Page 135

O lance das cartas

uma restituição, de outro lado, como algo que por isso mesmo é inacabado, sempre aberto. [...] Em conseqüência, a origem não emerge dos fatos constatados, mas diz respeito a sua pré e pós-história. (BENJAMIN, 1984, p. 43)

E aí vem Mallarmé, o mesmo que aparece numa leitura do concretista Haroldo de Campos datada de 1958. Nela é enfocada a articulação entre a ordem e o acaso no poema "Un coup de dés", evidenciando o “talvez” como um dos signos centrais de seu discurso: "A procura do absoluto, fadada por definição à falência, entrevê um êxito possível na conquista relativa sancionada por um talvez: a obra-constelação, evento humano, experiência viva e vivificante" (CAMPOS, 1991, p. 190). Conforme percebe Leminski, nessa mesma direção, "[...] sem abdicar dos rigores da linguagem, precisamos meter paixão em nossas constelações [....]" (Carta 8, p. 45). A carta 44, à página 123, é um poema de 1978, no qual vemos a multiplicidade de vidas diversas na poesia: nascemos em poemas diversos destino quis que a gente se achasse na mesma estrofe e na mesma classe no mesmo verso e na mesma frase quando nos vimos, rima à primeira vista trocamos nossos sinônimos olhares não mais anônimos nesta altura da leitura nas mesmas pistas, mistas, a minha, a tua, a nossa linha

Estas correspondências, entre vida e linguagem, estabelecem uma relação semelhante com o que o leva a valorizar o texto do autor japonês Mishima, por ser "todo perfumado de parece-me".

133

Profile for Correios Cultura

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Revista Postais 05 - 2015  

Revista Postal N. 5 - 2015 Dossiê Documentos Fundadores Artigos de Bernardo Arribada, Candida Malta Campos, Diego Salcedo, Luiz Guilherme...

Advertisement