Page 20

Luiz Guilherme G. Machado

a D. Manuel, através do futuro Correio-Mor Luís Homem, que rapidamente partiu para Portugal com as importantes novidades. (PORTUGAL, Fragmentos, Minutas de Cartas Régias, Maço 1, nº. 88).

Francisco de Taxis

Assinatura de Francisco de Taxis 10. Cf. Torre do Tombo, Corpo Cronológico, Parte 1ª, Maço 20, Doc. 8. 11.Cf. Carta de Rui Fernandes ao Rei D. Manuel, de 6 de Maio de 1516. In: BARATA, 1971, p. 182-183.

18

Para uma maior diligência na sua viagem, Luís Homem irá aproveitar a estrutura montada por Francisco de Taxis, Mestre dos Correios da Corte do Imperador Maximiliano e o primeiro representante de uma família que se transformará em sinónimo de “correios” por toda a Europa (DELÉPINNE, 1978). Tendo sido encarregue pelo Imperador de criar uma rede de ligação postal dentro das fronteiras do vasto império da Casa dos Habsburgos, Francisco de Taxis havia já organizado por volta de 1516 várias carreiras de postas centralizadas em Bruxelas, donde partiam correios com alguma regularidade para Viena, Roma e Madrid. Essas carreiras consistiam numa série de cavalariças dispostas ao longo do caminho (postas), onde um Mestre chamado de “Posta” tinha como obrigação ter sempre pronto um certo número de cavalos para serem alugados aos correios ou a viajantes, os quais, por sua vez, eram revezados e substituídos nas postas seguintes. Luís Homem seguirá justamente pela carreira de Madrid, tendo percorrido sessenta e oito mudas de postas entre Bruxelas e Burgos, ao custo de um cruzado cada uma. Em Burgos adquiriu um cavalo por quinze cruzados, seguindo então até Almeirim, onde se encontrava a Corte Portuguesa. Luís Homem gastou ao todo no caminho – com mais cinco cruzados para a despesa da sua pessoa – oitenta e oito cruzados, dos quais uma parte lhe tinha adiantado Tomé Lopes em Bruxelas. Esta quantia foi mandada saldar por carta régia de 11 de Abril de 1516, pela qual D. Manuel ordenou a Silvestre Nunes, então Feitor na Flandres, que pagasse a ambos o que lhes era devido.10 Entretanto, Tomé Lopes, que adoecera gravemente, ficará “[...] aguardando cada hora por Luís Homem [...]”(BARATA, 1971, p.182-183)11. Embora tentando voltar à Flandres o mais rapidamente possível com a correspondência real, o futuro Correio-Mor do Reino

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Advertisement