Page 1

O Cavaleiro Luís

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas, havia um cavaleiro chamado Luís de cabelos pretos e olhos castanhos, que vivia numa ilha. O seu sonho era encontrar um planeta. Um dia, encontrou uma nave espacial no quintal. De lá de dentro saiu um extraterrestre. O cavaleiro perguntou-lhe se queria ajudá-lo a procurar o planeta do amor e o extraterrestre respondeu que sim. No caminho encontraram um pirata, que lhes preparou uma armadilha onde eles caíram.com a ajuda da antena do extraterrestre e decidiram aterrar no planeta do amor. O cavaleiro encontrou uma bela donzela chamada Rita. Casou-se com ela e tiveram dois filhos e viveram felizes para sempre. E acabou-se o que era doce.

Maria Beatriz e Rita do 3º B


O planeta do amor

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas havia um cavaleiro chamado João que vivia numa ilha. O seu sonho era encontrar um novo planeta. Então foi viajar, quando já estava no espaço viu uma nave onde estava um extraterrestre que o convidou para lanchar. Ele chama- se Tico. O Tico também tinha um desejo que era o mesmo do João. Da nave viram um planeta que nunca tinham visto, então entraram e viram duas mochilas a darem- se muito bem! Chegaram ao pé delas, tocaram nas mochilas e foram para perto de uma caixa do tesouro. Olharam para a caixa que dizia ”Não incomodar”. Como eles eram muito curiosos abriram a caixa do tesouro e apareceu um pirata que queria acabar com o planeta. Ele tentou correr mas o João e o Tico apanharamno. Ele foi parar à prisão e o Tico e o João foram parar à tv. E acabou- se o que era doce.

Beatriz Santana e Vasco do 3º B


O novo planeta

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas, existia um cavaleiro que vivia numa ilha deserta no meio do mar. Um dia pensou em descobrir um novo planeta. Navegou muitos meses no espaço até que, encontrou o novo planeta. Esse planeta chamava-se “planeta do amor”. No planeta do amor, ele encontrou o que queria, uma bela donzela. A seguir, apareceu um pirata que a raptou. O cavaleiro foi procurar alguém que o ajudasse a trazê-la de volta. Encontrou um extraterrestre que aceitou ajudar o cavaleiro. Juntos foram ao covil do pirata. O covil estava muito bem vigiado por câmaras e alarmes. Ao entrarem foram muito discretos e destruíram o alarme e as câmaras. Entretanto o pirata acordou e levou o seu espadachim para tentar matar o cavaleiro, mas este ergueu a sua espada e derrotou o pirata. O cavaleiro foi buscar a bela donzela, casaram-se e tiveram filhos. E acabou-se o que era doce.

Duarte Luna Vaz e Pedro Piló do 3º B


A piza dupla do Garfield

Há muitos, muitos anos havia um gato chamado Garfield que vivia numa gruta. O seu desejo era encontrar um tesouro. Pensou, pensou, pensou até que se acendeu a luzinha na cabeça e achou que o tesouro estava no país luminoso. Antes de partir na sua viagem ele foi à pizaria jantar uma piza dupla. A seguir foi à central dos astronautas e perguntou se podia descolar. Eles deram-lhe o fato e ele ficou a nadar lá dentro... até que chegou ao país luminoso. Quando estava a caminhar teve uma estranha sensação que alguém o estava a espiar. Era um cão, era outro cão, não era um ladrão. A meio do caminho ele encontrou o Hoddy que era o melhor amigo dele. Quando lá chegarão virão o ladrão da sensação do Garfield. O Hoddy para o afastar e tirar o tesouro, ladrou e, juntos, tiraram o tesouro e foram para casa. Vitória, vitória, acabou-se a história.

Maria Eugénia e Afonso do 3º B


Um novo planeta

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas, havia um cavaleiro que vivia numa ilha. Ele queria encontrar um novo planeta para ser famoso, e assim o fez. Então encontrou um planeta e decidiu dar-lhe o nome de planta do amor. Começou a explorar o planeta, para ver se era seguro. Enquanto estava a explorar apareceu-lhe um pirata. E esse pirata queria esse planeta só para ele. O pirata e o cavaleiro começaram a lutar. Até que, o cavaleiro começou a ficar cansado e apareceu-lhe um extraterrestre. O extraterrestre lutou com o pirata e ganhou. Levaram-no para uma caverna e prenderam-no. Os dois conquistaram o planeta do amor. Chamaram pessoas para ver o planeta do amor e tornaram-se famosos. Acabou-se o que era doce.

João Santos e Inês Almeida do 3º B


O cavaleiro Diogo

No tempo em que os caracóis andavam com a casa às costas havia um cavaleiro chamado Diogo que vivia numa ilha. O que ele mais desejava era encontrar um novo planeta. Então decidiu procurar um planeta. Andou, andou e chegou ao planeta do amor. Quando chegou lá, avistou uma princesa e apaixonou-se por ela. Entretanto apareceu um pirata que também a queria, então ele disse: - Esta princesa é minha vai procurar outra. De repente apareceu um extraterrestre que quis ajudar o cavaleiro Diogo. Mas a princesa disse: - Eu prefiro ficar com o cavaleiro Diogo. O pirata ficou muito irritado e convidou-o para uma luta onde ganhou o Diogo. Depois de muitos, muitos anos, casaram, tiveram três filhos e viveram felizes para sempre. E acabou-se o que era doce.

Leonor e Mariana W. do 3º B


O doce planeta do amor

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas, existia um cavaleiro chamado Bernardo que vivia numa ilha. Quando ele tinha 5 anos, o bisavô dele disse-lhe que havia um planeta que nunca ninguém tinha encontrado. O cavaleiro nunca se esqueceu do que o bisavô lhe tinha dito. Foi à cave procurar uma nave espacial e partiu nela para o espaço. Quando estava a caminho, viu um pirata com uma bomba em Marte. A seguir, o Bernardo viu uma nave que era do pirata e desviou-a. Entretanto viu um planeta que era em forma de coração e chamouo planeta do amor. Ao chegar a esse planeta encontrou um extraterrestre a dormir dentro de uma nave. Mas de repente, o pirata chegou ao planeta e depois começou a lutar com Bernardo “pas”, “pas”, “pas”… com o barulho das espadas o extraterrestre acordou e, juntos, derrotaram o pirata. O cavaleiro agradeceu ao extraterrestre dizendo-lhe: - Obrigado por tudo! - Bz, bz, bz (De nada foi um prazer!) – disse o extraterrestre. Eles viveram lá para sempre! E acabou-se o que era doce!

Luísa e Marta Garcia do 3º B


O cavaleiro e o extraterrestre

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas havia um cavaleiro que vivia numa ilha. O que ele mais queria era encontrar um novo planeta. O cavaleiro procurou, procurou, procurou, e encontrou o planeta do amor. Ficou por lá e gostou daquele novo planeta. Apareceu um pirata que queria ficar com o planeta do amor só para ele. O cavaleiro ficou com medo mas apareceu um extraterrestre que o ajudou muito a livrar-se do pirata. O cavaleiro e o extraterrestre ficaram com o planeta do amor e viveram felizes para sempre. Acabou-se o que era doce.

Carlota e Maria H. do 3º B


A descoberta ao planeta do amor

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas havia um cavaleiro chamado Valentim, que o tratava por Valente. Ele vivia numa ilha. O seu desejo era encontrar um novo planeta. Ele andava a estudar astronomia e como viu que não havia um planeta novo, decidiu então procurar um planeta que já existisse. Passado algum tempo decidiu montar um foguetão. Depois de estar pronto o Valentim subiu para o foguetão e foi até ao espaço. Lá viu um extraterrestre que o ajudou. Foi então que decidiram ir à procura de um planeta. Eles viram um planeta que se chamava o planeta do amor. Ficaram felizes mas entretanto viram um pirata que os não deixava entrar no planeta. Os dois disseram assim. - Sai já daqui que nós cremos entrar! O pirata ficou com medo e foi-se embora. Depois ficaram tão felizes que foram dizer a toda a gente. E acabou-se o que era doce.

Madalena Begonha e Matilde Ruas do 3º B


O cavaleiro valente

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas havia um cavaleiro que vivia numa ilha. O seu sonho era encontrar um planeta novo. Um dia tentou ir á procura do tal planeta. Ele chegou a um planeta muito estranho que se chamava planeta do amor. Ele gostou muito desse planeta e quis ficar lá para sempre. Mas um pirata quis impedi-lo de ficar lá. Então o pirata tirou a sua espada e começaram a lotar. Porém, o pirata ganho a luta e prendeu o cavaleiro. Entretanto um extraterrestre apareceu e libertou-o. Os dois lutaram contra o pirata e ele nunca quis voltar mais à quele planeta. O cavaleiro ficou para sempre no planeta do amor e viveu muito feliz. Acabou-se o que era doce.

Simão e Sofia Pedro do 3º B


A viagem ao planeta do amor

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas, havia um cavaleiro, que vivia numa ilha. O seu sonho era encontrar um novo planeta. Procurou no mapa e finalmente encontrou o planeta do amor. Pediu a um extraterrestre do seu palácio que o ajudasse. Os dois foram em direção ao planeta do amor. Quando lá chegaram, viram um pirata, que tinha encontrado primeiro aquele planeta. - Sai já deste planeta!- disse o cavaleiro. E o pirata com medo saiu logo do planeta. Com o passar do tempo, avistaram um castelo. - Aquele castelo será de quem?- disse o extraterrestre. - Pode ser de um rei ou de uma princesa!-afirmou o cavaleiro. Aproximaram- se um pouco e entraram no castelo. Viram um rei e uma princesa. O cavaleiro e a princesa casaram, e o extraterrestre e o rei ficaram muito amigos. Acabou- se o que era doce.

Sofia F. e Joana Natal do 3º B


No planeta do amor

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas havia um cavaleiro chamado Tomás que vivia numa ilha. Ele queria encontrar um novo planeta porque estava aborrecido daquele onde vivia. Um dia decidiu ir à procura do planeta. Quando chegou lá, viu que era o planeta do amor porque o céu era feito de corações. Passado algum tempo encontrou um pirata. No planeta do amor só havia uma rapariga chamada Madalena. O pirata e o cavaleiro Tomás começaram a lutar por ela. O cavaleiro começou a ficar fraco mas depois apareceu um extraterrestre e ajudou-o. O pirata morreu e o cavaleiro Tomás casou com a rapariga Madalena e viveram felizes para sempre. Acabou-se o que era doce.

Madalena Simões e Tomás do 3º B


O PIRATA E O CAVALEIRO

No tempo em que os caracóis não andavam com a casa às costas havia um cavaleiro chamado Mário que vivia numa ilha. Um dia ele decidiu encontrar um novo planeta. Procurou, procurou até que encontrou o planeta do amor. Depois, apareceu um pirata que também queria o planeta. Entretanto apareceu um extraterrestre que ajudou o cavaleiro a tentar que o pirata não ficasse com o planeta. O cavaleiro lutou com pirata e conseguiu ficar com o planeta. Entretanto encontrou uma princesa que casou com ele e viveram felizes para sempre. Acabou-se o que era doce.

José Maria e Joana Caldeira do 3º B

Escrita criativa do 3º ano B  

Escrita criativa

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you