Page 11

AÇÕES

SETEMBRO AMARELO

Diversas ações foram realizadas para prevenir o suicídio R

oraima é o segundo estado brasileiro com maior índice de mortes por suicídio. Esta triste realidade é considerada um caso de saúde pública. Diante destes dados, em setembro o Conselho Regional de Medicina de Roraima (CRM – RR) juntamente com outras instituições, como o Ministério Público Estadual de Roraima promoveram diversos eventos de conscientização e prevenção da Campanha Setembro Amarelo. Uma das ações do Setembro Amarelo foi realizada dos dias 1º a 3 de setembro, na Universidade Federal de Roraima (UFRR). O evento fez parte da I Semana do Cérebro da UFRR, que é realizada pela Liga Acadêmica de Neurociências de Roraima (LANER). De acordo, com Ruy Guilherme Silveira, coordenador da LANER, o objetivo foi alertar a população geral, acadêmicos e profissionais em relação aos números exorbitantes que rondam o Estado de Roraima quanto ao suicídio, além de discutir e refletir melhores maneiras de lidar com indivíduos que passam por essa problemática, bem como familiares e rede de apoio que já tiveram vítimas em seu núcleo. Já no dia 27 de setembro, no auditório do CRM - RR uma média de 200 pessoas da área de saúde participaram do I Encontro Roraimense para Reflexão sobre Prevenção ao Suicídio.

MARTA GARDÊNIA

O I Encontro Roraimense para Reflexão sobre Prevenção ao Suicídio reuniu profissionais da saúde de todo o Estado

De acordo com o psiquiatra e conselheiro do CRM - RR, Laerth Thomé, é possível prevenir o suicídio, desde que haja determinação política. “É preciso que haja políticas públicas para trabalhar a prevenção. Com a realização de pesquisas nas escolas para identificar crianças deprimidas e a causa dessa depressão. Há uma probabilidade maior de adolescentes, idosos e pessoas com transtornos mentais de cometerem suicídio. Os profissionais da atenção básica e grande trauma, os professores precisam de treinamento para identificar aqueles que têm ideação suicida”.

O encerramento da Campanha aconteceu no dia 30 de setembro, na Assembleia Legislativa de Roraima, o qual reuniu 15 instituições públicas e movimentos sociais. A presidente do CRM – RR, Blenda Avelino Garcia, avaliou de forma positiva todas as ações realizadas em setembro. “As ações do Setembro Amarelo foram bem intensas, atingimos a sociedade, profissionais da saúde, estudantes, famílias e tivemos o apoio da imprensa. O suicídio ainda é um tabu, precisamos discuti-lo e principalmente que politicas públicas sejam implementadas para que esta realidade mude”.

CRM – RR se reúne com Parlamentar Federal

No dia 18 de agosto, a presidente Blenda Avelino Garcia, a 2ª Vice-Presidente do CRM – RR Rosa Leal e o Tesoureiro Domingos Sávio, e os Conselheiros Laerth Thomé e Elana Faustino, que fazem parte da Comissão de Assuntos Políticos do Conselho Regional de Medicina de Roraima (CRM – RR) reuniram-se com a Deputada Federal Sheridan de Anchieta (PSDB) para tratar de melhorias na saúde pública do Estado e condições de trabalho para os médicos.

“Este encontro já era um desejo nosso, de estarmos em contato com nossa bancada federal tanto de Deputados quanto Senadores, pois, entendemos que é preciso trabalhar mais próximo para que encontremos soluções para a saúde pública em Roraima, que atualmente sofre com diversos problemas”, disse Blenda Garcia. A Deputada Sheridan agradeceu a oportunidade de ouvir o CRM – RR e saber mais da realidade da saúde pública e quais

os gargalos que existem e impedem que a população receba um atendimento digno e com qualidade. “No que eu puder colaborar em Brasília, eu farei. Quero contribuir e fazer com que a população de Roraima tenha orgulho da saúde oferecida a ela. Também me comprometo em votar a favor ao plano de carreira única dos médicos, que fazem o impossível para garantir o bem-estar de cada pessoa que eles atendem”, comentou Sheridan.

CRM-RR | 11

Jornal CRMRR - 47ª edição  
Jornal CRMRR - 47ª edição  

Informativo do Conselho Regional de Medicina do Estado de Roraima | Dezembro de 2016 - 47ª edição

Advertisement