Page 1

Revista Eletrônica PatchCountry

Edição 2 – Junho/2011


Nota da Moderação Esta edição bimestral da Revista Eletrônica PatchCountry vem recheada de surpresas, novidades, tendências e muito assunto interessante para que gosta de artesanato. Tem também uma entrevista super gostosa de ler com a Bella Artes Rosana e para aquelas que ainda não se decidiram se entram ou não para o mundo do artesanato, tem um texto muito inspirador escrito por uma novata e craft aventureira que você não pode deixar de ler. Dani Rodrigues (moderadora do Grupo PatchCountry)

Destaque nesta edição • • • • • •

Passo a Passo Resultado do Projeto Vermelho Entrevista do Mês Lançamento e Novidades O recomeço Mural de Anúncios

Onde Encontrar

• •

Próxima Edição Fale Conosco


Passo a Passo Envelhecimento com Relevo fonte: http://www.cristinabottallo.art.br/passo/passo25.htm

Material Básico: - Caixa de madeira oval - Lixa para madeira n.220 - Pincel de pêlos macios - Luvas descartáveis, estopa, álcool, cotonete, pano para limpeza - Lápis preto, ponteira - Papel vegetal e carbono Produtos CORFIX utilizados: - Tinta Relevo 3D Brilhante na cor branco - Goma Laca Incolor Corfix - Betume em Cêra Corfix - Diluente Eco Corfix - Pasta Metálica Goldfix na cor ouro pálido

Passo-a-passo 1. Lixe a peça e retire o pó. Aplique uma demão de goma laca e aguarde secagem por 1 hora. Lixe a peça novamente e retire o pó. 2. Com o auxílio do papel vegetal e do carbono, transfira o risco para a caixa, utilizando uma ponteira ou caneta sem carga. Aplique a tinta relevo branca sobre o risco em toda a apeça, utilizando o prórpio bico do frasco como aplicador. Não pressione demais o frasco para a aplicação não sair muito grosseira. Deixe secar completamente por 24 horas.


Passo a Passo Envelhecimento com Relevo fonte: http://www.cristinabottallo.art.br/passo/passo25.htm

3. Utilizando a estopa, aplique o betume em cêra sobre a caixa e a aplicação da tinta relevo.

4. Espalhe bem o betume e já vá retirando o excesso.

5. Continue limpando, deixando algumas partes mais escuras, sem retirar demais o betume, e outras mais claras, retirando bem o excesso.

6. Utilize o cotonete para limpar melhor e umedeça-o com o diluente eco para passá-lo nas aplicações da tinta relevo. Aguarde secagem por 1 hora 7. Utilizando os dedos, aplique a pasta metálica Goldfix na peça delicadamente, sem deixar excessos. Não aplique em todas as partes, passe a pasta somente em algumas partes do desenho, para contrastar. Após 24 horas de secagem, lustre a peça com uma flanela. . 8. Peça pronta.


Resultado do Projeto Vermelho As participantes do grupo PatchCountry mais uma vez toparam o desafio do mês e o vermelho foi a cor escolhida para liberar a criatividade no mês de Abril. A vencedora foi Silvia, com este trabalho maravilhoso em madeira.

As fotos de todos os trabalhos que concorreram a este desafio podem ser vistas no Blog PatchCountry: http://patchcountry.blogspot.co m/search/label/Desafio%20das %20Cores%20-%20Vermelho

E para quem também se apaixonou por este trabalho lindo e quer ter mais informações, conhecer mais as pinturas country e as decoupagens que a Silvia faz, visite ttp://fotolog.terra.com.br/ervadoceartes Esta artesão trabalha com encomendas, portando entre em contato com ela, solte a sua criatividade, por que ela faz acontecer.


Entrevista do Mês Bella Artes Rosana Vocês vão conhecer hoje um pouquinho mais da Rosana e do trabalho que ela faz no Bella Artes Rosana. A Rosana é uma das participantes super ativas no PatchCountry, arrisca de tudo um pouco, participa, dá pitaco e acima de tudo dá animo e esbanja alto astral em nosso grupo. 1. Fale um pouquinho de vc... Meu nome Rosana Luciano Felix , tenho 46 anos casada a 23, tenho 02 filhos uma menina e um menino , gosto de periquitos tenho 12 e uma cadela. 2. Como é que o artesanato surgiu na sua vida? Bom a alguns anos tive um problema seria de saúde e o psiquiatra e a psicologa me perguntaram o que eu gostava de fazer e como sempre tive uma quedinha por artesanato comecei a fazer cursos como uma forma de terapia tomei mais gosto pelas artes que até hoje me da muita paz e alegria. 3. Conta para nós quais as técnicas que vc faz, e se ainda tem alguma que pretende aprender? Decoupagem em madeira , vidro, plastico, alumínio, decoupagem em tecido, pintura em telas com textura, sabonete, forração de caixas, caligrafia, cartões, scrabook, confecção de caixas (mas não faço), cestas de café da manhã, decoupage com carimbos, arte francesa, pintura gestual (este ainda estou fazendo), pintura country, bauer. Estas são as que estou me lembrando no momento mas tem muitas outras . A aprender ...Gosto muito de artesanato então sempre que vejo um curso novo me inscrevo pois no artesanato o conhecimento de novas tecnicas é preciso.


Entrevista do Mês Bella Artes Rosana 4. Como é que vc busca inspiração para os seus trabalhos? Bom em revistas , imagens. Assim vejo uma imagem tenho uma ideia e faço , geralmente faço do meu gosto como se fosse pra mim ou para alguem que conheço.Mas na maioria das vezes vou pela imagem .A tem também assim quando alguem me fala que a técnica não pode ser usada daquele geito ou naquele material pode ter certeza que vou fazer dar certo. 5. E a comercialização das suas artes? Como é que vc vende os seus produtos? É de boca em boca um cliente indica outro e assim por diante, já tentei deixar em loja mas não deu certo. E aos pouco estou no Elo 7 6. Alguma dica para quem está começando agora? Ter muita paciência e criatividade , não querer fazer as coisas pra ontem, cumprir sempre com suas encomendas. 7. Vc tem algum sonho relacionado aos seus artesanatos que poderia compartilhar conosco? Gostaria de ter uma loja, dar curso .

A loja do Elo7 da Rosana acabou de passar por uma repaginada e está linda, merece uma visita bellaartesrosana.elo7.com.br E além do Elo7, ela também mantém um blog com mais fotos de seus trabalhos http://bellaartesrosana.blogspot.com/


Lançamento e Novidades

VOCE SABIA... que a Gato Preto trouxe uma super novidade na Mega Artesanal que aconteceu em São Paulo?

A Hidro Miçanga é uma tinta a base d’água, super fácil de aplicar, com uma ótima aderência, até ai nenhuma novidade, não é mesmo mas a mágica acontece quando a tinta seca e dá o efeito miçanga simulando miçangas, pedraria, pérolas, devido. As diferentes texturas, cores variadas e acabamento brilhante. Vale lembrar que é recomendado aplicar a Hidro Miçanga apenas em tecido de algodão sem goma. O produto está sendo distribuído em todo o Brasil e para ter mais detalhes é só visitar o site da Gato Preto: http://www.gatopreto.com.br/produtos/hidro-micanga/ ATENÇÃO: Você já conhecia a Hidro Miçanga? Já fez agum trabalho com este produto? Se sim, envie para nós uma foto do seu trabalho que publicaremos na próxima edição. Veja na ultima página como entrar em contato conosco e enviar a sua foto.


O recomeço Fabi Lasalvia

Eu adoro escrever, mas confesso que escrever esse texto não foi nada fácil! Recebi um convite da Daniela Rodrigues (moderadora do Grupo) há uns dias atrás para escrever um texto contando um pouco mais sobre as minhas aventuras com o artesanato e fiquei extremamente lisonjeada e feliz. Ainda sou bem novata nesse meio e tenho muito ainda o que aprender, mas posso começar dizendo que tem sido tudo muito prazeroso. Tudo começou justamente com uma troca de e-mails com a Dani. Somos amigas de longa data e tínhamos perdido o contato, pois ela mora no Canadá e eu no Brasil. Através das redes sociais acabamos nos ‘reencontrando’ e começamos a trocar e-mails com notícias, novidades, acontecimentos e etc. Num desses e-mails, eu contei a ela que minha família e eu estávamos passando por algumas dificuldades financeiras e emocionais. Eu estava desempregada e tendo que segurar uma barra bem pesada e não sabia mais o que podia fazer para tentar amenizar a situação. Foi aí que a Dani me deu a idéia de eu tentar mexer com artesanato. Fazer alguma coisa em casa como bordar, pintar, tricotar, etc. Ela foi tão convincente que aquilo mexeu comigo. Eu sempre gostei muito de artesanato, mas achava que não levava jeito pra coisa. Sempre gostei de inventar ‘artes’ quando era mais nova. Eu ‘desenhava’ roupas, ‘pintava’ quadros, ‘tricotava’ acessórios para as minhas bonecas, mas tudo pra passar o tempo e brincar mesmo. Morava em apartamento e minha mãe não me deixava brincar na rua. Só brincava com as crianças do prédio e tinha vezes que inventava alguma coisa pra sair da rotina. Mas eu sou péssima desenhista, não entendo nada de pintura e levava dias e dias pra fazer um cachecol para as minhas bonecas. E tudo isso acabou ficando lá atrás…


Há sete anos, quando engravidei da minha primeira e única filha, tentei retomar o crochê. Quis fazer os ‘biquinhos’ das fraldinhas pra ela! Bom, ela já está indo para o oitavo ano e as fraldinhas nunca ficaram prontas! Definitivamente eu não tinha nascido para trabalhos manuais e acabei deixando tudo de lado mesmo. Até a Dani colocar essas idéias na minha cabeça! Eu fiquei muito pensativa e resolvi tentar mais uma vez. Afinal, eu não tinha nada pra perder. Em maio começa a quermesse da Paróquia a qual frequento e resolvi que queria fazer uma caridade e doar doces pra vender na Barraca dos Doces. Fui atrás pra fazer ‘cupcakes’. Só tinha ouvido falar, já tinha comido uns, mas nunca tinha feito. Aliás, outra coisa que sou péssima é na cozinha! Mas eu estava decidida: queria ajudar a Paróquia. Peguei receitas na internet, comprei todos os ingredientes e botei a mão na massa literalmente. Foi uma mistura de prazer, tensão, aventura. Tudo deu certo, claro. Os ‘cupcakes’ fizeram o maior sucesso e eu resolvi que poderia fazer um curso sobre cupcakes pra ajudar nos próximos. E como o universo, de fato, conspira a nosso favor, exatamente naquela semana tinha um curso perto de casa e eu fui fazer. Foi ótimo! Aprendi dicas úteis e importantes pra desvendar alguns mistérios da cozinha e dos ‘cupcakes’. Os próximos seriam diferentes com essas informações. E foram. Não vou dizer que estou craque, mas a elaboração dos mesmos estão fluindo com mais naturalidade, sem estresse. Ainda não estou trabalhando com isso, mas fiz para todos os fins de semana da quermesse e para alguns pequenos eventos! Depois disso, achei que poderia tentar retomar o tricô e o crochê. Marquei uma aula num armarinho perto de casa e lá fui eu. A princípio me achei um peixe fora d’água. As alunas eram todas de meia idade e conhecedoras da arte. Nada contra senhoras de meia idade, viu. Mas é que achei que ali não seria o meu lugar. Mas como já estava lá, continuei. Eu mal conseguia pegar as agulhas… Dias antes da aula eu já tinha tentado fazer em casa alguma coisa através de vídeo-aula, mas não estava dando certo. Estava sentindo a falta de alguém pra explicar de perto, olhar e ver onde eu estava errando e corrigir.


Estava de coração aberto!! Tinha os acessórios necessários e a professora veio me instruir. Deu um cachecol pra eu fazer. Colocou oito pontos na minha agulha e me deu as instruções iniciais. Foi ver outras alunas enquanto eu fiquei lá com ‘a minha lição’. Quando ela voltou, de oito pontos iniciais, eu tinha conseguido subir para uns 30!!! Desmanchei tudo e comecei de novo, e de novo e de novo. Já estava quase desistindo quando a professora deu a idéia de pegar outro novelo de lã que fosse mais grosso, mais firme e mais fácil de trabalhar. E não é que o negócio começou a dar certo!!!! A aula terminou e eu fiquei com a ‘lição de casa’. Na semana seguinte cheguei bastante empolgada querendo fazer outras peças e mais outras e mais outras. E cada aula eu faço uma peça diferente. Já fiz com tricô, já fiz com crochê e já estou pensando em começar a trabalhar mesmo com isso. A cada aula descubro que sou capaz de algo diferente. As aulas são sempre deliciosas: conversamos enquanto as mãos estão ocupadas tricotando ou crochetando. Uma dá palpite e ajuda na peça da outra, opina sobre a cor ou o ponto que ficaria melhor, trazem idéias e experiências. São três horas que passam despercebidas. São três horas que rende um dia inteiro. São três horas de terapia!!! Depois disso tudo, sinto como se outra pessoa estivesse existindo dentro de mim. Nunca achei que seria capaz de nada disso e, no entanto, quando temos a vontade dentro de nós, somos capazes de absolutamente tudo. Percebi que na vida existem momentos… e nós temos os nossos momentos! Quando eu tentava fazer isso tudo lá atrás não conseguia porque não tinha a vontade que me moveria pra isso. Até tinha a vontade, mas não tinha motivação, não tinha o entusiasmo. Era só vontade. E vontade sem outras coisas é só vontade e se perde no caminho. Não era o momento certo. Hoje, depois de algumas coisas vividas e alguns tropeços, penso de forma diferente. Ainda não estou trabalhando com isso. Continuo desempregada, mas estou aproveitando esse tempo de outra maneira. Já estou pensando em fazer crochê, tricô e cupcakes pra vender. Mas não estou pensando em grandes coisas. Quero começar como uma coisa sem compromisso e ver no que vai dar. Eu preciso e tenho que pensar devagar, sem atropelar as coisas. Outra coisa que aprendi e tenho aprendido todos os dias é que temos mesmo que ser pacientes.


Eu sou super ansiosa e quero que tudo fique pronto pra ontem. Só que as coisas não funcionavam e não funcionam assim. E eu sempre acabava frustrada por não conseguir alguma coisa. Não adianta nada ficar pensando lá na frente. Tudo tem um tempo certo. Fazer os ‘cupcakes’ e as minhas peças de tricô e crochê tem me ajudado nessa ansiedade. Essas coisas precisam de um tempo certo pra ficarem prontas. Se eu atropelar tudo, nada vai dar certo.

E é assim com a vida da gente. Tenho que pensar devagar, com serenidade, tranquilidade. E aí sim as coisas podem ser que aconteçam. Independente do que me espera no futuro, eu estou aproveitando muito minhas aulas, meus momentos, minhas conversas… Tudo isso está me ajudando de alguma forma e é nisso que eu penso. E não posso terminar o texto sem dizer que Deus também tem me dado muita força. Ele providencia tudo pra gente. É só entregar tudo na mão dele que Ele agirá. Entregar com fé e confiança. É assim que está sendo comigo: uma coisa de cada vez, mas as coisas estão acontecendo. Espero poder ter partilhado com vocês um pouco mais do que uma só uma experiência. Espero poder ter partilhado com vocês fé, esperança e confiança em Deus. Porque eu tenho a certeza de que se Ele não estivesse à minha frente, nada disso teria acontecido. Ele sempre age no momento certo. Basta crer e esperar. Obrigada, Dani, pelo convite e oportunidade. Grande beijo da Fabi. http://eavidaacontecendo.blogspot.com


Mural de Anúncios

4 Cantos Arte Sachês personalizados à partir de R$ 3,50. Na compras acima de 15 unidades ganhe um lindo móbile no mesmo tema escolhido.

Só Pra Você – Artes Cachecol e artigos de tricô e crochê disponíveis em pronta entrega ou aceitamos encomenda.

Anuncie sua loja ou seu produto aqui. Mimos da Raquel Topo de bolo em biscuit personalizado, a partir de 90,00

Mimos da Raquel Sapo Principe para jogar no lugar do bouquet, 30 cm R$50,00

Anges’ver Artesanatos Kit Bebê Melhor – Aceitamos encomendas


Onde encontrar Gostou do que viu nesta edição? Quer obter mais detalhes sobre os produtos e serviços oferecidos ou fazer uma encomenda? Entre em contato diretamente com as artesãs... 4 Cantos Arte (contato: Pri Diniz) http://quatrocantosarte.blogspot.com/ Anges’ver Artesanatos (contato: Vera Gonçalves) http://www.angesverartesanatos.elo7.com.br Bella Artes Rosana (contato: Rosana) http://www.elo7.com.br/bellaartesrosana/ E a Vida Acontecendo http://www.eavidaacontecendo.blogspot.com/ Cleide Patch’s (contato: Cleide) http://www.flickr.com/photos/cleideabr/

PatchCountry http://patchcountry.blogspot.com Mimos da Raquel (contato: Raquel Miranda) http://www.mimosdaraquel.blogspot.com Só Pra Você – Artes by Deise (contato: Deise Rodrigues) http://sopravoceartes.blogspot.com/


Próxima Edição    

Resultado do Projeto Verde Idéias, PAPs para a Primavera Entrevista do mês Sorteio & Give Away e muito mais..

Fale Conosco Grupo PatchCountry http://br.groups.yahoo.com/group/patchcountry/ Para entrar no grupo: http://br.groups.yahoo.com/group/patchcountry/ Em caso de dúvida, comentários, sugestões, ou para anunciar gratuitamente: Dani Rodrigues: culinaria.arte@gmail.com

Revista Eletronica- PatchCountry Ed02 Jun2011  

Revista Eletronica- PatchCountry Ed02 Jun2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you