Page 90

Márcio Alves Roiter

24. Os Irmãos Joël et Jan Martel, gêmeos nascidos em 1896, e que morreram ambos em 1966, renovaram a escultura francesa. Praticaram uma arte totalmente engajada na Modernidade, e cuja quintessência era Art Déco. Colaboradores e amigos dos principais arquitetos dos anos 1920-1940, tiveram seu ateliê e residência num hotel particulier construído por Rob MalletStevens, ainda hoje de pé, na Rue MalletStevens, no 16ème arrondissement de Paris. Durante a Exposição de Paris de 1925, além da escultura retratando Malkovsky se celebrizaram pelas “Abres Cubistes” (Árvores Cubistas), em concreto armado, no jardim do pavilhão de Mallet-Stevens.

Centro de mesa em cerâmica policromada, atribuído a Correia Dias. Petrópolis/RJ. Década de 1930. Foto Nelson Monteiro.

88

Na história do Art Déco nativista brasileiro existem três personagens que não podem ser esquecidos: o pernambucano Vicente do Rego Monteiro (1899-1970), o português Fernando Correia Dias (1893-1935) e o alemão August Herborth (1878-1968). Vicente do Rego Monteiro descobriu o Brasil nas longas temporadas parisienses, onde conjugava trabalho artístico com corridas de automóvel, e até de avião. Um modernista total, avant la lettre! Se em 1925, durante a consagração do estilo Art Déco através da Exposição Internacional das Artes Decorativas e Industriais Modernas, o Brasil não teve um pavilhão – apesar de convidado e dos artigos publicados sobre o evento na Illustração Brasileira23 –, foi com Vicente que deixamos nossa marca! No auge da saison parisiense de 1925, entre 10 e 25 de julho, estreou no Théâtre des Champs-Elysées – templo modernista projetado por Auguste Perret em 1913, decorado com relevos de Bourdelle (dois deles fazem parte do acervo do Museu de Belas Artes do RJ) e iluminado por René Lalique – o balé Légendes, Croyances et Talismans des Indiens de l’Amazone, adaptado do livro de mesmo nome, com os desenhos de Vicente, uma verdadeira cartilha do Art Déco marajoara. Sucesso total, uma performance inesquecível da estrela do balé do momento, chamado Malkovsky, um russo que os Irmãos Martel24, escultores do primeiro time, já haviam apresentado como ícone a ser consumido por todos, numa série de esculturas em cerâmica produzidas pela manufatura de Boulogne-Sur-Seine. Exposto em 1925, desde abril, quando começou a exposição, no pavilhão Une Ambasse Française, no hall do colecionador, esse retrato escultural de Malkovsky com certeza incentivou os franceses e estrangeiros presentes ao evento a lotarem a sala do Théâtre des Champs-Elysées. Vicente ficou tão entusiasmado com o sucesso parisiense que imediatamente criou o Quelques Visages de Paris, listando os principais pontos turísticos de Paris, em gravuras (série de trezentas) editadas pela Imprimerie Juan Dura, tratados à maneira marajoara.

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Advertisement