Page 213

O eixo da Avenida São João e a sede dos Correios em São Paulo

Desde os tempos iniciais da vila até meados do século XIX, a vertente ocidental da colina histórica paulistana, em cujo topo se implantou o núcleo urbano inicial desde o século XVI, era a menos valorizada de todas. Lado maior do “triângulo” esboçado na acrópole paulistana, contava, a princípio, com várias desvantagens. Como bem lembra José Geraldo Simões Jr., funcionava como os “fundos” de uma aglomeração voltada para o Leste – onde o pachorrento Tamanduateí era usado para acesso fluvial, abastecimento de água e alimentos – e para o Sul, onde a colina se ligava por terra ao caminho do mar, ou seja, à Metrópole e aos principais centros de povoamento na costa brasileira (SIMÕES JR., 2004). A encosta Oeste, menos íngreme, tampouco oferecia as vantagens de localização dos pontos mais defensáveis da colina, localizados na encosta oposta, e que dominavam visualmente o entorno. Nestes, olhando para nascente e com acesso direto ao Tamanduateí, se instalaram, por ordem de chegada, as ordens religiosas de prestígio: os jesuítas pioneiros em 1554, os carmelitas em 1592, os beneditinos em 1598. A poente surgiu, ainda no Quinhentos, a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, cuja irmandade assistia carentes e enfermos. Nessa mesma direção, já fora da cidade, surgiu a ermida de Santo Antonio, ligada aos franciscanos. Estes ganharam sítio definitivo para seu convento mais ao Sul, com acesso às águas do ribeirão Itororó, em 1644. A Noroeste, o curso inferior do rio Anhangabaú não oferecia grandes atrativos. Nessa direção desvalorizada, surgiram becos de nomes reveladores: das Casinhas, da Cachaça, do Inferno (TAUNAY, 2003). Não obstante, pelo Anhangabaú cruzavam alguns dos caminhos principais da vila: o primeiro, a trilha indígena denominada Peabiru (TEODORO; RUIZ, 2004), cujo trecho inicial tornou-se a Rua do Ouvidor, hoje José Bonifácio; na direção Oeste/Sudoeste, sua versão seiscentista, que constituiu o caminho de Pinheiros (atual eixo ConsolaçãoRebouças-Pinheiros-Raposo Tavares), seguindo para Cotia, Sorocaba e Itu; o caminho para Lapa e Jundiaí (atual eixo da São João-Rua das Palmeiras-Turiassu-Francisco Matarazzo); e o do Guaré (atual eixo Florêncio de Abreu-Tiradentes), rumo ao Tietê (TAUNAY, 1954).

211

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Advertisement