a possibilitar a posterior impressão do código de barras com os dados do CEP. A simbologia de código de barras empregada no equipamento era do tipo postal fluorescente “bar/no bar”, de forma a permitir a sua leitura por meio de leitores (scanners) de alta velocidade, cerca de dez cartas por segundo. O código de barras, doravante denominado NEC1978, era impresso com uma tinta especial, eletroestática e na cor laranja fluorescente, de forma que a sua leitura pudesse ser realizada com o uso de iluminação ultravioleta, visto que havia a necessidade de distinguir o código de barras das demais informações já existentes no anverso do envelope, tais como, logomarcas, timbres, fundo colorido, informações publicitárias, carimbos, selos, etc. A impressora imprimia cada barra do código de barras por meio da aplicação de uma coluna de oito pequenas gotas de tinta.

36

Os envelopes circulavam no equipamento faceados com deslocamento no sentido da esquerda para direita, ou seja, a lateral direita do anverso do envelope era a primeira parte dele a circular no equipamento. Desta forma, a impressão do código de barras se realizava da direita para a esquerda, com o posicionamento das duas primeiras barras – delimitadoras de início (start) do código de barras – à cerca de 15mm da borda lateral direita do envelope e com a parte inferior das barras localizada à cerca de 5mm da base do mesmo. Cada barra, formada por oito gotas de tinta, possuía uma altura de aproximadamente 10mm e largura de 1mm. O espaçamento entre a posição de cada barra era de 1,5mm. Normalmente as barras eram impressas de forma a formar linhas

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 07 - 2016  

Revista Postal N. 6 - 2016 - Restauração da Agência Central dos Correios de Petrópolis. Artigo de Andréa Fernandes Considera, Erika Pereira...

Revista Postais 07 - 2016  

Revista Postal N. 6 - 2016 - Restauração da Agência Central dos Correios de Petrópolis. Artigo de Andréa Fernandes Considera, Erika Pereira...

Advertisement