Page 1

Resistência Ecetista Central Sindical e Popular Conlutas de Mato Grosso do Sul Edição 03 - 06 de Julho de 2012

Email: cspconlutasms@yahoo.com.br

Eleição Vapt-Vupt

Justiça cancela pela segunda vez eleição no sindicato dos Correios A eleição do Sintect-MS já havia sido suspensa pela Justiça no dia 29 de abril por conta de irregularidades no processo, como o descumprimento de dispositivos bastante claros no Estatuto. Eis que, para surpresa geral, a diretoria do Sintect-MS (Chapa 1) marca a repentinamente a eleição pela segunda vez, sem nenhum prazo para debate na categoria e sem consultar as outras duas chapas inscritas. Queria fazer no grito e na surdina, passando um rolo compressor sobre a própria categoria. A manobra, mais uma vez desmontada pelo Judiciário, já está sendo chamada pela categoria de “eleição vapt-vupt” pela rapidez do processo, que somente foi superado pelo Congresso Paraguaio que votou a destituição do presidente Lugo em 24 horas.

Mandato da diretoria termina no dia 20 julho Corre o boato na categoria de que a pressa da diretoria em realizar a eleição deve-se ao fato de que o mandato desta gestão termina no dia 20 de julho. Portanto a partir desta data esta diretoria não mais terá validade devendo ser eleita em Assembléia Geral uma Junta Governativa Provisória para conduzir o processo eleitoral e empossar a nova diretoria democraticamente eleita.

Campanha Salarial: Unificar a luta dos Correios com o restante do funcionalismo federal

Estamos dando início a mais uma Campanha Salarial e negociação do Acordo Coletivo. E neste momento em que diversos setores do funcionalismo federal estão em luta. Nós dos Correios precisamos tomar a iniciativa e Chapa 2 - Oposição Conlutas quer colocar a Campanha Salarial na rua, nos juntando aos atos eleições limpas unificados e levantando nossas reivindicações por melhores A Chapa 2 - Oposição Conlutas desde o início do salários e condições de trabalho processo vem defendendo eleições limpas e transparentes e contra a privatização dos e isso passa pelo respeito ao Estatuto e à vontade da base. Correios. Venham para a luta!

A diretoria insiste em realizar a eleição sem uma Comissão Eleitoral eleita democraticamente e mesários indicados pelas chapas. Quem tem medo da lisura? Mas o Estatuto é claro, os mesários precisam ser indicados em comum acordo entre as chapas. Por quê a diretoria insiste nessas manobras contra o Estatuto? A única coisa que pode explicar isso é o medo do voto soberano da base.

Melhores salários e condições de trabalho

Resistência Ecetista Nº 03  

Resistência Ecetista Nº 03 - 06 de julho de 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you