Issuu on Google+

ANO XIV Nº 180 ABRIL 2011

Publicação do Centro de Tecnologia em Administração Funerária Órgão Oficial de Divulgação do Setor Funerário Nacional

85 ANOS

GRUPO ATHIA COMEMORA COM COLABORADORES, COMUNIDADE E RECEBE HOMENAGEM NA CÂMARA

Leia também SEFESP:

Dirigentes do SEFESP e ABREDIF se reúnem com o Centro de Vigilância Sanitária em São Paulo, para falar da regulamentação proposta pelo órgão para o setor.

CURIOSIDADES:

Ossos enfeitam igrejas e capelas na Europa e atraem turistas de todo o mundo.


Workshop de

Coroas &

Arranjos Florais Data: 20 de maio Local: Marília-SP Horário: das 09h às 17h

Informações e inscrições: (14) 3882-0595 www.funerarianet.com.br


out/2010 a set/2011

as, Defensor do Segurado, Assistência 24 Hor Indenização Garantida em 5 Dias Úteis.

itens Nenhum outro seguro tem tantos

de série.

Seguro MAPFRE AutoMais

É diferente porque é feito por motoristas como você. Por isso, ele é totalmente flexível e oferece as melhores condições de franquias e coberturas. Com ele, você conta com Indenização Garantida em 5 Dias Úteis, Defensor do Segurado, Assistência 24 Horas e condições exclusivas para o setor funerário. Resumindo: quando o seguro é feito por pessoas que se preocupam com você, não tem como não gostar.

(14) 3815-4057 ou (14) 3814-8007

A seguradora diferente.


Sumário Ano XIV Nº 180 ABRIL 2011

EDITORIAL

5

SEFESP

12

Setor Funerário Paulista está de luto. Faleceu em 17 de março George Luiz Izatto, da cidade de Jaú - interior de SP

ABREDIF

12

CAPA

22

Reunião com com Centro de Vigilancia Sanitária trata sobre regulamentação de funerárias e cemitérios do Estado de SP.

Grupo Athia, de Presidente

DESENVOLVIMENTO

18

Prudente-SP, comemora 85 anos e celebra data com

Cursos de Cerimonial, Excelência no Atendimento e Workshop de Coroas e Arranjos Florais preparam profissionais do setor.

seus diversos públicos.

Nesta edição • Clipping.......................................... 07 • Cartas............................................ 09 • Sefesp............................................ 10 • Abredif........................................... 12 • Marketing....................................... 15 • Luto............................................... 16 Capela de Ossos: Em Évora - Portugal está uma das mais famosas capelas de ossos do mundo.

4

• Curiosidades.................................. 28 • Legislação...................................... 36 Diretor Funerário | Abril2011


Editorial SOLANGE SERAFIM

A diferença de estar preparado Com o mundo globalizado e as notícias sendo disparadas em tempo real, vivenciamos cada vez mais as catástrofes coletivas que assolam o mundo. Outro dia pensei: “Outro terremoto, será que o fim do mundo está mesmo próximo, como profetizaram os Maias, que encerraram seu calendário no ano de 2012?” Depois, lendo outras informações e pesquisando com calma, acabei descobrindo que tragédias épicas sempre aconteceram. A devastação agora é maior, porque a população é maior, as construções dominam grandes áreas ... Pode ser que não seja um sinal do fim dos tempos, afinal, e só uma acomodação terrestre de rotina. Bem, o caso é que, como em todos os outros aspectos da vida, faz sim, muita diferença estar ou não preparado para enfrentar o pior. A recente tragédia no Japão mostrou isso. Um terremoto de magnitude 9, seguido de tsunami e de um iminente acidente nuclear, atingiu a região Nordeste do país, onde vivem cerca de 1 milhão de pessoas. Dados oficiais informam que foram cerca de 10 mil mortes, 15 mil feridos e 320 mil pessoas evacuadas - sendo 200 delas em decorrência da suspeita de contaminação radioativa. No país bem preparado e organizado, aproximadamente 3% da população foi atingida diretamente e 30% indiretamente. Não houve saques, e as interrupções telefônicas, de energia e abastecimento de água foram contornadas. O que mais impacta nas notícias lidas sobre a catástrofe são os prejuízos financeiros, cerca de 4,5% do PIB Japonês ou $ 200 milhões de Euros, sem contar as avarias na usina Nuclear. No terremoto do Haiti, de magnitude 7, em janeiro de 2010, foram 200 mil mortos, 300 mil feridos e 1 milhão de desabrigados, numa região de 4 milhões de habitantes. No país que já carecia de tudo, a situação foi mais que calamitante. Para estar preparado o setor funerário busca treinamento e qualificação. No mês de março os cursos da grade regular do CTAF, Centro de Tecnologia em Administração Funerária - “Cerimonial: Celebração da Vida”; “Excelência no Atendimento” o a primeira turma do Workshop “Coroas e Arranjos Florais” movimentaram o interior de São Paulo e reuniram participantes de vários estados brasileiros. O preparo e as oportunidades também foram os combustíveis para a vitalidade e juventude de uma empresa funerária que chegou aos 85 anos inovando. O Grupo Athia, de Presidente Prudente-SP comemorou a data em grande estilo e unindo tradição e modernidade. A empresa profissionalizou a administração e os Diretores Funerários se afastaram da rotina da empresa para pensar macro e possibilitar crescimento ordenado e sustentado para o grupo e para os próprios empresários individualmente. A matéria está nesta edição. Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a Funerária São Pedro inaugurou sua Estação de Tratamento de Efluentes. Inovadora a empresa se preocupa com a preservação ambiental e é a primeira do país a ser certificada com a ISO 9001:2008. O setor também se mobilizou para estar preparado e enfrentar a nova normatização do Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo, que está organizando uma abrangente regulamentação para empresas funerárias e cemitérios, colocada em consulta pública entre fevereiro e março deste ano. Uma reunião em São Paulo e encontro dos representantes de SEFESP e ABREDIF com os dirigentes do órgão paulista, devem tornar as regras aplicáveis e realmente protetoras dos consumidores, como é desejo de todos os envolvidos. É um assunto horripilante, mas ninguém escapa dele e, portanto, na seção Legislação temos as novas regras para Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. O prazo para entrega dos formulários, este ano só em meio magnético, termina em 30 de abril. Um abraço e até o mês de maio. Quando falaremos sobre as novidades da funexpo2011. Que delícia!! Aguardem. A Redação

Abril2011 | Diretor Funerário

5


EXPEDIENTE CARTA AO LEITOR Caros Leitores,

Diretor Executivo

A funexpo2011 está se aproximando. Ela acontece em Santos, litoral de São Paulo, no Mendes Convention Center, de 16 a 18 de setembro e o CTAF já finaliza detalhes sobre as palestras e a organização para tornar esse mais um evento inesquecível para o setor.

Lourival Antonio Panhozzi lori@sistemaprever.com.br

Conselho Editorial

O pavilhão de exposições está praticamente todo comercializado, mas ainda restam alguns estandes e para responder o e-mail de Elezaida Lang, da Vidas Confecções Ltda, recebido em março, que diz:

Mario Fernando Berlingieri marinhob@hotmail.com

“Fiquei sabendo hoje que existe uma feira nesta área no Brasil. Tenho uma empresa que produz roupas e tenho interesse em expor. Preciso saber se ainda há local - stand - vago e qual o valor do investimento”.

Conselho Editorial

Informo que: Temos sim uma Grande Feira Nacional do Setor Funerário. É a FUNEXPO, já em sua 9ª edição. Você pode se informar melhor sobre ela no Blog: www.funexpo.com.br. Até lá e um abraço a todos A Redação

SERVIÇOS Assinaturas Impressas: Para novas assinaturas. Disque para fone/fax: (55) (14) 3882-0595, envie pedido pelo correio para: Rua Dr. Rodrigues do Lago, 464 CEP 18602-091 - Botucatu - SP - Brasil, e-MAil para assinatura@ctaf.com.br Atendimento ao assinante: Fone/fax: (55) (14) 3882-0595 Rua Dr. Rodrigues do Lago, 464 CEP 18602-091 - Botucatu - SP - Brasil e-MAil: atendimento@ctaf.com.br

Ilso Sanchez Parra lutopaulista@uol.com.br

Diretora Administrativa

Dulce Cristina C. Nascimento dulce@ctaf.com.br

Redação - Jornalista Responsável Solange Serafim - MTB 23.860 solange@ctaf.com.br

Projeto Gráfico, DTP, Web, Marketing e Publicidade Henrique Teixeira henrique@ctaf.com.br

Na internet acesse: www.funerarianet.com.br Para anunciar: (55) (14) 3882-0595 Redação: (55) (14) 3882-0595 e-MAil: revista@ctaf.com.br Jornalista Responsável Solange Serafim - Mtb - 23.860 Impressão: JOARTE - jorgedj@joarte.com.br A Revista Diretor Funerário é uma publicação mensal do Centro de Tecnologia em Administração Funerária, órgão oficial de divulgação do Setor Funerário Nacional. A publicação não se responsabiliza pelas opiniões e conceitos emitidos em artigos assinados e em anúncios publicitários.

6

Assinaturas, Depto. Comercial e Treinamento Leandro da Silva Jerônimo leandro@ctaf.com.br

Colaboradores

Alaíde E. de Jesus Leda Fleury Maria José Bueno Rocha Taísa Berlingieri

Diretor Funerário | Abril2011


Clipping Licitação para prédio do IML de Maringá só em 60 dias

Funerária promete velório em 3D e aviso de morte pelas redes sociais

O Prédio que abriga o IML de Maringá deverá ser desocupado até 1º de abril, conforme decisão judicial

Uma empresa espanhola está lançando um serviço funerário com elementos inusitados, em que o cliente pode visualizar seu futuro velório em 3D, e sua morte é avisada aos conhecidos por meio das redes sociais.

O secretário da Segurança Pública do Paraná, Reinaldo de Almeida César, anunciou uma série de medidas de curto e médio prazo para tentar resolver os problemas do Instituto Médico-Legal (IML) no Estado. Em Maringá, o órgão está prestes a ser despejado do prédio que ocupa e depende da ajuda do Prever Maringá (cujo acordo termina em 15 de abril) para recolher corpos e fazer autópsias, devido à falta de profissionais e veículos. César anunciou a contratação imediata de médicos legistas, peritos e auxiliares de necropsia, peritos químico-legais, toxicologistas, auxiliares administrativos e motoristas para o IML de Curitiba e das 17 unidades instaladas no Estado. No entanto, a licitação para a construção de um novo prédio em Maringá, exigida pela Justiça, só deve sair depois de 20 de maio. O secretário anunciou “solução definitiva para o IML de Curitiba” num prazo de 12 a 15 meses, e a entrega, em 60 dias, dos prédios do instituto em Paranaguá, União da Vitória, Paranavaí e Toledo. Segundo ele, só depois da inauguração de todas as demais unidades é que irá ser aberta licitação para construção de novos prédios para as unidades de Maringá, Londrina, Foz do Iguaçu e Ponta Grossa. O secretário também anunciou a compra de 25 carros adaptados para o transporte de corpos para todo o Estado, mas não disse quando chegam. Em Maringá o transporte vem sendo feito desde o começo do mês por funcionários do Prever. Segundo a administração do IML de Maringá, o órgão vive uma situação caótica. Se não for tomada nenhuma medida emergencial, o instituto pode ter que deixar o prédio onde está, por determinação judicial, em 01 de abril. Os problemas com o IML de Maringá começaram em 2005, quando uma vistoria da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros apontou 42 falhas que comprometiam a estrutura do prédio, construído na década de 70. Um terreno chegou a ser doado pela Prefeitura de Maringá. A liberação de R$ 2,5 milhões para a obra foi anunciada pelo Governo do Estado, mas o projeto não saiu do papel O Diário.com março de 2011

NOTA: O Clipping é uma coletânea de notícias do setor funerário publicadas nos jornais de todo o país. Ele é um painel do que está acontecendo no setor e chega para a Diretor Funerário através de um serviço especializado que rastreia tudo o que é publicado na imprensa. A redação apenas transcreve a notícia, dando os créditos dos órgãos de imprensa onde foram primeiramente veiculadas e a data. Não são reportagens realizadas pela redação da Diretor Funerário. Abril2011 | Diretor Funerário

Com um sistema parecido ao de uma lista de casamento, a pessoa opta por vídeos, fotos, textos e tipo de músicas da cerimônia, além das flores, homenagens, decoração e até o cardápio. Um programa de computador em três dimensões permite ao contratante assistir a uma reprodução em 3D com todos os elementos escolhidos ou entregar suas últimas vontades por escrito e gravadas em vídeo, para que elas sejam respeitadas. Também é possível deixar programado um aviso para que, assim que a morte for confirmada, a notícia seja postada no mural do Facebook e os amigos sejam comunicados o quanto antes. “No começo, pensamos que era uma loucura. Que ninguém nos levaria a sério”, disse Miguel Adán Martínez, gerente da empresa Por Tudo o que Vivemos. A proposta da empresa é ajudar uma família a realizar um funeral ou permitir a encomenda de todos os detalhes para quem quiser preparar sua própria despedida. Na oferta de serviços há o chamado Espaço da Recordação, onde amigos e parentes podem acender velas virtuais, deixar mensagens, acessar imagens e até oferecer brindes ao falecido. Para quem quiser uma lembrança mais pessoal, há urnas para cinzas em diversos formatos, relicários, jóias, jardins e objetos de decoração. As cerimônias podem ser personalizadas ou temáticas. O Estado de São Paulo fevereiro de 2011

Obras do Crematório de Ribeirão Preto são iniciadas As obras do Crematório Ecológico Metropolitano de Ribeirão Preto foram iniciadas. O local terá 400 m2 de área construída e está localizado no Km 1 da rodovia Cândido Portinari. Segundo a funerária Prever Campos Elíseos, a obra estará concluída em seis meses. O forno crematório é importado dos EUA e já foi adquirido pela funerária. As licenças prévias de instalação já foram expedidas pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). O crematório terá capacidade para atender Ribeirão Preto e mais 50 cidades da região, inclusive o Sul de Minas Gerais. Ribeirão Preto On Line março de 2011 7


Registro

8

ABRIL

01/04 Francisca Nadja Alves Pereira..................Milagres-CE 01/04 Ernani Grings......................................Cunha Porã-SC 01/04 Márcio R. Ficagna............................... Cunha Porã-SC 02/04 Delvani Rodrigues................................. Porto Feliz-SP 03/04 Monica Regina Coutinho...................Rio de Janeiro-Rj 03/04 Josué Junior dos Santos........................Carambeí-PR 03/04 Denilson de Melo Lopes................. Caldas Novas-GO 04/04 Francisco da Chagas Coura........................ Sousa-PB 04/04 Roberto Serra de Souza................ Capna do Leão-RS 05/04 Valmir Ramos Machado.................. Nova Granada-SP 06/04 Ronaldo Cadiano C. C. Nogueira.......Votuporanga-SP 06/04 Elane Barcha........................................ Araraquara-SP 07/04 Luiz Carlos Batista Reis....................Rio de janeiro-RJ 10/04 Edson Alves Farias..............................Guarapuava-PR 10/04 Flávio Rogério Leitão.............................. São Luis-MA 10/04 José Luiz Schaumloeffel..................... Dois Irmãos-RS 12/04 Rolando Cesar C. C. Nogueira...........Votuporanga-SP 12/04 Paulo Guilherme Nunes........................Patrocínio-MG 13/04 Agnaldo Rogério Juiz......................................Tatuí-SP 14/04 Elias Luiz Corso.......................................... Videira-SC 15/04 Gilmar Luiz Muniz Barriquel...................... Xanxerê-SC 16/04 Celso Luiz Castrequini.................... Rondonópolis-MT

16/04 Amanda Luma Leal Silva.................. Alto Araguaia-MT 18/04 Antolino Souza Neto............................... itamarajú-BA 19/04 Edgard Roberto dos Santos.................. Meridiano-SP 19/04 Jurandy Soares do Santos......................Ji Paraná-RO 19/04 Agostinho Lopes..........................Dores do Indaiá-MG 19/04 Carlos Aughusto P. de Souza.............. Porto Velho-RO 22/04 Josenilton S. de Oliveira........Sta. Maria da Vitória-BA 23/04 Lázaro de Almeida Flores.......................... Santana-AP 23/04 Rogério Moreira.......................................Inhumas-GO 24/04 Luis Paulo Ferreira....................................Barretos-SP 25/04 Vitor Joaquim Rodrigues Torino.Sta. Vitória Palmar-RS 25/04 Benedito Theodoro...................................... Lages-SC 27/04 Nilton Lourenco dos Santos.. Ribas do Rio Pardo-MS 27/04 Alessandro Araújo Resende...........................Jataí-GO 28/04 Maria Cícera dos Santos.............................Maceió-AL 28/04 Fernando de Oliveira Carvalho............... Itaperuna-RJ 28/04 Maria das Dores Alves Pereira..................Milagres-CE 28/04 Fernando de Oliveira Carvalho...................Itápolis-SP 28/04 Alan kardec de Souza.................. Santa Terezinha-GO 29/04 Charliston Cordeiro dos Santos................Anicuns-GO 30/04 José Pedro Toledo....................................Orlândia-SP 30/04 Olimpio Herique Adam...........................Carazinho-RS

MAIO

Agora, você assinante, também tem seu espaço para comemorar seu aniversário. E , desde já, desejamos a todos os nossos votos de feliz aniversário.

01/05 Fabrício Borghi...................................... Brodowski-SP 02/05 Edileuza Alves Barroso...... Sta. Maria do Suaçuí-MG 02/05 Francisco Firmino Junior . ............................Caicó-RN 02/05 Fábio Henrique Ramos Pires Filho....... Borborema-SP 02/05 Cleber Juvêncio.......................................... Lavínia-SP 03/05 Iara Aparecida de Jesus....................... Bebedouro-SP 04/05 Célio de Azevedo ........................... Rio de Janeiro-RJ 04/05 Gilmar Gonçalves de Andrade...............São Paulo-SP 05/05 Flávio Pires......................................................Tatuí-SP 05/05 Marco Antonio Padovezzi..................... Cafelândia-PR 05/05 Maria Jacinta Castrequini............... Rondonópolis-MT 05/05 Igor Cândido da Silva . ...................... Novo Gama-GO 06/05 Valter Vagno Alves Xavier . ........Juazeiro do Norte-CE 07/05 Carlos Roberto Pereira de Sousa.............. Escada-PE 08/05 Olívia Schadeck Humenhuk..................Canoinhas-SC 08/05 Osvaldo de Souza Costa..................Pedro Osório-RS 08/05 Miguel Arcanjo................................... Ponte Nova-MG 08/05 Rosa Maria......................................... Ponte Nova-MG 08/05 Thiago de Sá Arakaki....................Campo Grande-MS 08/05 Gustavo Teixeira................................. Ponte Nova-MG 08/05 Maria Lucia Oliveira Batista.........................Araxá-MG 09/05 Carla Cristina Maia Souza . .................. Caratinga-MG 09/05 Manoel Gomes Neto.................................. Teresina-PI 09/05 Juracy Ramos.............................................. Belém-PA 09/05 Eduardo Marcos Sorg...........................Canoinhas-SC 10/05 Rogério Martins............................................Viçosa-AL 11/05 Andreia Dalira N. Gallo....... São José do Rio Preto-SP 11/05 Jorge Luiz da Silva Freitas..........Caçapava do Sul-RS 11/05 Gisele Hiera...........................................Canoinhas-SC 11/05 Wesnner B. Costa................................. Rubiataba-GO 12/05 Luis Carlos da Silva Almeida.................. Macaubal-BA 12/05 Ubiratã José Teixeira da Silva.... Siqueira Campos-PR 12/05 Alex Cardoso...................................... Porto Alegre-RS 13/05 Maria José Caixeta Skaf Cintra ........ Pires do Rio-GO 13/05 Osmar Camassano Martins........................Ibiporã-PR 15/05 Pedro Lucheta................................... Mirandópolis-SP 15/05 Renata Silva Lopes....................................Lajinha-MG 15/05 Paulo Cezar Nogueira Neves................. Espinosa-MG 15/05 Daniel Luis Gonçalves................... Belo Horizonte-MG

15/05 Luci Perotto.......................................... Mogi Mirim-SP 15/05 Resnick F. de Freitas....... Santo Antonio de Posse-SP 16/05 Gilber Roque Pereira Miranda...... Santa Terezinha-GO 16/05 João Luis Junior.......................................Imbituba-SC 16/05 Eli Evaristo Santana..........................São Gotardo-MG 16/05 João Miguel Silva..........................................Patos-PB 17/05 Juliane Gomes Pereira................ Pedro Leopoldo-MG 17/05 Pedro de Ávila............................................ Sorriso-MT 18/05 Lucas Alves Pereira Filho.........................Mineiros-GO 20/05 Gélcio Miguel Schibelbein.........................Curitiba-PR 21/05 Valdireni Pinheiro Petroneri.................. São Carlos-SC 21/05 Ilson Roberto.......................... São Caetano do Sul-SP 21/05 José Henrique Leal Silva.................. Alto Araguaia-MT 21/05 Agostinho Carpes....................................... Imbuia-SC 21/05 Edvaldo Donizete Marchezim............Iracemápolis-SP 22/05 José Jorge Figueiredo Hora................Cristinápolis-SE 22/05 Antonio Carlos Farnezi . .....................Diamantina-MG 23/05 Rafael da Luca Passos........................ Araraquara-SP 24/05 Luis Antonio Lopes da Costa...............Piraí do Sul-PR 24/05 Edvaldo Arakaki............................Campo Grande-MS 24/05 Paulo Lopes de Ol. Junior . ............ Caldas Novas-GO 25/05 Nilza Maria Tavares de Santana................Abaeté-MG 25/05 Agnaldo da Silva Fontes....................... Americana-SP 25/05 Mônica de Fatima Carvalho........ Pedro Leopoldo-MG 26/05 Paulo Sérgio de Souza . .......................... Luziânia-GO 26/05 Carlos Alberto Ribeiro...............................Barretos-SP 27/05 Weyne B. Costa.................................... Rubiataba-GO 28/05 Talyssa Teixeira.................................... Bebedouro-SP 28/05 Alexandra Oriano ............................. Florianópolis-SC 29/05 Ermelinda Castrequini Nogueira.........Votuporanta-SP 29/05 Heveliza dos Santos Queiroz............. Aquidauana-MS 30/05 Fernando Viana de Sousa..... Valparaíso de Goiás-GO 30/05 Edeilson José da Silva...............................Caruaru-PE 31/05 Antonio Santana..................................... Corumbá-MS 31/05 Sérgio de Almeida.....................................Recreio-MG 31/05 Marilandi Miranda de L. Santana.......Pilão Arcado-BA 31/05 Leonor G. da Cruz Filho............ Bragança Paulista-SP 31/05 Cassio de Freitas Pires.............................. Ibitinga-SP Diretor Funerário | Abril2011


PARTICIPEM: Envie suas perguntas, comentários, sugestões para o e-mail: revista@ctaf.com.br; Ou para o endereço: Rua Dr. Rodrigues do Lago, 464 - Centro CEP 18602-091 - Botucatu-SP

Cartas

Boa tarde Não sou contra o humor, porém, ao invés de enviar uma piada, vou fazer um comentário sobre as de fevereiro/2011 nº 178. Vocês poderiam se dar mais ao respeito. Quando vejo piadas contra os ministros de Cristo na terra, me entristeço e penso: - Que tipo de educação religiosa essas pessoas receberam para constituir suas personalidades? E porque sempre se referindo à temática do Catolicismo? Respeitem o Papa, pois ele nos liga a Cristo. Não esqueçam quantos se apresentaram diante do falecimento de um Papa no nosso século, o João Paulo II. Foram pessoas de alto grau intelectual. É ou não é autoridade religiosa? E por que merece crédito uma revista que não respeita as autoridades? Porque mesmo que digam que é apenas uma piada... é pior ainda banalizar o que merece nosso respeito. O Papa ora por todos. Quanto à Cristo, vocês fazem as pessoas sentirem alegria com piadas cujo tema foi o pecado de Sodoma e Gomorra, cidades que o Senhor destruiu pela prática de sexo com os animais. Sinto muito por comportamento e aprovamento de uma direção que parece não valorizar a boa censura e a boa ética. Amo o Papa e defendo a Igreja. Olenívia Mª Bezerra Ferreira Olá Olenívia, Sabe que eu escrevo sobre muitos assuntos na Revista, já há mais de 10 anos. A seção de piadas, que não escrevo, é sempre muito comentada e recebemos muitas colaborações para ela. Pensei muito antes de responder seu e-mail. O recebemos no dia 22 de fevereiro e só hoje, no fechamento da Revista decidi que também queria expor o que penso. Acho elogiável sua atitude de expor seus pensamentos. Só defendendo nossos valores poderemos fazer alguma coisa pelo mundo. Ao ler seu e-mail fiquei constrangida, porque também sou Católica. Fui criada com bons princípios e acredito, crendo nos valores corretos. E pensei: nossa ela esta certa! Depois fui ler novamente as piadinhas. São todas sobre o mesmo tema: a religião católica? Não. Todas as piadinhas são sobre falha na Comunicação. O padre que se precipitou ao interpretar o bêbado. O abade que não sabia de onde vinham as convicções a que se entregara e uma jovem que não entendeu direito uma pergunta. No lugar dos personagens “católicos” poderíamos como vemos muito comunmente colocar um advogado; um Judeu, um Argentino ou o mais comum de tudo: um Português. Não gostaria que uma falha na comunicação fizesse que esse veículo fosse erroneamente interpretado. Não acho que cabe aqui uma desculpa e também não vou lhe prometer que não falaremos mais nisso. A reportagem, os editores, os colaboradores e até mesmo os leitores são seres humanos, mortais, sujeitos a erros e acertos, que se divertem de maneiras diferentes e que encontram na seção “Humor & Tal” piadinhas iguais as que circulam de boca-em-boca em todo o planeta. Não a reproduzem por desacatar autoridades ou ridicularizar seus semelhantes. Apenas o fazem como modo de distração. A Revista Diretor Funerário Respeita o Papa, as autoridades católicas, assim como os representantes e as demais religiões. Acreditamos que Tolerância é a palavra que deve reger este milênio, cada vez mais plural, cada vez mais diferente, cada vez mais louco. Interpretei sua mensagem como um excelente alerta para o papel de cada um de nós na vida uns dos outros. Agradeço por ter me feito refletir sobre esse assunto, que passava em branco. E com certeza ficaremos todos mais atentos à essa seção. Espero que interprete bem minha resposta e que nossa comunicação não vire piada! Aguardo suas novas contribuições. Solange Serafim Gosto do Papa e defendo crenças que possam fazer deste um mundo melhor!

Abril2011 | Diretor Funerário

9


Sindicato das Empresas Funerárias do Estado de São Paulo Rua Saint Martin, 35-65 - Jd. Aeroporto CEP 17043-081 - Bauru-SP Fone/fax: (14) 3227-4448 e-mail: sefesp@uol.com.br

Sefesp

O adeus a george izatto Diretor Funerário, da Funerária Jauense, interior de São Paulo, faleceu em 15 de março aos 57 anos Quase sempre a Vida nos surpreende. As vezes com coisas boas, as vezes com outras nem tão boas assim e as vezes com episódios que lutamos para compreender e até para nos conformar. É com pezar que comunicamos um desses revezes da Vida: o falecimento do Diretor Funerário George Luiz Izatto, da Funerária Jauense, de Jaú - interior de São Paulo. George tinha 57 anos, a mesma idade de sua tradicional empresa, herdada do pai e administrada por ele e pelo irmão, o Tozé, com olhos para o futuro e atenta aos avanços, éticos, comerciais e tecnológicos pelos quais o setor passou nos últimos 15 anos. Muito querido no setor, George era participante do movimento que mudou o conceito de empresa funerária no país, fez parte das diretorias das principais entidades

Hagáteixeira

indeterminado

www.tanatus.com.br

Carrinho elétrico para elevação de urnas. A Bateria.

PROMOÇÃO PRAS UP GR O DE COM te consul

Pioneirismo Científico em Tanatopraxia 10

Diretor Funerário | Abril2011


da categoria em São Paulo e sempre esteve presente em reuniões, assembléias e discussões para o efetivo crescimento do setor.

esposa Sandra Cristina Rodrigues Izatto.

A frente dos negócios o irmão Tozé, e o filho mais velho, Gabriel, Sua empresa em Jaú mantém uma das mais saudáveis relações de que vinha sendo preparado pelo pai para a função. “Vai ser muito concorrência já vistas, tendo na Funerária Luto Paulista uma parceira de difícil. Vamos sentir sua falta, embora a empresa siga seu rumo desenvolvimento. Tanto assim que o normal sob a direção do empresário Ilson Sanches Parra, o Tozé e do Gabriel”, afirmou Voinho, e sua família, compareceu a funcionária Simone. conster nado a cerimônia de despedida, seu funeral, realizado Para os Diretores Funerários nas dependências do Memorial a perda também será muito QUASE SEMPRE A VIDA NOS SURPREENDE. Izatto, em 15 de março. sentida. “Um empresário jovem e dinâmico, que AS VEZES COM COISAS BOAS, AS VEZES No funeral, muitos amigos, muitos infelizmente nos deixa tão clientes, os colaboradores da cedo. Mas é a vontade de COM OUTRAS NEM TÃO BOAS ASSIM E empresa, autoridades da cidade Deus e ele tem planos para e região e Diretores Funerários de todos nós”, afirmaram em AS VEZES COM EPISÓDIOS QUE LUTAMOS quase todo o Estado fizeram questão uníssono. de prestar sua última homenagem, PARA COMPREENDER E ATÉ PARA NOS reforçando o estima que sentiam O SEFESP homenageia aqui pelo empresário precocemente este importante homem: bom CONFORMAR. falecido. pai, bom esposo, bom amigo, bom empresário. E externa George deixa dois filhos: Gabriel, seu pezar para toda a família de 25 anos e Guilherme, de 22, e a Izatto.

fev/11 a jan/12

Abril2011 | Diretor Funerário

11


Associação Brasileira de Empresas e Diretores do Setor Funerário

Abredif

Av. Paulista, 2006 - 9º andar- conj. 903/904 CEP 01310-200 - São Paulo-SP fone/fax: (11) 3283-3384 - abredif@terra.com.br

ABREDIF e SEFESP se reúnem com a Vigilância Sanitária em São Paulo Reunião aconteceu dia 10 de março e as entidades apresentaram contraproposta à Portaria CVS 01/2011 que permaneceu em consulta pública por 30 dias A mesma Portaria já tinha sido assunto de uma reunião realizada na cidade no final de 2010. Agora em março, mais de 100 Diretores Funerários compareceram, deram suas sugestões e se comprometeram à ativar suas redes de relacionamentos políticos para contribuírem positivamente com a Portaria. Na reunião foram discutidos vários pontos da regulamentação, seus acertos, suas falhas. Os empresários do setor também enviaram suas considerações, aproveitando a oportunidade concedida na Consulta Pública. No último dia 10 de março, representantes da ABREDIF - Associação Brasileira de Empresas e Diretores do Setor Funerário - e SEFESP Sindicato das Empresas Funerárias do Estado de São Paulo - estiveram em São Paulo para A categoria mais uma vez se mobilizou e se reuniu em Botucatu no dia 25 de fevereiro para debater alguns tópicos da Portaria CVS 001/2011, redigida pela Vigilância Sanitária de São Paulo que pretende regularizar empresas e procedimentos funerários e de cemitérios no Estado de São Paulo e que permaneceu em consulta pública por 30 dias.

falar sobre a Portaria. Os dirigentes apresentaram um documento com as contrapropostas levantadas pela categoria, que visam tornar a Portaria aplicável, viável para Empresas Funerárias e realmente protetora dos direitos de consumidores.

fev a out/11

12

Diretor Funerário | Abril2011


“Fomos bem recebidos e deixamos o órgão confiantes”, afirmou o presidente da ABREDIF, Lourival Antonio Panhozzi.

propostas da categoria e manter conversações sobre o andamento da Portaria.

De acordo com o Presidente da ABREDIF, Lourival Antonio Panhozzi, a dirigente da Vigilância Sanitária de São Paulo prometeu avaliar as

“A mobilização do setor em São Paulo foi muito importante. Nós colhemos as propostas das empresas, redigimos um documento único e ainda mostramos todas as movimentações de Diretores Funerários no Estado sobre o assunto”, revelou Panhozzi, que pede que os Diretores Funerários continuem encaminhando ao CTAF suas manifestações. A reunião com a Vigilância Sanitária em São Paulo foi obtida após a intervenção do Deputado Federal, Antonio Carlos Mendes Thame PSDB/SP, o mesmo que batalha por uma regulamentação nacional para os Planos Assistenciais Funerários (projeto apresentado na edição de janeiro de 2011 nas páginas da ABREDIF).

Entre em contato com a ABREDIF Telefone: (11) 3283-3384 E-mail: abredif@terra.com.br

Avulso

Aproveitem os preços e condições de pagamento!! • Trabalhamos com toda linha de material hospitalar, cirúrgico, ortopédico e médico em geral; • Despachamos para todo Brasil com muita agilidade e rapidez; • Preços Imbatíveis; • Material a pronta entrega.

CENTRAL DE VENDAS (11) 4991-8022

• 4991-7588 internet:

www.ortopediacampestre.com.br email: ortopediacampestre@uol.com.br Abril2011 | Diretor Funerário

13


Registro

MAIO

Antecipamos a relação dos aniversariantes para você não perder a festa. 02/05 José Vieira de Freitas Junior........................ Caruaru-PE

19/05 José Aparecido Amor.....................................Itararé-SP

03/05 Lourdes Ap. N. Barcelos................................... Icém-SP

20/05 Antonia Elizabete M. de Lima....................Itanhaem-SP

05/05 João Batista........................................... Jaboticabal-SP

21/05 Valdirene Pinheiro Petroneri.................... São Carlos-SP

06/05 Eduardo Pizzo.......................................Barra Bonita-SP

22/05 Maria Aparecida Velosa Ligeiro................ Petropolis-RJ

07/05 José Garcia Lopes Neto................................... Tupã-SP

22/05 José O. dos Santos Rocha........................Fortaleza-CE

07/05 Roberto M. Peixoto de Carvalho.....Belo Horizonte-MG

23/05 Velocino Firmino Formolo.................. Caxias do Sul-RS

09/05 Benvindo Galhardo...................................... Palmital-SP

24/05 Manoel Cunha de Castro......................Santo André-SP

10/05 Isaias Lemes da Silva..................................Piedade-SP

25/05 Heber Amorim Vila........................................... Natal-RN

10/05 Rejane Maria Daroit.......................................Estrela-RS

25/05 José Roberto Fernandes Pinto..................... Ibitinga-SP

10/05 Isaias Lemes da Silva..................................Piedade-SP

25/05 Silvino Leier...................................... Jaraguá do Sul-SC

10/05 Luciana C. Oliveira Candido........................Mococa-SP

27/05 Taérdia S. R. de Carvalho............................ Socorro-SP

11/05 Gisele Dias Hiera..................................... Canoinhas-SC

27/05 Marcelo Ramos........................................Americana-SP

13/05 Domingos Sasaqui..................................São Roque-SP

28/05 Alcino Ribeiro da Costa...................... Barra do Piraí-RJ

16/05 Marcos André Martins Garcia..............Sud Menucci-SP

29/05 Ermelinda Castrequini Nogueira.......... Votuporanga-SP

18/05 Nair Dambroski.......................................... Ourinhos-SP

29/05 Manoel Rodriguez Gonzalez..........................Santos-SP

18/05 Wilson Luiz de Oliveira................................ Dracena-SP

29/05 João Luis Roveri..................................... Araraquara-SP

19/05 Israel Caetano de Almeida..................... Pilar do Sul-SP

30/05 Magno Fernando Vila....................................... Natal-RN

jan a dez /2011

14

Diretor Funerário | Abril2011


out 2010 a set 2011

MARKETING por Wagner Campos

Como anda sua qualidade de vida no ambiente de trabalho? Encontrarmos pessoas que ficam horas e horas a mais em seu trabalho dedicando-se a uma atividade ou um projeto e mesmo assim não obtém uma boa produtividade em suas tarefas e principalmente estão longe de se sentirem realizados com o que fazem, gerando assim frustrações e falta de motivação. O motivo desta falta de produtividade pode ser a má qualidade de vida no ambiente de trabalho. O ambiente de trabalho não deve ser considerado apenas como o ambiente da empresa ou escritório, mas também o ambiente de estudo dos alunos de todas as faixas etárias. Estes também possuem sua carga horária distribuída entre aulas, provas, cursos de idiomas, cursos de informáticas, esportes e mais provas. Há crianças com menos de sete anos que ficam na escola ou fazem dezenas de atividades, saindo de casa as 07:00h e retornando apenas as 18:30h. São mais de dez horas de atividades diárias. Os profissionais precisam dedicar seus esforços para apresentarem seus projetos dentro do prazo desejado. Alguns, ainda, por morarem longe de seu local de trabalho ou não terem acesso a um restaurante perto, muitas vezes almoçam no próprio ambiente e logo estão a trabalhar novamente. A mente precisa descansar, sair da rotina. Processar novas informações através de ambientes diferentes dos quais se passa a maior parte do tempo utilizando os cinco sentidos (olfato, tato, paladar, audição e visão) para que descanse e se revigore. Verifique se sua postura não está lhe causando cansaço físico, se não está sentado muito perto do monitor do computador, se está exposto a algum tipo de poluição (sonora ou visual, por exemplo). Aproveite o horário que sobra durante o almoço para fazer algo diferente. Ouça uma música, leia um capítulo de um livro, desenhe, pinte, faça artesanato, converse com amigos (assuntos não relacionados ao trabalho), dê uma volta no quarteirão, faça um projeto esboçando seus objetivos para o ano e assim por diante. Se em sua empresa não há um programa de melhoria na qualidade de vida no ambiente de trabalho, quando for degustar o tradicional cafezinho, aproveite para se alongar e fazer uma rápida ginástica laboral, preparando seu corpo para o restante da jornada de trabalho. Se você é um estudante que dedica horas e horas realizando várias atividades de estudo, pare um pouco para descansar. Ouça músicas, assista um vídeo, curta a natureza. Fuja de sua rotina. O estudo é excelente para seu futuro, mas em excesso, haverá um momento que você não conseguirá mais processar tantas informações. Quando não estiver em seu ambiente de trabalho ou estudo, passe mais tempo junto de sua família. Com seus pais, marido, esposa, filhos, tios, avós, sobrinhos ou netos. A família é uma grande fonte de energia para todos. Não trabalhe ou estude exaustivamente pensando apenas no amanhã, pois você estará deixando de viver o hoje com as pessoas mais especiais de sua vida. Como disse Kotler, “a melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. Viva intensamente seu presente e com certeza terá um maravilhoso futuro. Prof. Wagner Campos é Palestrante e Conferencista em Vendas, Motivação e Liderança. Diretor da True Consultoria. Administrador de empresas e Especialista em Marketing. Abril2011 | Diretor Funerário

15


LUTO por Taísa Berlingieri

Inspirada nos versos de Drummond no poema PARA SEMPRE, pensei em escrever sobre as Mães esse mês e pesquisando um pouco mais me deparei com esse texto (que também o cita) de Eliane Brum que me sensibilizou com a sua escrita profunda e poética. Ao invés de escrever gostaria de compartilhar o texto com vocês, enfatizando os momentos que mais me tocaram. AS MÃES NÃO DEVERIAM MORRER Uma amiga perdeu a mãe, de repente. A notícia me alcançou por e-mail, agora que a internet deixou o mundo pequeno. Estou longe, mas também aqui, neste lugar sem distância que é o mundo virtual. Mas com tempo veloz, em que uma hora pode ser um pretérito definitivo na disputa pela supremacia dos segundos. Como era antes, quando as notícias levavam meses para chegar e o mundo sobre o qual falavam já tinha inteiro se transmutado, quando as cartas eram sempre um retrato do passado? Agora tudo é agora. E os tempos se confundem de outro modo. Mas se confundem.

Para Sempre Por que Deus permite que as mães vão se embora? Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não se apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento. Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio. Mãe, na sua graça, é eternidade. Por que Deus se lembra - mistério profundo de tirá-la um dia? Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho e ele, velho embora, será pequenino feito grão de milho. CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

Senti tanto o desamparo da minha amiga, porque sei que as mães não deveriam morrer. Na mesma noite sonhei com meus mortos. Meu avô sentava-se com minha avó ao redor da mesa da cozinha como antes e como nunca, porque meu avô sabia que minha avó tinha morrido e eu sabia que meu avô tinha morrido uns 20 anos depois dela. E uma quarta pessoa, desconhecida de todos nós reunidos naquela cozinha, sabia que eu também já tinha morrido, numa outra época que ainda não chegou para mim. Mas comíamos bolinhos de chuva naquela mesa porque compreendíamos que, no curto espaço de existência, neste soluço entre o nascimento e a morte que pertence a cada um

mar a ago/11

16

Diretor Funerário | Abril2011


de nós, nem os sonhos devem ser desperdiçados. E ali, enquanto eu dormia num quarto de hotel, éramos uma impossibilidade lógica que conversava e que ria. Quando perdemos alguém que amamos, a dor é tão extravagante que nos come vivos, como se fosse uma daquelas formigas africanas que vemos nos documentários da National Geographic. A dor está lá quando acordamos. Continua lá quando respiramos. Nos espreita do espelho diante do qual escovamos os dentes pela manhã com um braço que pesa uma tonelada. E, quando por um instante nos distraímos, crava seus dentes bem no coração. Neste longo momento depois da perda, sabemos mais dos buracos negros do que os astrônomos porque carregamos um dentro de nós. E arrancamos cada dia nosso do interior de sua boca ávida, com uma força que não temos, para que não nos sugue de dentro para dentro. Devagar, bem devagar, muito mais devagar do que o mundo lá fora nos exige, o vazio vai virando uma outra coisa. Uma que nos permite viver. Descobrimos que nossos mortos nos habitam, fazem parte de nós, correm em nossas veias fundidos a hemácias e leucócitos. Que suas histórias estão misturadas com as nossas, que seus desejos se deixaram em nós. Que, de certo modo, somos muita gente, multidão. Como também nós seremos em muita gente, deixando, em cada um, ecos de diferentes decibéis e intensidades. Acolhemos então aquele que nos falta de uma forma que nunca mais nos deixará. Como saudade. E como saudade não poderá mais partir. Somada, a vida humana é um rio barulhento de memórias no leito do tempo. Enquanto outras espécies sabem, sem que ninguém tenha ensinado, que precisam voar para o sul para não sucumbir no inverno ou que devem escalar dezenas de metros de uma árvore em busca da fêmea para se acasalar num momento preciso, nós perpetuamos lembranças. Não é uma intuição prática, no sentido ordinário do termo. Mas é tão vital quanto o acasalamento ou a fuga do inverno. Assim como a natureza tece mil expedientes para perpetuar seus genes, pertençam eles a um chimpanzé ou a uma mosca; nós, cuja diferença evolutiva nos permitiu inventar a cultura e ser na cultura, perpetuamos a vida através da memória. Já que, para nós, não há vida sem a consciência da vida. Transmitimos as histórias, o conhecimento e os sentimentos dos que se foram, tanto como humanidade quanto como indivíduo, como se fossem parte de um DNA imaterial. Do contrário, seria impossível conviver com o privilégio de nossa espécie, a consciência do fim. Quem não entende isso acha que, quando doamos as roupas e os objetos de quem amamos e se foi ou deixamos de chorar no cemitério, superamos a perda. Não acredito que exista superação no sentido do esquecimento. O que acontece é que compreendemos que aquela pessoa não estará mais no mundo externo, não pertence mais a ele. Mas também não é mais um vazio que grita como nos primeiros meses, às vezes anos. Ela agora mora no mundo de dentro, vive como memória nossa, em nós. E assim não está mais morta, mas viva de um outro jeito. É o que me ensina João, o homem que divide comigo a aventura arriscada de viver. De luto por sua própria mãe, percebo que a carrega nos olhos quando se maravilha com a novidade do mundo. Ele me ensina que a vida dos mortos em nós não é possessão nem fantasma. Nem é morte. O mórbido é quando não conseguimos dar um lugar vivo para o morto. Então a memória fica pregada naquele momento de horror e a vida se torna impossível, porque a existência não é água parada, mas rio que corre. Acontece quando alguém, pelos mais variados motivos, não consegue fazer o luto e dar um lugar de saudade para a dor. Quando nos fixamos, num dogma ou numa falta, partes importantes de nós gangrenam. Mas quando os mortos se acomodam em nós como lembrança que muda segundo o viver de quem vive, tudo flui. Se há algo Abril2011 | Diretor Funerário

que a vida é em essência é movimento. E o luto é um movimento que reabre as portas para a vida ao romper com a rigidez da morte em nós. Por isso, para o luto não pode haver pressa, porque é grande e largo o gesto que temos de fazer acima e apesar do horror que nos atinge até mesmo em partes que nem sabíamos que existiam. Quando perdeu a mãe, João compreendeu por completo a poesia que Carlos Drummond de Andrade escreveu para a poeta Ana Cristina Cesar, que se suicidou aos 31 anos atirando-se pela janela do 13° andar. Ela fala da diferença entre falta e ausência. “Por muito tempo achei que a ausência é falta. E lastimava, ignorante, a falta. Hoje não a lastimo. Não há falta na ausência. A ausência é um estar em mim. E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços, que rio e danço e invento exclamações alegres, porque a ausência, essa ausência assimilada, ninguém a rouba mais de mim”. É isso. A ausência não é falta. Ou, dito de outro modo, a falta nos come vivos. A ausência, por paradoxal que pareça, nos preenche. Há um filme de extraordinária beleza sobre a perda, a saudade e o lugar dos mortos em nós. Chama-se “Hanami - Cerejeiras em flor” (Doris Dörrie, 2008 - Alemanha/França). Passou nos cinemas, ainda resiste numa sala ou outra, mas já assisti ao filme na TV por assinatura. Se você encontrar este nome na programação, não deixe de ver. Feche as cortinas, protejase do barulho da rua, programe-se para algo especial. O filme conta a história de um homem que não gosta de sair da rotina em sua viagem mais longa e menos previsível. Ele parte em busca de sua mulher e só a encontra quando descobre que ela está dentro dele, nos gestos dele, no corpo e nos olhos que ele empresta a ela. É um filme sobre a morte que nos leva ao único lugar onde vale a pena chegar, à vida. Quando sofremos uma grande perda ou somos abalroados por uma catástrofe pessoal de outro gênero, as pessoas dizem, para nos consolar e com as melhores intenções, que tudo passa. Acho que, na verdade, nada passa. A frase mais precisa seria que tudo muda. Também nós que aqui estamos como matéria um dia seremos apenas eco. Tanto pelas nossas células que alimentam e se agregam a outros seres vivos a partir da decomposição de nosso corpo como pelas histórias que transmitimos e permanecem além de nós. Aquela que fui ontem já mudou, a ruga que há um ano não existia agora é visível na pálpebra direita, minha percepção do mundo não é mais exatamente a mesma do mês passado, alterada por novas experiências que me alargaram. De certo modo, nascemos e morremos tantas vezes até o fim da vida. E é este o movimento que importa. Queria dizer isso à amiga que perdeu a mãe de repente. Mas agora minha amiga ouve, mas não pode escutar. A dor a está comendo viva como as formigas africanas. Tudo é horror e absoluto. Mas com o tempo, um período só dela e que não pode ser determinado em parte alguma nem por ninguém, minha amiga vai começar a perceber que a mãe é uma ausência presente no formato das suas unhas, num certo jeito de mexer a cabeça quando fala, na tonalidade rara dos olhos. Está nas palavras e nas histórias que conversam dentro dela, na mitologia familiar que se perpetua, nos sons da memória. E então poderá reencontrar a mãe dentro dela. E levá-la para passear. E, num dia que sempre chega, viverão as duas como história, como cacos de lembranças encaixados em diferentes rearranjos de vitrais, na vida dos que vieram depois. É pouco, talvez. É tudo o que temos.

(ELIANE BRUM é Jornalista, escritora e documentarista. Ganhou mais de 40 prêmios nacionais e internacionais de reportagem. É autora de Coluna Prestes - O Avesso da Lenda (Artes e Ofícios), A Vida Que Ninguém Vê (Arquipélago Editorial, Prêmio Jabuti 2007) e O Olho da Rua (Globo)) http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI180063-15230,00.html 17


DESENVOLVIMENTO

Cursos de Cerimonial e Excelência no atendimento movimentam interior de São Paulo

Turmas aconteceram em meados de março reunindo Diretores Funerários de vários Estados O Curso “Cerimonial: Celebração da Vida”, ministrado pelo consultor do CTAF - Centro de Tecnologia em Administração Funerária - Vital Walter de Oliveira Filho, chamou a atenção dos participantes pela riqueza de detalhes. Além da técnica para formatar uma cerimônia fúnebre, o docente também contextualiza e informa o início dos rituais fúnebres e sua importância na vida moderna. A maioria dos alunos já tem ou está investindo num espaço para os velórios, com acomodações confortáveis e funcionais e vêm buscar o algo mais para o diferencial em suas cerimônias. Muitos já possuem alguns parâmetros para a última despedida. No caso da turma de março, a Funerária Vaticano, de Curitiba-PR, faz uma chuva de pétalas de dez/2010 a nov/2011

18

Diretor Funerário | Abril2011


rosas para encerrar o velório. “Também fazemos um vídeo institucional a pedido da família, com material cedido por ela. No final, nós entregamos essa produção para os familiares”, explicou Cleodimar Airton Ratacheski. O curso foca a importância do trabalho em equipe e do atendimento à família enlutada. “Sempre digo que o primeiro atendimento já faz parte do cerimonial. Tudo o que a empresa funerária faz para esse rito faz parte do cerimonial, desde receber familiares ou amigos em aeroportos ou rodoviárias, até os detalhes da cerimônia em si”, afirma Vital Walter. O docente ensina o passo-a-passo para construir um texto de impacto de uma boa homenagem: “Comece com dados sobre o falecido. Essas informações geralmente estão na Declaração de óbito (nome completo, idade, quantos filhos deixa, etc). Depois fale um pouco sobre a vida da pessoa, seu trabalho, seus afazeres preferidos, o que mais o aproximava das pessoas que estão ali na cerimônia. Por fim agradecimento aos presentes e informações sobre o desenrolar da cerimônia: onde será o sepultamento, como os familiares receberam os cumprimentos, missa de sétimo dia, etc.”, adianta. Vital lembra ainda que o texto deve levar em consideração o público que vai ouvi-lo e dá a dica: “Nunca, jamais cite a causa da morte nessa homenagem”. Os detalhes que comporão essa última homenagem ainda levam em conta uma boa música, fotos e imagens cedidas pela família, que podem ser projetadas durante o funeral, entre outros. “Achamos o curso excelente. Estamos anotando tudo e vamos informar isso para os nossos maridos, que estão a frente das empresas”, afirmaram as empreendedoras da Funerária Bom Pastor, de Minas Gerais. Visita - Para encerrar o curso, Vital Walter acompanhou os alunos para uma visita guiada ao Complexo Funerário “Orlando Panhozzi”, um dos mais modernos e funcionais do país, onde o grupo pode conhecer todos os tramites da cerimônia fúnebre. “Estamos filmando e fotografando cada detalhe, para poder adaptar à nossa realidade”, informou novamente o animado grupo mineiro. Partindo do principio que a excelência é quesito de atuação de qualquer empresa, o docente ensina que a qualidade do atendimento depende de uma série de fatores dentro da funerária. Implica desde a contratação da equipe de colaboradores até a definição de métodos e procedimentos, que devem ser bem disseminados.

Abril2011 | Diretor Funerário

19


DESENVOLVIMENTO

Excelência no Atendimento é quesito obrigatório na empresa Outro curso que motivou os participantes foi o de Excelência no Atendimento, ministrado pelo consultor do CTAF, João Carlos Simões. “Ter excelência é ultrapassar aquilo que o cliente espera”, define Simões, que no curso fala do gerenciamento de conflitos e do atendimento ao cliente com problema e ensina: “O que é mais importante: o cliente ou o problema? Quem está bem preparado pode lidar com o emocional do cliente e, com as informações corretas, pode resolver seu problema”. Simões também defende que para se alcançar a excelência é necessário mudança de hábitos e muitos treinamentos, da chefia até office boy. indeterminado

20

Diretor Funerário | Abril2011


Os alunos encaram a aula como uma injeção de motivação e deixam o curso ávidos pela implantação de mudanças. Elaboram um programa de compromisso para ser discutido com os superiores, quando é o caso, ou com os funcionários e estabelecem metas para sua efetivação. “Achei o curso excelente. Saímos daqui motivados e com uma boa bagagem. Queremos mudar e ficamos ainda com vontade de mais”, afirmou Daniele Cruz Campos, do Cemitério Parque Belo Vale, de Santa Luzia-MG.

Florais teve sua primeira turma em 25 de março de 2011, na cidade de Marília, interior de São Paulo. Organizada pelo CTAF, contou com a experiência profissional de um docente indicado pelo Diretor Funerário Wilson Marques, do Prever Maringá. O Workshop contou com aulas práticas e ensinou os alunos a prepararem arranjos florais e coroas fúnebres com flores naturais. Detalhes sobre esse curso na próxima edição.

ARRANJOS FLORAIS

Solicitação antiga do setor funerário, o Workshop Coroas e Arranjos

PARA PARTICIPAR Os dois cursos fazem parte da grade regular de cursos do CTAF, acontecem em datas determinadas em Botucatu, interior de São Paulo com investimento de R$ 250,00 + despesas de transporte, acomodação e refeição. O curso pode também ser realizado na modalidade “In Company” ou seja, pode ser contratado por uma ou mais empresas e acontecer na cidade onde for mais confortável para os empreendedores. O CTAF ainda disponibiliza os cursos de: “Contabilidade e o Momento do Setor Funerário” e Reparação Facial.

dez/2010 a mai/2011

Lançamento 2011

Star Line A partir de 48x de R$ 1.235,70 sem entrada

Auto Fúnebre ABSOLUTO

3587.0674

VENDAS: (41) Da Vinci - Montadora Industrial Ltda e-mail: davincimontadora@yahoo.com.br site: www.davincimontadora.com.br Abril2011 | Diretor Funerário

Plataforma Fiat Strada/Fire Working 1.4 Flex Estrutura: Aço/Fibr/Vidros Temperados Carenagem fixa sem junções ou fixação com perfis de borracha (Capota); Interior: 1 mesa básica com 2,20m e 1 mesa superior com 2,05m, ambas em alumínio corrugado com esferas deslizantes; Fixador cabeceira das urnas ajustáveis. 21


NEGÓCIOS por Solange Serafim

GRUPO ATHIA COMPLETA 85 ANOS DE ATIVIDADE

Comemorações incluíram lançamento de carimbo e selo dos Correios, exposição fotográfica, confraternização entre os colaboradores e homenagens na Câmara Municipal 22

Diretor Funerário | Abril2011


HOMENAGEM DA CÂMARA MARCOU IMPORTÂNCIA DA COMEMORAÇÃO

A Câmara Municipal de Presidente Prudente homenageou o Grupo Athia pelos 85 anos de sua fundação, em Sessão Solene realizada na noite de 28 de fevereiro. A iniciativa da vereadora Kátia Guímaro obteve apoio de todos os vereadores. A família Athia foi representada pelos atuais diretores do Grupo Athia - Dr. Oswaldo Athia Filho, Christiane de Lima Athia, Denilton Barbosa Athia e Dílson Athia Filho, terceira geração à frente das empresas. Entre as autoridades presentes, o deputado Ed Tomas, o prefeito de Presidente Prudente, Milton de Mello (Tupã) e a presidente da Câmara Municipal, Alba Lucena, que usaram a tribuna para destacar a importância do Grupo Athia e de seu fundador, Tuffi Athia, para o desenvolvimento de Presidente Prudente e região Representando o deputado estadual Mauro Bragato, o ex-vereador Dirceu Matheus apresentou na tribuna o requerimento do deputado, aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, registrando “nos anais da Casa um voto de congratulação com a comunidade de Presidente Prudente pelos 85 anos do Grupo Athia, em razão dos relevantes serviços prestados à cidade e à região”. “Essa homenagem significou muito para a família Athia e colaboradores do Grupo. O papel do fundador, Tuffi, foi ressaltado por todos e ficamos felizes, pois é sobre os seus valores e princípios - como respeito, ética, empreendedorismo - que se fundamenta o trabalho desenvolvido até hoje nas empresas Athia. Somos gratos à Câmara, às autoridades presentes e à comunidade de Prudente, que lotou o plenário”, comentou o gerente geral do Grupo Athia, Samuel Toledo.

SELO E CARIMBO DOS CORREIOS

“Afinal 85 anos não são 85 dias”, a frase simples encerra uma verdade incontestável. Foi proferida por um ex-colaborador do Grupo Athia, hoje aposentado, Eron dos Santos, durante o jantar de confraternização que reuniu colaboradores e diretores do Grupo em torno da comemoração dos 85 anos da empresa. O jantar teve como surpresa e ponto alto uma grande queima de fogos.

Além da homenagem da Câmara, e da reunião festiva entre as pessoas que movimentam a empresa, o Grupo Athia também comemorou os 85 anos com uma exposição fotográfica, que mesclou tradição e modernidade. Fotos históricas, datadas da primeira metade do século se misturaram a vídeos e imagens digitais, expostas em modernos porta-retratos digitais e numa tela plana de 50 polegadas. A exposição ocupou o piso superior do Prudenshopping por 15 dias. Após o período as peças seguirão itinerantemente para varias cidades onde o Grupo atua.

IMPRESSO NAS CORRESPONDÊNCIAS

Do mesmo modo que a trajetória do Grupo Athia está registrada na história de Presidente Prudente, a comemoração dos 85 anos ficará impressa nas correspondências que passarem pela Agencia Central dos Correios no município. No dia 28 de fevereiro, junto à solenidade na Câmara Municipal, o representante dos Correios em Presidente Prudente, Carlos Roberto Favarão, apresentou as peças filatélicas comemorativas aos 85 anos do Grupo Athia. Selo e Carimbo comemorativos foram impressos em todas as correspondências da Agência Central até o final de março. Depois do dia 29, o Carimbo seguiu para o Museu dos Correios, em Brasília, onde permanecerá para registrar mais esse, entre importantes capítulos da nossa história.

PRESIDENTE PRUDENTE

Extremo oeste de São Paulo - foi fundada há 93 anos. Jovem e pungente abriga o Grupo Athia, que completou em fevereiro de 2011, 85 anos de atuação. A história da empresa se confunde com a história da cidade e de seu fundador. Tuffi Athia, um incansável otimista e crente em novas idéias que trariam o futuro para a região, está envolvido em praticamente todos os fatos relevantes para o município. Em 1926 o imigrante libanês Tuffi Athia fundava a empresa funerária. Como tantas outras no país, funcionava junto à marcenaria e as urnas eram feitas sob encomenda para o tamanho exato do falecido. Os velórios eram feitos em casa e a mortalidade consideravelmente alta, pois a região era inóspita: mata; calor; índios e fatores semelhantes matavam homens, mulheres e crianças indiscriminadamente. O jovem Diretor Funerário, ainda na casa dos 20 anos, chegara à “cidade” poucos anos antes. Foi agente dos Correios, abriu uma loja de sapatos e uma loja de tecidos. Foi marceneiro, o primeiro Delegado de Polícia do município e seu casamento com Oswaldina Ferreira foi o primeiro a ser registrado no Livro do Cartório, em 1922. Foi fundador do Time de Futebol local e, quem diria, seu primeiro goleiro. Foi apenas em 1932 que passou a dedicar-se exclusivamente a Funerária Athia e fez dela uma empresa a frente de seu tempo. Na década de 60 já quebrou paradigmas e inaugurou a Casa de Velório

Abril2011 | Diretor Funerário

23


NEGÓCIOS Athia, a primeira da região. “É verdade que na época o movimento era pequeno. As pessoas ainda preferiam velar seus mortos em casa. Houve até quem apostasse que o negócio não iria pra frente, mas foi. Foi inovador já para a época”, afirmou Dilson Athia, Diretor Funerário da segunda geração a comandar o grupo. Dilson, advogado, e o irmão Oswaldo, de carreira administrativa, assumiram a empresa no início da década de 80 e a comandaram durante a transição do setor funerário brasileiro, que passou a dar tanta atenção à vida como à morte. “Nós iniciamos a implantação dos Planos Assistenciais Funerários e a modernização da empresa. Passamos o grupo para nossos filhos com 1500 vidas cobertas pelos Planos. Hoje são 250 mil”, relembra Dilson. A terceira geração da família a dirigir o Grupo Athia é formada por 4 jovens empresários amadurecidos e de grande visão de futuro. Oswaldo Athia Filho e Christiane Lima Athia, filhos de Oswaldo Athia, Dílson Athia Filho e Denilton Barbosa Athia, filhos de Dilson, modernizaram a empresa.

cidade, dotadas de conforto para os familiares enlutados e infraestrutura adequada para as cerimônias fúnebres. O grupo é atualmente composto por 3 empresas, a Funerária Athia, com tanatório próprio e instalações confortáveis e dinâmicas; a Clínica Santa Catarina, inaugurada em 1997 e que presta serviços médicos e odontológicos para todos os beneficiários dos Planos de Benefícios Athia e hoje possui unidades em Presidente Prudente, Mirante do Paranapanema, Teodoro Sampaio e Bataguassu, e o cemitério Parque da Paz, inaugurado em 2000, único cemitérioparque da região, com 50 mil metros quadrados e capacidade para 36 mil sepultamentos. Com mais 5 salas velatórias, com apartamentos para as famílias enlutadas, floricultura e cafeteria. O Grupo Athia, por meio dos Planos de Benefícios Athia, se faz presente em todo o Oeste Paulista e estende sua atuação ao Sul do Mato Grosso do Sul, cobrindo uma região de mais de 1 milhão de habitantes.

PIONEIRA

A primeira a ter salas velatórias, foi também a primeira a implantar um serviço social para atender as famílias enlutadas, na década de 90. “O Serviço Social aproxima a empresa de seus clientes, sendo um dos fatores de humanização do atendimento”, ressalta o gerente geral do Grupo Samuel Toledo.

São 150 postos de emprego diretos, moderna frota de veículos, Central de Velórios com 5 salas, no centro da

24

CLÍNICA SANTA CATARINA Inaugurada em 1997 e hoje com 4 unidades na região

O pioneirismo do Grupo Athia alcança também o atendimento ao público de terceira idade, coordenado pelo departamento de Serviço Social. Em 13 anos, o trabalho do Centro de Convivência do Idoso Athia - hoje com mais de 150 integrantes - alcançou diversas conquistas e modificou a vida de muita gente. Como parte das ações para esse público específico, desde 2006 o Grupo Athia realiza

Diretor Funerário | Abril2011


anualmente o Viva Melhor, evento voltado à saúde e bem-estar na terceira idade. As últimas edições contabilizaram mais de 1.500 participantes em atividades desenvolvidas com a parceria do SESC Thermas e Prefeitura de Presidente Prudente.

Como todas as empresas funerárias brasileiras o Grupo Athia é familiar. O modelo de gestão adotado recentemente, porém, é totalmente inovador e tenho certeza, diferente de tudo que há no setor, mais alinhado a grandes conglomerados.

Ainda com foco na terceira idade, o Grupo Athia doou 12 ATIs (Academias de Terceira Idade) a Presidente Prudente e cidades da região, para serem instaladas pelas prefeituras.

Os empresários tiveram a ousadia e a coragem de sair da empresa, deixá-la nas mãos de um gestor profissional e a administram de maneira global, lançando metas e pensando de maneira macro. Nada de Diretor Funerário transitando dentro das empresas ou de confusão entre vida privada e administração do negócio.

“O trabalho do Serviço Social resume a filosofia de todas as empresas do Grupo Athia: contribuir positivamente para a qualidade de vida das pessoas. E o pioneirismo, empreendedorismo e valores do fundador do Grupo, Tuffi Athia, continua norteando a vida das empresas”, conclui o gerente geral do Grupo Samuel Toledo.

O modelo preserva as relações familiares - únicas - e dá margem para que os empresários se envolvam em outras atividades, ampliem suas rendas e seus focos pessoais, possam estudar e dedicar-se ao que mais gostam de fazer, sem perder o controle acionário do negócio principal ou majoritário. “É um processo lento, desgastante, porém necessário. Nós 4 entendemos isso e encontramos o momento exato de fazer a transição. Para que o Grupo se perpetuasse, abrimos mãos de muitos anseios pessoais para o bem do todo!”, ensina Denilton Barbosa Athia. Samuel Toledo, um funcionário de carreira do grupo - quase 20 anos de empresa - inicialmente coordenador do setor de Tecnologia da Informação foi preparado para o cargo de Gestor. Abaixo dele, 8 coordenadores, cada um gerenciando uma área vital na empresa, atuam para que o Grupo continue crescendo e atendendo uma clientela espalhada numa região com mais de 1 milhão de habitantes. Os empresários formaram um Conselho Deliberativo, se reúnem periodicamente com o Gestor para discutirem macro decisões.

OUSADIA NA ADMINISTRAÇÃO

A empresa é a primeira a profissionalizar a gestão do negócio de forma inovadora, com a criação de um Conselho de Acionistas formado pelos Diretores Funerários (proprietários) do Grupo e a apostar numa administração descentralizada. O modelo é único no Brasil e parece ir muito bem!

Foram 2 anos de preparo, assessorados pela Fundação Getúlio Vargas. Mais 1 ano de administração conjunta e finalmente em 2010 os Diretores se afastaram da rotina do Grupo. Family Oficce: Os Diretores possuem um escritório particular, descentralizado do Grupo, que organiza a rotina familiar, realiza pagamentos pessoais e oferece um espaço adequado para que os possam receber contatos e se dedicarem a outros interesses.

jun/2010 a mai/2011

CAS INDUSTRIAL - Qualidade e confiança Ref. 18x cor 3 envelhecido Acabamento interno: Cetin liso, babado em cetin e sobrebabado em rendão de luxo; Acabamento externo: Verniz PU alto brilho (Visor inteiro)

Ref. 60 Madona Marfim Acabamento interno: Cetin drapeado, babado e sobrebabado em rendão de luxo; Acabamento externo: Verniz PU alto brilho (Visor inteiro)

www.casindustrial.com.br - Fone (48) 3652-1337 Rua Orleans, 556 - CEP 88890-000 - Grão Pará-SC Abril2011 | Diretor Funerário

25


RESPONSABILIDADE colaboração Carmen Carlet

Funerária São Pedro inaugura Estação de Tratamento de Efluentes Empresa é a primeira do país a ter certificação ISSO 9001 e com ETE comfirma compromisso com a responsabilidade ambiental A Funerária São Pedro, de Porto Alegre, começou 2011 com uma novidade que reforça ainda mais seu compromisso de ser a única empresa do segmento a conquistar a certificação ISO 9001-2008 no Rio Grande do Sul: inaugurou no dia 20 de janeiro, a primeira Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) do país, que integra o projeto de reestruturação do seu Laboratório de Tanatopraxia. A obra levou 11 meses para ser finalizada e consumiu R$ 2 milhões em investimentos. “Esta infraestrutura atende aos mais altos padrões de excelência do setor”, explica Maria Eunice Ribas, diretora executiva da São Pedro. Segundo ela, o projeto é de vanguarda, contemplando as necessidades operacionais e de compromisso com o meio ambiente. “Além de importante papel na preservação da natureza, estaremos evitando um risco de saúde pública”, alerta a empresária. nov/10 a abr/11

26

Diretor Funerário | Abril2011


abr a set 2011

Presente ao evento de inauguração, o secretário do Meio Ambiente de Porto Alegre, Professor Garcia, destacou que a iniciativa servirá de parâmetro para o licenciamento ambiental de novas funerárias no município, dado o pioneirismo e a qualidade em gestão ambiental empregada na Estação de Efluentes. De acordo com os engenheiros responsáveis pela execução do projeto da ETE, não existiam referências para o desenvolvimento desta obra, totalmente inovadora no Brasil. Com sua instalação, todos os efluentes gerados na preparação de corpos passam a ser tratados antes de serem devolvidos ao meio ambiente. Os resíduos sofrem um processo de decomposição e posterior desinfecção, composto por seis estágios, resultando em água tratada, que é devolvida à rede de esgotos. Juntamente com a operação da Estação de Tratamento de Efluentes, a Funerária São Pedro também reestruturou o Laboratório de Tanatopraxia (LT), por meio da introdução de novos conceitos de segurança e assepsia, adequando-o ao novo formato de sustentabilidade. No processo de busca contínua da melhoria e desenvolvimento do plano de excelência, a proposta é que, até o final de 2011, o laboratório tenha características operacionais de um centro cirúrgico. Com três mesas de preparação, o local foi aparelhado com dispositivos que dispensam o contato físico. As torneiras, por exemplo, são acionadas através de sensores, evitando, assim, possíveis focos de bactérias, além de evitar o desperdício de água. O novo laboratório também foi planejado para proteger os profissionais. Além dos tradicionais Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), a nova sala de preparação possui dispositivos de segurança no trabalho, tais como um lavaolhos de última geração. Ainda no primeiro semestre de 2011, Maria Eunice planeja iniciar a próxima etapa do projeto: a instalação de uma câmara fria com duas gavetas. As obras de espera já estão concluídas. E até o final do ano, o Laboratório de Tanatopraxia da Funerária São Pedro poderá funcionar com sua capacidade total, que é atender até 200 corpos/mês, exercendo a qualificação de todos os processos com a equipe e promovendo seu comprometimento com a gestão ambiental. ISO 9001:2008 Ao conquistar a ISO 9001:2008, concedida pela Det Norske Veritas (DNV), em 2010, a Funerária São Pedro tornou-se a primeira empresa gaúcha de seu segmento a obter a certificação que trata de Gestão de Qualidade, após dois anos de intenso trabalho de adequação de seus processos de gestão aos padrões internacionais. Entre as ações e investimentos para tal conquista, que já somam R$ 5 milhões, destacam-se a adesão ao Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), a criação de um programa de capacitação e especialização dos colaboradores, a implantação da Estação de Tratamento de Efluentes e a modernização do laboratório. A diretora Maria Eunice Ribas revela que o certificado já era esperado, mas também é um grande desafio sustentar os padrões de qualidade. “O nosso grupo está totalmente empenhado, não apenas em manter as conquistas, mas em aprimorar ainda mais a excelência de nossos serviços. Esse é o nosso compromisso: com a qualidade, com os colaboradores, com a sociedade e com o meio ambiente”, destaca. Abril2011 | Diretor Funerário

27


CURIOSIDADES Ossos humanos decoram igreja na República Tcheca

Padres que tomam conta da capela estimam que mais de 40 mil esqueletos formam a decoração Por fora, ela é uma igrejinha como outra qualquer: duas torres, imagens de santos e um cemitério ao redor. Foi construído em estilo gótico há 700 anos, em plena Idade Média. Só por isso seria um atrativo turístico. Mas que ninguém se engane: é dentro da construção que está a maior atração da capela na cidade de Kutná Hora, que fica a 60 quilômetros de Praga, capital da República Tcheca. Toda a decoração foi feita com ossos de seres humanos. Vértebras, costelas, fêmures, caveiras. Ninguém jamais conseguiu contar. Mas os padres que tomam conta da capela estimam que mais de 40 mil esqueletos formam a decoração. Para descobrir de onde veio toda essa matéria-prima, é preciso investigar a história de Kutná Hora. Na Idade Média, ela foi alvo de várias disputas sangrentas

e os soldados mortos eram enterrados ao redor da capela. Teve também a peste negra, que matou milhares. Com o crescimento da cidade, o tamanho do cemitério, que chegou a ser maior que dez campos de futebol, encolheu. Os esqueletos acabaram sendo transferidos para o interior do templo. Os ossos humanos começaram a ser usados na decoração da capela em 1.511, idéia dos próprios monges do Mosteiro de Kutná Hora, que pretendiam apenas dar uma arrumada no ambiente. Só 200 anos mais tarde, no século XVIII, durante as obras de restauração da capela é que surgiu um projeto arquitetônico e os esqueletos viraram oficialmente arte. A obra do arquiteto Franti_ek

fev a jul/2011

28

Diretor Funerário | Abril2011


Rint simboliza a igualdade de todos os seres humanos perante Deus no dia do juízo final.

comprimento e 11m de largura, entrando a luz por três pequenas frestas do lado esquerdo.

O administrador do templo diz que a partir de 1989, depois que o comunismo na República Tcheca acabou e o acesso de estrangeiros ao país ficou livre, 300 mil turistas, em média, por ano, passaram a visitar a Capela dos Ossos.

Suas paredes e os oito pilares estão “decorados” com ossos e caveiras ligados por cimento pardo. As abóbadas são de tijolo rebocado a branco, pintadas com motivos alegóricos à morte.

Recentemente, a entrada passou a ser cobrada, o equivalente a R$ 6 por pessoa. É esse dinheiro que vai salvar a igrejinha. A restauração deve começar em breve. O objetivo é não deixar esse patrimônio artístico e histórico morrer. EM ÉVORA-PORTUGAL FICA A MAIS FAMOSA CAPELA DOS OSSOS A Capela dos Ossos é um dos mais conhecidos monumentos de Évora, em Portugal. Está situada na Igreja de São Francisco. Foi construída no século XVII por iniciativa de três monges que, contrareforma religiosa, de acordo com as normativas do Concílio de Trento), pretenderam transmitir a mensagem da transitoriedade da vida. Logo na entrada se lê: “Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”. A capela fica no antigo espaço dedicado aos aposentos dos frades e é formada por 3 naves de 18,70m de

Os ossos ali utilizados, cerca de 5000, são provenientes dos cemitérios situados em igrejas e conventos da cidade. A capela era dedicada ao Senhor dos Passos, imagem conhecida na cidade como Senhor Jesus da Casa dos Ossos, que impressiona pela expressividade com que representa o sofrimento de Cristo, na sua caminhada com a cruz até ao calvário. A Igreja de São Francisco em Évora é uma igreja de arquitetura gótica, construída entre 1480 e 1510 pelos mestres de pedraria Martim Lourenço e Pero de Trilho e decorada pelos pintores régios Francisco Henriques, Jorge Afonso e Garcia Fernandes, está intimamente ligada aos acontecimentos históricos que marcaram o período de expansão marítima de Portugal. Isso fica patente nos símbolos da monumental nave de abóboda ogival: a cruz da Ordem de Cristo e os emblemas dos reis fundadores, D. João II e D. Manuel I. Ainda em Portugal está a segunda maior Capela de Ossos do mundo, na igreja Nossa Senhora da Expectação, em Portalegre - Campo Maior.

mar a ago/2011

Abril2011 | Diretor Funerário

29


VEÍCULOS

Funeral Shopping

KIT TRANSFORMAÇÃO S10

Teto, pára-choque, mesa e revestimento interno; Valor: R$ 7.000,00 Contato: José Carlos: (17) 9791-6655 Junior: (17) 9166-0140

SAVEIRO FUNERÁRIO

Ano: 2003/2003 - Motor 2.4 Gasolina Completa: Ar, Direção, Trava e vridros; Valor: a combinar Contato: Gabriel (14) 3602-7200 email: funerariajauense@gmail.com

08/08 - Adaptação original pela VW Único dono - Giroflex e 2 mesas em Inox; Doc. homologado para serviço funerário; Muito nova - Motor 1.6 Flex Valor: R$ 42.000,00 Contato: Roger (11) 4726-5432

SAVEIRO FUNERÁRIA

WHATIMOBILE - CORTEJO

CHEVROLET BLAZER 2.2

Veículo para Cortejo Ano 1990 - Automática - Conservadíssima. Valor: R$ 15.000,00 Contato: Braz (11) 8942-1133 30

CHEVROLET S10

Ano 2003 - Motor 1.6 - Prata; Gasolina - Linda Valor: a combinar Contato: José Augusto (15) 3224-4511 • 9784-1376

Ano 99/99 - MPFI - 4 x 2 - 8V, Gasolina Completa - com barra luminosa e mesa inox. Valor: R$ 23.000,00 Contato: Sidney: (14) 3496-3000 e-mail: paxreal@terra.com.br Diretor Funerário | Abril2011


VEÍCULOS

Funeral Shopping

QUANTUM LIMOUSINE

Chevrolet S10 FUNERÁRIA

CHEVROLET S10 DE LUXE

SPRINTER AMBULÂNCIA

OMEGA SUPREMA GLS

Chevrolet S10 FUNERÁRIA

2000/2000 - Gasolina - 2.0 - PRATA; Completa: Ar + DH + Trava, vidro e alarme; Valor: a combinar; Contato: Gabriel (14) 3602-7200 email: funerariajauense@gmail.com

Ano 96 - Motor 2.2; Conservadíssima - completa Valor: R$ 29.000,00 Contato: Braz (11) 8942-1133

Ano 95/95 - motor 2.2 - Cinza metálico; Completa - Ótimo estado; uso particular. Valor: R$ 12.000,00; Contato: Rodrigo - (14) 9652-0817 Carlos - (14) 9782-2702 Abril2011 | Diretor Funerário

2006 - Colina - Diesel 2.8 - 4 x 2; Azul Marinho; Direção Hidráulica; Valor: R$ 43.000,00 Contato: Gustavo Vila (84) 8822-6666 - 3211-4702 gustavovila@hotmail.com

Ano 98/98 - Modelo 310 - Diesel Perfeitas Condições - LINDÍSSIMA; Valor: R$ 38.000,00 Contato: Sérgio (14) 3811-8888

2006 - Colina - Diesel 2.8 - 4 x 2 - Prata Duas mesas; capacidade 3 urnas; Valor: a combinar Contato: Jefferson (13) 3821-1540 - 8164-5551

31


VEÍCULOS

Funeral Shopping

2 WV KOMBI

Anos 2006 e 2007; ÓTIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO; Valor: a combinar; Contato: Jefferson (13) 3821-1540 - 8164-5551 e-mail: jeffinho@prevervale.com.br

FIAT DOBLÔ

Preta - NOVÍSSIMA; Valor: 36.000,00 - financiamento em até 60 x Contato: Portela Funerárias (51) 7815-7051 - portelafunerarias@terra.com.br

CHEVROLET S10 2.2

Ano 2002; Modelo Cargo; LINDA; Valor: R$ 22.000,00 Contato: Fabiano (18) 9133-7600

Ano 2000 - AMBULÂNCIA Branca - com “giroflex” - impecável; Valor: R$ 31.000,00 Contato: Braz (11) 8942-1133

FORD ROYALE

SAVEIRO FUNERÁRIA

Ano 1992 - 2.0 - Ambulância Valor: R$ 13.000,00; Contato: Braz (11) 8942-1133 32

MONTANA FÚNEBRE

Ano/mod 2008 - adapt. Pickup & Cia; Homologada pelo Inmetro - Giroflex Valor: R$ 42.000,00 - Aceita financiamento Contato: Roger (11) 4716-5432 Diretor Funerário | Abril2011


AGENTE FUNERÁRIO EVEMIR EDUARDO DOS SANTOS

31 anos de idade; 5 anos de experiência no setor; Atua com preparação de corpos, ornamentação e como motorista; Contato: (11) 2240-0021 • 8870-6944

TANATOPRAXISTA E AGENTE FUNERÁRIO CRISTIANO C. MELO

15 anos de experiência na área; Tanatopraxista, curso de necrópsia, Reconstituição Facial, ornamentação, necromaquiagem e embalsamamento; Gerenciamento de funerária Disponível para qualquer região do país. Salario: a combinar Contato: (75) 9801-8930 ou (67) 9629-5066 e-mail: mictmr_mictmr@yahoo.com.br

AGENTE FUNERÁRIO

JOSUEL DE JESUS F. MARTINS 14 anos de experiência na área; Disponível para qualquer região do país; Salário: a combinar; Contato: (19) 3863-2555 • 9219-2802

AGENTE FUNERÁRIO JOÃO OLÍMPIO RIBEIRO FILHO

44 anos de idade; 05 anos de experiência como agente funerário; 20 anos como motorista; Experência com ornamentação e serviços funerários em geral. Disponível para a região de Goiás/ Brasília;

PROFISSIONAIS

Funeral Shopping

Contato: (62) 9101-3743 ou (62) 9241-4899

anuncie

Envie a foto do veículo e as informações para: fshopping@ctaf.com.br

abr, jun, ago, out, dez/11 e fev/12

1 po201 funex

Abril2011 | Diretor Funerário

33


PROFISSIONAIS

Funeral Shopping GERENTE FUNERÁRIO

ANDERSON FRANCISCO 9 anos de experiência com implantação e administração de Planos de Assistência; Experiência em treinamento nas áreas de pós venda, cobrança, atendimento ao cliente e telemarketing; Disponível para qualquer região do país; Contato: (38) 9978-2750 andercrisfe@yahoo.com.br

NOTA: Os anúncios aqui veiculados são de responsabilidade de seus anunciantes, estando a Revista Diretor Funerário isenta de qualquer responsabilidade.

REPRESENTANTE COMERCIAL

CELSO DOS SANTOS; Procura por indústria de Urnas para atender na região Centro-Oeste. Experiência de 8 anos no ramo de vendas; Habilidade em negociação, fechamento de negócios e atendimento ao cliente; Localizado em Cuiabá-MT; Disponibilidade para viagens com carro próprio; Inscrito na Junta Comercial de Mato Grosso. Contato: (65) 3641-9092 • 9224.2738 celsodsantos@yahoo.com.br

AGENTE FUNERÁRIO CARLOS EDUARDO MASS; 6 anos de experiência, habilitação cat. B Disponível para a região de Porto Alegre. Contato: (54) 8412-3889

FERNANDO DE OLIVEIRA CARVALHO 31 anos; 8 anos de experiência como agente e Gerente, Tanatopraxista com cursos de auxiliar de necrópsia e Restauração Facial Disponível para qualquer região - início imediato; Contato: (35) 3212-8032 - 8859-4987 email: nando_funeraria@hotmail.com

TANATOPRAXISTA

GERENTE FUNERÁRIO

CONSULTOR FUNERÁRIO

MAISA MARTINS MOREIRA 29 anos; Com cursos de Auxiliar de Necrópsia, Reconstituição Facial e Tanatopraxia Disponibilidade para início imediato; Contato: (11) 9944-2731

RICARDO MARTINS 12 anos de experiência, sendo 6 como gerente; Experiência também como Diretor de Crematório Disponível para todo interior paulsita; Contato: (14) 3201-0231 - 9165-0309 email: ricevera@hotmail.com

mar a ago/11

34

Diretor Funerário | Abril2011


LEGISLAÇÃO por Solange Serafim

Confira as novidades do Imposto de Renda 2011 O prazo para entrega da declaração do IRPF termina em 29 de abril e neste ano só poderá ser feita em meio digital Desde 1º de março de 2011 está disponível na página da Receita Federal na internet o novo programa para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física - exercício 2010. A principal novidade neste ano é que a Declaração não pode ser feita em formulário de papel. O contribuinte só poderá usar disquete, pendrive ou a internet. Devem fazer a declaração quem recebeu no ano passado mais de R$ 22.487,25. Podem ser deduzidas despesas com educação, com empregada doméstica e o valor de R$ 1.808 por dependente. out/2010 a mar/2011

Abril2011 | Diretor Funerário

35


LEGISLAÇÃO Não há limite para o abatimento de despesas médicas. Mas, este ano, a Receita Federal vai aumentar a fiscalização nesse tipo de gasto. O sistema de informática vai cruzar os dados das clínicas médicas, hospitais e planos de saúde com as informações dos contribuintes. O mecanismo foi criado para tentar combater a sonegação fiscal.

no Imposto de Renda? Os rendimentos tributáveis (sobre os quais incide o Imposto de Renda) não podem deixar de estar incluídos na declaração do IR 2011. Neste ano são valores acima de R$ 1.499,15 mensais: • Rendimentos no exterior: esses rendimentos serão convertidos em reais utilizando a taxa de compra do dólar vigente na época dos rendimentos ou pagamentos de impostos;

“Sempre há pessoas que tentam essa fraude nas despesas médicas. Então tem que ter muito cuidado com isso, é claro que essa nova declaração também ajudará na apuração dessas fraudes”, disse Joaquim Adir, supervisor nacional do Imposto de Renda.

• Rendimento de salário: independentemente de você ter ou não carteira de trabalho assinada;

E outra novidade: casais do mesmo sexo, que vivem há mais de cinco anos juntos, poderão fazer a declaração conjunta e inclusive declarar o parceiro como dependente, se for o caso. São as mesmas regras que já valem para casais heterossexuais. Estima-se que serão apresentados 24 milhões de declarações. O primeiro lote de restituições será liberado no dia 15 de junho. A Receita vai enviar mensagem de texto para o celular do contribuinte que se cadastrar no site Quais são os rendimentos tributáveis e os isentos

• Ganho com aluguéis: do valor recebido você pode descontar os impostos e taxas incidentes sobre o bem, como IPTU, despesas com condomínio etc. Lembre-se que, para realizar estes descontos, as taxas e impostos deverão estar todas quitadas pelo locador; • Ganho com serviços de transporte de cargas e passageiro; • Rendimentos de pensão judicial: inclusive as pensões alimentícias provisórias. Isentos: Pela legislação, os rendimentos considerados isentos do Imposto de Renda, são aqueles que você não precisa recolher imposto sobre eles. Mesmo não tendo que pagar imposto sobre esses rendimentos, você terá que informá-los na sua declaração, desde que, é claro, você esteja obrigado a entregar declaração de Imposto de Renda e não faça parte dos contribuintes isentos.

avulso

36

Diretor Funerário | Abril2011


• Rendimento de salário de até R$ 1.499,15 por mês;

• Recebimento de restituições de Imposto de Renda.

• Pensões de até R$ 1.499,15, sendo que esse valor é calculado como a soma do valor de todas as pensões recebidas, ou seja, se você receber duas pensões de R$ 800, então o total equivale a R$ 1.600 e, portanto, incide Imposto de Renda;

Como fazer e entregar a declaração de Imposto de Renda?

• Rendimento do PIS/PASEP; • Ganhos com lucros e dividendos desde que já tenham sido tributados na fonte; • Ganho com poupança, letra de crédito imobiliário, letra hipotecária e certificados de recebíveis imobiliários; • Recebimento de benefícios concedidos pela Previdência Social, em caso de morte ou invalidez permanente; • Correções de custos de bens em razão de correção monetária; • Parcelas isentas apuradas na atividade rural; • Recebimento de aviso prévio, FGTS, indenizações trabalhistas, auxílio doença e auxílio-funeral; • Recebimento de seguro-desemprego; • Recebimento de aposentadoria por parte de pessoas com mais de 65 anos, desde que não supere R$ 1.499,15 por mês; • Benefícios de Programa de Demissão Voluntária (PDV);

Computador: O contribuinte pode preencher a declaração do IR 2011 (Imposto de Renda Pessoa Física 2011) por meio do PGD (Programa Gerador da Declaração), disponível no site da Receita Federal. Será emitido um recibo de entrega depois que o envio for concretizado. Caso seja preciso efetuar retificação da declaração, o contribuinte terá de informar o número do recibo de entrega anterior. Programa do IR 2011 (Imposto de Renda Pessoa Física 2011): Disponível para download no site da Receita Federal, o programa de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) pode ser usado tanto por quem utiliza o modelo simplificado, quanto por quem opta pelo modelo completo. Quem preferir fazer a declaração pelo programa poderá enviar a sua declaração através da internet ou de disquete, como detalhado abaixo: Internet: Quem quiser enviar a declaração do IR 2011 (Imposto de Renda Pessoa Física 2011) pela internet terá de salvar o material no disquete ou disco rígido do computador e utilizar o sistema Receitanet. O Receitanet também fica disponível no site da Receita Federal. Ele valida e transmite, pela Internet, as declarações do IR 2011 (Imposto de Renda Pessoa Física 2011). Além de utilizar técnicas de compressão e criptografia dos dados da declaração, o sistema possibilita a entrega com certificado digital, que garante a autoria da declaração. Disquete: Para entregar a declaração do IR 2011 em disquete, é preciso copiar o programa também disponível no site da Receita Federal e entregá-lo nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.

• Recebimento de aposentadoria por acidente de serviço ou doença grave; • Ganhos líquidos auferidos por pessoa física em operações no mercado à vista de ações negociadas em Bolsas de Valores e em operações com ouro, ativo financeiro, cujo valor das alienações realizadas em cada mês seja igual ou inferior a R$ 20 mil, para o conjunto de ações e para o ouro, ativo financeiro, individualmente;

Fonte: InfoMoney

avulso

Abril2011 | Diretor Funerário

37


Humor & Tal EMPREGADO NOVO

NA SALA DE CIRURGIA

O gerente chama o empregado da área de produção, negão, forte, 1,90 m de altura, 100kg, recém admitido, e inicia o diálogo:

Numa cirurgia, cinco cirurgiões discutiam sobre quais os melhores pacientes numa sala de operações.

- Qual é o seu nome? - Eduardo - responde o empregado. - Olhe, - explica o gerente - eu não sei em que espelunca você trabalhou antes, mas aqui nós não chamamos as pessoas pelo seu primeiro nome.

Dizia o primeiro: - Gosto de operar contabilistas porque, quando se abrem, todos os órgãos estão numerados e ordenados.

Isso é muito familiar e pode levar a perda de autoridade. Eu só chamo meus funcionários pelo sobrenome: Ribeiro, Matos, Souza...

O segundo retorquiu: - Sim, mas melhor são os eletricistas, porque todos os órgãos estão codificados por cores. Não há qualquer risco de engano.

Então saiba que eu sou seu gerente e quero que me chame de Mendonça. Bem, agora quero saber: qual é o seu nome completo? O empregado responde: - Meu nome é Eduardo Paixão. - Tá certo, Eduardo. Pode ir agora...

Ao que respondeu o terceiro: - Que nada! Os melhores são os bibliotecários. Dentro deles tudo está ordenado alfabeticamente. O quarto cirurgião opinou: - Não há como os mecânicos. Eles até já transportam uma reserva dos órgãos que são necessários substituir.

Colaboração: Valdemar da Cunha Carmo - Botucatu-SP

PEDIDO DE AUMENTO O jovem empregado vai à sala do diretor da empresa onde trabalha: - Senhor diretor, vim aqui para lhe pedir um aumento. E adianto já que há quatro empresas atrás de mim. Com medo de perder aquele promissor talento, dobra-lhe o salário... as empresas valorizam os funcionários quando eles recebem outras propostas. - Mas mate-me uma curiosidade. Pode dizer-me quais são essas quatro empresas? - Sim, senhor. A da luz, a da água, a do telefone e o meu banco!!! Colaboração: Valdemar da Cunha Carmo - Botucatu-SP

Finalmente, disse o quinto: - Deixem-me discordar de todos vocês, meus caros companheiros mas, em minha opinião, os melhores pacientes para operar são os políticos. Não têm coração, não têm estomago...Além disso, podemos trocar o cérebro pela bunda, já que não se dão conta de nada e o conteúdo é o mesmo! Colaboração: Maria Lucia Souza - Botucatu-SP

NO QUARTEL A velhinha entra no quartel e vai direto para o escritório dos oficiais: - Capitão, eu vim visitar o meu neto, Sérgio Ricardo Ele serve no seu regimento, não é ? - Serve, sim, mas hoje pediu licença para ir ao enterro da senhora. Colaboração: Maria Lucia Souza - Botucatu-SP

EM CUBA O governo revolucionário vai tomar todas as providências para que “nenhum” cubano vá para a cama sem comer... ...Vai recolher todas as camas. Colaboração: Valdemar da Cunha Carmo - Botucatu-SP

38

Participem ENVIE VOCÊ TAMBÉM SUAS PIADAS Rua Dr. Rodrigues do Lago, 464 CEP 18602-091 - Botucatu - SP Fax para: (14) 3882-0595 Envie seus e-mails para: revista@ctaf.com.br Diretor Funerário | Abril2011


TREINAMENTOS SOB MEDIDA PARA SUA EMPRESA • Reparação facial; novo • Cerimonial: celebração da vida; • Excelência no atendimento; • Workshop de Coroas e Arranjos Florais. novo Todos os temas são realizados com turmas abertas e também na modalidade “IN COMPANY” informe-se:

3882-0595 e-mail: ctaf@ctaf.com.br - www.funerarianet.com.br (14)

*O ctaf oferece os cursos na modalidade “in company” na cidade do contratante. Porém, para que o treinamento seja realizado é necessário um número mínimo de participantes e infra-estrutura adequadas para cada curso. Solicite proposta.

• Contabilidade e o momento do Setor Funerário.


funexpo2011 16 a 18 de setembro Mendes Convention Center - Santos-SP

www.funexpo.com.br


revista diretor funerário abril 2011