Page 92

Márcio Alves Roiter

25. Os álbuns Guarany, documento único do interesse de um artista europeu sobre a vertente Nativista do Art Déco, fazem hoje parte da Coleção Berardo de Art Déco, constituída pelo Comendador Joe Berardo, e até julho de 2012 sendo exibida na Casa das Mudas, Ilha da Madeira, na exposição Art Déco – Colecção Berardo, ‘What a Wonderful World! Ver também: “August Herborth (1878-1968), ein Grenzgänger”, por Arthur Mehlstäubler, na revista Keramos, números 203 e 204, 2009, Alemanha.

[...] entre as artes indígenas sul-americanas, a arte dos antigos habitantes da ilha de Marajó e do Baixo Amazonas permanece uma das mais misteriosas. Ela pode ser comparada em beleza às produções mais perfeitas das grandes civilizações andinas. Fazer renascer esta arte, torná-la conhecida no Brasil Moderno, religar o passado ao presente, numa bela tradição estética, é criar, ao mesmo tempo, uma obra artística, patriótica e científica. (CUNHA, 1930)

De Strasbourg, hoje França, mas território alemão antes da Primeira Guerra, chega ao Rio, em 1920, o professor emérito da Escola de Belas Artes de Strasbourg, August Herborth (1878- 1968). Ceramista importante, além de desenhista talentoso, Herborth é logo convidado pela Manufatura Nacional de Porcelanas, e em seguida estabelece contrato com a Companhia de Porcelana Brasileira, dispostas a reformular sua produção pelas mãos de um designer respeitado. Muito bem sucedido em sua tarefa, Herborth recebe, em 1923, a cidadania brasileira. Mas o que o consagrará é a série de dezenove álbuns chamados Guarany, onde desenvolve um repertório de cerca de quatrocentos e setenta pranchas, em guache, aquarela e nanquim. São as mais diversas utilizações do vocabulário indígena aplicado a necessidades do design de móveis, vasos, tecidos e até arquitetura. Expõe o resultado dessas pesquisas, efetuadas sobretudo no Museu Nacional, na Escola Nacional de Belas Artes, profere conferências, escreve artigos, mostra aos brasileiros a importância das civilizações pré-cabralinas. Herborth, respeitado artista, através de uma abordagem nacionalista, teve imediato sucesso em terras brasileiras, o que prova a encomenda, ainda no início dos anos 1920, pela Prefeitura de Curitiba, de desenhos de inspiração indígena para suas calçadas em pedra portuguesa até hoje existentes25.

90

Cartão Postal de 1935 com estilização de Figura Zoomorfa e Frutos inspirados em Urnas Marajoaras, além de Flores Amazônicas. Desenhista: Marino Pinheiro. Coleção Museu Correios

Tanto quanto Correia Dias, Herborth ainda não recebeu as devidas homenagens brasileiras. Seria o fato um comprovador da nossa falta de memória? Ou da nossa vergonha pela maneira com que os índios foram sendo sistematicamente dizimados? Interessante

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Advertisement