Issuu on Google+

PELA

CINEMA EM CARTAZ

YouTube bilionário

Os Colegas que precisamos

INTERNET

cineabc@gruposinos.com.br

Belezas naturais

Uma obra pela preservação do planeta

Comprado em 2006 pelo Google por US$ 1,65 bilhão, o YouTube chega a mais uma marca bilionária: mais de 1 bilhão de visitas mensais. Segundo o Google, quase 50% das pessoas que usam a Internet acessam o YouTube, que começou com pequenos vídeos caseiros em fevereiro de 2005 e hoje tem materiais dos mais diversos, criando celebridades mundiais da noite para o dia, caso do rapper Psy e sua canção Gangnam Style, em vídeo que ultrapassou em 2012 a marca de 1 bilhão de acessos.

A ultra TV HD

Brooke Shields, Emma “Hermione” Watson, Christy Turlington, Irina Shayk, Anja Rubik, Arizona Muse, Elle Macpherson e por aí vai. O fotógrafo e ativista australiano James Houston, nascido em Sydney e radicado em Nova York, nos Estados Unidos, produziu o livro de fotografias Natural Beauty que retrata de forma artística a beleza de celebridades, entre atrizes e modelos, por uma boa, ou melhor, uma ótima causa: a preservação do meio ambiente. Irina e Emma foram os destaques da semana em fotos divulgadas na imprensa. Ambas nuas e um trabalho de bom gosto, no qual a iluminação dá tons e contornos que comprovam o motivo de Houston (que iniciou sua jornada artística através da escultura) ser celebrado pelos críticos de arte e também pelas celebridades que ele enquadra em seus projetos. A venda da obra reverterá para a Global Green USA, organização ambiental que busca a conscientização pela preservação do planeta e incentiva e apoia, principalmente, projetos de energia limpa em sua luta contra o aquecimento global. O lançamento oficial do livro e do projeto Natural Beauty, criado há um ano por Houston, começa nesta semana com anúncios na Internet. Em abril, as fotos ganharão espaço nas galerias Milk de Nova York e Los Angeles. A foto em destaque acima é da bela namorada do craque lusitano Cristiano Ronaldo (jogador do Real Madrid e da seleção portuguesa), a russa Irina, uma beleza natural com certeza, e figurinha carimbada desta coluna (não precisa nem se explicar o motivo). A top model de 27 anos rasgou elogios ao fotógrafo ativista e sua causa por um mundo melhor. Já Emma, consagrada na série de filmes Harry Potter (na qual atuou da adolescência à idade adulta, dos 10 aos 21 anos), posou insinuante, com flores e banhada pela água, mas não totalmente nua, afinal, saltar da Hermione para um nu total seria demais para os fãs que cultuam a inglesinha, que completará 23 anos em abril. A eterna top model Christy Turlington, parceira de vários ensaios com Houston, é a garota da capa do livro (ao lado) que começa a ser vendido nas livrarias internéticas nesta semana. Vegetariana, a modelo já emplacou (acreditem) 44 anos. Mas além de belas mulheres, o Natural Beauty também traz homens, como o ator Adrian Grenier, mas (e aí não é culpa do XYZ) o Houston não repassou fotos de divulgação para anunciar o projeto.

MUNDO POP

Por dentro dos apês das séries de televisão

Quem é fã das séries de TVs americanas certamente conhece de cor e salteado o interior dos apartamentos de personagens de Seinfeld, Friends, Sex and the City, House, Will & Grace, The Big Bang Theory, Dexter, Gilmore Girls ou até de animações como Os Simpsons. Pois a designer espanhola, ou melhor, a basca Iñaki Aliste Lizarralde foi a fundo nesta viagem e vem criando desde o ano passado as plantas baixas destes ambientes das séries. A casa dos Simpsons (em dois andares), os apês de Sheldon e Leonard e da vizinha Pennie (de The Big Bang), ou de Monica, Rachel, Joey e Chandler (de Friends), ou ainda a casa de praia em Malibu do finado Charlie Harper (de Two and a Half Men) estão entre as obras. São muitas as opções, mas a gente destaca ao lado dois apês de saudosos clássicos: Friends e Seinfeld. A designer, inclusive, atende a pedidos de fãs. Basta acessar www.etsy.com/shop/tvfloorsplanandmore.

O maior aparelho de TV do mundo com definição Ultra HD em 85 polegadas, da Samsung, já tem preço: US$ 40 mil dólares. A resolução é de 4K, quatro vezes maior que o atual Full HD. A Microsoft até mostrou uma TV Ultra HD maior ainda, de 120 polegadas, mas, segundo a empresa, é só para consumo interno. A Samsung coloca sua super TV à venda no final deste mês. Até existem TVs maiores no mercado, só que aí a resolução é menor.

CRISTOFER DE MATTOS Humano, mas surreal. Verdadeiro, mas fantasioso. Implacável, mas redentor. O direito de viver ainda é o maior dos presentes. Como você irá enfrentá-lo, por vezes, é questão de escolha: lamentar suas limitações é uma alternativa; sonhar, experimentar e ir fisicamente onde sua mente lhe permitir são outras. Síndrome de down? Não. Essa tenho eu, tens você. Eles são portadores de up. A alegria que os personagens Stallone, Aninha e Márcio fazem saltar da tela nos eleva, o que nos torna cúmplices de suas transgressões. Este é Colegas, produção nacional em exibição nos cinemas. A trama é simples: três amigos, que vivem desde os primeiros anos num instituto para portadores de síndrome de down – cada um por algum motivo –, passam as tardes na videoteca vendo e revendo clássicos do cinema e alimentando sonhos de fazer a vida imitar a arte. Thelma & Louise é a inspiração para o roubo do Carmanghia vermelho do instrutor que os levará para além dos muros em busca do mar, de um casamento e voar.

Rapidinhas

● JOHN McTIERNAN cineasta consagrado por filmes como Duro de Matar 1 e 2 e O Predador deverá cumprir um ano de prisão por espionar Chuck Roven, produtor do filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge. McTiernen contratou um detetive (que já está preso) para espionar a concorrência. ● AS TARTARUGAS NINJA estão retornando com tudo. O novo videogame Teenage Mutant Ninja Turtles: Out of the Shadows deve estar disponível até o meio deste ano para Xbox Live Arcade, PlayStation Network e Steam. O filme chega um ano depois. ● A BANDA U2 também retorna este ano, só que em CD. O grupo irlandês, que lançou o último disco em 2009, pretende, segundo o baixista Adam Clayton, estar com o trabalho na mão até novembro (ou antes, se der).

DOIS SAUDOSOS CLÁSSICOS - Ao lado está o detalhamento da designer Iñaki para o pequeno apartamento do humorista Jerry Seinfeld na série que o consagrou mundialmente.

E, acima, os apartamentos de (isso no princípio da série Friends, porque depois eles fizeram troca-troca) Joey e Chandler (à esquerda) e de Monica e Rachel (à direita)

Colegas faz rir, chorar e questiona, mas sem moralizar. O filme de Marcelo Galvão escapa da cilada de apresentar os portadores de down como “coitadinhos”. Pelo contrário, eles roubam, sacam armas e evocam até a célebre cena de abertura de Pulp Fiction no assalto a um restaurante. Com uma irresponsabilidade juvenil, ser “mau” para eles é legal. Mas este é um mau de conto de fadas, nem de perto semelhante ao preconceito vivido por eles. Tudo num jeitão Maluco Beleza, de Raul Seixas, que embala a trilha sonora. As referências nos diálogos a outros filmes como Cães de Aluguel, Cidade de Deus e Tropa de Elite, todos com personagens politicamente incorretos, conferem um charme especial aos colegas. Na linha do “você pode tudo o que sonhar”, a fábula em nenhum momento levanta a bandeira de direito ou respeito aos portadores de down. Há melhor forma de explorar a igualdade do que essa? Marcelo Galvão homenageia nos créditos um tio com down. Parece ter aprendido com ele o quanto eles compensam em alegria a imperfeição na formação genética. Expor personagens com down não é novidade no cinema. O francês Oitavo Dia fez isso de forma magnífica. O documentário do cineasta brasileiro Evaldo Mocarzel Do luto à Luta também abordou o tema de forma intensa. Inclusive Ariel Goldenberg e Rita Pokk (o Stallone e a Aninha) estiveram no filme e iniciavam ali o relacionamento fora das câmeras que já dura onze anos. Diante de tamanha ternura, os furos de roteiro, de continuidade e as resoluções simples para alguns personagens ficam em uma camada menor. Tecnicamente há problemas. Como as imperfeições acompanham o ser humano, não estariam elas longe de um filme humano como este. O que pesa ao final dos 99min são o sorriso no rosto e a grandiosa alegria dos Colegas. Afinal, impossível deixar o cinema sem repetir inconscientemente uma das frases do filme como mantra: “a vida é muito curta para ser pequena.” 26

Domingo, 24.3.2013 / ABC DOMINGO

XYZ

GUILHERME SCHMIDT


Crônica filme Colegas